EDITORIAL
Caros Pais e Encarregados de Educação,
Vivemos numa sociedade que passa por um período difícil. A atual conjuntu...
O QUE TEMOS FEITO…
O Dinis InformaPágina 2
Carnaval na D. Dinis
Começaram bem cedinho as nossas Férias de Carnaval. Às 7h3...
Boletim n.º 2 - I Série Página 3
―Mãos à Obra!‖
Nos dias de hoje, a participação ativa é vista como um importante contribu...
Boletim n.º 2 - I Série Página 4
ONDE TEMOS IDO…
Reunião na Câmara Municipal de Odivelas - Gabinete da Educação
Desde que ...
Página 5
A ESCOLA INFORMA...
O Dinis Informa
Saber ser, Saber estar
“ Não faças aos outros o que não queres que te façam a...
Boletim n.º 2 - I Série Página 6
Regulamento do projecto ―Saber Ser, Saber estar‖ (continuação)
DESTINATÁRIOS
Todas as cri...
―A ESCOLA É PARA TODOS‖
Página 7
O Movimento Associativo dos Pais e a Participação Ativa na Escola
No dia 6 de fevereiro, ...
Página 8 O Dinis Informa
OUTROS…
INOVA - Jovens Criativos, Empreendedores para o Século XXI, Concurso de Ideias
É um concu...
Boletim n.º 2 - I Série Página 9
PARA AS NOSSAS CRIANÇAS...
Cartão ODIKids – Cartão Municipal
O Cartão Municipal Infantil ...
EM DESTAQUE...
Páscoa na D. Dinis - 29 de Março - 14h30
O dia 29 de março, sábado, está a chegar, estamos cada vez mais at...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Boletim 2 - O Dinis

848 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
399
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim 2 - O Dinis

  1. 1. EDITORIAL Caros Pais e Encarregados de Educação, Vivemos numa sociedade que passa por um período difícil. A atual conjuntura económica conduz a um preocupante relacionamento social que é cada vez mais um problema da nossa convivência. Um planeta excessivamente urbanizado e cada vez mais habitado por consumistas virados para si próprios, dá cada vez mais sinais de necessitar com urgência de novas atitudes que preservem o futuro das novas gerações, no respeito pelo outro e pelo equilíbrio emocional e social. Com base na atual situação em que nos deparamos, o apoio da família às crian- ças é por vezes descurado e desta forma surgem problemas disciplinares na esco- la: crianças mais instáveis, mais rebeldes e até mais revoltadas. As crianças expri- mem-se de uma forma mais agressiva dentro da escola, sentindo-se uma tensão dentro do espaço, desde a falta de respeito pelos outros, à agressividade na resolu- ção de conflitos. Nestas idades as crianças ainda não sabem expressar os seus sen- timentos de uma forma assertiva, desta forma a escola tem que unir-se. Os pais, encarregados de educação, professores, educadores, assistentes operacionais, téc- nicos e monitores tem que juntar forças de forma a minimizar este problema que a escola actual vive. O projecto INOVA é uma forma de conjuntamente, a comunidade educativa (escola e pais/encarregados de educação) possam tentar solucionar alguns dos problemas vividos pelas nossas crianças na escola. Com este projecto cujo tema é “Saber Ser, Saber Estar”, vamos trabalhar com as crianças os valores, a função da escola, o respeito e a amizade, a colaboração, criando desta forma um clima favorável à aprendizagem. É necessário que cada um de nós, enquanto pais e encarregados de educação, colabore neste projecto, de uma forma positiva incutindo nos nossos educandos o respeito, o cumprimento das regras, a amizade, a colaboração, ou seja o gosto por ir à escola e por aprender. A Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola D. Dinis. Boletim n.º 2 - I Série 20 de Março de 2014 A s s o c i a ç ã o d e P a i s e E n c a r r e g a d o s d e E d u c a ç ã o d e E s c o l a E B 1 / J I D . D i n i s NESTA EDIÇÃO: O que temos feito... 2 Onde temos ido... 4 A Escola Informa... 5 “A Escola é para Todos” 7 Outros... 8 Para as nossas crianças 9 Destaque 10 O Dinis Informa
