SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Modo
Conjuntivo
Modo conjuntivo
Modo conjuntivo
Se pudesse, faria uma viagem à
volta do mundo!
É usado sempre que queremos transmitir
probabilidade, dúvida, desejo ou intenção.
Modo conjuntivo
Futuro
Presente Pretérito imperfeito
Era bom que
sonhasses mais!
Espero que
sonhes mais!
Quando
sonhares, serás
mais feliz!
Modo conjuntivo - Tempos
Modo conjuntivo
1ª Conjugação
Tema em -a
-e
fale; fales; fale;
falemos; faleis, falem
2ª Conjugação
Tema em -e
3ª Conjugação
Tema em -i
-a
coma; comas; coma;
comamos; comais;
comam
parta; partas; parta;
partamos; partais;
partam
Falar Comer Partir
Presente: regras de conjugação
Modo conjuntivo - Flexão
Modo conjuntivo
viaje
Presente
viajes
viajemos
viajeis
viaje
Pretérito imperfeito Futuro
Que…
Eu
Tu
Nós
Ele/Ela/Você
Vós
viajasse
viajasses
viajássemos
viajásseis
viajasse
viajar
viajares
viajarmos
viajardes
viajar
Se… Quando…
Modo conjuntivo - Flexão
viajem
Eles/Elas/Vocês viajassem viajarem
Modo conjuntivo
Modo conjuntivo - Usos
Talvez vá de férias com a minha irmã para o estrangeiro.
Não acredito que haja cobras no jardim botânico.
Quando formos à agência de turismo, vou perguntar se têm
promoções para safaris.
Gostava que eles viajassem de comboio connosco.
Probabilidade
Dúvida
Desejo
Intenção
Modo conjuntivo
Modo conjuntivo - Usos
Façamos deporto!
Faça desporto!
Valor de imperativo
1ª pessoa do plural
(nós)
3ª pessoa do singular
(ele/ela/você)
3ª pessoa do plural
(eles/elas/vocês)
Façam desporto!
A frase ativa e a frase passiva
Modo conjuntivo
1- Assinala as frases em que está presente o modo conjuntivo.
Estarei de regresso em breve.
Saiu de lá uma velha corcovada.
Se pudesse escolher, fugiria para uma floresta encantada.
Certa tarde, foram passear para a aldeia.
Queria que a coruja voasse para uma moita.
Modo conjuntivo
2- Completa as seguintes frases com os verbos assinalados.
a) Espero que te ____________ ( sentir/presente do conjuntivo) melhor com esta
notícia.
b) Se não __________ (ter/ pretérito imperfeito do conjuntivo) medo, poderias
passear na floresta.
c) Quando eles ___________ (chegar/ futuro do conjuntivo), avisa-me.
d) Talvez agora ____________ ( poder/ presente do conjuntivo) realizar o teu
grande sonho.
tivesses
chegarem
possas
sintas
Modo conjuntivo
3- Identifica o tempo e o modo do verbo presente na frase seguinte:
“Ai de quem se aproximasse do castelo! “
Presente do conjuntivo
Pretérito imperfeito do conjuntivo
Futuro do conjuntivo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Complemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificadorComplemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificador7aeb23dalousa
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito5julho55
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalgracacruz
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoJosé Monteiro
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosLurdes Augusto
 
Processos fonologicos
Processos fonologicosProcessos fonologicos
Processos fonologicosameliapadrao
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadasRita Pereira
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Rosalina Simão Nunes
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoquintaldasletras
 
funções sintaticas
 funções sintaticas funções sintaticas
funções sintaticasameliapadrao
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFelisbela da Silva
 
Ficha formativa frase complexa com correçao
Ficha formativa frase complexa com correçaoFicha formativa frase complexa com correçao
Ficha formativa frase complexa com correçaoRaquel Antunes
 
As funções sintáticas - complemento agente da passiva
As funções sintáticas - complemento agente da passivaAs funções sintáticas - complemento agente da passiva
As funções sintáticas - complemento agente da passivaAntónio Fernandes
 
Past Simple x Past continuous (português)
Past Simple x Past continuous (português)Past Simple x Past continuous (português)
Past Simple x Past continuous (português)Secretariat of Education
 

Mais procurados (20)

Frase Simples. Frase Complexa
Frase Simples. Frase ComplexaFrase Simples. Frase Complexa
Frase Simples. Frase Complexa
 
Pronominalização
PronominalizaçãoPronominalização
Pronominalização
 
Complemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificadorComplemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificador
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Classe de palavras
Classe de palavrasClasse de palavras
Classe de palavras
 
Voz ativa e passiva
Voz ativa e passivaVoz ativa e passiva
Voz ativa e passiva
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostos
 
