O brincar e a aprendizagem

8.345 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.345
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
117
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O brincar e a aprendizagem

  1. 1. CURSO DE ESPECIALIZAÇÃOEM EDUCAÇÃO INFANTILMEC/UFMS/UEMSDISCIPLINA:PROFª. Drª:• ALUNAS: Claudia de O. Andrade
  2. 2. O BRINCAR E AO BRINCAR E AAPRENDIZAGEMAPRENDIZAGEMMOYLES, Janet R.MOYLES, Janet R.
  3. 3. O texto destaca sobre o brincar ea aprendizagem.• Lewis (1982) cita que a primeiratarefa difícil, é a de distinguir entreo brincar e os comportamentos debrincar, o que é 1º caso, no interno,afetivo e natural. O que é no 2º caso,manifestado externamente pelacriança e pelo adulto.
  4. 4. • De acordo com Bruner (1977) et al,obrincar é portanto, o processo quantomodo: como as crianças e os adultosconsideram certos objetos ou eventosindica se eles estão ou não agindo demaneira lúdica.• A relação é intercambiáveis;• É possível que adultos e crianças mudemdentro de uma mesma situação, de lúdicopara sério, e vice-versa.
  5. 5. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA• MOYLES, Janet R. Só brincar? O papeldo brincar na educação infantil. Trad.Maria Adriana Veronese; Porto Alegre:Artmed, Editora, 2002.
  6. 6. • Será que toda criança que brinca é afetada pelaexperiência como sugere o seu comportamentoexterior predominante? Será que estãoaprendendo alguma coisa? Esta aprendizagem éútil?• Segundo Tizard e Hughes ( 1984), é improvávelque as crianças consigam se expressar, devido aconstrangimentos temporais e interpessoais, deforma tão competente, consistente e abertacomo fazem em casa.
  7. 7. • Os professores precisam inferir, a partirde suas atitudes externas, concentração,expressões faciais, motivação aparente, eassim por diante.• Precisamos reservar tempo para exploraras necessidades explicitadas pelo brincar,assim como tempo para conversar sobreele, ampliando a aprendizagem por meio dobrincar dirigido.•
  8. 8. • O brincar dirigido refere-seprincipalmente ao processo;• O brincar livre inclui processo e modo, e édentro desse tipo de brincar que osprofessores deve procurar a aprendizagemreal.• Uma das características desta proposta, éque nem a direção do brincar nem adefinição de seus conteúdos irão permitiruma maior aprendizagem.
  9. 9. • A maior aprendizagem está naoportunidade oferecida à criança deaplicar algo da atividade lúdica dirigidaa alguma outra situação.• Por meio do brincar dirigido, elas temumaoutra dimensão e uma nova variedade depossibilidades estendendo-se a umrelativo domínio dentro daquela área ouatividade.
  10. 10. • Por meio do brincar livre, as criançasserão capazes de aumentar, enriquecere manifestar sua aprendizagem.• As crianças nem sempre utilizam umavariedade tão grande de materiais eatividades.
  11. 11. Teorias da Aprendizagem• Muitos psicólogos, ao longo dos anos,sugeriram teorias de aprendizagemque diferem não só em seu modelobásico como também originam-se defocos muito diferentes.• Claxton ( 1984), os identifica comocognitivos, comportamentais,sociais/pessoas e humanísticos.
  12. 12. • Em qualquer modelo de aprendizagem sópode ser avaliada em termos do que semanifesta externamente.Necessidade de Aprendizagem e o papel doprofessor• O brincar, como um processo e modo,proporciona uma ética da aprendizagem emque as necessidades básicas deaprendizagem das crianças podem sersatisfeitas.
  13. 13. • Essas necessidades incluem asoportunidades:• de praticar, de escolher, perseverar,imitar, imaginar, dominar, adquirircompetência e confiança;• de adquirir novos conhecimentos,habilidades, pensamentos e entendimentoscoerentes e lógicos;• De criar, observar, experimentar,movimentar-se, cooperar, sentir, pensar,memorizar e lembrar;
  14. 14. • De comunicar, questionar e interagircom os outros;• De conhecer e valorizar a si mesmo e aspróprias forças, e entende as limitaçõespessoais;• De ser ativo dentro de um ambienteseguro que encorage e consolide odesenvolvimento de normas e valoressociais.
  15. 15. • O brincar aberto-aquele que poderíamos chamar de averdadeira situação de brincar, apresenta uma esferade possibilidades para a criança, satisfazendo suasnecessidades de aprendizagem e tornando mais clarae a sua aprendizagem explícita;• Parte da tarefa do professor é proporcionarsituações de brincar livre e dirigido que tentematender às necessidades de aprendizagem dascrianças e, neste papel, o professor poderia serchamado de um iniciador e mediador da aprendizagem.
