Prof.º Edimar Brígido

 Influência da Tradição Cristã.
Contextualização
 Deus é a fonte da moralidade.
 A felicidade.
 Fio condutor da Étic...

Patrística e Escolástica
 Patrística (I - V)  Escolástica (VI – XIV)
Agostinho
Organizar,
sistematizar e
difundir.
Tom...

 Nasceu em Roccasecca, em
1221 e faleceu em
Fossanova, em 1274.
Santo Tomás de Aquino
 Conciliou a Fé e a Razão.
 Pro...

 Os atos humanos.
A natureza do homem
 O homem é uma natureza racional.
 A ordem das coisas.

 Liberdade = Raiz de todo o mal.
O livre-arbítrio
 Ação deliberada do homem.

 Virtude
A virtude
 Vício
= Boa ação
= Má ação

 LEI ETERNA
O papel das leis na elaboração da ética
 LEI NATURAL
 LEI HUMANA
 LEI DIVINA
- Plano racional de Deus.
-...
“A tudo isso respondo que foi necessário para a salvação do homem, uma doutrina fundada
na revelação divina, além das dis...

CANDIOTTO, C. (Org.). Ética, abordagens e perspectivas.
Curitiba: Champagnat, 2010.
McGRADE, A. S. Filosofia medieval. A...

Prof.º Edimar Brígido
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A questão ética em tomás de aquino

1.134 visualizações

Publicada em

Ética Cristã

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.134
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A questão ética em tomás de aquino

  1. 1. Prof.º Edimar Brígido
  2. 2.   Influência da Tradição Cristã. Contextualização  Deus é a fonte da moralidade.  A felicidade.  Fio condutor da Ética Medieval.
  3. 3.  Patrística e Escolástica  Patrística (I - V)  Escolástica (VI – XIV) Agostinho Organizar, sistematizar e difundir. Tomás de Aquino Justificação racional da verdade.
  4. 4.   Nasceu em Roccasecca, em 1221 e faleceu em Fossanova, em 1274. Santo Tomás de Aquino  Conciliou a Fé e a Razão.  Projeto ético possui um caráter racional especulativo.  Influência de Aristóteles
  5. 5.   Os atos humanos. A natureza do homem  O homem é uma natureza racional.  A ordem das coisas.
  6. 6.   Liberdade = Raiz de todo o mal. O livre-arbítrio  Ação deliberada do homem.
  7. 7.   Virtude A virtude  Vício = Boa ação = Má ação
  8. 8.   LEI ETERNA O papel das leis na elaboração da ética  LEI NATURAL  LEI HUMANA  LEI DIVINA - Plano racional de Deus. - “Se deve fazer o bem e evitar o mal.” - Lei Jurídica. - A lei Revelada.
  9. 9. “A tudo isso respondo que foi necessário para a salvação do homem, uma doutrina fundada na revelação divina, além das disciplinas filosóficas que são investigadas pela razão humana. Primeiro, porque o homem está ordenado a Deus como a um fim que ultrapassa a compreensão da razão, conforme afirma Isaias, 44,4: ‘Fora de ti, ó Deus, o olho não viu o que preparaste para os que te amam’. Ora, o homem deve conhecer o fim ao qual deve ordenar as suas intenções e ações. Por isso se tornou necessário, para a salvação dos homens, que lhes fossem dadas a conhecer, por revelação divina, determinadas verdades que ultrapassam a razão humana. Mesmo em relação àquelas verdades a respeito de Deus que podem ser investigadas pela razão, foi necessário que o homem fosse instruído pela revelação divina, pois essas verdades, ao serem investigadas pela razão, chegariam a poucas pessoas e mesmo assim só depois de muito tempo e com muitos erros. Entretanto, do conhecimento dessas verdades depende a salvação do homem, a qual está em Deus. Para que, pois, a salvação dos homens seja alcançada de maneira mais conveniente e segura foi necessário que fossem instruídos, a respeito das coisas divinas, pela divina revelação. Donde a necessidade de uma ciência sagrada, obtida pela revelação, além das disciplinas filosóficas que são investigadas pela razão. Por isso, nada impede que as mesmas coisas de que tratam as disciplinas filosóficas, na medida em que são cognoscíveis pela luz da razão natural, sejam tratadas por outra ciência, na medida em que são conhecidas pela luz da revelação divina”. (TOMÁS DE AQUINO, 2001, I, Q. art. 1) Texto de Santo Tomás
  10. 10.  CANDIOTTO, C. (Org.). Ética, abordagens e perspectivas. Curitiba: Champagnat, 2010. McGRADE, A. S. Filosofia medieval. Aparecida, SP: Idéias & Letra, 2008. REALE, G.; ANTISERI, D. História da filosofia. São Paulo: Paulus, 2003. v. 2. TOMÁS DE AQUINO, S. Suma teológica. São Paulo: Loyola, 2001. Referências
  11. 11.  Prof.º Edimar Brígido

×