SlideShare uma empresa Scribd logo
WEB 2.0 NAS ORGANIZAÇÕES
O QUE É WEB 2.0?
    Web 2.0  é um termo popularizado por  Tim O’Reilly  para uma série de conferências sobre desenvolvimento Web que começou em Outubro de 2004. O termo designa o que alguns chamam de “nova fase do desenvolvimento de aplicações para a Web”. Esses sites normalmente possuem as seguintes características:                - Envolvimento do usuário        A experiência em qualquer aplicação Web deve ser focada no usuário. A interação é parte essencial, por exemplo, em blogs e wikis, onde o conteúdo é feito pelo usuário.                 - O conteúdo que importa        Ninguém acessa um site pra ver este dançar na tela a cada clique dado. O conteúdo que deve ir atrás do usuário seja no próprio site (melhor arquitetura da informação) ou através de  feeds . E tudo no site deve ter relação com o conteúdo, ou seja, nada de anúncios de tratores numa página sobre música.                    
            - Melhor organização do conteúdo        A Web 2.0 também é uma significativa mudança na arquitetura da informação. Já que o conteúdo é feito pelo usuário e deve ser de fácil acesso, por que não deixar o próprio usuário fazer a AI. Daí surge a  folksonomia  (substituindo a  Taxonomia ), onde, ao invés de grandes categorias e subcategorias, a organização é feita por palavras não só podendo por uma página dentro de uma categoria, porém dentro de várias tags.                - Acessibilidade          Web 2.0  é a  Web como plataforma . Você pode acessar as aplicações independente de Sistema Operacional, navegador ou hardware e de qualquer lugar que esteja,        A profusão de sites assentes nas ferramentas sociais que compõem essa "nova" paisagem virtual tem crescido exponencialmente. Possibilitam níveis e padrões de interacção, partilha e troca de opinião até recentemente apenas possíveis offline. A imaginação é quase sempre o limite e muitos têm sido os sites que casam o canal "Internet" com as ferramentas sociais para oferecer funcionalidades nunca antes possíveis.  
Modelo leve  De programação O comportamento Do usuário  Não está  predeterminado O software Melhora na Medida que Mais as pessoas utilizam Experiência E conhecimento Pessoal do usuários Confiar nos usuários Ênfase nos Usuários e não Na tecnologia Posicionamento estratégico: WEB como plataforma Competências chave: Arquitetura de participação Aproveitamento da  Inteligência coletiva POSICIONAMENTO DA WEB 2.0
Alguns desses sites: del.icio.us – local para arquivo e partilha de sites favoritos  Digg – site composto por notícias encontradas pelos utilizadores e por eles sugeridas como de interesse / qualidade (site do mesmo género no Brasil: rec6) Flickr – site para partilha e pesquisa de fotografias tiradas pelos próprios utilizadores  My Space– comunidade que permite encontrar pessoas com interesses semelhantes e partilhar ideias, fotos e vídeos Netvibes – crie a sua própria página com o conteúdo de que gosta Technorati – pesquisa de blog posts e tagged social media Twitter – site usado por pessoas em todo o mundo para informarem outras, amigas ou não, sobre o que estão a fazer em cada momento Wikipedia - uma enciclopédia escrita em colaboração pelos seus leitores You Tube – site que permite aos utilizadores ver e partilhar vídeos
     Os elementos / funcionalidades geralmente presentes em sites da web 2.0 são: * blogs (na versão portuguesa, blogues) - sites em forma de diário no qual os textos são apresentados por ordem cronológica inversa * wikis - sites cujo conteúdo é adicionado e mantido por quem o visita * tagging – possibilidade de associar um (ou mais) termo(s) ou palavra(s)-chave a um item de conteúdo (e.g. texto, foto, bookmark)  * RSS feeds – (RSS, Really Simple Syndication) forma de alertar os membros / visitantes de um site de alterações no seu conteúdo. Estas feeds produzidas automaticamente por muitas das ferramentas disponíveis podem depois ser lidas através de feed readers online (e.g. Google Reader - www.google.co.uk/reader), no desktop (e.g. RSS Bandit - rssbandit.org) ou associados a uma aplicação-cliente de email (e.g. Attensa - attensa.com). * agregação de conteúdo - disponibilizar num site conteúdo publicado noutros sites com o intuito de facilitar o acesso (e.g. Netvibes) ou de o enriquecer com a opinião de outros utilizadores (e.g. Digg).
WEB 1.0  X  WEB 2.0
EMPRESA 2.0      O conceito de “Empresa 2.0”, sugere coloca-lá  lado a lado a implementação da Web 2.0, comunicações unificadas e aplicações de negócios existentes podem permitir a existência de novas formas de trabalho.        Uma empresa 2.0 é aquela que faz uso da web 2.0  buscando usufruir com sabedoria as inovações e tecnologias e aplicando-as a rotina da empresa na busca de vantagem competitiva com informação farta e acessivel, procurando sempre a busca pelo bom relacionamento com o cliente.
 
