SlideShare uma empresa Scribd logo
Como preparar um seminário

Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior
O que é um seminário?
 Dinâmica de estudo em grupo que visa
o estudo em profundidade de um tema.
 Pressupõe a participação ativa de
todos (apresentadores e platéia).
 Muitas vezes pressupõe a leitura
preliminar de um texto que será
discutido radicalmente.
Para que serve um seminário?
 Aprofundar um tema
 Propiciar o debate sobre um tema
 Socializar o conhecimento para um
grupo
 Sistematizar e divulgar os
conhecimentos construídos em grupo
 Tornar a abordagem de um assunto
mais dinâmica
Qual a estrutura de um seminário?
 Ficha roteiro: roteiro impresso que deve ser
entregue a todos os participantes (platéia), que
contém o plano de vôo do seminário.
 Deve listar os tópicos que serão desenvolvidos
no mesmo. A instituição de ensino a que
pertencem e os nomes dos apresentadores.
 Serve para ajudar cada participante a
compreender a totalidade do seminário e a
sistematizar os conteúdos trabalhados.
Qual a estrutura de um seminário?
 Coordenador: membro do grupo que tem a palavra
inicial na apresentação.
 Cabe ao coordenador apresentar os participantes do
grupo e fazer uma breve introdução ao tema que
será abordado, além de falar das estratégias
adotadas para o desenvolvimento do seminário.
 Dica: não se deve escolher para coordenador o líder
do grupo. Agindo assim, o grupo maximiza o
objetivo do trabalho em equipe onde todos
participam. Um bom seminário em grupo não pode
ser o seminário do líder do grupo!
Qual a estrutura de um seminário?
 Todo seminário deve ter:
 Introdução: onde é feita a contextualização do tema,
sua importância, os objetivos do mesmo.
 Desenvolvimento dos sub-temas (tópicos): onde são
desenvolvidos os conteúdos do mesmo. Este
desenvolvimento deve ser lógico e coerente.
 Finalização: momento de reflexão e síntese, onde
devem ser ressaltados os aspectos mais importantes
do tema trabalhado.
Diretrizes para um seminário em grupo
 A apresentação de cada elemento deve ser pautada
pelos seguintes cuidados:
 Não decore sua fala! Decorar um texto depõe contra o
seminário. O domínio de um tema possibilita o
desenvolvimento dinâmico do mesmo, sem a
monotonia de um texto decorado.
 Fale em alto e bom tom! Durante sua fala seja claro,
pronuncie as palavras corretamente. O uso de gírias
(em exagero) depõe contra sua apresentação.
Diretrizes para um seminário em grupo
 O corpo fala! Mas que fale corretamente! O domínio
de sua postura corporal é importante.
 Evite ficar parado no mesmo lugar o tempo todo,
mas tenha cuidado para não ficar representando o
papel de sentinela.
 Evite “tiques” como coçar a cabeça ou os olhos
durante sua apresentação.
 Nunca fique de costas para sua platéia.
 Olhe nos olhos das pessoas.
 Esboce um semblante de confiança e de
amigabilidade.
Diretrizes para um seminário em grupo
 Estudos mostram que as pessoas prestam
mais atenção nos cinco minutos iniciais de
uma fala. Portanto, passe seu recado mais
importante neste período.
 Nunca execeda o tempo. As pessoas não
gostam de palestras que passam do tempo
pré-estabelecido.
 Dica: para que a platéia fique atenta ao final
do seminário, diga à mesma, se possível,
que você finalizará um pouco antes do tempo
previsto. Todos gostam disto!
Diretrizes para um seminário em grupo
 Treinem o encadeamento lógico das idéias e
falas de cada palestrante.
 Ou seja: na finalização de uma fala, o
palestrante deve levantar uma questão ou
apontar um sub-tema de relevância que sirva
de deixa para a próxima fala.
 Isto dá fluidez e unidade ao seminário, além
de evidenciar o trabalho em equipe.
Diretrizes para um seminário em grupo
 Evite textos longos em um slide.
 Prefira listar os tópicos e mostre apenas as
características mais relevantes.
 Preferencialmente mostre apenas um gráfico
por slide.
 Cuidado com erros de ortografia e de
digitação (mostram pressa na elaboração)
 Cuidado com erros de concordância verbal e
nominal (mostram falta de base elementar)
Diretrizes para um seminário em grupo
 Se for usar datashow escolha um modelo clássico
para sua apresentação. Adote o estilo clean.
 Uma apresentação no datashow tem que ser a
complementação de sua fala e não o contrário!
 Evite fotos com texto em cima .
 Escolha um tipo de letra e use-o em toda a
apresentação. Nada de festival de letras e cores
diferentes! Tamanho mínimo da letra: 20
 Aplique o mesmo efeito de transição em todos os
slides.
 Grave sua apresentação em pen drive ou mini cd.
Usar disquetes antigos mostra atraso tecnológico!
Diretrizes para um seminário em grupo
Caso o grupo opte por usar mais de um recurso
audio visual (por exemplo: datashow + vídeo)
sincronize-os de modo equilibrado.
Se você não está habituado com o
equipamento, treine com antecedência no
mesmo.
Se for usar notebook evite usar o touchpad,
peça um mouse (que é mais fácil de se
manusear)
Diretrizes para um seminário em grupo
 Cuidado com a aparência! É impensável apresentar
um seminário com desleixo no vestir.
 Nada de bermudas, de bonés, de camisetas ou
camisas floridas (vc não está em férias no Havaí),
de chinelos e agasalhos.
 No Brasil, na maioria das vezes, é dispensável o
terno.
 Homens: nada de barba por fazer!
 Mulheres: maquiagem discreta, nada de exageros!
Diretrizes para um seminário em grupo
Na finalização do seminário cabe ao
coordenador do grupo fazer um fechamento e a
partir de uma reflexão pessoal iniciar a
discussão que será aberta à toda platéia.
No momento de discussão é importante
mostrar segurança nas respostas e reflexões.
É importante evitar ficar patinando em uma
polêmica. Nesta hora, cabe ao coordenador, a
condução diplomática da situação.
BOM SEMINÁRIO !!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Patrícia Éderson Dias
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Rosineia Oliveira dos Santos
 
