SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Segurança Alimentar e Nutricional
no Agronegócio
ENVOLVIDOS
DISCENTE
ISABEL CRISTINA SANTOS DE SOUZA
DOCENTE
NADJANE DAMASCENO
O que é o agronegócio?
É a junção de inúmeras atividades que envolvem de forma direta ou indireta, toda a cadeia produtiva
agrícola ou pecuária.
Que agronegócio é esse que falamos?
É o setor da economia que envolve uma cadeia de atividades que inclui a própria produção agrícola, a
demanda por adubos e fertilizantes, o desenvolvimento de maquinários agrícolas, a industrialização de
produtos do campo e o desenvolvimento de tecnologias para dinamizar todas essas atividades.
O agronegócio brasileiro é um dos mais representativos do
mundo, sobretudo no que diz respeito à dinâmica de
exportações.
Dos setores do agronegócio, o agroalimentar se destaca, mundialmente, como um dos mais
estruturados.
O sistema agroalimentar, registrado nas últimas décadas do século XX e primeiras do século XXI,
aprofunda ainda mais o padrão de ocupação e controle do território historicamente construído pela
promoção e ação do Estado na difusão do modelo de concentração de terras gerando latifúndios
(REFORMA AGRÁRIA E MONOCULTURA).
Esse modelo de produção agrícola amplamente alardeado como solução para o problema da fome no
mundo tem se mostrado como percussor da insegurança alimentar, uma vez que contribui para a
extinção das pequenas produções agrícolas responsáveis pela diversa produção de alimentos
(AGRICULTURA FAMILIAR).
Latifúndio e agronegócio
O latifúndio carrega em si a imagem da exploração, do trabalho escravo, da extrema concentração da
terra, do coronelismo, do clientelismo, do atraso político e econômico, está associado com terra que
não produz, que pode ser utilizada para reforma agrária.
A agricultura capitalista ou agricultura patronal ou agricultura empresarial ou agronegócio, qualquer
que seja o eufemismo utilizado, não pode esconder o que está na sua raiz, na sua lógica: a
concentração e a exploração.
O agronegócio é um novo tipo de latifúndio e ainda mais amplo, agora não concentra e domina
apenas a terra, mas também a tecnologia de produção e as políticas de desenvolvimento.
Agronegócio e Agricultura Familiar
A agricultura camponesa/familiar é responsável por mais da metade da produção do campo com
exceção da soja, cana e laranja, não aparece como grande produtor e fica no prejuízo. Com essa
estratégia, o agronegócio é privilegiado com a maior fatia do crédito agrícola.
Ela não é adepta do produtivismo, ou seja produzir uma única cultura e com exclusividade para o
mercado e nem se utiliza predominantemente de insumos externos, seu potencial de produção de
alimentos está na diversidade, no uso múltiplo dos recursos naturais.
É intensamente explorada por meio da renda capitalizada da terra, ficando somente com uma
pequena parte da riqueza que produz, a maior parte é apropriada pelas empresas que atuam no
mercado.
No Brasil, a Via Campesina é composta pelo (MST) Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra,
(MPA) Movimento dos Pequenos Agricultores, (MAB) Movimento dos Atingidos por Barragens e pelo
(MMC) Movimento de Mulheres Camponesas.
Impacto Mundial
A população mundial, hoje na casa dos 7 bilhões de habitantes, deve atingir valor próximo a 10 bilhões
em 2050. Seriam cerca de 3 bilhões de pessoas a mais para alimentar, em uma área de expansão agrícola
bastante limitada, além das responsabilidades ambientes, praticamente não há área de expansão
agrícola no mundo.
Portanto, o aumento da produção de alimento deverá vir do aumento de produtividade das fazendas,
onde 90% destas no mundo são familiares e são responsáveis por mais de 80% da produção de comida
do planeta. Em outras palavras, a segurança alimentar terá foco na produtividade do campo e também
das agriculturas familiares. Logo, essa oferta alimentar e de sustentabilidade passa pelas discussões
relacionadas ao crescimento populacional e renda
Vantagens do Agronegócio
 Ponto positivo na economia Brasileira;
