A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia

3.974 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importância do Design e da Comunicação em nosso dia-a-dia

  1. 1.
  2. 2. http://www.youtube.com/watch?v=aAErx0d5yh0&feature=related<br />
  3. 3.
  4. 4. O QUE É COMUNICAÇÃO?<br />A palavra origina-se do verbo do latim communicaree significa participar, fazer, saber, tornar comum.A comunicação pode ser considerada o processo social básico que origina a vida em sociedade.E viver em sociedade significa troca de conhecimento, intercâmbio.Comunicação é necessidade por sobrevivência em todos os ambientes. Quem não se comunica se estrumbica! <br />
  5. 5. COMO NOS COMUNICAMOS?<br />7% do que comunicamos é transmitido pelas palavras 38% pelo tom da nossa voz55% pelo comportamento <br />
  6. 6.
  7. 7. 65% do tempo ouvindo20% do tempo falando9% do tempo lendo6% do tempo escrevendo<br />PARA SE COMUNICAR <br />gasta-seem média <br />
  8. 8. O QUE ESTÁ MUDANDO NA COMUNICAÇÃO?<br />Não basta comunicar é preciso dialogar. Não basta informar é preciso compartilhar. <br />
  9. 9. HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO<br />Como tudo começou<br />Podemos identificar os seguintes processos de comunicação:Comunicação Corporal: os ancestrais do homem se comunicavam como os outros animais, através de expressões faciais, gestos. Comunicação Oral: o grande salto na comunicação veio com a aquisição da linguagem entre 500 mil e 100 mil anos atrás.Comunicação Manuscrita: há pelo menos 15 mil anos gravuras e pinturas foram registradas pelo homem paleolítico.<br />
  10. 10. Comunicação Impressa: onde a propagação das informações começa e não para nuncaPor volta de 1439 o alemão Johann Gutenberg usou tipos móveis de chumbo para impressão de livros, o que permitiu a divulgação e cópia jornais e revistas. É a partir deste momento da história que é dado início ao processo de comunicação para muitos.<br />HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO<br />Como tudo começou<br />
  11. 11.
  12. 12. Para que o processo de comunicação <br />exista é necessário:<br />Emissor, mensagem e receptor. <br />Emissor: HomemReceptor: CriançaMensagem: organização dos brinquedos.<br />Existem várias formas de comunicar algo a alguém.<br />
  13. 13. Comunicação sem feedback não é comunicação<br />Toda comunicação só funciona se houver feedback, que é o retorno da mensagem transmitida. O feedback pode ser visto em inúmeras situações desde o feedback dos funcionários conforme um comunicado da empresa ou até em uma campanha, quando ocorre o aumento nas vendas a partir de uma ação. Se não há feedback é porque houve algum problema com a transmissão da comunicação. <br />
  14. 14. Fatores que podem prejudicar a comunicação<br />Distorção da mensagemProblemas sonorosDificuldade de visualização Linguagem incorretaIdioma incompatível<br />
  15. 15. TIPOS DE COMUNICAÇÃO<br />No dia a dia praticamos a comunicação espontânea, mas temos outros tipos de comunicação :Profissional - atividade do jornalista, publicitário, fotógrafo etcPersuasiva - representada pela propaganda publicidade / seu objetivo é vender uma ideiaComunicação artístico cultural - pintura, escultura, radio, showComunicação jornalística - noticiário, rádio, agencia de noticiaComunicação educativa - cursos de línguas, aulas, palestras<br />
  16. 16. De acordo com o número de pessoas envolvidas podemos ter vários tipos de comunicação:<br />Intrapessoal - quando uma pessoa se comunica consigo mesma Ex: agenda, diário, anotações para uso próprio, lembrete na geladeiraInterpessoal - quando a pessoa se comunica com outra Ex: conversa entre dois namoradosIntragrupal - quando as mensagens circulam dentro de um grupoEx: grupo de e-mail Intergrupal - quando as mensagens circulam entre gruposEx: turmas de alunos de uma escola, equipes de trabalho de áreas diferentesComunicação de massa - quando as mensagens são dirigidas ao grande públicoEx: Rádio, Televisão, Cinema, Jornal, Revista, Internet.<br />
  17. 17. Qual a melhor forma de se comunicar no ambiente de trabalho:Alguns fatores como a distância e a necessidade por facilidades nos levam a buscar meios mais ágeis de comunicação. Quando e como usar a comunicação:Face a face E-mailtelefoneMSNNão esqueça o bom senso na hora de comunicar!<br />Comunicação no trabalho<br />
  18. 18. Como as empresas se comunicam<br />com seus colaboradores<br />Jornal – conteúdo diferenciado do jornal diárioBoletim – forma ágil de comunicação – mensagem rápidaMural – informativo com linguagem de outdoorVídeo – produção de impacto, mas com custo altoRádio– propagação da informação para todosE-mail/ Intranet – otimização dos equipamentosDVD– mensagem direcionadaEventos– integração, reforça relacionamentos<br />
  19. 19. Veteranos ou Seniores: nascidos antes de 1946Baby Boomers: nascidos entre 1946 e 1964Geração X: nascidos entre 1965 e 1980Geração Y: nascidos entre 1980 e 1994Geração Z: nascidos a partir de 1994 <br />Comunicação com as gerações<br />
  20. 20.
