LOGÍSTICA
Perfil e Oportunidade na Carreira de
Logística Internacional
Apresentação do Palestrante
Carlos Araújo
www.comexblog.com
Despachante Aduaneiro e Professor de cursos de
formação em com...
 Os Principais Atores Privados, deOs Principais Atores Privados, de
Governo e suas Funções na ÁreaGoverno e suas Funções ...
 Mudanças tecnológicas eMudanças tecnológicas e
ambientais – adaptações doambientais – adaptações do
profissional de logí...
 Gestor multidisciplinar; recursosGestor multidisciplinar; recursos
materiais e humanos, manutenção,materiais e humanos, ...
 Prestação de serviços com maiorPrestação de serviços com maior
qualidade e segurança.qualidade e segurança.
 Conhecimen...
 Treinamento/reciclagem - ConceitosTreinamento/reciclagem - Conceitos
e técnicas do dia a dia expostos ee técnicas do dia...
 Contatos externos – percepção dasContatos externos – percepção das
dificuldades; delivery, pós venda.dificuldades; deliv...
Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades
 Investimentos e projetos (pré-sal)Investimentos e projetos (pré-s...
 Muita contratação de transporteMuita contratação de transporte
 Gigantesca movimentação deGigantesca movimentação de
ma...
 Logística das pessoas e o evento.Logística das pessoas e o evento.
 Mais de 500 mil turistas estrangeirosMais de 500 mi...
Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil
INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA
MALHA LOGÍSTICA; erro estr...
Malha RodoviáriaMalha Rodoviária
2 milhões km – 100 mil km (asfalto)2 milhões km – 100 mil km (asfalto)
Custo de constru...
Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil
INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA
Sistema Aero PortuárioSist...
Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil
INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA
Malha fluvialMalha fluvial...
 AGENTE DE CARGAAGENTE DE CARGA
 Prestador de serviços logísticos paraPrestador de serviços logísticos para
Embarcadores...
 O agente de carga é registrado nosO agente de carga é registrado nos
órgãos reguladores governamentais eórgãos regulador...
 Funções do agente de cargaFunções do agente de carga
 Trabalha para encontrar a melhor soluçãoTrabalha para encontrar a...
 EMPRESA DE TRANSPORTE EXPRESSO INTERNACIONALEMPRESA DE TRANSPORTE EXPRESSO INTERNACIONAL
 Pessoa jurídica estabelecida ...
 DESPACHANTE ADUANEIRODESPACHANTE ADUANEIRO
 Formulação da declaração de importação ou de exportaçãoFormulação da declar...
 Praticar em nome dos representadosPraticar em nome dos representados
os atos relativos ao despachoos atos relativos ao d...
 PORTOS SECOS - EADIPORTOS SECOS - EADI
 Recintos alfandegados de uso público, situados em zona secundária,Recintos alfa...
LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIALEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA
 Brasil tem +/- 80 tributosBrasil tem +/- 80 tributos
 Principais; ICMS, IPI,...
www.facebook.com/AbracomexADM
E receberá nossas dicas, promoções e notícias
sobre comércio exterior e logística.
Logística em Comércio Exterior - Oportunidades Profissionais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Logística em Comércio Exterior - Oportunidades Profissionais

304 visualizações

Publicada em

" Logística em Comércio Exterior - Oportunidades Profissionais"
Palestrante: Carlos Araujo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
304
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Logística em Comércio Exterior - Oportunidades Profissionais

  1. 1. LOGÍSTICA Perfil e Oportunidade na Carreira de Logística Internacional
  2. 2. Apresentação do Palestrante Carlos Araújo www.comexblog.com Despachante Aduaneiro e Professor de cursos de formação em comércio exterior e logística pela Abracomex.
