Ensaio hermivania modulo iv

177 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensaio hermivania modulo iv

  1. 1. Como promover o sucesso da aprendizagem do aluno e sua permanência na escola? Hermivânia Ribeiro Mendes Vaniamendes38@hotmail.com PALAVRA – CHAVE: Desenvolvimento, Estímulo, Auto-Avaliação Dos princípios básicos que orientam a prática pedagógica contemporânea a que garante o sucesso da aprendizagem do aluno e sua permanência na escola, no meu ponto de vista e através de estudo que fiz pode- se afirmar que o: SOCIOINTERACIONISTAS na visão de Vygotski é um princípio que cumpre o objetivo, pois o ser humano é capaz de desenvolver - se através de diversos fatores que são: • Amparo social • Aprendizagem promove desenvolvimento • Relação interpessoal • Experiência coletiva • Reorganização • Reformulação • Ampliação do conhecimento Este trecho explica muita coisa: (...) Uma noção importante do sociointeracionismo*é a de que toda criança apresenta dois níveis de desenvolvimento. Um deles diz respeito àquilo que ela já alcançou e o outro, ao que pode vir a alcançar caso receba estímulo e apoio. Para os sociointeracionistas, o bom ensino é aquele que incentiva o aparecimento de novas formas de pensar, sentir e perceber o real, permitindo aos alunos acesso a novos níveis de aprendizagem. Um ensino adequadamente organizado “puxa para frente” o desenvolvimento dos alunos, promovendo-o. (...) modulo IV, Unidade 1. Pag. 18 É viável que o professor considere o aprendizado que o aluno traz de casa e com algumas intervenções desperta nele o interesse de aprender coisas novas. Sempre pensando nas tecnologias de ensino oferecidas atualmente para que este aluno tenha
  2. 2. interação com meio e desta forma a cada novo aprendizado ele estará crescendo o nível de desenvolvimento. A aprendizagem deve ser significativa para que o aluno possa se interessar em aprender e permanecer na escola. O que acontece muito na maioria da desistência do aluno da escola é que ele não ver sentido algum em está na escola, pois o que ele sabe da sua vida cotidiana é muito mais interessante pra ele. E esta visão é que o professor deve buscar compreender de forma que busque organizar seus conteúdos onde possam ir de encontro com a realidade, não abandonar os conteúdos formativos e levar o ensino de forma informal, não, é ajustar seus métodos de ensino aplicando os conteúdos de maneira clara e buscando um paralelo entre o real e o formal. Quando o aluno percebe que sua opinião tem valor diante de uma questão levantada na explicitação de algum conteúdo ele se sentirá valorizado e verá sentido no que sabe e no que pode aprender ainda neste contexto educacional. Ao observar o trecho do texto a seguir pode-se tirar algumas conclusões vejamos: (...) Quando o estilo cognitivo do aluno é entendido, ele pode aprender melhor. Isso quer dizer que o professor precisa identificar os modos pelos quais cada aluno se apropria do conhecimento: se de forma impulsiva ou reflexiva; de maneira flexível ou rígida; se consideram poucas ou muitas variáveis ao mesmo tempo. Diferentes abordagens podem ser empregadas no desenvolvimento dos conteúdos, de maneira a atender à forma como o aluno aprende. Por exemplo: o aluno de estilo impulsivo tende a responder a primeira coisa que lhe vem à cabeça, sem parar para pensar. Caberá ao professor conduzir o ensino de modo a levar esse aluno a dedicar maior tempo a analisar o problema, a identificar seus aspectos centrais e a levantar as hipóteses mais plausíveis para sua solução. (...) Algo muito interessante e que pode promover o sucesso da aprendizagem do aluno, é fato de o professor propor situações de aprendizagem onde o aluno possa pensar refletir e chegar a uma conclusão. Pois toda atividade em que temos oportunidade de refletir conseguimos há um aprendizado. Não colocar coisas fáceis
  3. 3. demais que o aluno já sabe porem não precisa refletir para resolver, nem coisas complicadas demais onde se torna impossível de se resolver, é um paralelo entre o possível e o impossível. REFERÊNCIAS BIBIOGRAFICA: PROGESTÃO: como promover, articular e envolver a ação das pessoas no processo de gestão escolar?Módulo II / Luiz Fernandes Dourado, Marisa Ribeiro Teixeira Duarte; Coordenação geral Maria Aglaê de Medeiros Machado. Brasília: Consed – Conselho Nacional de Secretários de Educação, 2001.

×