INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 1 
Sumário 
CAPITULO 1 - TAREFAS DIÁRIAS .....................................................
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 2 
CAPITULO 1 - TAREFAS DIÁRIAS 
1.0 - ATENDIMENTO AO ALUNO - PRIMEIRA AULA 
No primeiro di...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 3 
c. Acompanhe o Aluno até a saída da sala de aula e volte a lembrá-lo que na próxima aula...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 4 
O Instrutor deve estar sempre acompanhando e sabendo o que cada aluno está fazendo. Isso...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 5 
O aluno respondendo corretamente parabenizá-lo e incentive ainda mais. Caso ele não resp...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 6 
Que cursos oferecer? 
Para identificar quais cursos oferecer, o Instrutor deverá procura...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 7 
O aluno aceitou dar continuidade. O que fazer? 
É necessário repassar o relatório semana...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 8 
 Sempre chamar qualquer pessoa pelo nome, seja aluno ou companheiro. Deixar de lado ape...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 9 
Deve-se manter a organização da sala de aula durante todo o tempo, principalmente na tro...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 10 
1.16 - LEVANTAMENTO DE ERROS DE CURSOS; 
A ocorrência de algum erro no curso pode afeta...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 11 
OBS: Cada Instrutor deverá fazer sua parte dentro da sala de aula, é dever do Instrutor...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 12 
2.1 - ORGANIZAÇÃO DE APOSTILAS EMPRESTADAS, SOFTWARE E DRIVES 
Todo aluno deve possuir ...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 13 
“Pedro, estamos renovando os cadastros, por favor, me informe seu telefone para contato...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 14 
1º Dia: 
O Supervisor Pedagógico/Coordenador deverá: 
1. Explicar o que é a Microlins: ...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 15 
O Instrutor responsável deve orientar todos os passos abaixo, e relatar as informações ...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 16 
Se chegar a essa etapa, é porque demonstrou que já pode deixar de ser um Estagiário e s...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 17 
1) Muitas faltas; 
2) Falta de interesse nas aulas; 
3) Seu interesse pelo curso, se es...
INSTRUTOR 
MANUAL DO INSTRUTOR 18 
 Coordenação da Sala de Aula e ser responsável por solucionar ou dar encaminhamento a ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do Instrutor

1.139 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.139
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual do Instrutor

  1. 1. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 1 Sumário CAPITULO 1 - TAREFAS DIÁRIAS ........................................................................................................................................................... 2 1.0 - Atendimento ao Aluno - Primeira Aula...................................................................................................................... 3 1.1 - Atendimento ao Aluno dia a dia ................................................................................................................................ 3 1.2 - Frases de Descontração (Quebra de rotina cansativa na sala de aula) 1.3 - Abrir e fechar escola .. .............................................................................................................................................. 3 1.4 – Como Acompanhar o Aluno em cada Módulo ......................................................................................................... 3 1.5 - Acompanhamento de atividades extra curso ............................................................................................................ 4 1.6 - Questionar os alunos sobre os exercícios para identificar se estão absorvendo o conhecimento ........................... 4 1.7 - Término - Incentivar alunos a dar continuidade em novos pacotes de cursos ......................................................... 5 1.8 - Interação de aluno e Instrutor (relação amigável) .................................................................................................... 7 1.9 - Cadastro no Balcão de Empregos da Microlins ........................................................................................................ 8 1.10 - Faltantes (conversar com alunos faltantes para identificar se está relacionado à escola) ..................................... 8 1.11 – Pesquisa de Satisfação ......................................................................................................................................... 8 1.12 - Organização da sala de aula DURANTE A AULA .................................................................................................. 8 1.13 - Visto na apostila da aula executada ....................................................................................................................... 9 1.14 - Envio de e-mail posicionamento de algumas tarefas executadas (satisfação do aluno, cadastro balcão de empregos, etc) .................................................................................................................................................................. 9 1.15 - Demonstração de aula para interessados / término ............................................................................................... 9 1.16 - Levantamento de erros de cursos; ....................................................................................................................... 10 1.17 - Ao finalizar turno noturno da sala de aula, certificar se está tudo desligado; ....................................................... 11 1.18 - Fechar escola na ausência da recepcionista ........................................................................................................ 11 1.19 – Postura de Instrutor na sala de aula .................................................................................................................... 11 CAPÍTULO 2 - TAREFAS SEMANAIS ..................................................................................................................................................... 12 2.0 - Limpeza de micros ................................................................................................................................................. 12 2.1 - Organização de apostilas emprestadas, software e drives .................................................................................... 12 2.2 - Atualização e manutenção ..................................................................................................................................... 12 CAPÍTULO 3 - TAREFAS MENSAIS ....................................................................................................................................................... 12 3.1 - Treinamento de Instrutores de procedimentos (workshop); ................................................................................... 12 CAPÍTULO 4 - TAREFAS OCASIONAIS ................................................................................................................................................. 12 4.1 - Colaborar na realização das Campanhas Promocionais da escola ....................................................................... 12 4.2 - Levantar Fones para conferencia de cadastro ....................................................................................................... 12 4.3 - Instalação de cursos e programas (VIDE MANUAL TÉCNICO) ............................................................................. 13 4.4 - Solicitação de Equipamentos e manutenção externa; ............................................................................................ 13 4.5 - Preparação e Acompanhamento de novos instrutores ........................................................................................... 13
  2. 2. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 2 CAPITULO 1 - TAREFAS DIÁRIAS 1.0 - ATENDIMENTO AO ALUNO - PRIMEIRA AULA No primeiro dia de aula o Aluno deve ser apresentado ao seu Instrutor pelo Orientador. A meta do Instrutor nessa oportunidade é criar empatia com o Aluno; Lembre-se daquela velha frase: “A primeira impressão é a que fica”. Isso foi comprovado por vários estudos: são nos primeiros 30 segundos que alguém tira conclusões sobre uma pessoa. Então, o Instrutor deve transmitir energia positiva e motivação. Isso gera um ótimo começo! O Instrutor deverá: 1) Apertar a mão do Aluno, olhar em seus olhos com um sorriso autêntico; se apresentar e chamar pelo Aluno pelo nome. Para isso o Instrutor deve se informar do nome dos novos Alunos que iniciam em cada dia; 2) Levá-lo até o micro que utilizará nesse dia, deixando aberto que nas próximas aulas ele terá a liberdade de escolha. Isso é recomendado para que a aluno esteja em um micro que facilite a instrução da primeira aula. Caso tenha mais de 01 aluno, estes devem se sentar lado a lado; 3) Identificar se o aluno conhece como é composto um micro (CPU, Monitor e Teclado), não tendo conhecimento devem ser explicadas as partes que compõem o computador, a explicação deve ser feita calmamente para que o aluno entenda; 4) Durante a inicialização da máquina, procurar conhecer o aluno, fazendo perguntas diretas como, “onde trabalha?”, “qual motivo que o levou a fazer o curso na Microlins?”, “se ele já fez algum curso antes?”; 5) Depois que o sistema iniciar, explicar para o aluno como ele deve logar (acessar) no sistema gerenciador de alunos “GI”. Depois que liberar o DESKTOP, questione novamente o aluno se conhece como é formada a área de trabalho ocorrendo do aluno não conhecer o Windows, explicar calmamente os componentes que formam a área de trabalho como: “os ícones, a barra de tarefas e o botão iniciar. Após isso orientar o aluno como deverá logar no sistema de cursos da Microlins”; 6) Orientá-lo como é dividido o método: aula interativa, exercícios práticos e teste avaliativo; qual é o objetivo em cada parte do método. a. Aula interativa (aula no sistema com interação): o objetivo é transmitir o assunto de forma prática passo a passo, onde o Sistema de Ensino Microlins acompanha o aluno; b. Apostila (exercícios práticos): tudo que aprendeu durante a aula interativa será repassado pela apostila visando uma melhor fixação e pratica; c. Teste: Identifica se ficou alguma “dúvida”, o assunto e, dessa forma, informará se o aluno apresenta condições de continuar progredindo em seus conhecimentos. 7) Deixar bem claro que, por menor que seja a dúvida do estudante, este deverá chamá-lo; que ele está ali para atendê-lo a qualquer momento; 8) Ao finalizar a aula: a. De forma motivadora, pergunte se tem alguma dúvida sobre o que foi passado. Se o aluno responder que sim, deverá resolvê-la ou pedir para que o procure logo no início da próxima aula; b. Oriente os passos para desligar o micro: “[nome do aluno] você sabe desligar o computador?” (Se Sim) “Ok. Desligue, por favor,”. (Se não ou o aluno tiver fazendo o procedimento errado) [nome do aluno], clique no menu Iniciar, depois em Desligar o computador e depois em Desativar.
