Saude integral aula 3

331 visualizações

Publicada em

GEAE - Grupo Espírita Abrigo da Esperança

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saude integral aula 3

  1. 1. Grupo Espírita Abrigo da Esperança GEAE CURSO SAÚDE INTEGRAL 2012
  2. 2. Aula 3 Energia Mental subconsciente, consciente e superconsciente A Energia da Vontade
  3. 3. ENERGIA MENTAL SUBCONSCIENTE, CONSCIENTE E SUPERCONSCIENTE“-- Não podemos dizer que temos 3 cérebros simultaneamente.Temos apenas um que, porém, se divide em três regiões distintas.Tomemo-lo como se fora um castelo de três andares: no primeirosituamos a “residência de nossos impulsos automáticos”,simbolizando o sumário vivos dos serviços realizados; no segundolocalizamos o “domínio das conquistas atuais”, onde se erguem e seconsolidam as qualidades nobres que estamos edificando; noterceiro, temos a “casa das noções superiores”, indicando aseminências que nos cumpre atingir. Num delem moram o hábito e oautomatismo; no outro residem o esforço e a vontade; e no últimodemoram o ideal e a meta superior a ser alcançada. Distribuímos,desde modo, nos três andares, o subconsciente, o consciente e osuperconsciente. Como vemos, possuímos, em nós mesmos, opassado, o presente e o futuro.”(No Mundo Maior – Andre Luiz (FCX), Cap. 3
  4. 4. SUBCONSCIÊNCIAHábitos que criam umafixação da mente nosinstintos primários. Hábitos eautomatismos necessitam serdisciplinados pelo esforço evontade consciente.
  5. 5. SUBCONSCIÊNCIA A pessoa que vive nesse nível pensa somente em simesma, na sua satisfação, mesmo que seja em detrimentodo outro. Tem um movimento egoístico e egocêntrico. Fixação no movimento hedonista de culto aosprazeres, produzindo o desejo de poder, de conquistarriquezas, de prazer sexual, de domínio de outras pessoas,etc. Pode se degenerar em psicopatias que dãosurgimento aos ditadores, dominadores de grupospequenos e até de países inteiros; criminosos hediondos;vingadores – tudo isso realizado pelo prazer de posse edominação. Não gera a plenificação. Quanto mais busca o prazer,mais insatisfação produz. Quando satisfaz um logo buscaoutro numa procura desenfreada .
  6. 6. SUBCONSCIÊNCIA E COMPULSÃOAs compulsões surgem, exatamente, dessa buscadesenfreada. A pessoa sente um vazio interior e,por isso, busca o objeto da compulsão, tais como osexo, as drogas, as compras, etc. Após adquirir oobjeto da compulsão, o vazio aumenta e ela buscamais e mais.É devido a essa insatisfação que a criatura terminapor querer superar esse nível de subconsciência,cedo ou tarde, pois ela gera um tédio tão grandeque a pessoa deseja mudar. Quando esse desejosurge, ela começa o seu despertar para outrarealidade, a CONSCIÊNCIA.
  7. 7. CONSCIÊNCIAO indivíduo começa a pensar no outro. Passaa ter prazer em ajudar, em ser útil. Torna-seidealista, realizando-se mediante a construçãoda felicidade do próximo, na qual constrói aprópria felicidade.Nesta fase busca outros tipos de prazeres queplenificam, como o contato com a natureza; aconversação agradável e edificante; a alegriade estar vivo e de ser útil à comunidade,produzindo empatia, abrindo campo para afase da superconsciência.
  8. 8. SUPERCONSCIÊNCIAÉ a nossa futura destinação que começa,aqui e agora, com o despertar consciencial,tendo como base os ideais superioressaudáveis a serem alcançados,desenvolvendo-se um estado elevado deconsciência.A elevação da consciência é fatorfundamental para uma energia mentalsaudável. É conseguida utilizando-se a fé emDeus, a autoconfiança, o autoamor, aautoeducação, a oração e o trabalho para obem de si mesmo e do próximo.
  9. 9. A ENERGIA DA VONTADEA vontade é a grande disciplinadora daenergia mental. Sem ação da vontadedisciplinada não é possível desenvolveruma energia mental saudável.A partir do momento que tomamosconsciência de nós mesmos, temos apossibilidade de escolher o que queremospara a nossa vida.
  10. 10. “Eu não consigo me controlar, quando me dou por mim já fiz....”Por que isso acontece? Porque não estamos usando opoder da vontade para disciplinar os pensamentosautomáticos e as emoções primárias, geradores decomportamentos inadequados. Kant diz que é necessário que o homem eduque a vontade, porque a vontade moralizada terá supremacia sobre a razão e a razão determinará as emoções. Heidegger diz que é preciso que o homem aprenda a amar porque as emoções nobilitantes farão com que a vontade se eduque e o homem pense melhor.
  11. 11. Bibliografia No Mundo Maior – Andre Luiz Energia Mental e Autocura – Alírio de Cerqueira filho

×