  21. 21. “A nova<br />comunicaçãono séculoXXI”<br />
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28. 1%<br />Produz<br />4%<br />replica<br />95%<br />Aprende<br />
  29. 29. Se for melhoremvídeo<br />
  30. 30. Se for melhoremáudio<br />
  31. 31. Se for melhoremfoto!<br />
  32. 32. Se for melhor em texto!<br />
  33. 33. 97 <br />redes<br />
  34. 34. “A troca de dados em 2014 será 133<br />vezes maior do que todo o tráfego de dados entre 1980 e 2010.”<br />
  35. 35. A CIÊNCIAPROVOU<br />QUE...<br />
  36. 36. A internet revolucionounossa forma de viver e se relacionar, né?!<br />Revolucionounossocérebro<br />
  37. 37. Fazer a coisacerta<br />
  38. 38. Fazer coisas interessantes<br />
  39. 39. Engajar-se a uma causa<br />
  40. 40. contribuirpara o mundo<br />
  41. 41. Empreender<br />
  42. 42. “o cérebroentende a conexãoeletrônicacomo<br />se fosse um contatopresencial”<br />
  43. 43. “Tweetar” estimula a liberação de <br />níveis de ocitocinadiminuiosníveis de <br />hormônioscomocortisol e ACTH, associados<br />aoestresse<br />
  44. 44. Felizes! Felizes! <br />Felizes!<br />
  45. 45. Grande Nercotéx<br />Número de Dunbar<br />150 Centuriões<br />150 conexões<br />130 amigos no Facebook<br />A rede social aSmallWorld, considerada como “Orkut dos ricos”, usou este discurso para defender seus princípios de uso e, claro, alcançar valorização e alarde em torno de seu serviço.<br />A construção do mito de que as novas tecnologias poderiam superar tal limitação não é o único fato que mais chama atenção. O estudo corrobora a premissa de que o internauta, hoje, reforça mais laços construídos de forma offline(cotidiano) do que propriamente criar novas amizades virtuais.<br />“Uma pessoa com 120 amigos geralmente responde aos posts de somente 7 desses contatos”<br />Outra conclusão é que, mesmo em ambientes online, nos comunicamos com o mesmo círculo pequeno e estável de pessoas de sempre. O que ajuda a corroborar a idéia de que, em plataformas como Facebook, reforçamos mais os laços que já temos no “mundo offline” do que propriamente criamos novos contatos.<br />online é mais potencializador do offline que qualquer outra coisa.<br />
  46. 46.
  47. 47. “Um mundo novo?”<br />
  48. 48. Futuro da Informação<br />
  49. 49. “Quandomais se dá, mas se recebe, ouseja se eucompartilho, eunão fico sem!”<br />
  50. 50. Revolução de atitudes<br />
  51. 51. “Não competimos um com o outro”<br />Nós cooperamos”<br />
  52. 52. “Nãodividimos. Integramos”<br />Amit Goswami<br />
  53. 53. Humanidade5.0<br />Comportamento<br />colaborativo<br />
  54. 54. Crowndsourcing<br />Crowndfunding<br />Informaçãogeradapelamultidão<br />
  55. 55.