  2. 2. O QUE TEMOS FEITO… O Dinis InformaPágina 2 Carnaval na D. Dinis Começaram bem cedinho as nossas Férias de Carnaval. Às 7h30 já lá estava a Sandra, bem-disposta, à nossa espera. Estávamos todos muito entusiasmados e ansiosos por começar a fazer as atividades que as professoras carinhosamente, como sempre, prepararam para nós. O primeiro dia foi muito engraçado. A Daniela deu-nos um “mini curso” de pinturas faciais, atividade a que chamámos Workshop de Pinturas Faciais. Nessa hora conhecemos os vários materiais, como os utilizar e ainda algumas técnicas de pintura. Portamo-nos muito bem! À tarde foi altura de colocar a teoria em prática no Atelier de Pinturas Faciais, e é isso mesmo que estão a pensar, pintamos os nossos amigos e por eles fomos pintados. Esforçamo-nos muito e rimos, rimos, rimos sem parar com as autênticas obras de arte que saíram das nossas mãos. Até ficámos giros!!! O dia correu muito bem, aprendemos coisas novas e brincámos muito no pátio, o Sol veio, finalmente, fazer-nos uma visita, já tínha- mos tantas saudades!!! Como nos viu tão felizes, S. Pedro decidiu dar tréguas à chuva e ao frio e presenteou-nos com um dia de Sol e calor na Terça-Feira de Carnaval. Neste dia, como não podia deixar de ser, viemos todos mascarados. Todos mesmo! Até as professoras… Estavam tão giras, haviam de ter visto, um Charlot, uma Coelhinha e um Capuchinho Vermelho, todas pintadas pela professora Marisa, que tem tanto jeito para estas coisas! Estavam irreconhecíveis…. Nós também estávamos muito giros. Havia imensas Espanholas, caçadores de Dragões, Princesas, Rainhas e até uma Múmia vejam só!? Esse dia foi dedicado à cozinha e todos participámos no Master Chef Junior, da D.Dinis. Fizemos, com a ajuda dos adultos, claro, umas pizzas divinais. Depois, de barriga cheia, pedimos para ver um filme e queimar umas calorias, brincando livremente no recreio, já estávamos mesmo a precisar, depois deste Inverno tão chuvoso. Chegada a hora do Desfile e concurso de mascaras, previamente anunciado com um bonito cartaz, feito pelos nossos amigos do Atelier de Artes, preparamo-nos e exibimos os nossos disfarces na rua. E em modo Fator X, as professoras, no papel de juradas, escolheram a máscara mais original. Depois de muito ponderar, adivinhem quem ganhou? Foi a Múmia, encarnada pelo Francisco Vinhas do 2º ano. Ele ficou muito contente e até recebeu um saquinho cheio de doces. Que sorte!!! Mas nós também fomos premiados com um docinho, o prémio de participação para todos os alunos. Com tantos afazeres aproximava-se a hora do lanche. Mas hoje eramos nós os chefes. Voltámos a preparar a nossa bancada Master Chef e fizemos uns pãezinhos que comemos, ainda quentinhos , com manteiga. Que bom!!! Ah e aprendemos a fazer o Bolo da Cane- ca. Faz-se no micro-ondas, é muito fácil e DELICIOSO! O dia estava a chegar ao fim já todos pensávamos no dia seguinte. Os Mini Chefes de cozinha iriam dar lugar a Mini Estilistas e a Modelos Infantis, e sabem porquê? Porque quarta-feira foi o dia do nosso Cortejo de Carnaval, desta vez com modelitos feitos por nós! Quarta-feira foi o última dia de férias, mas não o menos divertido. Durante a manhã brincámos e aproveitámos mais um dia de bom tempo, corremos, saltámos, brincámos muito. A meio da manhã e depois do lanche, que já foi feito pelas senhoras da cozinha, chegou a altura por que todos, ansiosos, esperávamos, a elaboração dos nossos modelitos para o Cortejo. Como foi um dia depois do dia de Carnaval serviu para celebrar o seu fim, pois todos aprendemos que em algumas terras de Portugal existe a tradição de enterrar o entrudo (representante do carnaval). Depois do almoço, terminada a digestão, concluímos as nossas criações, demos o tudo por tudo para que ficasse como imaginámos. Depois de todos termos terminado, foi feito um desfile com direito a júri e a muitas palmas do público da escola. Foram eleitos dois reis, o Tiago Fachadas do 2ºano e o Rafael Fernandes do 1ºano e duas rainhas, a Telma Ferrão do 3º ano e a Leonor Simões do Jardim de Infância. Ganhou quem desfilou melhor e foi mais criativo a fazer o modelito. Foram umas Férias de Carnaval MUITO DIVERTIDAS!
