Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos2º    Estudo de Gramática                 ...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos        Artigo     São palavras que acompa...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos            O artigo definido também é us...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos            - Contração do artigo         ...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos               3.                    Adje...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos   Grau – normal, superlativo e comparativ...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santoshumilde            humílimo ou humildíssim...
Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos   - Superlativo relativo – o grau de qual...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa

5.546 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.546
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa

  1. 1. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos2º Estudo de Gramática 6°ano – 2°Trimestre- Junho e agostoProfa. Vanessa Conteúdo: Artigo (uso) Adjetivo (classificação e flexão) Onde encontrar: Artigo – pág. 171 e 172 (Português Linguagens); Artigo – pág. 161 até 166 (Gramática Pedagógica); Adjetivo – pág. 111 até 116 (Português Linguagens); Adjetivo – pág. 167 até 180 (Gramática Pedagógica). 1
  2. 2. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos Artigo São palavras que acompanham o substantivo, definindo-os ou os indefinido, restringindo-os ou os particularizando. Elas variam em gênero e número. A seguir veja as variações do artigo: Gênero Número  Feminino  Singular  Masculino  Plural Definido e Indefinido Artigos definidos = a (feminino, singular), as (feminino, plural), o (masculino, singular) e os (masculino, plural). Artigos indefinidos = um (masculino, singular), uns (masculino, plural), uma (feminino, singular) e umas (feminino, plural). -O artigo, em qualquer situação, tende acompanhar o substantivo.  Uma palavra ou expressão junta do artigo, sempre terá o valor de substantivo se acompanhada no início pelo artigo, mesmo sendo de outra classe de palavras (adjetivos, advérbios....). Ex.: -Bonito = é adjetivo (qualidade) -Ao se juntar ao artigo: - O bonito = valor de substantivo (nomeia) 2
  3. 3. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos  O artigo definido também é usado como referência a espécie inteira. Ex.: Todo o homem é bom. Todos os homens (seres). De certa forma, é mais específico de uma maneira geral. Todo homem é bom! Qualquer (alguns) um é bom, é menos específico. PALAV RAS GERAM SENTIDO, POR ISSO SÃO VIVAS!! Observe alguns exemplos para entender melhor: 1. a) Toda casa tinha água encanada = qualquer casa. b) Toda a casa tinha água encanada = a casa inteira. 2. a) Paulinho não quer me emprestar um lápis = Paulinho tem vários lápis. b) Paulinho não quer me emprestar o lápis = aquele, determinado lápis. 3. a) Ele pretende ser chefe de cozinha = ter profissão. b) Ele pretende ser o chefe de cozinha = ser exclusivo em determinado lugar. c) Ele pretende ser o chefe de cozinha = (contexto) o melhor do mundo. 4. a) A escola aceitou sugestões de pais e alunos = algumas sugestões. b) A escola aceitou as sugestões de pais e alunos = todas aquelas conhecidas. 3
  4. 4. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos - Contração do artigo  Às vezes, o artigo aparece (sofre) uma contração, isto é, unido a outras palavras (contrair uma palavra a outra, unindo-as (juntando-as)). Ex.: Na casa da tia Maria. CONTRAÇÕES DO ARTIGO Em + a De+ a Em + a(s) = na(s) De+a(s) = da (s) (artigo definido) (artigo definido) Em + o(s)= no(s) De+o(s) = do (s) Em+ um(a) = num (a) De+um(a) = dum(a) Em + uns = nuns De+uns= duns Adjetivo São palavras variáveis (gênero, número e grau)que atribuem caracterísiticas: um estado de qualidade/estado dos seres. Qual é a impressão (o que os adjetivos nos permitem) que temos com os adjetivos? O que eles nos permitem? R: Permitem dar as impressões a respeito do mundo. Classificação 1.  Primitivo = não deriva (origina) de outra palavra. Ex.: feia.  Derivado = deriva (origina) de qualquer outra palavra. Ex.: feiura, feiosa. A palavra original não necessariamente precisa ser substantivo. Ex.: O menino é cheiroso. CHEIRO – substantivo CHEIROSO – adjetivo derivado. 2.  Simples = formado por um radical (palavra principal, raiz da palavra, base da palavra). Ex.: bonito.  Composto = formado por mais de um radical. Ex.: malcriado. 4