  3. 3. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 3 c. Acompanhe o Aluno até a saída da sala de aula e volte a lembrá-lo que na próxima aula, poderá chegar e escolher onde sentar, mas se tiver alguma dificuldade basta procurá-lo; d. Passe todos os benefícios que a escola possui: Plantão de Aprimoramento, Microlins Talentos, apresente o Quadro de Empresas Parceiras, anúncios de empregos; alunos que conseguiram um emprego através da escola, Treinamento Estendido e etc. (Consulte antes o Supervisor/Coordenador Pedagógico sobre a disponibilidade destes benefícios.) e. Finalize: [Instrutor]: Tenha um Bom Dia.... o vejo na próxima aula. É fundamental que o Instrutor dê atenção diária a todos os alunos, pois a sua falta, ou qualquer desatenção, pode gerar um descontentamento ao aluno. 1.1 - ATENDIMENTO AO ALUNO DIA A DIA O Instrutor deverá receber cada aluno na porta da sala de aula, demonstrando prazer ao recepcioná-lo. A forma a qual o cumprimenta é muito importante, pois transmite o carisma além de ser uma ótima oportunidade de se relacionar com o aluno, como já mencionado no Atendimento ao Aluno - Primeira Aula. Obs.: Receba todos pelo nome, diga com motivação: “Olá! Bom Dia [Nome do Aluno]”, com um aperto de mão firme e sorriso no rosto. Obs.: É fundamental estar atento em não “invadir” a intimidade de cada aluno. Nunca se deve beijar no rosto, no caso de sexo oposto. Se um aluno(a) tomar a iniciativa de fazer isso, na próxima aula, de forma sutil, procure apenas estender a mão para cumprimentá-lo(a). Isso deve ser feito de forma que o aluno também não se sinta constrangido. É muito importante ter “jogo de cintura” nessa hora. Jamais toque em qualquer parte do corpo do aluno(a), somente o aperto de mão é permitido. O ambiente deve ser de profissionalismo e não para espaço para intimidade. 1.2 – FRASES DE DESCONTRAÇÃO (QUEBRA DA ROTINA CANSATIVA EM SALA DE AULA) Procure criar um ambiente de descontração ao anunciar o final do horário de aula. Isso é possível através de “jargões”, como alguns exemplos abaixo. É interessante alternar a cada dia como também criar alguns outros, desde que as frases não gerem algum desconforto ou constrangimento e lembrar sempre de ser profissional. - Pessoal vamos dar uma paradinha por hoje. - Pessoal sei que todos adorariam continuar a aula, mas o horário já se encerrou. Espero todos na próxima aula, nesse mesmo horário. Não necessariamente precisam ser as frases acima. O importante é procurar formas de mostrar para todos que tê-los como alunos é muito importante para você e para a Microlins. Procure adaptar as frases com o público da sala. Alunos mais jovens, comunicação mais descontraída e bem humorada. Alunos mais velhos, comunicação mais formal. 1.3 - ABRIR E FECHAR A ESCOLA A responsabilidade de abrir e fechar a escola são dos Instrutores responsáveis por essa atividade. Os mesmos jamais devem passar as chaves e a senha para outra pessoa sem autorização do Diretor e do Supervisor/Coordenador Pedagógico. 1.4 - COMO ACOMPANHAR O ALUNO EM CADA MÓDULO Durante toda a aula, o Instrutor deve circula pela sala, com o objetivo de identificar o que cada aluno está fazendo:  Se está conseguindo acessar a aula;  Se demonstra alguma dificuldade em fazer os exercício ou avançar no conteúdo, seja na Aula Interativa, Apostila ou Teste.