O seminário
O seminárioO seminário
O seminário
nixsonmachado
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Verônica Carvalho
 
Guião:Como elaborar um relatório
Guião:Como elaborar um  relatório Guião:Como elaborar um  relatório
Guião:Como elaborar um relatório
bedjoaoii
 
Aula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tccAula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tcc
Cursos Profissionalizantes
 
Linguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e EscritaLinguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e Escrita
Anderson Cruz
 
Normas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científicoNormas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científico
Carlos Moutinho
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de PesquisaExemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
richard_romancini
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Como elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãoComo elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentação
mzylb
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
Camila Neitzke
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resumo
ResumoResumo
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
mauricio aquino
 
Redação Nota Mil ENEM - SALIJO
Redação Nota Mil ENEM - SALIJORedação Nota Mil ENEM - SALIJO
Redação Nota Mil ENEM - SALIJO
Pré-Enem Seduc
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Biblioteca FEAUSP
 
Aula sobre argumentação
Aula sobre argumentaçãoAula sobre argumentação
Aula sobre argumentação
Jamille Rabelo
 
Normas Abnt
Normas AbntNormas Abnt
Normas Abnt
verafurlan
 

Mais procurados (20)

Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
 
O seminário
O seminárioO seminário
O seminário
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Guião:Como elaborar um relatório
Guião:Como elaborar um  relatório Guião:Como elaborar um  relatório
Guião:Como elaborar um relatório
 
Aula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tccAula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tcc
 
Linguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e EscritaLinguagem Oral e Escrita
Linguagem Oral e Escrita
 
Normas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científicoNormas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científico
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
 
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de PesquisaExemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Como elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãoComo elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentação
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resenha crítica
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
 
Redação Nota Mil ENEM - SALIJO
Redação Nota Mil ENEM - SALIJORedação Nota Mil ENEM - SALIJO
Redação Nota Mil ENEM - SALIJO
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
 
Aula sobre argumentação
Aula sobre argumentaçãoAula sobre argumentação
Aula sobre argumentação
 
Normas Abnt
Normas AbntNormas Abnt
Normas Abnt
 

Destaque

O que é Seminário
O que é SeminárioO que é Seminário
O que é Seminário
crisviudes
 
