SlideShare uma empresa Scribd logo

Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências

UTFPR
UTFPR

O documento discute a gestão do conhecimento na pesquisa de experiências de usuários. Ele argumenta que a consciência, e não o conhecimento, gera novos conhecimentos, e que a pesquisa de experiências promove encontros entre designers e usuários para diversificar o conhecimento sobre ambos os grupos.

1 de 26
Baixar para ler offline
Gestão do Conhecimento na
Pesquisa de Experiências
Frederick van Amstel @usabilidoido
www.usabilidoido.com.br
DADIN - UTFPR
A pesquisa de experiências serve para expandir a
consciência dos designers e, assim produzir novos
conhecimentos sobre os usuários.
Não é o conhecimento que gera a
consciência, mas sim o contrário.
O conhecimento não se expande
sem consciência, mas a consciência
expande sem conhecimento.
ChatGPT é conhecimento sem consciência e por isso não
consegue criar novos conhecimentos, apenas combinar.
A consciência que quer conhecer
algo novo trabalha com pouco ou
nenhum conhecimento sobre o
que se quer conhecer.
Por isso que esboços, rafis, croquis e modelos de design são
propositadamente vagos. Eles são pontes entre o que se sabe
e o que se deseja conhecer.
Se você está sentido confusão, há
boas chances de você estar
explorando algo desconhecido.
O maior desafio da pesquisa
de experiências é explorar
algo que você nunca fez e
talvez nunca fará.
O MESMO
Pessoas de grupo
social similar
(designers, diretores,
clientes, brancos,
ricos, etc)
O OUTRO
Pessoas de grupo
social diferente
(usuários, pobres,
negros, indígenas,
etc)
Experiência do designer
Experiência do usuário
O MESMO
Pessoas de grupo
social similar
(designers, diretores,
clientes, brancos,
ricos, etc)
O OUTRO
Pessoas de grupo
social diferente
(usuários, pobres,
negros, indígenas,
etc)
Experiência do designer
Experiência do usuário
O Outro é o desconhecido,
o estranho, o ameaçador.
Sua existência incomoda e
desafia o Mesmo.
O Mesmo pode ignorar ou
responder violentamente ao desafio.
Donald Rumsfeld, secretário de defesa dos EUA, justificou a guerra
no Iraque (2003-2011) dizendo que haviam "unknown unknowns”.
SEI QUE SEI
SEI QUE
NÃO SEI
NÃO SEI QUE SEI
NÃO SEI QUE
NÃO SEI
O MESMO
Pessoas de grupo
social similar
(designers, diretores,
clientes, brancos,
ricos, etc)
O OUTRO
Pessoas de grupo
social diferente
(usuários, pobres,
negros, indígenas,
etc)
O Mesmo pode aceitar o
desafio e se transformar
pelo contato com o Outro.
A Matriz de Rumsfeld pode ser utilizada como uma ferramenta
para acolher o conhecimento do Outro.
Modelos metafóricos de Lego Serious Play são bons para ter
consciência do que se sabe e o que não se sabe da experiência.
O diálogo com outra consciência gera novos conhecimentos.
Modelos de massa de modelar estruturada são bons para ter
consciência da própria falta de consciência.
Modelos ambíguos ajudam a completar a Matriz de Rumsfeld
nos estágios iniciais de pesquisa.
A Matriz de Rumsfeld pode ser atualizada a cada vez que novos
conhecimentos forem sendo adquiridos.
A gestão do conhecimento na
pesquisa de experiências promove
encontros entre as consciências de
designers e de usuários de modo a
diversificar o conhecimento.
O MESMO
Pessoas de grupo
social similar
(designers, diretores,
clientes, brancos,
ricos, etc)
O OUTRO
Pessoas de grupo
social diferente
(usuários, pobres,
negros, indígenas,
etc)
Experiência do designer
Experiência do usuário
O OUTRO
DIVERSO
O MESMO
Pessoas de grupo
social similar
(designers, diretores,
clientes, brancos,
ricos, etc)
O OUTRO
Pessoas de grupo
social diferente
(usuários, pobres,
negros, indígenas,
etc)
Experiência do designer
Experiência do usuário
O MESMO
DIVERSO
O OUTRO
DIVERSO
Obrigado!
Frederick van Amstel @usabilidoido
www.usabilidoido.com.br
DADIN - UTFPR

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências

Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento Humano
Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento HumanoOficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento Humano
Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento HumanoInstituto Educadigital
 
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...Bruno Duarte
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdadeLella Sa
 
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah Asad
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah AsadEtnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah Asad
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah AsadMedia Education
 
50 marretadas do @bizrevolution
50 marretadas do @bizrevolution50 marretadas do @bizrevolution
50 marretadas do @bizrevolutionRafael Zatti
 
Os princípios da cocriação
Os princípios da cocriaçãoOs princípios da cocriação
Os princípios da cocriaçãoaugustodefranco .
 
