O homem a caminho da evolução

305 visualizações

Publicada em

Mensagem espírita

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O homem a caminho da evolução

  1. 1. Com base no conto “A lição da sementeira”, do livro Jesus no lar, pelo Espírito Neio Lúcio. Nos conta assim o autor: Diante da perplexidade dos ouvintes, falou Jesus, convincente: - Em verdade é muito difícil vencer os aflitivos cuidados da vida humana. Para onde se voltem nossos olhos, encontramos a guerra, a incompreensão, a injustiça e o sofrimento. No Templo, que é o lar do Senhor, comparecem o orgulho e a vaidade nos ricos, o ódio e a revolta nos pobres. Nem sempre é possível trazer o coração puro e limpo, como seria de desejar, porque há espinheiros, lamaçais e serpente que nos rodeiam.
  2. 2. Entretanto, a ideia do Reino Divino é assim como a semente minúscula do trigo. Quase imperceptível é lançada à terra, suportando-lhe o peso e os detritos, mas, se germina, a pressão e as impurezas do solo não lhe paralisam a marcha. Atravessa o chão escuro e, embora dele retire em grande parte o próprio alimento, o seu impulso de procurar a luz de cima é dominante. Desde então, haja sol ou chuva, faça dia ou noite, trabalha sem cessar no próprio crescimento e, nessa ânsia de subir, frutifica para o bem de todos. O aprendiz que sentiu a felicidade do avivamento interior, qual ocorre à semente de trigo, observa que longas raízes o prendem às inibições terrestres.
  3. 3. Sabe que a maldade e a suspeita lhe rondam os passos, que a dor é ameaça constante; todavia, experimenta, acima de tudo, o impulso de ascensão e não mais consegue deter-se. Age constantemente na esfera de que se fez peregrino, em favor do bem geral. Não encontra seduções irresistíveis nas flores da jornada. O reencontro com a Divindade, de que se reconhece venturoso herdeiro, constitui-lhe objetivo imutável e não mais descansa, na marcha, como se uma luz consumidora e ardente lhe torturasse o coração. Sem perceber, produz frutos de esperança, bondade, amor e salvação, porque jamais recua para contar os benefícios de que se fez instrumento fiel.
  4. 4. A visão do Pai é a preocupação obcecante que lhe vibra na alma de filho saudoso. O Mestre silenciou por momentos e concluiu: - Em razão disso, ainda que o discípulo guarde os pés encarcerados no lodo da Terra, o trabalho infatigável no bem, no lugar em que se encontra, é o traço indiscutível de sua elevação. Conheceremos as árvores pelos frutos e identificaremos o operário do Céu pelos serviços em que se exprime. A essa altura, Pedro interferiu perguntando: - Senhor; que dizer então, daqueles que conhecem os sagrados princípios da caridade e não os praticam? Esboçou Jesus manifesta satisfação no olhar e elucidou:
  5. 5. - Estes, Simão, representam sementes que dormem, apesar de projetadas no seio dadivoso da terra. Guardarão consigo preciosos valores do Céu, mas jazem inúteis por muito tempo. Estejamos, porém, convictos de que os aguaceiros e furacões passarão por elas, renovando-lhes a posição no solo, e elas germinarão, vitoriosas, um dia. Nos campos de Nosso Pai, há milhões de almas assim, aguardando as tempestades renovadoras da experiência, para que se dirijam à glória do futuro. Auxiliemo-las com amor e prossigamos, por nossa vez, mirando a frente! Em seguida, ante o silêncio de todos, Jesus abençoou a pequena assembleia familiar e partiu.
  6. 6. REFLEXÃO: A vida terrestre é uma escola, nos diz Léon Denis. É, portanto, um estágio obrigatório na migração do Espírito em sua escalada evolutiva. Na sociedade terrestre habitam seres diferentes; cada qual com seu próprio grau de evolução. Dentre nós existem seres amorosos e abnegados, que já são capazes de perseverar no bem e Espíritos mais primitivos, que ainda trazem a forte influência de seus instintos, herança de vidas anteriores, em estado animal. Bons e maus, amorosos e primitivos, convivem na mesma sociedade, onde os conflitos e os interesses tornam-se cada vez mais evidentes.
  7. 7. Mas, mesmo que haja distanciamento no grau de evolução dos seres que encarnam neste planeta, todos os que aqui estão precisam desta morada para aquisição dos valores divinos. Cada mundo habitado no Universo infinito abriga seres em faixas diferentes de vibração espiritual. Todos que aqui estamos vibramos ainda na faixa dos impuros, dos imperfeitos, dos levianos, que necessitam da influência da carne para crescer, em amor e em verdade. Por isso, em nosso mundo, ainda persiste a guerra, a incompreensão, a injustiça, a perseguição, a agressão gratuita, o crime, a ambição, e o sofrimento.
  8. 8. Por isso, ainda existem entre nós aqueles que não respeitam a vida e só entendem a linguagem da força e da marginalidade social. Diariamente, temos a oportunidade de assistir pela televisão cenas de violência, envolvendo assaltos, crimes, corrupção, vandalismo. Já faz parte da nossa vida diária ver essas coisas ocorrendo. Os meios de comunicação esmeram-se em nos apresentar o lado ruim da nossa sociedade, a título de melhor informar a população aquilo que está ocorrendo. Os valores da família estão sendo postos à margem, e a desagregação toma conta, tirando dos mais jovens a condição de adquirir os valores fraternais. Os órfãos de pais vivos, jovens, entregam-se aos vícios e ao desregramento, gravitando em mundos onde só existe sofrimento.
  9. 9. Muitos, dizem que nada têm a perder, e tornam-se agressores da sociedade em que vivem, demonstrando desrespeito por si e por todos os outros. Os mais desavisados, diante desses quadros desoladores, e, muitas vezes inquietantes, poderiam dizer que estamos à beira do caos social, e que o mundo de hoje está muito pior que o mundo de ontem. Mas isso não é verdade nem a nossa realidade. Não existe o conceito de melhor ou pior quando estamos caminhando na direção da luz. Todos, sem exceção, caminham com suas experiências mais felizes ou menos felizes para a purificação dos corações. As estradas podem ser distintas; os caminhos podem ser tortuosos; mas sempre chegam na vontade de Deus.
  10. 10. A mensagem de Jesus é clara, é direta; compete àquele que já tem a compreensão da verdade, e que conhece os sagrados princípios da caridade, praticá-los. Compete a estes transformarem-se em solos férteis, onde germinarão as sementes do amor e da fraternidade. O mundo terrestre só mudará quando os filhos deste planeta tiverem interiorizado os valores em espírito, vencendo as tentações e as ilusões da matéria. O Espiritismo, doutrina de amor, possibilita àqueles que reconhecem os princípios básicos, compreenderem que todas as coisas estão certas, e conforme a vontade de Deus. A visão curta do homem é que o impede de cumprir o que essa doutrina consoladora nos oferece.
  11. 11. Assim, se hoje observas o mundo dos homens e te preocupas com o futuro de nossa sociedade, medita na missão da semente e abranda o teu coração. Coloca-te à disposição do serviço para construir um mundo melhor. Trabalha incessantemente fazendo o melhor que possas. Não te lastimes da sorte; confia na Providência; Deus tudo vê, tudo sabe e tudo consola. Não cai uma folha de uma árvore se essa não for a vontade do Pai. Confia que as tuas experiências são necessárias para tua elevação espiritual; as contrariedades do caminho são lições que devemos passar, na escola terrestre a caminho da elevação e da felicidade.
  12. 12. Muita Paz! Meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br Com estudos comentados de O Livro dos Espíritos e de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

×