J       O       R       N       A        LINFOR                                                 M a i o     2 0 1 2      -...
I N F O R                                                                  A T I V                                        ...
I N F O R                                                                 A T I V                                         ...
I N F O R                                                                   A T I V                                       ...
I N F O R                                                                  A T I V                                        ...
I N F O R                                                                  A T I V                                        ...
I N F O R                                                                    A T I V                                      ...
I N F O R                                                                  A T I V                                        ...
I N F O R                                                                      A T I V                                    ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informativo 7ª cre maio pag1 a 9 (1)

990 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
990
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informativo 7ª cre maio pag1 a 9 (1)

  1. 1. J O R N A LINFOR M a i o 2 0 1 2 - E d i ç ã o 7 8 - A n o XPara completar o homem, Deus a fez mulher... Para ser princesa, Deus a fez mulher...Mas para participar no milagre da vida, Deus a fez mãe. Mas para ser rainha, Deus a fez mãe.Para liderar uma casa, Deus a fez mulher... Mãe, o mais lindo presente que Deus fez para nós!Mas para edificar um lar, Deus a fez mãe.Para estudar, trabalhar e competir, Deus a fez mulher...Mas para guiar a criança insegura, Deus a fez mãe.Para os desafios da sociedade, Deus a fez mulher...Mas para o amor, a ternura e o carinho, Deus a fez mãe.Para fazer qualquer trabalho, Deus a fez mulher...Mas para embalar o berço e construir um caráter, Deusa fez mãe.Maio, mês das Mães!Go r d ead o rb- I gin e z in M o nee i r ot a n tesCo na a ta t D a A Diretora do EDI Dra. Zilda Arns, profª Ana Maria, discursou, dedicando o prêmio àse.mail: ignezitadantas@rioeduca.net - tel.: 3325-9470 crianças e à nossa querida Coordenadora, profª Unidades da 7ª CRE premiadas por qualidade na Ignezita, e prometendo oEducação Infantil “tri”. Já a diretora da C. M. Gardênia Azul, profª 07.16.064 - Escola Municipal Debret Andréa, representou todas 07.16.604 - Creche Municipal Gardênia Azul as nossas unidades07.16.605 - Creche Municipal Sempre Vida Nise da Silveira premiadas. 07.16.611 - Creche Municipal Vitorino Freire O evento contou com um 07.16.801 - Espaço de Desenvolvimento Infantil Drª Zilda delicioso buffet e um show Arns d a n ç a n t e q u e 07.24.029 - Escola Municipal Professora Ruth Cardoso proporcionou a todos 07.24.603 - Creche Municipal Benedita Cerqueira Lopes momentos de alegria, 07.24.605 - Creche Municipal Sebastião Bernardes de descontração e Souza Prata confraternização! 07.34.602 - Creche Municipal Margarida Gabinal 07.34.801 - Espaço de Desenvolvimento Infantil Jardim do AmanhãA cerimônia de entrega do Prêmio Anual de Qualidade naEducação Infantil 2011 ocorreu no dia 11/04, no Clube MonteLíbano, reunindo os gestores das unidades vencedoras. A7ªCRE foi convidada pela SME, através do EDI Dra. ZildaArns, para representar todas as Creches e EDIs, das 10Coordenadorias, que foram bicampeões do Prêmio, em 2011. 1
  2. 2. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETE No dia 31/04, na mundo da imaginação eReunião com os brincaram de ser criança:Responsáveis, a C. M. Tia pularam corda, correram,Malu recebeu a visita da dançaram. Como foi bomGuarda Municipal que ver os alunos, as famílias erealizou uma palestra de os funcionários comcombate à Dengue e de entusiasmo e felicidade!integração Família/Escola.Os temas foram muito bem aceitos pelo público presente que Não existe umaparticipou interessado, esclarecendo dúvidas e forma melhor paraquestionamentos sobre a transmissão da doença, bem como comemorar o aniversárioos meios possíveis de combatê-la. Além