SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Psicologia Desportiva
Ana Raquel Alves, nº6, 12º B
Introdução……………………………………………………………….. 3
O que é a Psicologia Desportiva?.................................................... 4
História da Psicologia Desportiva…………………………………….. 5
A Psicologia do Desporto no Mundo e em Portugal……………….. 6
Para que serve este tipo de Psicologia?......................................... 7
A Psicologia Desportiva resulta?..................................................... 8
Onde intervém esta Psicologia?.................................................... 11
O psicólogo do desporto……………………………………………. 12
Valores da Psicologia Desportiva………………………………….. 16
Áreas de intervenção desta Psicologia……………………………. 17
Conclusão…………………………………………………………….. 18
Bibliografia……………………………………………………………. 19
Índice
Introdução
Com este trabalho sobre uma das áreas em que a Psicologia é aplicada, neste caso, no
desporto, pretendo focar a sua existência atualmente nos mais diversos eventos desportivos
de qualquer natureza. Além disso, gostaria também explicar a importância desta ciência num
mundo de atletas, competições, títulos e pressões, já que, constantemente nos esquecemos
das razões que levam um jogador a falhar um passe, um atleta a desistir de uma maratona no
último minuto ou um futebolista a falhar um golo “com a baliza aberta”. É para evitar, controlar
e orientar desportistas em situações como estas que existe a Psicologia Desportiva.
“Quem quer que esteja fisicamente bem preparado pode fazer coisas incríveis com seu corpo.
Mas quem junta a um corpo em forma uma cabeça bem cuidada é capaz de feitos excepcionais.”
(Alexander Popov, melhor nadador da Olimpíada de 1996)
O que é a Psicologia Desportiva?
A Psicologia do Desporto e da Atividade Física é uma área de aplicação da psicologia que
procura compreender os pensamentos, emoções e comportamentos de todos os praticantes e
outros agentes envolvidos na prática do desporto, exercício e atividade física,
independentemente dos seus objetivos se centrarem no desempenho desportivo ou na prática
da atividade física como estratégia de promoção da saúde, bem-estar e qualidade de vida.
História da Psicologia Desportiva
"A maior descoberta da minha geração foi que o
ser humano pode alterar a sua vida ao mudar
a sua disposição mental.“
William James
A Psicologia do Desporto surgiu entre o final
do século XIX e o início do século XX, onde
numa primeira fase as preocupações
centravam-se, sobretudo,
na observação, descrição e explicação dos
fatores psicológicos que influenciavam a
atividade física e desportiva; numa segunda
fase o prognóstico e o controlo do rendimento
desportivo caracterizavam a atividade do
psicólogo do desporto e finalmente
uma terceira fase, atual, onde a preocupação
predominante centra-se na otimização do
rendimento desportivo.
A Psicologia do Desporto no
Mundo e em Portugal
• Por volta dos nos 20 e 30, foi criado o primeiro laboratório do mundo de psicologia do desporto;
• Foi a partir da 2ª Grande Guerra que o interesse na área da psicologia do desporto se
desenvolveu. E assim tornou-se num ramo autónomo da Psicologia Geral.
• Assistiu-se a um período de grande desenvolvimento, marcado por uma enorme cooperação
internacional e que se exprimiu nos posteriores Congressos Mundiais.
• É de salientar ainda, a inclusão da disciplina de psicologia nas universidades.
• Relativamente a outros países da Europa, a psicologia do desporto, em Portugal surgiu muito
mais tarde.
• Podemos situar a sua origem em 1940, nas cadeiras de psicologia geral e aplicada do
Instituto Nacional de Educação Física.
• Como ciência independente e aplicada implementou-se só no decorrer nos anos 90.
• O mérito do seu nascimento deve ser atribuído a António Brito, considerado o verdadeiro “pai”
da psicologia do desporto em Portugal. A sua atividade de investigação e intervenção neste ramo
da psicologia aplicada é considerada um ponto histórico e de referência para todos aqueles que
se decidem à investigação nesta mesma área.
Para que serve este tipo de Psicologia?
Se as condições físicas, parecem ter sempre uma importância muito grande, quando dois
atletas têm o mesmo valor físico (ou resultados muito semelhantes) são os fatores
psicológicos que podem decidir o resultado.
A psicologia enquanto área de intervenção, privilegia grande parte da sua ação
na educação e treino de competências psicológicas, facilitadoras da atuação do
sujeito neste tipo de contexto.
Deste modo, a Psicologia do Desporto e da Atividade Física é uma das áreas de
Psicologia mais fortemente direcionada para a prevenção e para a saúde e bem-estar