  4. 4. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 4 O Instrutor deve estar sempre acompanhando e sabendo o que cada aluno está fazendo. Isso quer dizer que o Instrutor não tem mesa e nem local fixo de trabalho dentro da sala de aula. Abaixo segue algumas dicas, de como identificar como o aluno está indo: AULA INTERATIVA: Identificando que o aluno está tendo alguma dificuldade em executar alguma operação, o Instrutor deve se posicionar do lado do aluno (nunca atrás do aluno), e questionar sobre a dúvida. Identificado o problema, deve ajudá-lo a solucionar a dificuldade (não deve fazer o exercício para ele, mas sim orientá-lo como fazer). APOSTILA: Durante essa etapa todos os alunos devem ser questionados sobre o exercício que estão executando. (VIDE - QUESTIONAR OS ALUNOS SOBRE OS EXERCÍCIOS PARA IDENTIFICAR SE ESTÃO ABSORVENDO O CONHECIMENTO). TESTE: Quando o aluno chamar durante o Teste, ele pode ter dúvidas sobre a avaliação ou pode não estar preparado para respondê-lo. No primeiro caso, basta auxiliar o aluno que na maioria dos casos ele conseguirá concluir o Teste. Caso o aluno permaneça com dificuldades você poderá recomendar que ele refaça a aula ou orientá-lo a dar a resposta que ache a correta mesmo que não atinja a média necessária. Nesse caso o aluno poderá refazer o teste mais 02 vezes. Antes disso, o Instrutor deverá avaliar se o aluno precisará ou não refazer a aula antes. Obs.: Muitos alunos de 3ª idade têm o objetivo é adquirir conhecimentos básicos, utilizar o tempo de forma mais produtiva e socializa-se. Devido a isso, a exigência nas avaliações deve ter um tratamento distinto, podendo ser menos exigente. No caso do Instrutor estar atendendo um aluno e outro chamá-lo, através de um gesto e/ou com um baixo tom de voz, fale que ira atender na seqüência. Exemplo: [Instrutor]: “[Nome do aluno], aguarde só um instante. Assim que finalizar aqui com o [nome do aluno], já vou atendê-lo”. Obs. 1: Ocorrendo a hipótese acima, analise a situação e identificando que poderá demorar em tirar todas as dúvidas do primeiro aluno, avalie a possibilidade de orientá-lo por partes, e deixar o primeiro aluno executando os exercícios e sendo possível, atenda o segundo aluno que o chamou com agilidade e volte para finalizar a tarefa com o primeiro aluno. Obs. 2: Todo atendimento deve ser feito sempre pela lateral e jamais por trás do aluno. O Instrutor deve estar visível ao aluno sempre que for falar com ele. 1.5 - ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES EXTRA CURSO Durante o período de aula é aberto espaço para o aluno utilizar os horários vagos para a realização de atividades extras curso como, por exemplo: Plantão de Aprimoramento, Horário Livre, Trabalhos escolares, Desenvolvimento de Currículo, etc. Essas atividades deverão ser acompanhadas e monitoradas pelo Instrutor e só poderão ser liberadas com agendamento prévio na recepção. (Consulte antes o Supervisor/Coordenador sobre a disponibilidade deste benefício). 1.6 - QUESTIONAR OS ALUNOS SOBRE OS EXERCÍCIOS PARA IDENTIFICAR SE ESTÃO ABSORVENDO O CONHECIMENTO Em toda aula da Apostila, o Instrutor deve abordar o aluno para identificar se o aluno está com alguma dúvida para executar os exercícios. Faça isso de forma que o aluno não se sinta pressionado ou constrangido quando ele está com dificuldade em responder. O objetivo principal é saber se o aluno está realmente entendendo. O questionamento pode ser feito de forma descontraída, agindo dessa forma o aluno entendera que o objetivo é ajudá-lo. EXEMPLO, considerando que o aluno está fazendo um curso de CorelDraw. [Instrutor] E ai João, está tudo certo, tem alguma dificuldade na aula? (Aluno) não. [Instrutor] Hummm já que você está craque, vamos lá, me fale porque no curso de CORELDRAW, você está utilizando a ferramenta “Bézier”?
  5. 5. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 5 O aluno respondendo corretamente parabenizá-lo e incentive ainda mais. Caso ele não responda corretamente explique o exercício passo a passo. Outra situação a analisar é se durante a orientação ficou algum vestígio que o aluno tem alguma dúvida ou precisa praticar novamente, desfaça os exercícios e peça para ele refazer. Obs.: Após ter orientado o aluno e voltar a circular pela sala, é importante continuar retornando a ele, e observando se ele está executando o exercício corretamente, e até questioná-lo novamente se necessário. Outro motivo de estar questionando o aluno em todas as aulas da Apostila, é que isso faz com que o aluno fique atento, pois saberá que a qualquer momento poderá ser questionado. Pode parecer que o trabalho do Instrutor aumenta, mas pode ter certeza que é ao contrário, sabe porque?! Questionando todos os alunos em todas as aulas, facilita o trabalho do Instrutor, pois, evitará que o aluno “acumule” dúvidas. Imagine o grande trabalho que ira gerar, se ao necessitar instruir o aluno e esse exercício depende justamente de conhecimentos de aulas anteriores que ele não absorveu o conhecimento necessário. O fator mais relevante é que se o aluno identificando que não está aprendendo, está sujeito a perder interesse pelo curso, começa a faltar nas aulas, fica inandimplente e que na maioria das vezes acaba levando a desistência. Encontre oportunidades para incentivar do aluno: É muito importante sempre estar encontrando oportunidades para se aproximar do aluno e motivá-lo, uma das formas mais eficientes é mexer com a sua imaginação, ajudá-lo a enxergar os resultados que poderá ter. Oriente em quais empresas e áreas ele poderá estar atuando com aquele conhecimento até o momento e no futuro, independentemente se estiver em um Curso de Word, Photoshop, Rotinas Administrativas, etc. As melhores oportunidades para estar motivando o aluno são:  Final da Interativa  Início / Final da Apostila/Módulo  Ao finalizar um Questionamento sobre o exercício, se não houver nenhum outro o chamando ou durante o questionamento a situação não se alongou, aproveite esse momento. Exemplo: Áreas e empresas que o aluno poderá atuar ao fazer o curso de Photoshop: [Instrutor]: João, fazendo o curso de Photoshop, você poderá atuar nos mais variados tipos de empresas, Agência de Propaganda, Editoras, Gráficas. Olha só um dos conhecimentos que você ira dominar ao final do curso, Capturar uma imagem de uma foto antiga, e dar os retoques nela de deixá-la restaurada. [Instrutor]- Esse conhecimento o capacitará a criar (cartazes, panfletos, folders, etc.) para uma agência de publicidade ou até mesmo para sua própria empresa. [Instrutor]: Deu para você identificar a Qualificação Profissional que terá João? Como eu sempre comento com você, qualquer dúvida, me chame. Acredito que é muito fácil entender que o que acabamos de falar aqui, mudara a percepção e visão do aluno quanto a você e aos cursos. 1.7 - TÉRMINO - INCENTIVAR ALUNOS A DAR CONTINUIDADE EM NOVOS PACOTES DE CURSOS Tudo se inicia no primeiro dia de aula do aluno, o atendimento faz a diferença, a explicação, a força e vontade, primeiramente a do Instrutor na sala de aula, o gesto carinhoso com o aluno, a preocupação com o seu aprendizado, a educação com o aluno, ou seja, o atendimento é essencial para que o aluno continue com novos pacotes de cursos da Microlins. Sem esse atendimento, o nosso trabalho não irá valer nada. O Instrutor deve ser atencioso. “A sua atenção vale uma vaga de emprego no mercado de trabalho para o aluno.” Tudo se inicia no Primeiro Dia de Aula do Aluno É necessário Atenção, Comprometimento e Dedicação ao aluno desde o seu primeiro até o seu último dia de aula. O aluno satisfeito com a conquista do aprendizado gera uma maior motivação e interesse em continuar se aprimorando e qualificando. Quando ocorre essa satisfação, a proposta de novos cursos é bem aceita e, desta forma, a chance de continuar fazendo novos cursos após o seu primeiro “pacote” de cursos é de 75%.