disso, refletiram do que com uma festa emsobre a importância da participação da família na vida escolar grande estilo! Em seu mêsde crianças e adolescentes, contando com o depoimento de aniversário, abril, a C. emocionante de uma mãe M. Criança do Futuro se sobre sua dificuldade em enveredou pelos caminhos l i d a r c o m o da leitura. Desenvolvendo o projeto: “Com o pó do pirlim pim comportamento, nem pim eu fiquei assim, assim”, os alunos seguiram os passos de sempre convencional, de Monteiro Lobato, que também aniversariou nesse mês, e se seu filho. Foi muito transformaram em verdadeiros autores. Aproveitando o proveitoso o encontro! subprojeto: “Identidade”, descobriram uma ótima maneira de se conhecerem melhor, escrevendo livros sobre suas Este mês foi cheio famílias, com personagens de suas vidas. Em seguida, cadade muitas atividades na C. turma criou um livro em que as personagens principais dasM. Sempre Vida Josué. aventuras eram as educadoras da creche. Muito divertido eTrabalhando a identidade, produtivo.pesquisaram a importância Sem esquecer a Páscoa, odo Meio Ambiente, da coelho visitou a C. M.cultura indígena e a Criança do Futuro para valorização das famílias no apresentar os animais do contexto da creche. Os Sítio do Pica-pau Amarelo alunos reconstruíram o e aproveitou para fazer ambiente indígena, com uma grande caça aos direito a cascata e uma oca ovinhos, cheia de fantasia para animar a brincadeira, e diversão. As crianças se sentiram verdadeiros caçadores respeitando as diferenças de tesouros. Já refeitos da emoção do chocolate, foi a hora de virarem as estrelas de uma nova aventura. Foram brincar de Índio. Assim como Narizinho, no Reinoculturais, e ainda fizeram das Águas Claras, viajaramuma avaliação dos dentes para uma floresta distantecom uma dentista, e aprenderam a culturaaprendendo a tratar da indígena, seus hábitos esaúde bucal. Os adultos costumes, soltando atambém entraram no imaginação e fazendo tudo 2
  3. 3. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETEcomo manda a tradição: ação do Programa Saúdeenquanto um grupo se na Escola: a Avaliaçãopreocupava com os Antro-afazeres da oca, outro se pométri-empenhava no preparo das ca quecomidas típicas, a tapioca, verificouo milho, a batata doce. E o peso eque receitas deliciosas a alturaessas dos índios... Ficaram de barriga cheia! E ainda d a saprenderam como o espírito de equipe dos índios é crianças, possibilitando oimportante e que todos nós podemos e precisamos ajudar acompanhamento periódico do seuuns aos outros. desenvolvimento, visando que fiquemSem sair do projeto de leitura e com todo o cenário pronto, saudáveis e felizes.viveram suas próprias aventuras na aldeia que criaram,desbravaram florestas imaginárias e se depararam com A C. M. Vitorinoanimais exóticos da nossa rica fauna. É claro que tudo virou Freire, no dia 17/02,uma história, valorizando mais uma vez o trabalho coletivo: véspera de Carnaval, caiuum grupo narrou as aventuras e outro ilustrou o que a na folia contra a Dengue,imaginação criou. Até os bebês colaboraram se esbaldando colocando o bloco na rua.na pintura! As crianças, fantasiadas e tocando instrumentos Em abril, a C. M. musicais, fizeram o alerta contra a doença com o grito deBenedita Siqueira Lopes, guerra: “Ei, voce aí, avisa a todo mundo que a Dengue querobjetivando dar invadir...”. Foi pra lá de divertido!prosseguimento ao Já em 14/03, Dia Nacionaltrabalho pedagógico da Poesia, foi lançadodesenvolvido na unidade e oficialmente o Projeto da divulgar o 14º Salão do creche para 2012 com a Livro, expôs os trabalhos oficina de música e dança, desenvolvidos a partir dos oferecida por parceiros, e o livros do projeto “Minha teatro de fantoches Primeira Biblioteca”: elaborado pela equipe a “Pandinha quer brincar” e partir da obra de Clarice “A bruxinha curiosa”. A Lispector: “Quase de verdade.” Foi promovida uma eleição, envolvendo toda a comunidade escolar, para escolha do títuloexposição buscou do projeto. E o vencedor foi: “Criança,incentivar toda a poesia e educação, uma misturacomunidade escolar para o perfeita de beleza, conhecimento econvívio saudável com os emoção”.livros e a valorização daleitura por todos, alunos,familiares e funcionários. No último dia 19/04, uma equipe do Centro MédicoSanta Maria esteve na C. M. Tia Auta para realizar mais uma 3
