SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
COMO NÓS APRENDEMOS?
LES 129 – SOCIOLOGIA E EXTENSÃO
Prof. Dra Marly T. Pereira
Dr.ADEMIR DE LUCAS
ENSINAR É ≠ DE APRENDER
ENSINADO
APRENDIDO
DE TUDO
QUANTO SE
ENSINA,
APENAS UMA
PARTE É
EFETIVAMENTE
APRENDIDA
SÃO 2 MOMENTOS DISTINTOS;
FATORES QUE INTERVÊM NO PROCESSO DE
ENSINO

ASSUNTO
ESTUDANTE/PROFESSOR ASSUNTO
Motivações
Conhecimento prévio
Relação entre ambos
Atitude com o tema
Feed back de ambos
Estimulo ambiental
Avaliações
Estrutura
Tipo aprendizagem
Ordem de apresentação
É UMA ATIVIDADE QUE OCORRE NO
APRENDIZ E REALIZADA PELO APRENDIZ;
O INSTRUTOR NÃO PODE
OBRIGAR O ALUNO A APRENDER
ENSINAR = FACILITAR APRENDIZAGEM
PROFESSOR = FACILITADOR
APRENDER
PROFESSOR:
ANIMADOR DE GRUPOS;
CAPAZ DE LANÇAR DESAFIOS FRENTE
A UMA SITUAÇÃO PROBLEMA;
BUSCAR NA DISCUSSÃO E NA
PESQUISA , SOLUÇÕES CRIATIVAS E
VIÁVEIS
NUNCA SER O LÍDER CONDUTOR E
SIM O FACILITADOR
O QUE É APRENDER?
A aprendizagem é um processo
integrado no qual toda a pessoa
(intelecto, afetividade, sistema
muscular) se mobiliza de
maneira orgânica.
Isto é: APRENDIZAGEM É UM
PROCESSO QUALITATIVO,
PELO QUAL A PESSOA FICA
MELHOR PREPARADA PARA
NOVAS APRENDIZAGENS
Como os Humanos Aprendem
2 Teorias de Aprendizagem na extensão
rural:
1-Behaviorismo (Psicologia do Comportamento)
Skinner e colaboradores: Aprendizagem :
“estímulo-resposta-reforço”
e
“condicionamento operante”.
Como os Humanos Aprendem
1- Behaviorismo
Comportamentos reflexos
Comportamento Operante. ambiente
Reforços + e -
conseqüências
PREMISSA: TODA AÇÃO QUE PRODUZA SATISFAÇÃO
TENDERÁ A SER REPETIDA E APRENDIDA
 RECOMPENSA – REFORÇO
 PAVLOV –REFLEXO CONDICIONADO
Como os Humanos Aprendem
Como os Humanos Aprendem
2-Teoria da aprendizagem de Piaget
( psicologia genética)
JEAN PIAGET
BIÓLOGO E FILÓSOFO SUIÇO
É A MANEIRA DA INTELIGÊNCIA
MANIFESTAR-SE
“O PENSAMENTO É A BASE EM QUE SE
ASSENTA A APRENDIZAGEM”
Como os Humanos Aprendem
2-Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética)
No processo de Desenvolvimento psíquico, existem
2 mecanismos complementares:
1 - Os funcionamentos constantes.
2 - As estruturas variáveis
Como os Humanos Aprendem
2-Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética)
1- Os funcionamentos constantes.
É sempre uma necessidade (fisiológica, afetiva ou
intelectual) estimula a ação,
inclusive a inteligência.
Como os Humanos Aprendem
O CICLO MOTIVACIONAL
NECESSIDADE TENSÃO MOVIMENTO
FATOR DE
SATISFAÇÃO
GERA GERA
EM DIREÇÃO À
ELIMINA OU DIMINUI
2 -Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética)
.
2 - As estruturas variáveis
Características de cada etapa do processo de
desenvolvimento do indivíduo.
As estruturas variáveis são as formas de