Processos fonologicos
Processos fonologicosProcessos fonologicos
Processos fonologicos
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
 
funções sintaticas
 funções sintaticas funções sintaticas
funções sintaticas
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9º
 
Modo imperativo
Modo imperativoModo imperativo
Modo imperativo
 
Ficha formativa frase complexa com correçao
Ficha formativa frase complexa com correçaoFicha formativa frase complexa com correçao
Ficha formativa frase complexa com correçao
 
As funções sintáticas - complemento agente da passiva
As funções sintáticas - complemento agente da passivaAs funções sintáticas - complemento agente da passiva
As funções sintáticas - complemento agente da passiva
 
Past Simple x Past continuous (português)
Past Simple x Past continuous (português)Past Simple x Past continuous (português)
Past Simple x Past continuous (português)
 

Mais de Elsabastos

pronoms_relatifs.pptx
pronoms_relatifs.pptxpronoms_relatifs.pptx
pronoms_relatifs.pptxElsabastos
 
Artigo_texto de opinião.pptx
Artigo_texto de opinião.pptxArtigo_texto de opinião.pptx
Artigo_texto de opinião.pptxElsabastos
 
O drama romântico em _Frei Luís de Sousapptx
O drama romântico em _Frei Luís de SousapptxO drama romântico em _Frei Luís de Sousapptx
O drama romântico em _Frei Luís de SousapptxElsabastos
 
les_comparatifs.pptx
les_comparatifs.pptxles_comparatifs.pptx
les_comparatifs.pptxElsabastos
 
ppt-Padre-António-Vieira
ppt-Padre-António-Vieirappt-Padre-António-Vieira
ppt-Padre-António-VieiraElsabastos
 
Vida e obra de Gil Vicente (1).ppt
Vida e obra de Gil Vicente (1).pptVida e obra de Gil Vicente (1).ppt
Vida e obra de Gil Vicente (1).pptElsabastos
 
portugues-texto expositivo.ppt
portugues-texto expositivo.pptportugues-texto expositivo.ppt
portugues-texto expositivo.pptElsabastos
 
poema-tenho tanto sentimento.ppt
poema-tenho tanto sentimento.pptpoema-tenho tanto sentimento.ppt
poema-tenho tanto sentimento.pptElsabastos
 
diaporama_oeuvres_art.pptx
diaporama_oeuvres_art.pptxdiaporama_oeuvres_art.pptx
diaporama_oeuvres_art.pptxElsabastos
 
nationalites_genre_et_nombre.pptx
nationalites_genre_et_nombre.pptxnationalites_genre_et_nombre.pptx
nationalites_genre_et_nombre.pptxElsabastos
 
negation_ne_pas_ne_jamais.pptx
negation_ne_pas_ne_jamais.pptxnegation_ne_pas_ne_jamais.pptx
negation_ne_pas_ne_jamais.pptxElsabastos
 
nombres_cardinaux.pptx
nombres_cardinaux.pptxnombres_cardinaux.pptx
nombres_cardinaux.pptxElsabastos
 
_alphabet_epeler.pptx
_alphabet_epeler.pptx_alphabet_epeler.pptx
_alphabet_epeler.pptxElsabastos
 
7_verbe_etre.pptx
7_verbe_etre.pptx7_verbe_etre.pptx
7_verbe_etre.pptxElsabastos
 
7_verbe_avoir.pptx
7_verbe_avoir.pptx7_verbe_avoir.pptx
7_verbe_avoir.pptxElsabastos
 
port_teatro_gil_vicente.ppt
port_teatro_gil_vicente.pptport_teatro_gil_vicente.ppt
port_teatro_gil_vicente.pptElsabastos
 
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptx
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptxVisão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptx
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptxElsabastos
 

Mais de Elsabastos (18)

pronoms_relatifs.pptx
pronoms_relatifs.pptxpronoms_relatifs.pptx
pronoms_relatifs.pptx
 
FUNCOES.pptx
FUNCOES.pptxFUNCOES.pptx
FUNCOES.pptx
 
Artigo_texto de opinião.pptx
Artigo_texto de opinião.pptxArtigo_texto de opinião.pptx
Artigo_texto de opinião.pptx
 
O drama romântico em _Frei Luís de Sousapptx
O drama romântico em _Frei Luís de SousapptxO drama romântico em _Frei Luís de Sousapptx
O drama romântico em _Frei Luís de Sousapptx
 
les_comparatifs.pptx
les_comparatifs.pptxles_comparatifs.pptx
les_comparatifs.pptx
 
ppt-Padre-António-Vieira
ppt-Padre-António-Vieirappt-Padre-António-Vieira
ppt-Padre-António-Vieira
 
