Coordenação e Subordinação 8.ºC

11.043 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.043
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.630
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
110
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coordenação e Subordinação 8.ºC

  1. 1. Coordenação As orações coordenadas são, em geral,introduzidas por conjunções coordenativas. (Ver pág. 137 do manual)
  2. 2. Coordenação• Oração coordenada copulativa: tem um valor de adição de informação relativamente à oração com que se combina. – Ex.: Ontem à noite, o Pedro viu televisão e estudou.• Oração coordenada disjuntiva: exprime um valor de alternativa em relação ao que é expresso na oração com que se combina. – Ex.: Queres ler este livro ou preferes conversar comigo?
  3. 3. Coordenação• Oração coordenada adversativa: transmite uma ideia de constraste em relação a outra fase ou oração. – Ex.: O António gosta de nadar, mas detesta jogar futebol.• Oração coordenada conclusiva: apresenta uma conclusão em relação ao que foi expresso na oração com que se combina. – Ex.: Comprei um computador, logo estou sem dinheiro.
  4. 4. Coordenação• Oração coordenada explicativa: apresenta uma justificação ou explicação que esclarece o que foi expresso na oração com que se combina. – Ex.: O pai já veio para casa, pois o carro está na garagem.
  5. 5. Subordinação As orações subordinadas são, em geral, introduzidas por conjunçõessubordinativas. As orações podem classificar-se em: substantivas, adjetivas e adverbiais. (Ver pág. 149 do manual)
  6. 6. SubordinaçãoEis algumas das orações subordinadas adverbiais:• Oração subordinada adverbial temporal: começa por uma conjunção ou locução subordinativa temporal. – Ex.: Vi uma linda rapariga [quando saí de casa]. oração subordinante oração subordinada adverbial temporal
  7. 7. Subordinação• Oração subordinada adverbial causal: começa por uma conjunção ou locução subordinativa causal. – Ex.: Estou com gripe [porque apanhei frio]. oração subordinante oração subordinada adverbial causal
  8. 8. Subordinação• Oração subordinada adverbial final: é introduzida por uma conjunção ou locução subordinativa final. – Ex.: Para que pudesse entrar na universidade, [estudei bastante para o exame]. oração subordinante oração subordinada adverbial final
  9. 9. Subordinação• Oração subordinada adverbial condicional: é introduzida por uma conjunção ou locução subordinativa condicional. – Ex.: Se eu encontrar as chaves, [telefono-te]. oração subordinada oração subordinante adverbial condicional
  10. 10. Subordinação• Oração subordinada adverbial comparativa: começa por uma conjunção ou locução subordinativa comparativa. – Ex.: Demorei mais tempo [do que era minha intenção]. oração subordinante oração subordinada adverbial comparativa
  11. 11. Oração subordinada substantiva completiva Ex.: Ele disse [que ia acampar]. oração oração subordinada subordinante substantiva completiva A conjunção completiva “que” introduz uma ideia que completa o sentido da oração anterior.

×