Modulo 1 genética

232 visualizações

Publicada em

Aula sobre EPIDEMIOLOGIA E GENÉTICA. Material Disponibilizado pela Dra. Sandra Mattos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo 1 genética

  1. 1. Programa de Educação Continuada em Saúde Noções de Cardiologia Pediátrica para Não Especialistas EPIDEMIOLOGIA E GENÉTICA MÓDULO 1 – AULA 4
  2. 2. CONSIDERAÇÕES GERAIS  defeitos cardíacos são os mais freqüentes de todas as malformações congênitas com incidência estimada em 8 a 10 para 1000 nascidos vivos  sua incidência em abortos é estimada em 10 x mais  etiologia: - 10% genética - 3% ambiental - 87% multifatorial
  3. 3. Síndrome Pacientes com Defeito cardíaco CC % Predominante Down 50 DSAV, CIV, T4F Turner 20 CoAo Noonan 65 EP, CIA, hipertrofia septal Marfan 60 PVM, Aneu Ao, IAo Trissomia 18 90 CIV e PCA Trissomia 13 80 CIV e PCA DiGeorge 80 IAo e Truncus Williams 75 EsubAo e EP periférica Síndromes que cursam com cardiopatias congênitas
  4. 4. Fatores ambientais associados a cardiopatias congênitas Desordem Pacientes com Defeito cardíaco CC % Predominante Rubéola Congênita 50 PCA e EP periférica Embriopatia diabética 3-5 TGA, CIV e CoAo, CHip. Fenilcetonúria materna 30 T4F, CIV e CIA Embriopatia - talidomida 15 T4F, TGA e DVSVD S.de álcool fetal 35 CIV, CIA e T4F S.da hidantoina fetal 10 EP, EAo e PCA S. da trimetadiona fetal 50 CIV e T4F
  5. 5.  sem cardiopatia na família  1%  quando um irmão é afetado  1-3%  quando 2 irmãos são afetados  2-10%  quando a mãe tem cardiopatia congênita  13%  quando o pai tem cardiopatia congênita  7% Risco aproximado de recurrência das cardiopatias congênitas
  6. 6. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS 8-10 crianças em cada 1000 nascidas vivas = CC incidência 10 x maior em abortos PE = 8.000.000 habitantes Taxa de Natalidade = 38 por 1.000 Nascimentos/ano = 304.000 Novos cardiopatas/ano = 3.000
  7. 7. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS Febre Reumática única cardiopatia inteiramente prevenível principal causa de cirurgicas cardíacas em nosso país
  8. 8. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS Cardiopatia Aterosclerótica Manifestação na vida adulta Raízes comprovadamente na infância ? Intra-útero Outras cardiopatias adquiridas Miocardites Pericardites Endocardites
  9. 9. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS Cardiopatia Aterosclerótica Manifestação na vida adulta Raízes comprovadamente na infância ? Intra-útero Outras cardiopatias adquiridas Miocardites Pericardites Endocardites

×