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla CardosoDaniele Carlini
 
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...MAZÁAA! COMUNICAÇÃO NA PRÁTICA
 
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes SociaisEu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes SociaisBia Quadros
 
Aula 2 construindo uma imagem de sucesso
Aula 2   construindo uma imagem de sucessoAula 2   construindo uma imagem de sucesso
Aula 2 construindo uma imagem de sucessoLuiz Siles
 
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamos
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamosInstituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamos
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamosUTFPR
 
Como se tornar um netweaver | Versão completa
Como se tornar um netweaver | Versão completa Como se tornar um netweaver | Versão completa
Como se tornar um netweaver | Versão completa augustodefranco .
 
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-diaA importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-diabekasales
 
Marketing digital: homens da luta
Marketing digital:  homens da lutaMarketing digital:  homens da luta
Marketing digital: homens da lutaPaulo Morais
 
Apresentação1 wave
Apresentação1 waveApresentação1 wave
Apresentação1 wavemarcelothe
 
Apresentação1 wave
Apresentação1 waveApresentação1 wave
Apresentação1 wavemarcelothe
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designUTFPR
 

Semelhante a Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências (20)

Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento Humano
Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento HumanoOficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento Humano
Oficina Design Thinking e a Educaçao para o Desenvolvimento Humano
 
Redes e Educação
Redes e EducaçãoRedes e Educação
Redes e Educação
 
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdade
 
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah Asad
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah AsadEtnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah Asad
Etnografia e consumer insights: antes de falar, escute! - Amnah Asad
 
50 marretadas do @bizrevolution
50 marretadas do @bizrevolution50 marretadas do @bizrevolution
50 marretadas do @bizrevolution
 
Os princípios da cocriação
Os princípios da cocriaçãoOs princípios da cocriação
Os princípios da cocriação
 
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso
"Redes Sociais e Relações Públicas" - Karla Cardoso
 
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...
Redes Sociais e Relações Públicas - Congresso ABRP RS/SC 2015 - Autora: Karla...
 
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes SociaisEu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
Eu Digital? Empregabilidade e as Redes Sociais
 
Aula 2 construindo uma imagem de sucesso
Aula 2   construindo uma imagem de sucessoAula 2   construindo uma imagem de sucesso
Aula 2 construindo uma imagem de sucesso
 
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamos
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamosInstituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamos
Instituto Faber-Ludens - Quem somos e pra onde vamos
 
Como se tornar um netweaver | Versão completa
Como se tornar um netweaver | Versão completa Como se tornar um netweaver | Versão completa
Como se tornar um netweaver | Versão completa
 
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-diaA importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia
A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia
 
Oralidade
OralidadeOralidade
Oralidade
 
Big bang 2010
Big bang 2010Big bang 2010
Big bang 2010
 
Marketing digital: homens da luta
Marketing digital:  homens da lutaMarketing digital:  homens da luta
Marketing digital: homens da luta
 
Apresentação1 wave
Apresentação1 waveApresentação1 wave
Apresentação1 wave
 
Apresentação1 wave
Apresentação1 waveApresentação1 wave
Apresentação1 wave
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no design
 

Mais de UTFPR

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in designUTFPR
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designUTFPR
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design objectUTFPR
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven designUTFPR
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeUTFPR
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialUTFPR
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreUTFPR
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoUTFPR
 
Pensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoPensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoUTFPR
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?UTFPR
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designUTFPR
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?UTFPR
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressãoUTFPR
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasUTFPR
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerUTFPR
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)UTFPR
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)UTFPR
 
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosÉtica Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosUTFPR
 
Ethics and aesthetics of the experience designed for the Other
Ethics and aesthetics of the experience designed for the OtherEthics and aesthetics of the experience designed for the Other
Ethics and aesthetics of the experience designed for the OtherUTFPR
 
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiências
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiênciasIntrodução ao UXFrameworks na pesquisa de experiências
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiênciasUTFPR
 

Mais de UTFPR (20)

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in design
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de design
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design object
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven design
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
 
Pensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoPensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivo
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service design
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressão
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiências
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacer
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
 
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosÉtica Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
 
Ethics and aesthetics of the experience designed for the Other
Ethics and aesthetics of the experience designed for the OtherEthics and aesthetics of the experience designed for the Other
Ethics and aesthetics of the experience designed for the Other
 
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiências
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiênciasIntrodução ao UXFrameworks na pesquisa de experiências
Introdução ao UXFrameworks na pesquisa de experiências
 

Último

Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...DL assessoria 28
 
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Prime Assessoria
 
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizadosCurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizadosfeyre79
 