  4. 4. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETEEm abril, durante a solidariedade, respeitocomemoração da Páscoa, mútuo e afeto alicerçam eas crianças receberam facilitam a aprendizagem.duas visitas pra lá deespeciais: um “GirassolFalante” e um coelhinho“de verdade”. As criançasficaram encantadas! A creche também foi Na Páscoa, contaram com a visita premiada pela 2ª vez da Coelha Rosa, distribuindo, além consecutiva com o Prêmio de chocolates, muito charme. Qualidade na Educação Todos adoraram! Já a culminância do desdobramento do projeto: “Imagens que contamInfantil 2010/2011. A equipe é histórias” aconteceu commais que merecedora. A uma aula campo, docerimônia de premiação berçário à pré-escola, naaconteceu no Clube Monte Comunidade Entre Rios, onde o EDI está inserido, ratificandoLíbano. Um momento a aprendizagem.inesquecível! E ainda fizeram uma festa ao receberem a notícia de que o slogan ganhador para a Eleição do CEC 2012 foi o do EDI: No dia 27/04, na C. “CEC participativo, SUCESSO garantido!” A cara do espaço!M. Sempre Vida Nise daSilveira houve um O EDI Milenadelicioso café da manhã e Santos do Nascimentouma belíssima palestra está movimentando osobre “A Psicomotricidade Recreio dos Bandeirantes!na Educação Infantil”. A No dia 18/04 lançou oequipe da creche gostaria de agradecer às participações das projeto “Plantando aUEs que estiveram presentes e, principalmente, à profª e semente da leitura: os psicomotricista, Fatima meninos do Rio+20 e a Va s c o n c e l o s , p e l a literatura”. As crianças estão ouvindo, criando e vivenciando oportunidade de histórias das mais variadas, trabalhando com seu próprio compartilhar as suas corpo, observando e interagindo com o meio ambiente. Os experiências. Foi um dia responsáveis também rico em forma de participaram das acolhimento, aprendizado atividades que valorizavam e trocas. a cultura e a preservação do ambiente, conhecendo A Escola de Pais do dia 31/03 no EDI Dra. Zilda Arns os primeiros habitantes de“bombou”, indicando que o mês de abril prometia! As crianças nossa Terra.vivenciaram as relações afetivas/sociais: amizade, 4
  5. 5. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETE O EDI Debret está desenvolvendo o projeto “Uni- Já no dia 13, realizaramduni-tê, salameminguê”, brincando e aprendendo a conviver mais uma passeata paraem um ambiente saudável, onde todos trabalham, conscientização sobre acompartilhando saberes e interagindo com o mundo através Dengue. Dessa vez,do ato de brincar. Aproveitando a data de aniversário do Rio e organizaram alaso Dia Mundial da Água, responsáveis pordesenvolveram um determinadas funçõestrabalho sobre a como coletar o lixo queimportância desse recurso pode se tornar criadouro enatural, bem como oscuidados que devemos ter jogar cloro em águaspara que a água não se paradas. Em tudo isso,torne criadouro do auxiliados pelas tias do EDImosquito da Dengue, e por alguns responsáveis conscientizando a que foram participar. Na comunidade, através do frente do grupo, para trabalho desenvolvido com chamar mais a atenção dos as crianças, de que com vizinhos e amigos, o medidas simples próprio mosquito, construído coletivamente, servia como poderemos evitar essa marco de mais essa etapa na luta cotidiana contra a doença. doença e, assim, a nossa Para finalizar, utilizaram os objetos coletados para fazer um cidade ficará ainda mais cartaz. Essa iniciativa tem dado tão certo que a mãe de umalinda. Além dos trabalhos sobre as paisagens do Rio e da criança relatou ter se atrasado na chegada, pois seu filho veioágua como a fonte da vida, fizeram uma peça teatral sobre o pelo caminho, recolhendo todo tipo de lixo. Para a equipe dodesenvolvimento do mosquito da Dengue, tendo como EDI é uma grande alegria ver que os pequenos estão secenário os trabalhos feitos pelas turmas. Os responsáveis tornando multiplicadores desta luta, dando-lhes a certeza deforam convidados a deixar um recado sobre as medidas de que estão cumprindo seu papel.combate a essa doença que vem comprometendo a saúde Aproveitaram o Dia dodos moradores do