GERAÇÃO C          Os indivíduos que nasceram depois da internet, numa era em que a conexão à grande rede, os celulares e o download de músicas já eram comuns, têm sido chamados de Geração C. “C” de conteúdo, de conectada, de colaboração e de “cash”:       O "C" vêm de Conteúdo (Content em Inglês), ou seja, Geração Conteúdo, mas pode ser encarado também como Geração Conectada ou da Conectividade     Todo esse Buzz existe porque eles possuem a capacidade de produzir e veicular seu próprio conteúdo. Sua interferência na mídia e na sociedade em geral tem gerado e alimentado fenômenos como o YouTube, os Blogs, a Wikipedia e o Orkut. Em virtude de ter crescido sob a presença da internet, a Geração "C" tem um DNA diferente, uma atitude não-linear, viral, horizontal, esculpida e lapidada pela sua própria atuação na rede.  A Geração C tem o cérebro desenhado como nenhuma outra, com sua revolucionária capacidade de editar e produzir informação.
 
Sabedoria das Multidões           A Sabedoria das Multidões (The Wisdom of Crowds) , primeiramente publicado em 2004, é um livro escrito por James Surowecki sobre a agregação de informação em grupos, resultando em decisões que, como ele argumenta, são quase sempre melhores do que as que poderiam ser feitas por qualquer membro do grupo. O livro apresenta numerosos casos e anedotas para ilustrar seus argumentos, recorrendo à diversas áreas do conhecimento, principalmente economia e psicologia.      A  Sabedoria das Multidões  é relativo ao conjunto e agregação de informações entre um grupo de indivíduos que resulta em um conhecimento maior ou decisões consideradas melhores que qualquer membro do grupo seria capaz de expressar individualmente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Web 2
Web 2Web 2
Web 2.0 - Inteligência coletiva
Web 2.0 - Inteligência coletivaWeb 2.0 - Inteligência coletiva
Web 2.0 - Inteligência coletiva
guest9f553b
 
Mídias Sociais
Mídias SociaisMídias Sociais
Mídias Sociais
JET e-Commerce
 
Web 2.0 a era da colaboração coletiva como fonte de informação
Web 2.0   a era da colaboração coletiva como fonte de informaçãoWeb 2.0   a era da colaboração coletiva como fonte de informação
Web 2.0 a era da colaboração coletiva como fonte de informação
Naira Michelle Alves Pereira
 
Exemplos De Web 2
Exemplos De Web 2Exemplos De Web 2
Exemplos De Web 2
guestc9c4b7
 
Blogs e Redes Sociais para Educação
Blogs e Redes Sociais para EducaçãoBlogs e Redes Sociais para Educação
Blogs e Redes Sociais para Educação
João Evandro
 
Web2
Web2Web2
Apresentando web 1.0
Apresentando web 1.0Apresentando web 1.0
Apresentando web 1.0
Sarah Menezes
 
1.o que é a web 2.0 2012
1.o que é a web 2.0 20121.o que é a web 2.0 2012
1.o que é a web 2.0 2012
Joaquim Guerra
 
Web2.0 aplicações 2
Web2.0   aplicações 2Web2.0   aplicações 2
Web2.0 aplicações 2
Marcelo Henderson Salles
 
Comunicação Integrada em Mídias Sociais
Comunicação Integrada em Mídias SociaisComunicação Integrada em Mídias Sociais
Comunicação Integrada em Mídias Sociais
Walton Adriano
 
Blogs, uma conversa inicial!
Blogs,  uma conversa inicial!Blogs,  uma conversa inicial!
Blogs, uma conversa inicial!
cleusamoreira
 