organização da atividade do indivíduo sob os
aspectos sensório-motor, intelectual e afetivo.
Como os Humanos Aprendem
ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO segundo Piaget:
 1º) Dos atos instintivos hereditários (pegar, sugar,
etc.) (até os 2 meses);
 2º) Da inteligência sensório-motriz. (dos 2 meses até os 2
anos). Organização e percepção de movimentos. Assimilação prática antes do pensamento
simbólico e da linguagem)
 3º) Da inteligência intuitiva (dos 2 aos 7 anos).
 . O pensamento ainda não se tornou operacional ou reversível. O mundo é como é percebido
ou imaginado, ou ainda como lhe é apresentado pelas pessoas que a criança respeita.
 4º) Das operações intelectuais concretas. (dos 7 aos
11 anos). Lógica, reversibildade e elementos concretos.
 5º) Das operações intelectuais abstratas ou
formais. (dos 11 anos, em diante).
 Desenvolvimento da lógica formal. O indivíduo é capaz de operar com conceitos abstratos.
 Tabelas, gráficos, desenhos estilizados, superposição de imagens
Como os Humanos Aprendem
A INTELIGÊNCIA DESENVOLVE UMA ESTRUTURA
E UM FUNCIONAMENTO
O FUNCIONAMENTO
VAI MODIFICANDO
A ESTRUTURA
A ESTRUTURA, PORTANTO, NÃO É
FIXA E ACABADA, MAS
DINÂMICA ,UM PROCESSO DE
CONSTRUÇÃO CONTÍNUA
Como os Humanos Aprendem
CONSTRUÇÃO: SE FAZ MEDIANTE A
INTERAÇÃO DO ORGANISMO COM O
SEU MEIO AMBIENTE, VISANDO ADAPTAR-SE
A ELE PARA SOBREVIVER E REALIZAR O
POTENCIAL VITAL DO ORGANISMO.
AAPRENDIZAGEM, PORTANTO, É O CONJUNTO
DE MECANISMOS QUE O ORGANISMO
MOVIMENTA
PARA SE ADAPTAR AO MEIO AMBIENTE.
Como os Humanos Aprendem
A APRENDIZAGEM SE PROCESSA ATRAVÉS DE DOIS
MOVIMENTOS SIMULTÂNEOS E INTEGRADOS,MAS
DE SENTIDOS CONTRÁRIOS:
ASSIMILAÇÃO ACOMODAÇÃO
Como os Humanos Aprendem
 AÇÕES PREVIAMENTE REALIZADAS,
 CONCEITOS PREVIAMENTE APRENDIDOS
CONFIGURAM ESQUEMAS MENTAIS QUE
PERMITEM ASSIMILAR NOVOS CONCEITOS
MENTE:
ESQUEMAS DE ASSIMILAÇÃO
ESQUEMAS SE DESENVOLVEM PELA
ESTIMULAÇÃO QUE O AMBIENTE EXERCE
SOBRE O ORGANISMO
UMA CRIANÇA QUE CRESCE EM UM
AMBIENTE RICO EM ESTÍMULOS
DESENVOLVERÁ MAIS ATIVAMENTE
SEUS ESQUEMAS DE ASSIMILAÇÃO
Como os Humanos Aprendem
Estruturas cerebrais antes da aprendizagem do novo conhecimento
NOVO CONHECIMENTO
Estruturas cerebrais pós conhecimento incorporado APRENDIDO
 O ORGANISMO TRANSFORMA SUA
PRÓPRIA ESTRUTURA PARA ADEQUAR-SE
À NATUREZA DOS OBJETOS QUE SERÃO
APREENDIDOS
ACOMODAÇÃO
PELAACOMODAÇÃO A MENTE ACEITA AS
IMPOSIÇÕES DA REALIDADE - ACOMODAÇÃO
INTELECTUAL
CERTAS FORMAS DE LOUCURA (PARANÓIA, P.EX.)
CONSISTEM NA FALTA DE CAPACIDADE DE
ACOMODAÇÃO
Como os Humanos Aprendem
PIAGET
EXPLICA O DESENVOLVIMENTO DA
INTELIGÊNCIA, E TAMBÉM O DA
EMOCIONALIDADE E O DO COMPORTAMENTO
ASSOCIATIVO:
CRIANÇA PEQUENA: BRINCA SOZINHA