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
Rosalia Azambuja
 
Apresentação de seminários
Apresentação de semináriosApresentação de seminários
Apresentação de seminários
Vitoria Cancelli
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Bruno Oliveira
 
Plano de aula seminario
Plano de aula seminarioPlano de aula seminario
Plano de aula seminario
Tatiane
 
O Seminário
O SeminárioO Seminário
Seminario Consultoria em Gestão de Pessoas
Seminario Consultoria em Gestão de PessoasSeminario Consultoria em Gestão de Pessoas
Seminario Consultoria em Gestão de Pessoas
Jessica Higino
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalho
Thaís Damas
 
Assédio moral
Assédio moralAssédio moral
Assédio moral
Jean Carlos
 
As grandes religiões do mundo
As grandes religiões do mundoAs grandes religiões do mundo
As grandes religiões do mundo
Zaara Miranda
 
Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral  Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral
Ronilson Peixoto
 
I Seminário Sobre As Drogas
I Seminário Sobre As DrogasI Seminário Sobre As Drogas
I Seminário Sobre As Drogas
Dir Marimon
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminário
UNIPÊ
 
A ciência do slide perfeito
A ciência do slide perfeitoA ciência do slide perfeito
A ciência do slide perfeito
superinteressante
 
Assédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power pointAssédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power point
nilsonbelvio
 
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
MonkeyBusiness
 
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
Ivan Silva
 
Roteiro seminário
Roteiro seminárioRoteiro seminário
Roteiro seminário
Alda JS
 
Modelo de contrato social
Modelo de contrato socialModelo de contrato social
Modelo de contrato social
Luiz Piovesana
 
Principais Religiões do Mundo
Principais Religiões do MundoPrincipais Religiões do Mundo
Principais Religiões do Mundo
Alex Ferreira dos Santos
 

Destaque (20)

O que é Seminário
O que é SeminárioO que é Seminário
O que é Seminário
 
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
Palestra: Como preparar e apresenta um bom seminário!
 
Apresentação de seminários
Apresentação de semináriosApresentação de seminários
Apresentação de seminários
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
 
Plano de aula seminario
Plano de aula seminarioPlano de aula seminario
Plano de aula seminario
 
O Seminário
O SeminárioO Seminário
O Seminário
 
Seminario Consultoria em Gestão de Pessoas
Seminario Consultoria em Gestão de PessoasSeminario Consultoria em Gestão de Pessoas
Seminario Consultoria em Gestão de Pessoas
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalho
 
Assédio moral
Assédio moralAssédio moral
Assédio moral
 
As grandes religiões do mundo
As grandes religiões do mundoAs grandes religiões do mundo
As grandes religiões do mundo
 
Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral  Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral
 
I Seminário Sobre As Drogas
I Seminário Sobre As DrogasI Seminário Sobre As Drogas
I Seminário Sobre As Drogas
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminário
 
A ciência do slide perfeito
A ciência do slide perfeitoA ciência do slide perfeito
A ciência do slide perfeito
 
Assédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power pointAssédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power point
 
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
MonkeyBusiness – O Slide Perfeito (Revista Super Interessante)
 
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
Modelo de Plano de Gestão de Obras - XYZ Grande Hotel - v.0.1
 
Roteiro seminário
Roteiro seminárioRoteiro seminário
Roteiro seminário
 
Modelo de contrato social
Modelo de contrato socialModelo de contrato social
Modelo de contrato social
 
Principais Religiões do Mundo
Principais Religiões do MundoPrincipais Religiões do Mundo
Principais Religiões do Mundo
 

Semelhante a Seminário

SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdfSEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
louisevictori924
 
Regras gerais para o seminário
Regras gerais para o seminárioRegras gerais para o seminário
Regras gerais para o seminário
UNIPÊ
 
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdfComo elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
ZoraideVieiraCruz
 
Como fazer uma apresentação
Como  fazer  uma apresentaçãoComo  fazer  uma apresentação
Como fazer uma apresentação
João Pedro
 
Seminários powerpoint
Seminários powerpointSeminários powerpoint
Seminários powerpoint
Marines Bomfim
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de seminários
Estude Mais
 
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimirDicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Vanusia Santana
 
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhosComo fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Anaigreja
 
Dicasslides ppt
Dicasslides pptDicasslides ppt
Dicasslides ppt
Patrícia Soares
 
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para LiderarCurso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
Grupo Treinar
 