psicológico dos indivíduos.
A Psicologia Desportiva resulta?
O fator psicológico pode ser decisivo num resultado desportivo. O controlo emocional, o
autocontrolo, o autodomínio, o conhecimento de si, são fatores importantes para se
obter uma boa performance.
“O futebol caminha para a dimensão psicológica, para a inteligência”.
Jozef Venglos, treinador de futebol
Onde intervém esta Psicologia?
Na aprendizagem (aprender) e no treino (aprender e melhorar); na preparação para a
competição, onde o atleta toma consciência dos problemas e dificuldades que vão
surgindo, aprendendo a controlar as emoções e as técnicas para melhorar o seu
rendimento; na competição, mais difícil de intervir, no entanto, o atleta pode ser informado
sobre o seu comportamento (erros e virtudes) e por fim após a competição, com uma
análise do rendimento do atleta e feedback corretivo e positivo.
O psicólogo do desporto
O psicólogo age em “segredo profissional”, ou
seja, não divulga publicamente os
resultados ou apreciações acerca dos
atletas, equipa, clube e serve, sobretudo,
para ajudar nas necessidades dos
atletas/treinadores.
O papel do Psicólogo em contexto desportivo
pode ser: na área da investigação,
destinada a contribuir para o avanço e
desenvolvimento da teoria e do
conhecimento; na área da formação e
ensino e o mais habitual, no apoio a
desportistas, equipas, treinadores,
árbitros e organizações desportivas tendo
em vista o desenvolvimento de
competências psicológicas para
a otimização do treino e
do rendimento desportivo.
Zonas de intervenção do Psicólogo do
Desporto
• Motivação;
• Comunicação Treinador-Atleta;
• Visualização Mental;
• Relaxamento;
• Dinâmica de Grupos;
• Atenção;
• Concentração;
• Formulação de Objetivos;
• Assertividade;
• Competências Emocionais;
• Otimização de Competências
(pessoais/socais);
• Liderança;
• Treino de controlo da Respiração;
• Lesão;
• Ansiedade pré competitiva;
• Preparação psicológica para as
Competições;
Problemáticas da sociedade que
justificam a sua intervenção
• Dificuldades/perturbações ou desordens emocionais ou psicológicas de vários tipos
(desordens alimentares, medos ou fobias, stress, ansiedade e/ou depressão, irritação/raiva,
agressividade e violência);
• Uso e abuso de substâncias proibidas (drogas, álcool, doping);
• Esgotamento e exaustão emocional ou física;
• Problemas psicológicos devido ao sucesso e ao rendimento desportivo/extra desportivo
(problemas de indisciplina e/ou comportamentos inadequados),
• Perturbações e distúrbios de sono;
• Problemas com a autoestima/autoconceito e imagem corporal (controle de peso);
• Problemas na mudança ou fim de carreira;
• Gestão de tempo entre o desporto e estudo, emprego e/ou vida
Valores da Psicologia Desportiva
Um dos valores fundamentais da Psicologia do Desporto é possibilitar formação no
domínio das competências psicológicas a todos aqueles que estão envolvidos em
contextos desportivos e de exercício físico, com a finalidade de ajudá-los a atingirem
os seus objetivos, sejam eles a otimização do rendimento, uma vida mais saudável ou
o divertimento e satisfação provenientes da participação na atividade física.
Áreas de intervenção desta Psicologia
• Instituições públicas e privadas de ensino superior;
• Clubes desportivos;
• Academias desportivas;
• Clubes e associações de deficientes e desporto adaptado;
• Autarquias;
• Associações;
• Federações;
• Centros de investigação e desenvolvimento no domínio da psicologia do desporto;
• Ginásios;
Conclusão
Com este trabalho espero ter dado a entender que este ramo da psicologia tem
grande importância atualmente e não só influencia a vida de atletas e
desportistas, mas a de todos nós ao fazer com que as competições a que
estamos acostumados a assistir sejam mais justas, equilibradas e racionais.
Desta forma, não só os atletas e treinadores tem um papel fundamental no
mundo do deporto, além deles existe, geralmente, um psicólogo do desporto,
que, pode mesmo dizer-se, desempenha uma função crucial.
www.psico_desportiva.blogspot.com
www.wiki-pedia-desporto/psicologia.com
www.cidadedasprofissões/forumestudante.pt
www.areastematicas/desporto.br.com
ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESCOLAS DE FUTEBOL – APEF - www.apef.com
A Psicologia do Desporto e a “batalha da qualidade”, António Manuel Fonseca - Faculdade de Ciências do
Desporto e de Educação Física, Universidade do Porto
Bibliografia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedade
Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedadeAtividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedade
Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedadeAna Felizardo
 