MAIS TARDE: BRINCA COM OUTRAS CRIANÇAS,
MAS CADA UMA NAQUILO DE QUE GOSTA MAIS
BRINQUEDO COOPERATIVO- SÓ MAIS TARDE.
IMPORTÂNCIA DA DINÂMICA DE GRUPO: ESTIMULA A
OPERAÇÃO DA INTELIGÊNCIA EM SITUAÇÃO
COOPERATIVA, TIRANDO A PESSOA DE SEU
EGOCENTRISMO
COMO OS HUMANOS APRENDEM
Quais aspectos são importantes da
aprendizagem segundo a teoria do
construtivismo???
COMO OS HUMANOS APRENDEM
2 -Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética)
. Como o homem aprende e constrói o conhecimento
Alguns aspectos importantes:
•Atividades sobre o objeto a ser aprendido
•Esquemas de Ação para interagir
•Reorganização de conjuntos
•Aprendizagem reestrutura Universo mental
•Aprende por assimilação- acomodação
•Equilibração e desequilibração
Conclusões:
• Aprendizagem só pode ser realizada pelo
próprio sujeito que aprende.
“Ensinar” não é transmitir ou retransmitir
conhecimentos do mestre para o estudante
•“Ensinar”é uma forma de provocar um processo
operatório assimilador que, ativa os esquemas, as
estruturas (conhecimentos) que aprendiz dispõe,
nos quais os novos conhecimentos se integram.
“A extensão do programa importa menos que a
qualidade do trabalho”.
Síntese esquemática das concepções de
aprendizagem:
1-Tradicional ou empirista (Skinner)
Esquema !...?
2- Psicologia genética (Piaget)
Esquema ?...!.
COMO OS HUMANOS APRENDEM
QUAL A DIFERENÇA ENTRE TRABALHAR
COM CRIANÇAS E ADULTOS NA
APRENDIZAGEM??
ANDRAGOGIA
ARTE E CIÊNCIA
DE
ORIENTAR
ADULTOS A APRENDER
Ensinar adultos exige
descobrir novas maneiras
para estimular
aprendizagem.
ESTRATÉGIAS DIFERENTES!
ANDRAGOGIA
Experiências vividas
Aplicação imediata
Relação instrutor/estudante
horizontal
PEDAGOGIA
Pouca bagagem
Aplicação futura
Relação instrutor/aluno
vertical
APRENDIZAGEM DE TECNOLOGIA
PARA QUE UM AGRICULTOR
POSSA OPTAR RACIONALMENTE
POR UMA TECNOLOGIA, DEVE
PASSAR POR UM PROCESSO DE
APRENDIZAGEM.
22.COMO A EXTENSÃO FEZ ISSO NOS
ULTIMOS 50 ANOS ?
QUE PEDAGOGIA USOU?
POR QUE????????
TRANSFERIR!!!!
PERSUADIR
AGENTE DE MUDANÇAS
AGRICULTOR OBJETO
TÉCNICO SUJEITO
23. QUAL A NOVA PROPOSTA? PNATER?
QUE PEDAGOGIA PROPÕE?
POR QUE????????
PERSPECTIVA PROGRESSISTA
HORIZONTALIDADE ENTRE SUJEITOS
EDUCADOR - EDUCANDO
RELAÇÃO DIALÓGICA E CRIATIVA
“SER DIALÓGICO É VIVENCIAR
O DIÁLOGO
NÃO INVADIR, NÃO MANIPULAR.
É COMPROMETER-SE E
EMPENHAR-SE NA
TRANSFORMAÇÃO CONSTANTE
DA REALIDADE.”
Paulo Freire (Educador brasileiro)
REFERÊNCIAS
Mussoi, Eros M. Enfoques Pedagógicos e
a intervenção no meio rural. Texto de aula
Burke, T. J. O professor revolucionario –
da Pré-escola à universidade. Petropolis,
Vozes,2003. 110p.
Burke, T. J. Por uma revolução de
qualidade no ensino. Invertendo o
Paradigma. Petrópolis, Vozes, 2009.
190p.
Aula 4  APRENDER  2019 T1.ppt