  3. 3.  Os Principais Atores Privados, deOs Principais Atores Privados, de Governo e suas Funções na ÁreaGoverno e suas Funções na Área de Transportede Transporte  Analise e Desafios para a LogísticaAnalise e Desafios para a Logística na Importação e Exportaçãona Importação e Exportação  Importância da logística para as empresas - fatores de competitividade.Importância da logística para as empresas - fatores de competitividade. PERFIL DO PROFISSIONAL,PERFIL DO PROFISSIONAL, RESPONSABILIDADES E OPORTUNIDADESRESPONSABILIDADES E OPORTUNIDADES
  4. 4.  Mudanças tecnológicas eMudanças tecnológicas e ambientais – adaptações doambientais – adaptações do profissional de logística a esteprofissional de logística a este novo perfil (resiliência).novo perfil (resiliência).  Poder de desenvolver e trabalharPoder de desenvolver e trabalhar em atividades simultâneas, visãoem atividades simultâneas, visão de novas tendências e adaptaçãode novas tendências e adaptação a mudanças.a mudanças. Papel do profissional de logística no comércio exteriorPapel do profissional de logística no comércio exterior
  5. 5.  Gestor multidisciplinar; recursosGestor multidisciplinar; recursos materiais e humanos, manutenção,materiais e humanos, manutenção, processos, fiscais e financeiros) - mão-processos, fiscais e financeiros) - mão- de-obra escassade-obra escassa  Língua estrangeira – Inglês, espanhol,Língua estrangeira – Inglês, espanhol, mandarim, japonês, ...mandarim, japonês, ... Papel do profissional de logística no comércio exteriorPapel do profissional de logística no comércio exterior
  6. 6.  Prestação de serviços com maiorPrestação de serviços com maior qualidade e segurança.qualidade e segurança.  Conhecimentos de matemáticaConhecimentos de matemática financeira, custos, estatística, efinanceira, custos, estatística, e ferramentas de gestão da qualidadeferramentas de gestão da qualidade (Paretto, Ishikawa, MASP, PDCA,(Paretto, Ishikawa, MASP, PDCA, CCQ, 5S, ...)CCQ, 5S, ...)  Legislação tributária – ICMS, IPI, II,Legislação tributária – ICMS, IPI, II, PIS, COFINS, ISS,...PIS, COFINS, ISS,... Conhecimento técnicos de logística tornou-se algo obrigatório;Conhecimento técnicos de logística tornou-se algo obrigatório; Papel do profissional de logística no comércio exteriorPapel do profissional de logística no comércio exterior
  7. 7.  Treinamento/reciclagem - ConceitosTreinamento/reciclagem - Conceitos e técnicas do dia a dia expostos ee técnicas do dia a dia expostos e teorizados em sala de aula.teorizados em sala de aula.  Demanda para os cursos tecnológicosDemanda para os cursos tecnológicos aumentando para atender necessidades do mercadoaumentando para atender necessidades do mercado  Visão globalizada - não restrita a Supply Chain.Visão globalizada - não restrita a Supply Chain. Papel do profissional de logística no comércio exteriorPapel do profissional de logística no comércio exterior
  8. 8.  Contatos externos – percepção dasContatos externos – percepção das dificuldades; delivery, pós venda.dificuldades; delivery, pós venda. (Melhoria contínua)(Melhoria contínua)  Profissional precisa entender seu papel nos negócios da empresa, suaProfissional precisa entender seu papel nos negócios da empresa, sua capacidade de gerar soluções e trazer lucro.capacidade de gerar soluções e trazer lucro. Papel do profissional de logística no comércio exteriorPapel do profissional de logística no comércio exterior
  9. 9. Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades  Investimentos e projetos (pré-sal)Investimentos e projetos (pré-sal)  Plataformas de perfuração e exploração,Plataformas de perfuração e exploração,  Embarcações e unidades de produçãoEmbarcações e unidades de produção em todo o litoralem todo o litoral  Grande volume de aquisiçõesGrande volume de aquisições  Enorme contratação de equipamentos/ferramentaEnorme contratação de equipamentos/ferramenta Projetos na área de petróleo e gásProjetos na área de petróleo e gás
  10. 10.  Muita contratação de transporteMuita contratação de transporte  Gigantesca movimentação deGigantesca movimentação de materiaismateriais  Grande necessidade de planejamento e controleGrande necessidade de planejamento e controle  Volume considerável de importaçõesVolume considerável de importações  Grande demanda por profissionais qualificados.Grande demanda por profissionais qualificados. Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades Projetos na área de petróleo e gásProjetos na área de petróleo e gás