O que é Psicologia do Esporte?
O que é Psicologia do Esporte?O que é Psicologia do Esporte?
O que é Psicologia do Esporte?Mundus Esportivus
 
O treino das competências psicológicas
O treino das competências psicológicasO treino das competências psicológicas
O treino das competências psicológicasClaudio Roberto
 
Psicologia Do Desporto
Psicologia Do DesportoPsicologia Do Desporto
Psicologia Do Desportoscp25
 
Trabalho módulo 3 natação - sara campos
Trabalho módulo 3   natação - sara camposTrabalho módulo 3   natação - sara campos
Trabalho módulo 3 natação - sara camposVera Filipa Silva
 
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicas
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicasFatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicas
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicasFlávia Marques
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasJoanaMartins7
 
Psicologia do esporte
Psicologia do esportePsicologia do esporte
Psicologia do esporteHannah Dantas
 
Psicologia Esportiva 1
Psicologia Esportiva 1Psicologia Esportiva 1
Psicologia Esportiva 1Dom Fisiologia
 
Psicologia objeto e método.
Psicologia objeto e método.Psicologia objeto e método.
Psicologia objeto e método.Nuno Pereira
 
Ginástica acrobática e.f. - 12ºc
Ginástica acrobática   e.f. - 12ºcGinástica acrobática   e.f. - 12ºc
Ginástica acrobática e.f. - 12ºcluis reis
 
Desporto e educação física
Desporto e educação físicaDesporto e educação física
Desporto e educação físicaInês Oliveira
 
Atividade física em populações especiais
Atividade física em populações especiaisAtividade física em populações especiais
Atividade física em populações especiaismarcelosilveirazero1
 
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúdeA Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúdeDiogo Silva
 
Especialização precoce - educação fisica
Especialização precoce - educação fisicaEspecialização precoce - educação fisica
Especialização precoce - educação fisicaDaniela Costa
 

Mais procurados (20)

Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedade
Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedadeAtividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedade
Atividades desportivas e a sua influencia na politica, economia e sociedade
 
O que é Psicologia do Esporte?
O que é Psicologia do Esporte?O que é Psicologia do Esporte?
O que é Psicologia do Esporte?
 
O treino das competências psicológicas
O treino das competências psicológicasO treino das competências psicológicas
O treino das competências psicológicas
 
Psicologia Do Desporto
Psicologia Do DesportoPsicologia Do Desporto
Psicologia Do Desporto
 
Psicologia do esporte geral
Psicologia do esporte geralPsicologia do esporte geral
Psicologia do esporte geral
 
Trabalho módulo 3 natação - sara campos
Trabalho módulo 3   natação - sara camposTrabalho módulo 3   natação - sara campos
Trabalho módulo 3 natação - sara campos
 
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicas
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicasFatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicas
Fatores de saúde e riscos associados à prática das actividades físicas
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
 
PSICOLOGIA APLICADA
PSICOLOGIA APLICADAPSICOLOGIA APLICADA
PSICOLOGIA APLICADA
 
Psicologia do esporte
Psicologia do esportePsicologia do esporte
Psicologia do esporte
 
Psicologia Esportiva 1
Psicologia Esportiva 1Psicologia Esportiva 1
Psicologia Esportiva 1
 
Psicologia objeto e método.
Psicologia objeto e método.Psicologia objeto e método.
Psicologia objeto e método.
 
