SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO
_________________________
E.E.” ______________________________________________”
AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE ARTE
Como contar histórias? Com gestos, entonação de
voz e caras e bocas!
Contar uma boa história é uma arte e deve vir
acompanhada de sons, gestos, movimentos e
olhares. Quando bem feita, imaginamos cenários e
personagens.
Antes da popularização da linguagem audiovisual,
era por meio do rádio que se contavam as histórias.
Com a ajuda da trilha sonora, os sonoplastas
levavam emoção aos ouvintes com músicas de
suspense, tensão, paixão entre outras.
O cinema e a televisão possibilitaram o surgimento
de um novo profissional. Uma técnica recorrente
também em séries, desenhos animados, jogos de
videogame, animações, entre outras, que usam
essa técnica para dar personalidade e compor seus
personagens.
1. A que novo profissional o texto acima se refere?
a. Ator de voz ou dublador.
b. Cantor.
c. Ator
d. Sonoplasta
Sob o ponto de vista fisiológico, pode ser definida como o som produzido pela passagem do ar pelas pregas
vocais e modificado nas cavidades de ressonância e estruturas articulatórias, o que produz sons e resulta da
pressão do ar ao percorrer a laringe. É um dos instrumentos de comunicação que temos. Profissionalmente, a
maneira como uma pessoa se expressa é essencial para a construção tanto de seu desempenho técnico como de
um bom relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho.
- Características - 1. Respiração, 2.Fonação, 3.Ressonância, 3. Qualidade, 4. Articulação, 5. Pausa, 6. Velocidade
e ritmo, 7. Postura.
2. Qual é o tema tratado no texto acima?
a. voz
b. dança
c. teatro
d. música
Um dia conhecido como Musically é uma rede social que
permite o compartilhamento de pequenos vídeos curtos.
Neles, você pode criar dublagens e fazer edições
divertidas, como inserir emoticons, filtros, acelerar e
pausar a gravação. O recurso de dublagem lembra muito
um karaokê. Com canções disponibilizadas pelo app, o
usuário pode se passar pelo cantor. O catálogo de
canções é bem grande, o que permite uma variedade
bem interessante na brincadeira.
3. O texto acima refere-se a
a. Instagram
b. TikTok
c. Messenger
d. Twiter
NOTA:
DATA:
NÚMERO:
PROFESSOR (A): Série: 8º TURMA:
ALUNO (A)
Leia o texto para responder as questões 4, 5 e 6.
Instalações artísticas
São obras de arte contemporânea que se utilizam necessariamente do espaço,
normalmente museus e galerias, mas também pode acontecer em locais
abertos para montagem dos elementos artísticos. Dessa forma, buscam
relacionar os objetos artísticos com o lugar e com o público, que muitas vezes
interage com a obra.
Surge na década de 1960 é uma expressão que pode conectar-se com outras
vertentes artísticas, sendo, portanto, uma linguagem híbrida. Nesse sentido,
surge a videoinstalação, uma que utiliza objetos de natureza diversa como
componentes eletrônicos, imagens luminosas, sons.
Houve uma exposição denominada Esfera Coletiva aberta à visitação no
Mineirão. A videoinstalação abaixo é assinada por André Amparo e Chico de
Paula. O ateliê entra na jogada com o engenho do software, produzido pelo
Lucas Junqueira. Um sistema de visão computacional faz uma plateia reagir em
forma de “ola” à presença de pessoas. O software também joga bolas de
diversos pesos e tamanhos para que o público se divirta com embaixadas.
4. Considerando as informações
acima, que representações
artísticas estão ilustradas ao lado?
a. Museu interativo
b. Instalações artísticas
c. Videoinstalação
d. Ateliê artístico
5. São características de uma videoinstalação:
a. Interatividade eparticipação do espectador.
b. São obras estáticas produzidas em materiais duráveis comoomármore.
c. Exposições sãorealizadas apenas em museus dearte.
d. Não exige conhecimento tecnológico.
