SlideShare uma empresa Scribd logo
Química Orgânica
EQUIPE:
Abner Silva Nº01, Amanda Almeida Nº02, Fabrício Martins Nº13, Francisca Mairla Nº14, Janiele Rocha Nº22, José Luís Nº24,
Luciana Alves Nº25, Matheus de Sousa Nº33, Tiago Morais Nº38
Torbern Olof Bergman
(1777) A química orgânica era até então definida
como um ramo químico que estudava os
compostos extraídos dos organismos vivos.
Jöns Jacob Berzelius.
Em 1807, foi formulada a teoria da força vital por Jöns
Jacob Berzelius. Ela baseava-se na ideia de que os
compostos orgânicos precisavam de uma força maior
— a vida — para serem sintetizados.
Friedrich Wöhler
Em 1828, Friedrich Wöhler, discípulo de
Berzelius, a partir do aquecimento de cianato de
amônio, produziu a ureia, começando, assim, a
queda da teoria da força vital. Essa obtenção
ficou conhecida como síntese de Wöhler.
Friedrich August Kekulé.
“Química orgânica é o ramo da química que estuda os
compostos do carbono”. Essa afirmação está correta,
contudo, nem todo o composto que contém carbono é
orgânico, como é o caso do dióxido de carbono, o
ácido carbônico, a grafite, etc. Ainda assim, todos os
compostos orgânicos contêm carbono.
Estudo do carbono
É a parte da química orgânica que estuda o
elemento carbono, utilizando o
conhecimento de ligações químicas para
determinar os tipos de ligações possíveis
para o elemento e sua hibridização em
cada caso, bem como sua capacidade de
encadeamento e seu comportamento
dentro das moléculas orgânicas.
Postulados de Kekulé
Carbono é tetravalente As quatro valências do carbono são iguais entre si
O carbono forma cadeias
Classificação dos carbonos na cadeia
Química orgânica
Tipos de cadeias carbônicas
Aberta, acíclica ou alifática Fechada ou cíclica Mista
Aromática
Tipos de cadeias carbônicas
Normal
Ramificada Saturada
Insaturada
Tipos de cadeias carbônicas
Homogênea Heterogênea
Formas de classificação das
cadeias carbônicas
Estudo das funções orgânicas
A Química Orgânica estuda os compostos formados pelo
carbono. Mas existem atualmente mais de 19 milhões de
compostos orgânicos. Assim, para facilitar o estudo dessas
substâncias, elas foram divididas em grupos chamados de
funções orgânicas. Cada função orgânica é composta por
substâncias que apresentam propriedades químicas
semelhantes. O que faz determinados compostos possuírem
comportamento químico semelhante é a presença do mesmo
grupo funcional, ou seja, um determinado agrupamento de
átomos. Por exemplo, todos os compostos orgânicos que
pertencem ao grupo funcional dos álcoois apresentam a
hidroxila (OH) ligada a um carbono saturado. Então, o grupo
funcional dos álcoois é:
Hidrocarbonetos
carbono hidrogênio
Alcanos
CnH2n+2
Alcenos
Alcinos
CnH2n-2
Alcadienos
CnH2n-2
Ciclanos
CnH2n
Ciclenos
CnH2n-2CnH2n
Funções oxigenadas
carbono hidrogênio
Alcoóis
Fenol
Enol
Aldeídos
Cetonas
Ácidos carboxílicos
oxigênio
Ester
Eter
Funções nitrogenadas
carbono hidrogênio
Aminas
nitrogênio
Amida
Nitrilas Nitrocompostos
Química orgânica
Química orgânica
Exercícios
(ENEM - PPL - 2010 )
A curcumina, substância encontrada no pó amarelo-alaranjado extraído da raiz da curcuma ou
açafrão-da-índia (Curcuma longa), aparentemente, pode ajudar a combater vários tipos de