  11. 11.  Logística das pessoas e o evento.Logística das pessoas e o evento.  Mais de 500 mil turistas estrangeirosMais de 500 mil turistas estrangeiros  Delegações estrangeiras (jogadores eDelegações estrangeiras (jogadores e comissão técnica),comissão técnica),  Profissionais de imprensa, médicos eProfissionais de imprensa, médicos e outros profissionaisoutros profissionais  Movimentação interna de brasileiros.Movimentação interna de brasileiros.  Comércio varejista/atacadistaComércio varejista/atacadista  EntretenimentoEntretenimento Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades OlimpíadasOlimpíadas
  12. 12. Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA MALHA LOGÍSTICA; erro estratégico (Getúlio, JK)MALHA LOGÍSTICA; erro estratégico (Getúlio, JK) Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades
  13. 13. Malha RodoviáriaMalha Rodoviária 2 milhões km – 100 mil km (asfalto)2 milhões km – 100 mil km (asfalto) Custo de construção elevado (superCusto de construção elevado (super faturamento)faturamento) Manutenção caraManutenção cara Investimento altoInvestimento alto Custo operacional (km rodado/ton.) altoCusto operacional (km rodado/ton.) alto Malha FerroviáriaMalha Ferroviária 29 mil km (Maioria - Centro Sul)29 mil km (Maioria - Centro Sul) Dois tipos de bitolaDois tipos de bitola Investimento altoInvestimento alto Manutenção barataManutenção barata Custo operacional (km rodado/ton.) baixoCusto operacional (km rodado/ton.) baixo Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades
  14. 14. Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA Sistema Aero PortuárioSistema Aero Portuário 4.000 aeroportos4.000 aeroportos 721 pavimentados721 pavimentados 34 internacionais34 internacionais Investimento alto (super faturamento)Investimento alto (super faturamento) Manutenção altaManutenção alta Custo operacional (km rodado/ton) altoCusto operacional (km rodado/ton) alto Participação no sistema de transporte; 0,10 %Participação no sistema de transporte; 0,10 % Sistema Portuário MarítimoSistema Portuário Marítimo 8 mil km de litoral, 37 portos (11 grandes)8 mil km de litoral, 37 portos (11 grandes) Custo de construção elevado (super faturamento)Custo de construção elevado (super faturamento) Manutenção baixaManutenção baixa Custo operacional (km rodado/ton) baixoCusto operacional (km rodado/ton) baixo Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades
  15. 15. Desafio: custo x tempo no BrasilDesafio: custo x tempo no Brasil INFRA ESTRUTURAINFRA ESTRUTURA Malha fluvialMalha fluvial 23.000 km rios navegáveis23.000 km rios navegáveis Investimento baixoInvestimento baixo Manutenção baixaManutenção baixa Custo operacional (km rodado/ton) baixo;Custo operacional (km rodado/ton) baixo;  1 lt diesel – 23 km; Caminhão (1 ton)1 lt diesel – 23 km; Caminhão (1 ton)  Trem (90 ton)Trem (90 ton)  Barcaças (250 ton)Barcaças (250 ton) Malha dutoviáriaMalha dutoviária 15.000 km de oleodutos e gasodutos15.000 km de oleodutos e gasodutos 1.200 km de minerodutos1.200 km de minerodutos Investimento altoInvestimento alto Manutenção baixaManutenção baixa Custo operacional (km rodado/ton) baixoCusto operacional (km rodado/ton) baixo Os Desafios e OportunidadesOs Desafios e Oportunidades
  16. 16.  AGENTE DE CARGAAGENTE DE CARGA  Prestador de serviços logísticos paraPrestador de serviços logísticos para Embarcadores e Transportadores noEmbarcadores e Transportadores no comércio internacional aeroviário.comércio internacional aeroviário.  Atuam focados em definir rotas eAtuam focados em definir rotas e frequências balanceando oferta efrequências balanceando oferta e procura.procura.  Atuam no varejo captando carga eAtuam no varejo captando carga e oferecendo serviços diferenciados.oferecendo serviços diferenciados.  Atribuições; contratação de transporteAtribuições; contratação de transporte de carga, consolidação de carga,de carga, consolidação de carga, unitização de cargas, controle deunitização de cargas, controle de embarque de pedidos, visibilidade deembarque de pedidos, visibilidade de informação, armazenagem einformação, armazenagem e operações de contingência.operações de contingência. Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  17. 17.  O agente de carga é registrado nosO agente de carga é registrado nos órgãos reguladores governamentais eórgãos reguladores governamentais e internacionais nos países em que opera.internacionais nos países em que opera.  Agentes de carga marítimos também sãoAgentes de carga marítimos também são chamados de NVOCC (Non-Vessel –chamados de NVOCC (Non-Vessel – Owning Common Carrier)”Owning Common Carrier)”  Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  18. 18.  