SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Por que frequentar o Centro Espírita ?
São muitas as causas da busca 
pelo Centro Espírita 
Desesperança 
Família ... 
Por que? 
Quero saber!
Relacionamentos, doenças, 
desencarnes 
Sentimentos 
x 
sensações 
Doenças incuráveis 
A morte 
O desencarne
Preciso de uma orientação 
... um esclarecimento, 
um norte
Questões técnicas, materiais ? 
Procuro conhecimentos 
relativos ao assunto !
E questões espirituais, religiosas ? 
Onde buscar ajuda confiável ?
Lei de progresso 
Marcha do progresso 
LE 779. A força para progredir, haure-a o homem em si 
mesmo, ou o progresso é apenas fruto de um ensinamento? 
“O homem se desenvolve por si mesmo, naturalmente. 
Mas, nem todos progridem simultaneamente e do mesmo 
modo. Dá-se então que os mais 
adiantados auxiliam o progresso 
dos outros, por meio do 
contato social.” 
780. O progresso moral acompanha sempre o progresso 
intelectual? 
“Decorre deste, mas nem sempre o segue imediatamente.”
Lei de progresso 
LE 781. Tem o homem o poder de paralisar a 
marcha do progresso? 
“Não, mas tem, às vezes, o de embaraçá-la.”
Mitologia 
Uma forma de explicar a existência 
Humana e suas forças e fraquezas 
Deuses, semi-deuses, 
heróis, mistérios
Parte superior da estela Código de Hamurabi. 
Hamurabi (de pé) no momento em que recebe 
suas insignias reais das mãos de Shamash, deus 
do sol e da justiça. 
Hamurabi em oração 1792 a.C.
Moisés recebendo os 
10 mandamentos de Deus 
A legislação civil Mosaica 
acompanha o código 
De Hamurabi
Jesus vem revelar a Verdade, para 
a qual é o caminho e a vida. 
Constantino, imperador romano, 
transforma o cristianismo em 
religião oficial (sec. IV)
+ + 
Sincretismo = união de paradigmas diferentes. 
Amplia a abrangência, mas perde lógica, 
mistura princípios
Religião X Ciência 
Gutemberg – 1455 – prensa móvel 
Copérnico – 1514 – helio centrismo 
Galileu – 1611 – inquisição (Copérnico) 
Lutero – 1521 - Reforma Protestante
Metafísica 
Também conhecida como a ciência primeira, é 
o alicerce da Filosofia, pois estuda os princípios 
de todas as ciências. Tendo como base a teoria 
geral do conhecimento (gnosiologia), a 
metafísica classifica o conhecimento em: 
a) Deus (teologia); 
b) ser (ontologia); 
c) universo (cosmologia); 
d) homem (antropologia); 
e) valores (axiologia).
Filosofia 
Filosofia (do grego, philos = amigo ou amante e 
sophia = conhecimento ou saber) indica amor pela 
sabedoria, condição experimentada apenas pelo ser 
humano. Acredita-se que a palavra foi cunhada pelo 
filósofo grego Pitágoras 
(580? 572? a. C. - 500 ou 490 a.C.). 
Para Platão (428 ou 427 a.C. - 347 a.C.), 
“a filosofia se resume na capacidade que tem o 
homem de utilizar o saber em benefício próprio.”
Ciência 
Ciência, do latim scientia, é o conhecimento 
que inclui, necessariamente, em qualquer 
forma ou medida, uma garantia da própria 
validade ou de grau máximo de certeza. 
Em sentido amplo, a Ciência contempla o 
conhecimento sistemático, teórico ou prático.
Religião 
“Subentende-se como revelação religiosa a 
manifestação da vontade de Deus, 
desvendando aos homens conhecimentos 
essenciais à sua melhoria espiritual.” 
EADE - Rot 3 LIVRO V 
“A característica essencial de qualquer 
revelação tem que ser a verdade.” 
Allan Kardec - A gênese, cap. 1, item 3.
“A característica essencial de qualquer 
revelação tem que ser a verdade. Revelar um 
segredo é tornar conhecido um fato; se é falso, 
já não é um fato e, por consequência, não 
existe revelação. Toda revelação desmentida 
por fatos deixa de o ser, se for atribuída a Deus. 
Não podendo Deus mentir, nem se enganar, ela 
não pode emanar dele: deve ser considerada 
produto de uma concepção humana.” 
A gênese. Cap. 1 - Item 3
Século XIX 
Revelação Cristã distorcida. 
Falta de respostas lógicas, científicas. 
Mitos dissolvidos pelos fatos. 
Alegorias que contrariam a razão. 
Ciência capaz de assimilar o conhecimento. 
Independência relativa da religião.
Despertar de uma nova era 
18 de abril de 1857 
Livro dos Espíritos
Consolador prometido 
ESE Cap VI-3. Se me amais, guardai os meus 
mandamentos; e eu rogarei a meu Pai e ele vos 
enviará outro Consolador, a fim de que fique 
eternamente convosco: - O Espírito de Verdade, 
que o mundo não pode receber, porque o não vê e 
absolutamente o não conhece. Mas, quanto a vós, 
conhecê-lo-eis, porque ficará convosco e estará em 
vós. - Porém, o Consolador, que é o Santo Espírito, 
que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará 
todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos 
tenho dito. 
(S. JOÃO, cap. XIV, vv. 15 a 17 e 26.)
LE Prolegômenos 
Fenômenos alheios às leis da ciência humana se 
dão por toda parte, revelando na causa que os 
produz a ação de uma vontade livre e inteligente. 
A razão diz que um efeito inteligente há de ter 
como causa uma força inteligente e os fatos hão 
provado que essa força é capaz de entrar em 
comunicação com os homens por meio de sinais 
materiais.
O Consolador prometido 
FILOSOFIA ESPIRITUALISTA
CONSOLAR 
ESCLARECER 
ORIENTAR 
LIBERTAR
Centro Espírita 
Hospital de almas Educação para a vida 
Exercitar a Humildade 
de fato 
Reforma íntima Aprende a conviver Entendendo a família
Ações no corpo Ações na Alma 
Alimentar 
Fortalecer 
Iluminar 
CENTRO ESPÍRITA 
Ambiente propício as boas ações
Reformar não é simples 
Milhares de anos a.C. 
1900 anos antes da Doutrina Espírita. 
A reforma intelectual é mais fácil. 
Reformar o modelo emocional profundamente 
instalado no SER demora mais, e pede muita 
perseverança.
POR ISSO FREQUENTO O 
CENTRO ESPÍRITA 
Aprender a conhecer: “Conhecereis a verdade e ela 
vos libertará” (Jo, 8:32) 
Aprender a fazer: “...Faze isso e viverás.” (Lc , 10:28) 
Aprender a conviver: “Fazei aos outros o que 
gostaríeis que eles vos fizessem.” (Mt. 7:12) 
Aprender a ser: “Sede perfeitos ...” (Mt. 5:48) 
Sandra Maria Borba Pereira: 
Reflexões pedagógicas à luz do evangelho. Cap. 2 .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede PerfeitosESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
grupodepaisceb
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17
Graça Maciel
 