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aula 4 APRENDER 2019 T1.ppt

Piaget e Interacionismo
Piaget e InteracionismoPiaget e Interacionismo
Piaget e InteracionismoJorge Barbosa
 
Piaget Interaccionismo
Piaget InteraccionismoPiaget Interaccionismo
Piaget InteraccionismoJorge Barbosa
 
Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoRoseli2012
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemMarcelo Assis
 
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aulaPatricia Mendes
 
1. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 20131. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 2013tsilotti
 
Fundamentos psic aplicados a educação
Fundamentos psic aplicados a educaçãoFundamentos psic aplicados a educação
Fundamentos psic aplicados a educaçãoSimoneHelenDrumond
 
As teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamAs teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamJuliana Rodrigues
 
As teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamAs teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamJuliana Rodrigues
 
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaConceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaeupsico
 
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaConceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaeupsico
 
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)Márcia Franco
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondmarcelosilveirazero1
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 

Semelhante a Aula 4 APRENDER 2019 T1.ppt (20)

Piaget e Interacionismo
Piaget e InteracionismoPiaget e Interacionismo
Piaget e Interacionismo
 
Piaget Interaccionismo
Piaget InteraccionismoPiaget Interaccionismo
Piaget Interaccionismo
 
Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalho
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
 
Life spanpiaget
Life spanpiagetLife spanpiaget
Life spanpiaget
 
1. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 20131. aprendizagem organizacional – 2013
1. aprendizagem organizacional – 2013
 
Life span piaget
Life span piagetLife span piaget
Life span piaget
 
Fundamentos psic aplicados a educação
Fundamentos psic aplicados a educaçãoFundamentos psic aplicados a educação
Fundamentos psic aplicados a educação
 
As teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamAs teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focam
 
As teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focamAs teorias comportamentalistas focam
As teorias comportamentalistas focam
 
Teorias de Ensino
Teorias de EnsinoTeorias de Ensino
Teorias de Ensino
 
Piaget completo
Piaget completoPiaget completo
Piaget completo
 
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaConceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetiana
 
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetianaConceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetiana
 
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01 (1)
 
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01
Psicologiadaaprendizagem 140124113741-phpapp01
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 

Último

fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorIvaneSales
 
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fdsApresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fdsMarceloLeoSanttana
 
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosTecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosIANAHAAS
 
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesVanessaXLncolis
 
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxTEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxjhordana1
 
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaPuerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaJoyceDamasio2
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.FabioCorreia46
 
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasSISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasIANAHAAS
 
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesAtividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesIANAHAAS
 

Último (10)

fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferior
 
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fdsApresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
 
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosTecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
 
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
 
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxTEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
 
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaPuerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
 
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasSISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
 
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesAtividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
 