  16. 16. Modelo de Aprendizagem de Norman• Inclui três processos diferentes quevinculam o conhecimento presente doaprendiz, a novas experiências para aobtenção de uma nova aprendizagem.Estes processos são chamados porNorman de acréscimo, reestruturação esintonização.
  17. 17. • Os dois são processos complementares.• A sintonização é o processo pelo qual oaprendiz começa a adotarautomaticamente o que foi aprendidoatravés do acréscimo e dareestruturação, de modo que aquilo queera uma preocupação nos estágiosiniciais ( como andar de bicicleta)gradualmente assume um automatismoque exlui qualquer redundância.
  18. 18. • A criança acumula uma série de noçõesseparadas sobre um determinadomaterial ou atividade. Este processoprovavelmente será seguido por um novoperíodo de acréscimo, e este ciclo vaiser repetido e operado até emergir umperíodo de sintonização, em que umanova experiência de aprendizagem étotalmente adquirida e se torna“automática”.
  19. 19. • Esses autores,usaram o modelo deNorman como uma base para examinaras exigências de tarefas feitas pelosprofessores a crianças bem pequenas, econsideraram o modelo como implicandoquatro tipos diferentes de tarefas quepodem exigir coisas diferentes dosaprendizes: tarefas de ampliação derepertório; tarefas de reestruturação;tarefas de enriquecimento; tarefas deprática.
  20. 20. • Eles enfatizaram que de maneiranenhuma qualquer um destes processos ésuperior ou inferior aos outros; maispropriamente, eles fazem “exigênciasqualitativamente diferentes”. Aquantidade de tempo que cada criançagasta em qualquer um destes processosdependerá das necessidades individuais,mas no contexto do brincar podemosesperar quantidades relativamenteiguais de tempo.
  21. 21. • O “erro” como um processo deaprendizagem• Qualquer forma ou modelo deaprendizagem também implica cometererros.• Uma das características maisimportantes da aprendizagem atravésdo brincar deve ser a oportunidade deaprender, sem ameaça, a partir dascoisas que dão errado.
  22. 22. • A aprendizagem, por qualquer meio,deveria ser um desafio estimulante eprazeroso, especialmente na escola.Deveria apoiar a noção dodesenvolvimento pessoal da criança comoum indivíduo confiante, independente.Deveria ajudar criança a saber quem e oque ela é, e do que ela é capaz.
  23. 23. O Brincar Estimulante e Motivador• O brincar motiva, proporciona um climaespecial .para a aprendizagem, sejam osaprendizes crianças ou adultos.• Dunn e Wooding (1997) consideram opapel dos adultos central para odesenvolvimento do brincar infantil,mesmo quando as crianças mais tardebrincam sozinhas,o que aparentementeapóia a presente visão do brincar e dopapel do professor.
  24. 24. • Sutton-Smirth ( 1986) afirma que aescola precisa facilitar osrelacionamentos entre crianças.• Blatchford e Cols ( 1982) cita que osrelacionamentos das crianças pequenascom outras crianças pequenas. Elesdescobriram que a interação decrianças de mesma idade facilitava adescoberta e a competênciainterpessoais de uma maneira que asinterações com crianças mais velhas eexperientes não facilitava.
  25. 25. • Esta descoberta interpessoal ajuda ascrianças pequenas a compreender a simesmas e contribui imensamente para odesenvolvimento pessoal.• Compreender a si mesmo e adquirirconfiança nas próprias capacidadesfacilita o movimento da criança rumo àindependência, um aspecto que está notopo da lista de objetivos da maioria doseducadores da primeira infância.
  26. 26. • Os professores precisam trabalhardentro das capacidades das criançasmas, em todas as áreas, e especialmentena educação física, devem estarpreparados para proporcionar odesenvolvimento das capacidadesinfantis, a fim de que as criançasobtenham os sentimentos de bem-estarfísico e mental desejados.
  27. 27. • Conforme Stevens (1977), o brincar énecessário e vital para odesenvolvimento ‘normal’ do organismoem si e para o seu amadurecimento comoum ser social.• A aprendizagem ocorre o tempo todo nodesenvolvimento normal durante toda avida, desde que alguma coisa desperte ointeresse ( SAVA, 1975, p. 9).
  28. 28. • O papel do professor é o de garantirque, no contexto escolar, aaprendizagem seja contínua edesenvolvimentista em si mesma, einclua fatores além dos puramenteintelectuais. O emocional, o social, ofísico, o estético, o ético e o moral secombinam com o intelectual paraincorporar um conceito abrangente de“aprendizagem”.
  29. 29. • Portanto, Moyles (2002) afirma quecada fator é interdependente e interrelacionado para produzir uma pessoaracional, com pensamento divergente ecapacidade de resolver problemas equestionar em uma variedade infinita desituações e desempenho afirmaMOYLES (2002).

×