Paradigmas de Investigação em Educação

8.092 visualizações

Publicada em

Publicada em: Imóveis
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.092
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
170
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paradigmas de Investigação em Educação

  1. 1. MIE 09/10 pdMMEDU<br />Paradigmas de Investigação em Educação<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010Astrigilda Silveira | Helder CaixinhaLiliana Almeida | Sannya Rodrigues | Vânia Carlos<br />
  2. 2. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Tópicos a abordar<br /><ul><li>Conceito de Paradigma
  3. 3. Paradigmas Positivista, Interpretativo e Crítico
  4. 4. Sistematização dos Paradigmas (Mapa Conceptual)
  5. 5. Actividade desenvolvida (A Guerra dos Paradigmas)
  6. 6. Considerações finais</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 2<br />
  7. 7. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Conceito<br /><ul><li>É natural ouvirmos falar ou encontrarmos escritos em:
  8. 8. Artigos
  9. 9. Revistas
  10. 10. Jornais
  11. 11. Textos científicos
  12. 12. Conversas mais informais</li></ul>“Novos paradigmas”“Mudança de paradigmas”“Paradigmas em crise”<br />Esta pessoa: <br />“quebrou o paradigma” <br />“rompeu o paradigma”<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 3<br />
  13. 13. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Conceito<br /><ul><li>“Modelo ou padrões compartilhados que permitem a explicação de certos aspectos da realidade” (Moraes, 1997 (com base em Kuhn, 1994))
  14. 14. "A cada paradigma corresponde uma forma de entender a realidade e encarar os problemas educativos e a evolução processa-se quando surgem novas formas de equacionar as questões impulsionando a que os paradigmas fluam, entrem em conflito na busca de novas soluções para os problemas do ensino e da aprendizagem“(Coutinho, 2006)</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 4<br />
  15. 15. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Conceito<br /><ul><li>Um paradigma é uma tentativa de compreender toda uma mutação na forma de produzir conhecimentos ao longo do desenvolvimento da ciência e como estas influenciam a nossa forma de pensar e investigador em educação
  16. 16. A Educação, tratando-se de uma área com diversidade de linguagens e lógicas no que compete a investigação sobre os seus fenómenos, comporta visões ontológicas distintas, apoiados em princípios teórico-filosóficos
  17. 17. Este espaço é influenciado por modelos da ciência que imperam em cada momento histórico(Moraes, 1997)</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 5<br />
  18. 18. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Positivista<br /><ul><li>Quantitativo | Racionalismo | Positivismo Lógico | Pós-positivismo
  19. 19. Pressupostos básicos  determinismo; racionalidade; impessoalidade; explicação, previsão e controlo…
  20. 20. Procedimentos metodológicos  cariz quantitativo; método dedutivo; teoria » problemas » hipóteses » conceitos/variáveis » dados » validação
  21. 21. Limitações  dificuldade de aplicação às ciências sociais; resultados da investigação limitados pela validade interna e externa</li></ul>“Paradigmas de Investigação em Educação”<br />(Rute Lopes, Diogo Machado, José carlos Lima; Severino Gonçalves e Rui Pinheiro, 2008/09)<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 6<br />
  22. 22. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Interpretativo<br /><ul><li>Qualitativo | Anti-positivismo
  23. 23. Pressupostos básicos  tendência naturalista e cariz qualitativo; empirismo; relativismo; epistemologia subjectiva; compreensão, significado e acção…
  24. 24. Procedimentos metodológicos  teoria fundamentada; dupla hermenêutica; busca dos significados; construção indutiva da teoria; padrões e regularidades
  25. 25. Limitações  conhecimento parcial e perspectivado; não expressa vontade de mudança rumo à liberdade, justiça e democracia; envolvimento do investigador com os sujeitos, influenciando resultados…</li></ul>“Paradigmas de Investigação em Educação”<br />(Rute Lopes, Diogo Machado, José carlos Lima; Severino Gonçalves e Rui Pinheiro, 2008/09)<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 7<br />
  26. 26. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Crítico<br /><ul><li>Neomarxista | Emancipatório | Sócio-crítico|Pós-moderno
  27. 27. Pressupostos básicos  filosofia marxista; economia liberal e alienação consumista (crítico); pedagogia da libertação (Paulo Freire)…
