SlideShare uma empresa Scribd logo
Report Diário: impactos do Covid-19 no
agronegócio brasileiro
Sucroalcooleiro: como a pandemia afeta os
mercados de etanol e açúcar?
Overview 23/04/2020
Consolidado: 18h45
PÁGINA 2
➢ O dólar à vista fechou a segunda-feira em alta de 2,22%, cotado a R$ 5,5287.
➢ O câmbio teve uma quinta-feira movimentada, com o dólar renovando sucessivas
máximas, levando o Banco Central a fazer duas intervenções não previstas,
ofertando ao todo US$ 1 bilhão em swap, tendo atingido R$ 5,56 na máxima do dia.
➢ Mesmo assim, o dólar fechou em novo nível recorde, influenciado por fatores
externos, por conta do dia de fortalecimento generalizado da moeda americana no
exterior, e também locais, principalmente o temor de piora fiscal do Brasil e os
rumores de saída do ministro da Justiça, Sergio Moro.
➢ O dólar acumula valorização de 38% em 2020 e o Real foi uma das moedas que
mais se depreciou ante a divisa, considerando uma cesta de 34 moedas.
ÍNDICE
OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
PÁGINA 3
➢ Ibovespa fechou em baixa de 1,26%, alcançando 79.673 pontos.
➢ O Ibovespa perdia fôlego desde o começo da tarde, em linha com Nova York e em
meio à escalada do dólar à vista, mas o movimento nas ações se acentuou
notavelmente à tarde, com a notícia de que o presidente Bolsonaro comunicou ao
ministro da Justiça, Sergio Moro, a decisão de substituir o diretor-geral da Polícia
Federal, Maurício Valeixo, homem de confiança do ministro e com o qual atuou
durante a Operação Lava-Jato: ao ser comunicado, Moro teria dito não estar de
acordo com a decisão e que reavaliaria sua permanência no governo.
➢ A eventual saída do Moro significaria isolamento maior do Bolsonaro, a perda de
uma figura muito popular.
ÍNDICE
OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
PÁGINA 4
➢ Petróleo Brent teve alta de 4,71%, para US$ 21,33 o barril.
➢ Os contratos futuros de petróleo registraram ganhos consideráveis, em uma
semana de movimentos acentuados para eles.
➢ Continuou a haver recuperação da commodity, após fortes quedas recentes, e o
risco geopolítico também esteve no radar.
➢ Após quedas históricas no início da semana, o petróleo subiu nas duas últimas
sessões, incluindo a desta quinta-feira (23/04).
➢ Ajudou na alta dos preços a notícia de que o líder da Guarda Revolucionária do Irã,
Hossein Salami, havia autorizado um eventual ataque a navios americanos, em
resposta a declarações do presidente Trump, que havia ameaçado Teerã.
ÍNDICE
OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
PÁGINA 5
➢ Durante o pregão, o contrato do WTI chegou a avançar quase 30%, com as tensões
bilaterais EUA-Irã.
➢ Além disso, diante do relaxamento esperado nas medidas de quarentena e
distanciamento físico, a demanda deve se recuperar, o que torna improvável que o
contrato WTI de junho fique negativo quando estiver perto de vencer, como ocorreu
no início da semana com o de maio.
➢ A tensão geopolítica de fato apoiou os contratos nos últimos dois dias, mas o
elemento que neste momento está orientando os preços é a demanda, ou a falta
dela, diante da pandemia de coronavírus.
➢ Não se deve esperar grande impulso dos preços em um futuro próximo.
ÍNDICE
OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
PÁGINA 6
ÍNDICE
CANA: CENÁRIO NEGATIVO
➔ Queda dos preços do petróleo afeta negativamente segmentos de etanol e açúcar.
➔ O açúcar é afetado pela queda do petróleo, pois reduz a competitividade do etanol de
cana no Brasil e as usinas tendem a alterar o mix de produção a favor do açúcar, o que
eleva a oferta global do produto e pressiona as cotações globais.
➔ Aumento da oferta de açúcar tem forte efeito baixista sobre os preços internacionais.
➔ No acumulado do 1º trimestre de 2020, o volume de açúcar exportado pelo Brasil atinge
4,364 milhões de toneladas, alta de 32% ante o período de janeiro a março de 2019.
➔ O Índice de Preços da FAO para o açúcar registrou a maior queda em março (-19,1%).
➔ RenovaBio: meta nacional de emissão dos Créditos de Descarbonização (CBios) do
programa vai ser ajustada para baixo em razão da crise provocada pela pandemia.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
7
PÁGINA 7
-7,2%
-2,2%
-16,3%
21,4%
37,9%
-16,0%
-25,9%
-14,4%
31,4%
0,2%
-6,5%
-10,0%
10,4%
44,4%
-27,3%
-20,9%
22,3%
38,6%
SOJA FARELO MILHO TRIGO ARROZ ALGODÃO AÇÚCAR CAFÉ DÓLAR
EVOLUÇÃO DOS PREÇOS NO MERCADO EXTERNO EM US$ (%)
VAR. EM 2020 VAR. EM 12 MESES
8
PÁGINA 8
1,50
2,00
2,50
3,00
3,50
4,00
4,50
5,00
5,50
2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
2019
2020
TAXA DE CÂMBIO NO BRASIL (R$/US$) - MÉDIA MENSAL
9
PÁGINA 9
15,7%
2,7%
15,6%
38,6%
21,5%
2,0%
6,5% 10,0%
31,4%
34,1%
36,7% 36,0% 35,8%
58,5%
-7,7%
53,9%
12,8%
38,6%
SOJA MILHO ARROZ TRIGO FEIJÃO ALGODÃO CAFÉ AÇÚCAR DÓLAR
EVOLUÇÃO DOS PREÇOS NO MERCADO INTERNO EM R$ (%)
VAR. EM 2020 VAR. EM 12 MESES
PÁGINA 10
ÍNDICE
ABRIL 2020
0,00
20,00
40,00
60,00
80,00
100,00
120,00
PETRÓLEO BRENT: COTAÇÕES MÉDIAS ANUAIS
US$/BARRIL
PÁGINA 11
ÍNDICE
PETRÓLEO
ETANOL
GASOLINA
USINA DE CANA
ETANOL AÇÚCAR
MIX DE PRODUÇÃO
OFERTA PREÇO
AÇÚCAR
ABRIL 2020
PÁGINA 12
ÍNDICE
CANA: CENÁRIO NEGATIVO
➔ A gasolina no mercado internacional está no menor valor da história.
➔ O biocombustível sofre forte pressão baixista com a série de cortes de preços feitas pela
Petrobras nas refinarias, somando 48,1%.
➔ Apesar de preços mais baixos, as vendas estão em forte queda, com a fraca demanda.
➔ Além disso, a ANP autorizou as distribuidoras de combustíveis a reduzirem aquisições
de anidro, sem risco de punição, diante da queda de demanda por gasolina no Brasil.
➔ Nos últimos 30 dias, o preço do etanol hidratado FOB usina em São Paulo acumula uma
forte baixa de 31,9%, cotado a R$ 1,45/litro, enquanto o anidro, na mesma base de
comparação, acumula uma retração de 28,3%, cotado a R$ 1,63/litro.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 13