 Grande aumento na produtividade de alimentos;
 Expansão da fronteira agrícola;
 Desenvolvimento tecnológico;
 Atendimento da demanda atual;
Desvantagens do Agronegócio
 Gasta mais de 70% da água do planeta;
 Gera a grande desigualdade do campo;
 Contaminação do solo, ar e água;
 Problemas a saúde humana de animais e plantas;
 Redução de mãos de obras;
 Desmatamento;
 Geração de resíduos;
 superexploração da força de trabalho;
 exploração intensiva da produção agrícola;
 Consequentemente desemprego e miséria.
Bases dos modelos de produção agrícola.
LATIFÚNDIO
MONOCULTURA
MECANIZAÇÃO
AGROTÓXICOS
Impactos sociais deste modelo de
produção
Desaparecimento de outras atividades agrícolas, como a produção se dá em larga escala, tem-se a
substituição de outros tipos de atividades agrícolas (principalmente a produção de alimentos) por soja,
algodão, trigo e eucalipto em algumas regiões;
Comprometimento da produção de alimentos no campo e, logicamente, a elevação dos preços;
Atividades altamente mecanizadas, desaparecimento de postos de trabalho e desemprego;
Dependência da população do município de uma só atividade;
Concentração fundiária ou seja, muita terra sob o controle de Poucos.
Agronegócio e Agrotóxicos
As altas taxas de produtividade repercutem na perda de biomassa dos biomas, com redução da
cobertura vegetal nativa e consequente desequilíbrio dos ciclos biogeoquímicos, condições climáticas
e perda da sociobiodiversidade (Soares e Porto, 2007).
O nível de agrotóxicos presente nos alimentos tem preocupado cada vez mais a sociedade e as
organizações que se posicionam contra o uso desses defensivos agrícolas
Por ano, em média, há 6 mil casos registrados de intoxicação humana por agrotóxicos.
O Brasil é tido com o maior consumidor desses venenos no planeta e a cada dia se torna mais
dependente deles. Dito isso, questionamos qual o impacto que esse modelo do agronegócio tem
sobre a saúde da população brasileira, sobretudo a saúde dos trabalhadores agrícolas?
Lista de alguns alimentos com maior potencial de risco devido
ao uso de agrotóxicos:
A soja é a principal cultura consumidora de agrotóxicos no Brasil.
Sementes Transgênicas
As sementes geneticamente modificadas, permitem lavouras com menores custos, uma maior
produtividade, e, sobretudo espécimes melhor adaptadas as condições dos solos.
O risco que a transgenia acarreta é a possibilidade da perda da identidade da matriz da
cultura;
possíveis riscos à saúde e ao meio ambiente;
Insegurança alimentar.
Conclusão
Ao discutirmos o fortalecimento do agronegócio no país, compreendemos sua construção
como um modelo de modernização conservadora, de fato constata-se que o modelo do
agronegócio se traduz numa clara ameaça a segurança e soberania alimentar do mundo
bem como um espaço reduzido para a agricultura familiar e a reforma agrária camponesa e
popular. Já em outra vertente não se pode negar que o agronegócio ocupa um lugar
importante na economia mundial, principalmente nos países subdesenvolvidos ou em
desenvolvimento, pois garante o sustento alimentar das pessoas e sua manutenção, e além
disso, contribui para o crescimento da exportação e do país que o executa.
REFERÊNCIAS
Ilena Felipe Barros. O agronegócio e a atuação da burguesia agrária: considerações da luta de classes no campo:
Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 131, p. 175-195, jan./abr. 2018
Isabelle Maria Mendes de Araújo e Ângelo Giuseppe Roncalli da Costa Oliveira. Agronegócio e agrotóxicos: impactos
à saúde dos trabalhadores agrícolas no nordeste Brasileiro: Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 15 n. 1, p. 117-129,
jan./abr. 2017
Silvia do Amaral Rigon e Islandia Bezerra. Segurança alimentar e nutricional, agricultura familiar e compras
institucionais: desafios e potencialidades: Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, PR,
Brasil 2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sustentabilidade e meio ambiente
Sustentabilidade e meio ambienteSustentabilidade e meio ambiente
Sustentabilidade e meio ambienteEMEFEzequiel
 
Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologiaelisandraca
 
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)Israel serique
 
Revolução verde, transgênico e agronegócio
Revolução verde, transgênico e agronegócioRevolução verde, transgênico e agronegócio
Revolução verde, transgênico e agronegócioJoão José Ferreira Tojal
 
Conferências ambientais
Conferências ambientaisConferências ambientais
Conferências ambientaisArtur Lara
 
Geografia - Agricultura
Geografia - AgriculturaGeografia - Agricultura
Geografia - AgriculturaCarson Souza
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoEdenilson Morais
 
Questão agrária no brasil
Questão agrária no brasilQuestão agrária no brasil
Questão agrária no brasilArtur Lara
 
Histórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaHistórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaAlex Samuel Rodrigues
 
Agropecuária geral e do brasil
Agropecuária   geral e do brasilAgropecuária   geral e do brasil
Agropecuária geral e do brasilProfessor
 
Slide pecuaria brasileira
Slide pecuaria brasileiraSlide pecuaria brasileira
Slide pecuaria brasileiraDiego Vieira
 

Mais procurados (20)

Agroecologia hoje
Agroecologia hojeAgroecologia hoje
Agroecologia hoje
 
Sustentabilidade e meio ambiente
Sustentabilidade e meio ambienteSustentabilidade e meio ambiente
Sustentabilidade e meio ambiente
 
Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologia
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)
1 Resumo: cultura, um conceito antropológico (LARAIA)
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Revolução verde, transgênico e agronegócio
Revolução verde, transgênico e agronegócioRevolução verde, transgênico e agronegócio
Revolução verde, transgênico e agronegócio
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Agricultura brasileira
Agricultura brasileiraAgricultura brasileira
Agricultura brasileira
 
Conferências ambientais
Conferências ambientaisConferências ambientais
Conferências ambientais
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
As cidades sustentáveis
As cidades sustentáveisAs cidades sustentáveis
As cidades sustentáveis
 
Geografia - Agricultura
Geografia - AgriculturaGeografia - Agricultura
Geografia - Agricultura
 
Diversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismoDiversidade cultural e multiculturalismo
Diversidade cultural e multiculturalismo
 
Questão agrária no brasil
Questão agrária no brasilQuestão agrária no brasil
Questão agrária no brasil
 
Histórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agriculturaHistórico sobre o início da agricultura
Histórico sobre o início da agricultura
 
Agropecuária geral e do brasil
Agropecuária   geral e do brasilAgropecuária   geral e do brasil
Agropecuária geral e do brasil
 
Slide pecuaria brasileira
Slide pecuaria brasileiraSlide pecuaria brasileira
Slide pecuaria brasileira
 
Revolucao verde
Revolucao verdeRevolucao verde
Revolucao verde
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 

Semelhante a segurança alimentar e Nutricional

Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20
Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20
Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20Portal Canal Rural
 
Agricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasilAgricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasilprofleofonseca
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição AgricolaLukas Lima
 
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdfCOMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdfFaga1939
 
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro Silvio Araujo de Sousa
 
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!Joemille Leal
 
Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010nucane
 
Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010nucane
 
Mais sustentabilidade para agricultura
Mais sustentabilidade para agriculturaMais sustentabilidade para agricultura
Mais sustentabilidade para agriculturaGleisi Hoffmann
 
Projeto de adimministração rural
Projeto de adimministração rural Projeto de adimministração rural
Projeto de adimministração rural Anibia Vicente
 
Correio 2009 bayer
Correio 2009 bayerCorreio 2009 bayer
Correio 2009 bayerBayer Crop
 
Desenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairDesenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairGilson Santos
 
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptintroducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptMichellinePoncianoSi
 
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptintroducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptMichellinePoncianoSi
 
Cartilha SAE 2011
Cartilha SAE 2011Cartilha SAE 2011
Cartilha SAE 2011nucane
 

Semelhante a segurança alimentar e Nutricional (20)

Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20
Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20
Ministério da Agricultura divulga documento do setor agropecuário para a Rio+20
 
Agricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasilAgricultura mundial e do brasil
Agricultura mundial e do brasil
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
 
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdfCOMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ TORNAR SUSTENTÁVEL O SETOR AGROPECUÁRIO DO BRASIL.pdf
 
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro
UE7 - O Espaço Agropecuário Brasileiro
 
Agricultura toxica
Agricultura toxicaAgricultura toxica
Agricultura toxica
 
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
Agricultura brasileira e mundial/Assuntos Possíveis para Enem!
 