Apresentação - Última versão
Apresentação - Última versãoApresentação - Última versão
Apresentação - Última versão
escolaviva2014
 
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
UNIMONTE
 
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
A evoluçao da web
A evoluçao da webA evoluçao da web
A evoluçao da web
Maria Celina Rodrigues
 
Blog's - uma conversa inicial.
Blog's - uma  conversa inicial.Blog's - uma  conversa inicial.
Blog's - uma conversa inicial.
cleusamoreira
 
Web 2.0 x Web 1.0
Web 2.0 x Web 1.0Web 2.0 x Web 1.0
Web 2.0 x Web 1.0
gueste3d3ab
 
Cronograma final 13maio
Cronograma final 13maioCronograma final 13maio
Cronograma final 13maio
Tecnologias na ETI
 
Conteudos4temas Web2 0
Conteudos4temas Web2 0Conteudos4temas Web2 0
Conteudos4temas Web2 0
escola
 

Mais procurados (20)

Web 2
Web 2Web 2
Web 2
 
Web 2.0 - Inteligência coletiva
Web 2.0 - Inteligência coletivaWeb 2.0 - Inteligência coletiva
Web 2.0 - Inteligência coletiva
 
Mídias Sociais
Mídias SociaisMídias Sociais
Mídias Sociais
 
Web 2.0 a era da colaboração coletiva como fonte de informação
Web 2.0   a era da colaboração coletiva como fonte de informaçãoWeb 2.0   a era da colaboração coletiva como fonte de informação
Web 2.0 a era da colaboração coletiva como fonte de informação
 
Exemplos De Web 2
Exemplos De Web 2Exemplos De Web 2
Exemplos De Web 2
 
Blogs e Redes Sociais para Educação
Blogs e Redes Sociais para EducaçãoBlogs e Redes Sociais para Educação
Blogs e Redes Sociais para Educação
 
Web2
Web2Web2
Web2
 
Apresentando web 1.0
Apresentando web 1.0Apresentando web 1.0
Apresentando web 1.0
 
1.o que é a web 2.0 2012
1.o que é a web 2.0 20121.o que é a web 2.0 2012
1.o que é a web 2.0 2012
 
Web2.0 aplicações 2
Web2.0   aplicações 2Web2.0   aplicações 2
Web2.0 aplicações 2
 
Comunicação Integrada em Mídias Sociais
Comunicação Integrada em Mídias SociaisComunicação Integrada em Mídias Sociais
Comunicação Integrada em Mídias Sociais
 
Blogs, uma conversa inicial!
Blogs,  uma conversa inicial!Blogs,  uma conversa inicial!
Blogs, uma conversa inicial!
 
Apresentação - Última versão
Apresentação - Última versãoApresentação - Última versão
Apresentação - Última versão
 
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
Pós-Graduação UNIMONTE - Assessoria de Comunicação - Texto do Release - Aula ...
 
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
A evolução da web: da Web 1.0 à Web 2.0
 
A evoluçao da web
A evoluçao da webA evoluçao da web
A evoluçao da web
 
Blog's - uma conversa inicial.
Blog's - uma  conversa inicial.Blog's - uma  conversa inicial.
Blog's - uma conversa inicial.
 
Web 2.0 x Web 1.0
Web 2.0 x Web 1.0Web 2.0 x Web 1.0
Web 2.0 x Web 1.0
 
Cronograma final 13maio
Cronograma final 13maioCronograma final 13maio
Cronograma final 13maio
 
Conteudos4temas Web2 0
Conteudos4temas Web2 0Conteudos4temas Web2 0
Conteudos4temas Web2 0
 

Destaque

Sistemas Cooperativos Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
Sistemas Cooperativos  Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...Sistemas Cooperativos  Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
Sistemas Cooperativos Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
Leinylson Fontinele
 
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacionalArtigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
Laís Bueno
 
Descrição de recursos em wikis semânticos
Descrição de recursos em wikis semânticosDescrição de recursos em wikis semânticos
Descrição de recursos em wikis semânticos
Jaider Andrade Ferreira
 
Ambientes Colaborativos
Ambientes ColaborativosAmbientes Colaborativos
Ambientes Colaborativos
Jaider Andrade Ferreira
 
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteresEmpresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
Stéphani Oliveira
 
Twitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
Twitter para Empresas - Twitter 101 TraduzidoTwitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
Twitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
PaperCliQ Comunicação
 
Resource Description Framework (RDF)
Resource Description Framework (RDF)Resource Description Framework (RDF)
Resource Description Framework (RDF)
Jaider Andrade Ferreira
 
U.D.7 Badminton
U.D.7 BadmintonU.D.7 Badminton
U.D.7 Badminton
cpramonlaza
 
Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha GabrielTwitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
Martha Gabriel
 

Destaque (9)

Sistemas Cooperativos Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
Sistemas Cooperativos  Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...Sistemas Cooperativos  Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
Sistemas Cooperativos Aula 06 - Sistemas e Domínios (Sistemas de comunicação...
 