  3. 3. Boletim n.º 2 - I Série Página 3 ―Mãos à Obra!‖ Nos dias de hoje, a participação ativa é vista como um importante contributo para o desenvolvimento social. Tal como o voluntariado, que engloba um conjunto de ações de interesse social e comunitário realizado de forma desinteressada os quais contribuem para uma sociedade mais justa, solidária e humana, a participação ativa é uma forma de colmatar a falta de apoios institucionais que, neste caso poderiam contribuir para melhorar as condições do espaço escolar. A Bolsa de Participantes Ativos da APEE D. Dinis é um programa que permitirá aos Encarregados de Educação, Familiares e Amigos, participarem em várias acções, as quais, pretendem melhorar os equipamentos do espaço escolar das nossas crianças e consequentemente do seu bem-estar. Neste sentido, contamos convosco para integrar a Bolsa de Participantes Ativos da APEE D. Dinis. Cada um pode participar com o seu saber, experiência e boa vontade, bastando para já preencher a ficha de inscrição (solicitar junto das colaboradoras da “Educar a Sorrir”). “...porque todos juntos fazemos mais e melhor” Obrigada! Eu já inscrevi o meu avô porque sabe pin- tar. E tu já inscreveste o teu? A minha mãe é designer! Vou já inscrevê-la! E a tua! Já inscreveste a tua mãe?
  4. 4. Boletim n.º 2 - I Série Página 4 ONDE TEMOS IDO… Reunião na Câmara Municipal de Odivelas - Gabinete da Educação Desde que iniciámos o mandato temos vindo a constatar que a nossa escola está com alguns problemas nas infra-estruturas, pois já tem alguns anos de existência. Neste sentido, e por forma a colmatar alguns destes problemas, a APEE elaborou um relatório identificando os problemas que necessitam, a curto prazo, de intervenção. Assim, no dia 6 de março a APEE foi recebida na Câmara Municipal de Odivelas (CMO), no Gabinete da Senhora Vereadora da Educação - Dr.ª Fernanda Franchi, onde apresentou as suas preocupações e deixou o desafio para se criar uma parceria tripartida - Câmara Municipal de Odivelas - Junta de Fre- guesia de Odivelas - APEE EB1/JI D. Dinis para melhor se resolverem estes problemas, desafio este, que vai ser analisado com harmonia. Os membros do Gabinete da Educação da CMO disponibilizaram-se para fazerem uma visita à nossa escola para, in loco, verificarem o que foi descrito no relatório entregue pela APEE, visita esta realizada no dia 18 de março. Sessão de contos para adultos O grupo de trabalho das Bibliotecas Escolares do agrupamento de escolas nº 4 de Odivelas, nas atividades propostas para a Semana da leitura, preparou uma sessão de contos para os adultos da Comunidade Educativa: pais, professores, educado- res, assistentes operacionais entre outros, que se realizou no dia 18 de março pelas 19h. Para o decorrer da atividade tivemos a colaboração da Biblioteca Municipal D Dinis de Odivelas que disponibilizou o espaço e do agrupamento que financiou esta sessão. A dinamização da mesma foi realizada por Rodolfo Castro, que se autointitula «O pior contador de histórias do mundo!». A sua auto descrição: «Professor de ensino básico, futebolista insucesso, actor constante, pedreiro e carteiro, vendedor ambulante, escritor e leitor, assobiador e migrante, curioso, melancólico e contador de histórias. Nasci e cresci em Buenos Aires, formei-me no México, hoje vivo em Lisboa, Portugal.» Nas suas sessões tenta cativar de forma entusiasmante todos os que o ouvem e observam em cada movimento e a cada expressão que faz! Todos os textos trocados que conta e as histórias contornadas com o seu toque carismático de contador, encantam e alegram a sessão. Neste dia Rodolfo conquistou todos os presentes tendo obtido diversos elogios e despertando a vontade repetir o momento! Espero que tenham gostado tanto como eu! Desde já um grande agradecimento a todos os que estiveram presentes! Professora - Renata Monteiro
