Obesidade
O que é? Excesso de massa adiposa em relação à  idade, sexo e estatura do indivíduo; Massa muscular ou acúmulo de gordur...
    Raramente é causada por distúrbios     hormonais    Causa geralmente comportamental;    Fatores genéticos podem con...
IMC (Índice De Massa      Corpórea) Relação quantitativa entre peso e altura. IMC = peso (kg) / altura (m²) Ex: indivíd...
Valores estabelecidos 20 a 25 kg/m²    -   normal. >25 a 30 kg/m²   -   sobrepeso. >30 a 35 kg/m²   -   obesidade moder...
A  OMS, em 1997, adotou a seguinte  classificação, para adultos: 25 a 29,9kg/m² - pré-obesidade. 30 a 34,9kg/m² - obesi...
   Diferentes grupos de pessoas, com o mesmo    IMC, podem ter maiores ou menores    percentuais de gordura e massa corpo...
ICQ (Índice      Cintura/Quadril) É utilizado para relacionar a gordura localizada na região abdominal e no quadril. Algu...
 Alguns estudos demonstram que pessoas com "forma de maçã" têm mais risco de desenvolver doenças crônicas, como as doença...
   Um resultado superior a 1 para homens ou 0,8    para mulheres indica que há excesso de    gordura abdominal e isso pod...
Complicações HAS; Desajustes psicossociais Câncer: cólon, reto, próstata, mama,  ovários, útero Doenças degenerativas ...
O rompimento de uma placa de ateroma podedesprender um coágulo de sangue, formando um êmbolo. Este pode obstruir um artéri...
Obesidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Obesidade

1.826 visualizações

Publicada em

obesidade clinica e tratamento

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.826
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Obesidade

  1. 1. Obesidade
  2. 2. O que é? Excesso de massa adiposa em relação à idade, sexo e estatura do indivíduo; Massa muscular ou acúmulo de gordura? Excesso de energia ingerida em relação com o gasto energético; Consumo energético com pico na segunda década de vida;
  3. 3.  Raramente é causada por distúrbios hormonais Causa geralmente comportamental; Fatores genéticos podem contribuir; Dois métodos são importantes para o diagnóstico da obesidade:1. IMC (índice de massa corpórea)2. ICQ (índice cintura/quadril)
  4. 4. IMC (Índice De Massa Corpórea) Relação quantitativa entre peso e altura. IMC = peso (kg) / altura (m²) Ex: indivíduo com 70kg e 1,60m de altura. – IMC = 70 / 1,60² = 70 / 2,56 – IMC = 27,34kg/m²
  5. 5. Valores estabelecidos 20 a 25 kg/m² - normal. >25 a 30 kg/m² - sobrepeso. >30 a 35 kg/m² - obesidade moderada. >35 a 40 kg/m² - obesidade grave. >40 kg/m² - obesidade mórbida.
  6. 6. A OMS, em 1997, adotou a seguinte classificação, para adultos: 25 a 29,9kg/m² - pré-obesidade. 30 a 34,9kg/m² - obesidade classe I. 35 a 39,9kg/m² - obesidade classe II. 40 kg/m² - obesidade classe III.
  7. 7.  Diferentes grupos de pessoas, com o mesmo IMC, podem ter maiores ou menores percentuais de gordura e massa corporais. É importante lembrar que o IMC Independe de idade, sexo e biotipo. Desvantagem do método: não discrimina quanto o corpo tem de massa magra (músculos, ossos e órgãos) e gorda (tecido gorduroso). A sua utilização, entretanto, não é recomendada para atletas, pois eles possuem grande quantidade de massa magra, devido ao nível intenso de atividade física que praticam.
  8. 8. ICQ (Índice Cintura/Quadril) É utilizado para relacionar a gordura localizada na região abdominal e no quadril. Algumas pessoas têm "forma de maçã", pois possuem mais gordura na região abdominal, enquanto outras têm "forma de pêra", pois apresentam mais gordura no quadril.
  9. 9.  Alguns estudos demonstram que pessoas com "forma de maçã" têm mais risco de desenvolver doenças crônicas, como as doenças cardiovasculares. ICQ= perímetro cintura (cm) perímetro quadril (cm)
  10. 10.  Um resultado superior a 1 para homens ou 0,8 para mulheres indica que há excesso de gordura abdominal e isso pode representar risco à saúde como, por exemplo, para doenças coronarianas. < 100 a 102 cm para homens < 88 a 90 cm para mulheres Medidas acima destes valores indicam maior risco de doenças metabólicas crônicas. Valores preconizados pela OMS em 1997
  11. 11. Complicações HAS; Desajustes psicossociais Câncer: cólon, reto, próstata, mama, ovários, útero Doenças degenerativas articulares Diabetes mellitus tipo II Hiperlipidemia Doença arterial coronariana
  12. 12. O rompimento de uma placa de ateroma podedesprender um coágulo de sangue, formando um êmbolo. Este pode obstruir um artéria – embolia.

×