Aula 4 APRENDER 2019 T1.ppt

  • 1. COMO NÓS APRENDEMOS? LES 129 – SOCIOLOGIA E EXTENSÃO Prof. Dra Marly T. Pereira Dr.ADEMIR DE LUCAS
  • 2. ENSINAR É ≠ DE APRENDER ENSINADO APRENDIDO DE TUDO QUANTO SE ENSINA, APENAS UMA PARTE É EFETIVAMENTE APRENDIDA SÃO 2 MOMENTOS DISTINTOS;
  • 3. FATORES QUE INTERVÊM NO PROCESSO DE ENSINO  ASSUNTO ESTUDANTE/PROFESSOR ASSUNTO Motivações Conhecimento prévio Relação entre ambos Atitude com o tema Feed back de ambos Estimulo ambiental Avaliações Estrutura Tipo aprendizagem Ordem de apresentação
  • 4. É UMA ATIVIDADE QUE OCORRE NO APRENDIZ E REALIZADA PELO APRENDIZ; O INSTRUTOR NÃO PODE OBRIGAR O ALUNO A APRENDER ENSINAR = FACILITAR APRENDIZAGEM PROFESSOR = FACILITADOR APRENDER
  • 5. PROFESSOR: ANIMADOR DE GRUPOS; CAPAZ DE LANÇAR DESAFIOS FRENTE A UMA SITUAÇÃO PROBLEMA; BUSCAR NA DISCUSSÃO E NA PESQUISA , SOLUÇÕES CRIATIVAS E VIÁVEIS NUNCA SER O LÍDER CONDUTOR E SIM O FACILITADOR
  • 6. O QUE É APRENDER?
  • 7. A aprendizagem é um processo integrado no qual toda a pessoa (intelecto, afetividade, sistema muscular) se mobiliza de maneira orgânica. Isto é: APRENDIZAGEM É UM PROCESSO QUALITATIVO, PELO QUAL A PESSOA FICA MELHOR PREPARADA PARA NOVAS APRENDIZAGENS
  • 8.
  • 9. Como os Humanos Aprendem 2 Teorias de Aprendizagem na extensão rural: 1-Behaviorismo (Psicologia do Comportamento) Skinner e colaboradores: Aprendizagem : “estímulo-resposta-reforço” e “condicionamento operante”.
  • 10. Como os Humanos Aprendem 1- Behaviorismo Comportamentos reflexos Comportamento Operante. ambiente Reforços + e - conseqüências
  • 11. PREMISSA: TODA AÇÃO QUE PRODUZA SATISFAÇÃO TENDERÁ A SER REPETIDA E APRENDIDA  RECOMPENSA – REFORÇO  PAVLOV –REFLEXO CONDICIONADO Como os Humanos Aprendem
  • 12. Como os Humanos Aprendem
  • 13. 2-Teoria da aprendizagem de Piaget ( psicologia genética) JEAN PIAGET BIÓLOGO E FILÓSOFO SUIÇO É A MANEIRA DA INTELIGÊNCIA MANIFESTAR-SE “O PENSAMENTO É A BASE EM QUE SE ASSENTA A APRENDIZAGEM” Como os Humanos Aprendem
  • 14. 2-Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética) No processo de Desenvolvimento psíquico, existem 2 mecanismos complementares: 1 - Os funcionamentos constantes. 2 - As estruturas variáveis Como os Humanos Aprendem
  • 15. 2-Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética) 1- Os funcionamentos constantes. É sempre uma necessidade (fisiológica, afetiva ou intelectual) estimula a ação, inclusive a inteligência. Como os Humanos Aprendem
  • 16. O CICLO MOTIVACIONAL NECESSIDADE TENSÃO MOVIMENTO FATOR DE SATISFAÇÃO GERA GERA EM DIREÇÃO À ELIMINA OU DIMINUI
  • 17. 2 -Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética) . 2 - As estruturas variáveis Características de cada etapa do processo de desenvolvimento do indivíduo. As estruturas variáveis são as formas de organização da atividade do indivíduo sob os aspectos sensório-motor, intelectual e afetivo. Como os Humanos Aprendem