ÍNDICE
CANA: CENÁRIO NEGATIVO
➔ A pandemia e a forte queda dos preços do petróleo nas bolsas internacionais,
configuram o pior cenário possível para o início da safra de cana-de-açúcar 2020/2021.
➔ A perspectiva é de maior oferta de cana, já que as condições climáticas até o momento
foram favoráveis à safra 2020/2021.
➔ As maiores preocupações do setor no momento são quanto à redução nas vendas e à
queda dos preços do etanol, que estão abaixo dos custos de produção.
➔ Embora algumas usinas consigam maximizar a produção de açúcar voltada para o
mercado externo em detrimento do etanol, 20% da oferta de etanol é produzida por
usinas que não comercializam açúcar e que possuem dificuldades logísticas para
exportação, caso de Estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 14
ÍNDICE
CANA: CENÁRIO NEGATIVO
➔ A reversão do mix sucroalcooleiro pelas usinas que têm capacidade de migrar a
produção é limitada: na safra passada, 35% da cana foi destinada à produção de açúcar,
enquanto 65% foi para o etanol, mas, neste ano safra, haverá uma mudança.
➔ A perspectiva para a safra atual é de 40% para açúcar e 60% para etanol, com o mix
podendo chegar, no máximo, a 45% de açúcar e 55% de etanol no mix.
➔ O setor sucroenergético pleiteia junto ao governo formas de financiamento que possam
garantir o funcionamento das usinas: uma das opções abrange a questão tributária, com
desoneração do Pis/Cofins sobre o etanol hidratado e elevação da carga tributária da
gasolina (CIDE), para aumentar a competitividade do biocombustível, o que, no primeiro
momento, não mudaria os preços para o consumidor.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 15
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ A forte baixa do açúcar no mercado futuro, puxada pela queda do petróleo, aliada à
valorização do dólar em relação ao Real é preocupante, sobretudo para as usinas que
têm dívidas em dólar.
➔ As empresas terão de entregar mais açúcar para pagar seus débitos e a estimativa é de
que 30% das dívidas das usinas são em dólares atualmente.
➔ Entretanto, para as usinas que não têm dívidas em dólar, a rentabilidade deverá ser
positiva, já que o custo de produção atual do açúcar está estimado em R$
1.200/tonelada e, considerando a cotação atual do dólar, a usina receberia R$
1.350/tonelada de açúcar.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 16
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ A queda do petróleo também vai derrubar os preços do etanol e essa situação é mais
grave para as usinas: o recuo da gasolina nos postos gerará pressão sobre a paridade do
etanol em relação ao combustível fóssil.
➔ As fortes quedas nos preços globais do petróleo afetarão negativamente as margens e
fluxos de caixa das usinas no Brasil, pois a competitividade do etanol diminuirá, fazendo
com que o setor sucroalcooleiro altere o mix de produção em favor do adoçante.
➔ Isso pode levar a excesso de oferta, reduzindo os preços internacionais do açúcar e,
como maior exportador do mundo, o Brasil tem a capacidade de elevar a oferta global
rapidamente, deprimindo os preços mundiais.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 17
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ As usinas de açúcar e etanol estão reduzindo as operações de colheita e buscando
linhas de crédito para resistir à queda na demanda de combustível.
➔ No Brasil, onde a maioria dos carros pode rodar com gasolina ou etanol, o setor foi
atingido fortemente pela queda na demanda de combustíveis, especialmente de etanol.
➔ O País é o 2º produtor mundial de etanol atrás dos Estados Unidos.
➔ As vendas de etanol na Região Centro-Sul do Brasil caíram 20% em março.
➔ Algumas empresas decidiram atrasar as operações de colheita e outras estão correndo
para expandir a capacidade de armazenamento de etanol, à medida que buscam linhas
de crédito adicionais e mais caras e reduzem alguns cuidados com o canavial, o que
pode prejudicar a produção de cana-de-açúcar do próximo ano.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 18
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ As usinas do Brasil fixaram, até 31 de março, preços para vendas de 17 milhões de
toneladas de açúcar com base em contratos futuros negociados na ICE em Nova York,
um grande avanço em relação a igual período do ano passado.
➔ No mesmo período de 2019, as usinas brasileiras haviam feito hedge para vendas de
apenas 11 milhões de toneladas de açúcar.
➔ Grande parte dessa fixação de preços foi realizada no início deste ano, quando as
cotações do açúcar figuravam acima de 15 centavos de dólar por libra-peso, diante de
expectativas de um déficit global.
➔ Recentemente, os preços do açúcar acompanharam outros mercados e caíram para o
patamar próximo dos 10 centavos de libra-peso, pressionado pela pandemia de Covid-19.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 19
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ A estimativa é de que até 30% das empresas brasileiras de açúcar e etanol estão com
dificuldades financeiras e podem ter que parar as operações.
➔ Todos os anos, essas usinas com condições de capital mais difíceis produzem mais
etanol no início da colheita, para vender o combustível e levantar dinheiro para pagar os
custos da colheita: a queda na demanda por etanol dificultaria esse modelo de negócio.
➔ A fraca demanda por combustíveis e os baixos preços de etanol no Brasil devem ter
impacto administrável sobre as maiores companhias brasileiras do setor.
➔ Esse impacto será atenuado pela flexibilidade financeira acima da média das empresas e
pelos modelos de negócios mais fortes em algumas companhias do setor.
➔ Para empresas mais focadas em etanol, a queima de caixa será alta.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 20
ÍNDICE
CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS
➔ As empresas cobertas estão particularmente bem posicionados para enfrentar as
pressões de curto prazo decorrentes da fraca demanda e dos baixos preços do etanol.
➔ Companhias como Usina Santo Angelo e Jalles Machado têm fortes modelos de
negócios caracterizados por indicadores operacionais robustos, maior flexibilidade de
produto e fizeram hedge da produção de açúcar esperada para a safra que termina em
março de 2021 em níveis atraentes.
➔ Players maiores, como Raizen e Biosev, também se beneficiam da flexibilidade para
maximizar a produção de açúcar e de estratégias muito eficientes de hedge de preço.
➔ Mesmo que haja retomada nos preços e na demanda por etanol, é muito pouco provável
que esse mix seja alterado novamente para favorecer a produção do biocombustível.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 21
ÍNDICE
CANA: RENOVABIO
➔ O RenovaBio, programa do governo de incentivo à produção de biocombustíveis, seria
uma oportunidade para equalizar os preços de combustíveis renováveis e, também, de
óleo e gás, especialmente nesse momento de crise, segundo o Departamento de
Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia.
➔ Está sendo montada uma estrutura contábil que viabilize a compensação de preços, o
que pode favorecer o equilíbrio do mercado no futuro.
➔ A ideia é que, se o preço do petróleo cair muito, por exemplo, o preço do CBio seja mais
alto e o movimento contrário também.
➔ O modelo de comercialização dos créditos de descarbonização (CBios) deverá funcionar
bem para o setor de energia, pois configura um mercado de venda de externalidades.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 22
ÍNDICE
CANA: RENOVABIO
➔ A crise sanitária ocasionada pela Covid-19 chama atenção para a necessidade de
aumentar o uso de energia renovável, o que pode possibilitar uma maior procura pelos
CBios no momento pós-crise.
➔ No curto prazo, os efeitos da pandemia sobre o programa foram apenas a revisão na
meta de emissão total dos créditos em 2020, que ainda não foi redefinida.
➔ Por causa do choque de demanda, não há venda de combustível suficiente para atender
o objetivo inicial do RenovaBio: por isso, a disponibilidade de CBios não vai ser a mesma
neste ano e a meta será adequada.
➔ Em relação à tributação, o governo está elaborando um plano para reduzir as taxas sobre
as transações.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 23
ÍNDICE
CANA: RENOVABIO
➔ O presidente Bolsonaro vetou, dia 07/04, o artigo da MP do Agro que definia uma
alíquota fixa de 15% de imposto de renda sobre a receita dos CBios.
➔ Com o veto, o que entra em vigor é uma taxa que inclui a Contribuição Social sobre o
Lucro Líquido (CSLL), chegando a 34%.
➔ O veto tem uma justificativa de risco fiscal, mas é preciso encontrar uma forma de
diminuir os custos sobre a comercialização.
➔ Até o momento, mais de 1,3 bilhão de CBios já foram emitidos.
➔ Em processo de certificação há 240 empresas, das quais 130 já foram certificadas pela
Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 24
ÍNDICE
CANA: RENOVABIO
➔ A comercialização dos créditos (Cbios), que será feita pela B3, vai se iniciar na próxima
segunda-feira (27/04).
➔ As usinas de etanol podem emitir um CBio a cada tonelada de carbono evitada com a
produção de biocombustível: na outra ponta, as distribuidoras de combustível fóssil
compram os CBios como forma de compensar a quantidade de carbono emitida no ano.
➔ A meta nacional de emissão dos Créditos de Descarbonização (CBios) vai ser ajustada
para baixo em razão da crise no setor provocada pela pandemia de coronavírus.
➔ O percentual de queda para a nova meta, porém, ainda está sendo calculado.
➔ A meta atual, de 28,7 milhões de CBios, seria facilmente atingida neste ano em
condições normais de mercado.
ABRIL 2020
SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
PÁGINA 25
ÍNDICE
ABRIL 2020
0,00
0,20
0,40
0,60
0,80
1,00
1,20
1,40
1,60
1,80
PETRÓLEO BRENT X COMBUSTÍVEIS NO VAREJO
(MÉDIA BRASIL) - US$/LITRO
GASOLINA C ETANOL HIDRATADO PETRÓLEO
PÁGINA 26
ÍNDICE
ABRIL 2020
40%
45%
50%
55%
60%
65%
70%
75%
80% 2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
2019-JAN
2019-FEB
2019-MAR
2019-APR
2019-MAY
2019-JUN
2019-JUL
2019-AUG
2019-SEP
2019-OCT
2019-NOV
2019-DEC
2020-JAN
2020-FEB
2020-MAR
2020-ABR
COMBUSTÍVEIS: COMPETITIVIDADE DO ETANOL HIDRATADO EM
RELAÇÃO À GASOLINA NO VAREJO - MÉDIA BRASIL
HIDRATADO/GASOLINA NÍVEL COMPETITIVIDADE ETANOL
PÁGINA 27
ÍNDICE
ABRIL 2020
0,00
0,20
0,40
0,60
0,80
1,00
1,20
1,40
1,60
1,80
2,00
2,20
2,40
ETANOL: PREÇOS DO HIDRATADO E DO ANIDRO FOB
USINAS DE SÃO PAULO - R$/LITRO
HIDRATADO ANIDRO
PÁGINA 28
ÍNDICE
ABRIL 2020
0,00
5,00
10,00
15,00
20,00
25,00
30,00
35,00 2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
2019
2020
AÇÚCAR: COTAÇÕES FUTURAS BOLSA DE NOVA YORK (ICE US)
CENTAVOS DE DÓLAR POR LIBRA-PESO
PÁGINA 29
Fontes de Consultas
ÍNDICE
Agências: Broadcast Agro, Reuters, Agência Brasil, Valor Econômico e Bloomberg
Cepea – Centro de Pesquisas Econômicas da Esalq/USP
MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária
ANEC – Associação Nacional dos Exportadores de Cereais
IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos
OMS – Organização Mundial da Saúde
ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
Elaboração: COGO INTELIGÊNCIA EM AGRONEGÓCIO
+55 51 32481117
+55 51 999867666
consultoria@carloscogo.com.br
www.carloscogo.com.br
@carloscogo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Coronavírus - 19 de junho
Relatório Coronavírus - 19 de junhoRelatório Coronavírus - 19 de junho
Relatório Coronavírus - 19 de junho
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 18 de junho
Relatório Coronavírus - 18 de junhoRelatório Coronavírus - 18 de junho
Relatório Coronavírus - 18 de junho
José Florentino
 