  56. 56. Invençãosimultânea<br />
  57. 57. Bateria elétrica<br />Rádio<br />Telefone<br />Cálculo<br />Máquina a vapor<br />“Inovações revolucionárias onde vários inventores trabalharam em paralelo, sem conhecimento um do outro.”<br />
  58. 58. Comprar TV = + 1 consumidor<br />
  59. 59. ComprarComputadoroucelular=+ 1 produtor<br />
  60. 60. Redessociais “Mudam o quefazemosoumuda o quepensamos”<br />“O todo é maior do que a soma de suaspartes”<br />
  61. 61.
  62. 62.
  63. 63. Transmedia<br />
  64. 64. #shakespeare<br />O amor em 4.000 tweets<br />
  65. 65.
  66. 66.
  67. 67.
  68. 68.
  69. 69. Vossaexcelência, tem twitter e blog! E você?<br />
  70. 70. “Comunicar na era digital é uma arte?<br />Mais sensibilidade do que técnica<br />
  71. 71. Humanidade 5.0<br />“Vai doer”<br />
  72. 72.
  73. 73. “Elespodemdesligarnossoscomputadores e celulares, masnãodesligaramnossasmentes”<br />Tamer Nabi<br />Professor primário<br />Manifestante no Egito<br />
  74. 74. “Ventos de mudançaAlém-mar ...”<br />Yona Sanchez, blogueiracubana, esperando a tempestadederruba-ditadorchegarem Cuba<br />
  75. 75. Wikileaks<br />“Outros surgirão”<br />
  76. 76. “Um dia uma revolução moral, marcará uma nova era da Humanidade”<br />Filósofo Sócrates<br />conversações na prisão, momentos antes de tomar Cicuta<br />
  77. 77. Proibir o uso de redessociais no ambientecorporativo<br />
  78. 78. Proibirtelefone<br />anos 70<br />
  79. 79. Proibir o Fax<br />1980<br />
  80. 80. Proibir o e-mail<br />anos 90<br />
  81. 81. “Empresasdo século XX, pessoas do século XXI”<br />
  82. 82. http://www.hsm.com.br/blog/2011/02/o-poder-das-redes-sociais/#more-11438<br />
  83. 83. ROA<br />(Retorno sobre Atenção)<br />ROA<br />(Retorno sobre Atenção)<br />ROI<br />(Retorno sobre investimento)<br />ROR<br />(Retorno sobre Relacionamento)<br />
  84. 84. “Obter o bempessoalmáximoaopreçomaisbaixopossível”<br />John Stuart<br />Homo<br />economics<br />egoísmo & racional<br />
  85. 85. Homos<br />Dictyous<br />Grego Dicty <br />“rede”<br />Latin Homo “humano”<br />
  86. 86. “Ford T de qualquercordesdequesejapreto”<br />
  87. 87. “Construir reputação”<br />
  88. 88. Cultura <br />do grátis<br />
  89. 89. Democraciaemrede?<br />Trabalharemrede?<br />Aprender em rede?<br />Viver em rede?<br />Inovar em rede?<br />
  90. 90. 1º Onda do capitalismoInovações no novo continente<br />
  91. 91. Louis Chevrolet<br />Dupont<br />Henry Ford<br />Graham Bell<br />Akio Morita<br />Hewlett e Packard (HP)<br />2º Onda do capitalismo<br />Empreendedores e inovaçõesindividuais<br />
  92. 92. 3º Onda do capitalismo Era digital <br />
  93. 93. ”A mídia social, representa a transformação do capitalismocomonós o conhecemos” <br />
  94. 94. Pra se pensar...<br />
  95. 95. Como deve ser uma sala de aula<br />
  96. 96. FreeHugs<br />
  97. 97. Escada da Poesia<br />A escada da poesia<br />
  98. 98. Você é o quevocê<br />Compartilha!<br />
  99. 99. Humanidade 5.0 <br />“A Era da Generosidade<br />Coletiva” <br />
  100. 100.
  101. 101.
  102. 102.
  103. 103.
  104. 104.
