“Nenhum animal         matará outro           animal.”Os porcos ao perceberem que algunsanimais não estavam de acordo com ...
Naquele ano os animais  trabalharam muito mais, pois tinham o moinho de vento parareconstruir e suas obrigações na        ...
Garganta semprerelatava as estatísticas de produção e os seu       aumentos.     Transmitindo a     propaganda do  governo...
Napoleão não era mais  visto em publico e      quando se   apresentava erasempre acompanhado  por sua matilha de         c...
Já o intitulavam como “Nosso líder Napoleão” ou “Pai       de todos os            bichos”.Napoleãorepresenta odesejo daoni...
Circula boatos de que Bola-de-Neve estaria circulando durante a    noite na granja.Bola-de-Neve e Napoleão  nos fazem lemb...
Napoleão acreditava ser confiável fazernegócios com os humanos, porém com o passar do verão e com o moinho de   vento pron...
Como era previsto os humanosatacaram a Granja dos Bichos ederrubaram o moinho de vento.Os animais saíram vencedores,      ...
Proclamou-se que a batalha se chamaria Batalha do Moinho deVento e que Napoleão havia criado   nova comenda, a Ordem daBan...
“Nenhum animal beberá álcool.”     Quando outros animais encontram garrafas de bebidas  alcoólicas na Casa Grande e   ques...
Os donos do poder subvertem os mandamentos iniciais em    seu próprio benefício.
Referências    ORWELL, George. A Revolução dos Bichos. Fonte Digital: Edição Ridendo                Castigat Mores, 2000.
A Revolução dos Bichos (Cap. 8)
A Revolução dos Bichos (Cap. 8)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Revolução dos Bichos (Cap. 8)

3.701 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Revolução dos Bichos (Cap. 8)

  1. 1. “Nenhum animal matará outro animal.”Os porcos ao perceberem que algunsanimais não estavam de acordo com suasatitudes, então resolvem matar os taispara não disseminar a oposição.
  2. 2. Naquele ano os animais trabalharam muito mais, pois tinham o moinho de vento parareconstruir e suas obrigações na granja.
  3. 3. Garganta semprerelatava as estatísticas de produção e os seu aumentos. Transmitindo a propaganda do governo sempre por meio da retórica e daeloquência, sustentácu lo da manutenção de qualquer ditadura;
  4. 4. Napoleão não era mais visto em publico e quando se apresentava erasempre acompanhado por sua matilha de cães. Sua corja de cãespoderia perfeitamente ser vista como uma espécie de KGB
  5. 5. Já o intitulavam como “Nosso líder Napoleão” ou “Pai de todos os bichos”.Napoleãorepresenta odesejo daonipotência, dopoder absoluto.
  6. 6. Circula boatos de que Bola-de-Neve estaria circulando durante a noite na granja.Bola-de-Neve e Napoleão nos fazem lembrar da rixa entre Trotski eStálin, em que o primeiroacabou sendo perseguido e morto a mando da sanguinária ditadura stalinista.
  7. 7. Napoleão acreditava ser confiável fazernegócios com os humanos, porém com o passar do verão e com o moinho de vento pronto, surge boatos de um traiçoeiro ataque.
  8. 8. Como era previsto os humanosatacaram a Granja dos Bichos ederrubaram o moinho de vento.Os animais saíram vencedores, porém feridos.
  9. 9. Proclamou-se que a batalha se chamaria Batalha do Moinho deVento e que Napoleão havia criado nova comenda, a Ordem daBandeira Verde, que conferira a si próprio.
  10. 10. “Nenhum animal beberá álcool.” Quando outros animais encontram garrafas de bebidas alcoólicas na Casa Grande e questionam a respeito elescompletam o mandamento com: “EM EXCESSO”.
  11. 11. Os donos do poder subvertem os mandamentos iniciais em seu próprio benefício.
  12. 12. Referências ORWELL, George. A Revolução dos Bichos. Fonte Digital: Edição Ridendo Castigat Mores, 2000.

×