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024DL assessoria 27
 
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024DL assessoria 35
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...DL assessoria 28
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024DL assessoria 30
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...DassessoriaAa
 
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024DL assessoria 30
 
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024dl assessoria
 
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Dl assessoria 20
 
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024dl assessoria
 
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...assessoria DL S5
 
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Dl assessoria 20
 
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...Prime Assessoria
 
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...Prime Assessoria
 
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...DL assessoria 29
 

Último (17)

Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
 
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
 
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizadosCurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
 
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
 
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024
MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024MAPA - BIOLOGIA CELULAR - 51/2024
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
 
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
 
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
 
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
 
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
MAPA - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
 
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...
CONTEXTUALIZAÇÃO A química analítica desempenha um papel crucial nos campos d...
 
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
 
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
 
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
 
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
 

Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências

  • 1. Gestão do Conhecimento na Pesquisa de Experiências Frederick van Amstel @usabilidoido www.usabilidoido.com.br DADIN - UTFPR
  • 2. A pesquisa de experiências serve para expandir a consciência dos designers e, assim produzir novos conhecimentos sobre os usuários.
  • 3. Não é o conhecimento que gera a consciência, mas sim o contrário.
  • 4. O conhecimento não se expande sem consciência, mas a consciência expande sem conhecimento.
  • 5. ChatGPT é conhecimento sem consciência e por isso não consegue criar novos conhecimentos, apenas combinar.
  • 6. A consciência que quer conhecer algo novo trabalha com pouco ou nenhum conhecimento sobre o que se quer conhecer.
  • 7. Por isso que esboços, rafis, croquis e modelos de design são propositadamente vagos. Eles são pontes entre o que se sabe e o que se deseja conhecer.
  • 8. Se você está sentido confusão, há boas chances de você estar explorando algo desconhecido.
  • 9. O maior desafio da pesquisa de experiências é explorar algo que você nunca fez e talvez nunca fará.
  • 10. O MESMO Pessoas de grupo social similar (designers, diretores, clientes, brancos, ricos, etc) O OUTRO Pessoas de grupo social diferente (usuários, pobres, negros, indígenas, etc) Experiência do designer Experiência do usuário
  • 11. O MESMO Pessoas de grupo social similar (designers, diretores, clientes, brancos, ricos, etc) O OUTRO Pessoas de grupo social diferente (usuários, pobres, negros, indígenas, etc) Experiência do designer Experiência do usuário
  • 12. O Outro é o desconhecido, o estranho, o ameaçador. Sua existência incomoda e desafia o Mesmo.
  • 13. O Mesmo pode ignorar ou responder violentamente ao desafio.
  • 14. Donald Rumsfeld, secretário de defesa dos EUA, justificou a guerra no Iraque (2003-2011) dizendo que haviam "unknown unknowns”.
  • 15. SEI QUE SEI SEI QUE NÃO SEI NÃO SEI QUE SEI NÃO SEI QUE NÃO SEI O MESMO Pessoas de grupo social similar (designers, diretores, clientes, brancos, ricos, etc) O OUTRO Pessoas de grupo social diferente (usuários, pobres, negros, indígenas, etc)
  • 16. O Mesmo pode aceitar o desafio e se transformar pelo contato com o Outro.
  • 17. A Matriz de Rumsfeld pode ser utilizada como uma ferramenta para acolher o conhecimento do Outro.
  • 18. Modelos metafóricos de Lego Serious Play são bons para ter consciência do que se sabe e o que não se sabe da experiência.
  • 19. O diálogo com outra consciência gera novos conhecimentos.
  • 20. Modelos de massa de modelar estruturada são bons para ter consciência da própria falta de consciência.
  • 21. Modelos ambíguos ajudam a completar a Matriz de Rumsfeld nos estágios iniciais de pesquisa.
  • 22. A Matriz de Rumsfeld pode ser atualizada a cada vez que novos conhecimentos forem sendo adquiridos.
  • 23. A gestão do conhecimento na pesquisa de experiências promove encontros entre as consciências de designers e de usuários de modo a diversificar o conhecimento.
  • 24. O MESMO Pessoas de grupo social similar (designers, diretores, clientes, brancos, ricos, etc) O OUTRO Pessoas de grupo social diferente (usuários, pobres, negros, indígenas, etc) Experiência do designer Experiência do usuário O OUTRO DIVERSO
  • 25. O MESMO Pessoas de grupo social similar (designers, diretores, clientes, brancos, ricos, etc) O OUTRO Pessoas de grupo social diferente (usuários, pobres, negros, indígenas, etc) Experiência do designer Experiência do usuário O MESMO DIVERSO O OUTRO DIVERSO
  • 26. Obrigado! Frederick van Amstel @usabilidoido www.usabilidoido.com.br DADIN - UTFPR