SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 54
Baixar para ler offline
SAÚDE MENTAL E ESPIRITUALIDADE Fabricio H. A. de Oliveira e Oliveira Médico (UFMG) Especialização em Dependência Química (UNIFESP) Residente em Psiquiatria (I. Raul Soares – Rede -FHEMIG) Especialista  em Medicina do Tráfego (Fac. Ciências Médicas – MG) Curso de Extensão  -  SAÚDE E ESPIRITUALIDADE Promoção: Depto. Cirurgia – Fac. Medicina UFMG Apoio: NASCE – UFMG
Objetivos PARTE 1 PARTE 2 PARTE 3 Aspectos Históricos e Conceituais Aspectos Clínicos Aspectos Psicológicos e Educacionais Revisão de Literatura Estudos de Casos Clínicos Introdução ao tema da Filosofia da Ciência e Espiritualidade
Uma Breve Introdução
Introdução ,[object Object],[object Object]
Introdução  ,[object Object],[object Object]
 
Aspectos Históricos e Conceituais
DAS VARIAS FORMAS DE ESTUDAR A HISTORIA DA PSIQUIATRIA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP)
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],DA ANTIGUIDADE   ASPECTOS  HIPOCRATICOS FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP)
DA ANTIGUIDADE   ASPECTOS  HIPOCRATICOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP)
DA ANTIGUIDADE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP)
Tipos Psicológicos :  De  Hipócrates a Galeno ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Tab. 1 – Teoria dos Humores de Galeno FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP) HUMOR QUALIDADES ELEMENTO PERSONALIDADE SANGUINEO QUENTE, UMIDO AR OTIMISTA, FALANTE, IRREPONSÁVEL, GORDO COLÉRICO QUENTE, SECO FOGO EXPLOSIVO, AMBICIOSO, MAGRO FLEUGMATICO FRIO, ÚMIDO ÁGUA LENTO, CORPULENTO, PREGUIÇOSO MELANCÓLICO FRIO, SECO TERRA INSTROSPECTIVO, PESSIMISTA, MAGRO
DAS PRÉDICAS MEDIEVAIS AO DESENCADEAMENTO DA LOUCURA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],FONTE: CLÍNICA PSIQUIÁTRIA VOL. 1.  (USP)
Algo em comum com o Manual de Critérios diagnósticos da CID-10 para identificação dos “Anômalos”?
PARACELSUS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Aspectos Históricos : Mitos e Verdades ,[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Aspectos Históricos: Mitos e verdades ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Aspectos Históricos: Mitos e verdades ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Aspectos Históricos:  Mitos e verdades ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Aspectos Históricos: Mitos e verdades ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
A sofisticação intelectual faz do ateísmo algo elegante no final do Séc. XIX e começo do Séc. XX
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Aspectos Históricos: Mitos e verdades http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Diminuindo o “Religious GAP” ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
 
