Administração       de    MateriaisMaterial de Apoio 1
Sumário1.            DEFINIÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS1.1           Atividades da Administração de Materiais – se di...
1.      DEFINIÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAISA administração de materiais visa abastecer, de modo contínuo, a empresa co...
Naturalmente, existem boas razões para mantermos e para reduzirmos os estoques:Por um lado, desejamos reduzir os estoques,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Iniciação à administração de materiais estoques

5.863 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Iniciação à administração de materiais estoques

  1. 1. Administração de MateriaisMaterial de Apoio 1
  2. 2. Sumário1. DEFINIÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS1.1 Atividades da Administração de Materiais – se dividem em: Primárias e de Apoio.1.1.1 Atividades Primárias1.1.2 Atividades de Apoio 1.2 Gestão de Materiais 1.2.1 Tipos de estoques 1.3 Cadeia de Abastecimento1.4 Envolvidos com a gestão de materiais1.5 Importância da área de materiais1.5.1 Administração de estoques1.5.2 Administração de compras1.5.3 Administração física1.6 Atividades da Logística de Materiais2. GESTÃO DE ESTOQUES2.1 Razões para manter estoque2.2 Abrangência da administração de estoques3. CONTROLE DE ESTOQUES3.1 Previsão de vendas3.1.1 Informações Quantitativas3.1.2 Informações Qualitativas3.2 Técnicas de Previsão3.3 Formas de prever a demanda3.3.1 1º forma: gráficos de demanda3.3.1.1 gráfico de consumo constante (horizontal):3.3.1.2 gráfico de consumo sazonal3.3.1.3 gráfico de evolução de consumo sujeito à tendência:3.3.2 2º Métodos Baseados Em Médias3.3.2.1 Média do Ultimo Período3.3.2.2 Média Móvel Aritmética3.3.2.3 Média Móvel Ponderada3.3.2.4 Média Móvel com Ajustamento Exponencial3.3.2.5 Atividades e Cases17. BIBLIOGRAFIA:POZO, Hamilton, administração de materiais e patrimoniais: uma abordagem logística, 4ª ed. São Paulo, Atlas2007.BALLOU, RONALD H. Logística Empresarial: transportes, administração de materiais e distribuição física. SãoPaulo: Atlas, 2008. 389p. oBERTAGLIA, PAULO R. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento. 2 ed.rev. atual - São Paulo:Saraiva, 2009. oDIAS, MARCO AURÉLIO P. Administração de Materiais: Uma Abordagem Logística. São Paulo: Atlas, 1993. 4Ed. INTRODUÇÃO Cadeia de Abastecimento Para intervir e melhorar a Logística das empresas, primeiro é preciso descrever e compreendê-la. Nesse esquema usualmente procuramos incluir todas as informações relevantes (origens, fases e destinos), conforme esquema abaixo. 2
  3. 3. 1. DEFINIÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAISA administração de materiais visa abastecer, de modo contínuo, a empresa com material que seja necessário para assuas atividades. São 5 requisitos básicos para o abastecimento:a) Qualidade do Material: O material deverá apresentar qualidade tal que possibilite sua aceitação dentro e fora daempresa (mercado).b) Quantidade: Deverá ser estritamente suficiente para suprir as necessidades da produção e estoque, evitando a falta dematerial para o abastecimento geral da empresa bem como o excesso em estoque.c) Prazo de Entrega: Deverá ser o menor possível, a fim de levar um melhor atendimento aos consumidores e evitarfalta do material.d) Menor Preço: O preço do produto deverá ser tal que possa situá-lo em posição de concorrência no mercado,proporcionando à empresa um lucro maior.e) Condições de pagamento: Deverão ser as melhores possíveis para que a empresa tenha maior flexibilidade natransformação ou venda do produto.1.1 Atividades da Administração de Materiais – se dividem em: Primárias e de Apoio.1.1.1 Atividades Primárias:a) transportes: ela absorve em média, de um a dois terços dos custos logísticos é essencial, pois nenhuma organizaçãomoderna pode operar sem providenciar a movimentação de suas matérias-primas ou de seus produtos acabados;b) manutenção de estoques; a grande preocupação da administração de estoques é a de manter seus níveis de estoquesos mais baixos possíveis, bem como, ao mesmo tempo, prover a disponibilidade desejada dos clientes internos eexternos;c) processamento de pedidos: é a atividade que desencadeia a