Defesademonografias
DefesademonografiasDefesademonografias
Defesademonografias
Anadelyc
 
Ilona como fazer apresentação corretamente
Ilona  como fazer apresentação corretamenteIlona  como fazer apresentação corretamente
Ilona como fazer apresentação corretamente
ilonasluz
 
SEMINÁRIO
SEMINÁRIOSEMINÁRIO
SEMINÁRIO
RenatoSantos87
 
SEMINÁRIO
SEMINÁRIOSEMINÁRIO
SEMINÁRIO
RenatoSantos87
 
Prepare se para falar em público
Prepare se para falar em públicoPrepare se para falar em público
Prepare se para falar em público
APCIS/RJ
 
Guião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oralGuião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oral
bedjoaoii
 
Comunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéiasComunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéias
gisa_legal
 
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docxREGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
Ana Valeria Silva
 
Como fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdfComo fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdf
DrikaSato
 
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.pptAULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
OdeteMyraMesquita
 

Semelhante a Seminário (20)

SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdfSEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
 
Regras gerais para o seminário
Regras gerais para o seminárioRegras gerais para o seminário
Regras gerais para o seminário
 
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdfComo elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
 
Como fazer uma apresentação
Como  fazer  uma apresentaçãoComo  fazer  uma apresentação
Como fazer uma apresentação
 
Seminários powerpoint
Seminários powerpointSeminários powerpoint
Seminários powerpoint
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de seminários
 
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimirDicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
 
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhosComo fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
 
Dicasslides ppt
Dicasslides pptDicasslides ppt
Dicasslides ppt
 
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para LiderarCurso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
Curso Tecnicas de Apresentacao: Falar para Liderar
 
Defesademonografias
DefesademonografiasDefesademonografias
Defesademonografias
 
Ilona como fazer apresentação corretamente
Ilona  como fazer apresentação corretamenteIlona  como fazer apresentação corretamente
Ilona como fazer apresentação corretamente
 
SEMINÁRIO
SEMINÁRIOSEMINÁRIO
SEMINÁRIO
 
SEMINÁRIO
SEMINÁRIOSEMINÁRIO
SEMINÁRIO
 
Prepare se para falar em público
Prepare se para falar em públicoPrepare se para falar em público
Prepare se para falar em público
 
Guião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oralGuião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oral
 
Comunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéiasComunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéias
 
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docxREGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
REGRAS PARA SEMINÁRIO .docx
 
Como fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdfComo fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdf
 
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.pptAULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
 