E o que é Espiritualidade? E Saúde? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Crenças espirituais pelo mundo País Temos uma alma (%) Há vida após a morte (%) Índia 81 66 Estados Unidos 96 81 Indonésia 99 99 Brasil 82 71 Paquistão 100 100 Bangladesh 99 56 Nigéria 97 88 Rússia 67 37 Japão 71 51 México 93 76 Filipinas 96 86 Alemanha  88 45 Egito 100 100 Fonte: www.worldvaluessurvey.org
Envolvimento Religioso do Brasileiro Fonte: Moreira-Almeida Dimensões da religiosidade  % Filiação  Católico  Protestante  Espírita Outras Sem religião 68 24 2 1 5 Frequenta mais de uma religião 11 Frequência a serviços religiosos ≥  1 vez por semana 1 a 2 vezes por mês Algumas vezes por ano Raramente Nunca 37 18 14 18 12 O quanto a religião é importante em sua vida? Muito importante Um pouco importante Indiferente Não é importante 83 11 4 2
Espiritualidade e Religiosidade Religiosidade Espiritualidade Sistema organizado de crenças, práticas e símbolos desenvolvidos para facilitar a proximidade com o sagrado ou transcendente” (Koenig et al., 2001) “ Relação com o sagrado ou o transcendente (Deus, poder superior, realidade última)” (Koenig et al., 2001) “ É o aspecto institucional da espiritualidade. Religiões são instituições organizadas em torno da ideia de espírito” (Hufford, 2005) “ Referente ao domínio do espírito (Deus ou deuses, almas, anjos, demônios) [...] algo invisível e intangível que é a essência da pessoa”  (Hufford, 2005)
Religiosidade Intrínseca e Extrínseca Fonte: Allport e Ross Religiosidade Intrinseca Religiosidade Extrínseca ,[object Object],[object Object],[object Object],1) a religião é um meio utilizado para obter outros fins, como consolo, sociabilidade, distração e status.  2) Sua religião é aceita de modo superficial ou é adaptada para atender suas necessidades e seus objetivos pessoais.
“ Coping” ,[object Object],[object Object],Fonte: Moreira-Almeida  et al. (2009)
Definições de  coping  religioso e espiritual (CRE) Estratégias de  coping  religioso- -espiritual positivo Estratégias de  coping  religioso- -espiritual negativo O CRE positivo abrange estratégias que proporcionam efeito benéfico ou positivo ao praticante como: •  procurar o amor e a proteção de Deus ou maior conexão com forças transcendentais; •  buscar ajuda e conforto na literatura religiosa; •  buscar perdoar e ser perdoado; •  orar pelo bem-estar de outros; •  resolver seus problemas em colaboração comDeus etc. O CRE negativo envolve estratégias que geram consequências prejudiciais ou negativas ao indivíduo, como: •  a crença em um Deus punitivo; •  questionar a existência, o amor ou os atos de Deus; •  delegar a Deus a resolução dos problemas; •  sentir insatisfação ou escontentamento em relação a Deus ou sua instituição religiosa Fonte: Koenig  (2001)
 
Uma Revisão de Literatura
Pubmed - 23/09/2011
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE TRANSTORNOS BIPOLAR E ESQUIZOFRENIA http://www.hoje.org.br/site/bves.php
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE E TRANSTORNOS ANSIOSOS http://www.hoje.org.br/site/bves.php
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE E SUICÍDIO  http://www.hoje.org.br/site/bves.php
RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE E SUICÍDIO  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE E USO/DEPENDENCIA DE SUBSTANCIAS http://www.hoje.org.br/site/bves.php
OS "10 MELHORES ESTUDOS" EM ESPIRITUALIDADE E "SAÚDE MENTAL" ,[object Object],[object Object],Fonte: Koenig. Espiritualidade no cuidado com o paciente
[object Object],[object Object],OS "10 MELHORES ESTUDOS" EM ESPIRITUALIDADE E "SAÚDE MENTAL" Fonte: Koenig. Espiritualidade no cuidado com o paciente
[object Object],OS "10 MELHORES ESTUDOS" EM ESPIRITUALIDADE E "SAÚDE MENTAL" Fonte: Koenig. Espiritualidade no cuidado com o paciente
Aspectos  Clínicos
A Espiritualidade do Paciente e as Decisões Médicas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Quando “não se indica” a coleta da Historia Espiritual ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
Quando seria mais “indicado” colher a historia espiritual? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],http://www.hoje.org.br/site/bves.php
4 Casos  Clínicos
Caso 1 – Do Budismo Motivacional ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Caso 2 – Universitária de Medicina com Pais Evangélicos Ortodoxos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Caso 3 – Um “Espírita-Equizofrênico” ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Ver Revista de Psiquiatria Clínica, Moreira Almeida (2011) para proposta de diagnóstico diferencial para o Cid-11 /  33 (suppl.1): s21-s28
Caso 4 –” “ A via crucis  – De remédio em remédio, de “religião em religião, e de namoro em namoro” ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Fonte: (Mari, & Pita) Psiquiatria por meio de Casos Clínicos. Adaptado. (Ed. Manole)
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Caso 4 –” “ A via crucis  – De remédio em remédio, de “religião em religião, e de namoro em namoro” Fonte: (Mari, & Pita) Psiquiatria por meio de Casos Clínicos. Adaptado. (Ed. Manole)
A história espiritual  –  CSI-MEMO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Como abordar significado existencial em um paciente não religioso? (Koenig, 2007) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Guia prevencao suicidio
Guia prevencao suicidioGuia prevencao suicidio
Guia prevencao suicidio
 