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacionalArtigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
Artigo - Os microblogs como ferramenta de comunicação organizacional
 
Descrição de recursos em wikis semânticos
Descrição de recursos em wikis semânticosDescrição de recursos em wikis semânticos
Descrição de recursos em wikis semânticos
 
Ambientes Colaborativos
Ambientes ColaborativosAmbientes Colaborativos
Ambientes Colaborativos
 
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteresEmpresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
Empresas no Twitter: a gestão das marcas em 140 caracteres
 
Twitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
Twitter para Empresas - Twitter 101 TraduzidoTwitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
Twitter para Empresas - Twitter 101 Traduzido
 
Resource Description Framework (RDF)
Resource Description Framework (RDF)Resource Description Framework (RDF)
Resource Description Framework (RDF)
 
U.D.7 Badminton
U.D.7 BadmintonU.D.7 Badminton
U.D.7 Badminton
 
Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha GabrielTwitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
 

Semelhante a Web 2 0 Nas Organizacoes

Web2.0
Web2.0Web2.0
WEBmarketing 3 Web20
WEBmarketing 3 Web20WEBmarketing 3 Web20
WEBmarketing 3 Web20
Ronaldo Hofmeister
 
Rumo à biblioteconomia 2.0
Rumo à biblioteconomia 2.0Rumo à biblioteconomia 2.0
Rumo à biblioteconomia 2.0
Bruno Felipe Melo Silva
 
Trabalho Web 2.0
Trabalho Web 2.0Trabalho Web 2.0
Trabalho Web 2.0
guest50fb9c
 
O que aprendemos com a web2.0
O que aprendemos com a web2.0O que aprendemos com a web2.0
O que aprendemos com a web2.0
Luciana Ferreira
 
Web 2 0
Web 2 0Web 2 0
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
giselibrasil
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
ancriscam
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
Web2.0Web2.0
web 2.0 - A Internet VIVA!
web 2.0 - A Internet VIVA!web 2.0 - A Internet VIVA!
web 2.0 - A Internet VIVA!
nrtejacarei
 
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeirasTecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Adriana Ramos
 
Web 2.0 Flatschart­Upcom
Web 2.0 Flatschart­UpcomWeb 2.0 Flatschart­Upcom
Web 2.0 Flatschart­Upcom
guestef51ca
 
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
Regina Fazioli
 
Apresentação de Regina Fazioli sobre O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
Apresentação de Regina Fazioli sobre  	O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...Apresentação de Regina Fazioli sobre  	O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
Apresentação de Regina Fazioli sobre O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
Cecid Usp
 
Lista de ferramentas na web 2
Lista de ferramentas  na web 2Lista de ferramentas  na web 2
Lista de ferramentas na web 2
peacel
 
Conhecendo a biblioteca 2.0
Conhecendo a biblioteca 2.0Conhecendo a biblioteca 2.0
Conhecendo a biblioteca 2.0
Miguel Angel Mardero Arellano
 
Web 2.0 - Uma revisão da Internet
Web 2.0 - Uma revisão da InternetWeb 2.0 - Uma revisão da Internet
Web 2.0 - Uma revisão da Internet
Rommel Carneiro
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Novos Serviços de Referência Digital
Novos Serviços de Referência DigitalNovos Serviços de Referência Digital
Novos Serviços de Referência Digital
Miguel Angel Mardero Arellano
 

Semelhante a Web 2 0 Nas Organizacoes (20)

Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
WEBmarketing 3 Web20
WEBmarketing 3 Web20WEBmarketing 3 Web20
WEBmarketing 3 Web20
 
Rumo à biblioteconomia 2.0
Rumo à biblioteconomia 2.0Rumo à biblioteconomia 2.0
Rumo à biblioteconomia 2.0
 
Trabalho Web 2.0
Trabalho Web 2.0Trabalho Web 2.0
Trabalho Web 2.0
 
O que aprendemos com a web2.0
O que aprendemos com a web2.0O que aprendemos com a web2.0
O que aprendemos com a web2.0
 
Web 2 0
Web 2 0Web 2 0
Web 2 0
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
web 2.0 - A Internet VIVA!
web 2.0 - A Internet VIVA!web 2.0 - A Internet VIVA!
web 2.0 - A Internet VIVA!
 
