SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Pensamento visual expansivo
Frederick van Amstel @usabilidoido
DADIN - UTFPR
Pensamento visual é uma
forma de pensar em que se
produzem imagens mentais,
verbais e gráficas.
Imagens não só representam o conhecimento existente,
mas também expandem este mesmo conhecimento.
Pensamento visual expansivo é
aquele que produz imagens
entre aquilo que sabemos e o
que não sabemos.
SABEMOS QUE SABEMOS SABEMOS QUE NÃO SABEMOS
IMAGEM
Como estão situadas em um
limbo, as imagens expansivas
são propositadamente vagas,
abertas e inacabadas.
O triângulo da representação (McCloud, 1993).
Abstrato
Simbólico
Realista
Re-conhecimento Visual
1. Sentar com uma pessoa que você não conhece
2. Decidir quem começa desenhando
3. Conversar com ela para conhecê-la mais
4. Desenhar seu rosto enquanto conversa,
registrando o que você sabe e também o que
ainda não sabe
5. Após 5 minutos, trocar quem desenha
Imagens simbólicas e abstratas guiam uma conversa mais
profunda do que imagens realistas.
A dificuldade maior para
desenhar não é o domínio da
coordenação motora. É o
domínio do pensamento visual.
Para pensar visualmente, não é
necessário ter coordenação fina.
Desenho automático
•Escolher um objeto que esteja ao seu redor
•Colocar a caneta em cima do papel e não retirar
•Desenhar o objeto movendo apenas a folha de
papel
•O resultado é um desenho de observação
baseado em regras
Exemplo de desenho com linha contínua.
Design = desenho?
Jogo da Mente Poluída
• Formar duplas
• Objetivo: desenhar algo sem sentido
• Uma pessoa desenha algo e quando termina a outra
tenta encontrar sentidos (-1 ponto cada)
• O desenhista agora precisa lembrar os sentidos
dados e acrescentar novos (+1 ponto cada)
• Soma-se os pontos e troca o desenhista
Quanto mais abstrata a representação, mais sentidos
diferentes o desenho pode ancorar.
Design é dar sentido às coisas.
Klaus Krippendorff
Porém, uma mesma imagem pode
ter vários sentidos.
Designers precisam ter a mente
aberta para expandir seu
conhecimento constantemente.
Se não houver expansão do conhecimento, desastres como
esse podem acontecer.
1001 Maneiras de ir de A a B
•Desenhar dois pontos distantes: A e B
•Desenhar um caminho entre os pontos
•Repetir o processo e variar o caminho
Esse jogo demonstra que o espaço de possibilidades é
sempre maior do que se imagina.
Desenhação
•Conversar em vários modos, alternados pelo sinal
dado pelo facilitador
•Modo 1: Fala
•Modo 2: Gesticula
•Modo 3: Desenha
•A conversa deve ser fluida e continuar mesmo
com a mudança de modo
O pensamento visual é um facilitador de conversas,
materializando a memória compartilhada.
O pensamento visual ajuda a
ancorar outras formas de
pensamento.
Na Facilitação Gráfica, também conhecida como Scribing, o
facilitador desenha em tempo real o que está sendo discutido ou
apresentado por um grupo.
As imagens produzidas na Facilitação Gráfica ajudam a manter uma
visão do todo do que já foi discutido (Rafael Camargo).
O pensamento visual expansivo
pode ser praticado e aperfeiçoado
por qualquer pessoa.
CASE DE PENSAMENTO
VISUAL EXPANSIVO NO
PROJETO COPEL+
Que desafios do setor elétrico a
Copel deveria estimular os
empreendedores a encarar?
Cabo de Forças (acima) e Engarrafamento de Imagens
(embaixo).
Construção de um Vocabulário Visual.
Diagrama de Ishikawa (Espinha de Peixe).
Cenários Extremos.
Vídeo Improvisado à partir do Pensamento Visual.
Oficina de Pensamento Visual organizada pelos próprios
funcionários da Copel para aprofundar no assunto.
Quadros brancos que antes ficavam vazios passaram a ser
utilizados para pensar visualmente com colegas.
Obrigado!
Frederick van Amstel @usabilidoido
DADIN - UTFPR

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Pensamento visual expansivo e suas aplicações no design e na inovação

Desenho artistico e_de_apresen (1)
Desenho artistico e_de_apresen (1)Desenho artistico e_de_apresen (1)
Desenho artistico e_de_apresen (1)Carol Fontoura
 
Brainstorming: técnicas e abordagens em grupos
Brainstorming: técnicas e abordagens em gruposBrainstorming: técnicas e abordagens em grupos
Brainstorming: técnicas e abordagens em gruposRodrigo Freese Gonzatto
 
O desenho infantil
O desenho infantil   O desenho infantil
O desenho infantil gabifavarim
 
Como controlar o medo de falar em público
Como controlar o medo de falar em públicoComo controlar o medo de falar em público
Como controlar o medo de falar em públicoGilson Barbosa
 