  5. 5. Página 5 A ESCOLA INFORMA... O Dinis Informa Saber ser, Saber estar “ Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti”… Foi com esta máxima que fui educado e enviado para a escola quando era criança. É esta a máxima que ainda hoje aplico na minha vida e que parece continuar a funcionar. Este é um princípio basilar de respeito pelos outros que ao ser aplicado permite que convivamos em sociedade de forma salutar. No caso concreto da escola, onde muitas crianças têm alguma tendência para resolver os seus problemas de forma conflituosa, pois assumem que o seu ponto de vista é o único razoável, torna-se pertinente fazer-lhes perceber que o ponto de vista dos outros tam- bém é válido e que os seus direitos terminam quando colidem com os dos outros. Acima de tudo, é importante ensinar-lhes que antes de termos direitos temos deveres e que só cumprindo esses deveres podemos reclamar os nossos direitos. É importante ensinar-lhes que no dicionário o “d” de “dever” vem antes “q” de “ querer”. É importante ensinar-lhes que só respeitando os outros podemos ser respeita- dos. Como dizia José Saramago, não faças aos outros o que não queres que te façam a ti “parece um ponto de vista egoísta, mas é o único por onde se chega não ao egoísmo mas à relação humana”. É com este propósito que a escola pôs em marcha o projeto “Saber ser, Saber estar” para trabalhar as questões da disciplina e dos valores da amizade, da boa vontade e acima de tudo o respeito pelos outros. O projeto desenrola-se em várias fases das quais esta- mos a iniciar a segunda, a 1ª foi a submissão do projeto ao “Inova! Concurso de ideias 2013/2014” ( http://bit.ly/Nl0nCE ). Nesta 2ª fase todos os alunos, em conjunto com as famílias, são chamados a participar. Trata-se de um concurso paralelo para a criação de uma mascote para a escola, a partir da qual trabalharemos as questões supracitadas. Foi enviado para casa o regulamento do concurso que decorrerá de 18 a 25.3.2014. Contamos com a colaboração de todos, pois de todos depende o sucesso e a melhoria do dia-a-dia das nossas crianças. Coordenador da Escola, Prof. Artur Carvalho Regulamento do projecto ―Saber Ser, Saber estar‖ ENQUADRAMENTO O presente concurso visa fomentar a colaboração entre a escola D. Dinis e a comunidade educativa, possibilitando aos alunos da escola a elaboração de um trabalho com a colaboração das famílias. OBJETIVO O presente concurso tem por objetivo a criação de uma mascote para a escola. A mascote deverá representar a escola na sua globalidade e deverá funcionar como um elo de ligação entre todos os alunos da escola e a consciencialização das regras de socialização necessárias a uma saudável convivência e ao bom funcionamento. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A proposta de desenvolvimento do conceito de uma mascote infantil deverá incluir a criação de uma mascote em suporte de papel dese- nhada e pintada. Mascote é o nome dado a um animal, pessoa ou objeto animado que é escolhido como representante visual ou identifi- cador da escola EB1/JI D Dinis. A proposta terá em conta que a mascote deverá representar globalmente da escola, sem ter que ser uma figura de escola. UTILIZAÇÃO DA MASCOTE A mascote vencedora vai ser a personagem principal de um livro/brochura construído com o apoio dos alunos da escola, sobre os bons comportamentos na escola. Algumas propostas no concurso poderão ser utilizadas como personagens secundárias. Poderá também surgir numa peça de teatro sobre a mesma temática, um vídeo promocional ou em qualquer outro tipo de publicidade. A mascote pode- rá vir a ser reproduzida efetivamente em boneco.