câncer, o mal de Parkinson e o de Alzheimer e até mesmo retardar o envelhecimento. Usada há
quatro milênios por algumas culturas orientais, apenas nos últimos anos passou a ser
investigada pela ciência ocidental.
Na estrutura da curcumina, identificam–se grupos característicos das funções
a) éter e álcool.
b) éter e fenol.
c) éster e fenol.
d) aldeído e enol.
e) aldeído e éster.
A baunilha é uma espécie de orquídea. A partir de sua flor, é
produzida a vanilina (conforme representação química), que dá
origem ao aroma de baunilha.
Na vanilina estão presentes as funções orgânicas
a) aldeído, éter e fenol.
b) álcool, aldeído e éter.
c) álcool, cetona e fenol.
d) aldeído, cetona e fenol.
e) ácido carboxílico, aldeído e éter
(ENEM 2014 3a Aplicação) Você já ouviu essa frase:
rolou uma química entre nós! O amor e frequentemente
associado a um fenômeno mágico ou espiritual, porém
existe a atuação de alguns compostos em nosso corpo,
que provocam sensações quando estamos perto da
pessoa amada, como coração acelerado e aumento da
frequência respiratória. Essas sensações são
transmitidas por neurotransmissores, tais como
adrenalina, noradrenalina, feniletilamina, dopamina e as
serotoninas.
Os neurotransmissores citados possuem em grupo
funcional característico da função
a)éter.
b)álcool.
c)amina.
d)cetona.
e)acido carboxílico.
Uma forma de organização de um sistema biológico é a
presença de sinais diversos utilizados pelos indivíduos para se
comunicarem. No caso das abelhas da espécie Apis mellifera,
os sinais utilizados podem ser feromônios. Para saírem e
voltarem de suas colmeias, usam um feromônio que indica a
trilha percorrida por elas (Composto A). Quando pressentem
o perigo, expelem um feromônio de alarme (Composto B),
que serve de sinal para um combate coletivo. O que
diferencia cada um desses sinais utilizados pelas abelhas são
as estruturas e funções orgânicas dos feromônios.
As funções orgânicas que caracterizam os feromônios de trilha
e de alarme são, respectivamente
a) álcool e éster.
b) aldeído e cetona.
c) éter e hidrocarboneto.
d) enol e ácido carboxílico.
e) ácido carboxílico e amida.
As moléculas de nanoputians lembram
figuras humanas e foram criadas para
estimular o interesse de jovens na
compreensão da linguagem expressa em
fórmulas estruturais, muito usadas em
química orgânica. Um exemplo é o
NanoKid, representado na figura:
Em que parte do corpo do NanoKid existe
carbono quaternário?
A) Mãos.
B) Cabeça.
C) Tórax.
D) Abdômen.
E) Pés.
A produção mundial de alimentos poderia se reduzir a 40% da atual sem a
aplicação de controle sobre as pragas agrícolas. Por outro lado, o uso frequente
dos agrotóxicos pode causar contaminação em solos, águas superficiais e
subterrâneas, atmosfera e alimentos. Os biopesticidas, tais como a piretrina e
a coronopilina, têm sido uma alternativa na diminuição dos prejuízos econômicos,
sociais e ambientais gerados pelos agrotóxicos.
Identifique as funções orgânicas presentes
simultaneamente nas estruturas dos dois
biopesticidas apresentados:
a) Éter e éster.
b) Cetona e éster.
c) Álcool e cetona.
d) Aldeído e cetona.
e) Éter e ácido carboxílico.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
PROFESSOR JOSÉ ANTÔNIO PEREIRA - QUÍMICO
 
Síntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - IntroduçãoSíntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - Introdução
QMCLINK
 
O citoplasma celular
O citoplasma celularO citoplasma celular
O citoplasma celular
Altair Hoepers
 
B3 constituintes básicos dos seres vivos
B3   constituintes básicos dos seres vivosB3   constituintes básicos dos seres vivos
B3 constituintes básicos dos seres vivos
Nuno Correia
 
8 fotossíntese e quimiossíntese
8   fotossíntese e quimiossíntese8   fotossíntese e quimiossíntese
8 fotossíntese e quimiossíntese
margaridabt
 
B3 constituintes básicos da matéria
B3   constituintes básicos da matériaB3   constituintes básicos da matéria
B3 constituintes básicos da matéria
Nuno Correia
 
Estrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicosEstrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicos
macielcamila
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicas
Estude Mais
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
Alessandra Fraga
 
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESEMetabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Silvana Sanches
 
Lista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
Lista de exercícios 1º bimestre.doc carynaLista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
Lista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
Universidade Tecnológica Federal do Paraná
 
Bg5 principais constituintes da vida
Bg5   principais constituintes da vidaBg5   principais constituintes da vida
Bg5 principais constituintes da vida
Nuno Correia
 
Lista de exercício funções orgânicas
Lista de exercício   funções orgânicasLista de exercício   funções orgânicas
Lista de exercício funções orgânicas
Taysa Paris
 
Livro de bioquímica cap. 4 - 6
Livro de bioquímica cap. 4 - 6Livro de bioquímica cap. 4 - 6
Livro de bioquímica cap. 4 - 6
Felipe Cavalcante
 
2 bioquimica estrutural
2 bioquimica estrutural2 bioquimica estrutural
2 bioquimica estrutural
Efraim Nobre Soares
 
El.quimicos.tp.form.quim
El.quimicos.tp.form.quimEl.quimicos.tp.form.quim
El.quimicos.tp.form.quim
sandradomingues29
 
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
Nuno Correia
 
Sl quimica organica
Sl quimica organicaSl quimica organica
Sl quimica organica
Lyndon Johnson de Paiva Souza
 
Apresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologiaApresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologia
CIN
 

Mais procurados (19)

Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
 
Síntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - IntroduçãoSíntese Orgânica - Introdução
Síntese Orgânica - Introdução
 
O citoplasma celular
O citoplasma celularO citoplasma celular
O citoplasma celular
 
B3 constituintes básicos dos seres vivos
B3   constituintes básicos dos seres vivosB3   constituintes básicos dos seres vivos
B3 constituintes básicos dos seres vivos
 
8 fotossíntese e quimiossíntese
8   fotossíntese e quimiossíntese8   fotossíntese e quimiossíntese
8 fotossíntese e quimiossíntese
 
B3 constituintes básicos da matéria
B3   constituintes básicos da matériaB3   constituintes básicos da matéria
B3 constituintes básicos da matéria
 
Estrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicosEstrutura de compostos_orgânicos
Estrutura de compostos_orgânicos
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicas
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
 
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESEMetabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
 
Lista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
Lista de exercícios 1º bimestre.doc carynaLista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
Lista de exercícios 1º bimestre.doc caryna
 
Bg5 principais constituintes da vida
Bg5   principais constituintes da vidaBg5   principais constituintes da vida
Bg5 principais constituintes da vida
 
Lista de exercício funções orgânicas
Lista de exercício   funções orgânicasLista de exercício   funções orgânicas
Lista de exercício funções orgânicas
 
Livro de bioquímica cap. 4 - 6
Livro de bioquímica cap. 4 - 6Livro de bioquímica cap. 4 - 6
Livro de bioquímica cap. 4 - 6
 
2 bioquimica estrutural
2 bioquimica estrutural2 bioquimica estrutural
2 bioquimica estrutural
 
El.quimicos.tp.form.quim
El.quimicos.tp.form.quimEl.quimicos.tp.form.quim
El.quimicos.tp.form.quim
 
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
Constituintes Da MatéRia Viva (Completo)
 
Sl quimica organica
Sl quimica organicaSl quimica organica
Sl quimica organica
 
Apresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologiaApresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologia
 

Semelhante a Química orgânica

Introdução à Química Orgânica
Introdução à Química OrgânicaIntrodução à Química Orgânica
Introdução à Química Orgânica
Matheus Almeida David
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânica
Alice Almeida
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânica
Alice Almeida
 
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptxAula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
DavyAraujo
 
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdfPPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
MikeMicas
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
Rosbergue Lúcio
 
Sl quimica organica
Sl quimica organicaSl quimica organica
Sl quimica organica
torquatofp
 
Lista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_químicaLista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_química
Ronnie Ederli
 
Alcaloides
AlcaloidesAlcaloides
Resumo quimica organica
Resumo quimica organicaResumo quimica organica
Resumo quimica organica
Marconi Borba Mondo
 
Respiração
RespiraçãoRespiração
Respiração
Diana Rocha Monteiro
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
JulianaGimenes
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
segundocol
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
JulianaGimenes
 
Apostila teorica
Apostila teoricaApostila teorica
Apostila teorica
Klaus Vogelmann Bach
 
Apostila teorica bioquimica
Apostila teorica bioquimicaApostila teorica bioquimica
Apostila teorica bioquimica
Thays Lorrainy
 