6. - Marque a imagem que representa uma instalação.
a. b. c. d.
JáouviramfalardoTeatrodoAbsurdo?
Teatro do Absurdo é uma expressão que surge após a SegundaGuerra
Mundial, início da segunda metade do século XX. O mundo ainda vivia
o clima de depressão e insegurança causado pela Segunda Guerra
Mundial. Nesse ambiente, nascem várias tendências artísticas e uma
delas no teatro, que, maistarde, ganharia o título de “teatro do absurdo”,
representadopor dramaturgos como Samuel Beckett, Eugène Ionesco,
ArthurAdamov, Harold PintereFernando Arrabal.
O Teatro do Absurdo une o cômico ao trágico, sentimento dedesolaçãoe
a perda de referências do homem moderno. Serão representadas, a
incerteza e a solidão através de situações banais, frases feitas, gestual
cômico ou até mesmo construções verbais aparentemente sem
sentido, gestual mecânico repetido incessantemente, ações sem
motivaçãoaparente.
7. O texto acima conceitua o “Teatro Absurdo”. O que deixa evidente que a imagem ao lado do texto é um teatro
absurdo?
a. Porque o título do teatro apresenta construção verbal aparentemente sem sentido.
b. Porque os personagens apresentam gestual improvisado e mecânico ao mesmo tempo.
c. Porque apresenta ações bem ensaiadas e com motivação aparente.
d. Porque apresenta representação de situações de violência no dia a dia.
Como seria sua vida sem arte?
Você conseguiria viver sem arte? Vamos fazer um teste!
Darei 10 opções de tipos de arte, e você verá se alguma
delas você considera irrelevante.
Filme ou série Música -- Teatro
Designer ´-- Moda -- Videogame
Fotografia -- Dança -- Quadrinho
Desenho -- Poesia -- Cinema
Pintura -- Literatura
História em quadrinho
Escultura -- Grafite.
8. Qual é a intenção do texto acima?
a. Mostrar a irrelevância da arte
b. Mostrar os diversos tipos de arte
c. Mostrar a importância da arte e que a arte está presente em muitas coisas do dia a dia
d. Mostrar que a arte é restrita à camada mais rica da sociedade
DESIGN (do latim designare) significa “marcar; indicar” e posteriormente do francês désigner, que significa “designar; desenhar”
no sentido de projeto, planejamento, modelo de um produto. Refere-se ao projeto de um produto, um objeto utilitário. Quem
trabalha com o design é chamado de designer. Ele cria o visual dos objetos do nosso dia a dia. Ele deve ter muita criatividade e
bom senso, pois precisa pensar, ao mesmo tempo, na função e na beleza dos objetos. Essa profissão surge com a Revolução
Industrial com a necessidade de ampliar a criação e produção de objetos. Como a necessidade e gostos dos consumidores
mudam, os produtos também precisam mudar. Existem várias vertentes para o designer:
1. O design gráfico: Responsável pela comunicação digital. Criação de: cartazes, capas de livros ou logotipos. Também
pertence aos mercadostelevisivo, cinematográfico e publicitário.
2. O design de interiores: ajuda com a organização e um espaço para ideias como obem-estar, oconforto, a satisfação, abeleza ea
funcionalidade.
3. O design de videojogos: Integração de novos conceitos, como o da realidade aumentada. Contempla os cenários e as imagens,
o roteiro, o guião e a sonoridade do jogo. Os elementos visam a criação de emoçõesno jogador
4. O design de moda: Liga-se à criação das roupas e acessórios.
9. Relacione as imagens ao tipo de design que ela representa e marque a alternativa que mostra a sequencia
correta.
a. 4, 3, 2, 1
b. 1, 2, 3, 4
c. 2, 1, 4, 3
d. 3, 4, 2, 1
10. Com relação às características do
artesanato, é correto afirmar:
a. O artesanatoé menos importanteque
um trabalho artístico industrializado.
b. Oartesanatotemelementosdamemória
popular,poisamatériaprimaéretiradada
própriaregião.
c. Para fazerartesanato é precisoter
formaçãoacadêmica.
d. O artesanato brasileiro tem as mesmas
características em todas as regiões.
Gabarito
1.a
2.a
3.b
4. c
5.a
6. b
7. a
8. a
10. b