  • 18.
  • 19. ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO segundo Piaget:  1º) Dos atos instintivos hereditários (pegar, sugar, etc.) (até os 2 meses);  2º) Da inteligência sensório-motriz. (dos 2 meses até os 2 anos). Organização e percepção de movimentos. Assimilação prática antes do pensamento simbólico e da linguagem)  3º) Da inteligência intuitiva (dos 2 aos 7 anos).  . O pensamento ainda não se tornou operacional ou reversível. O mundo é como é percebido ou imaginado, ou ainda como lhe é apresentado pelas pessoas que a criança respeita.  4º) Das operações intelectuais concretas. (dos 7 aos 11 anos). Lógica, reversibildade e elementos concretos.  5º) Das operações intelectuais abstratas ou formais. (dos 11 anos, em diante).  Desenvolvimento da lógica formal. O indivíduo é capaz de operar com conceitos abstratos.  Tabelas, gráficos, desenhos estilizados, superposição de imagens Como os Humanos Aprendem
  • 20. A INTELIGÊNCIA DESENVOLVE UMA ESTRUTURA E UM FUNCIONAMENTO O FUNCIONAMENTO VAI MODIFICANDO A ESTRUTURA A ESTRUTURA, PORTANTO, NÃO É FIXA E ACABADA, MAS DINÂMICA ,UM PROCESSO DE CONSTRUÇÃO CONTÍNUA Como os Humanos Aprendem
  • 21. CONSTRUÇÃO: SE FAZ MEDIANTE A INTERAÇÃO DO ORGANISMO COM O SEU MEIO AMBIENTE, VISANDO ADAPTAR-SE A ELE PARA SOBREVIVER E REALIZAR O POTENCIAL VITAL DO ORGANISMO. AAPRENDIZAGEM, PORTANTO, É O CONJUNTO DE MECANISMOS QUE O ORGANISMO MOVIMENTA PARA SE ADAPTAR AO MEIO AMBIENTE. Como os Humanos Aprendem
  • 22. A APRENDIZAGEM SE PROCESSA ATRAVÉS DE DOIS MOVIMENTOS SIMULTÂNEOS E INTEGRADOS,MAS DE SENTIDOS CONTRÁRIOS: ASSIMILAÇÃO ACOMODAÇÃO Como os Humanos Aprendem
  • 23.  AÇÕES PREVIAMENTE REALIZADAS,  CONCEITOS PREVIAMENTE APRENDIDOS CONFIGURAM ESQUEMAS MENTAIS QUE PERMITEM ASSIMILAR NOVOS CONCEITOS MENTE: ESQUEMAS DE ASSIMILAÇÃO ESQUEMAS SE DESENVOLVEM PELA ESTIMULAÇÃO QUE O AMBIENTE EXERCE SOBRE O ORGANISMO UMA CRIANÇA QUE CRESCE EM UM AMBIENTE RICO EM ESTÍMULOS DESENVOLVERÁ MAIS ATIVAMENTE SEUS ESQUEMAS DE ASSIMILAÇÃO Como os Humanos Aprendem
  • 24. Estruturas cerebrais antes da aprendizagem do novo conhecimento
  • 26. Estruturas cerebrais pós conhecimento incorporado APRENDIDO
  • 27.  O ORGANISMO TRANSFORMA SUA PRÓPRIA ESTRUTURA PARA ADEQUAR-SE À NATUREZA DOS OBJETOS QUE SERÃO APREENDIDOS ACOMODAÇÃO PELAACOMODAÇÃO A MENTE ACEITA AS IMPOSIÇÕES DA REALIDADE - ACOMODAÇÃO INTELECTUAL CERTAS FORMAS DE LOUCURA (PARANÓIA, P.EX.) CONSISTEM NA FALTA DE CAPACIDADE DE ACOMODAÇÃO Como os Humanos Aprendem