Último

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 

Seminário

  • 1. Como preparar um seminário Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior
  • 2. O que é um seminário?  Dinâmica de estudo em grupo que visa o estudo em profundidade de um tema.  Pressupõe a participação ativa de todos (apresentadores e platéia).  Muitas vezes pressupõe a leitura preliminar de um texto que será discutido radicalmente.
  • 3. Para que serve um seminário?  Aprofundar um tema  Propiciar o debate sobre um tema  Socializar o conhecimento para um grupo  Sistematizar e divulgar os conhecimentos construídos em grupo  Tornar a abordagem de um assunto mais dinâmica
  • 4. Qual a estrutura de um seminário?  Ficha roteiro: roteiro impresso que deve ser entregue a todos os participantes (platéia), que contém o plano de vôo do seminário.  Deve listar os tópicos que serão desenvolvidos no mesmo. A instituição de ensino a que pertencem e os nomes dos apresentadores.  Serve para ajudar cada participante a compreender a totalidade do seminário e a sistematizar os conteúdos trabalhados.
  • 5. Qual a estrutura de um seminário?  Coordenador: membro do grupo que tem a palavra inicial na apresentação.  Cabe ao coordenador apresentar os participantes do grupo e fazer uma breve introdução ao tema que será abordado, além de falar das estratégias adotadas para o desenvolvimento do seminário.  Dica: não se deve escolher para coordenador o líder do grupo. Agindo assim, o grupo maximiza o objetivo do trabalho em equipe onde todos participam. Um bom seminário em grupo não pode ser o seminário do líder do grupo!
  • 6. Qual a estrutura de um seminário?  Todo seminário deve ter:  Introdução: onde é feita a contextualização do tema, sua importância, os objetivos do mesmo.  Desenvolvimento dos sub-temas (tópicos): onde são desenvolvidos os conteúdos do mesmo. Este desenvolvimento deve ser lógico e coerente.  Finalização: momento de reflexão e síntese, onde devem ser ressaltados os aspectos mais importantes do tema trabalhado.
  • 7. Diretrizes para um seminário em grupo  A apresentação de cada elemento deve ser pautada pelos seguintes cuidados:  Não decore sua fala! Decorar um texto depõe contra o seminário. O domínio de um tema possibilita o desenvolvimento dinâmico do mesmo, sem a monotonia de um texto decorado.  Fale em alto e bom tom! Durante sua fala seja claro, pronuncie as palavras corretamente. O uso de gírias (em exagero) depõe contra sua apresentação.
  • 8. Diretrizes para um seminário em grupo  O corpo fala! Mas que fale corretamente! O domínio de sua postura corporal é importante.  Evite ficar parado no mesmo lugar o tempo todo, mas tenha cuidado para não ficar representando o papel de sentinela.  Evite “tiques” como coçar a cabeça ou os olhos durante sua apresentação.  Nunca fique de costas para sua platéia.  Olhe nos olhos das pessoas.  Esboce um semblante de confiança e de amigabilidade.
  • 9. Diretrizes para um seminário em grupo  Estudos mostram que as pessoas prestam mais atenção nos cinco minutos iniciais de uma fala. Portanto, passe seu recado mais importante neste período.  Nunca execeda o tempo. As pessoas não gostam de palestras que passam do tempo pré-estabelecido.  Dica: para que a platéia fique atenta ao final do seminário, diga à mesma, se possível, que você finalizará um pouco antes do tempo previsto. Todos gostam disto!
  • 10. Diretrizes para um seminário em grupo  Treinem o encadeamento lógico das idéias e falas de cada palestrante.  Ou seja: na finalização de uma fala, o palestrante deve levantar uma questão ou apontar um sub-tema de relevância que sirva de deixa para a próxima fala.  Isto dá fluidez e unidade ao seminário, além de evidenciar o trabalho em equipe.
  • 11. Diretrizes para um seminário em grupo  Evite textos longos em um slide.  Prefira listar os tópicos e mostre apenas as características mais relevantes.  Preferencialmente mostre apenas um gráfico por slide.  Cuidado com erros de ortografia e de digitação (mostram pressa na elaboração)  Cuidado com erros de concordância verbal e nominal (mostram falta de base elementar)
  • 12. Diretrizes para um seminário em grupo  Se for usar datashow escolha um modelo clássico para sua apresentação. Adote o estilo clean.  Uma apresentação no datashow tem que ser a complementação de sua fala e não o contrário!  Evite fotos com texto em cima .  Escolha um tipo de letra e use-o em toda a apresentação. Nada de festival de letras e cores diferentes! Tamanho mínimo da letra: 20  Aplique o mesmo efeito de transição em todos os slides.  Grave sua apresentação em pen drive ou mini cd. Usar disquetes antigos mostra atraso tecnológico!
  • 13. Diretrizes para um seminário em grupo Caso o grupo opte por usar mais de um recurso audio visual (por exemplo: datashow + vídeo) sincronize-os de modo equilibrado. Se você não está habituado com o equipamento, treine com antecedência no mesmo. Se for usar notebook evite usar o touchpad, peça um mouse (que é mais fácil de se manusear)
  • 14. Diretrizes para um seminário em grupo  Cuidado com a aparência! É impensável apresentar um seminário com desleixo no vestir.  Nada de bermudas, de bonés, de camisetas ou camisas floridas (vc não está em férias no Havaí), de chinelos e agasalhos.  No Brasil, na maioria das vezes, é dispensável o terno.  Homens: nada de barba por fazer!  Mulheres: maquiagem discreta, nada de exageros!
  • 15. Diretrizes para um seminário em grupo Na finalização do seminário cabe ao coordenador do grupo fazer um fechamento e a partir de uma reflexão pessoal iniciar a discussão que será aberta à toda platéia. No momento de discussão é importante mostrar segurança nas respostas e reflexões. É importante evitar ficar patinando em uma polêmica. Nesta hora, cabe ao coordenador, a condução diplomática da situação.