movimentação de materiais e produtos.1.1.2 Atividades de Apoio:a) armazenagem: espaços necessários para manter os materiais estocados, que podem ser internos ou externos, estesficando mais próximos dos clientes;b) manuseio de materiais: está associada à armazenagem e também à manutenção dos estoques essa atividade envolve amovimentação dos materiais pelo estoque;c) embalagem: a função é proteger os produtos durante a movimentação e o manuseio;d) suprimentos: é a atividade que proporciona ao produto final ficar pronto;e) planejamento: refere-se às quantidades agregadas que devem ser produzidas, bem como quando, onde e por quemdevem ser produzidas;f) sistemas de informação: são as informações necessárias de custo, procedimentos e desempenho essenciais para ocorreto planejamento e controle logístico.( pg 233 adma)1.2 Gestão de Materiais3
  4. 4. Naturalmente, existem boas razões para mantermos e para reduzirmos os estoques:Por um lado, desejamos reduzir os estoques, pois…. Por outro lado, precisamos manter os estoques, pois…  Crescente diversificação de produtos exige utilizar  Existem restrições na cadeia de recursos de forma mais produtiva. abastecimento entre a capacidade produtiva  Desejamos maior liquidez. Itens parados no estoque instalada e demanda de mercado. não agregam valor para os clientes.  Persistem as causas das incertezas e  Alguém sempre paga pelo custo do financiamento do flutuações na oferta e na demanda. capital de giro investido em materiais.  A falta de materiais pode comprometer o  Estoque reduzido agiliza o “feedback” que melhora a atendimento, reduzindo o faturamento e qualidade da informação, e permite resposta rápida na permitindo que o cliente procure mudança de linha. alternativas na concorrência.  Reduzimos os custos de manutenção, tais como espaço para armazenagem, seguros e perdas por manuseio.  Manter estoques provoca também perdas por obsolescência dos materiais.Essa situação é conhecida como “trade-off”,( troca compensatória) isto é, uma encruzilhada onde ao optarmos por umcaminho temos que abrir mão das vantagens do outro caminho. Estas são as decisões diárias que cabem aos gestores demateriais, enquanto procuram executar sua desafiadora missão.Para efetivamente administrar esta” trade-off ”, é necessário dispor de instrumentos gerenciais, que demonstrem osacertos e desvios de nossas decisões e ações.1.2.1 Tipos de estoquesAcima tratamos da finalidade dos estoques. Agora, procurando entender as diversas variáveis em jogo na gestão demateriais, vejamos como podemos categorizar a classificação dos itens, em tipos ou grupos de materiais. Como já deveter notado, recorremos freqüentemente ao termo “materiais” como uma generalização das diversas categorias de itensadministrados pela logística. Nas organizações convencionais de manufatura e serviços, as categorias de materiais maisusuais que encontramos são as seguintes:Matérias-primas (MP);Componentes;Insumos;Material em elaboração (“work-in-process”, WIP);Conjuntos (e sub-conjuntos);Material de embalagens;Produtos acabados (PA);Equipamentos produtivos;Veículos (e peças para veículos);Materiais de manutenção; eMateriais auxiliares.Os itens estocáveis podem ser organizados em estruturas mais elaboradas.2. GESTÃO DE ESTOQUES"Devemos sempre ter o produto de que você necessita, mas nunca podemos ser pego com algum estoque.” É uma fraseque descreve bem o dilema da descrição de estoques. O controle de estoques é parte vital do composto logístico, poisestes podem absorver de 25% a 40% dos custos totais, representando uma porção substancial do capital da empresa.Portanto, é importante a correta compreensão do seu papel na logística e de como devem ser gerenciados". (Ronald H.Ballou).2.1 Razões para manter estoqueA armazenagem de mercadorias prevendo seu uso futuro exige investimento por parte da organização. O ideal seria aperfeita sincronização entre a oferta e a demanda, de maneira a tornar a manutenção de estoques desnecessária.Entretanto, como é impossível conhecer exatamente a demanda futura e como nem sempre os suprimentos estãodisponíveis a qualquer momento, deve-se acumular estoque para assegurar a disponibilidade de mercadorias eminimizar os custos totais de produção e distribuição.4

×