Rio. Índio para vivenciar a cultura indígena de forma Abril, no EDI Jardim do Amanhã, foi cheio de bastante original. No pátio,comemorações: as educadorasNa Páscoa, o coelhinho construíram uma oca compassou, deixando muita índio, a canoa no rio, ealegria, graças à ajuda dos prepararam uma mesa de“Padrinhos do Amanhã”, comidas típicas. Foi muitoparceiros do Alligator Moto bom experimentar aClube e da Farman- pescaria no rio, morar naguinhos. Num primeiro oca, conversar com o índiomomento, os alunos e sentar em sua mesa paraexperimentaram alguns símbolos dessa data, por vezes, experimentar: coco, aipimesquecidos quando pensamos somente no chocolate: a uva, e milho, servidos em cuiaso pão e o suco de uva. Depois, cada criança recebeu 2 feitas com massinha, alémovinhos que o “coelhinho” deixou e todos se fartaram com de identificar vários outrosbolo de chocolate, cachorro-quente e refrigerante, no final. legumes que fazem parte 5
  6. 6. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETEda dieta indígena. Tudo isso, ressaltando o respeito que o A E. M. Poetaíndio tem pelo meio ambiente. Também dançaram e Mário Quintana,cantaram como os índios e se caracterizaram como eles. Foi desenvolvendo o Projetomuito divertido! “Nosso canto, nosso conto, encantando Escola e “Família, família, Família”, comemorou ajanta junto todo dia, nunca Páscoa, proporcionandoperde essa mania...”. O boas ações de solidariedade. A festa foi um momento deEDI Rodrigo Lopes da confraternização, solidariedade e alegria para todos que seSilva - “TIKINHO” reuniram e puderam aprender a compartilhar. Família econtinua a todo vapor com o seu projeto: “Em sintonia com a escola revigoraram seus laços de união e contribuíram para omúsica... o melhor da vida vai começar!”. Cada vez mais as sucesso e a beleza do momento. As famílias levaramcrianças e seus familiares estão demonstrando, através da guloseimas diversas que foram acompanhadas de suco departicipação nos eventos e na própria rotina do EDI, o quanto uva e uma linda mesa ornamentada com os símbolosvêm adquirindo qualidade de vida e tendo suas vidas pascais. As crianças se divertiram com brincadeirastransformadas para melhor. A música, fonte de inspiração organizadas pelos professores de Educação Física e aspara a proposta pedagógica, está unindo a comunidade atividades culminaram com a ceia que contou com aescolar. No último mês, a viagem foi feita através de músicas participação dos responsáveis.que abordaram as relações sociais estabelecidas na família, Já no dia 18/04, a escolana comunidade, com os amigos e os profissionais do EDI. comemorou o Dia do Livro O sub-projeto: “Família: infantil com contação de gente que mora dentro da história e recital de poesia. gente...” abordou as Todas as turmas se diferentes constituições de reuniram na quadra e famílias. As crianças viajaram pelo mundo da mergulharam nas histórias imaginação. Foi um dia muito agradável! de “João e Maria” e “Os três porquinhos” para Na E. M. Luizvivenciarem de forma lúdica o tema proposto e conheceram Camillo o mês de abril foios diferentes tipos de moradia, analisando o bairro onde muito animado! Os alunosvivem e estudam. da Educação Infantil e doComo não podem se 1° ano adoraram sedescuidar do lugar onde transformar em coelhinhosmoram, para que fiquem e indiozinhos naslivres dos mosquitos da comemorações da Páscoa Dengue, e do Dia do Índio. Para foram encerrarem o tema realizadas caminhadas, explorando o “Identidade”, do seu PPP, ambiente escolar em busca de possíveis organizaram uma linda focos e vivenciando muitas atividades divertidas, visando conscientizar sobre o perigo da doença. exposição de trabalhos e Até o coelhinho da Páscoa foi visitar o livros confeccionados Espaço para ensinar famosas cantigas que pelos alunos. As crianças o homenageiam e mostrar como a família ficaram muito alegres com do coelho é enooooorme. Foi sucesso total! a presença dos seus pais e 6