  6. 6. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 6 Que cursos oferecer? Para identificar quais cursos oferecer, o Instrutor deverá procurar conhecer o aluno, observando seu perfil e suas habilidades. Ao observá-lo, identificará com maior facilidade qual tipo de área o aluno mais gosta e se identifica, trabalha ou estuda. Diante dessas informações, deverá propor cursos que poderão, possivelmente, atendê-lo em suas expectativas. Obs.: Os cursos a serem oferecidos ao aluno na renovação devem ser aqueles propostos na Lista do Término. Agora vem a situação que foi mencionada acima. A importância de acompanhar, conhecer a fundo o aluno desde seu primeiro dia de aula. Com essa informação é possível identificar se na Lista de Término proposta, há algum curso que acredita que aluno não tem interesse de forma nenhuma, e assim dificultar o aceite do Término. No caso, identificando essa situação, o Instrutor deve anotar qual curso deve ser substituído, e apresentar para o Coordenador autorizar a alteração. Quando se inicia a proposta do novo pacote de cursos? No dia 15 de cada mês a Secretaria gera através do sistema uma listagem contendo os alunos que irão pagar a última parcela do curso dos dois meses seguintes. Ex.(: Caso esteja no mês de Janeiro gerará a listagem contendo todos os alunos que pagarão sua última parcela em março) e acrescentará os cursos que devem ser incluídos para cada um dos alunos de acordo com a orientação do Supervisor Pedagógico e mais a quantidade de meses que o aluno está atrasado ou adiantado. Após imprimirá e entregar a listagem para o Supervisor Pedagógico que analisará e encaminhará aos Instrutores. Ao receber esta listagem o Instrutor terá até o dia 10 (dez) do mês seguinte para se aproximar mais do aluno e identificar se será necessário fazer alguma alteração no pacote de cursos proposto. Em seguida reenviará a listagem para o Supervisor Pedagógico para a aprovação. Após a Secretaria receber de volta do Supervisor Pedagógico a listagem já alterada de acordo com a interação dos Instrutores com os alunos, baseada na listagem a Secretaria montará o término de cada aluno em um envelope da Microlins contendo o contrato e carnê. Após montar o término de todos os alunos da listagem a recepcionista entregará até o dia 15, desse mesmo mês, para o Supervisor Pedagógico que voltara a analisar e encaminhar aos Instrutores. Com o término em mãos, o Instrutor deve iniciar o contato com o aluno sobre a nova proposta de acordo com o roteiro abaixo, isso antes ou depois do aluno finalizar a aula: “Alex, por favor, um momentinho da sua atenção. Vou falar um pouquinho com você a respeito de seus cursos.” “Então, eu estava analisando aqui na minha tabela você iria finalizar seus cursos no mês de Março, automaticamente nosso sistema lançou X novos cursos para você que são Flash, Dreamweaver e 3d Studio. Já conhece algum desses cursos? Não!” “Então Alex, vou explicar cada um deles:” “Para ter sucesso no Término o principal é explicar de uma forma que o aluno se imagine executando o conhecimento que o curso trará. “Venda o Sonho de Realização para o Aluno”. É importante abrir uma aula de cada curso que ele irá fazer, as mais interessantes, e apresente a ele.” “Lembrando que você dando continuidade nos seus cursos você estará adquirindo este Certificado Premium que é o mais alto grau de certificação que a Microlins oferece, reconhecido em mais de 500 unidades espalhadas por todo o Brasil e no exterior.” “E ainda continuará usufruindo todos os benefícios: Horário livre: Que é mais para uso pessoal, estar vindo fazer trabalho de escola, pesquisas ou até mesmo estar jogando. Plantão de Aprimoramento: Onde você faz sua aula como a de hoje, por exemplo, caso você tenha alguma dificuldade e achar necessário estar revendo a aula de hoje ou até mesmo uma que já tenha feito e tenha sentido que não entendeu completamente é só falar conosco e agendar a revisão desta aula. Sem custo adicional nenhum. Treinamento Estendido: São 6 meses gratuitos que a Visual Mídia oferece para que você possa estar revendo algum curso que já tenha visto, não importa qual seja, desde o primeiro até o último. Balcão de Empregos: Você cadastra seu currículo na internet e ele fica a disposição das empresas que a Visual Mídia tem parceria, como por exemplo: Citar as empresas parceiras.
  7. 7. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 7 O aluno aceitou dar continuidade. O que fazer? É necessário repassar o relatório semanal do “Término” para a Secretaria. Com isso em mãos ela irá lançar os novos cursos e fazer um novo contrato. O aluno está em dúvida, precisa falar com o responsável ou não tem interesse. Quando isso ocorrer, o instrutor deverá analisar os casos e continuar trabalhando com o aluno, a fim de procurar fazê-lo enxergar a necessidade em fazer o novo pacote de cursos, isso até o limite em que acredita não estar sendo inconveniente.Havendo dificuldades, procure o Supervisor Pedagógico para orientá-lo e ajudá-lo. PRINCIPAIS OBJEÇÕES: Parei de trabalhar era minha mãe quem pagava o curso, não tenho dinheiro agora: - Certo, mas olha João sua mãe hoje faz um esforço para que no futuro você venha a ter uma profissão melhor e tenha uma boa remuneração no mercado de trabalho. Hoje João, o mercado de trabalho está exigente; quem possuir conhecimento será recompensado com ótimos cargos! Você acha difícil sua mãe continuar investindo em conhecimento a mais pra você João, porém, você continuará com os benefícios que só você aluno Microlins possui: 1- Continuará com a bolsa parcial de estudos, onde te proporcionará o seu mesmo investimento, sendo que um aluno sem a bolsa teria que investir R$ 150,00 mensais. Você, João, vai investir apenas R$ 99,90 (o valor da mensalidade do aluno), sendo assim, terminando o seu curso de Flash você poderá iniciar o de Photoshop. Faz tempo que faço curso já, isso parece uma faculdade: - Hoje, João, tudo se baseia em conhecimento como te disse. O mercado está competitivo e consegue uma melhor posição quem tiver mais conhecimento. Imagine você João, que hoje as empresas para contratar um funcionário avaliam o seu conhecimento! Se hoje eu tenho 4 cursos e você 10, certamente, você terá muito mais chances de ser contratado do que eu! Eu quero fazer outro curso técnico sem ser informática: João, como você sabe, hoje tudo é informática! Em qualquer profissão que você queira seguir, utilizará os recursos de informática. Mas, como você está interessado em outros cursos sem ser informática, vou falar para o nosso Coordenador inserir você em curso que realmente irá trazer justamente o que você quer Gestão Empresarial Jr., você terá aulas de Rotinas Administrativas, Contabilidade, Crédito e Cobrança, e outros mais. (reforce bem novamente o parágrafo 1, e induza-o a dar a resposta. Mas, se mesmo assim insistir, diga que você entrará em contato com a matriz e agendará para a próxima aula.) 1.8 - INTERAÇÃO DE ALUNO E INSTRUTOR (RELAÇÃO AMIGÁVEL) O Instrutor deverá:  Circular pela sala de aula e ficar atento a todos os alunos;  Parar “próximo” de cada aluno, de forma discreta e ficar atento se o mesmo apresenta indícios de que está aprendendo;  Mostrar-se sempre disponível;  Apresentar-se sempre de bom humor. No método interativo, o espírito motivador do instrutor faz toda a diferença;  Concentrar energia estimulando o aluno onde ele poderá utilizar todo conhecimento que está adquirindo, seja profissional ou pessoal;  Ficar atento à discriminação de pessoas, exemplo: cor, religião, sexo, classe social;  Não deixar que aborrecimentos com a equipe de trabalho ou alunos atrapalhem o seu trabalho. Procurar conversar com seu superior para ajudá-lo dentro dos limites, no caso de problemas;
