Violência Intra familiar.

29.259 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
29.259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
411
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Violência Intra familiar.

  1. 1. VIOLÊNCIA INTRA-FAMILIAR
  2. 2. VIOLÊCIA INTRA-FAMILIAR <ul><li>É toda ação ou omissão que prejudique o bem-estar, a integridade física, psicológica ou a liberdade e o direito ao pleno desenvolvimento de membro da família. </li></ul><ul><li>É representada pelas ações de indivíduos ou grupos e causa danos físicos, emocionais, morais e espirituais a outros. </li></ul>
  3. 3. TIPOS DE VIOLÊNCIA INTRA-FAMILIAR <ul><li>Negligência </li></ul><ul><li>Violência Psicológica </li></ul><ul><li>Violência Física </li></ul><ul><li>Violência Sexual </li></ul>
  4. 4. NEGLIGÊNCIA <ul><li>É a omissão de responsabilidade de um ou mais membros da família em relação a outro, sobretudo com aqueles que precisam de ajuda por questões de idade ou alguma condição específica, permanente ou temporária. </li></ul><ul><li>É abandono, falta de cuidado, de atenção, desinteresse. </li></ul>
  5. 5. VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA <ul><li>É toda ação ou omissão que causa ou visa causar dano à auto-estima, à identidade ou ao desenvolvimento da pessoa. </li></ul><ul><li>Ameaças, humilhações, agressões, chantagem, cobranças de comportamento, discriminação, exploração, críticas pelo desempenho sexual, não deixar a pessoa sair de casa, impedir que a pessoa utilizar seu próprio dinheiro. </li></ul>
  6. 6. VIOLÊNCIA FÍSICA <ul><li>Ocorre quando alguém causa ou tenta causar por meio de força física, de algum tipo de arma ou instrumento que possa causar lesões. </li></ul><ul><li>Essa violência pode causar conseqüências físicas ou psicológicas, deixando ou não marcas aparente. Dependendo da gravidade, a agressão pode causar danos temporários, permanentes ou até mesmo a morte. </li></ul>
  7. 7. VIOLÊNCIA SEXUAL <ul><li>É toda ação na qual uma pessoa, em situação de poder, obriga uma outra à realização de práticas sexuais, contra vontade, por meio da força física, da influência psicológica ou do uso de armas ou drogas. </li></ul><ul><li>Carícias não consentidas, exposição de materias pornográficos. </li></ul>
  8. 8. VIOLÊNCIA SEXUAL <ul><li>ASSÉDIO SEXUAL: exigir favores sexuais como condição para dar benefícios ou manter privilégios de alguém, dar ou manter alguém no emprego, oferecer aumentos ou promoções. </li></ul><ul><li>ESTUPRO: submeter outra pessoa à penetração oral, vaginal ou anal com pênis ou objeto. </li></ul><ul><li>Se a mulher engravidar tem direito à interrupção da gravidez. De acordo com o código penal art. 128: “ Não se pune o aborto praticado por médico: se não há outro meio de salvar a vida da gestante e se a gravidez resulta de estupro e o aborto é precedido de consentimento da gestante ou seu representante legal”. </li></ul>
  9. 9. Como identificar situações de violência intra-familiar? <ul><li>Manchas no corpo; marcas de queimadura, de mordida, de corda; dificuldades para caminhar; manchas de sangue; DST’s; vômitos; gravidez precoce; ausência ou atraso na escola; perder a fala; problemas no sono; problemas alimentares (comer demais ou de menos);cansaço; sonolência; agitação noturna; pesadelo; uso de drogas e álcool; dificuldade de concentração na escola; poucas relações de amizade; comportamento agressivo, tímido, submisso; tristeza constante; choro fácil; desconfiança; estado de alerta permanente; medo de ficar só ou em companhia de determinada pessoa, fugas de casa... </li></ul>
  10. 10. Como ajudar pessoas vítimas de violência? <ul><li>Conhecer: </li></ul><ul><li>Leis (Constituição, ECA, Estatuto do Idoso); </li></ul><ul><li>Conselhos (COMDICA, CT, CMAS, CMS) </li></ul><ul><li>Instituições (Ministério Público, Delegacia, Poder Judiciário) </li></ul><ul><li>Denúncia: Escola, Posto de Saúde, Conselho Tutelar, COMDICA, Delegacia, Ministério Público. </li></ul><ul><li>AS DENÚNCIAS PODEM SER ANÔNIMAS!!! </li></ul>
  11. 11. IDOSO <ul><li>A violência contra idoso acontece quando são isolados por parentes, impedidos de sair de casa, de ter acesso a pensão ou aposentadoria ou utilizarem seus bens. </li></ul><ul><li>Estatuto: Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma de Lei. </li></ul><ul><li>É dever de todos prevenir ameaça ou violação aos direitos do idoso. </li></ul>
  12. 12. CRIANÇA E ADOLESCENTE <ul><li>Deixar vacinas em atraso, não buscar atendimento médico, não fazer os tratamentos necessários por falta de interesse, perder documentos como certidão de nascimento, cartão da criança, da gestante, deixar crianças e adolescentes fora da escola, não realizar o pré-natal. </li></ul><ul><li>Acentua-se pela dificuldade que a criança tem para se defender. </li></ul><ul><li>Estatuto: Art. 5º: Nenhuma criança ou adolescente poderá sofre qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, sendo punido qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais. </li></ul>
  13. 13. MULHER <ul><li>Impedir o uso de anticoncepcionais, obrigando a mulher a engravidar contra vontade, negar-se a usar preservativo expondo o parceiro a DST’s, forçar o parceiro a ter ou presenciar relações sexuais com outras pessoas, sexo forçado no casamento. </li></ul><ul><li>Lei “Maria da Penha” </li></ul>
  14. 14. PORTADORES DE DEFICIÊNCIA <ul><li>Discriminação dentro da família, com isolamento do convívio familiar e social; quando a família considera-o diferente deixa de buscar o seus direito à educação, saúde, assistência social. </li></ul>
  15. 15. OBRIGADA!!!!

×