Ginástica acrobática e.f. - 12ºc
Ginástica acrobática   e.f. - 12ºcGinástica acrobática   e.f. - 12ºc
Ginástica acrobática e.f. - 12ºc
 
Desporto e educação física
Desporto e educação físicaDesporto e educação física
Desporto e educação física
 
Atividade física em populações especiais
Atividade física em populações especiaisAtividade física em populações especiais
Atividade física em populações especiais
 
Inteligência II
Inteligência IIInteligência II
Inteligência II
 
O que é a psicologia
O que é a psicologiaO que é a psicologia
O que é a psicologia
 
Doping
DopingDoping
Doping
 
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúdeA Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
 
Especialização precoce - educação fisica
Especialização precoce - educação fisicaEspecialização precoce - educação fisica
Especialização precoce - educação fisica
 

Destaque

Guião psicologia do desporto
Guião psicologia do desportoGuião psicologia do desporto
Guião psicologia do desportoRaquel Tavares
 
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introdução
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introduçãoPsicologia pedagógica, apresentação, sumário e introdução
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introduçãocoelho2014
 
Psicologia desp. cópia
Psicologia desp.   cópiaPsicologia desp.   cópia
Psicologia desp. cópiaCatarina Dias
 
Acção Divulgação Psicologia do Desporto
Acção Divulgação Psicologia do DesportoAcção Divulgação Psicologia do Desporto
Acção Divulgação Psicologia do Desportoma1at0
 
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes Lenin Zabala
 
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...Dr. Manuel Concepción
 
el fútbol moderno (diapositivas)
el fútbol moderno (diapositivas)el fútbol moderno (diapositivas)
el fútbol moderno (diapositivas)Olger Apaza
 
Psicologia Criminal
Psicologia CriminalPsicologia Criminal
Psicologia Criminalpirolitas
 
Slide marketing esportivo
Slide marketing esportivoSlide marketing esportivo
Slide marketing esportivoÍtalo Isaac
 
Marketing Esportivo
Marketing Esportivo Marketing Esportivo
Marketing Esportivo Mateus Lessa
 
Projecto Académico em Marketing Desportivo.
Projecto Académico em Marketing Desportivo.Projecto Académico em Marketing Desportivo.
Projecto Académico em Marketing Desportivo.Filipe Monteiro
 

Destaque (18)

Psicologia do Esporte
Psicologia do EsportePsicologia do Esporte
Psicologia do Esporte
 
Guião psicologia do desporto
Guião psicologia do desportoGuião psicologia do desporto
Guião psicologia do desporto
 
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introdução
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introduçãoPsicologia pedagógica, apresentação, sumário e introdução
Psicologia pedagógica, apresentação, sumário e introdução
 
Psicologia desp. cópia
Psicologia desp.   cópiaPsicologia desp.   cópia
Psicologia desp. cópia
 
Acção Divulgação Psicologia do Desporto
Acção Divulgação Psicologia do DesportoAcção Divulgação Psicologia do Desporto
Acção Divulgação Psicologia do Desporto
 
Calendario
CalendarioCalendario
Calendario
 
1,1,1
1,1,11,1,1
1,1,1
 
Psicologia deportiva
Psicologia deportivaPsicologia deportiva
Psicologia deportiva
 
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes
Curso disec3b1o-de-proyectos-deportivos-faf clubes
 
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...
Programa de incorporacion del sistema 11+ en el club deportivo montecarlo zar...
 
FUTBOL I
FUTBOL I FUTBOL I
FUTBOL I
 
el fútbol moderno (diapositivas)
el fútbol moderno (diapositivas)el fútbol moderno (diapositivas)
el fútbol moderno (diapositivas)
 
Obsessao
ObsessaoObsessao
Obsessao
 
El futbol
El futbolEl futbol
El futbol
 
Psicologia Criminal
Psicologia CriminalPsicologia Criminal
Psicologia Criminal
 
Slide marketing esportivo
Slide marketing esportivoSlide marketing esportivo
Slide marketing esportivo
 
Marketing Esportivo
Marketing Esportivo Marketing Esportivo
Marketing Esportivo
 
Projecto Académico em Marketing Desportivo.
Projecto Académico em Marketing Desportivo.Projecto Académico em Marketing Desportivo.
Projecto Académico em Marketing Desportivo.
 