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro aDenise Compasso
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )graduartes
 
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Fabiola Oliveira
 
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arteIii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arteNil-Késia Camargo
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigenaLaís Paiva
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestreFabiola Oliveira
 
Avaliação 6º ano
Avaliação 6º anoAvaliação 6º ano
Avaliação 6º anoEberty Cruz
 
Elementos visuais - Artes 1º ano
Elementos visuais - Artes 1º anoElementos visuais - Artes 1º ano
Elementos visuais - Artes 1º anoGeovanaPorto
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAndreza Andrade
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoLeoneide Carvalho
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoGeo Honório
 

Mais procurados (20)

Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
 
PROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENAPROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENA
 
Danças regionais
Danças regionaisDanças regionais
Danças regionais
 
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
 
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arteIii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - A HISTÓRIA DAS CORES E O TEATRO.
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - A HISTÓRIA DAS CORES E O TEATRO.EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - A HISTÓRIA DAS CORES E O TEATRO.
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - A HISTÓRIA DAS CORES E O TEATRO.
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLOAVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Avaliação 6º ano
Avaliação 6º anoAvaliação 6º ano
Avaliação 6º ano
 
Elementos visuais - Artes 1º ano
Elementos visuais - Artes 1º anoElementos visuais - Artes 1º ano
Elementos visuais - Artes 1º ano
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 

Semelhante a Prova de arte 8ano 3b pronta

Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Andreza Andrade
 
Sociedade e Tecnologia - Aula 1
Sociedade e Tecnologia - Aula 1Sociedade e Tecnologia - Aula 1
Sociedade e Tecnologia - Aula 1mabuse h.d.
 
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdf
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdfDO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdf
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdfssuser084d8e
 
Pesquisa ind maria gomes
Pesquisa ind maria gomesPesquisa ind maria gomes
Pesquisa ind maria gomesRita Namora
 
Aula 02 videoarte
Aula 02 videoarteAula 02 videoarte
Aula 02 videoarteVenise Melo
 
Aula de arte new
Aula de arte newAula de arte new
Aula de arte newDiedNuenf
 
prova de arte 9ano 3b pronta.docx
prova de arte 9ano 3b pronta.docxprova de arte 9ano 3b pronta.docx
prova de arte 9ano 3b pronta.docxAnaEdinia
 

Semelhante a Prova de arte 8ano 3b pronta (20)

Arte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica finalArte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica final
 
Arte eletrónica
Arte eletrónicaArte eletrónica
Arte eletrónica
 
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
 
Sociedade e Tecnologia - Aula 1
Sociedade e Tecnologia - Aula 1Sociedade e Tecnologia - Aula 1
Sociedade e Tecnologia - Aula 1
 
Animações 3 D: Novos quadros, para antigas histórias?
 Animações 3 D: Novos quadros, para antigas histórias? Animações 3 D: Novos quadros, para antigas histórias?
Animações 3 D: Novos quadros, para antigas histórias?
 
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdf
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdfDO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdf
DO DESENHO ANIMADO À COMPUTAÇÃO GRÁFICA a estética da animação.pdf
 
Linguagem.enem
Linguagem.enemLinguagem.enem
Linguagem.enem
 
Quiz n3 8.pptx
Quiz n3 8.pptxQuiz n3 8.pptx
Quiz n3 8.pptx
 
Quiz n3 8.pptx
Quiz n3 8.pptxQuiz n3 8.pptx
Quiz n3 8.pptx
 
Pesquisa ind maria gomes
Pesquisa ind maria gomesPesquisa ind maria gomes
Pesquisa ind maria gomes
 
Prova de arte 6ano 3b pronta
Prova de arte 6ano 3b prontaProva de arte 6ano 3b pronta
Prova de arte 6ano 3b pronta
 
Mundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º AnoMundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º Ano
 
NFT.pptx
NFT.pptxNFT.pptx
NFT.pptx
 
Aula 02 videoarte
Aula 02 videoarteAula 02 videoarte
Aula 02 videoarte
 
Prova de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 anoProva de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 ano
 