  28. 28. Procedimentos metodológicos  semelhanças com o interpretativo; componente ideológica / interventiva; prática educativa/investigação-acção
  29. 29. Limitações  racionalidade individual na leitura dos fenómenos; visão anti-essencialista; linguagem influir no próprio conhecimento…</li></ul>“Paradigmas de Investigação em Educação”<br />(Rute Lopes, Diogo Machado, José carlos Lima; Severino Gonçalves e Rui Pinheiro, 2008/09)<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 8<br />
  30. 30. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Mapa conceptual<br /><ul><li>Sistematização
  31. 31. Caracterização
  32. 32. Contextualização histórica
  33. 33. Métodos de investigação</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 9<br />
  34. 34. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Actividade desenvolvida<br /><ul><li>A Guerra dos Paradigmas</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 10<br />
  35. 35. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Actividade desenvolvida<br /><ul><li>Jogo de aplicação prática dos conteúdos apresentados na Wiki e no blogue
  36. 36. Estimular o exercício de reconhecimento de paradigmas de investigação actividade contextualizada em exemplos reais
  37. 37. Confronto dos grupos CCILL e CriticalMac
  38. 38. Data/Local: 13 de Abril de 2010 numa sala do Zorap
  39. 39. Regras, Pontuações, Deveres e Direitos
  40. 40. 2 partes de 45 minutos </li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 11<br />
  41. 41. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Actividade desenvolvida<br /><ul><li>Exemplos de resumos fornecidos</li></ul>Título| As actividades laboratoriais e a explicação de fenómenos físicos : uma investigação centrada em manuais escolares, professores e alunos do ensino básico <br />Auto |Figueiroa, Alcina (2007) <br />Descrição | Tese de Doutoramento em Educação <br />1A<br />Título | O projecto curricular de turmanamudança das práticas do ensinobásico: contributosparaodesenvolvimento curricular eprofissionalnasescolas<br />Autor |Viana, Isabel Carvalho (2007)<br />Descrição | Tese de Doutoramento em Educação <br />1B<br />Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 12<br />
  42. 42. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Actividade desenvolvida<br /><ul><li>Debate
  43. 43. Sorteio de três paradigmas - defesa do paradigma sorteado
  44. 44. 100 pontos ao grupo vencedor
  45. 45. Actividade realizada
  46. 46. Desenvolvida no MSN devido a problemas técnicos com o Zorap
  47. 47. Identificação de dois paradigmas por cada um dos grupos
  48. 48. Os objectivos foram atingidos</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 13<br />
  49. 49. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Considerações finais<br /><ul><li>O presente trabalho procurou contextualizar o conceito de paradigma e o modo como ele sustenta filosoficamente as formas de pensar, de organizar o conhecimento e também de desenvolver investigação em educação
  50. 50. Deduzimos que o conceito de paradigma remete-nos para a forma como se produz saberes, informações e novos conhecimentos pelo campo científico, bem como para o impacto que estes produzem na realidade, constituindo-se por isso em grandes referências para um saber científico de uma época</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 14<br />
  51. 51. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Questões para reflexão<br /><ul><li>Neste contexto, que paradigma pode ser tomado hoje, que permita ao homem deste século produzir novas formas de pensar, adequadas a uma nova conjuntura espacial e temporal?
  52. 52. Que paradigma pode ser assumido para traduzir o homem de hoje na sua complexidade?
  53. 53. Qual deles dará ferramentas ao homem para manobrar o presente de modo que possa ter um futuro imediato mais controlado?
  54. 54. Qual deles permite ao homem ter uma maior compreensão, uma maior consciência de si? </li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 15<br />
  55. 55. Paradigmasde Investigação em Educação<br />Concluindo…<br /><ul><li>Do ponto de vista metodológico, não há contradição nem continuidade entre investigação quantitativa e qualitativa, sendo apenas de natureza diferente
  56. 56. Considera-se também que, do ponto de vista epistemológico, nenhuma das duas abordagens é mais científica do que a outra
  57. 57. A escolha por um paradigmas parece estar na observação do objecto científico, defrontando as suas características e singularidades</li></ul>Grupo FarmSchool 3.0 | 16.04.2010 | MIE | pdMMEDU | 16<br />

×