Esporte de Aventura - Rapel

2.849 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado pelos alunos do 2º ano do Ensino Médio, referente a disciplina de educação física, ministrada pelo professor Kanela.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.849
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
200
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esporte de Aventura - Rapel

  1. 1. EE Prof. Fátima Gaiotto Sampaio Profesor: Kanela Disciplina: Educação Física Nome: Andreia, Bruna Alves, Maria Cristina e Kelly 2º Ano A
  2. 2. Esporte de aventura Rapel
  3. 3. RAPEL: É uma técnica utilizada pelos montanhistas para descidas em rochas, na qual a pessoa desliza controladamente pela corda até alcançar a base (chão). É uma técnica que interessa tanto a escaladores quanto a espeleólogos e nos últimos tempos tem conseguido adeptos e se tornado mais popular nos centros urbanos, sendo esta técnica usada para descer prédios, pontes, cachoeiras, paredões, barreiras, dentre outras.
  4. 4. Equipamentos: • A corda pode variar de tamanho, espessura. Normalmente a mais utilizada varia de 9 a 13 mm.Em geral são cabos que suportam mais de duas toneladas
  5. 5. • A cadeirinha é equipamento essencial aqueles que desejam praticar o rapel . Muitas são as variedades de cadeirinha. Em geral são bem confortáveis. Mas se por algum motivo você não pode comprar uma cadeirinha, você pode fazer o rapel com um acento suiço, cabos ou fitas tubulares que podem ser utilizados como cadeirinha.
  6. 6. • O mosquetão é um item básico do rapel, também utilizado em outros esportes como equipamento de proteção. É um gancho de fixação feito em duralumínio, um material leve e de alta resistência, mas também existem os fabricados em aço, que são bem mais pesados e indicados para outros fins.
  7. 7. • O oito é utilizado para fazer com que o peso da pessoa seja diminuído a até 10% do seu peso real. É preso à cadeirinha por via de um mosquetão.
  8. 8. • Este descensor é muito bom, pois não danifica a corda e é auto-blocante, desenvolvido para longas descidas sobre cordas simples. O inconveniente é que cansa ficar apertando ele para a corda deslizar.
  9. 9. • O capacete é utilizado para a proteção da cabeça, normalmente em cachoeiras e lugares onde há o risco de queda de materiais pontiagudos ou pedras.
  10. 10. • Este acessório é importantíssimo, é ele que protege nossas mãos, principalmente a mão que nos faz segurança na descida. Durante a descida há um atrito da mão com o cabo, quanto mais longa for a descida e quanto mais rápido for o rapelista, haverá um maior aquecimento, com isso, caso o rapelista não utilizasse uma luva, haveria uma aquecimento excessivo que queimaria sua mão.
  11. 11. • A roldana é empregada em várias coisas, sendo normalmente utilizado para fazer tirolesa, que é o estilo onde o rapelista ancora o cabo em dois pontos distintos e o percorre em queda livre.
  12. 12. • É um bloqueador importante no auxílio da conquista de vias, em escaladas artificiais e em situações de emergência. Possui pequena abertura para facilitar a saída de água, gelo ou barro presos na corda. Punho emborrachado com formato confortável para a mão o Para uso em cordas simples de 8 até 11mm de diâmetro .
  13. 13. Lugares aonde praticar o rapel : • Cachoeiras :
  14. 14. • Prédios:
  15. 15. • Pontes

×