SlideShare uma empresa Scribd logo
Abolição no Brasil
Ruy Barbosa
1887
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
Abolição no Brasil
A obra Abolição no Brasil,
discurso pronunciado pelo Sr.
Conselheiro Ruy Barbosa no meeting
convocado pela Confederação
Abolicionista no Theatro Polytheama,
a 28 de agosto de 1887, e mandado
publicar pelos alumnos da Escola
Militar da Corte, é, como enuncia a
obra, discurso de Rui Barbosa, um dos
maiores políticos da história
republicana brasileira. A obra também
é categorizada pelo Senado Federal
como rara.
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
Abolição no Brasil
O envolvimento de Rui
Barbosa (1849-1923) com a causa
abolicionista data dos tempos
acadêmicos na Faculdade de Direito
do Recife, quando, ainda calouro,
participou de uma sociedade
abolicionista fundada em 1866. No
ano seguinte transferiu-se para a
Faculdade de Direito de São Paulo,
atirando-se à vida política e literária
da cidade.
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
Abolição no Brasil
Foi um político relevante no
período da República Velha e ao longo da
vida política ganhou projeção
internacional. Atuou na elaboração da
reforma eleitoral, na reforma do ensino e
na emancipação dos escravos. Com
enorme prestígio, Rui Barbosa foi também
sócio-fundador da Academia Brasileira de
Letras e sucedeu a Machado de Assis na
presidência da casa. Morreu aos 73 anos.
Sua extensa bibliografia, em mais de cem
volumes, reúne artigos, discursos,
conferências e anotações políticas escritas
durante toda sua vida.
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
Abolição no Brasil
Pronunciado em 28 de agosto de
1887, portanto, a 9 meses antes da tão
almejada abolição da escravatura que deu-se
em 13 de maio de 1888. Nesse discurso,
Barbosa reafirma seu compromisso com a
abolição. Assim, afirma que “entre todos os
problemas do nosso tempo, a questão das
questões é a escravidão: – aquella a que todas
as outras se subordinam, e encerra em si o
começo de solução de todas as outras” (p. 6-
7). Para ele “arguciar contra ella [a escravidão]
é piedade, é religião, é justiça” (p. 24),
reafirmando, assim, seus valores na política de
abolição dos escravos na tentativa de livrar do
Brasil essa mácula presente em nossa
sociedade durante 350 anos.
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
BARBOSA, Ruy. Abolição no Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Mont’Alverne, 1887. 33 p.
Fontes:
http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174478
http://www.casaruibarbosa.gov.br/dados/DOC/artigos/k-n/FCRB_RejaneMagalhaes_Ideias_abolicionistas_Rui.pdf
http://educacao.uol.com.br/biografias/rui-barbosa.htm
SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
Texto elaborado por:
Fernando Sorgetz da Rosa
Revisão e Colaboração:
Ana Guimarães Pereira
Editoração:
Roberta Freitas
Paula Fernanda Fedatto Leal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
Umberto Neves
 
Vencedor loures
Vencedor louresVencedor loures
Vencedor loures
Anaigreja
 
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
Caio César Gonçalves de Souza
 
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sulSistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
Biblioteca UCS
 
De degenerado a medicalizado
De degenerado a medicalizadoDe degenerado a medicalizado
De degenerado a medicalizado
Acrópole - História & Educação
 
O Realismo em Portugal - Word
O Realismo em Portugal - WordO Realismo em Portugal - Word
O Realismo em Portugal - Word
Maria Rebelo
 

Mais procurados (6)

Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
Destaques Enciclopédia 24-11-2014 a 30-11-2014
 
Vencedor loures
Vencedor louresVencedor loures
Vencedor loures
 
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
A colaboração com intelectuais dos “movimentos sociais do meio negro”
 
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sulSistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
Sistema de Bibliotecas UCS - O nazismo no rio grande do sul
 
De degenerado a medicalizado
De degenerado a medicalizadoDe degenerado a medicalizado
De degenerado a medicalizado
 
O Realismo em Portugal - Word
O Realismo em Portugal - WordO Realismo em Portugal - Word
O Realismo em Portugal - Word
 

Destaque

Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marinSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Biblioteca UCS
 
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
Carolina Meroni
 
Campo 250Sem título 1
Campo 250Sem título 1Campo 250Sem título 1
Campo 250Sem título 1
Nicole Acquolini
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Fabrício Silva Assumpção
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
Marcelo Votto
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
Fabrício Silva Assumpção
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Fabrício Silva Assumpção
 
Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
 Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES  Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro GuascaSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
Biblioteca UCS
 
O papel das formas de representação para o controle de autoridade
O papel das formas de representação para o controle de autoridadeO papel das formas de representação para o controle de autoridade
O papel das formas de representação para o controle de autoridade
Fabrício Silva Assumpção
 
Resposta das atividades livro paginas ( 161 a 167)
Resposta das atividades   livro paginas ( 161 a 167)Resposta das atividades   livro paginas ( 161 a 167)
Resposta das atividades livro paginas ( 161 a 167)Prof. Leandro
 

Destaque (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marinSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras La chanson du vieux marin
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras RarasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras
 
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
Padrão de notas do MARC Bibliográfico utilizadas pelo Setor de Processamento ...
 