  8. 8. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 8  Sempre chamar qualquer pessoa pelo nome, seja aluno ou companheiro. Deixar de lado apelidos, gírias ou qualquer outra forma de chamar as pessoas que possa criar um desentendimento;  Na hora de chamar os alunos para começarem a aula, sempre cumprimentar com um sorriso no rosto, um aperto de mão, mostrando simpatia pelo mesmo;  Sempre ter um momento de descontração com o aluno, mas evitando as brincadeiras que possam desagradar ou ofender o aluno, nunca se esquecer do seu verdadeiro papel de profissional comprometido com o cliente;  Sempre questionar o aluno sobre a qualidade do atendimento e o que ele está achando do atendimento da escola, do curso e do ambiente da sala de aula;  Nunca fugir de suas obrigações, mantenha o foco no aluno e na qualidade de atendimento ao aluno;  Nunca ficar sentado, no computador ou no celular. 1.9 - CADASTRO NO BALCÃO DE EMPREGOS DA MICROLINS Diariamente cada Instrutor deve cadastrar aqueles alunos que na sala de aula possuem idade a partir de 16 anos, independentemente de qual curso esteja fazendo o importante é incentivar o aluno a se cadastrar e sempre citar todas as empresas que a escola possui parcerias. 1.10 - FALTANTES (CONVERSAR COM OS ALUNOS FALTANTES PARA IDENTIFICAR SE ESTÁ RELACIONADO À ESCOLA) A ocorrência de várias faltas é quase certo que o levará a desistir do curso. Como agir para identificar se as faltas estão ligadas há algo relacionado à sala de aula:  Uma falta: Em sua próxima a aula, procure se aproximar e de forma discreta mas descontraída, diga que notou a falta dele:  [Instrutor]: Thiago, notei a ausência na aula passada...olha lá heim... você sabe o quanto gosto da sua presença...rsrs...  Duas ou mais faltas seqüenciais: Respeitando a particularidade de cada aluno, levantar o porque da falta:  [Instrutor]: Thiago, senti a sua ausência em algumas aulas, é por algum motivo relacionado a escola ou ao curso? Identificando que a resposta não está relacionada a nenhuma situação grave, ou seja, doença, problemas pessoais ou familiares, oriente o aluno como abaixo: [Instrutor] Thiago é muito importante que você não falte, isso ajuda e facilita estar aprimorando os seu conhecimentos, lembra o que eu sempre comento com você. Os conhecimentos que ira adquirir e a Qualificação Profissional que terá (Capítulo: Questionar os alunos sobre os exercícios para identificar se estão absorvendo o conhecimento). O objetivo é procurar de forma discreta, identificar se as faltas dele estão ligadas há algum desinteresse, identificado algo, por menor que seja, deve ser iniciado um trabalho para reverter isso, caso tenha alguma dificuldade de como reverter isso, procure ajuda imediatamente. 1.11 – PESQUISA DE SATISFAÇÃO É realizado regularmente uma Pesquisa de Satisfação com os alunos referente ao seu aprendizado e a sala de aula. As ocorrências de divergências apontadas na pesquisa devem serem trabalhadas imediatamente, ou seja, aquele aluno que apresentou alguma descontentamento, por menor que seja, deve ser dado início na reversão desse ponto. Não deve ser mencionada, de forma alguma, ao aluno a “observação” que ele passou na pesquisa, para que isso não gere um constrangimento, pois ocorrendo isso, provavelmente, nunca mais irá se abrir quanto às situações dele com a escola. 1.12 - ORGANIZAÇÃO DA SALA DE AULA DURANTE A AULA
  9. 9. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 9 Deve-se manter a organização da sala de aula durante todo o tempo, principalmente na troca de horário. Mesmo que ocorra a urgência de se dar manutenção há algum equipamento durante a aula, isso deve ser feito de forma organizada, não deixe peças espelhadas. Mantenha organizado o local onde é deixado formulários ou qualquer outro documento que fiquem visíveis ao aluno. 1.13 - VISTO NA APOSTILA DA AULA EXECUTADA O maior objetivo do visto na apostila é identificar se o aluno deixou de fazer os exercícios da apostila, por “descuido” ou desinteresse, para poder identificar alguma dessas situações deve-se ficar atento ao momento em que o aluno está finalizando a aula interativa. Explique que o visto é a única forma de comprovar que ele fez a apostila, e estará liberado para uma „nova‟ aula, e visto só pode ser dado, assim que é finalizado a aula interativa, ou seja, não vale ser ao final dos exercícios da apostila, oriente bem isso ao aluno, é responsabilidade total do Instrutor, se aluno deixou de fazer a apostila, o aluno não fazendo os exercícios da apostila ira comprometer completamente o conhecimento dele, e assim o leva a desistência antecipada. * Ficar atento quando o aluno chega ao final da aula interativa; * Orientar o aluno a apresentar a apostila assim que ele a finalizar. Como falado acima, o visto na apostila do aluno deve ser feito, imediatamente, assim que ele finalizar a aula da apostila. Oriente bem isso ao aluno. Apesar de ser interesse do aluno é responsabilidade total do Instrutor se aluno deixou de fazer a apostila. Quem tem mais a perder é a escola se o aluno deixa de aprender corretamente a aula e se isso ocorrer, leva ao desinteresse pelo curso, que automaticamente gera a desistência. Obs.: O visto é dado no índice referente à aula. Sempre que o Instrutor vistar a apostila do aluno, ele deve sempre reforçar os benefícios que a escola tem a oferecer ao mesmo:  Plantão de Aprimoramento  Balcão de Empregos (chance no mercado de trabalho) OBS.: Todos os benefícios são importantes, mas o Plantão de Aprimoramento é essencial para o aprendizado do aluno. 1.14 - ENVIO DE E-MAIL POSICIONAMENTO DE ALGUMAS TAREFAS EXECUTADAS (SATISFAÇÃO DO ALUNO, CADASTRO BALCÃO DE EMPREGOS, ETC) Ao final do expediente o Instrutor deve encaminhar um e-mail para o Supervisor Pedagógico identificando como foi o desempenho da sala de aula (anexo2). Esse e-mail deve ser feito 10 minutos antes do final do expediente, ou seja, o Instrutor não deve desenvolvê-lo antes desse período, pois com isso estará deixando de cumprir suas obrigações que é dar atenção total ao aluno. 1.15 - DEMONSTRAÇÃO DE AULA PARA INTERESSADOS / TÉRMINO Quando ocorrer da necessidade de apresentar tanto para interessados que querem conhecer a escola e seu respectivo método de ensino como para alunos que querem conhecer quais outros cursos que podem fazer, deve ser seguido a tabela abaixo, pois ela contém as melhores aulas, levantadas pela própria desenvolvedora, de cada curso. O conceito da aula de demonstração é para que o aluno identifique que a metodologia está baseada em ações práticas, úteis no dia a dia, de fácil aprendizado, ou seja, a aula que é orientada tem como finalidade permitir que o aluno desenvolva algo somente com uma aula:
  10. 10. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 10 1.16 - LEVANTAMENTO DE ERROS DE CURSOS; A ocorrência de algum erro no curso pode afetar no desempenho tanto do aluno como no trabalho do instrutor. Ao identificar algum erro deve-se comunicar imediatamente o departamento responsável através do email: microlinsdinâmica@stardigital.com.br 1.17 - AO FINALIZAR TURNO NOTURNO DA SALA DE AULA, CERTIFICAR-SE QUE ESTÁ TUDO DESLIGADO; O turno que fechar a escola deve certificar-se que todos os equipamentos (micros, estabilizadores, TV, aparelho de som, ar condicionado, ventilador, como também todos os pontos de luz) do prédio estão desligados. É necessário checar um a um, para que não passe despercebido pelo fato dos monitores entrarem em standby e assim não conseguir ver de longe se a máquina está desligada. 1.18 - FECHAR ESCOLA NA AUSÊNCIA DA RECEPCIONISTA No caso da ausência da Recepcionista o Instrutor do período da noite será o responsável por fechar a escola. 1.19 - POSTURA DE INSTRUTOR NA SALA DE AULA OBS: Cada Instrutor deverá fazer sua parte dentro da escola, o trabalho em grupo é primordial para o sucesso profissional. É dever do Instrutor ser:
  11. 11. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 11 OBS: Cada Instrutor deverá fazer sua parte dentro da sala de aula, é dever do Instrutor:  Atencioso;  Uniforme limpo e bem passado*  Sapatos limpos e engraxados  Barba feita;  Bom hálito; Perfume ou desodorante suave; Maquiagem Leve;  Educado;  Bem humorado;  Ágil e atento;  Responsável;  Dedicado;  Ter espírito de liderança;  Respeitar as regras da sala de aula;  Ser pontual com seus horários;  Ter simpatia;  Ser didático;  Conhecer e gostar do assunto;  Ser preocupado com seus resultados;  Ser paciente;  Se preocupar com o aprendizado dos alunos; Se cada um fizer a sua parte, cumprir com suas obrigações obterá sucesso dentro da empresa, lembrando que a nossa real existência dentro de nosso ambiente de trabalho está relacionado ao aluno. Se não dermos um atendimento ideal para ele, a escola não precisará de nossos serviços. PLANO DE CARREIRA INTERNO Todos os Instrutores possuem objetivos de crescimento dentro da empresa. Para o Instrutor ser reconhecido pelo seu trabalho, ele deve dominar toda a parte de atendimento ao aluno, parte pedagógica de ensino. Cada Instrutor possui um perfil de trabalho relacionado a vários departamentos da empresa, mas para isso ser concretizado é essencial o Instrutor fazer seu trabalho correto, sem problemas, o tempo é que vai definir se ele estará pronto para assumir outro cargo da empresa como:  Secretaria;  Vendas;  Coordenação;  Direção;  Supervisão e outros tipos de cargos. A promoção de cargos depende exclusivamente do funcionário da empresa, a dedicação para que seus resultados sejam alcançados, não depende do Diretor, Coordenador, depende dele (funcionário, Instrutor). CAPÍTULO 2 - TAREFAS SEMANAIS 2.0 - LIMPEZA DE MICROS Toda limpeza física (interna e externa) e manutenção de rotina do micro (passar antivírus, atualização dos cursos, organização de arquivos e pastas, etc.) não podem ser feitos no horário de aula, a tarefa deve ser executada no horário livre determinando pela escola. Dessa forma, durante o horário de aula toda atenção é voltada para o aluno, mas caso ocorra alguma necessidade, deve ser consultado autorização do coordenador.
  12. 12. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 12 2.1 - ORGANIZAÇÃO DE APOSTILAS EMPRESTADAS, SOFTWARE E DRIVES Todo aluno deve possuir sua apostila e trazê-la para aula. Conceder uma apostila de empréstimo ao aluno fica restrito somente em ocasiões extraordinárias e não pode tornar-se uma rotina. As apostilas que são utilizadas para empréstimo, como mencionado acima, são ocasiões extremas. Devem estar organizadas no armário onde o Instrutor organiza as ferramentas para manutenção do micro. Devem ser separadas por título, e ter no máximo 3 apostilas de cada curso, para que não ocorra do aluno levá-la embora. Deve possuir etiqueta “Empréstimo” estampada na capa. O empréstimo de apostilas depende de autorização da Supervisão Pedagógica. Obs.: a disponibilidade de apostilas para empréstimo deverá ser consultada a Supervisão Pedagógica. Ferramenta de trabalho: Drives, softwares, ferramentas (chave de fenda, chave Philips, alicate, multímetro, etc), devem estar todos organizados, prontos para serem utilizados e encontrados facilmente. 2.2 - ATUALIZAÇÃO / MANUTENÇÃO Consultar a agenda de manutenção do laboratório. Obs.: A instalação de qualquer programa deve ser autorizada por escrito pelo Supervisor Pedagógico / Diretor. CAPÍTULO 3 - TAREFAS MENSAIS 3.1 - TREINAMENTO DE INSTRUTORES DE PROCEDIMENTOS (WORKSHOP); Todos os instrutores devem participar dos treinamentos de procedimentos que ocorrem mensalmente. Os treinamentos serão feitos no horário livre que a escola estabeleceu e também podem ser requisitados pelo Instrutor por estar encontrando dificuldades na execução das suas tarefas ou mesmo por não estar atingindo seus resultados. Consultar agenda de treinamento. CAPÍTULO 4 - TAREFAS OCASIONAIS 4.1 - COLABORAR NA REALIZAÇÃO DAS CAMPANHAS PROMOCIONAIS DA ESCOLA Todas as campanhas realizadas independentemente de qual seja, o Instrutor tem a função de ajudar e apoiar diretamente ou indiretamente de acordo com a solicitação do Supervisor Pedagógico/Coordenador que definirão e passarão todo o treinamento. 4.2 - LEVANTAR TELEFONES PARA CONFERÊNCIA DE CADASTRO Semestralmente a Secretaria emite uma lista com os nomes dos alunos e espaço para serem inseridos o telefone e endereço atualizados. Essa lista é dividida por horário e é entregue ao Instrutor. O Instrutor por sua vez deve abordar o aluno do seu turno com esta lista e incluir os dados atualizados do aluno. Após a atualização da lista o Instrutor deve devolvê-la à Secretaria que deverá atualizar os dados no CORP. Para que os dados tenham uma maior consistência, peça para o aluno fornecê-lo ao invés de perguntar se houve alguma alteração, exemplo:
  13. 13. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 13 “Pedro, estamos renovando os cadastros, por favor, me informe seu telefone para contato”. 4.3 - INSTALAÇÃO DE CURSOS E PROGRAMAS (VIDE MANUAL TÉCNICO) Todos os programas e cursos de uso na escola deverão ser instalados, configurados e administrados pelo Instrutor. Para tanto ele será orientado pelo Supervisor Técnico/Coordenador e deverá seguir as instruções do Manual Técnico – (anexo 3). Obs.: Qualquer instalação deve ser autorizada pela Coordenação da Microlins. 4.4 - SOLICITAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E MANUTENÇÃO EXTERNA; Identificando a necessidade da troca ou manutenção de equipamentos por terceiros, deve comunicar e pedir autorização para o Supervisor Técnico/Coordenador. 4.5 - PREPARAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DE NOVOS INSTRUTORES O Instrutor da Microlins deverá estar sempre atento aos alunos, buscando identificar novos Monitores para que a empresa possa efetivar uma possível contratação. Assim, os primeiros passos para iniciar uma análise e contratação de um novo Monitor são: O aluno (a) deverá possuir uma média de 70% de conhecimento nos cursos que a Microlins dispõe e: 1. Ter bom aproveitamento nas aulas, aprender facilmente; 2. Ser amigável e transmitir empatia; 3. Aceitar as “orientações” do Instrutor; 4. Ser educado; 5. Ter Idade a partir dos 16 anos; 6. Força de vontade em assumir essa profissão; 7. Ser espontâneo nas tarefas que vão ser realizadas. Obs.: A busca deve ser feita pelo Supervisor Pedagógico/Coordenador e Instrutor mais qualificado. Caso o aluno possua tais requisitos, deverá ser indicado ao Supervisor Pedagógico. Este deverá entrevistá-lo e terá que analisar: 1. Seu verdadeiro grau de conhecimento em todos os cursos; 2. Disponibilidade de horário; 3. Se já trabalhou ou trabalha em algum local; 4. Se o candidato está realmente interessado em ser um Monitor e no futuro, Instrutor. Após a conclusão e definição de que o indicado iniciará o teste, o Supervisor Pedagógico/Coordenador deverá orientá-lo nos seguintes pontos: 1. De 07 a 90 dias este candidato será avaliado (Obs: Nesse período continuará se mantendo como aluno, efetuando o pagamento das parcelas, até uma pré-avaliação se continuará no estágio); 2. Horário de trabalho e data de início; 3. Vestuário; 4. Remuneração; 5. Passar todos os dados pessoais para cadastro; 6. Quando o candidato for menor, deverá ser feito o contato e explicar a proposta aos Pais. Somente após autorização do responsável, deverá ser iniciado o teste. FASES PARA A CONTRATAÇÃO Nível 01 (Período: 07 a 30 dias para ter uma avaliação)
  14. 14. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 14 1º Dia: O Supervisor Pedagógico/Coordenador deverá: 1. Explicar o que é a Microlins: a. Método; b. Empresa; c. Atendimento; d. Postura de Monitor/Instrutor; e. Responsabilidades pedagógicas. 2. Apresentar a escola e toda a equipe; 3. Apresentar Manual com Direito e Deveres. Início do Acompanhamento 1. Identificar a forma de se relacionar com o aluno; 2. Passar uma tarefa para analisar a atitude perante uma determinada situação. Abaixo seguem alguns pontos a serem analisados: Iniciar e finalizar a aula do aluno  O candidato fica com a função de chamar o aluno para entrar na sala e deverá finalizar a aula de hora em hora; Chamada (quando ocorrer de possuir lista)  Analisar a sua forma de se expressar com um grupo de pessoas; Equipe  Como está sendo o relacionamento com a equipe de trabalho; Dinâmica  Se o que é orientado a fazer: - Está compreendendo facilmente; - Aplica de imediato, sem ter que solicitar 02 ou mais vezes; - Ao finalizar uma tarefa passada, buscar por novas. Horário Observar se é pontual. Se possui interesse em chegar mais cedo ou ficar após o seu horário para aprender de forma mais rápida. Demonstra interesse em trabalhar na empresa Gosta do que esta sendo passado. Nos períodos em que a sala de aula apresentar micros vagos, o estagiário deverá rever todos os cursos (Introdução, Multimídia, Pacote Office, CORELDRAW, Flash, Gestão Empresarial, etc...). Neste momento, deverá dividir seu tempo em duas tarefas: 1. Assistir todas as aulas da Microlins, em seus três passos (Interativa, Apostila e Teste); 2. Adquirir conhecimento de monitoramento da Sala de Aula. Obs.: Nas Tarefas do Nível 1, o Supervisor Pedagógico/Instrutor deverá ficar atento se o candidato executa as funções que foram designadas a ele, e também verificar seu grau de responsabilidade. Nível 02 (Inicia no 2º mês e no final do 4º mês deverá saber de forma correta as funções das etapas 01 e 02) 1ª. Etapa  Período: a partir do início do 2º Mês.
  15. 15. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 15 O Instrutor responsável deve orientar todos os passos abaixo, e relatar as informações ao Supervisor Pedagógico/Coordenador. Didática  A forma pela qual deve passar a informação para o aluno; Atenção  Como ficar atento aos alunos que não demonstram dúvidas/dificuldades ou, nunca chamam o Instrutor para sanar dúvida; Questionar  Orientar como questionar um aluno sobre o que ele está aprendendo; quais argumentos devem ser usados para descobrir realmente o que ele compreendeu; Inicia-se o contato direto com o aluno  A partir dos cursos que tem pleno conhecimento, começa a orientar o aluno como solucionar o exercício que está tendo dificuldades; Atitude  É fundamental que tome atitudes que já foram orientadas e outras que são perceptíveis por qualquer pessoa interessada em ingressar em uma empresa. Isso se estende a todos os níveis de seu treinamento. Mostra se o Monitor/Instrutor será bem sucedido na empresa, pois são através de atitudes que o mesmo demonstrará se tem realmente um vínculo com a Microlins. Um exemplo real que podemos citar da atitude é: Ao ver uma luz queimada e há evidência de que está gerando um desconforto para o aluno, deverá ter a percepção de não deixá-la desta forma. Não é porque está designado a ser um Monitor/Instrutor de informática, que não deva procurar o Supervisor Pedagógico/Coordenador para solucionar tal situação. Manutenção  Como limpar os micros em sala, e atualizar arquivos. 2ª. Etapa  Período: a partir do início do 3º Mês. Nesta etapa, o Estagiário deverá estar dominando 100% didaticamente os seguintes cursos:  Introdução  Windows  Multimídia  Pacote Office  Photoshop  CorelDraw É importante reforçar que nesta etapa deverá ter um conhecimento avançado nos cursos feitos até aqui e caso tenha ficado alguma dúvida, deverá esclarecer com o Instrutor responsável. A cada dia deverá estar aprimorando a forma de agir em sala de aula. Outros pontos mais que deverá estar dominando:  Manutenção de Hardware 1) Como configurar o micro na rede; 2) Formatar um Disco Rígido; 3) Trocar Fonte de Alimentação (ATX). 3ª. Etapa  Período: a partir do início do 4º Mês.