  5. 5. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos 3.  Adjetivo pátrio (ou gentílico) =indica nacionalidade, pais de origem. Ex.: Paula é francesa. Mario é brasileiro. Locução adjetiva É a união de duas ou mais palavras (adjetivos, no caso) que tenham o valor de uma só. Ex.: Piratas do Caribe.Adjetivo pátrio equivalente a caribenhos = Piratas Caribenhos. Flexão do adjetivo Gênero – masculino e feminino.  Biforme – duas formas. Varia no feminino e masculino. Ex.: Cláudia é bonita. Jorge é bonito.  Uniforme – uma forma. Mesma forma tanto no masculino como no feminino. Ex.: gentil. Paula é gentil. Mauro é gentil. Número – singular e plural. Ex.: Emília é fofa. Emília e Júlia são fofas. 5
  6. 6. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos Grau – normal, superlativo e comparativo.  Normal = o adjetivo não sofre modificação. Ex.: Ela é linda.  Comparativo = compara qualidade dos seres. - Comparativo de superioridade - o grau de qualidade é maior em um dos seres. Para comparar dessa maneira utilizamos mais do que, mais que. Tati é mais legal que Mari. - Comparativo de igualdade - o grau de qualidade tem a mesma intensidade nos dois seres. Para comparar dessa maneira utilizamos tão quanto, tanto como. Ex.: Tati é legal tão quanto Mari. - Comparativo de inferioridade – o grau de qualidade é menor em um dos seres. Para comparar dessa maneira utilizamos menos do que, menos que. Ex.: Tati é menos legal que Mari.  Superlativo = indica qualidade do ser em seu ponto máximo. Ele pode ser representado pelo superlativo absoluto ou relativo. - Superlativo absoluto – o grau de qualidade não tem como referência nenhum outro ser (nenhum ser é comparado). O superlativo absoluto é formado de duas maneiras diferentes: Superlativo absoluto analítico: nenhum ser é comparado, o adjetivo não sofre modificação em sua estrutura e vem precedido de outras palavras, para intensificar o adjetivo: excessivamente, muito, extremamente, super, etc. Ex.: Estou muito feliz, super animado, excessivamente agitado e extremamente empolgado! Superlativo absoluto sintético: nenhum ser é comparado, o adjetivo sofre modificação em sua estrutura, à qual se adiciona um sufixo. Ex.: humilde – humílimo, fiel – fidelíssimo, amigos – amicíssimos. Observe a tabela a baixo, nela constam adjetivos superlativos absolutos sintéticos. 6
  7. 7. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santoshumilde humílimo ou humildíssimoinimigo inimicíssimoinconstitucional inconstitucionalíssimojovem juveníssimolivre libérrimo e livríssimolouvável laudabilíssimomagnífico magnificentíssimomagro macérrimo ou magríssimomau péssimo ou malíssimomiserável miserabilíssimomísero misérrimomiúdo minutíssimonotável notabilíssimopequeno mínimo ou pequeníssimopessoal personalíssimopobre paupérrimo ou pobríssimoprecário precaríssimo ou precariíssimopróspero prospérrimoprovável probabilíssimosábio sapientíssimosério seriíssimosimpático simpaticíssimosimples simplíssimo ou simplicíssimosingular singularíssimotenaz tenacíssimoterrível terribilíssimovão vaníssimovoraz voracíssimovulgar vulgaríssimovulnerável vulnerabilíssimo 7
  8. 8. Estudo de Gramática - 6°ano – 2012 – 2°Trimestre – Maio Profa. Vanessados Santos - Superlativo relativo – o grau de qualidade tem como referência outro ser, ou seja, destaca-se a qualidade de um ser em relação a um conjunto, grupo de seres. Ex.: Margarida é a menina mais esperta de sua turma. Um ser Adjetivo Conjunto de seres O superlativo relativo pode ser analítico, como no exemplo acima, porém não existe o superlativo relativo sintético. O adjetivo superlativo relativo pode ser de superioridade e inferioridade. Grau superlativo relativo de superioridade – o ser apresenta qualidade superior em relação ao conjunto. Ex.: A pessoa mais bonita do mundo é aquela que sorri. Grau superlativo relativo de inferioridade – o ser apresenta qualidade inferior em relação ao conjunto. Ex.: Quem seria a pessoa menos feia do mundo? 8

×