• VIBRAÇOES• DEDICATORIA E AGRADECIMENTO• A DEUS• A JESUS• AOS MEUS PAIS• BONS ESPIRITOS PROTETORES• TODOS OS PRESENTES – ...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 2
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 3Em 17 de julho de 2007, o apa...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 4Em 29 desetembro de 2006 um B...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 51 de fevereiro de 1974, um in...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 6tarde de 17 de dezembro de196...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 7CATACLISMOS NATURAIS
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 8CATACLISMOS NATURAISGrande Te...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 9CATACLISMOS NATURAISO sismo e...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 10• Quando olhamos para o mund...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com -RESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 11• Por que acontece esse ti...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com -RESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 12• O QUE DIZEM OUTRAS RELIG...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 13Mas como o ser humano é frut...
27/4/2013 14
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 15• RESPOSTAS:• Princípios fun...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 16• ACASO?• Para todos...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 17• Fatalidade como ca...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 18• Mais à frente (LE ...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 19• Fatalidade, destin...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 20• 30 de junho de 200...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 21• RESPOSTAS:• Princí...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 22GARANTIA FUNDAMENTAL• Deus é...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 23RESULTADO• Lei de Ação e Rea...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 24• No livro: Chico Xavier Ped...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 25• No livro: Chico Xavier Ped...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 26CRISTÃOSLUCIOGALIOGrandeRoma...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 27***Quase dezoito séculos pas...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 28tarde de 17 de dezembro de19...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 29
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 30OBJETIVO E VERDADE• O Evange...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 31OBJETIVO E VERDADE• A função...
RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 32• MUITA PAZ!PREÇE DE ENCERRA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resgates coletivos - Drama Boate Kiss e a visão Espírita

3.300 visualizações

Publicada em

Resgates coletivos - Drama Boate Kiss e a visão Espírita frente aos fatos pretéritos de outras calamidades e explicações consoladoras à Luz da Lei de Ação e Reação possibilitada pela Lei de Reencarnação.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resgates coletivos - Drama Boate Kiss e a visão Espírita

