Secretaria de Estado de Educação de Minas GeraisSubsecretaria de Desenvolvimento de Educação BásicaSuperintendência de Mod...
“Começar é preciso. Porque crescer e criar ummundo sem racismo e demais discriminaçõestambém é preciso. E a escola é sem d...
• Valorizar a cultura afro-brasileira e indígena noambiente escolar;• Promover a educação para as Relações Étnico-raciais•...
 AfroMinas – Projeto da valorização da Cultura e HistóriaAfrobrasileira nos currículos escolares – criado em 2007 apartir...
O reconhecimento das contribuições sociais,culturais, econômicas, políticas e religiosas dopovo africano, afrodescendente ...
 A escola tem papel importante a cumprir nesse debate. É nesse contexto que se insere a alteração da LDB com a Lei nº10....
 Na Escola:• Conhecimento e aplicação da Lei 10.639/03 e das Diretrizes CurricularesNacionais para a Educação das Relaçõe...
 Quanto aos educadores:• Aliar o discurso pedagógico à prática cotidiana;• Utilizar o material didático sobre o tema exis...
 Quanto ao currículo:• Incorporar a história e a cultura do povo negro e indígena,conforme determina as Leis, tratando a ...
 Quanto às relações escolares:• Promover o envolvimento de toda comunidade escolar• Atuar de forma proativa no sentido de...
 Foi criado um hot site do programa dentro do Centro deReferência Virtual do Professor – CRV. Revisão dos Currículos Bás...
 Para realizar um pré-teste para diagnosticar a aplicabilidade daLei 10.639 junto às escolas. A ferramenta utilizada ser...
• Constituição Federal nos seus artigos: Art. 5,I; Art. 206, I, ,§ 1º doArt. 242, Art. 215 e Art. 216• Lei 10.639/03, alte...
“Quando criança aprendemos a olhar, identificare reconhecer a diversidade cultural e humanasem categorizar. Ao crescermos ...
K apresentação lei 10639 03  3 versao
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

K apresentação lei 10639 03 3 versao

7.171 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.171
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.096
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
175
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