Campo 250Sem título 1
Campo 250Sem título 1Campo 250Sem título 1
Campo 250Sem título 1
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
 
Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
 Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES  Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
Como acessar as bases de dados através do Portal de Periódicos da CAPES
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro GuascaSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Cancioneiro Guasca
 
O papel das formas de representação para o controle de autoridade
O papel das formas de representação para o controle de autoridadeO papel das formas de representação para o controle de autoridade
O papel das formas de representação para o controle de autoridade
 
Resposta das atividades livro paginas ( 161 a 167)
Resposta das atividades   livro paginas ( 161 a 167)Resposta das atividades   livro paginas ( 161 a 167)
Resposta das atividades livro paginas ( 161 a 167)
 

Semelhante a Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras

BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
Tissiane Gomes
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia RepresentativaSistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
Biblioteca UCS
 
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumpridaReações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
Mariana Klafke
 
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
Umberto Neves
 
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamentoAula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Gerson Coppes
 
historiografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptxhistoriografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptx
WilianeBarbosa2
 
historiografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptxhistoriografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptx
WilianeBarbosa2
 
Ruas De Lagoa Na
Ruas De Lagoa NaRuas De Lagoa Na
Ruas De Lagoa Na
Isabel Rosa
 
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismoNara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
Luara Schamó
 
Preconceito de cor e racismo no brasil1
Preconceito de cor e racismo no brasil1Preconceito de cor e racismo no brasil1
Preconceito de cor e racismo no brasil1
Geraa Ufms
 
Grandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileiraGrandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileira
Kel Silva
 
Grandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileiraGrandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileira
Kel Silva
 
Cristofacismo_in_corpus.pdf
Cristofacismo_in_corpus.pdfCristofacismo_in_corpus.pdf
Cristofacismo_in_corpus.pdf
VIEIRA RESENDE
 
BRASIL 05 - ERA VARGAS
BRASIL 05 - ERA VARGASBRASIL 05 - ERA VARGAS
BRASIL 05 - ERA VARGAS
Diego Bian Filo Moreira
 
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdfREIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
Alfredo Rocha
 
Florestan fernandes a integração do negro na sociedade de classes
Florestan fernandes  a integração do negro na sociedade de classesFlorestan fernandes  a integração do negro na sociedade de classes
Florestan fernandes a integração do negro na sociedade de classes
Jorge Miklos
 
Movimento Literário Barroco do 1º ANO D
Movimento Literário Barroco do 1º ANO DMovimento Literário Barroco do 1º ANO D
Movimento Literário Barroco do 1º ANO D
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
federal reserve
federal reservefederal reserve
federal reserve
Sandro Suzart
 
HistóRia E RepressãO
HistóRia E RepressãOHistóRia E RepressãO
HistóRia E RepressãO
guestb196c
 
Boletim lgbt-2019
Boletim lgbt-2019Boletim lgbt-2019
Boletim lgbt-2019
SINTE Regional
 

Semelhante a Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras (20)

BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
BIOGRAFIA – JOAQUIM NABUCO.
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia RepresentativaSistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
Sistema de Bibliotecas UCS - Democracia Representativa
 
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumpridaReações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
Reações diversas à promessa nacional-desenvolvimentista não cumprida
 
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
Destaques Enciclopédicos 24 08-2014 a 31-08-2014
 
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamentoAula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
 
historiografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptxhistoriografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptx
 
historiografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptxhistoriografia slides- história.....pptx
historiografia slides- história.....pptx
 
Ruas De Lagoa Na
Ruas De Lagoa NaRuas De Lagoa Na
Ruas De Lagoa Na
 
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismoNara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
Nara, gal e rita trajetórias, projetos e migrações das mulheres do tropicalismo
 
Preconceito de cor e racismo no brasil1
Preconceito de cor e racismo no brasil1Preconceito de cor e racismo no brasil1
Preconceito de cor e racismo no brasil1
 
Grandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileiraGrandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileira
 
Grandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileiraGrandes personalidades negras na história brasileira
Grandes personalidades negras na história brasileira
 
Cristofacismo_in_corpus.pdf
Cristofacismo_in_corpus.pdfCristofacismo_in_corpus.pdf
Cristofacismo_in_corpus.pdf
 
BRASIL 05 - ERA VARGAS
BRASIL 05 - ERA VARGASBRASIL 05 - ERA VARGAS
BRASIL 05 - ERA VARGAS
 
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdfREIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
REIS, João José_ Rebeliao Escrava_no_Brasil A Revolta dos Malês.pdf
 
Florestan fernandes a integração do negro na sociedade de classes
Florestan fernandes  a integração do negro na sociedade de classesFlorestan fernandes  a integração do negro na sociedade de classes
Florestan fernandes a integração do negro na sociedade de classes
 