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
 
Saude e Espiritualidade
Saude e EspiritualidadeSaude e Espiritualidade
Saude e Espiritualidade
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
 
Morte e luto
Morte e lutoMorte e luto
Morte e luto
 
Palestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e AnsiedadePalestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e Ansiedade
 
Não se mate você não morre
Não se mate você não morreNão se mate você não morre
Não se mate você não morre
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Psicologia hospitalar
Psicologia hospitalarPsicologia hospitalar
Psicologia hospitalar
 
Tratamento da Depressão em Terapia Comportamental e Cognitiva
Tratamento da Depressão em Terapia Comportamental e CognitivaTratamento da Depressão em Terapia Comportamental e Cognitiva
Tratamento da Depressão em Terapia Comportamental e Cognitiva
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva ComportamentalTCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Espiritualidade e emoções
Espiritualidade e emoçõesEspiritualidade e emoções
Espiritualidade e emoções
 
Auto cuidado
Auto cuidadoAuto cuidado
Auto cuidado
 
Depressão palestra
Depressão   palestraDepressão   palestra
Depressão palestra
 
Mitos e verdades - setembro amarelo
Mitos e verdades  -  setembro amareloMitos e verdades  -  setembro amarelo
Mitos e verdades - setembro amarelo
 

Semelhante a Saude Mental e Espiritualidade

O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.
O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.
O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.Luiz-Salvador Miranda-Sa
 
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? port
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? portO diag psiq ontem e hoje. e amanhã? port
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? portLuiz Miranda-Sá
 
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?Luiz Miranda-Sá
 
A centralidade do corpo nas culturas da nova era
A centralidade do corpo nas culturas da nova eraA centralidade do corpo nas culturas da nova era
A centralidade do corpo nas culturas da nova eraBárbara Penido
 
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervençãoDeterminantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervençãoCentro Universitário Ages
 
Texto 1 introdução à psicologia da saúde
Texto 1 introdução à psicologia da saúdeTexto 1 introdução à psicologia da saúde
Texto 1 introdução à psicologia da saúdePsicologia_2015
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsxSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsxMarciaCristine2
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdfSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdfMarciaCristine2
 
Hipnose marketing das religiões - fabio puentes
Hipnose   marketing das religiões - fabio puentesHipnose   marketing das religiões - fabio puentes
Hipnose marketing das religiões - fabio puentesMARYNÊS FREIXO PEREIRA
 
A construção da Espiritualidade na Medicina
A construção da Espiritualidade na MedicinaA construção da Espiritualidade na Medicina
A construção da Espiritualidade na MedicinaEduardo Henrique Marçal
 
Planejamento socia intencionalidade e instrumentação
Planejamento socia intencionalidade e instrumentaçãoPlanejamento socia intencionalidade e instrumentação
Planejamento socia intencionalidade e instrumentaçãoGlace Kelly
 
Fabio puentes hipnose marketing das religioes
Fabio puentes hipnose marketing das religioesFabio puentes hipnose marketing das religioes
Fabio puentes hipnose marketing das religioesWagner Kinera
 
O processo saúde doença
O processo saúde doençaO processo saúde doença
O processo saúde doençaAmanda Ribeiro
 
hipnose - marketing da religioes
hipnose - marketing da religioeshipnose - marketing da religioes
hipnose - marketing da religioesCobol Engineering
 
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaIntrodução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaEdgard Lombardi
 

Semelhante a Saude Mental e Espiritualidade (20)

O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.
O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.
O diagnóstico psiquiátrico ontem, hoje e amanhã.
 