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeirasTecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
 
Web 2.0 Flatschart­Upcom
Web 2.0 Flatschart­UpcomWeb 2.0 Flatschart­Upcom
Web 2.0 Flatschart­Upcom
 
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
Apresentação - Evento em Menção ao dia do Bibliotecário!
 
Apresentação de Regina Fazioli sobre O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
Apresentação de Regina Fazioli sobre  	O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...Apresentação de Regina Fazioli sobre  	O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
Apresentação de Regina Fazioli sobre O bibliotecário em Ambientes Virtuais ...
 
Lista de ferramentas na web 2
Lista de ferramentas  na web 2Lista de ferramentas  na web 2
Lista de ferramentas na web 2
 
Conhecendo a biblioteca 2.0
Conhecendo a biblioteca 2.0Conhecendo a biblioteca 2.0
Conhecendo a biblioteca 2.0
 
Web 2.0 - Uma revisão da Internet
Web 2.0 - Uma revisão da InternetWeb 2.0 - Uma revisão da Internet
Web 2.0 - Uma revisão da Internet
 
Web2.0
Web2.0Web2.0
Web2.0
 
Novos Serviços de Referência Digital
Novos Serviços de Referência DigitalNovos Serviços de Referência Digital
Novos Serviços de Referência Digital
 