Quimica1.(simpsons)
Quimica1.(simpsons)Quimica1.(simpsons)
Quimica1.(simpsons)
segundocol
 
Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)
segundocol
 
Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)
JulianaGimenes
 
Aula 8 (propriedades do carbono)
Aula 8 (propriedades do carbono)Aula 8 (propriedades do carbono)
Aula 8 (propriedades do carbono)
Elio Junior
 

Semelhante a Química orgânica (20)

Introdução à Química Orgânica
Introdução à Química OrgânicaIntrodução à Química Orgânica
Introdução à Química Orgânica
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânica
 
Química Orgânica
Química OrgânicaQuímica Orgânica
Química Orgânica
 
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptxAula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
Aula 01 Carbono e cadeia carbônicos.pptx
 
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdfPPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
PPT13_Bio_D4_3_Autotrofia_Fotossintese.pdf
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
 
Sl quimica organica
Sl quimica organicaSl quimica organica
Sl quimica organica
 
Lista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_químicaLista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_química
 
Alcaloides
AlcaloidesAlcaloides
Alcaloides
 
Resumo quimica organica
Resumo quimica organicaResumo quimica organica
Resumo quimica organica
 
Respiração
RespiraçãoRespiração
Respiração
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
 
Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)Quimica org.(aula 01)
Quimica org.(aula 01)
 
Apostila teorica
Apostila teoricaApostila teorica
Apostila teorica
 
Apostila teorica bioquimica
Apostila teorica bioquimicaApostila teorica bioquimica
Apostila teorica bioquimica
 
Quimica1.(simpsons)
Quimica1.(simpsons)Quimica1.(simpsons)
Quimica1.(simpsons)
 
Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)
 
Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)Rad.org.(simpsons)
Rad.org.(simpsons)
 
Aula 8 (propriedades do carbono)
Aula 8 (propriedades do carbono)Aula 8 (propriedades do carbono)
Aula 8 (propriedades do carbono)
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 