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? port
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? portO diag psiq ontem e hoje. e amanhã? port
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã? port
 
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?
O diag psiq ontem e hoje. e amanhã?
 
A centralidade do corpo nas culturas da nova era
A centralidade do corpo nas culturas da nova eraA centralidade do corpo nas culturas da nova era
A centralidade do corpo nas culturas da nova era
 
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervençãoDeterminantes sociais na saúde na doença e na intervenção
Determinantes sociais na saúde na doença e na intervenção
 
Conceitodesaude
ConceitodesaudeConceitodesaude
Conceitodesaude
 
Scliar2007
Scliar2007Scliar2007
Scliar2007
 
Texto 1 introdução à psicologia da saúde
Texto 1 introdução à psicologia da saúdeTexto 1 introdução à psicologia da saúde
Texto 1 introdução à psicologia da saúde
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsxSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdfSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
 
Hipnose marketing das religiões - fabio puentes
Hipnose   marketing das religiões - fabio puentesHipnose   marketing das religiões - fabio puentes
Hipnose marketing das religiões - fabio puentes
 
A construção da Espiritualidade na Medicina
A construção da Espiritualidade na MedicinaA construção da Espiritualidade na Medicina
A construção da Espiritualidade na Medicina
 
Planejamento socia intencionalidade e instrumentação
Planejamento socia intencionalidade e instrumentaçãoPlanejamento socia intencionalidade e instrumentação
Planejamento socia intencionalidade e instrumentação
 
Fabio puentes hipnose marketing das religioes
Fabio puentes hipnose marketing das religioesFabio puentes hipnose marketing das religioes
Fabio puentes hipnose marketing das religioes
 
O processo saúde doença
O processo saúde doençaO processo saúde doença
O processo saúde doença
 
hipnose - marketing da religioes
hipnose - marketing da religioeshipnose - marketing da religioes
hipnose - marketing da religioes
 
Slide Ana Bock 2.pdf
Slide Ana Bock 2.pdfSlide Ana Bock 2.pdf
Slide Ana Bock 2.pdf
 
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaIntrodução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
 
Edidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e históriaEdidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e história
 
Concepções da loucura
Concepções  da  loucuraConcepções  da  loucura
Concepções da loucura
 

Último

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 

Último (11)