Semelhante a Psicologia desportiva

PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docxPROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docxxvtyxkcd9d
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraflaviapv90
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraflaviav90
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraflaviapv90
 
10.psicologia aplicada
10.psicologia aplicada10.psicologia aplicada
10.psicologia aplicadanorberto faria
 
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptx
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptxdokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptx
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptxIgor Sampaio Pinho
 
Texto 2 psicologia do esporte
Texto 2   psicologia do esporteTexto 2   psicologia do esporte
Texto 2 psicologia do esporteIsabella Belem
 
Revista Colégio OPET - Número 8
Revista Colégio OPET - Número 8Revista Colégio OPET - Número 8
Revista Colégio OPET - Número 8Patricia Hoça
 
Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicadaAnaKlein1
 
Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicadaAnaKlein1
 
Psicotenis apresentação
Psicotenis   apresentaçãoPsicotenis   apresentação
Psicotenis apresentaçãopsicotenis
 
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre HERICO MACIEL
 
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdfXPZINXL
 
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...VernicaHolandaSantos
 

Semelhante a Psicologia desportiva (20)

PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docxPROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
 
Pos db pe_aulas_1_e_2_vpdf
Pos db pe_aulas_1_e_2_vpdfPos db pe_aulas_1_e_2_vpdf
Pos db pe_aulas_1_e_2_vpdf
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
Psicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieiraPsicologia do desporto flavia vieira
Psicologia do desporto flavia vieira
 
10.psicologia aplicada
10.psicologia aplicada10.psicologia aplicada
10.psicologia aplicada
 
Psicólogos respondem
Psicólogos respondemPsicólogos respondem
Psicólogos respondem
 
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptx
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptxdokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptx
dokumen.tips_psicologia-do-esporte-geral.pptx
 
Texto 2 psicologia do esporte
Texto 2   psicologia do esporteTexto 2   psicologia do esporte
Texto 2 psicologia do esporte
 
Revista Colégio OPET - Número 8
Revista Colégio OPET - Número 8Revista Colégio OPET - Número 8
Revista Colégio OPET - Número 8
 
Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicada
 
Psicologia aplicada
Psicologia aplicadaPsicologia aplicada
Psicologia aplicada
 
Psicologia Aplicada
Psicologia AplicadaPsicologia Aplicada
Psicologia Aplicada
 
Psicotenis apresentação
Psicotenis   apresentaçãoPsicotenis   apresentação
Psicotenis apresentação
 
Psicologia
PsicologiaPsicologia
Psicologia
 
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre
A comparação da preferência do estilo de liderança do treinador ideal entre
 
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf
43731_6daa83b1f80d7d2cc63197d579964f44.pdf
 
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...
MEMÓRIA E COGNIÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A PERFORMANCE DO CAPOEIRISTA PELO OLHAR D...
 
Atividade física e o transtorno psiquiátrico | Espaco Holos
Atividade física e o transtorno psiquiátrico   | Espaco HolosAtividade física e o transtorno psiquiátrico   | Espaco Holos
Atividade física e o transtorno psiquiátrico | Espaco Holos
 
Matriciamneto
MatriciamnetoMatriciamneto
Matriciamneto
 

Mais de Raquel Tavares

; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"
; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"
; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"Raquel Tavares
 
Representação Gráfica da relação sujeito/objecto
Representação Gráfica da relação sujeito/objectoRepresentação Gráfica da relação sujeito/objecto
Representação Gráfica da relação sujeito/objectoRaquel Tavares
 
Art of drawing (the complete course)
Art of drawing (the complete course)Art of drawing (the complete course)
Art of drawing (the complete course)Raquel Tavares
 
Direito _ as fontes do direito
Direito _ as fontes do direitoDireito _ as fontes do direito
Direito _ as fontes do direitoRaquel Tavares
 
Direito 12º - A relação Jurídica
Direito 12º -  A relação JurídicaDireito 12º -  A relação Jurídica
Direito 12º - A relação JurídicaRaquel Tavares
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesRaquel Tavares
 