  105. 105. Pitágoras<br />Tales de Mileto<br />Aristótoles<br />Leonardo DaVinci<br />Sócrates<br />“Homensque<br />enxergaramo futuro” <br />Euclídes de<br />Alexandria<br />
  106. 106. “No futuro, um historiadordiráqueestasdécadasquevivemos, coletivamentecriamosuma nova humanidade, economia, sociedade ...”<br />
  107. 107. Torcedores<br />Torcedores<br />“E aquelesqueforamvistosdançando, foramjulgadosinsanos, poraquelesquenãopodiamescutar a musica.” #nietzsche<br />
  108. 108. “A Primeirarevolução da humanidadequenãoexiste um grandelíder” <br />
  109. 109. Com o passar do tempo percebemosque a maiorrevolução no século XXI não é digital e sim<br />social e moral<br />
  110. 110. Deus existe<br />
  111. 111. Networking<br />A importância das redes de relacionamentos <br />
  112. 112. O que é NETWORK?<br />Rede de trabalho<br />
  113. 113. <ul><li> Rede social entre pessoas relacionado a trabalho e negócios
  114. 114. Seus contatos precisam representar algo, deve ser criado um relacionamento bom e estável, caso contrário sua rede terá o efeito inverso.
  115. 115. Esse conceito tem crescido no mercado de trabalho atualmente e muitas pessoas são empregadas através dessa rede. </li></li></ul><li> Como proceder para organizar sua própria rede?<br /><ul><li> O melhor lugar para se criar uma rede é onde você está.
  116. 116. Nos eventos corporativos podemos descobrir boas oportunidades de negócios.
  117. 117. Se ele vai se transformar em rede ou não, depende de dedicação e de um trabalho posterior, o que exige paciênciae tempo.</li></li></ul><li>Ferramentaspara um bom Network<br /><ul><li>Ambiente de estudos
  118. 118. Amigos
  119. 119. Família
  120. 120. Colegas de trabalho
  121. 121. Internet</li></ul>O mais importante do networking não é simplesmente saber que as pessoas existem ou colecionar seus contatos, mas criar elos consistentes para poder ser lembrado com carinho e admiração.<br />
  122. 122. Como se sobressair no mercado de trabalho com as ferramentas do Network?<br /><ul><li>Tratar as pessoas do jeito que elas gostam de ser tratadas
  123. 123. Não menosprezar os contatos feitos
  124. 124. Deixar uma boa impressão entre todas as pessoas de seu relacionamento
  125. 125. Uma boa rede de relacionamentos é algo como uma previdência privada</li></ul>Todo profissional precisa ter consciência disso e saber gerenciar redes de curto e longo prazo. Produtores de frutas plantam as sementes que só se transformarão em lucro muitos anos depois, quando a terra arada se transformar em um pomar.<br />
  126. 126. Eventos corporativos, reuniões, confraternizações com funcionários,servem para interagir com as pessoas presentes.<br /><ul><li>Ir “pra ver o que acontece” é uma opção, mas está longe de ser a forma mais eficiente de fazer novos contatos.
  127. 127. Extroversão pode ajudar e muito
  128. 128. Seja seletivo e mantenha contato
  129. 129. Ter interesse é diferente de ser interesseiro</li></ul>Para aprender de verdade a fazer bons contatos, é necessário prática. Por isso, faça o máximo para participar dos eventos que acontecem.<br />
  130. 130. Para reflexão:<br /><ul><li>Em meu ambiente de trabalho, interajo com genuíno respeito, com pessoas de todos os níveis hierárquicos?
  131. 131. Ouço cuidadosamente aos outros?
  132. 132. Procuro constantemente expandir meu network, mantendo contato com pessoas que não conheço?
  133. 133. Colaboro com pessoas de outros departamentos para concluir trabalhos?</li></li></ul><li>Ao agregar valor através de relacionamentos e networks, criamos uma vantagem competitiva sustentável para nossa vida pessoal e profissional, sendo importante perceber que o network consiste em trocas de informações que favorecem ambas as partes. É uma via de mão dupla.<br />
  134. 134. 1960<br />Stanley Milgran<br />“Seisgraus de separação”<br />Carta a um homem de negócios<br />
  135. 135.
  136. 136. O que é linkedin?<br />
  137. 137. A importância do Network<br />
  138. 138.
  139. 139.
  140. 140. <ul><li>Estudo dos signos, e suas ações.
  141. 141. SIGNO - aquilo que representa algo para alguém. Podem ser objetos, símbolos, palavras, desenhos, representam e transmitem alguma, ou várias informações, para nós.
