Strongyloides stercoralis

2.556 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Strongyloides stercoralis

  1. 1. Strongyloides stercoralis Uniasselvi Fameblu II Disciplina: Relação parasita e hospedeiro Docente: Isabel Machado Acadêmica: Beatriz Henkels Biomedicina – Noturno – 2º Semestre
  2. 2. Dados do parasito  Reino: Animalia  Filo: Aschelminthes  Classe: Nematoda  Ordem: Rhabditorida  Família: Strongyloididae  Espécie:Strongyloides stercoralis
  3. 3. Características gerais  Pequenos nematódeos de vida livre  Causa parasitismo intestinal grave em imunossuprimidos  Habitat: criptas da mucosa duodenal e porção superior do jejuno.  Fêmea partenogenética mede cerca de 2 a 3 mm de tamanho  Doença: ESTRONGILOIDÍASE
  4. 4. Manifestações clínicas  Em caso de infecções leves, tende a ser assintomático  Os casos sintomáticos apresentam inicialmente alterações cutâneas com pontos eritematosos (nos lugares de penetração das larvas) acompanhadas de prurido, edema local e urticária  A migração da larva pelos pulmões pode causar tosse, febre e broncopneumonia, eosinofilia elevada.  As manifestações intestinais são: diarreia, dor abdominal, constipação, anorexia, náuseas, vômitos e dor epigástrica que pode simular quadro de úlcera péptica.  Nos casos de hiperinfecção ocorrem quadros diarreicos graves que podem causar desnutrição, desidratação, síndrome de má absorção e perda de peso.  Em imunodeprimidos a doença pode desenvolver-se de forma severa, com disseminação larvária a múltiplos órgãos (estrongiloidíase severa)
  5. 5. Ciclo biológico
  6. 6. Transmissão  Penetração cutânea das larvas filarióides infectantes  Ingestão de água ou alimentos contaminados  Auto-infecção Diagnóstico laboratorial  Exame parasitológico de fezes  Sorologia Profilaxia  Tratamento dos indivíduos parasitados  Uso de calçados  Higiene alimentar e pessoal  Cuidado com contaminação do solo
  7. 7. Tratamento  Tiabendazol  Cambendazol  Albendazol  Ivermectina
  8. 8. Referências  http://www.parasitologiaclinica.ufsc.br/index.php/info/conteudo/doencas/helmintoses/estrongiloidiase/ acesso em 01/06/2014  http://www.mdsaude.com/2013/08/estrongiloidiase.html acesso em 01/06/2014  NEVES, D. P. Parasitologia Humana. Editora Atheneu. acesso em 01/06/2014  Slides de nematelmintos intestinais (Prof. Archangelo P. Fernandes e Profa. Alessandra Barone) acesso em 01/06/2014 Slides de nematódeos – infecção muco-cutânea acesso em 01/06/2014

×