Química orgânica

  • 1. Química Orgânica EQUIPE: Abner Silva Nº01, Amanda Almeida Nº02, Fabrício Martins Nº13, Francisca Mairla Nº14, Janiele Rocha Nº22, José Luís Nº24, Luciana Alves Nº25, Matheus de Sousa Nº33, Tiago Morais Nº38
  • 2. Torbern Olof Bergman (1777) A química orgânica era até então definida como um ramo químico que estudava os compostos extraídos dos organismos vivos. Jöns Jacob Berzelius. Em 1807, foi formulada a teoria da força vital por Jöns Jacob Berzelius. Ela baseava-se na ideia de que os compostos orgânicos precisavam de uma força maior — a vida — para serem sintetizados.
  • 3. Friedrich Wöhler Em 1828, Friedrich Wöhler, discípulo de Berzelius, a partir do aquecimento de cianato de amônio, produziu a ureia, começando, assim, a queda da teoria da força vital. Essa obtenção ficou conhecida como síntese de Wöhler. Friedrich August Kekulé. “Química orgânica é o ramo da química que estuda os compostos do carbono”. Essa afirmação está correta, contudo, nem todo o composto que contém carbono é orgânico, como é o caso do dióxido de carbono, o ácido carbônico, a grafite, etc. Ainda assim, todos os compostos orgânicos contêm carbono.
  • 4. Estudo do carbono É a parte da química orgânica que estuda o elemento carbono, utilizando o conhecimento de ligações químicas para determinar os tipos de ligações possíveis para o elemento e sua hibridização em cada caso, bem como sua capacidade de encadeamento e seu comportamento dentro das moléculas orgânicas.
  • 5. Postulados de Kekulé Carbono é tetravalente As quatro valências do carbono são iguais entre si O carbono forma cadeias
  • 8. Tipos de cadeias carbônicas Aberta, acíclica ou alifática Fechada ou cíclica Mista Aromática
  • 9. Tipos de cadeias carbônicas Normal Ramificada Saturada Insaturada
  • 10. Tipos de cadeias carbônicas Homogênea Heterogênea
  • 11. Formas de classificação das cadeias carbônicas
  • 12. Estudo das funções orgânicas A Química Orgânica estuda os compostos formados pelo carbono. Mas existem atualmente mais de 19 milhões de compostos orgânicos. Assim, para facilitar o estudo dessas substâncias, elas foram divididas em grupos chamados de funções orgânicas. Cada função orgânica é composta por substâncias que apresentam propriedades químicas semelhantes. O que faz determinados compostos possuírem comportamento químico semelhante é a presença do mesmo grupo funcional, ou seja, um determinado agrupamento de átomos. Por exemplo, todos os compostos orgânicos que pertencem ao grupo funcional dos álcoois apresentam a hidroxila (OH) ligada a um carbono saturado. Então, o grupo funcional dos álcoois é:
  • 19. (ENEM - PPL - 2010 ) A curcumina, substância encontrada no pó amarelo-alaranjado extraído da raiz da curcuma ou açafrão-da-índia (Curcuma longa), aparentemente, pode ajudar a combater vários tipos de câncer, o mal de Parkinson e o de Alzheimer e até mesmo retardar o envelhecimento. Usada há quatro milênios por algumas culturas orientais, apenas nos últimos anos passou a ser investigada pela ciência ocidental. Na estrutura da curcumina, identificam–se grupos característicos das funções a) éter e álcool. b) éter e fenol. c) éster e fenol. d) aldeído e enol. e) aldeído e éster.
  • 20. A baunilha é uma espécie de orquídea. A partir de sua flor, é produzida a vanilina (conforme representação química), que dá origem ao aroma de baunilha. Na vanilina estão presentes as funções orgânicas a) aldeído, éter e fenol. b) álcool, aldeído e éter. c) álcool, cetona e fenol. d) aldeído, cetona e fenol. e) ácido carboxílico, aldeído e éter
  • 21. (ENEM 2014 3a Aplicação) Você já ouviu essa frase: rolou uma química entre nós! O amor e frequentemente associado a um fenômeno mágico ou espiritual, porém existe a atuação de alguns compostos em nosso corpo, que provocam sensações quando estamos perto da pessoa amada, como coração acelerado e aumento da frequência respiratória. Essas sensações são transmitidas por neurotransmissores, tais como adrenalina, noradrenalina, feniletilamina, dopamina e as serotoninas. Os neurotransmissores citados possuem em grupo funcional característico da função a)éter. b)álcool. c)amina. d)cetona. e)acido carboxílico.
  • 22. Uma forma de organização de um sistema biológico é a presença de sinais diversos utilizados pelos indivíduos para se comunicarem. No caso das abelhas da espécie Apis mellifera, os sinais utilizados podem ser feromônios. Para saírem e voltarem de suas colmeias, usam um feromônio que indica a trilha percorrida por elas (Composto A). Quando pressentem o perigo, expelem um feromônio de alarme (Composto B), que serve de sinal para um combate coletivo. O que diferencia cada um desses sinais utilizados pelas abelhas são as estruturas e funções orgânicas dos feromônios. As funções orgânicas que caracterizam os feromônios de trilha e de alarme são, respectivamente a) álcool e éster. b) aldeído e cetona. c) éter e hidrocarboneto. d) enol e ácido carboxílico. e) ácido carboxílico e amida.
  • 23. As moléculas de nanoputians lembram figuras humanas e foram criadas para estimular o interesse de jovens na compreensão da linguagem expressa em fórmulas estruturais, muito usadas em química orgânica. Um exemplo é o NanoKid, representado na figura: Em que parte do corpo do NanoKid existe carbono quaternário? A) Mãos. B) Cabeça. C) Tórax. D) Abdômen. E) Pés.
  • 24. A produção mundial de alimentos poderia se reduzir a 40% da atual sem a aplicação de controle sobre as pragas agrícolas. Por outro lado, o uso frequente dos agrotóxicos pode causar contaminação em solos, águas superficiais e subterrâneas, atmosfera e alimentos. Os biopesticidas, tais como a piretrina e a coronopilina, têm sido uma alternativa na diminuição dos prejuízos econômicos, sociais e ambientais gerados pelos agrotóxicos. Identifique as funções orgânicas presentes simultaneamente nas estruturas dos dois biopesticidas apresentados: a) Éter e éster. b) Cetona e éster. c) Álcool e cetona. d) Aldeído e cetona. e) Éter e ácido carboxílico.