WeBmarketing 2 Fundamentos

1.664 visualizações

Publicada em

Material para a aula Web marketing na FAE Fundamentos

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

WeBmarketing 2 Fundamentos

  1. 1. Web Marketing
  2. 2. Fundamentos da Internet <ul><li>Para que você entenda um pouco mais sobre o webmarketing será necessário compreender primeiro o que é a Internet quais as suas regras e fundamentos. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A Internet é um meio livre e democrático em que não possui um dono e vem da união de duas palavras internacional network que significa rede internacional. Muitos acreditam que a Internet está apenas nas páginas que acessamos a através da World Wide Web ou simplesmente www, que é uma interface para acessarmos os serviços oferecidos, porem a Internet vai muito além disso. É verdade que foi a Web quem alavancou a Internet pois até então servia apenas para troca de informações entre cientistas em todo o mundo. </li></ul>Fundamentos da Internet
  4. 4. <ul><li>A Internet começa a funcionar quando uma empresa ou pessoa liga seu computador a um computador mais potente chamado de servidor . Este servidor permite que você acesse serviços e informações que estão localizados em outros computadores denominados de hospedeiros ou host em inglês. Muitas empresas ou pessoas não conseguem conectar-se diretamente a um servidor e utilizam-se de serviços de provedores de acesso que permitem que você acesse a Internet através do telefone, para isso é necessário um modem instalado em seu computador para que ele transforme os sinais do computador em sinais para linha telefônica </li></ul>Fundamentos da Internet
  5. 5. <ul><li>Para que todas estas informações circulem na rede e em qualquer parte do mundo possam ser compreendidas existem os chamados protocolos . Na Internet as informações são todas separadas em pequenos pacotes que seguem diversos caminhos e chegam no destino e são remontadas através destes protocolos. O TCP ( transmission control protocol ) é quem separa em pacotinhos e remonta no local de chegada e IP ( Internet protocol ) é que garante que os pacotinhos de informações sejam enviados ao destino certo. </li></ul>Fundamentos da Internet
  6. 6. <ul><li>Para que você visualize em seu computador estes sinais é necessário um software chamado de Browser , os mais conhecidos são o Mozila – Fire Fox e o Internet Explorer. Estes sinais estão organizados em textos e imagens que são apresentadas na linguagem html (hypertext markup languagem) e constituem as páginas na Internet ou Web site (conjunto de páginas). </li></ul>Fundamentos da Internet
  7. 7. <ul><li>Cada página tem um número ou (Internet Protocol Number) porem isso seria muito difícil para os usuários memorizarem, criaram então o DNS (domain name system) que é um grande armazém de nomes de endereços na Internet que traduz o nome para o número. Estes nomes de endereços são chamados de domínios e devem ser registrados e facilitam para identificar o tipo de empresa. Os domínios também são acompanhados por um identificador do país. Por exemplo no domínio www. sebraepr .com. br está identificado o nome da empresa sebraepr o tipo comercial .com e o país de origem .br. Para saber mais sobre o registro e outras formas de domínio acesse o comitê gestor da Internet < www.cg.org.br > </li></ul>Fundamentos da Internet
  8. 8. Registro do endereço / domínio <ul><li>No Brasil A FAPESP é responsável pelo registro do seu domínio no site http ://registro. br . Você poderá registrar gratuitamente e terá apenas uma taxa de manutenção anual de R$30,00. </li></ul><ul><li>Você deverá escolher um nome que facilite seu cliente encontra-lo na rede. A grande maioria das empresas opta pelo seguinte modelo: </li></ul><ul><li>www.nomedasuaempresa.com.br a grande facilidade deste modelo é que o cliente não precisa guardar nada além de sua marca para localiza-lo na Internet. </li></ul>
  9. 9. Registro do endereço / domínio <ul><li>No modelo citado você deverá verificar se o nome da sua empresa não foi registrado anteriormente por outra instituição. Mais de 90% das empresas optam pela categoria .com que identifica um estabelecimento comercial. As outras categorias mais utilizadas são: .org (entidades não governamentais sem fins lucrativos), .edu (instituições de ensino) e .gov (entidades governamentais). Feito o registro do domínio você terá duas semanas para informar o provedor de hospedagem, ou seja o endereço do provedor em que seu site ficará. </li></ul>
