Inserção dos jovens no mercado de trabalho - Aula Teste Senac

746 visualizações

Publicada em

Inserção dos jovens no mercado de trabalho - Aula Teste Senac

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
746
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inserção dos jovens no mercado de trabalho - Aula Teste Senac

  1. 1. outubro/2014 AA iinnsseerrççããoo ddoo jjoovveemm nnoo mmeerrccaaddoo ddee ttrraabbaallhhoo Desenvolvimento Social prof. Anderson Marcusso Baseado no material da profa. Sonia Rocha Pesquisadora - IETS. Rio de Janeiro.
  2. 2. Introdução: as idades • 10 a 13 anos = trabalho precoce / infantil • 16 anos = apto legalmente ao trabalho • 14 a 17 anos = transição escola  trabalho • 18 anos = limite natural de trabalho X escola • Importância crítica para inserção no mercado de trabalho = 18 a 25 anos Prof. Anderson Marcusso
  3. 3. Problemas • Dificuldade de expansão da demanda de mão-de-obra no ritmo adequado para absorver os que ingressam no mercado • Jovens são os mais afetados pelo contexto adverso do mercado de trabalho • NEM-NEM A proporção de jovens que nem estuda nem trabalha aumenta fortemente (21,3%) • Alta vulnerabilidade para evasão e desemprego (casamento, gravidez, afazeres domésticos, envolvimento com violência/drogas) • Exclusão de trabalhadores com baixa escolaridade pelo mercado de trabalho que se especializa rapidamente Prof. Anderson Marcusso
  4. 4. Positivo / Negativo... • De 6 a 14 anos, todos na escola... • Ter alguma experiência de trabalho é mais importante que a escolaridade... • O mercado de trabalho brasileiro se especializa rapidamente... Prof. Anderson Marcusso
  5. 5. Conclusões • A condição de não-chefe de família pode gerar relativa acomodação na busca por emprego em boa idade • Os jovens devem se adaptar às mudanças e exigências do mercado, se aperfeiçoando constantemente • É necessário mais e melhores políticas públicas no sentido de manter crianças e jovens ao máximo na escola e conceber mecanismos de incentivo às empresas empregadoras Prof. Anderson Marcusso
  6. 6. Conclusões • A condição de não-chefe de família pode gerar relativa acomodação na busca por emprego em boa idade • Os jovens devem se adaptar às mudanças e exigências do mercado, se aperfeiçoando constantemente • É necessário mais e melhores políticas públicas no sentido de manter crianças e jovens ao máximo na escola e conceber mecanismos de incentivo às empresas empregadoras Prof. Anderson Marcusso

×