A vida no mundo espiritual-1,5h
A vida no mundo espiritual-1,5hA vida no mundo espiritual-1,5h
A vida no mundo espiritual-1,5h
home
 

Mais procurados (20)

ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede PerfeitosESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
 
Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
 
Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17Mediunidade com Jesus - n.17
Mediunidade com Jesus - n.17
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Curso de Atendimento Fraterno 2014 - Completo
Curso de Atendimento Fraterno 2014 -  CompletoCurso de Atendimento Fraterno 2014 -  Completo
Curso de Atendimento Fraterno 2014 - Completo
 
Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)
 
Icaro redimido transparencias
Icaro redimido   transparenciasIcaro redimido   transparencias
Icaro redimido transparencias
 
A vida no mundo espiritual-1,5h
A vida no mundo espiritual-1,5hA vida no mundo espiritual-1,5h
A vida no mundo espiritual-1,5h
 
Palestra paciência - 15 de junho 2015
Palestra   paciência - 15 de junho 2015Palestra   paciência - 15 de junho 2015
Palestra paciência - 15 de junho 2015
 
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan KardecEscala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão EspíritaAFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
 
A Porta Estreita (Palestra Espírita)
A Porta Estreita (Palestra Espírita)A Porta Estreita (Palestra Espírita)
A Porta Estreita (Palestra Espírita)
 

Destaque

20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
Lar Irmã Zarabatana
 

Destaque (20)

20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
 
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existênciaA importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
 
Por que ir a casa espirita
Por que ir a casa espiritaPor que ir a casa espirita
Por que ir a casa espirita
 
Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?
 
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
 
Paulo e Estevão
Paulo e EstevãoPaulo e Estevão
Paulo e Estevão
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
 
A Conversão de Paulo
A Conversão de PauloA Conversão de Paulo
A Conversão de Paulo
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
 
Paulo de tarso
Paulo de tarsoPaulo de tarso
Paulo de tarso
 
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
 
O Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDEO Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDE
 
Paulo De Tarso
Paulo De TarsoPaulo De Tarso
Paulo De Tarso
 
Paulo Apostolo de Cristo Jesus
Paulo  Apostolo de Cristo JesusPaulo  Apostolo de Cristo Jesus
Paulo Apostolo de Cristo Jesus
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
 
Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)Uma razao para viver (richard simonetti)
Uma razao para viver (richard simonetti)
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma BadanO Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
 

Semelhante a Por que frequentar o centro espírita!