Funções do agente de cargaFunções do agente de carga  Trabalha para encontrar a melhor soluçãoTrabalha para encontrar a melhor solução para o transporte da carga de seu cliente,para o transporte da carga de seu cliente, estudando a melhor logísticaestudando a melhor logística;;  Emissão do Conhecimento de Embarque eEmissão do Conhecimento de Embarque e entrega ao usuário.entrega ao usuário.  Consolidação de cargas e desconsolidação.Consolidação de cargas e desconsolidação.  Reserva de espaço no veículo transportadorReserva de espaço no veículo transportador  Obtenção dos documentos necessáriosObtenção dos documentos necessários  Formulação do despacho junto a autoridadeFormulação do despacho junto a autoridade competentecompetente  Pagamento das taxas envolvidas.Pagamento das taxas envolvidas. Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  19. 19.  EMPRESA DE TRANSPORTE EXPRESSO INTERNACIONALEMPRESA DE TRANSPORTE EXPRESSO INTERNACIONAL  Pessoa jurídica estabelecida no País que presta serviços dePessoa jurídica estabelecida no País que presta serviços de transporte internacional, porta a porta (via aérea);transporte internacional, porta a porta (via aérea);  Remessas expressas destinadas a terceiros,Remessas expressas destinadas a terceiros,  Fluxo regular e contínuo, tanto naFluxo regular e contínuo, tanto na importação como na exportação,importação como na exportação,  Veículo próprio ou contratadoVeículo próprio ou contratado Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  20. 20.  DESPACHANTE ADUANEIRODESPACHANTE ADUANEIRO  Formulação da declaração de importação ou de exportaçãoFormulação da declaração de importação ou de exportação  Proposição da destinação dos bensProposição da destinação dos bens submetidos ao controle aduaneiro,submetidos ao controle aduaneiro,  Indicar o regime aduaneiro a aplicar àsIndicar o regime aduaneiro a aplicar às mercadoriasmercadorias  Comunicar os elementos exigidos paraComunicar os elementos exigidos para aplicação do regime aduaneiro.aplicação do regime aduaneiro. Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  21. 21.  Praticar em nome dos representadosPraticar em nome dos representados os atos relativos ao despachoos atos relativos ao despacho aduaneiroaduaneiro  Verificação da mercadoria, para suaVerificação da mercadoria, para sua identificação ou quantificação,identificação ou quantificação,  Recebimento do produto daRecebimento do produto da importação após o desembaraço.importação após o desembaraço.  Para atuar como despachante temPara atuar como despachante tem que ser credenciado no Siscomexque ser credenciado no Siscomex Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte  DESPACHANTE ADUANEIRODESPACHANTE ADUANEIRO
  22. 22.  PORTOS SECOS - EADIPORTOS SECOS - EADI  Recintos alfandegados de uso público, situados em zona secundária,Recintos alfandegados de uso público, situados em zona secundária,  São executadas operações de movimentação, armazenagem eSão executadas operações de movimentação, armazenagem e despacho aduaneiro de mercadorias e de bagagem, sob controledespacho aduaneiro de mercadorias e de bagagem, sob controle aduaneiro.aduaneiro.  Prestação de serviços conexos sujeitos ao regime de concessão ou dePrestação de serviços conexos sujeitos ao regime de concessão ou de permissão.permissão.  Instalado, preferencialmente, adjacente às regiões produtoras eInstalado, preferencialmente, adjacente às regiões produtoras e consumidoras.consumidoras.  Executados todos os serviços aduaneiros a cargo da Secretaria daExecutados todos os serviços aduaneiros a cargo da Secretaria da Receita Federal, inclusive os de processamento de despachoReceita Federal, inclusive os de processamento de despacho aduaneiro de importação e de exportação (conferência e desembaraçoaduaneiro de importação e de exportação (conferência e desembaraço aduaneiros), permitindo a interiorização desses serviços no País.aduaneiros), permitindo a interiorização desses serviços no País. Os Principais Atores Privados e de GovernoOs Principais Atores Privados e de Governo Funções na Área de TransporteFunções na Área de Transporte
  23. 23. LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIALEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA  Brasil tem +/- 80 tributosBrasil tem +/- 80 tributos  Principais; ICMS, IPI, IRF, PIS, COFINSPrincipais; ICMS, IPI, IRF, PIS, COFINS  Mão de obra especializadaMão de obra especializada  Atualização constanteAtualização constante  Softwares específicosSoftwares específicos  Perda de competitividade internacionalPerda de competitividade internacional Análise e Desafios para LogísticaAnálise e Desafios para Logística Importação e ExportaçãoImportação e Exportação
  24. 24. www.facebook.com/AbracomexADM E receberá nossas dicas, promoções e notícias sobre comércio exterior e logística.

×