Relatório Covid-19 x Agronegócio
Relatório Covid-19 x Agronegócio Relatório Covid-19 x Agronegócio
Relatório Covid-19 x Agronegócio
LuisRobertoToledo
 
Relatório Coronavírus - 6 de maio
Relatório Coronavírus - 6 de maioRelatório Coronavírus - 6 de maio
Relatório Coronavírus - 6 de maio
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 22 de abril
Relatório Coronavírus - 22 de abrilRelatório Coronavírus - 22 de abril
Relatório Coronavírus - 22 de abril
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 30 de abril
Relatório Coronavírus - 30 de abrilRelatório Coronavírus - 30 de abril
Relatório Coronavírus - 30 de abril
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 8 de maio
Relatório Coronavírus - 8 de maioRelatório Coronavírus - 8 de maio
Relatório Coronavírus - 8 de maio
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 13 de maio
Relatório Coronavírus - 13 de maioRelatório Coronavírus - 13 de maio
Relatório Coronavírus - 13 de maio
José Florentino
 
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 26 de maio
Relatório Coronavírus - 26 de maioRelatório Coronavírus - 26 de maio
Relatório Coronavírus - 26 de maio
José Florentino
 
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiroimpactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
LuisRobertoToledo
 
Relatório Carlos Cogo - 14 de julho
Relatório Carlos Cogo - 14 de julhoRelatório Carlos Cogo - 14 de julho
Relatório Carlos Cogo - 14 de julho
José Florentino
 
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 12 de maio
Relatório Coronavírus - 12 de maioRelatório Coronavírus - 12 de maio
Relatório Coronavírus - 12 de maio
José Florentino
 
Tereos apresentacao 3_t13_port
Tereos apresentacao 3_t13_portTereos apresentacao 3_t13_port
Tereos apresentacao 3_t13_port
Tereosri
 
Relatório Coronavírus - 17 de abril
Relatório Coronavírus - 17 de abrilRelatório Coronavírus - 17 de abril
Relatório Coronavírus - 17 de abril
José Florentino
 
Resultado do primeiro trimestre da Petrobras
Resultado do primeiro trimestre da PetrobrasResultado do primeiro trimestre da Petrobras
Resultado do primeiro trimestre da Petrobras
Portal NE10
 
Relatório Coronavírus - 22 de maio
Relatório Coronavírus - 22 de maioRelatório Coronavírus - 22 de maio
Relatório Coronavírus - 22 de maio
José Florentino
 
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
VivianeZukurov
 
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemiaCovid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
José Florentino
 

Mais procurados (20)

Relatório Coronavírus - 19 de junho
Relatório Coronavírus - 19 de junhoRelatório Coronavírus - 19 de junho
Relatório Coronavírus - 19 de junho
 
Relatório Coronavírus - 18 de junho
Relatório Coronavírus - 18 de junhoRelatório Coronavírus - 18 de junho
Relatório Coronavírus - 18 de junho
 
Relatório Covid-19 x Agronegócio
Relatório Covid-19 x Agronegócio Relatório Covid-19 x Agronegócio
Relatório Covid-19 x Agronegócio
 
Relatório Coronavírus - 6 de maio
Relatório Coronavírus - 6 de maioRelatório Coronavírus - 6 de maio
Relatório Coronavírus - 6 de maio
 
Relatório Coronavírus - 22 de abril
Relatório Coronavírus - 22 de abrilRelatório Coronavírus - 22 de abril
Relatório Coronavírus - 22 de abril
 
Relatório Coronavírus - 30 de abril
Relatório Coronavírus - 30 de abrilRelatório Coronavírus - 30 de abril
Relatório Coronavírus - 30 de abril
 
Relatório Coronavírus - 8 de maio
Relatório Coronavírus - 8 de maioRelatório Coronavírus - 8 de maio
Relatório Coronavírus - 8 de maio
 
Relatório Coronavírus - 13 de maio
Relatório Coronavírus - 13 de maioRelatório Coronavírus - 13 de maio
Relatório Coronavírus - 13 de maio
 
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
Covid-19: veja o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consultor...
 
Relatório Coronavírus - 26 de maio
Relatório Coronavírus - 26 de maioRelatório Coronavírus - 26 de maio
Relatório Coronavírus - 26 de maio
 
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiroimpactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro
 
Relatório Carlos Cogo - 14 de julho
Relatório Carlos Cogo - 14 de julhoRelatório Carlos Cogo - 14 de julho
Relatório Carlos Cogo - 14 de julho
 
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
Covid-19: confira o relatório atualizado de impactos no agronegócio da consul...
 
Relatório Coronavírus - 12 de maio
Relatório Coronavírus - 12 de maioRelatório Coronavírus - 12 de maio
Relatório Coronavírus - 12 de maio
 
Tereos apresentacao 3_t13_port
Tereos apresentacao 3_t13_portTereos apresentacao 3_t13_port
Tereos apresentacao 3_t13_port
 
Relatório Coronavírus - 17 de abril
Relatório Coronavírus - 17 de abrilRelatório Coronavírus - 17 de abril
Relatório Coronavírus - 17 de abril
 
Resultado do primeiro trimestre da Petrobras
Resultado do primeiro trimestre da PetrobrasResultado do primeiro trimestre da Petrobras
Resultado do primeiro trimestre da Petrobras
 
Relatório Coronavírus - 22 de maio
Relatório Coronavírus - 22 de maioRelatório Coronavírus - 22 de maio
Relatório Coronavírus - 22 de maio
 
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 15 09-2020
 
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemiaCovid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
Covid-19: veja o que será das commodities agrícolas passada a pandemia
 

Semelhante a Relatório Coronavírus - 23 de abril

Relatório Cogo - 27 de agosto
Relatório Cogo - 27 de agostoRelatório Cogo - 27 de agosto
Relatório Cogo - 27 de agosto
José Florentino
 
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobrasO ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
Fernando Alcoforado
 
Covidcogo
CovidcogoCovidcogo
Atualidade 05 fevereiro de 2016.
Atualidade 05   fevereiro de 2016.Atualidade 05   fevereiro de 2016.
Atualidade 05 fevereiro de 2016.
Priscila Assi
 
Cogo15
Cogo15Cogo15
Covid31
Covid31Covid31
Covid31
Fábio Santos
 
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Ed35maio09
Ed35maio09Ed35maio09
Ed35maio09
Rafael Mermejo
 
Ed78 suplemento economia
Ed78 suplemento economiaEd78 suplemento economia
Ed78 suplemento economia
Rigo Rodrigues
 
Ed48junho10
Ed48junho10Ed48junho10
Ed48junho10
Rafael Mermejo
 
Relatório Coronavírus - 11 de maio
Relatório Coronavírus - 11 de maioRelatório Coronavírus - 11 de maio
Relatório Coronavírus - 11 de maio
José Florentino
 
Relatório Coronavírus - 24 de junho
Relatório Coronavírus - 24 de junhoRelatório Coronavírus - 24 de junho
Relatório Coronavírus - 24 de junho
José Florentino
 