My Fair Lady - resumo do filme
My Fair Lady - resumo do filmeMy Fair Lady - resumo do filme
My Fair Lady - resumo do filmeRaquel Tavares
 
A inteligência nos animais
A inteligência nos animaisA inteligência nos animais
A inteligência nos animaisRaquel Tavares
 
A gastronomia portuguese e belga
A gastronomia portuguese e belgaA gastronomia portuguese e belga
A gastronomia portuguese e belgaRaquel Tavares
 
Visita ao tribunal - relatório
Visita ao tribunal - relatórioVisita ao tribunal - relatório
Visita ao tribunal - relatórioRaquel Tavares
 
Michael jackson tribute-to_a_legend
Michael jackson tribute-to_a_legendMichael jackson tribute-to_a_legend
Michael jackson tribute-to_a_legendRaquel Tavares
 
Margarida rebelo pinto sei lá
Margarida rebelo pinto   sei láMargarida rebelo pinto   sei lá
Margarida rebelo pinto sei láRaquel Tavares
 

Mais de Raquel Tavares (20)

Crítica social.
Crítica social.Crítica social.
Crítica social.
 
; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"
; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"
; Sonho - "Qual é a importância do sonho?"
 
O que é o destino?
O que é o destino?O que é o destino?
O que é o destino?
 
Representação Gráfica da relação sujeito/objecto
Representação Gráfica da relação sujeito/objectoRepresentação Gráfica da relação sujeito/objecto
Representação Gráfica da relação sujeito/objecto
 
Art of drawing (the complete course)
Art of drawing (the complete course)Art of drawing (the complete course)
Art of drawing (the complete course)
 
Direito, 12º ano
Direito, 12º anoDireito, 12º ano
Direito, 12º ano
 
Direito _ as fontes do direito
Direito _ as fontes do direitoDireito _ as fontes do direito
Direito _ as fontes do direito
 
Direito, 12º ano
Direito, 12º anoDireito, 12º ano
Direito, 12º ano
 
Direito, 12º ano
Direito, 12º anoDireito, 12º ano
Direito, 12º ano
 
Direito, 12º ano
Direito, 12º anoDireito, 12º ano
Direito, 12º ano
 
Direito, 12º ano
Direito, 12º anoDireito, 12º ano
Direito, 12º ano
 
Direito 12º - A relação Jurídica
Direito 12º -  A relação JurídicaDireito 12º -  A relação Jurídica
Direito 12º - A relação Jurídica
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
Intimidade & amor
Intimidade & amorIntimidade & amor
Intimidade & amor
 
My Fair Lady - resumo do filme
My Fair Lady - resumo do filmeMy Fair Lady - resumo do filme
My Fair Lady - resumo do filme
 
A inteligência nos animais
A inteligência nos animaisA inteligência nos animais
A inteligência nos animais
 
A gastronomia portuguese e belga
A gastronomia portuguese e belgaA gastronomia portuguese e belga
A gastronomia portuguese e belga
 
Visita ao tribunal - relatório
Visita ao tribunal - relatórioVisita ao tribunal - relatório
Visita ao tribunal - relatório
 
Michael jackson tribute-to_a_legend
Michael jackson tribute-to_a_legendMichael jackson tribute-to_a_legend
Michael jackson tribute-to_a_legend
 
Margarida rebelo pinto sei lá
Margarida rebelo pinto   sei láMargarida rebelo pinto   sei lá
Margarida rebelo pinto sei lá
 

Último

Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 

Último (10)

Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 

Psicologia desportiva

  • 1. Psicologia Desportiva Ana Raquel Alves, nº6, 12º B
  • 2. Introdução……………………………………………………………….. 3 O que é a Psicologia Desportiva?.................................................... 4 História da Psicologia Desportiva…………………………………….. 5 A Psicologia do Desporto no Mundo e em Portugal……………….. 6 Para que serve este tipo de Psicologia?......................................... 7 A Psicologia Desportiva resulta?..................................................... 8 Onde intervém esta Psicologia?.................................................... 11 O psicólogo do desporto……………………………………………. 12 Valores da Psicologia Desportiva………………………………….. 16 Áreas de intervenção desta Psicologia……………………………. 17 Conclusão…………………………………………………………….. 18 Bibliografia……………………………………………………………. 19 Índice
  • 3. Introdução Com este trabalho sobre uma das áreas em que a Psicologia é aplicada, neste caso, no desporto, pretendo focar a sua existência atualmente nos mais diversos eventos desportivos de qualquer natureza. Além disso, gostaria também explicar a importância desta ciência num mundo de atletas, competições, títulos e pressões, já que, constantemente nos esquecemos das razões que levam um jogador a falhar um passe, um atleta a desistir de uma maratona no último minuto ou um futebolista a falhar um golo “com a baliza aberta”. É para evitar, controlar e orientar desportistas em situações como estas que existe a Psicologia Desportiva. “Quem quer que esteja fisicamente bem preparado pode fazer coisas incríveis com seu corpo. Mas quem junta a um corpo em forma uma cabeça bem cuidada é capaz de feitos excepcionais.” (Alexander Popov, melhor nadador da Olimpíada de 1996)
  • 4. O que é a Psicologia Desportiva? A Psicologia do Desporto e da Atividade Física é uma área de aplicação da psicologia que procura compreender os pensamentos, emoções e comportamentos de todos os praticantes e outros agentes envolvidos na prática do desporto, exercício e atividade física, independentemente dos seus objetivos se centrarem no desempenho desportivo ou na prática da atividade física como estratégia de promoção da saúde, bem-estar e qualidade de vida.
  • 5. História da Psicologia Desportiva "A maior descoberta da minha geração foi que o ser humano pode alterar a sua vida ao mudar a sua disposição mental.“ William James A Psicologia do Desporto surgiu entre o final do século XIX e o início do século XX, onde numa primeira fase as preocupações centravam-se, sobretudo, na observação, descrição e explicação dos fatores psicológicos que influenciavam a atividade física e desportiva; numa segunda fase o prognóstico e o controlo do rendimento desportivo caracterizavam a atividade do psicólogo do desporto e finalmente uma terceira fase, atual, onde a preocupação predominante centra-se na otimização do rendimento desportivo.
  • 6. A Psicologia do Desporto no Mundo e em Portugal • Por volta dos nos 20 e 30, foi criado o primeiro laboratório do mundo de psicologia do desporto; • Foi a partir da 2ª Grande Guerra que o interesse na área da psicologia do desporto se desenvolveu. E assim tornou-se num ramo autónomo da Psicologia Geral. • Assistiu-se a um período de grande desenvolvimento, marcado por uma enorme cooperação internacional e que se exprimiu nos posteriores Congressos Mundiais. • É de salientar ainda, a inclusão da disciplina de psicologia nas universidades. • Relativamente a outros países da Europa, a psicologia do desporto, em Portugal surgiu muito mais tarde. • Podemos situar a sua origem em 1940, nas cadeiras de psicologia geral e aplicada do Instituto Nacional de Educação Física. • Como ciência independente e aplicada implementou-se só no decorrer nos anos 90. • O mérito do seu nascimento deve ser atribuído a António Brito, considerado o verdadeiro “pai” da psicologia do desporto em Portugal. A sua atividade de investigação e intervenção neste ramo da psicologia aplicada é considerada um ponto histórico e de referência para todos aqueles que se decidem à investigação nesta mesma área.
  • 7. Para que serve este tipo de Psicologia? Se as condições físicas, parecem ter sempre uma importância muito grande, quando dois atletas têm o mesmo valor físico (ou resultados muito semelhantes) são os fatores psicológicos que podem decidir o resultado. A psicologia enquanto área de intervenção, privilegia grande parte da sua ação na educação e treino de competências psicológicas, facilitadoras da atuação do sujeito neste tipo de contexto. Deste modo, a Psicologia do Desporto e da Atividade Física é uma das áreas de Psicologia mais fortemente direcionada para a prevenção e para a saúde e bem-estar psicológico dos indivíduos.