  6. 6. Boletim n.º 2 - I Série Página 6 Regulamento do projecto ―Saber Ser, Saber estar‖ (continuação) DESTINATÁRIOS Todas as crianças que frequentam a escola desde o pré-escolar até ao 4º ano com a colaboração dos pais ou encarregados de educação. CONDIÇÕES São admitidas a concurso as propostas que respeitem as exigências e prazos descritos no presente Regulamento. 1 – Só podem participar alunos matriculados no Jardim de Infância ou no 1º Ciclo da EB1/JI D. Dinis. 2- Cada aluno só poderá participar com uma única proposta. Uma vez apresentada a proposta, o aluno passará a ter a qualidade de “concorrente”. 2 – Deve ser elaborada uma mascote, obrigatoriamente com o nome “Dinis”, em suporte de papel A4. Deve ser desenhado e ilustrado, apenas com canetas de feltro, lápis de cor, aguarelas ou guache. O desenho deve ser feito à mão livre sem recurso ao computador ou outro auxiliar de desenho. 3 – O verso da folha, deve conter o nome do aluno, ano e turma bem como o nome do encarregado de educação que colaborou. 4 - Os concorrentes apenas poderão apresentar propostas exclusivamente da sua autoria. São interditas cópias de imagens de livros ou da internet e como tal não serão aceites ou serão rejeitadas em qualquer fase do concurso. CALENDÁRIO As propostas deverão ser entregues ao professor/educador titular de turma até ao dia 25.3.2014 às 16 horas. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO, VOTAÇÃO E JÚRI DO CONCURSO As propostas rececionadas serão submetidas à avaliação por parte de um Júri (designado Júri do Concurso), constituído pelos seguintes elementos: • o coordenador da escola; • um professor da escola; • uma educadora da escola; • uma assistente operacional; • um membro da associação de pais; • o coordenador do ATL, CAF; AEC; • dois membros da comunidade educativa: CMO e Junta de Freguesia; A avaliação do Júri do Concurso será efetuada de acordo com os seguintes critérios: • Proposta criativa e desenvolvimento do conceito da mascote, baseado na originalidade. Cada elemento do júri selecionará e ordenará 10 propostas, sendo atribuída a estas uma classificação de 1 a 10. Serão identificadas 10 propostas finalistas. Destas, a proposta que reunir maior pontuação será a vencedora. A avaliação do júri será feita entre 26.3.2014 e 1.4.2014. PRÉMIO Existirá um único vencedor, a quem será atribuído um prémio surpresa. DIVULGAÇÃO A divulgação da proposta vencedora para a mascote Dinis será feita a partir de 2.4.2014 na escola, aos alunos, no placar exterior da escola, no blog da associação de pais, por correio eletrónico aos pais e por quaisquer outros meios que estejam disponíveis para o efeito.