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Relatório Coronavírus - 20 de maio
Relatório Coronavírus - 20 de maioRelatório Coronavírus - 20 de maio
Relatório Coronavírus - 20 de maio
José Florentino
 
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptxCrise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
GETA - UFG
 
796574837d39a7977428325f3fae0d381
796574837d39a7977428325f3fae0d381796574837d39a7977428325f3fae0d381
796574837d39a7977428325f3fae0d381
Agricultura Sao Paulo
 
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
Fernando Alcoforado
 
Setorsucro
SetorsucroSetorsucro
Setorsucro
LuisRobertoToledo
 

Semelhante a Relatório Coronavírus - 23 de abril (18)

Relatório Cogo - 27 de agosto
Relatório Cogo - 27 de agostoRelatório Cogo - 27 de agosto
Relatório Cogo - 27 de agosto
 
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobrasO ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
O ocaso do petróleo e a ruina da petrobras
 
Covidcogo
CovidcogoCovidcogo
Covidcogo
 
Atualidade 05 fevereiro de 2016.
Atualidade 05   fevereiro de 2016.Atualidade 05   fevereiro de 2016.
Atualidade 05 fevereiro de 2016.
 
Cogo15
Cogo15Cogo15
Cogo15
 
Covid31
Covid31Covid31
Covid31
 
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
revista canaonline-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/agropecuária e...
 
Ed35maio09
Ed35maio09Ed35maio09
Ed35maio09
 
Ed78 suplemento economia
Ed78 suplemento economiaEd78 suplemento economia
Ed78 suplemento economia
 
Ed48junho10
Ed48junho10Ed48junho10
Ed48junho10
 
Relatório Coronavírus - 11 de maio
Relatório Coronavírus - 11 de maioRelatório Coronavírus - 11 de maio
Relatório Coronavírus - 11 de maio
 
Relatório Coronavírus - 24 de junho
Relatório Coronavírus - 24 de junhoRelatório Coronavírus - 24 de junho
Relatório Coronavírus - 24 de junho
 
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
"Somos Físicos" O Petróleo na Economia
 
Relatório Coronavírus - 20 de maio
Relatório Coronavírus - 20 de maioRelatório Coronavírus - 20 de maio
Relatório Coronavírus - 20 de maio
 
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptxCrise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
Crise dos fertilizantes - apresentação GETA.pptx
 
796574837d39a7977428325f3fae0d381
796574837d39a7977428325f3fae0d381796574837d39a7977428325f3fae0d381
796574837d39a7977428325f3fae0d381
 
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
AS VERDADEIRAS CAUSAS DOS ELEVADOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS NO BRASIL E SUAS S...
 
Setorsucro
SetorsucroSetorsucro
Setorsucro
 

Mais de José Florentino

Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano SafraBolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
José Florentino
 
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da leiSTF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
José Florentino
 
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica ParanáDecisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
José Florentino
 
Petição Famato - Lei da Mata Atlântica
Petição Famato - Lei da Mata AtlânticaPetição Famato - Lei da Mata Atlântica
Petição Famato - Lei da Mata Atlântica
José Florentino
 
Rejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
Rejeitado recurso de prefeito de AcrelândiaRejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
Rejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
José Florentino
 
Decreto agricultura familiar
Decreto agricultura familiarDecreto agricultura familiar
Decreto agricultura familiar
José Florentino
 
Programacao
ProgramacaoProgramacao
Programacao
José Florentino
 
Carta de Bolsonaro a Biden
Carta de Bolsonaro a BidenCarta de Bolsonaro a Biden
Carta de Bolsonaro a Biden
José Florentino
 
Plano safra 2021 2022 - proposta da Contag
Plano safra 2021 2022 - proposta da ContagPlano safra 2021 2022 - proposta da Contag
Plano safra 2021 2022 - proposta da Contag
José Florentino
 
Guia prático para comercialização de agricultura familiar
Guia prático para comercialização de agricultura familiarGuia prático para comercialização de agricultura familiar
Guia prático para comercialização de agricultura familiar
José Florentino
 
Portos do parana primeiro bimestre
Portos do parana   primeiro bimestrePortos do parana   primeiro bimestre
Portos do parana primeiro bimestre
José Florentino
 
BNDES Cerealistas
BNDES CerealistasBNDES Cerealistas
BNDES Cerealistas
José Florentino
 
Cartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo CigarrinhaCartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo Cigarrinha
José Florentino
 
Projeção da Safra de Soja 2020/2021
Projeção da Safra de Soja 2020/2021Projeção da Safra de Soja 2020/2021
Projeção da Safra de Soja 2020/2021
José Florentino
 
Safra soja
Safra sojaSafra soja
Safra soja
José Florentino
 
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasilO novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
José Florentino
 
Diário Oficial SP 15/1
Diário Oficial SP 15/1Diário Oficial SP 15/1
Diário Oficial SP 15/1
José Florentino
 
Estudo reino unido cna
Estudo reino unido cnaEstudo reino unido cna
Estudo reino unido cna
José Florentino
 
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SPCarta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
José Florentino
 
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a ChinaBases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
José Florentino
 

Mais de José Florentino (20)

Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano SafraBolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
Bolsonaro sanciona projeto que recompõe subvenção do Plano Safra
 
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da leiSTF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
STF: Exigências do Código Florestal não se aplicam a desmate feito antes da lei
 
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica ParanáDecisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
Decisão do STJ Lei da Mata Atlântica Paraná
 
Petição Famato - Lei da Mata Atlântica
Petição Famato - Lei da Mata AtlânticaPetição Famato - Lei da Mata Atlântica
Petição Famato - Lei da Mata Atlântica
 
Rejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
Rejeitado recurso de prefeito de AcrelândiaRejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
Rejeitado recurso de prefeito de Acrelândia
 
Decreto agricultura familiar
Decreto agricultura familiarDecreto agricultura familiar
Decreto agricultura familiar
 
Programacao
ProgramacaoProgramacao
Programacao
 
Carta de Bolsonaro a Biden
Carta de Bolsonaro a BidenCarta de Bolsonaro a Biden
Carta de Bolsonaro a Biden
 
Plano safra 2021 2022 - proposta da Contag
Plano safra 2021 2022 - proposta da ContagPlano safra 2021 2022 - proposta da Contag
Plano safra 2021 2022 - proposta da Contag
 
Guia prático para comercialização de agricultura familiar
Guia prático para comercialização de agricultura familiarGuia prático para comercialização de agricultura familiar
Guia prático para comercialização de agricultura familiar
 