  10. 10. Hospedagem <ul><li>Muitos provedores de acesso a Internet também hospedam seu site. Este hospedeiro deverá fornecer um número de DNS (Domain Name System) que será informado a FAPESP e estará vinculado ao seu domínio. O DNS permite que sua página possa ser acessada de qualquer parte do mundo. A hospedagem é uma alternativa barata pois todos os equipamentos necessários e custos inerentes são divididos com outros sites. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Ao escolher um site de hospedagem leve em consideração as seguintes questões: </li></ul><ul><li>Capacidade de transmissão de dados, ou largura de banda, um site muito lento afugenta potenciais clientes. </li></ul><ul><li>Estabilidade e suporte técnico. </li></ul><ul><li>Experiência em hospedagem. </li></ul><ul><li>Capacidade de expansão para novas tecnologias. </li></ul>Hospedagem
  12. 12. <ul><li>Quantidade de e-mails que disponibilizará com o seu domínio exemplo@suaempresa.com.br </li></ul><ul><li>Espaço de armazenamento do seu site </li></ul><ul><li>Serviço de webmail que permite você acessar seus e-mail de qualquer computador com acesso a Internet. </li></ul><ul><li>Disponibilização de Painel de controle e acesso a estatísticas do site. </li></ul>Hospedagem
  13. 13. <ul><li>Algumas empresas que hospedam sites no Brasil: </li></ul><ul><li>http://www.locaweb.com.br </li></ul><ul><li>http://www.hospedagem-pagina.com.br </li></ul><ul><li>http://www.host-brasil.com </li></ul>Hospedagem
  14. 14. Mandamentos <ul><li>Internet é uma nova mídia e portanto deve ser vista com olhos do futuro e não com olhos do presente, ou seja, tenho que pensar como será no futuro sem me influenciar com os modelos que conheço hoje. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>O internauta não é passivo , ele deseja interagir constantemente e sempre busca a iniciativa. </li></ul><ul><li>Todo internauta é mimado e ancioso , sempre quer ter tudo a mão com facilidade e comodidade e no menor tempo possível. </li></ul>Mandamentos
  16. 16. <ul><li>Na Internet o velho lema “o freguês sempre tem razão” deve ser adotado como verdade absoluta. O Internauta está acostumado com o atendimento personalizado fruto da administração da tecnologia da informação que permite trabalhar dados e descobrir hábitos de consumo. Desta forma ele espera que tudo seja feita para ele quase que sob medida. </li></ul><ul><li>Seu site não é seu é do seu cliente . Isto significa que você deverá monta-lo para atender uma expectativa dele e não as suas. </li></ul>Mandamentos
  17. 17. Vantagens <ul><li>Estar na Internet pode gerar vantagens para seus negócios. As principais delas são: </li></ul><ul><li>atingir um público alvo que tem poder aquisitivo e é refinado. </li></ul><ul><li>Poder selecionar seu cliente com maior precisão </li></ul><ul><li>Capacidade de interagir com maior facilidade com seu cliente. </li></ul><ul><li>Baixo custo e rapidez na relação com o cliente. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Redução dos canais de distribuição tradicionais reduzindo custos e aumentando a rapidez de acesso. </li></ul><ul><li>Alteração de propostas a clientes, preços ou especificação de produtos com maior facilidade e rapidez. </li></ul><ul><li>Facilidade para administrar o relacionamento com o consumidor. </li></ul><ul><li>Acompanhamento da concorrência em tempo real. </li></ul><ul><li>Compartilhamento de informações com clientes, fornecedores e funcionários em tempo menor que meios tradicionais. </li></ul>Vantagens
  19. 19. Segredos <ul><li>O que é inviável hoje pode ser muito bom no futuro, portanto nunca descarte uma oportunidade apenas espere o momento certo. </li></ul><ul><li>A Internet não deve ser a única ferramenta de marketing a ser utilizada e ela deve estar integrada a toda uma estratégia da organização. </li></ul><ul><li>Cada vez mais as empresas buscam a personalização do atendimento e a Internet é uma excelente ferramenta para isso. </li></ul><ul><li>Como o cliente exige uma personalização o relacionamento deve ser feito um de cada vez. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Não pense no resultado da interação com o cliente a curto prazo, mas no valor criado para o cliente no longo prazo. </li></ul><ul><li>A propaganda não pode ser encarada como nos meios tradicionais, segmentada e voltada para milhões, busque a interação e personalização de forma bidirecional. As técnicas estão muito mais para o marketing direto que para a publicidade tradicional nas mídias de massa. </li></ul><ul><li>O cliente esta muito mais disposto a decidir por conta própria, sem a pressão do marketing tradicional ou de um vendedor, portanto é fundamental que ele tenha informações a sua disposição para que possa tomar a decisão que deseja. O cliente não quer ser persuadido, ou seja, ele comprará e não deseja que ninguém lhe venda. </li></ul>Segredos
