Treinamento físico 9º ano

2.553 visualizações

Publicada em

Aula sobre treinamento Físico para os alunos do 9º ano da EE Prof. Fátima Gaiotto Sampaio

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.553
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
745
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Treinamento físico 9º ano

  1. 1. Treinamento Físico: Conceito e princípios Professor Kanela EE Prof. Fátima Gaiotto Sampaio
  2. 2. Conceito <ul><li>O treinamento físico concentra-se em objetivos mecânicos: programas de treinamento nesta área desenvolvem habilidades ou músculos específicos, frequentemente visando atingir um máximo num determinado espaço de tempo. Alguns programas de treinamento físico visam incrementar a aptidão física geral e combater o sedentarismo . </li></ul>
  3. 3. Princípios do Treinamento Físico <ul><li>  </li></ul><ul><li>Para um bom aproveitamento nos treinos físicos, todos nós sabemos que organização e planejamento dos treinamentos são necessários. Entendermos cada período e objetivo de cada fase do treinamento é vital para conseguirmos alcançar novos objetivos. Existem sete leis que regem o treinamento, são elas: </li></ul>
  4. 4. Princípio da Especificidade <ul><li>Os efeitos da sobrecarga são específicos ao tipo de sobrecarga. Isso quer dizer que para adaptações musculares, articulares, desenvolvimento motor e melhora do sistema de energia, você deve estimular seu corpo com o próprio exercício da modalidade esportiva escolhida.  Por exemplo: para desenvolver o máximo de condicionamento físico no futebol, o treinamento deve ser feito de acordo com as características do futebol.  </li></ul>
  5. 5. Princípio da Adaptação <ul><li>Com a atividade física o corpo se adapta ao esforço e sobrecarga adicional aumentando sua força ou função. Com o treinamento, as células do nosso corpo sofrem danos, ou seja, ficam mais fracas e debilitadas depois de cada treino.  Após esse estímulo do treino, nosso corpo começa o processo de adaptação ao estímulo do qual sofreu. O objetivo é criar subsídios necessários para quando houver o próximo estímulo o corpo estará mais preparado, mais forte. Esse estado é chamado de Supercompensação.  </li></ul>
  6. 6. Princípio da Sobrecarga Sobrecarga é a aplicação de um estímulo causando estresse com demanda maior do que o normal sobre o sistema fisiológico ou sobre um órgão, resultando num aumento ou função dos mesmos.  Se você estimular seu corpo com atividades com o mesmo volume e intensidade, seus músculos e sistema cardiorrespiratório sofrerão pouca ou nenhuma adaptação. Contudo, se você gerar um estresse físico maior, ou seja, aumentar o volume e/ou intensidade dos treinos, seu corpo irá criar condições de adaptar-se ao estímulo novo, ficando mais forte para suportar o maior estresse. 
  7. 7. Princípio da Progressão A sobrecarga deve aumentar de maneira gradual e sistemática, a fim de dar tempo para as adaptações fisiológicas e evitar lesões ou fadiga. Quando os músculos e sistema cardiovascular se acostumarem ao estímulo aplicado, ou seja, se adaptarem a sobrecarga estipulada, é hora de aumentá-la, aumentando o estímulo, gerando novas adaptações fisiológicas. 
  8. 8. Princípios da Reversibilidade Quando há interrupção dos treinos, o corpo volta ao estado de condicionamento pré-treino. Esse é o princípio do treinamento mais cruel, pois se faltar estímulo, você perde condicionamento rapidamente. Quanto mais treinado o indivíduo, maior é a perda pela falta de uso.  O corpo humano procura a maneira mais fácil e que gaste menos energia para se manter, em geral a proporção de perda é de 3 para 1. 
  9. 9. Princípio da Variabilidade   Quando se varia o volume, intensidade e estilo de treino, obtem-se maior equilíbrio muscular e forma física. Além do fator motivacional, variar os estímulos gera um condicionamento físico mais completo. 
  10. 10. Princípio da Individualidade Biológica Pessoas diferentes, têm respostas diferentes ao estímulo de treinamento. Cada pessoa possui características individuais, sendo assim, o treinamento físico que serve para uma pessoa não necessariamente serve para outra.  Além das características pessoais, devem levar em conta também os objetivos e necessidades de cada um. 

×