Portos do parana primeiro bimestre
Portos do parana   primeiro bimestrePortos do parana   primeiro bimestre
Portos do parana primeiro bimestre
 
BNDES Cerealistas
BNDES CerealistasBNDES Cerealistas
BNDES Cerealistas
 
Cartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo CigarrinhaCartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo Cigarrinha
 
Projeção da Safra de Soja 2020/2021
Projeção da Safra de Soja 2020/2021Projeção da Safra de Soja 2020/2021
Projeção da Safra de Soja 2020/2021
 
Safra soja
Safra sojaSafra soja
Safra soja
 
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasilO novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
O novo-mundo-rural-e-a-producao-de-alimentos-no-brasil
 
Diário Oficial SP 15/1
Diário Oficial SP 15/1Diário Oficial SP 15/1
Diário Oficial SP 15/1
 
Estudo reino unido cna
Estudo reino unido cnaEstudo reino unido cna
Estudo reino unido cna
 
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SPCarta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
Carta Aberta Aprosoja Brasil ICMS em SP
 
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a ChinaBases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
Bases para uma a Estratégia de Longo Prazo do Brasil para a China
 

Relatório Coronavírus - 23 de abril

  • 1. Report Diário: impactos do Covid-19 no agronegócio brasileiro Sucroalcooleiro: como a pandemia afeta os mercados de etanol e açúcar? Overview 23/04/2020 Consolidado: 18h45
  • 2. PÁGINA 2 ➢ O dólar à vista fechou a segunda-feira em alta de 2,22%, cotado a R$ 5,5287. ➢ O câmbio teve uma quinta-feira movimentada, com o dólar renovando sucessivas máximas, levando o Banco Central a fazer duas intervenções não previstas, ofertando ao todo US$ 1 bilhão em swap, tendo atingido R$ 5,56 na máxima do dia. ➢ Mesmo assim, o dólar fechou em novo nível recorde, influenciado por fatores externos, por conta do dia de fortalecimento generalizado da moeda americana no exterior, e também locais, principalmente o temor de piora fiscal do Brasil e os rumores de saída do ministro da Justiça, Sergio Moro. ➢ O dólar acumula valorização de 38% em 2020 e o Real foi uma das moedas que mais se depreciou ante a divisa, considerando uma cesta de 34 moedas. ÍNDICE OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
  • 3. PÁGINA 3 ➢ Ibovespa fechou em baixa de 1,26%, alcançando 79.673 pontos. ➢ O Ibovespa perdia fôlego desde o começo da tarde, em linha com Nova York e em meio à escalada do dólar à vista, mas o movimento nas ações se acentuou notavelmente à tarde, com a notícia de que o presidente Bolsonaro comunicou ao ministro da Justiça, Sergio Moro, a decisão de substituir o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, homem de confiança do ministro e com o qual atuou durante a Operação Lava-Jato: ao ser comunicado, Moro teria dito não estar de acordo com a decisão e que reavaliaria sua permanência no governo. ➢ A eventual saída do Moro significaria isolamento maior do Bolsonaro, a perda de uma figura muito popular. ÍNDICE OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
  • 4. PÁGINA 4 ➢ Petróleo Brent teve alta de 4,71%, para US$ 21,33 o barril. ➢ Os contratos futuros de petróleo registraram ganhos consideráveis, em uma semana de movimentos acentuados para eles. ➢ Continuou a haver recuperação da commodity, após fortes quedas recentes, e o risco geopolítico também esteve no radar. ➢ Após quedas históricas no início da semana, o petróleo subiu nas duas últimas sessões, incluindo a desta quinta-feira (23/04). ➢ Ajudou na alta dos preços a notícia de que o líder da Guarda Revolucionária do Irã, Hossein Salami, havia autorizado um eventual ataque a navios americanos, em resposta a declarações do presidente Trump, que havia ameaçado Teerã. ÍNDICE OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
  • 5. PÁGINA 5 ➢ Durante o pregão, o contrato do WTI chegou a avançar quase 30%, com as tensões bilaterais EUA-Irã. ➢ Além disso, diante do relaxamento esperado nas medidas de quarentena e distanciamento físico, a demanda deve se recuperar, o que torna improvável que o contrato WTI de junho fique negativo quando estiver perto de vencer, como ocorreu no início da semana com o de maio. ➢ A tensão geopolítica de fato apoiou os contratos nos últimos dois dias, mas o elemento que neste momento está orientando os preços é a demanda, ou a falta dela, diante da pandemia de coronavírus. ➢ Não se deve esperar grande impulso dos preços em um futuro próximo. ÍNDICE OVERVIEW 23/04/2020: INDICADORES
  • 6. PÁGINA 6 ÍNDICE CANA: CENÁRIO NEGATIVO ➔ Queda dos preços do petróleo afeta negativamente segmentos de etanol e açúcar. ➔ O açúcar é afetado pela queda do petróleo, pois reduz a competitividade do etanol de cana no Brasil e as usinas tendem a alterar o mix de produção a favor do açúcar, o que eleva a oferta global do produto e pressiona as cotações globais. ➔ Aumento da oferta de açúcar tem forte efeito baixista sobre os preços internacionais. ➔ No acumulado do 1º trimestre de 2020, o volume de açúcar exportado pelo Brasil atinge 4,364 milhões de toneladas, alta de 32% ante o período de janeiro a março de 2019. ➔ O Índice de Preços da FAO para o açúcar registrou a maior queda em março (-19,1%). ➔ RenovaBio: meta nacional de emissão dos Créditos de Descarbonização (CBios) do programa vai ser ajustada para baixo em razão da crise provocada pela pandemia. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 7. 7 PÁGINA 7 -7,2% -2,2% -16,3% 21,4% 37,9% -16,0% -25,9% -14,4% 31,4% 0,2% -6,5% -10,0% 10,4% 44,4% -27,3% -20,9% 22,3% 38,6% SOJA FARELO MILHO TRIGO ARROZ ALGODÃO AÇÚCAR CAFÉ DÓLAR EVOLUÇÃO DOS PREÇOS NO MERCADO EXTERNO EM US$ (%) VAR. EM 2020 VAR. EM 12 MESES
  • 9. 9 PÁGINA 9 15,7% 2,7% 15,6% 38,6% 21,5% 2,0% 6,5% 10,0% 31,4% 34,1% 36,7% 36,0% 35,8% 58,5% -7,7% 53,9% 12,8% 38,6% SOJA MILHO ARROZ TRIGO FEIJÃO ALGODÃO CAFÉ AÇÚCAR DÓLAR EVOLUÇÃO DOS PREÇOS NO MERCADO INTERNO EM R$ (%) VAR. EM 2020 VAR. EM 12 MESES
  • 11. PÁGINA 11 ÍNDICE PETRÓLEO ETANOL GASOLINA USINA DE CANA ETANOL AÇÚCAR MIX DE PRODUÇÃO OFERTA PREÇO AÇÚCAR ABRIL 2020