K apresentação lei 10639 03 3 versao

  1. 1. Secretaria de Estado de Educação de Minas GeraisSubsecretaria de Desenvolvimento de Educação BásicaSuperintendência de Modalidades e Temáticas Especiais de EnsinoDiretoria de Temáticas Especiais
  2. 2. “Começar é preciso. Porque crescer e criar ummundo sem racismo e demais discriminaçõestambém é preciso. E a escola é sem dúvida omelhor ponto de partida”(Jurema Werneck)
  3. 3. • Valorizar a cultura afro-brasileira e indígena noambiente escolar;• Promover a educação para as Relações Étnico-raciais• Garantir o acesso e a permanência dosafrodescendentes na educação formal;• Possibilitar o sucesso escolar para todos.EFICIÊNCIA EQUIDADE QUALIDADE
  4. 4.  AfroMinas – Projeto da valorização da Cultura e HistóriaAfrobrasileira nos currículos escolares – criado em 2007 apartir da reformulação do Pró-Afro. A Lei 10.639/03 trata da obrigatoriedade da inclusão nocurrículo escolar da temática “Historia e Cultura Afro-brasileira”. Seu objetivo é afirmar o direito à diversidadeétnico-racial na educação escolar. Em 2008, a Lei 11.645 deu a mesma orientação em relação acultura indígena.
  5. 5. O reconhecimento das contribuições sociais,culturais, econômicas, políticas e religiosas dopovo africano, afrodescendente e indígena naformação do povo e da nação brasileira paraque sejam respeitadas as diferenças e avalorização da ancestralidade afrodescendentee indígena.O que se busca com essa inclusão:
  6. 6.  A escola tem papel importante a cumprir nesse debate. É nesse contexto que se insere a alteração da LDB com a Lei nº10.639/03. Uma das formas de interferir na construção/fortalecimento de umapedagogia da diversidade, garantindo o direito à educação paratodos, é conhecer e trabalhar as contribuições do povo africano eindígena, a história e a cultura africanas e afro-brasileiras. É necessário: superar opiniões preconceituosas sobre os negros e a África; desvelar e denunciar o racismo; implementar as ações afirmativas; Agir para que seja real a DEMOCRACIA RACIAL.
  7. 7.  Na Escola:• Conhecimento e aplicação da Lei 10.639/03 e das Diretrizes CurricularesNacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais.• Construção de estratégias de discussão no contexto escolar para ocombate ao racismo, tratando de forma pedagógica as diferenças e adiversidade.• Criação de um clima favorável à socialização e à construção positiva daidentidade racial e étnica pelos estudantes e comunidade escolar.• Possibilitar aos profissionais da educação a reflexão e a construção depropostas inovadoras e adoção de recursos didáticos adequados.• Conhecimento e análise de todo o material didático e paradidáticorelacionados, existentes na escola.
  8. 8.  Quanto aos educadores:• Aliar o discurso pedagógico à prática cotidiana;• Utilizar o material didático sobre o tema existente na escola• Colocar-se como “aprendiz” refletindo sobre o tema,complementando sua formação profissional e acadêmica;• Preparar-se ética e pedagogicamente dominando osconteúdos propostos, as habilidades e adequando osinstrumentos didático-pedagógicos para uma intervençãocompetente;• Refletir sobre a situação de marginalização dosafrodescendentes.
  9. 9.  Quanto ao currículo:• Incorporar a história e a cultura do povo negro e indígena,conforme determina as Leis, tratando a questão racial deforma transdisciplinar.• Dialogar com a vida cotidiana do estudante e sua condiçãofamiliar, comunitária e sócio-política;• Concretizar uma proposta de currículo não etnocêntrico.
  10. 10.  Quanto às relações escolares:• Promover o envolvimento de toda comunidade escolar• Atuar de forma proativa no sentido de abolir docotidiano apelidos depreciativos, situações dediscriminação, racismo, desrespeito e desvalorização.
  11. 11.  Foi criado um hot site do programa dentro do Centro deReferência Virtual do Professor – CRV. Revisão dos Currículos Básicos Comuns - CBCs de História,Geografia e Artes, à luz das Diretrizes Curriculares Nacionaispara a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino deHistória e Cultura Afro-brasileira e Africana. Participação em encontros regionais e nacionais promovidospelo Ministério da Educação – MEC. Fato que garantiurepresentatividade nas Conferências Estadual e Nacional dePromoção da Igualdade Racial e no Fórum Estadual deEducação e Diversidade Étnico Racial.
  12. 12.  Para realizar um pré-teste para diagnosticar a aplicabilidade daLei 10.639 junto às escolas. A ferramenta utilizada será um questionário; Acreditamos que essa construção deva ser coletiva. Está prevista para agosto de 2013 a realização de umSeminário Estadual comemorativo dos 10 anos da Lei10.639/03 e 11.645/08.
  13. 13. • Constituição Federal nos seus artigos: Art. 5,I; Art. 206, I, ,§ 1º doArt. 242, Art. 215 e Art. 216• Lei 10.639/03, altera o artigo 26 da Lei de Diretrizes e Bases daEducação Nacional (LDB - Lei 9.344)• Lei 11.645/2008, altera a Lei 9394 e modifica a Lei 10.639 paraincluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade datemática História e cultura Afro-Brasileira e Indígena.• Parâmetros Curriculares Nacionais de 1998.• Parecer CNE 003/2004;• Resolução SEE 704/2005, regulamenta a inclusão da temáticaHistória e Cultura Afro-Brasileira, de que trata a Lei nº 10.639/03.
  14. 14. “Quando criança aprendemos a olhar, identificare reconhecer a diversidade cultural e humanasem categorizar. Ao crescermos imersos nasrelações de poder e dominação tanto políticaquanto cultural, somos submetidos àsclassificações hierarquizadas. As dicotomiasbeleza/feiúra; superior/inferior precisam sersuperadas”.(Iara Viana)VIDEO: http://youtu.be/XyilexcWbSE

×