  • 28. PIAGET EXPLICA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA, E TAMBÉM O DA EMOCIONALIDADE E O DO COMPORTAMENTO ASSOCIATIVO: CRIANÇA PEQUENA: BRINCA SOZINHA MAIS TARDE: BRINCA COM OUTRAS CRIANÇAS, MAS CADA UMA NAQUILO DE QUE GOSTA MAIS BRINQUEDO COOPERATIVO- SÓ MAIS TARDE. IMPORTÂNCIA DA DINÂMICA DE GRUPO: ESTIMULA A OPERAÇÃO DA INTELIGÊNCIA EM SITUAÇÃO COOPERATIVA, TIRANDO A PESSOA DE SEU EGOCENTRISMO
  • 29. COMO OS HUMANOS APRENDEM Quais aspectos são importantes da aprendizagem segundo a teoria do construtivismo???
  • 30. COMO OS HUMANOS APRENDEM
  • 31. 2 -Teoria de aprendizagem de Piaget ( psicologia genética) . Como o homem aprende e constrói o conhecimento Alguns aspectos importantes: •Atividades sobre o objeto a ser aprendido •Esquemas de Ação para interagir •Reorganização de conjuntos •Aprendizagem reestrutura Universo mental •Aprende por assimilação- acomodação •Equilibração e desequilibração
  • 32. Conclusões: • Aprendizagem só pode ser realizada pelo próprio sujeito que aprende. “Ensinar” não é transmitir ou retransmitir conhecimentos do mestre para o estudante •“Ensinar”é uma forma de provocar um processo operatório assimilador que, ativa os esquemas, as estruturas (conhecimentos) que aprendiz dispõe, nos quais os novos conhecimentos se integram. “A extensão do programa importa menos que a qualidade do trabalho”.
  • 33.
  • 34. Síntese esquemática das concepções de aprendizagem: 1-Tradicional ou empirista (Skinner) Esquema !...? 2- Psicologia genética (Piaget) Esquema ?...!.
  • 35. COMO OS HUMANOS APRENDEM QUAL A DIFERENÇA ENTRE TRABALHAR COM CRIANÇAS E ADULTOS NA APRENDIZAGEM??
  • 37. Ensinar adultos exige descobrir novas maneiras para estimular aprendizagem.
  • 38.
  • 39. ESTRATÉGIAS DIFERENTES! ANDRAGOGIA Experiências vividas Aplicação imediata Relação instrutor/estudante horizontal PEDAGOGIA Pouca bagagem Aplicação futura Relação instrutor/aluno vertical
  • 40. APRENDIZAGEM DE TECNOLOGIA PARA QUE UM AGRICULTOR POSSA OPTAR RACIONALMENTE POR UMA TECNOLOGIA, DEVE PASSAR POR UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM.
  • 41. 22.COMO A EXTENSÃO FEZ ISSO NOS ULTIMOS 50 ANOS ? QUE PEDAGOGIA USOU? POR QUE???????? TRANSFERIR!!!! PERSUADIR AGENTE DE MUDANÇAS AGRICULTOR OBJETO TÉCNICO SUJEITO
  • 42. 23. QUAL A NOVA PROPOSTA? PNATER? QUE PEDAGOGIA PROPÕE? POR QUE???????? PERSPECTIVA PROGRESSISTA HORIZONTALIDADE ENTRE SUJEITOS EDUCADOR - EDUCANDO RELAÇÃO DIALÓGICA E CRIATIVA
  • 43. “SER DIALÓGICO É VIVENCIAR O DIÁLOGO NÃO INVADIR, NÃO MANIPULAR. É COMPROMETER-SE E EMPENHAR-SE NA TRANSFORMAÇÃO CONSTANTE DA REALIDADE.” Paulo Freire (Educador brasileiro)
  • 44. REFERÊNCIAS Mussoi, Eros M. Enfoques Pedagógicos e a intervenção no meio rural. Texto de aula Burke, T. J. O professor revolucionario – da Pré-escola à universidade. Petropolis, Vozes,2003. 110p. Burke, T. J. Por uma revolução de qualidade no ensino. Invertendo o Paradigma. Petrópolis, Vozes, 2009. 190p.