Prancha justificativa e conceito soniamarisrittmann

667 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
667
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prancha justificativa e conceito soniamarisrittmann

  1. 1. Prancha: justificativa e conceitosCurso de Artes Visuais – UFRGS Polo: Porto AlegreDisciplina: Seminário Integrador 7: Tópicos Especiais no Ensino de Artes VisuaisAluna: Sônia Maris RittmannTurma: 1º ano do Ensino Médio
  2. 2. Cândido Portinari, Retirantes, 190cm X 180 cm, 1944, painel a óleo/tela, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand.Cândido Portinari é considerado um dos maiores pintores do século XX por ser ocriador de uma pintura caracteristicamente nacional. Retratou, com traçosexpressionistas e cubistas, a tragédia e o sofrimento humano. Em “Retirantes”,obra da série que leva o mesmo nome, o artista nos apresenta toda adramaticidade de seres miseráveis, flagelados da seca, que cruzavam o país a péna primeira metade do século XX, em busca de uma vida melhor. Através defiguras esquematizadas, linhas vigorosas e cores escurecidas, o artista apresentaum universo singular: vida-morte, memória-criação, sagrado-profano, arte-história.Ainda hoje, os seres humanos são levados a migrar, as razões podem serdiferentes, mas as questões sociais continuam as mesmas. Drummond nos diz:(...) A obra de Portinari atinge a beleza de um cântico autoral sobre as misérias domundo, e particularmente de seu país. É testemunho e resgate (...)¹ Além dasquestões temáticas, esta obra permite o trabalho sobre a representação da figurahumana, o uso das cores e da dramaticidade obtida pela composição.¹ BENTO, Antônio. Portinari, Rio de Janeiro: Léo Cristiano Editorial Ltda, 2003.
  3. 3. Curso de Artes Visuais – UFRGS Pólo: Porto AlegreDisciplina: Seminário Integrador 7: Tópicos Especiais no Ensino de Artes VisuaisAluna: Sônia Maris RittmannConceitos Iberê Camargo, Solidão, 1994, 200cm X 400cm, óleo/tela, Série Os Idiotas, coleção Maria Coussirati CamargoExpressãoA expressão dramática - com traços esquemáticos, deformados, fortes,pungentes, que escondem muito mais do que revelam - nos dá o que a obra deIberê Camargo tem de mais significativo: uma verdade profunda, que cobre comum véu as misérias do cotidiano. Uma busca que nunca chega ao fim, uma fugapara um lugar inatingível, uma consciência “demasiadamente humana” da morteiminente.
  4. 4. Colagem de algumas adaptações da obra Morte e Vida Severina (capa de livro, vídeo, ilustrações, quadrinhos), de João Cabral de Melo NetoLinguagemMorte e Vida Severina é uma versão audiovisual da obra prima de João Cabral deMelo Neto, adaptada para os quadrinhos pelo cartunista Miguel Falcão. Trêslinguagens diferentes - Poesia, Quadrinhos, Vídeo - abordando a mesma temática:o homem lutando contra a seca, a fome e a morte, em busca de uma vida melhor.Vídeo Disponível emhttp://tvescola.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=715:morte-vida-severina&catid=105:outras-publicacoes
  5. 5. Sebastião Salgado, Refugiados nos campos etíopes de Korem,1984. Fotografia da Série ÊxodosHumanidadeDiferentes línguas, culturas, crenças, mas uma só raça: a humana. Sobreviventesem um mundo cheio de mazelas, crueldade, injustiça, tragédia e dor. Todos nofundo querem o mesmo: escapar da morte e alcançar uma felicidade nem semprepossível. Sonia Maris Rittmann EEEBPº Gentil Viegas Cardoso http://plurissignificacao.blogspot.com/ soniamarys@hotmail.com soniamarys@hotmail.com http://plurissignificacao.blogspot.com.br/Mapa professor pesquisador curador 2012 http://cmapspublic.ihmc.us/rid=1K3L7LMX8-TL3SB7- 2TLV/soniamaris_prof_pesq_curador_2012.cmap http://cmapspublic.ihmc.us/rid=1K3L7LMX8-TL3SB7-2TLV/soniamaris_prof_pesq_curador_2012.cmap

×