Aula de arte new
Aula de arte newAula de arte new
Aula de arte new
 
prova de arte 9ano 3b pronta.docx
prova de arte 9ano 3b pronta.docxprova de arte 9ano 3b pronta.docx
prova de arte 9ano 3b pronta.docx
 
Prova de arte 9ano 3b pronta
Prova de arte 9ano 3b prontaProva de arte 9ano 3b pronta
Prova de arte 9ano 3b pronta
 
Cruz paula-desenho-animado-computacao-grafica
Cruz paula-desenho-animado-computacao-graficaCruz paula-desenho-animado-computacao-grafica
Cruz paula-desenho-animado-computacao-grafica
 
Artigo cacique wcseit2013
Artigo cacique wcseit2013Artigo cacique wcseit2013
Artigo cacique wcseit2013
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.docAtividades Diversas Cláudia
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...Atividades Diversas Cláudia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia (20)

Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 
Tipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucionalTipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucional
 
Violencia racial no brasil e no mundo
Violencia racial no brasil e no mundoViolencia racial no brasil e no mundo
Violencia racial no brasil e no mundo
 

Último

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 

Último (20)

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 

Prova de arte 8ano 3b pronta

  • 1. SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO _________________________ E.E.” ______________________________________________” AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE ARTE Como contar histórias? Com gestos, entonação de voz e caras e bocas! Contar uma boa história é uma arte e deve vir acompanhada de sons, gestos, movimentos e olhares. Quando bem feita, imaginamos cenários e personagens. Antes da popularização da linguagem audiovisual, era por meio do rádio que se contavam as histórias. Com a ajuda da trilha sonora, os sonoplastas levavam emoção aos ouvintes com músicas de suspense, tensão, paixão entre outras. O cinema e a televisão possibilitaram o surgimento de um novo profissional. Uma técnica recorrente também em séries, desenhos animados, jogos de videogame, animações, entre outras, que usam essa técnica para dar personalidade e compor seus personagens. 1. A que novo profissional o texto acima se refere? a. Ator de voz ou dublador. b. Cantor. c. Ator d. Sonoplasta Sob o ponto de vista fisiológico, pode ser definida como o som produzido pela passagem do ar pelas pregas vocais e modificado nas cavidades de ressonância e estruturas articulatórias, o que produz sons e resulta da pressão do ar ao percorrer a laringe. É um dos instrumentos de comunicação que temos. Profissionalmente, a maneira como uma pessoa se expressa é essencial para a construção tanto de seu desempenho técnico como de um bom relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho. - Características - 1. Respiração, 2.Fonação, 3.Ressonância, 3. Qualidade, 4. Articulação, 5. Pausa, 6. Velocidade e ritmo, 7. Postura. 2. Qual é o tema tratado no texto acima? a. voz b. dança c. teatro d. música Um dia conhecido como Musically é uma rede social que permite o compartilhamento de pequenos vídeos curtos. Neles, você pode criar dublagens e fazer edições divertidas, como inserir emoticons, filtros, acelerar e pausar a gravação. O recurso de dublagem lembra muito um karaokê. Com canções disponibilizadas pelo app, o usuário pode se passar pelo cantor. O catálogo de canções é bem grande, o que permite uma variedade bem interessante na brincadeira. 3. O texto acima refere-se a a. Instagram b. TikTok c. Messenger d. Twiter NOTA: DATA: NÚMERO: PROFESSOR (A): Série: 8º TURMA: ALUNO (A)