  21. 21. <ul><li>A interatividade é essencial para este novo meio e esta formando verdadeiras comunidades em torno de empresas e temas. Contribua com estas comunidades pois são elas que reforçam seu posicionamento de mercado neste novo meio. </li></ul><ul><li>A Internet tem um tempo que é só dela. Apesar da possibilidade de interação on-line ou seja de forma síncrona, muitas coisas acontecem de forma assíncrona, ou seja as duas pessoas não interagem ao mesmo tempo. </li></ul>Segredos
  22. 22. <ul><li>Transforme sua presença online em uma vantagem competitiva para sua empresa, ela é uma grande ferramenta para relacionar-se com o cliente. </li></ul><ul><li>Ser grande ou pequeno na Internet não importa, o importante é o serviço que prestará ao cliente. </li></ul><ul><li>A Internet não liga duas ou mais máquinas ou empresas ela liga pessoas. </li></ul>Segredos
  23. 23. Para que um site? <ul><li>As empresas que melhor tiram proveito da Internet hoje são as que utilizam para atender seus clientes de forma personalizada, que vendem algum produto na Internet ou que a Internet facilite a vida de seu cliente. </li></ul><ul><li>Sua empresa vai tirar melhor proveito de um site se: </li></ul><ul><li>oferecer informação para seu cliente for essencial </li></ul><ul><li>propiciar comodidade para adquirir o produto </li></ul><ul><li>a Internet for um meio para agregar valor ao seu negócio </li></ul>
  24. 24. Tipos de negócios que estão dando certo <ul><li>Nem todas as empresa estão prontas para revolução. As que estão dando certo na Internet: </li></ul><ul><li>produtos complexos – que dispõem de muita informação </li></ul><ul><li>valor elevado – oferecem muitos benefícios ao cliente e não são comodities </li></ul><ul><li>produtos digitais – que podem ser transformados em bites e bytes e não necessitam de logística de entrega </li></ul>
  25. 25. <ul><li>serviços on-line – que garantam maior praticidade ao usuário na sua utilização sem sair de casa (compras de ingressos, reserva de passagens, listas de telefones, etc..) </li></ul><ul><li>produtos de luxo – que são exclusivos e tem alto preço </li></ul><ul><li>varejos – principalmente se tiver a presença física através de loja e boa logística de entrega. Muitos são utilizados apenas para consulta de preço. </li></ul><ul><li>Caso não se enquadre em nenhum destes perfis ainda poderá ter sucesso, mas deverá descobrir novas fórmulas. Pensar de forma diferente na Internet muitas vezes garante mercados promissores para o empreendedor. </li></ul>Tipos de negócios que estão dando certo
  26. 26. Mercados promissores <ul><li>Muitos negócios novos estão aparecendo na Internet e devem ser avaliados. O verdadeiro empreendedor na Internet deve descobrir vazios econômicos. Mais que uma idéia a Internet exige que se descubra uma oportunidade, ou seja, uma necessidade ainda não atendida. A seguir apresentamos alguns negócios que ainda podem evoluir muito na Internet. </li></ul>
  27. 27. <ul><li>Infomediários – são sites que possuem uma grande quantidade de conteúdo na Internet e servem como intermediários na venda e prestação de serviços a comunidade. Geralmente são portais específicos para áreas de interesse. Por terem credibilidade e a confiança dos usuários muitas vezes conseguem levantar com maior precisão os seus hábitos de compra. Com estas informações sabem o que o cliente necessita e deseja e podem intermediar compras entre fornecedores da Internet e seus usuários. O uso da Inteligência artificial para tabulação e cruzamento de informações gerará uma maior aplicabilidade a estas ferramentas. </li></ul><ul><li>www. mercadolivre .com. br </li></ul>Mercados promissores
  28. 28. <ul><li>Agregadores – o objetivo é levantar e analisar informações de vários sites, com a concordância da fonte ou não e fazer comparações significativas. Por exemplo analisar qual a melhor empresa aérea para determinado trecho de vôo, não só em termos de preço mas horário. A meta é analisar estas informações e não apenas resumir dados, chegando ao ponto de atuar como agente do usuário. Os agregadores de primeira geração analisam basicamente preço </li></ul>Mercados promissores
  29. 29. <ul><li>No Brasil um bom exemplo é o Buscapé e o BondFaro que possue a comparação de preços de livros, Cd, eletroeletrônicos e informática. A meta é transformar-se em agregador de relacionamento em que possa ser apresentado produtos e serviços exatamente quando o cliente estiver necessitando. </li></ul>Mercados promissores
  30. 30. <ul><li>Existem várias formas de se ganhar dinheiro com esta ferramenta: atraindo gente para o site, cobrando pelo serviço de agregação, cobrando um percentual do desconto conseguido ou seja você apresenta o menor preço localizado e se o agregador conseguir um preço ainda menor ganha um percentual sobre a diferença, ou ainda é possível ganhar dinheiro cobrando das empresas que desejam ser agregadas, ou seja que constem da lista de procura dos agregadores, neste caso é necessário transparência e isenção </li></ul>Mercados promissores

×