Projeto desenho completo
Projeto desenho completoProjeto desenho completo
Projeto desenho completoRose Silva
 
Aula 17 criatividade
Aula 17   criatividadeAula 17   criatividade
Aula 17 criatividadeLuiz Siles
 
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos CunhaFalar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos CunhaCarlos Cunha
 
LC 03 Movimento Perceptivo
LC 03 Movimento PerceptivoLC 03 Movimento Perceptivo
LC 03 Movimento PerceptivoOdair Tuono
 
Artes visuais: desenho e pintura
Artes visuais: desenho e pinturaArtes visuais: desenho e pintura
Artes visuais: desenho e pinturalechemi
 
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico Flávia Santos
 
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversar
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversarLuiz carlos martins-a_arte_de_conversar
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversarFábio Zarattini
 
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1Quem não reflete não se transforma! - Parte 1
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1bredaja
 
A arte de conversar luiz carlos martins
A arte de conversar   luiz carlos martinsA arte de conversar   luiz carlos martins
A arte de conversar luiz carlos martinspastorailtonreis
 
A arte de conversar
A arte de conversarA arte de conversar
A arte de conversargudmarques
 
A arte de conversar
A arte de conversarA arte de conversar
A arte de conversargudmarques
 

Semelhante a Pensamento visual expansivo e suas aplicações no design e na inovação (20)

Desenho artistico e_de_apresen (1)
Desenho artistico e_de_apresen (1)Desenho artistico e_de_apresen (1)
Desenho artistico e_de_apresen (1)
 
Brainstorming: técnicas e abordagens em grupos
Brainstorming: técnicas e abordagens em gruposBrainstorming: técnicas e abordagens em grupos
Brainstorming: técnicas e abordagens em grupos
 
O desenho infantil
O desenho infantil   O desenho infantil
O desenho infantil
 
Como controlar o medo de falar em público
Como controlar o medo de falar em públicoComo controlar o medo de falar em público
Como controlar o medo de falar em público
 
Projeto desenho completo
Projeto desenho completoProjeto desenho completo
Projeto desenho completo
 
Aula 17 criatividade
Aula 17   criatividadeAula 17   criatividade
Aula 17 criatividade
 
Oralidade
OralidadeOralidade
Oralidade
 
Conceito
ConceitoConceito
Conceito
 
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos CunhaFalar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha
 
LC 03 Movimento Perceptivo
LC 03 Movimento PerceptivoLC 03 Movimento Perceptivo
LC 03 Movimento Perceptivo
 
Artes visuais: desenho e pintura
Artes visuais: desenho e pinturaArtes visuais: desenho e pintura
Artes visuais: desenho e pintura
 
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico
Programação Visual - Comunicação Visual - Design Gráfico
 
Apresentação PG
Apresentação PG Apresentação PG
Apresentação PG
 
aula08-coragem1.ppt
aula08-coragem1.pptaula08-coragem1.ppt
aula08-coragem1.ppt
 
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversar
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversarLuiz carlos martins-a_arte_de_conversar
Luiz carlos martins-a_arte_de_conversar
 
A arte-de-conversar
A arte-de-conversarA arte-de-conversar
A arte-de-conversar
 
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1Quem não reflete não se transforma! - Parte 1
Quem não reflete não se transforma! - Parte 1
 
A arte de conversar luiz carlos martins
A arte de conversar   luiz carlos martinsA arte de conversar   luiz carlos martins
A arte de conversar luiz carlos martins
 
A arte de conversar
A arte de conversarA arte de conversar
A arte de conversar
 
A arte de conversar
A arte de conversarA arte de conversar
A arte de conversar
 

Mais de UTFPR

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in designUTFPR
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designUTFPR
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design objectUTFPR
 
Creating possibilities for service design innovation
Creating possibilities for service design innovationCreating possibilities for service design innovation
Creating possibilities for service design innovationUTFPR
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven designUTFPR
 
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossível
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossívelDesign expansivo: pensar o possível para fazer o impossível
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossívelUTFPR
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeUTFPR
 
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasGestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasUTFPR
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialUTFPR
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreUTFPR
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoUTFPR
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designUTFPR
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?UTFPR
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designUTFPR
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?UTFPR
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressãoUTFPR
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasUTFPR
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerUTFPR
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)UTFPR
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)UTFPR
 

Mais de UTFPR (20)

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in design
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de design
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design object
 
Creating possibilities for service design innovation
Creating possibilities for service design innovationCreating possibilities for service design innovation
Creating possibilities for service design innovation
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven design
 
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossível
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossívelDesign expansivo: pensar o possível para fazer o impossível
Design expansivo: pensar o possível para fazer o impossível
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
 
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasGestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no design
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service design
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressão
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiências
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacer
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
 

Pensamento visual expansivo e suas aplicações no design e na inovação