Geografia vol3
Geografia vol3Geografia vol3
Geografia vol3
 
Programa de pesquisa em agroecologia para a realidade dos países pobres
Programa de pesquisa em agroecologia para a realidade dos países pobresPrograma de pesquisa em agroecologia para a realidade dos países pobres
Programa de pesquisa em agroecologia para a realidade dos países pobres
 
Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010
 
Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010
 
Mais sustentabilidade para agricultura
Mais sustentabilidade para agriculturaMais sustentabilidade para agricultura
Mais sustentabilidade para agricultura
 
Projeto de adimministração rural
Projeto de adimministração rural Projeto de adimministração rural
Projeto de adimministração rural
 
Correio 2009 bayer
Correio 2009 bayerCorreio 2009 bayer
Correio 2009 bayer
 
Correio 2009 bayer
Correio 2009 bayerCorreio 2009 bayer
Correio 2009 bayer
 
Desenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairDesenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familair
 
Aula_3
Aula_3Aula_3
Aula_3
 
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptintroducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
 
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.pptintroducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
introducaoagroecologia-131215193232-phpapp02.ppt
 
Cartilha SAE 2011
Cartilha SAE 2011Cartilha SAE 2011
Cartilha SAE 2011
 

segurança alimentar e Nutricional

  • 1. Segurança Alimentar e Nutricional no Agronegócio
  • 2. ENVOLVIDOS DISCENTE ISABEL CRISTINA SANTOS DE SOUZA DOCENTE NADJANE DAMASCENO
  • 3. O que é o agronegócio? É a junção de inúmeras atividades que envolvem de forma direta ou indireta, toda a cadeia produtiva agrícola ou pecuária. Que agronegócio é esse que falamos? É o setor da economia que envolve uma cadeia de atividades que inclui a própria produção agrícola, a demanda por adubos e fertilizantes, o desenvolvimento de maquinários agrícolas, a industrialização de produtos do campo e o desenvolvimento de tecnologias para dinamizar todas essas atividades. O agronegócio brasileiro é um dos mais representativos do mundo, sobretudo no que diz respeito à dinâmica de exportações.
  • 4. Dos setores do agronegócio, o agroalimentar se destaca, mundialmente, como um dos mais estruturados. O sistema agroalimentar, registrado nas últimas décadas do século XX e primeiras do século XXI, aprofunda ainda mais o padrão de ocupação e controle do território historicamente construído pela promoção e ação do Estado na difusão do modelo de concentração de terras gerando latifúndios (REFORMA AGRÁRIA E MONOCULTURA). Esse modelo de produção agrícola amplamente alardeado como solução para o problema da fome no mundo tem se mostrado como percussor da insegurança alimentar, uma vez que contribui para a extinção das pequenas produções agrícolas responsáveis pela diversa produção de alimentos (AGRICULTURA FAMILIAR).
  • 5. Latifúndio e agronegócio O latifúndio carrega em si a imagem da exploração, do trabalho escravo, da extrema concentração da terra, do coronelismo, do clientelismo, do atraso político e econômico, está associado com terra que não produz, que pode ser utilizada para reforma agrária. A agricultura capitalista ou agricultura patronal ou agricultura empresarial ou agronegócio, qualquer que seja o eufemismo utilizado, não pode esconder o que está na sua raiz, na sua lógica: a concentração e a exploração. O agronegócio é um novo tipo de latifúndio e ainda mais amplo, agora não concentra e domina apenas a terra, mas também a tecnologia de produção e as políticas de desenvolvimento.
  • 6. Agronegócio e Agricultura Familiar A agricultura camponesa/familiar é responsável por mais da metade da produção do campo com exceção da soja, cana e laranja, não aparece como grande produtor e fica no prejuízo. Com essa estratégia, o agronegócio é privilegiado com a maior fatia do crédito agrícola. Ela não é adepta do produtivismo, ou seja produzir uma única cultura e com exclusividade para o mercado e nem se utiliza predominantemente de insumos externos, seu potencial de produção de alimentos está na diversidade, no uso múltiplo dos recursos naturais. É intensamente explorada por meio da renda capitalizada da terra, ficando somente com uma pequena parte da riqueza que produz, a maior parte é apropriada pelas empresas que atuam no mercado. No Brasil, a Via Campesina é composta pelo (MST) Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, (MPA) Movimento dos Pequenos Agricultores, (MAB) Movimento dos Atingidos por Barragens e pelo (MMC) Movimento de Mulheres Camponesas.