O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
grupodepaisceb
 
Entendendo a vida evo consolador
Entendendo a vida evo consoladorEntendendo a vida evo consolador
Entendendo a vida evo consolador
marciot
 
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
Para que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizadoPara que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizado
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
Rita Gonçalves
 

Semelhante a Por que frequentar o centro espírita! (20)

Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Aula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de EspiritismoAula 05 Curso Básico de Espiritismo
Aula 05 Curso Básico de Espiritismo
 
teontologia aula de hoje.pptx
teontologia aula de hoje.pptxteontologia aula de hoje.pptx
teontologia aula de hoje.pptx
 
Provas Cientificas Reencarnação.pptx
Provas Cientificas Reencarnação.pptxProvas Cientificas Reencarnação.pptx
Provas Cientificas Reencarnação.pptx
 
Possíveis provas Reencarnação.pptx
Possíveis provas  Reencarnação.pptxPossíveis provas  Reencarnação.pptx
Possíveis provas Reencarnação.pptx
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
A VERDADE QUE LIBERTA
A VERDADE QUE LIBERTAA VERDADE QUE LIBERTA
A VERDADE QUE LIBERTA
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
 
Espiritualidade
EspiritualidadeEspiritualidade
Espiritualidade
 
Entendendo a vida evo consolador
Entendendo a vida evo consoladorEntendendo a vida evo consolador
Entendendo a vida evo consolador
 
Como proceder no estudo do espiritismo
Como proceder no estudo do espiritismoComo proceder no estudo do espiritismo
Como proceder no estudo do espiritismo
 
Introdução à Filosofia da Religião
Introdução à Filosofia da ReligiãoIntrodução à Filosofia da Religião
Introdução à Filosofia da Religião
 
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
 
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
Para que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizadoPara que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizado
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
 
Conhecendo o espiritismo (adenáuer novaes)
Conhecendo o espiritismo (adenáuer novaes)Conhecendo o espiritismo (adenáuer novaes)
Conhecendo o espiritismo (adenáuer novaes)
 
FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DO PENSAMENTO TEOLÓGICO.pptx
FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DO PENSAMENTO TEOLÓGICO.pptxFUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DO PENSAMENTO TEOLÓGICO.pptx
FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DO PENSAMENTO TEOLÓGICO.pptx
 
Palestra a reencarnacao
Palestra   a reencarnacaoPalestra   a reencarnacao
Palestra a reencarnacao
 
Aula materialismo, espiritualismo e espiritismo
Aula materialismo, espiritualismo e espiritismoAula materialismo, espiritualismo e espiritismo
Aula materialismo, espiritualismo e espiritismo
 

Mais de Leonardo Pereira

Mais de Leonardo Pereira (20)

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 

Por que frequentar o centro espírita!