Último

farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 

Web 2 0 Nas Organizacoes

  • 1. WEB 2.0 NAS ORGANIZAÇÕES
  • 2. O QUE É WEB 2.0?
  • 3.     Web 2.0 é um termo popularizado por Tim O’Reilly para uma série de conferências sobre desenvolvimento Web que começou em Outubro de 2004. O termo designa o que alguns chamam de “nova fase do desenvolvimento de aplicações para a Web”. Esses sites normalmente possuem as seguintes características:              - Envolvimento do usuário        A experiência em qualquer aplicação Web deve ser focada no usuário. A interação é parte essencial, por exemplo, em blogs e wikis, onde o conteúdo é feito pelo usuário.                - O conteúdo que importa        Ninguém acessa um site pra ver este dançar na tela a cada clique dado. O conteúdo que deve ir atrás do usuário seja no próprio site (melhor arquitetura da informação) ou através de feeds . E tudo no site deve ter relação com o conteúdo, ou seja, nada de anúncios de tratores numa página sobre música.                    
  • 4.            - Melhor organização do conteúdo        A Web 2.0 também é uma significativa mudança na arquitetura da informação. Já que o conteúdo é feito pelo usuário e deve ser de fácil acesso, por que não deixar o próprio usuário fazer a AI. Daí surge a folksonomia (substituindo a Taxonomia ), onde, ao invés de grandes categorias e subcategorias, a organização é feita por palavras não só podendo por uma página dentro de uma categoria, porém dentro de várias tags.              - Acessibilidade        Web 2.0 é a Web como plataforma . Você pode acessar as aplicações independente de Sistema Operacional, navegador ou hardware e de qualquer lugar que esteja,        A profusão de sites assentes nas ferramentas sociais que compõem essa "nova" paisagem virtual tem crescido exponencialmente. Possibilitam níveis e padrões de interacção, partilha e troca de opinião até recentemente apenas possíveis offline. A imaginação é quase sempre o limite e muitos têm sido os sites que casam o canal "Internet" com as ferramentas sociais para oferecer funcionalidades nunca antes possíveis.  
  • 5. Modelo leve De programação O comportamento Do usuário Não está predeterminado O software Melhora na Medida que Mais as pessoas utilizam Experiência E conhecimento Pessoal do usuários Confiar nos usuários Ênfase nos Usuários e não Na tecnologia Posicionamento estratégico: WEB como plataforma Competências chave: Arquitetura de participação Aproveitamento da Inteligência coletiva POSICIONAMENTO DA WEB 2.0
  • 6. Alguns desses sites: del.icio.us – local para arquivo e partilha de sites favoritos Digg – site composto por notícias encontradas pelos utilizadores e por eles sugeridas como de interesse / qualidade (site do mesmo género no Brasil: rec6) Flickr – site para partilha e pesquisa de fotografias tiradas pelos próprios utilizadores My Space– comunidade que permite encontrar pessoas com interesses semelhantes e partilhar ideias, fotos e vídeos Netvibes – crie a sua própria página com o conteúdo de que gosta Technorati – pesquisa de blog posts e tagged social media Twitter – site usado por pessoas em todo o mundo para informarem outras, amigas ou não, sobre o que estão a fazer em cada momento Wikipedia - uma enciclopédia escrita em colaboração pelos seus leitores You Tube – site que permite aos utilizadores ver e partilhar vídeos
  • 7.      Os elementos / funcionalidades geralmente presentes em sites da web 2.0 são: * blogs (na versão portuguesa, blogues) - sites em forma de diário no qual os textos são apresentados por ordem cronológica inversa * wikis - sites cujo conteúdo é adicionado e mantido por quem o visita * tagging – possibilidade de associar um (ou mais) termo(s) ou palavra(s)-chave a um item de conteúdo (e.g. texto, foto, bookmark) * RSS feeds – (RSS, Really Simple Syndication) forma de alertar os membros / visitantes de um site de alterações no seu conteúdo. Estas feeds produzidas automaticamente por muitas das ferramentas disponíveis podem depois ser lidas através de feed readers online (e.g. Google Reader - www.google.co.uk/reader), no desktop (e.g. RSS Bandit - rssbandit.org) ou associados a uma aplicação-cliente de email (e.g. Attensa - attensa.com). * agregação de conteúdo - disponibilizar num site conteúdo publicado noutros sites com o intuito de facilitar o acesso (e.g. Netvibes) ou de o enriquecer com a opinião de outros utilizadores (e.g. Digg).
  • 9. EMPRESA 2.0      O conceito de “Empresa 2.0”, sugere coloca-lá  lado a lado a implementação da Web 2.0, comunicações unificadas e aplicações de negócios existentes podem permitir a existência de novas formas de trabalho.        Uma empresa 2.0 é aquela que faz uso da web 2.0  buscando usufruir com sabedoria as inovações e tecnologias e aplicando-as a rotina da empresa na busca de vantagem competitiva com informação farta e acessivel, procurando sempre a busca pelo bom relacionamento com o cliente.
  • 10.  
  • 11. GERAÇÃO C          Os indivíduos que nasceram depois da internet, numa era em que a conexão à grande rede, os celulares e o download de músicas já eram comuns, têm sido chamados de Geração C. “C” de conteúdo, de conectada, de colaboração e de “cash”:      O "C" vêm de Conteúdo (Content em Inglês), ou seja, Geração Conteúdo, mas pode ser encarado também como Geração Conectada ou da Conectividade     Todo esse Buzz existe porque eles possuem a capacidade de produzir e veicular seu próprio conteúdo. Sua interferência na mídia e na sociedade em geral tem gerado e alimentado fenômenos como o YouTube, os Blogs, a Wikipedia e o Orkut. Em virtude de ter crescido sob a presença da internet, a Geração "C" tem um DNA diferente, uma atitude não-linear, viral, horizontal, esculpida e lapidada pela sua própria atuação na rede. A Geração C tem o cérebro desenhado como nenhuma outra, com sua revolucionária capacidade de editar e produzir informação.
  • 12.  
  • 13. Sabedoria das Multidões         A Sabedoria das Multidões (The Wisdom of Crowds) , primeiramente publicado em 2004, é um livro escrito por James Surowecki sobre a agregação de informação em grupos, resultando em decisões que, como ele argumenta, são quase sempre melhores do que as que poderiam ser feitas por qualquer membro do grupo. O livro apresenta numerosos casos e anedotas para ilustrar seus argumentos, recorrendo à diversas áreas do conhecimento, principalmente economia e psicologia.      A Sabedoria das Multidões é relativo ao conjunto e agregação de informações entre um grupo de indivíduos que resulta em um conhecimento maior ou decisões consideradas melhores que qualquer membro do grupo seria capaz de expressar individualmente.