Psicologia Desportiva

621 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre a influência e as características da psicologia no âmbito desportivo.

Publicada em: Esportes
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia Desportiva

  1. 1. Psicologia do Desporto Trabalho realizado por: Matheus Belesa nº 11 Wesley Douglas nº 20 Francisco Martins nº 9 Disciplina: Psicologia Ano Letivo: 2014/15 Professora: Fernanda Rodrigues
  2. 2. Introdução  A psicologia do Desporto, surgiu com uma fase inicial onde somente centrava-se a sua preocupação na observação, descrição e explicação dos fatores psicológicos que pudessem influenciar na atividade física e desportiva.  Atualmente tenta-se usar a Psicologia dentro da atividade física para compreender os pensamentos, emoções e comportamentos de todos os praticantes e agentes envolvidos na prática do desporto.
  3. 3. Para quê serve a Psicologia do Desporto?  Se a condição física de um atleta é crucial para a sua prestação na modalidade, se dois atletas têm a mesma condição física o que vai decidir quem se encontra melhor são os fatores psicológicos.  Deste modo, a Psicologia do Desporto é uma das áreas de psicologia mais forte na prevenção da saúde e bem-estar psicológico dos indivíduos.
  4. 4. A psicologia resulta? Onde se nota?  O resultado mental pode ser decisivo num resultado desportivo. O controle emocional, o autocontrole, o autodomínio, o conhecimento do próprio “eu”, são fatores importantes para se alcançar uma boa performance.  A psicologia enquanto área de intervenção, privilegia grande parte da sua ação na educação e treino das competências mentais, facilitando a atuação do sujeito neste tipo de contexto.
  5. 5. Onde se encontra a Psicologia?  Na aprendizagem e no treino;  Na preparação para a competição, onde o atleta toma consciência dos seus problemas e dificuldades que vai surgindo, aprendendo assim a controlar as emoções e as técnicas melhorando assim o seu rendimento;  Na competição, a situação mais difícil de intervir, no entanto, o atleta pode ser informado sobre o seu comportamento( erros e acertos);  Após a competição com uma análise do rendimento do atleta e com um feedback sobre o que tem que melhorar e sobre o que fez certo.
  6. 6. Papel do Psicólogo de Desporto  O papel do psicólogo no contexto desportivo pode ser:  Na área da investigação;  Destinado a contribuir para o avanço e desenvolvimento da teoria e do conhecimento;  Na área da formação, ensino e o mais habitual, no apoio a desportistas, equipas, treinadores, árbitros e organizações desportivos tendo em vista o desenvolvimento psicológico para o melhoramento do treino e do rendimento desportivo.
  7. 7. Áreas de intervenção da psicologia no desporto 1. Motivação; Dinâmica do grupo 2. Comunicação entre atleta e treinador 3. Visualização Mental 4. Relaxamento; Concentração; Liderança 5. Atenção 6. Formulação de Objetivos 7. Competências emocionais 8. Controlo da respiração 9. Lesões 10. Ansiedade pré competição 11. Preparação psicológica para as competições
  8. 8. Conclusão  Com este trabalho podemos dar a conhecer que a psicologia atualmente tem uma grande importância na prática de todos os tipos de desporto e atividades físicas.  Podemos observar também que em Portugal a Psicologia do Desporto em relação a outros países ainda não é utilizada na prática de atividade física.

×