  • 1. Por que frequentar o Centro Espírita ?
  • 2. São muitas as causas da busca pelo Centro Espírita Desesperança Família ... Por que? Quero saber!
  • 3. Relacionamentos, doenças, desencarnes Sentimentos x sensações Doenças incuráveis A morte O desencarne
  • 4. Preciso de uma orientação ... um esclarecimento, um norte
  • 5. Questões técnicas, materiais ? Procuro conhecimentos relativos ao assunto !
  • 6. E questões espirituais, religiosas ? Onde buscar ajuda confiável ?
  • 7. Lei de progresso Marcha do progresso LE 779. A força para progredir, haure-a o homem em si mesmo, ou o progresso é apenas fruto de um ensinamento? “O homem se desenvolve por si mesmo, naturalmente. Mas, nem todos progridem simultaneamente e do mesmo modo. Dá-se então que os mais adiantados auxiliam o progresso dos outros, por meio do contato social.” 780. O progresso moral acompanha sempre o progresso intelectual? “Decorre deste, mas nem sempre o segue imediatamente.”
  • 8. Lei de progresso LE 781. Tem o homem o poder de paralisar a marcha do progresso? “Não, mas tem, às vezes, o de embaraçá-la.”
  • 9. Mitologia Uma forma de explicar a existência Humana e suas forças e fraquezas Deuses, semi-deuses, heróis, mistérios
  • 10. Parte superior da estela Código de Hamurabi. Hamurabi (de pé) no momento em que recebe suas insignias reais das mãos de Shamash, deus do sol e da justiça. Hamurabi em oração 1792 a.C.
  • 11. Moisés recebendo os 10 mandamentos de Deus A legislação civil Mosaica acompanha o código De Hamurabi
  • 12. Jesus vem revelar a Verdade, para a qual é o caminho e a vida. Constantino, imperador romano, transforma o cristianismo em religião oficial (sec. IV)
  • 13. + + Sincretismo = união de paradigmas diferentes. Amplia a abrangência, mas perde lógica, mistura princípios
  • 14. Religião X Ciência Gutemberg – 1455 – prensa móvel Copérnico – 1514 – helio centrismo Galileu – 1611 – inquisição (Copérnico) Lutero – 1521 - Reforma Protestante
  • 15. Metafísica Também conhecida como a ciência primeira, é o alicerce da Filosofia, pois estuda os princípios de todas as ciências. Tendo como base a teoria geral do conhecimento (gnosiologia), a metafísica classifica o conhecimento em: a) Deus (teologia); b) ser (ontologia); c) universo (cosmologia); d) homem (antropologia); e) valores (axiologia).
  • 16. Filosofia Filosofia (do grego, philos = amigo ou amante e sophia = conhecimento ou saber) indica amor pela sabedoria, condição experimentada apenas pelo ser humano. Acredita-se que a palavra foi cunhada pelo filósofo grego Pitágoras (580? 572? a. C. - 500 ou 490 a.C.). Para Platão (428 ou 427 a.C. - 347 a.C.), “a filosofia se resume na capacidade que tem o homem de utilizar o saber em benefício próprio.”
  • 17. Ciência Ciência, do latim scientia, é o conhecimento que inclui, necessariamente, em qualquer forma ou medida, uma garantia da própria validade ou de grau máximo de certeza. Em sentido amplo, a Ciência contempla o conhecimento sistemático, teórico ou prático.
  • 18. Religião “Subentende-se como revelação religiosa a manifestação da vontade de Deus, desvendando aos homens conhecimentos essenciais à sua melhoria espiritual.” EADE - Rot 3 LIVRO V “A característica essencial de qualquer revelação tem que ser a verdade.” Allan Kardec - A gênese, cap. 1, item 3.
  • 19. “A característica essencial de qualquer revelação tem que ser a verdade. Revelar um segredo é tornar conhecido um fato; se é falso, já não é um fato e, por consequência, não existe revelação. Toda revelação desmentida por fatos deixa de o ser, se for atribuída a Deus. Não podendo Deus mentir, nem se enganar, ela não pode emanar dele: deve ser considerada produto de uma concepção humana.” A gênese. Cap. 1 - Item 3
  • 20. Século XIX Revelação Cristã distorcida. Falta de respostas lógicas, científicas. Mitos dissolvidos pelos fatos. Alegorias que contrariam a razão. Ciência capaz de assimilar o conhecimento. Independência relativa da religião.
  • 21. Despertar de uma nova era 18 de abril de 1857 Livro dos Espíritos
  • 22. Consolador prometido ESE Cap VI-3. Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: - O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber, porque o não vê e absolutamente o não conhece. Mas, quanto a vós, conhecê-lo-eis, porque ficará convosco e estará em vós. - Porém, o Consolador, que é o Santo Espírito, que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito. (S. JOÃO, cap. XIV, vv. 15 a 17 e 26.)
  • 23. LE Prolegômenos Fenômenos alheios às leis da ciência humana se dão por toda parte, revelando na causa que os produz a ação de uma vontade livre e inteligente. A razão diz que um efeito inteligente há de ter como causa uma força inteligente e os fatos hão provado que essa força é capaz de entrar em comunicação com os homens por meio de sinais materiais.
  • 24. O Consolador prometido FILOSOFIA ESPIRITUALISTA
  • 26. Centro Espírita Hospital de almas Educação para a vida Exercitar a Humildade de fato Reforma íntima Aprende a conviver Entendendo a família
  • 27. Ações no corpo Ações na Alma Alimentar Fortalecer Iluminar CENTRO ESPÍRITA Ambiente propício as boas ações
  • 28. Reformar não é simples Milhares de anos a.C. 1900 anos antes da Doutrina Espírita. A reforma intelectual é mais fácil. Reformar o modelo emocional profundamente instalado no SER demora mais, e pede muita perseverança.
  • 29. POR ISSO FREQUENTO O CENTRO ESPÍRITA Aprender a conhecer: “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” (Jo, 8:32) Aprender a fazer: “...Faze isso e viverás.” (Lc , 10:28) Aprender a conviver: “Fazei aos outros o que gostaríeis que eles vos fizessem.” (Mt. 7:12) Aprender a ser: “Sede perfeitos ...” (Mt. 5:48) Sandra Maria Borba Pereira: Reflexões pedagógicas à luz do evangelho. Cap. 2 .