  7. 7. ―A ESCOLA É PARA TODOS‖ Página 7 O Movimento Associativo dos Pais e a Participação Ativa na Escola No dia 6 de fevereiro, a APEE fez um apelo aos pais por forma a estreitar as relações de continuidade de um trabalho conjunto em prol dos nossos filhos e da comunidade escolar onde estamos inseridos. Agradecemos desde já, a todos os pais que já responderam a esta iniciativa e informamos que algumas das sugestões apresentadas estão a ser estudadas para que, venham a ser implementadas devido à sua viabilidade e importância outras foram já consideradas úteis. Obri- gada! Uma das ideias apresentadas, foi da APEE criar um banco de materiais equipamentos, que já não têm utilidade para uns, mas que podem ser muito úteis para outros. Neste sentido apelamos a todos os pais que tenham e não precisem, se quiserem, poderão entregar o seguinte material usado, ou, em alternativa, deixar a disponibilidade do que têm e o contacto:  roupa de ballet que já não sirva;  instrumentos musicais, em bom estado;  jogos didáticos;  livros didáticos. A Associação de Pais continua disponível para receber os vossos emails (apeb1.odivelas@gmail.com) com: ● sugestões; ● informação sobre pormenores que considerem importantes partilhar; ● fatos que tenham acontecido no espaço escolar; ● elogios; ● criticas mais ou menos simpáticas, como toda uma panóplia de situações e acontecimentos, bons ou menos bons, que se tenham passado. Aguardamos os vossos e-mails! O Dinis Informa
  8. 8. Página 8 O Dinis Informa OUTROS… INOVA - Jovens Criativos, Empreendedores para o Século XXI, Concurso de Ideias É um concurso de ideias, dirigido aos jovens a frequentar o 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e o ensino secundário, em escolas públi- cas ou privadas, ou em centros de formação, do território continental. O INOVA - Jovens Criativos, Empreendedores para o Século XXI, Concurso de Ideias, pretende: • Desenvolver um ambiente propício à inovação e à criatividade; • Fomentar, nos jovens, a capacidade analítica e o espírito crítico em contexto de deteção de oportunidades de negócio; • Incentivar os jovens para a assunção do risco; • Proporcionar a experiência de participação numa competição; • Premiar e divulgar as ideias mais inovadoras. O INOVA! é um concurso de ideias, que visa estimular o empreendedorismo e a cultura empreendedora nas escolas nacionais. Alargado pela primeira vez este ano ao 1.º ciclo do ensino básico, o concurso é dirigido a jovens que frequentem quaisquer dos ciclos do ensino básico e o ensino secundário, em escolas públicas, privadas, ou através de centros de formação, localizados em território nacio- nal. Os alunos podem concorrer em equipa, devendo sempre ser acompanhados por um professor ou formador. Não existe número máximo de elementos por equipa, mas, para facilitar a apresentação e defesa dos projetos, devem ser identificados, no máximo, três representan- tes por equipa: dois alunos e um professor. Foi no dia 19 de março - Dia do Pai A Comemoração do Dia do Pai, é muito recente teve o seu início no seculo XX nos Estados Unidos, em Portugal o dia do pai é comemorado a 19 de Março, dia de São José, marido de Maria, a mãe de Jesus Cristo. Uma homenagem aos nossos pais? É uma forma de expressarmos os nossos sentimentos e dizer a esse homem tão especial que ele é fundamental na nossa vida, a mãe é quem nos dá a vida mas o pai representa para nós a estabilidade e a segurança dela, e em conjunto conseguem moldar-nos a vida para o futuro que temos pela nossa frente, ambos nos são apresentados no nosso nascimento e seguem-nos até ao nosso último dia de vida.