Movimento Literário Barroco do 1º ANO D
Movimento Literário Barroco do 1º ANO DMovimento Literário Barroco do 1º ANO D
Movimento Literário Barroco do 1º ANO D
 
federal reserve
federal reservefederal reserve
federal reserve
 
HistóRia E RepressãO
HistóRia E RepressãOHistóRia E RepressãO
HistóRia E RepressãO
 
Boletim lgbt-2019
Boletim lgbt-2019Boletim lgbt-2019
Boletim lgbt-2019
 

Mais de Biblioteca UCS

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Biblioteca UCS
 
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdfGuia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancistaSistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia políticaSistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdfSistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do SulSistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo GraalSistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempoSistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passamSistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomesSistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosaSistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonorasSistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona brancaSistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poéticaSistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamentoSistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciososSistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
Biblioteca UCS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardiSistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
Biblioteca UCS
 

Mais de Biblioteca UCS (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdfGuia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
Guia para inserção de Teses e Dissertações no Repositório Institucional (2).pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancistaSistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
Sistema de Bibliotecas UCS - Como e porque sou romancista
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia políticaSistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
Sistema de Bibliotecas UCS - Sciencia política
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdfSistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
Sistema de Bibliotecas UCS - Sombra verde: 1931.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do SulSistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
Sistema de Bibliotecas UCS - A revolução do Rio Grande do Sul
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
Sistema de Bibliotecas UCS - A Revolução Federalista no Rio Grande do Sul: (d...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo GraalSistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
Sistema de Bibliotecas UCS - A demanda do Santo Graal
 
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempoSistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
Sistema de Bibliotecas UCS - No garimpo do tempo
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passamSistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
Sistema de Bibliotecas UCS - Sons que passam
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomesSistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
Sistema de Bibliotecas UCS - Dos nomes
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosaSistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
Sistema de Bibliotecas UCS - Lettera amorosa
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonorasSistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
Sistema de Bibliotecas UCS - Vibrações sonoras
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona brancaSistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
Sistema de Bibliotecas UCS - Dona branca
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poéticaSistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
Sistema de Bibliotecas UCS - Nova antologia poética
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamentoSistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciososSistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
Sistema de Bibliotecas UCS - Tambores silenciosos
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardiSistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
Sistema de Bibliotecas UCS - Visita a vila bernardi
 

Último

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 

Último (20)

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 

Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras

  • 1. Abolição no Brasil Ruy Barbosa 1887 SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
  • 2. Abolição no Brasil A obra Abolição no Brasil, discurso pronunciado pelo Sr. Conselheiro Ruy Barbosa no meeting convocado pela Confederação Abolicionista no Theatro Polytheama, a 28 de agosto de 1887, e mandado publicar pelos alumnos da Escola Militar da Corte, é, como enuncia a obra, discurso de Rui Barbosa, um dos maiores políticos da história republicana brasileira. A obra também é categorizada pelo Senado Federal como rara. SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
  • 3. Abolição no Brasil O envolvimento de Rui Barbosa (1849-1923) com a causa abolicionista data dos tempos acadêmicos na Faculdade de Direito do Recife, quando, ainda calouro, participou de uma sociedade abolicionista fundada em 1866. No ano seguinte transferiu-se para a Faculdade de Direito de São Paulo, atirando-se à vida política e literária da cidade. SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
  • 4. Abolição no Brasil Foi um político relevante no período da República Velha e ao longo da vida política ganhou projeção internacional. Atuou na elaboração da reforma eleitoral, na reforma do ensino e na emancipação dos escravos. Com enorme prestígio, Rui Barbosa foi também sócio-fundador da Academia Brasileira de Letras e sucedeu a Machado de Assis na presidência da casa. Morreu aos 73 anos. Sua extensa bibliografia, em mais de cem volumes, reúne artigos, discursos, conferências e anotações políticas escritas durante toda sua vida. SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
  • 5. Abolição no Brasil Pronunciado em 28 de agosto de 1887, portanto, a 9 meses antes da tão almejada abolição da escravatura que deu-se em 13 de maio de 1888. Nesse discurso, Barbosa reafirma seu compromisso com a abolição. Assim, afirma que “entre todos os problemas do nosso tempo, a questão das questões é a escravidão: – aquella a que todas as outras se subordinam, e encerra em si o começo de solução de todas as outras” (p. 6- 7). Para ele “arguciar contra ella [a escravidão] é piedade, é religião, é justiça” (p. 24), reafirmando, assim, seus valores na política de abolição dos escravos na tentativa de livrar do Brasil essa mácula presente em nossa sociedade durante 350 anos. SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS
  • 6. BARBOSA, Ruy. Abolição no Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Mont’Alverne, 1887. 33 p. Fontes: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174478 http://www.casaruibarbosa.gov.br/dados/DOC/artigos/k-n/FCRB_RejaneMagalhaes_Ideias_abolicionistas_Rui.pdf http://educacao.uol.com.br/biografias/rui-barbosa.htm SISTEMADEBIBLIOTECAS-SEÇÃODEOBRASRARAS Texto elaborado por: Fernando Sorgetz da Rosa Revisão e Colaboração: Ana Guimarães Pereira Editoração: Roberta Freitas Paula Fernanda Fedatto Leal