Vida e obra de Gil Vicente (1).ppt
Vida e obra de Gil Vicente (1).pptVida e obra de Gil Vicente (1).ppt
Vida e obra de Gil Vicente (1).ppt
 
portugues-texto expositivo.ppt
portugues-texto expositivo.pptportugues-texto expositivo.ppt
portugues-texto expositivo.ppt
 
poema-tenho tanto sentimento.ppt
poema-tenho tanto sentimento.pptpoema-tenho tanto sentimento.ppt
poema-tenho tanto sentimento.ppt
 
diaporama_oeuvres_art.pptx
diaporama_oeuvres_art.pptxdiaporama_oeuvres_art.pptx
diaporama_oeuvres_art.pptx
 
nationalites_genre_et_nombre.pptx
nationalites_genre_et_nombre.pptxnationalites_genre_et_nombre.pptx
nationalites_genre_et_nombre.pptx
 
negation_ne_pas_ne_jamais.pptx
negation_ne_pas_ne_jamais.pptxnegation_ne_pas_ne_jamais.pptx
negation_ne_pas_ne_jamais.pptx
 
nombres_cardinaux.pptx
nombres_cardinaux.pptxnombres_cardinaux.pptx
nombres_cardinaux.pptx
 
_alphabet_epeler.pptx
_alphabet_epeler.pptx_alphabet_epeler.pptx
_alphabet_epeler.pptx
 
7_verbe_etre.pptx
7_verbe_etre.pptx7_verbe_etre.pptx
7_verbe_etre.pptx
 
7_verbe_avoir.pptx
7_verbe_avoir.pptx7_verbe_avoir.pptx
7_verbe_avoir.pptx
 
port_teatro_gil_vicente.ppt
port_teatro_gil_vicente.pptport_teatro_gil_vicente.ppt
port_teatro_gil_vicente.ppt
 
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptx
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptxVisão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptx
Visão global e estrutura argumentativa no _Sermão de Santo António_.pptx
 

Último

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024azulassessoria9
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

Modo conjuntivo.ppt

  • 2. Modo conjuntivo Modo conjuntivo Se pudesse, faria uma viagem à volta do mundo! É usado sempre que queremos transmitir probabilidade, dúvida, desejo ou intenção.
  • 3. Modo conjuntivo Futuro Presente Pretérito imperfeito Era bom que sonhasses mais! Espero que sonhes mais! Quando sonhares, serás mais feliz! Modo conjuntivo - Tempos
  • 4. Modo conjuntivo 1ª Conjugação Tema em -a -e fale; fales; fale; falemos; faleis, falem 2ª Conjugação Tema em -e 3ª Conjugação Tema em -i -a coma; comas; coma; comamos; comais; comam parta; partas; parta; partamos; partais; partam Falar Comer Partir Presente: regras de conjugação Modo conjuntivo - Flexão
  • 5. Modo conjuntivo viaje Presente viajes viajemos viajeis viaje Pretérito imperfeito Futuro Que… Eu Tu Nós Ele/Ela/Você Vós viajasse viajasses viajássemos viajásseis viajasse viajar viajares viajarmos viajardes viajar Se… Quando… Modo conjuntivo - Flexão viajem Eles/Elas/Vocês viajassem viajarem
  • 6. Modo conjuntivo Modo conjuntivo - Usos Talvez vá de férias com a minha irmã para o estrangeiro. Não acredito que haja cobras no jardim botânico. Quando formos à agência de turismo, vou perguntar se têm promoções para safaris. Gostava que eles viajassem de comboio connosco. Probabilidade Dúvida Desejo Intenção
  • 7. Modo conjuntivo Modo conjuntivo - Usos Façamos deporto! Faça desporto! Valor de imperativo 1ª pessoa do plural (nós) 3ª pessoa do singular (ele/ela/você) 3ª pessoa do plural (eles/elas/vocês) Façam desporto!
  • 8. A frase ativa e a frase passiva
  • 9. Modo conjuntivo 1- Assinala as frases em que está presente o modo conjuntivo. Estarei de regresso em breve. Saiu de lá uma velha corcovada. Se pudesse escolher, fugiria para uma floresta encantada. Certa tarde, foram passear para a aldeia. Queria que a coruja voasse para uma moita.
  • 10. Modo conjuntivo 2- Completa as seguintes frases com os verbos assinalados. a) Espero que te ____________ ( sentir/presente do conjuntivo) melhor com esta notícia. b) Se não __________ (ter/ pretérito imperfeito do conjuntivo) medo, poderias passear na floresta. c) Quando eles ___________ (chegar/ futuro do conjuntivo), avisa-me. d) Talvez agora ____________ ( poder/ presente do conjuntivo) realizar o teu grande sonho. tivesses chegarem possas sintas
  • 11. Modo conjuntivo 3- Identifica o tempo e o modo do verbo presente na frase seguinte: “Ai de quem se aproximasse do castelo! “ Presente do conjuntivo Pretérito imperfeito do conjuntivo Futuro do conjuntivo