SlideShare is now on Android. 15 million presentations at your fingertips.  Get the app

×
  • Compartilhar
  • Email
  • Incorporado
  • Curtir
  • Salvar
  • Conteúdo privado

Carregando...

Flash Player 9 (ou superior) é necessário para visualizar as apresentações.
Nós detectamos que você não o possui em seu computador. Para instalá-lo, clique aqui.

Curtiu esta apresentação? Porque não compartilha!

Ascaridíase

by on Oct 25, 2010

  • 6,821 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
6,821
Visualizações no SlideShare
6,754
Visualizações incorporadas
67

Actions

Curtidas
6
Downloads
147
Comentários
0

4 Incorporações 67

http://tiradentesescola.blogspot.com.br 39
http://escolario.blogspot.com 26
http://www.meioambienteeciencias.blogspot.com 1
http://meioambienteeciencias.blogspot.com 1

Categorias

Carregar detalhes

Carregado através de SlideShare como Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancelar
Publicar comentário
Editar seu comentário

Ascaridíase Ascaridíase Presentation Transcript

  • Ciclo da ascaridíase
  • Quais os sintomas?
    • A maioria das infecções é assintomática.
    • A larva se libera do ovo no intestino delgado, penetra a mucosa e por via venosa alcança o fígado e pulmão de onde alcançam a árvore brônquica. Junto com as secreções respiratórias são deglutidas e atingem o intestino onde crescem chegando ao tamanho adulto.
    • Em várias situações podem surgir sintomas dependendo do órgão atingido.
    • A ascaridíase pode causar dor de barriga, diarréia, náuseas, falta de apetite ou nenhum sintoma.
    • Quando há grande número de vermes pode haver quadro de obstrução intestinal.
    • A larva pode contaminar as vias respiratórias, fazendo o indivíduo apresentar tosse, catarro com sangue ou crise de asma.
    • Outros sintomas são: dor .abdominal, flatulência, cólica, diarréia, náuseas, vômito e presença de vermes nas fezes. Algumas reações como alergias, pneumonia e choque anafilático podem ocorrer, embora sejam mais raras.
  • Como se faz o diagnóstico?
    • O diagnóstico é feito pelo exame de fezes, onde se encontram os ovos do parasita.
  • Como se trata?
    • Existem remédios específicos para erradicar a larva do organismo humano, todos por via oral.
  • Como se previne?
    • Através de medidas de saneamento básico.
    • É necessário, também, fazer o tratamento de todos os portadores da doença. A ascaridíase está mais presente em países de clima tropical e subtropical. As más condições de higiene e a utilização das fezes como adubo contribuem para a prevalência dessa verminose nos países do terceiro mundo.
  • O tratamento
    • O tratamento da ascaridíase é feito através de medicação. No entanto, a medicação deve ser acompanhada de cuidados de higiene pessoal (lavar as mãos, por exemplo), medidas de higiene em relação aos alimentos (lavar as frutas e verduras em água corrente) e a água (ferver, caso a água não seja tratada), e saneamento básico.
     
  • Aspecto
    • O parasita tem um corpo cilíndrico e alongado. De aspecto liso e brilhante, sua cor varia entre o branco e o amarelo. Sua boca, em uma das extremidades, possui três grandes lábios.Os machos são menores que as fêmeas, e apresentam a cauda enrolada. O comprimento do parasita varia entre 15 e 40 centímetros, sendo que o número de parasitas em um mesmo hospedeiro pode chegar a 600.
  • Como acontece:
  • Ciclo do Ascaris lumbricóides
    • A ascaridíase é o resultado da infestação do helminto Ascaris lumbricóides no organismo, sendo mais frequentemente encontrado no intestino.
    • Este patógeno, conhecido popularmente comolombriga, tem corpo cilíndrico e alongado, e pode chegar até 40 centímetros de comprimento. Fêmeas são maiores e mais robustas que os machos; e estes apresentam a cauda enrolada.
  • Contaminação
    • A contaminação por ele se dá pela ingestão de seus ovos, geralmente encontrados no solo, água, alimentos e mãos que tiveram um contato anterior com fezes humanas contaminadas.
  • prevenção
    • Quanto à prevenção, ingerir somente água tratada, lavar bem frutas e legumes antes de ingeri-los, lavar sempre as mãos, não defecar em locais inapropriados, dente outras, fazem parte desta lista.  
    Angela,Marcos,Dara e João.