  • 8. A Psicologia Desportiva resulta? O fator psicológico pode ser decisivo num resultado desportivo. O controlo emocional, o autocontrolo, o autodomínio, o conhecimento de si, são fatores importantes para se obter uma boa performance.
  • 9. “O futebol caminha para a dimensão psicológica, para a inteligência”. Jozef Venglos, treinador de futebol
  • 10.
  • 11. Onde intervém esta Psicologia? Na aprendizagem (aprender) e no treino (aprender e melhorar); na preparação para a competição, onde o atleta toma consciência dos problemas e dificuldades que vão surgindo, aprendendo a controlar as emoções e as técnicas para melhorar o seu rendimento; na competição, mais difícil de intervir, no entanto, o atleta pode ser informado sobre o seu comportamento (erros e virtudes) e por fim após a competição, com uma análise do rendimento do atleta e feedback corretivo e positivo.
  • 12. O psicólogo do desporto O psicólogo age em “segredo profissional”, ou seja, não divulga publicamente os resultados ou apreciações acerca dos atletas, equipa, clube e serve, sobretudo, para ajudar nas necessidades dos atletas/treinadores. O papel do Psicólogo em contexto desportivo pode ser: na área da investigação, destinada a contribuir para o avanço e desenvolvimento da teoria e do conhecimento; na área da formação e ensino e o mais habitual, no apoio a desportistas, equipas, treinadores, árbitros e organizações desportivas tendo em vista o desenvolvimento de competências psicológicas para a otimização do treino e do rendimento desportivo.
  • 13. Zonas de intervenção do Psicólogo do Desporto • Motivação; • Comunicação Treinador-Atleta; • Visualização Mental; • Relaxamento; • Dinâmica de Grupos; • Atenção; • Concentração; • Formulação de Objetivos; • Assertividade; • Competências Emocionais; • Otimização de Competências (pessoais/socais); • Liderança; • Treino de controlo da Respiração; • Lesão; • Ansiedade pré competitiva; • Preparação psicológica para as Competições;
  • 14. Problemáticas da sociedade que justificam a sua intervenção • Dificuldades/perturbações ou desordens emocionais ou psicológicas de vários tipos (desordens alimentares, medos ou fobias, stress, ansiedade e/ou depressão, irritação/raiva, agressividade e violência); • Uso e abuso de substâncias proibidas (drogas, álcool, doping); • Esgotamento e exaustão emocional ou física; • Problemas psicológicos devido ao sucesso e ao rendimento desportivo/extra desportivo (problemas de indisciplina e/ou comportamentos inadequados), • Perturbações e distúrbios de sono; • Problemas com a autoestima/autoconceito e imagem corporal (controle de peso); • Problemas na mudança ou fim de carreira; • Gestão de tempo entre o desporto e estudo, emprego e/ou vida
  • 15.
  • 16. Valores da Psicologia Desportiva Um dos valores fundamentais da Psicologia do Desporto é possibilitar formação no domínio das competências psicológicas a todos aqueles que estão envolvidos em contextos desportivos e de exercício físico, com a finalidade de ajudá-los a atingirem os seus objetivos, sejam eles a otimização do rendimento, uma vida mais saudável ou o divertimento e satisfação provenientes da participação na atividade física.
  • 17. Áreas de intervenção desta Psicologia • Instituições públicas e privadas de ensino superior; • Clubes desportivos; • Academias desportivas; • Clubes e associações de deficientes e desporto adaptado; • Autarquias; • Associações; • Federações; • Centros de investigação e desenvolvimento no domínio da psicologia do desporto; • Ginásios;
  • 18. Conclusão Com este trabalho espero ter dado a entender que este ramo da psicologia tem grande importância atualmente e não só influencia a vida de atletas e desportistas, mas a de todos nós ao fazer com que as competições a que estamos acostumados a assistir sejam mais justas, equilibradas e racionais. Desta forma, não só os atletas e treinadores tem um papel fundamental no mundo do deporto, além deles existe, geralmente, um psicólogo do desporto, que, pode mesmo dizer-se, desempenha uma função crucial.
  • 19. www.psico_desportiva.blogspot.com www.wiki-pedia-desporto/psicologia.com www.cidadedasprofissões/forumestudante.pt www.areastematicas/desporto.br.com ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESCOLAS DE FUTEBOL – APEF - www.apef.com A Psicologia do Desporto e a “batalha da qualidade”, António Manuel Fonseca - Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física, Universidade do Porto Bibliografia