  7. 7. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETEa valorização dos seus trabalhos, feitos com muito capricho e No dia 04/04, a E.dedicação. A exposição foi um sucesso! M. Pedro Américo realizou a tradicional festa A E. M. Jorge em comemoração pelaA m a d o e s t á Páscoa. Foi um eventoproporcionando aos seus onde os alunos sealunos diversas vivências divertiram muito com assobre a vida e obra do brincadeiras feitas pelos professores de Educação Física; sepatrono da UE neste ano deliciaram com as variadas guloseimas, gentilmentede centenário do escritor. enviadas pelos responsáveis; e ainda ganharam um deliciosoEm abril, a Sala de Leitura desenvolveu o projeto: “Jorge na chocolate oferecido pelos professores e pela direção. FoiRoda”, quando foram contadas histórias de Jorge Amado, mais uma Páscoadesdobradas em produções que serão apresentadas na inesquecível para todos! Acomemoração do centenário. A cada dia, um novo grupo ouve direção agradece euma história que é o ponto de partida para o desenvolvimento parabeniza toda a equipedas atividades. Durante a contação, a profª Darose Nardy, de pela participação e peloSala de Leitura, até se caracterizou para contar a história do empenho, pois é esseGato Malhado e da Andorinha Sinhá. envolvimento que faz de cada evento um enorme O mês de abril foi recheado de atividades na E. M. sucesso.Mano Décio da Viola: A escola também foi aoNos dias 02, 03 e 04/04, Te a t r o . A s c r i a n ç a sreceberam o Museu da adoraram a apresentaçãoVida com o projeto: “Uma da peça “Menininha”, umaventura pelo corpo belo musical que conta ashumano”. Foram dias de diversas fases do universoprazer e construção do feminino, através dasconhecimento. Neste lindas melodias de Viníciusevento, receberam as de Moraes. Após um delicioso lanche nas aconchegantesvisitas das E. M. Madre Tereza de Calcutá e Alina de Brito, dependências do Teatro SESC, as crianças puderamalém das professoras Estela, da Assessoria da 7ª CRE, e conversar com as atrizes, guardando ótimas e inesquecíveisDelfina, da GED. recordações daquele momento.Já no dia 12/04, os alunos encontraram inspiração no DVD doMultikit, “Turma da Biblioteca”, no episódio “Ler para viver”, e A E. M. Hondurasrealizaram o “Tapete de Leitura”. As turmas do 4º e 5º ano e da fica no bairro da PraçaAceleração 1A estiveram envolvidas na organização do Seca e atende alunos daencontro que homenageava o patrono da Sala de Leitura, o Educação Infantil, do 1º, 2ºescritor Monteiro Lobato. Os alunos se caracterizaram como e 3º anos, da turma do os personagens do Sítio do Acelera e da Classe Pica-pau Amarelo e Especial com uma equipe realizaram leitura de profissionais comprometidos, competentes e amigos, que dramatizada dos contos visam sempre o melhor para os alunos. A escola iniciou o ano dos livros: “Memórias da letivo bem animada; algumas ações foram firmadas logo na Emília” e “Reinações de primeira semana de aula: discussão, reflexão, revisão e Narizinho”. formatação do PPP “Escola de leitores alunos escritores”, 7
  8. 8. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETEcomemoração do 77º aniversário da UE, do aniversário da O Dia do Livro foi comemorado comcidade, engajamento na campanha contra a obesidade muita alegria na E. M. Eng. Álvaroinfantil, transformação de todo espaço escolar em um Sodré. A diretora Márcia Arruda,ambiente alfabetizador (sala de aula, corredores, murais com juntamente com a adjunta Fátimaexposição de alfabeto, material de contagem, números), Carreira e a coordenadoraentre outras ações. pedagógica Andréia, surpreenderam os alunos com uma No mês de abril, os árvore literária. Os olhinhoscontos de fadas invadiram brilhantes foram provas daa E. M. Madre Tereza de admiração pelos livros que estáCalcutá. Embarcando no sendo plantada nos corações doscaderno de atividades alunos. A turma EI 20, dautilizado no 1º bimestre, profª Nati Aroso, aproveitouonde puderam conhecer a história de uma princesa e seus uma sombrinha agradávelsetes amigos anões, os alunos receberam uma visita para aprender que ler é umespecial: a própria Branca de Neve foi conhecer a escola e prazer. Os pequenosvisitar a turma 1301, da profª Laise. Como os alunos não leitores tambémesperavam, foi uma grande surpresa quando ela entrou na conheceram diversos tipossala. E quem achava que ela tinha ido somente para um café, de livros: o comprido,se enganou. A princesa ficou na turma durante horas, tirando estreito, quadrado e até umdúvidas sobre a sua famosa