  • 12. PÁGINA 12 ÍNDICE CANA: CENÁRIO NEGATIVO ➔ A gasolina no mercado internacional está no menor valor da história. ➔ O biocombustível sofre forte pressão baixista com a série de cortes de preços feitas pela Petrobras nas refinarias, somando 48,1%. ➔ Apesar de preços mais baixos, as vendas estão em forte queda, com a fraca demanda. ➔ Além disso, a ANP autorizou as distribuidoras de combustíveis a reduzirem aquisições de anidro, sem risco de punição, diante da queda de demanda por gasolina no Brasil. ➔ Nos últimos 30 dias, o preço do etanol hidratado FOB usina em São Paulo acumula uma forte baixa de 31,9%, cotado a R$ 1,45/litro, enquanto o anidro, na mesma base de comparação, acumula uma retração de 28,3%, cotado a R$ 1,63/litro. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 13. PÁGINA 13 ÍNDICE CANA: CENÁRIO NEGATIVO ➔ A pandemia e a forte queda dos preços do petróleo nas bolsas internacionais, configuram o pior cenário possível para o início da safra de cana-de-açúcar 2020/2021. ➔ A perspectiva é de maior oferta de cana, já que as condições climáticas até o momento foram favoráveis à safra 2020/2021. ➔ As maiores preocupações do setor no momento são quanto à redução nas vendas e à queda dos preços do etanol, que estão abaixo dos custos de produção. ➔ Embora algumas usinas consigam maximizar a produção de açúcar voltada para o mercado externo em detrimento do etanol, 20% da oferta de etanol é produzida por usinas que não comercializam açúcar e que possuem dificuldades logísticas para exportação, caso de Estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 14. PÁGINA 14 ÍNDICE CANA: CENÁRIO NEGATIVO ➔ A reversão do mix sucroalcooleiro pelas usinas que têm capacidade de migrar a produção é limitada: na safra passada, 35% da cana foi destinada à produção de açúcar, enquanto 65% foi para o etanol, mas, neste ano safra, haverá uma mudança. ➔ A perspectiva para a safra atual é de 40% para açúcar e 60% para etanol, com o mix podendo chegar, no máximo, a 45% de açúcar e 55% de etanol no mix. ➔ O setor sucroenergético pleiteia junto ao governo formas de financiamento que possam garantir o funcionamento das usinas: uma das opções abrange a questão tributária, com desoneração do Pis/Cofins sobre o etanol hidratado e elevação da carga tributária da gasolina (CIDE), para aumentar a competitividade do biocombustível, o que, no primeiro momento, não mudaria os preços para o consumidor. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 15. PÁGINA 15 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ A forte baixa do açúcar no mercado futuro, puxada pela queda do petróleo, aliada à valorização do dólar em relação ao Real é preocupante, sobretudo para as usinas que têm dívidas em dólar. ➔ As empresas terão de entregar mais açúcar para pagar seus débitos e a estimativa é de que 30% das dívidas das usinas são em dólares atualmente. ➔ Entretanto, para as usinas que não têm dívidas em dólar, a rentabilidade deverá ser positiva, já que o custo de produção atual do açúcar está estimado em R$ 1.200/tonelada e, considerando a cotação atual do dólar, a usina receberia R$ 1.350/tonelada de açúcar. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 16. PÁGINA 16 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ A queda do petróleo também vai derrubar os preços do etanol e essa situação é mais grave para as usinas: o recuo da gasolina nos postos gerará pressão sobre a paridade do etanol em relação ao combustível fóssil. ➔ As fortes quedas nos preços globais do petróleo afetarão negativamente as margens e fluxos de caixa das usinas no Brasil, pois a competitividade do etanol diminuirá, fazendo com que o setor sucroalcooleiro altere o mix de produção em favor do adoçante. ➔ Isso pode levar a excesso de oferta, reduzindo os preços internacionais do açúcar e, como maior exportador do mundo, o Brasil tem a capacidade de elevar a oferta global rapidamente, deprimindo os preços mundiais. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 17. PÁGINA 17 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ As usinas de açúcar e etanol estão reduzindo as operações de colheita e buscando linhas de crédito para resistir à queda na demanda de combustível. ➔ No Brasil, onde a maioria dos carros pode rodar com gasolina ou etanol, o setor foi atingido fortemente pela queda na demanda de combustíveis, especialmente de etanol. ➔ O País é o 2º produtor mundial de etanol atrás dos Estados Unidos. ➔ As vendas de etanol na Região Centro-Sul do Brasil caíram 20% em março. ➔ Algumas empresas decidiram atrasar as operações de colheita e outras estão correndo para expandir a capacidade de armazenamento de etanol, à medida que buscam linhas de crédito adicionais e mais caras e reduzem alguns cuidados com o canavial, o que pode prejudicar a produção de cana-de-açúcar do próximo ano. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 18. PÁGINA 18 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ As usinas do Brasil fixaram, até 31 de março, preços para vendas de 17 milhões de toneladas de açúcar com base em contratos futuros negociados na ICE em Nova York, um grande avanço em relação a igual período do ano passado. ➔ No mesmo período de 2019, as usinas brasileiras haviam feito hedge para vendas de apenas 11 milhões de toneladas de açúcar. ➔ Grande parte dessa fixação de preços foi realizada no início deste ano, quando as cotações do açúcar figuravam acima de 15 centavos de dólar por libra-peso, diante de expectativas de um déficit global. ➔ Recentemente, os preços do açúcar acompanharam outros mercados e caíram para o patamar próximo dos 10 centavos de libra-peso, pressionado pela pandemia de Covid-19. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 19. PÁGINA 19 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ A estimativa é de que até 30% das empresas brasileiras de açúcar e etanol estão com dificuldades financeiras e podem ter que parar as operações. ➔ Todos os anos, essas usinas com condições de capital mais difíceis produzem mais etanol no início da colheita, para vender o combustível e levantar dinheiro para pagar os custos da colheita: a queda na demanda por etanol dificultaria esse modelo de negócio. ➔ A fraca demanda por combustíveis e os baixos preços de etanol no Brasil devem ter impacto administrável sobre as maiores companhias brasileiras do setor. ➔ Esse impacto será atenuado pela flexibilidade financeira acima da média das empresas e pelos modelos de negócios mais fortes em algumas companhias do setor. ➔ Para empresas mais focadas em etanol, a queima de caixa será alta. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 20. PÁGINA 20 ÍNDICE CANA: SITUAÇÃO DAS USINAS ➔ As empresas cobertas estão particularmente bem posicionados para enfrentar as pressões de curto prazo decorrentes da fraca demanda e dos baixos preços do etanol. ➔ Companhias como Usina Santo Angelo e Jalles Machado têm fortes modelos de negócios caracterizados por indicadores operacionais robustos, maior flexibilidade de produto e fizeram hedge da produção de açúcar esperada para a safra que termina em março de 2021 em níveis atraentes. ➔ Players maiores, como Raizen e Biosev, também se beneficiam da flexibilidade para maximizar a produção de açúcar e de estratégias muito eficientes de hedge de preço. ➔ Mesmo que haja retomada nos preços e na demanda por etanol, é muito pouco provável que esse mix seja alterado novamente para favorecer a produção do biocombustível. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 21. PÁGINA 21 ÍNDICE CANA: RENOVABIO ➔ O RenovaBio, programa do governo de incentivo à produção de biocombustíveis, seria uma oportunidade para equalizar os preços de combustíveis renováveis e, também, de óleo e gás, especialmente nesse momento de crise, segundo o Departamento de Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia. ➔ Está sendo montada uma estrutura contábil que viabilize a compensação de preços, o que pode favorecer o equilíbrio do mercado no futuro. ➔ A ideia é que, se o preço do petróleo cair muito, por exemplo, o preço do CBio seja mais alto e o movimento contrário também. ➔ O modelo de comercialização dos créditos de descarbonização (CBios) deverá funcionar bem para o setor de energia, pois configura um mercado de venda de externalidades. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 22. PÁGINA 22 ÍNDICE CANA: RENOVABIO ➔ A crise sanitária ocasionada pela Covid-19 chama atenção para a necessidade de aumentar o uso de energia renovável, o que pode possibilitar uma maior procura pelos CBios no momento pós-crise. ➔ No curto prazo, os efeitos da pandemia sobre o programa foram apenas a revisão na meta de emissão total dos créditos em 2020, que ainda não foi redefinida. ➔ Por causa do choque de demanda, não há venda de combustível suficiente para atender o objetivo inicial do RenovaBio: por isso, a disponibilidade de CBios não vai ser a mesma neste ano e a meta será adequada. ➔ Em relação à tributação, o governo está elaborando um plano para reduzir as taxas sobre as transações. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 23. PÁGINA 23 ÍNDICE CANA: RENOVABIO ➔ O presidente Bolsonaro vetou, dia 07/04, o artigo da MP do Agro que definia uma alíquota fixa de 15% de imposto de renda sobre a receita dos CBios. ➔ Com o veto, o que entra em vigor é uma taxa que inclui a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), chegando a 34%. ➔ O veto tem uma justificativa de risco fiscal, mas é preciso encontrar uma forma de diminuir os custos sobre a comercialização. ➔ Até o momento, mais de 1,3 bilhão de CBios já foram emitidos. ➔ Em processo de certificação há 240 empresas, das quais 130 já foram certificadas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 24. PÁGINA 24 ÍNDICE CANA: RENOVABIO ➔ A comercialização dos créditos (Cbios), que será feita pela B3, vai se iniciar na próxima segunda-feira (27/04). ➔ As usinas de etanol podem emitir um CBio a cada tonelada de carbono evitada com a produção de biocombustível: na outra ponta, as distribuidoras de combustível fóssil compram os CBios como forma de compensar a quantidade de carbono emitida no ano. ➔ A meta nacional de emissão dos Créditos de Descarbonização (CBios) vai ser ajustada para baixo em razão da crise no setor provocada pela pandemia de coronavírus. ➔ O percentual de queda para a nova meta, porém, ainda está sendo calculado. ➔ A meta atual, de 28,7 milhões de CBios, seria facilmente atingida neste ano em condições normais de mercado. ABRIL 2020 SUCROALCOOLEIRO: EFEITOS DA COVID-19 SOBRE ETANOL E AÇÚCAR
  • 25. PÁGINA 25 ÍNDICE ABRIL 2020 0,00 0,20 0,40 0,60 0,80 1,00 1,20 1,40 1,60 1,80 PETRÓLEO BRENT X COMBUSTÍVEIS NO VAREJO (MÉDIA BRASIL) - US$/LITRO GASOLINA C ETANOL HIDRATADO PETRÓLEO
  • 26. PÁGINA 26 ÍNDICE ABRIL 2020 40% 45% 50% 55% 60% 65% 70% 75% 80% 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019-JAN 2019-FEB 2019-MAR 2019-APR 2019-MAY 2019-JUN 2019-JUL 2019-AUG 2019-SEP 2019-OCT 2019-NOV 2019-DEC 2020-JAN 2020-FEB 2020-MAR 2020-ABR COMBUSTÍVEIS: COMPETITIVIDADE DO ETANOL HIDRATADO EM RELAÇÃO À GASOLINA NO VAREJO - MÉDIA BRASIL HIDRATADO/GASOLINA NÍVEL COMPETITIVIDADE ETANOL
  • 27. PÁGINA 27 ÍNDICE ABRIL 2020 0,00 0,20 0,40 0,60 0,80 1,00 1,20 1,40 1,60 1,80 2,00 2,20 2,40 ETANOL: PREÇOS DO HIDRATADO E DO ANIDRO FOB USINAS DE SÃO PAULO - R$/LITRO HIDRATADO ANIDRO
  • 28. PÁGINA 28 ÍNDICE ABRIL 2020 0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 35,00 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 AÇÚCAR: COTAÇÕES FUTURAS BOLSA DE NOVA YORK (ICE US) CENTAVOS DE DÓLAR POR LIBRA-PESO
  • 29. PÁGINA 29 Fontes de Consultas ÍNDICE Agências: Broadcast Agro, Reuters, Agência Brasil, Valor Econômico e Bloomberg Cepea – Centro de Pesquisas Econômicas da Esalq/USP MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária ANEC – Associação Nacional dos Exportadores de Cereais IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos OMS – Organização Mundial da Saúde ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis Elaboração: COGO INTELIGÊNCIA EM AGRONEGÓCIO
  • 30. +55 51 32481117 +55 51 999867666 consultoria@carloscogo.com.br www.carloscogo.com.br @carloscogo