Era uma vez, em cabo frio

798 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Era uma vez, em cabo frio

  1. 1. Era uma vez, em Cabo Frio... Sua história, suas belezas, seus mistérios...
  2. 2. Mapageográfico
  3. 3. Há mais de 1 500 anos, os guerreirosindígenas Tupinambás começaram a conquista do litoral da região.. Através de sulcos epequenos círculosesculpidos em blocos degranito preto, osTupinambás contam ashistórias de seus heróis efeiticeiros
  4. 4. • Os índios Tupinambás batizaram aMorro do caixão região de Cabo Frio como "Gecay", que era o nome do único tempero da sua cozinha, feito com sal grosso cristalizado. Itajuru ("bocas de pedra" em tupi).
  5. 5. Morro do caixão Salinas
  6. 6. • Em 1503, a terceira expedição naval portuguesa que navegava para reconhecimento do litoral brasileiro sofreu um naufrágio em Fernando de Noronha e a frota remanescente se dispersou. Dois navios, sob o comando de Américo Vespúcio, seguiram viagem até a Bahia e depois até Cabo Frio. • Isso já faz 508 anos!
  7. 7. Extração do pau-brasil e a guerra (1575) Já faz 436 anos!
  8. 8. A data de fundação da cidade de Cabo Frio é 13 de novembro de 1615. Neste ano a cidade de Cabo Frio estará comemorando 396 anos Pontos históricos Forte de São Mateus Convento Nossa Senhora dos Anjos Convento e capela Nossa Senhora da Guia Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção Igreja Santo Inácio (construída pelos escravos) Pelourinho
  9. 9. O Forte deSão Mateus
  10. 10. • Construído por Estevão Gomes entre 1616 e 1620, na entrada do canal do Itajurú, com o objetivo de impedir a passagem de embarcações inglesas, francesas e holandesas que vinham buscar pau-brasil. A construção, feita de pedra e cal, é um dos símbolos da cidade de Cabo Frio.
  11. 11. Tem, aproximadamente, 395 anos
  12. 12. Convento Nossa Senhora dos AnjosO terreno foi doado aosfreis Franciscanos em1615, mas a obra só foiconcluída após 81 anos,no ano de 1696. Portanto,essa capela tem 315 anos.
  13. 13. Morro da Capela Nossa Senhora da Guia
  14. 14. Charitas • A casa foi construída em 1837 e recebeu o nome de Charitas ou Casa de Caridade por abrigar crianças abandonadas. Essa construção tem 174 anos de idade.
  15. 15. Igreja Nossa Senhora da Assunção ( existe há 396 anos)• Construída em 1615, em estilo jesuítico, possui altares barrocos. No altar-mor está a imagem da padroeira esculpida em madeira, na mesma data da construção da igreja.• É a sétima igreja mais antiga do país, foi totalmente construída em estilo barroco e decorada em ouro.• A paróquia de Nossa Senhora da Assunção localiza-se na praça Porto Rocha, no centro da cidade, ao lado do cinema.
  16. 16. Fonte do Itajurú D. Pedro IIConstruída em 1847 para abastecer a cidade de água potável, tornando possível ser povoada. Foi inaugurada em 29 de agosto de 1897. A fonte tem 114 anos.
  17. 17. Fazenda Campos Novos - final do século XVII Famílias da Fazenda Campos Novos • Localiza-se no distrito de Tamoios, Cabo Frio (RJ), entre os municípios de São Pedro e Casemiro de Abreu, numa elevação da planície pantanosa dos rios Una e São João, junto ao caminho colonial que ligava Campos dos Goitacazes ao Rio de Janeiro, cultivou café e açúcar. • composto por casa-grande, igreja de Santo Inácio e cemitério, forma uma quadra com claustro interno nos moldes da arquitetura jesuítica dos primeiros séculos da colonizaçãoAltar da capela de Santo Inácio
  18. 18. Dias atuais Horta ApiárioHoje está bastante deteriorada
  19. 19. Feliciano Pires de Abreu Sodré Ponte Feliciano SodréInaugurada no dia 14 de julho de 1926. Essa ponte tem 85 anos!
  20. 20. Brasão de Cabo Frio • 1 - Escudo em formato Português (ou Espanhol); • 2 - Árvore simbolizando o pau-brasil, que motivou a cobiça dos europeus e as conseqüentes reações portuguesas que resultaram na fundação da Cidade; • 3 - Golfinhos que simbolizam Cidade Marítima; • 4 - Data do "Descobrimento" por Américo Vespúcio e da fundação da cidade; • 5 - Arco e Flecha, simbolizando a nobreza de caráter e a elevada noção de honra dos índios tamoios, primitivos habitantes do lugar;Brasão de Cabo Frio • 6 - Escudo oval usado por mulheres, sobretudo rainhas, com uma flor-de-lis, símbolo da Mãe de Deus, representando a cidade a ela dedicada... No caso Nossa Senhora dAssunção; • 7 - Coroa Mural Com Cinco Torres, simbolizando "status" de Cidade; • 8 - Forte de São Matheus construído em 1616 pelo primeiro Governador (Estevão Gomes), para defesa da Cidade; • 9 - Escudete, simbolizando Antônio Salema que comandou o massacre dos Índios Tamoios, aliados dos franceses... as estrelas representam as vítimas; • 10 - Montes de Sal, simbolizando a primeira indústria local. BRASÃO DE ARMAS DE CABO FRIO.
  21. 21. Descrição das cores• Descrição das Cores: 1 - Blau (Azul) - Representa O Céu, A Felicidade Eterna E, Entre Outras Coisas, A Formosura, A Doçura, A Nobreza; 2 - Sinople (Verde) - Representa A Força, A Esperança, A Honra, A Cortesia E A Amizade; 3 - Goles (Vermelho) - Representa A Coragem, O Sangue Derramado A Serviço Do Estado, A Crueldade; 4 - Jalne (Ouro) - Representa Justiça, Clemência, Nobreza, Saúde, Alegria, Cavalheirismo, Poder; 5 - Prata - Representa Inocência, Felicidade, Pureza, Verdade, Formosura, Integridade; 6 - Sable (Preto) - Representa Firmeza, Obediência, Constância, Trabalho.
  22. 22. Bandeira de Cabo Frio
  23. 23. Hino de Cabo Frio Autor: Victorino Carriço Cabo Frio, minha terra amada, Tu és dotada de belezas mil, Escondida vives num recanto, Sob o manto deste meu Brasil... Noites Claras teu luar famoso, Este luar que viu meus ancestrais... O teu povo se orgulha tanto, E de ti, não esquecerá jamais... Tuas praias, Teu Forte, Olho ao longe e vejo o mar bravio A esquerda um pescador afoito, Na lagoa que parece um rio... O teu sol, que beleza! No teu céu estrelas brilham mais... Forasteiro, não há forasteiro, Pois nesta terra todos são iguais...

×