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 

Saude Mental e Espiritualidade

  • 1. SAÚDE MENTAL E ESPIRITUALIDADE Fabricio H. A. de Oliveira e Oliveira Médico (UFMG) Especialização em Dependência Química (UNIFESP) Residente em Psiquiatria (I. Raul Soares – Rede -FHEMIG) Especialista em Medicina do Tráfego (Fac. Ciências Médicas – MG) Curso de Extensão - SAÚDE E ESPIRITUALIDADE Promoção: Depto. Cirurgia – Fac. Medicina UFMG Apoio: NASCE – UFMG
  • 2. Objetivos PARTE 1 PARTE 2 PARTE 3 Aspectos Históricos e Conceituais Aspectos Clínicos Aspectos Psicológicos e Educacionais Revisão de Literatura Estudos de Casos Clínicos Introdução ao tema da Filosofia da Ciência e Espiritualidade
  • 4.
  • 5.
  • 6.  
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Algo em comum com o Manual de Critérios diagnósticos da CID-10 para identificação dos “Anômalos”?
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. A sofisticação intelectual faz do ateísmo algo elegante no final do Séc. XIX e começo do Séc. XX
  • 22.
  • 23.
  • 24.  
  • 25.
  • 26. Crenças espirituais pelo mundo País Temos uma alma (%) Há vida após a morte (%) Índia 81 66 Estados Unidos 96 81 Indonésia 99 99 Brasil 82 71 Paquistão 100 100 Bangladesh 99 56 Nigéria 97 88 Rússia 67 37 Japão 71 51 México 93 76 Filipinas 96 86 Alemanha 88 45 Egito 100 100 Fonte: www.worldvaluessurvey.org
  • 27. Envolvimento Religioso do Brasileiro Fonte: Moreira-Almeida Dimensões da religiosidade % Filiação Católico Protestante Espírita Outras Sem religião 68 24 2 1 5 Frequenta mais de uma religião 11 Frequência a serviços religiosos ≥ 1 vez por semana 1 a 2 vezes por mês Algumas vezes por ano Raramente Nunca 37 18 14 18 12 O quanto a religião é importante em sua vida? Muito importante Um pouco importante Indiferente Não é importante 83 11 4 2
  • 28. Espiritualidade e Religiosidade Religiosidade Espiritualidade Sistema organizado de crenças, práticas e símbolos desenvolvidos para facilitar a proximidade com o sagrado ou transcendente” (Koenig et al., 2001) “ Relação com o sagrado ou o transcendente (Deus, poder superior, realidade última)” (Koenig et al., 2001) “ É o aspecto institucional da espiritualidade. Religiões são instituições organizadas em torno da ideia de espírito” (Hufford, 2005) “ Referente ao domínio do espírito (Deus ou deuses, almas, anjos, demônios) [...] algo invisível e intangível que é a essência da pessoa” (Hufford, 2005)
  • 29.
  • 30.
  • 31. Definições de coping religioso e espiritual (CRE) Estratégias de coping religioso- -espiritual positivo Estratégias de coping religioso- -espiritual negativo O CRE positivo abrange estratégias que proporcionam efeito benéfico ou positivo ao praticante como: • procurar o amor e a proteção de Deus ou maior conexão com forças transcendentais; • buscar ajuda e conforto na literatura religiosa; • buscar perdoar e ser perdoado; • orar pelo bem-estar de outros; • resolver seus problemas em colaboração comDeus etc. O CRE negativo envolve estratégias que geram consequências prejudiciais ou negativas ao indivíduo, como: • a crença em um Deus punitivo; • questionar a existência, o amor ou os atos de Deus; • delegar a Deus a resolução dos problemas; • sentir insatisfação ou escontentamento em relação a Deus ou sua instituição religiosa Fonte: Koenig (2001)
  • 32.  
  • 33. Uma Revisão de Literatura
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47. 4 Casos Clínicos
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.

Notas do Editor

  1. Este modelo pode ser usado como arquivo de partida para apresentar materiais de treinamento em um cenário em grupo. Seções Clique com o botão direito em um slide para adicionar seções. Seções podem ajudar a organizar slides ou a facilitar a colaboração entre vários autores. Anotações Use a seção Anotações para anotações da apresentação ou para fornecer detalhes adicionais ao público. Exiba essas anotações no Modo de Exibição de Apresentação durante a sua apresentação. Considere o tamanho da fonte (importante para acessibilidade, visibilidade, gravação em vídeo e produção online) Cores coordenadas Preste atenção especial aos gráficos, tabelas e caixas de texto. Leve em consideração que os participantes irão imprimir em preto-e-branco ou escala de cinza. Execute uma impressão de teste para ter certeza de que as suas cores irão funcionar quando forem impressas em preto-e-branco puros e escala de cinza. Elementos gráficos, tabelas e gráficos Mantenha a simplicidade: se possível, use estilos e cores consistentes e não confusos. Rotule todos os gráficos e tabelas.
  2. Ver referencia da Ver. Brasileira de Psiquiatria – Proposta para o cid 11
  3. Esta é outra opção para um slide de Visão Geral.
  4. Diagnóstico diferencial entre experiências espirituais e psicóticas não patológicas e transtornos mentais: uma contribuição de estudos latino-americanos para o CID-11 Moreira-Almeida A, Cardeña E Rev. Bras. Psiquiatr. 2011, 33 (suppl.1): s21-s28