  9. 9. Boletim n.º 2 - I Série Página 9 PARA AS NOSSAS CRIANÇAS... Cartão ODIKids – Cartão Municipal O Cartão Municipal Infantil – ODIKids, gratuito, trata-se de um documento identificativo, pessoal e intransmissível, feito a pensar nas famílias e nas crianças do Município, que irá proporcionar o acesso a um maior número de produtos e benefí- cios, com condições vantajosas nas áreas da saúde, desporto, cultura, atividades económicas, entre outras, criando assim, condições propícias à aquisição de bens e serviços, no Concelho de Odivelas. Guia das Empresas aderentes * Ficha de Adesão Cinema CINEMA EM FAMÍLIA Com uma dinâmica moderna e inovadora, os Cinema City marcam presença com personagens de animação, dispostas pelos corredores e com as suas salas temáticas (Scary Room, Love Room e Kids Room). As salas Cinema City: Cinema City Alegro | Cinema City Classic Alvalade Cinema City Beloura | Cinema City Campo Pequeno; Bilhete família: Um bilhete espe- cial, para usufruir momentos de qualidade, em família. Família de 3 pessoas: 29,1€ ; Família de 4 pessoas: 38€; Família de 5 pessoas: 46,5€; O preço inclui 1 bilhete de cinema + 1 bebida infantil + 1 pipoca infantil por pessoa.; Obs.: Os filmes 3D têm uma taxa adicional de 2,5€ por pessoa. Maiores de 3 anos. 13º Festival de Animação de Lisboa - a MONSTRINHA. Centro Cultural de Carnide, Bairro Padre Cruz, 1600 Lisboa, Já passaram por este festival 370 alunos do agrupamento de escolas do Bairro Padre Cruz. Exposições MUSEU DAS COMUNICAÇÕES Numa visita ao Museu das Comunicações fique a conhecer a História das comunicações e descubra novas tecnologias. Rua do Instituto Industrial, 16 - Lisboa; Tel: 213 935 000; Todas as Idades, Preço: 0€/2,5€ , Marcação prévia, sem pais. Livros Festa do Livro na Biblioteca D. Dinis A Biblioteca Municipal D. Dinis tem patente, desde o dia 5 de março, a Festa do Livro, uma iniciativa que integra a Feira do Livro Usado e a Exposição Biográfica «Martinho, Livreiro Alfarrabista». Na Feira do Livro Usado poderemos encontrar livros históricos, romances, biografias ou religiosos, entre muitos outros, com preços a partir de um euro (1€). A Exposição Biográfica «Martinho, Livreiro Alfarrabista» retrata Vítor Martinho, um dos mais populares alfarrabistas de Lisboa. Seguiu as pegadas do seu pai e tornou-se alfarrabista de profissão e por tradição, desde 1948. “Eu nasci e cresci no meio de livros. Segundo me contaram, o meu pai, pela ocasião da Feira do Livro de Lisboa, chegava a guardar uma prateleira, onde eu ficava a dor- mir.”, recorda Vítor Martinho. Música Bach, o genial compositor e matemático da música—1º Sábado de cada mês Compositor, cantor, maestro, professor, organista, cravista e violonista alemão, Johann Sebastian Bach é o tema dos con- certos para pais e filhos da Academia Nacional de Música Carlos Seixas. Marcação prévia. Mais informações: info@artonus.pt | josesoares@artonus.pt | 917 807 602; Local: Ateneu Comercial de Lisboa, Rua das Portas de Santo Antão, 110. Teatro A Cigarra e a Formiga Neste musical somos transportados para o Refúgio da Floresta, o lugar onde todos os insetos se encontram ao cair do dia para festejar. Todos querem ver a Cigarra que anima, com o seu violino, as noites quentes de verão. Local: Centro Cultural da Malaposta; Rua Angola; 2620-492 Odivelas; Preço Adulto: 6.00; Preço Criança; 6.00; Idade Mínima: 3
  10. 10. EM DESTAQUE... Páscoa na D. Dinis - 29 de Março - 14h30 O dia 29 de março, sábado, está a chegar, estamos cada vez mais atarefados e entusiasmados por nos irmos reunir, mais uma vez, num encontro/convívio entre os membros da comunidade escolar. Tal como prometido, temos algumas novidades para vos contar e que nos vão animar! APAREÇAM E TRAGAM OS VOSSOS FAMILIARES E AMIGOS! CONTAMOS CONVOSCO! Já é sócio da APEE ? Contamos consigo para fazer cada vez mais e melhor! Inscreva-se já! Ficha Técnica: Propriedade e Edição: Associação de Pais e Encarregados de Educação de escola EB1/JI D Dinis Contactos: EB1 / JI D.Dinis Rua Prof. Francisco Gentil, Odivelas Email Geral: eb1.ddinis@gmail.com Jardim de Infância: Tel.: 21 932 26 90 Fax: 21 932 26 90 Escola Básica: Tel.: 21 931 45 83 Fax: 21 931 45 83 Associação de Pais Tlm: 915 785 356 * Email : apeb1.odivelas@gmail.com Blog: apeeeb1jiddinis.blogspot.com Programa 14:30 Início 14:45 Inscrição no torneio de Futebol 15:15 Torneio de Futebol 16:00 Hino da D. Dinis cantado pelos alunos da escola 16:15 Guitarra e Canto - Atuação dos alunos da escola 17:00 Actuação Djembé e Banda Big Up Henna e pinturas faciais, quermesse e atelier, folares e amêndoas Animação e muita diversão

×