  1. 1. • VIBRAÇOES• DEDICATORIA E AGRADECIMENTO• A DEUS• A JESUS• AOS MEUS PAIS• BONS ESPIRITOS PROTETORES• TODOS OS PRESENTES – ENCARNADOS EDESENCARNADOSRODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com1RESGATES COLETIVOS
  2. 2. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 2
  3. 3. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 3Em 17 de julho de 2007, o aparelhoultrapassou o fim da pista 35Ldo Aeroporto de Congonhas durante opouso, vindo a chocar-se contra umdepósito de cargas TAM situadocabeceira da Estavam no equipamento187 pessoas; não houve sobreviventes.
  4. 4. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 4Em 29 desetembro de 2006 um Boeing 737-800 DA Gol TransportesAéreos, prefixo PR-GTD, com154[1] pessoas a bordo
  5. 5. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 51 de fevereiro de 1974, um incêndioprovocou a morte de 187 pessoas.
  6. 6. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 6tarde de 17 de dezembro de1961 mais de 500 o número demortes, das quais 70% eramcrianças.
  7. 7. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 7CATACLISMOS NATURAIS
  8. 8. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 8CATACLISMOS NATURAISGrande Terremoto doLeste do JAPÃO11 de marçode 2011.14.000 MORTOS
  9. 9. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 9CATACLISMOS NATURAISO sismo e tsunami doOceano Índico de2004 foi um terremotosubmarino que ocorreuàs 00:58:53 UTC de 26de dezembro de 2004,comepicentro na costaoeste de Sumatra,na Indonésia.5.000 MORTOS
  10. 10. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 10• Quando olhamos para o mundo multiplicam ascatástrofes, os desastres, os cataclismos.• todas as atenções estão voltadas para AS MORTES• ESPIRITISMO:• DOUTRINA LIBERTADORA, PROGRESSISTA EEVOLUTIVA,
  11. 11. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com -RESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 11• Por que acontece esse tipo de coisas?• Qual a finalidade desses acidentes que causam a morteconjunta de várias pessoas?• Como a Justiça Divina pode ser percebida nessassituações?• Por que algumas pessoas escapam?
  12. 12. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com -RESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 12• O QUE DIZEM OUTRAS RELIGIÕES?
  13. 13. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 13Mas como o ser humano é fruto do pecadoe Lúcifer com um terço dos anjoscaídosestava (estão) vivendo entre oshomens, Deus não teve opção a não serrecomeçar tudo de novo. Ele mandou Noéconstruir a arca e causou o dilúvio,matando quase todo mundo, incluindo osanimais. (Gêneses 1. 13-22)Na verdade Deus criou um mundoperfeito para que os homens vivessembem, o homem pecou e cada pecadocometido vai agredindo a naturezadivina de toda a criação de modo queretornará sobre o próprio homem, aexemplo de Sodoma e Gomorra.Conclui-se que os próprios homenspecadores são os culpados dessassituações por agredirem a perfeiçãodivina com seus pecados, atraindo juízopara a terra.Comentário do:Pr. Francisco Tercio Cordeiro
  14. 14. 27/4/2013 14
  15. 15. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 15• RESPOSTAS:• Princípios fundamentais do Espiritismo• multiplicidade das encarnações e a anterioridade doEspírito• Lei de Ação e Reação
  16. 16. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 16• ACASO?• Para todos os fenômenos da vida humana, há sempreuma razão de ser.• No dicionário Espírita, não deve constar a palavra“acaso”, ainda que as situações se nos afigureminsuportáveis.
  17. 17. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 17• Fatalidade como causa? Destino ? Azar ?• "O Livro dos Espíritos", as questões de 851 a 867 tratamde fatalidade:• "a fatalidade só existe no tocante à escolha feita peloEspírito, ao se encarnar, de sofrer esta ou aquela prova;ao escolhê-la ele traça para si mesmo uma espécie dedestino, que é a própria conseqüência da posição em quese encontra" (LE 851).
  18. 18. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 18• Mais à frente (LE 853) "fatal, no verdadeiro sentido dapalavra, só o instante da morte. Chegado esse momento,de uma forma ou de outra, a ele não podeis furtar-vos".• (LE 853a) melhor explica:• quando é chegado o momento de retorno para o PlanoEspiritual, nada "te livrará" e freqüentemente o Espíritotambém sabe o gênero de morte por que partirás daqui,"pois isso lhe foi revelado quando fez a escolha desta oudaquela existência".
  19. 19. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 19• Fatalidade, destino, azar são palavras que não combinamcom a Doutrina Espírita,• sempre há os relatos daqueles que desejavam pegar oavião e não conseguiram;• daqueles que estavam em local DIVERSO mas deveriamestar envolvidos na “Catastrofe”.•
  20. 20. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 20• 30 de junho de 2009 o Airbus A310 que fazia a ligaçãocaiu no Oceano Índico, com cerca de 153 pessoas abordo, ÚNICA SOBREVIVENTE: BAHIA
  21. 21. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.com - VALORRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 21• RESPOSTAS:• Princípios fundamentais do Espiritismo• multiplicidade das encarnações e a anterioridade doEspírito• Lei de Ação e Reação
  22. 22. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 22GARANTIA FUNDAMENTAL• Deus é INFINITAMENTE BOM E JUSTO
  23. 23. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 23RESULTADO• Lei de Ação e Reação• "as grandes provas são indício de um fim de sofrimento• Aperfeiçoamento do Espírito,• desde que sejam aceitas por amor a Deus”
  24. 24. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 24• No livro: Chico Xavier Pede Licença, no capítulo 19, intitulado“Desencarnações Coletivas”,• Emmanuel responde em reunião pública, realizada na noite de22/08/1972, em Uberaba, MG, e que aqui transcrevemos:• PERGUNTA: “Sendo Deus a Bondade Infinita, por que permitea morte aflitiva de tantas pessoas enclausuradas eindefesas, como nos casos de incêndios ?• Responde Emmanuel -” Realmente, reconhecemos em Deus oPerfeito Amor, aliado à Justiça Perfeita. “E o Homem, filho deDeus, crescendo em amor, traz consigo a Justiçaimanente, convertendo-se, em razão disso, em qualquersituação, no mais severo julgador de si próprio”.
  25. 25. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 25• No livro: Chico Xavier Pede Licença, no capítulo 19, intitulado“Desencarnações Coletivas”,• PERGUNTA: Como se processa a provação coletiva?• Responde Emmanuel -]? “Na provação coletiva, verifica-se aconvocação dos Espíritos encarnados, participantes do mesmodébito, com referência ao passado delituoso e obscuro.• O mecanismo da justiça, na lei das compensações, funciona, então,espontaneamente, através dos prepostos do Cristo, queconvocam os comparsas da dívida do pretérito para os resgatesem comum,• razão porque, muitas vezes, intitulais “doloroso caso” àscircunstâncias que reúnem as criaturas mais díspares no mesmoacidente”
  26. 26. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 26CRISTÃOSLUCIOGALIOGrandeRomanoNOVOSTIPOS DE“JOGOS”1.000Crianças eMulheresFERAS“CALMAS”
  27. 27. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 27***Quase dezoito séculos passaram sobre otenebroso acontecimento... Entretanto, a justiça daLei, através da reencarnação, reaproximou todos osresponsáveis, que, em diversas posições de idadefísica, se reuniram de novo para dolorosa expiação,a 17 de dezembro de 1961, na cidade brasileira deNiterói, em comovedora tragédia num circo."extraído do livro "Cartas e Crônicas", psicografiaFrancisco C. Xavier, pelo espírito Irmão X, texto denúmero "6", 9a. Edição pela FEP
  28. 28. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 28tarde de 17 de dezembro de1961 mais de 500 o número demortes, das quais 70% eramcrianças.
  29. 29. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 29
  30. 30. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 30OBJETIVO E VERDADE• O Evangelho Segundo o Espiritismo: (Cap. V, item 9)• "Não se deve crer, entretanto, que todosofrimento, porque se passa nestemundo, seja, necessariamente, o indício de umadeterminada falta: trata-se, freqüentemente, de simplesprovas escolhidas pelo Espírito para sua purificação, paraacelerar o seu adiantamento”.
  31. 31. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 31OBJETIVO E VERDADE• A função da dor é ampliar horizontes• TANTO FAZ: “expiações coletivas ou individuais”• Lei de Deus: é a perfeição do Espírito!• Caminhemos sempre!
  32. 32. RODRIGO LEITE – IELAR – SJ RIO PRETO – rebleite@hotmail.comRESGATES COLETIVOS – TRAGÉDIAS – 32• MUITA PAZ!PREÇE DE ENCERRAMENTO AOS JOVENS DOINCENDIOSJÁ DESENCARNADOSE AOS QUE AINDA LUTAM PELA VIDA NOS HOSPITAIS.

×