  • 7. Impacto Mundial A população mundial, hoje na casa dos 7 bilhões de habitantes, deve atingir valor próximo a 10 bilhões em 2050. Seriam cerca de 3 bilhões de pessoas a mais para alimentar, em uma área de expansão agrícola bastante limitada, além das responsabilidades ambientes, praticamente não há área de expansão agrícola no mundo. Portanto, o aumento da produção de alimento deverá vir do aumento de produtividade das fazendas, onde 90% destas no mundo são familiares e são responsáveis por mais de 80% da produção de comida do planeta. Em outras palavras, a segurança alimentar terá foco na produtividade do campo e também das agriculturas familiares. Logo, essa oferta alimentar e de sustentabilidade passa pelas discussões relacionadas ao crescimento populacional e renda
  • 8. Vantagens do Agronegócio  Ponto positivo na economia Brasileira;  Grande aumento na produtividade de alimentos;  Expansão da fronteira agrícola;  Desenvolvimento tecnológico;  Atendimento da demanda atual;
  • 9. Desvantagens do Agronegócio  Gasta mais de 70% da água do planeta;  Gera a grande desigualdade do campo;  Contaminação do solo, ar e água;  Problemas a saúde humana de animais e plantas;  Redução de mãos de obras;  Desmatamento;  Geração de resíduos;  superexploração da força de trabalho;  exploração intensiva da produção agrícola;  Consequentemente desemprego e miséria.
  • 10. Bases dos modelos de produção agrícola. LATIFÚNDIO MONOCULTURA MECANIZAÇÃO AGROTÓXICOS
  • 11. Impactos sociais deste modelo de produção Desaparecimento de outras atividades agrícolas, como a produção se dá em larga escala, tem-se a substituição de outros tipos de atividades agrícolas (principalmente a produção de alimentos) por soja, algodão, trigo e eucalipto em algumas regiões; Comprometimento da produção de alimentos no campo e, logicamente, a elevação dos preços; Atividades altamente mecanizadas, desaparecimento de postos de trabalho e desemprego; Dependência da população do município de uma só atividade; Concentração fundiária ou seja, muita terra sob o controle de Poucos.
  • 12. Agronegócio e Agrotóxicos As altas taxas de produtividade repercutem na perda de biomassa dos biomas, com redução da cobertura vegetal nativa e consequente desequilíbrio dos ciclos biogeoquímicos, condições climáticas e perda da sociobiodiversidade (Soares e Porto, 2007). O nível de agrotóxicos presente nos alimentos tem preocupado cada vez mais a sociedade e as organizações que se posicionam contra o uso desses defensivos agrícolas Por ano, em média, há 6 mil casos registrados de intoxicação humana por agrotóxicos. O Brasil é tido com o maior consumidor desses venenos no planeta e a cada dia se torna mais dependente deles. Dito isso, questionamos qual o impacto que esse modelo do agronegócio tem sobre a saúde da população brasileira, sobretudo a saúde dos trabalhadores agrícolas?
  • 13. Lista de alguns alimentos com maior potencial de risco devido ao uso de agrotóxicos: A soja é a principal cultura consumidora de agrotóxicos no Brasil.
  • 14. Sementes Transgênicas As sementes geneticamente modificadas, permitem lavouras com menores custos, uma maior produtividade, e, sobretudo espécimes melhor adaptadas as condições dos solos. O risco que a transgenia acarreta é a possibilidade da perda da identidade da matriz da cultura; possíveis riscos à saúde e ao meio ambiente; Insegurança alimentar.
  • 15. Conclusão Ao discutirmos o fortalecimento do agronegócio no país, compreendemos sua construção como um modelo de modernização conservadora, de fato constata-se que o modelo do agronegócio se traduz numa clara ameaça a segurança e soberania alimentar do mundo bem como um espaço reduzido para a agricultura familiar e a reforma agrária camponesa e popular. Já em outra vertente não se pode negar que o agronegócio ocupa um lugar importante na economia mundial, principalmente nos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, pois garante o sustento alimentar das pessoas e sua manutenção, e além disso, contribui para o crescimento da exportação e do país que o executa.
  • 16. REFERÊNCIAS Ilena Felipe Barros. O agronegócio e a atuação da burguesia agrária: considerações da luta de classes no campo: Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 131, p. 175-195, jan./abr. 2018 Isabelle Maria Mendes de Araújo e Ângelo Giuseppe Roncalli da Costa Oliveira. Agronegócio e agrotóxicos: impactos à saúde dos trabalhadores agrícolas no nordeste Brasileiro: Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 15 n. 1, p. 117-129, jan./abr. 2017 Silvia do Amaral Rigon e Islandia Bezerra. Segurança alimentar e nutricional, agricultura familiar e compras institucionais: desafios e potencialidades: Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, PR, Brasil 2014.