  16. 16. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 16 Se chegar a essa etapa, é porque demonstrou que já pode deixar de ser um Estagiário e se tornar um Instrutor iniciante. Neste momento, o estagiário dever estar dominando 100% didaticamente, os seguintes cursos:  Flash;  Dreamweaver;  3D Studio. Nesta etapa, o Instrutor já passou pelo período de experiência de 90 dias e, com isso, começa a se responsabilizar por suas próprias tarefas, as quais são distribuídas pelo Instrutor responsável, por exemplo:  Pesquisar algo útil que sirva de conhecimento para ele e para empresa, além de outras tarefas que estão na tabela de divisão de tarefas citada no Bloco B final deste Manual. Nível 03 (Inicia e Finaliza no 5º Mês) Neste período, deverá estar dominando 100% didaticamente, tais cursos:  AutoCAD (Projeto Arquitetônico);  3D Studio. Após 4 meses, tempo necessário para um Instrutor iniciante concluir os níveis 1ª e 2ª, o Instrutor responsável pelo treinamento deverá deixá-lo preparado para que consiga orientar e solucionar a dúvida do aluno em qualquer quesito referente ao Curso (Aula interativa, Apostila e Teste) como se fosse o único na sala. Ou seja, é nesse Nível que aprenderá a lidar com os argumentos de como explicar didaticamente, de forma clara, cada aula dos cursos. Obs.: O Instrutor responsável deverá observar e orientar todas as situações que identificar como incorretas ou, aquelas que careçam ser melhoradas. Para que isso ocorra, é necessário que o Instrutor responsável passe claramente a informação, para que tal situação não se repita novamente. IMPORTANTE: O Instrutor responsável deverá analisar se todos os passos até esse nível estão perfeitos. Nível 04 1ª Etapa  Período: Inicia no 6º e conclui no final do 7º mês. Neste nível, deverá estar 100% pronto para atender e solucionar todas as necessidades que uma sala de aula exige de um Instrutor, exemplo: 1) Como agir com alunos que querem acessar a Internet da aula; 2) Alunos que não querem fazer a apostila; 3) Alunos que conversam com outros em voz alta, que são mal educados, etc.; 4) Alunos que desrespeitam o que é passado pelo Instrutor. Obs.: O Instrutor que não estiver apto a lidar com essas situações, provavelmente terá problemas, além de, possivelmente, perder alunos. Outro aspecto diz respeito ao saber de que modo levantar informações e agir junto àqueles alunos que estão apresentando um mau desempenho no curso, por exemplo:
  17. 17. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 17 1) Muitas faltas; 2) Falta de interesse nas aulas; 3) Seu interesse pelo curso, se esta gostando ou não. Nesse Nível deve estar pronto para captar essas “informações” facilmente, pois caso contrário, a desistência do aluno é quase que certa. Obs.: Essas análises são procedimentos avançados onde o Instrutor responsável deve ficar atento a isso. Outra capacitação que o Instrutor iniciante deve estar totalmente preparado nesse momento é o de realizar o convencimento de alunos a continuarem novos cursos da Microlins. Abaixo segue uma lista de situações que o Instrutor deve estar preparado para que, com isso, consiga atingir bons resultados: 1) Responder às objeções com clareza; 2) Saber identificar se o curso lançado na secretaria não é adequado para o aluno e indicar por qual curso deverá ser substituído; 3) Saber calcular as aulas, para identificar se o aluno está muito atrasado ou adiantado nos cursos do pacote; 4) Ser responsável na entrega dos carnês e contratos, antes que o atraso leve o aluno a mudar de idéia em continuar o curso; 5) É interessante que o instrutor tenha conhecimento na venda de cursos, tanto para término, quanto para uma venda eventual. Ao final de 7 meses, o Instrutor iniciante deverá estar apto a dominar todos os quesitos referentes ao “contato com o aluno”, tendo responsabilidade de assumir a sala de aula e saber lidar com todas as possíveis situações. Neste momento, deve-se partir do princípio de que não há mais o Instrutor responsável que o treinou, para ajudá-lo e orientá- lo. Assim, será necessário demonstrar muita atitude e credibilidade para ser aprovado nessa Etapa. Obs.: O Instrutor responsável deve fazer simulações do Período de Término de Cursos do Aluno junto ao Instrutor iniciante e, a partir disso, acompanhá-lo neste procedimento até se ter a certeza de que o está realizando de forma correta. 2ª Etapa  Período: A partir do 8º mês. Neste ponto, o Instrutor deverá ter potencial para resolver tudo o que se relacionar a Hardware e Aplicativos, necessários para solucionar eventuais problemas presentes nos micros. Abaixo são citados os tópicos que deverá estar apto a desenvolver: Manutenção e montagem de Hardware total (10º mês) Para ser possível realizar essas tarefas, o Instrutor iniciante deverá participar de um treinamento com o Instrutor que melhor domine o Hardware. Nível 05  Deverá estar 100% do nível 1 ao 4;  Se preparar para futuras oportunidades dentro da Organização (Administrativo, Técnico, etc);  Motivar a equipe de trabalho de sala de aula;
  18. 18. INSTRUTOR MANUAL DO INSTRUTOR 18  Coordenação da Sala de Aula e ser responsável por solucionar ou dar encaminhamento a qualquer problema em sala de aula;  Indicar novos estagiários;  Treinar e orientar estagiários e novos Instrutores;  Términos (rematrícula) de 70% a cima;  Satisfação de pelo menos 90% de seus alunos;  Ligação para alunos com mais de 2 faltas do seu horário. Nível 06  Deverá está 100% do nível 1 ao 5;  Executar tarefas que é de responsabilidade do Supervisor Pedagógico;  Trabalhar junto com o Supervisor Pedagógico/Coordenador;  Conhecer e dominar todas as tarefas da área Administrativa e Secretaria;  Capacidade de Liderança;  Responsabilizar-se pela seleção, contratação e demissão de Instrutores. Trabalhar em equipe é uma realidade bem mais complexa do que pensamos. Quando as pessoas trabalham em equipe, atingem resultados de ordem superior a qualquer unidade organizacional. IMPORTANTE Todo Estagiário ou Instrutor que iniciar na empresa, deve ser espontâneo para questionar os alunos, ter atitudes de atendimento, sem precisar ficar pedindo autorização para o Instrutor responsável que estiver na sala de aula para atender o aluno. Todo Estagiário deve retirar suas dúvidas com o Instrutor mais qualificado e assim fazer um bom atendimento ao cliente. Nota 01: É dever do Instrutor mais qualificado mandar um relatório para a Supervisão Pedagógica/Coordenação informando o andamento do Estagiário na sala de aula e assim tendo a certeza de que é o funcionário ideal ou não para ser contratado.

×