  142. 142. Surge após a II Guerra Mundial
  143. 143. Concorrência de empresas em busca da conquista de novos consumidores.
  144. 144. Marcas e produtos buscam se diferenciar - características simbólicas e culturais.</li></li></ul><li>SÍMBOLO<br />Uma associação de ideias que opera no sentido de fazer com que o símbolo seja interpretado como se referindo aquele objeto.<br />Ex: Nomeação das coisas, PALAVRAS. Não guarda relação nenhuma com o que representa. <br />
  145. 145. ÍCONE<br />Representa semelhança, um signo que retrata um objeto. <br />Ex: Fotografias, Desenhos.<br />As imagens em geral são ícones, pois representam de o que está desenhado, fotografado.<br />
  146. 146. ÍNDICE<br />Outro tipo de signo. Tem relação de causa e efeito com a coisa em si, tornando um indício. Não guarda relação de semelhança. <br />Ex: Pegadas, vento de chuva, fumaça. Esse signo é um vestígio, uma associação.<br />
  147. 147. Ícone<br />FOGO<br />Símbolo<br />Índice<br />
  148. 148.
  149. 149. MARCA<br />É um ícone ou ilustração abstrata para representar ou lembrar a empresa.<br />PRODUTO<br />Oferta – produto ou serviço - da marca a fim de atingir a necessidade do cliente.<br />
  150. 150.
  151. 151. SÍMBOLO<br />Representação simbólica de uma entidade. Pode ser um signo , um símbolo ou um índice. Usada para identificar e diferenciar.<br />LOGOTIPO<br />Formado pelo NOME da empresa, escrito em extenso, de forma estilizada ou com algum design nas letras. <br />LOGOMARCA<br />É a junção do SÍMBOLO com o NOME (LOGOTIPO) da empresa.<br />
  152. 152. SLOGAN<br />Frases publicitárias como “assinatura da marca”.<br />
  153. 153.
  154. 154. Propaganda em vídeo<br />Som e imagem<br />
  155. 155. Propaganda em imagem<br />Digital e impressa<br />
  156. 156. Propaganda em rádios<br />Locução com fundo musical<br />
  157. 157. Música para propaganda <br />de marca ou produto<br />
  158. 158. A estrutura dos anúncios<br />
  159. 159. IMAGEM<br />
  160. 160. Anúncio página SIMPLES<br />1 página<br />Título<br />Imagem<br />Texto<br />Logo<br />Logomarca<br />SLOGAN<br />
  161. 161. Anúncio página DUPLA<br />2 páginas<br />Título<br />Imagem<br />Texto<br />Logomarca<br />SLOGAN<br />
  162. 162.
  163. 163. Mensagem que não pode ser captada diretamente pelos sentidos humanos.<br />
  164. 164.
  165. 165.
  166. 166. CÉREBRO<br />Lado Esquerdo: Analítico<br />Lado Direito: criativo e artístico.<br />- self: gera a ideia<br />- Eu: recebe a ideia, e muitas vezes a bloqueia.<br />A criatividade está em todos<br />
  167. 167. BOAS IDEIAS<br />Tem que buscar romper a força do hábito, os bloqueios, o comum. Identificar e romper a força do hábito com uma mensagem de forma inovadora com conteúdo imprevisível.<br />Para fugir do bloqueio mental:<br /><ul><li>Associação: momento em que a equipe tenta conceber o maior número possível de ideias instantâneas. Qualquer sugestão nova pode ser aceita pois nada pode interromper o processo. Importa o fluxo, o pensamento solto, a tentativa, o erro, o uso da imaginação e o teste dos próprios limites - Brainstorm.
  168. 168. Opostos: tentar conceber ideias usando conflitos e oposições.
  169. 169. Começar pelo fim: começar com a ideia e retroceder até os pré-requisitos necessários.</li></li></ul><li>O que são BOAS IDEIAS?<br /><ul><li>Geram atenção imediata.
  170. 170. Criam sensação de espanto.
  171. 171. Geram emoções: alegria, medo, desejo, compaixão.
  172. 172. Parecem simples e claras.
  173. 173. Podem ser desenvolvidas e usadas diversas vezes.
  174. 174. “Por que eu não tive essa ideia antes?”</li></li></ul><li>
  175. 175. CORES<br />

×