história, tirando fotos com as feito pelos colegas. Nos corredores, foram montados varaiscrianças e ainda aproveitou para fazer uma competição entre de livros onde os alunosos alunos. O grupo B estava levando a melhor, mas, no final, podiam escolher o que ler eacabou em empate e todo mundo aprendeu mais sobre a compartilhar com oshistória da Branca de Neve e os 7 anões! demais. Com certeza, foi uma experiência A equipe da E. M. Eng. inesquecível que tornou oÁlvaro Sodré aproveitou o Centro ato de ler ainda maisde Estudos para trocar experiências divertido.e aprimorar a atuação em sala de As turmas da escolaaula. A Coordenadora, Andrea também foram visitar oLopes, realizou uma dinâmica onde Salão do Livro. O passeiotodos puderam colocar os foi recheado de alegria eproblemas que enfrentam e juntos animação. Os alunostentar encontrar soluções, visitaram o estande dafortalecendo, dessa forma, a SME e adoraram ver ascooperação entre o grupo. A professora Liane Gozanga, produções de outrosformada em Matemática, compartilhou algumas sugestões colegas da rede, sede atividades, utilizando o material dourado e blocos lógicos. inspirando em escrever também. A variedade de livros e oAtentou também para linguagem dos conceitos matemáticos contato com autores eque deve ser usada desde os primeiros anos do ensino ilustrados foi umafundamental. Além da divulgação dos resultados das provas experiência marcante paraRio e Brasil e os momentos de reflexão das práticas os alunos que voltarampedagógicas, os professores puderam reavaliar e nortear o cheios de histórias paratrabalho para os próximos meses. contar. 8
  9. 9. I N F O R A T I V VIROUACONTECEU MANCHETE A E. M. Paroquial Nossa Senhora E ainda outros: Hi! Mosquito está ferrado ô ô ô do Loreto, realizando atividades Vamos combater antes que seja semanais com os alunos, nos dias de Quando estou do seu lado tarde Centro de Estudos das professoras: Nada fica bem. Hi! Vamos logo, antes que ele Eu fico com febre fico doente. machuquem vocês. utilizando mídias, trabalham as datas Vamos combater a dengue. Então vem, combater, não é, tão comemorativas relevantes, fazem o Todos juntos à dengue. difícil lançamento dos projetos da escola, rodas Vamos lá você também. Vamos até o fim acabe logo com de leitura, contação de histórias e oficinas. (1501) isso. No 1º trimestre, trabalharam a biografia e O que você quer de mim eu as obras do autor Daniel Munduruku, além Combate contra a dengue quero de você. do tema cultura/identidade. “A Lenda do Combater a dengue Não demore porque...Dia e da Noite” foi contada, Você também! (1501)assistiram ao vídeo com Vem!Você também!animação e narração da Ai!Ai! a dengue (Acróstico) Vai ter que acabar. Destruídalenda, manusearam o livro, Ai!Ai!Ai! Excluídarealizaram oficina e (1502)confeccionaram um Negadamosaico com imagem esGotadarepresentativa da história. chUtada Enxada A E. M. Augusto Cony, parodiando a Dengue... (1401)(Jorge Matheus)Ei! Mosquito. Te mato, te mato, você estáBeijo me liga ferrado.Eu vou curtir a noite. Ai, se eu te pego, ai, ai, eu teTe mato na saída. mato!Te mato aqui. (1501) Abril foi um mês riquíssimo naTe mato lá. E. E. M. Maria Therezinha deTe mato aqui é lá (5x) (“Atirei o pau no gato”) Carvalho Machado. Em(1501) Atirei inseticida, da concordância com o eixo temático e No mosquito, to atendendo à proposta pedagógica do(Rebeldes) Dona Chica, ca ano, realizaram mais uma semana deHey! O mosquito está em jogo Deu requetada atividades e vivências. O CircuitoVamos deter antes que seja Quando viu, quando viutarde Ele morreu! Indígena e o trabalho com osVem me ajude! (1401) personagens de Maurício de SouzaPara todos juntos combater a integraram literatura, música, artesdengue (“Atirei o pau no gato”) plásticas e expressão corporal, promovendo momentosVamos lá todos juntos Dengue é uma doença,ça efetivos de aprendizagemOh!Oh!Oh! E é muito, to perigosa, as participativa, construindo(1501) O mosquito, to conhecimento e É inimigo, go fomentando o respeito à(Michel Telo) Então não deixe, então não diversidade.Mosquito, mosquito deixe Vejam no blog:Assim você me mata Água parada www.inclusaoeeducacao7Ai! Se eu te pego, ai, ai se eu te Jamais!pego. (1401) 0.blogspot.com 9

×