  • 2. Leia o texto para responder as questões 4, 5 e 6. Instalações artísticas São obras de arte contemporânea que se utilizam necessariamente do espaço, normalmente museus e galerias, mas também pode acontecer em locais abertos para montagem dos elementos artísticos. Dessa forma, buscam relacionar os objetos artísticos com o lugar e com o público, que muitas vezes interage com a obra. Surge na década de 1960 é uma expressão que pode conectar-se com outras vertentes artísticas, sendo, portanto, uma linguagem híbrida. Nesse sentido, surge a videoinstalação, uma que utiliza objetos de natureza diversa como componentes eletrônicos, imagens luminosas, sons. Houve uma exposição denominada Esfera Coletiva aberta à visitação no Mineirão. A videoinstalação abaixo é assinada por André Amparo e Chico de Paula. O ateliê entra na jogada com o engenho do software, produzido pelo Lucas Junqueira. Um sistema de visão computacional faz uma plateia reagir em forma de “ola” à presença de pessoas. O software também joga bolas de diversos pesos e tamanhos para que o público se divirta com embaixadas. 4. Considerando as informações acima, que representações artísticas estão ilustradas ao lado? a. Museu interativo b. Instalações artísticas c. Videoinstalação d. Ateliê artístico 5. São características de uma videoinstalação: a. Interatividade eparticipação do espectador. b. São obras estáticas produzidas em materiais duráveis comoomármore. c. Exposições sãorealizadas apenas em museus dearte. d. Não exige conhecimento tecnológico. 6. - Marque a imagem que representa uma instalação. a. b. c. d. JáouviramfalardoTeatrodoAbsurdo? Teatro do Absurdo é uma expressão que surge após a SegundaGuerra Mundial, início da segunda metade do século XX. O mundo ainda vivia o clima de depressão e insegurança causado pela Segunda Guerra Mundial. Nesse ambiente, nascem várias tendências artísticas e uma delas no teatro, que, maistarde, ganharia o título de “teatro do absurdo”, representadopor dramaturgos como Samuel Beckett, Eugène Ionesco, ArthurAdamov, Harold PintereFernando Arrabal. O Teatro do Absurdo une o cômico ao trágico, sentimento dedesolaçãoe a perda de referências do homem moderno. Serão representadas, a incerteza e a solidão através de situações banais, frases feitas, gestual cômico ou até mesmo construções verbais aparentemente sem sentido, gestual mecânico repetido incessantemente, ações sem motivaçãoaparente. 7. O texto acima conceitua o “Teatro Absurdo”. O que deixa evidente que a imagem ao lado do texto é um teatro absurdo? a. Porque o título do teatro apresenta construção verbal aparentemente sem sentido. b. Porque os personagens apresentam gestual improvisado e mecânico ao mesmo tempo. c. Porque apresenta ações bem ensaiadas e com motivação aparente. d. Porque apresenta representação de situações de violência no dia a dia.
  • 3. Como seria sua vida sem arte? Você conseguiria viver sem arte? Vamos fazer um teste! Darei 10 opções de tipos de arte, e você verá se alguma delas você considera irrelevante. Filme ou série Música -- Teatro Designer ´-- Moda -- Videogame Fotografia -- Dança -- Quadrinho Desenho -- Poesia -- Cinema Pintura -- Literatura História em quadrinho Escultura -- Grafite. 8. Qual é a intenção do texto acima? a. Mostrar a irrelevância da arte b. Mostrar os diversos tipos de arte c. Mostrar a importância da arte e que a arte está presente em muitas coisas do dia a dia d. Mostrar que a arte é restrita à camada mais rica da sociedade DESIGN (do latim designare) significa “marcar; indicar” e posteriormente do francês désigner, que significa “designar; desenhar” no sentido de projeto, planejamento, modelo de um produto. Refere-se ao projeto de um produto, um objeto utilitário. Quem trabalha com o design é chamado de designer. Ele cria o visual dos objetos do nosso dia a dia. Ele deve ter muita criatividade e bom senso, pois precisa pensar, ao mesmo tempo, na função e na beleza dos objetos. Essa profissão surge com a Revolução Industrial com a necessidade de ampliar a criação e produção de objetos. Como a necessidade e gostos dos consumidores mudam, os produtos também precisam mudar. Existem várias vertentes para o designer: 1. O design gráfico: Responsável pela comunicação digital. Criação de: cartazes, capas de livros ou logotipos. Também pertence aos mercadostelevisivo, cinematográfico e publicitário. 2. O design de interiores: ajuda com a organização e um espaço para ideias como obem-estar, oconforto, a satisfação, abeleza ea funcionalidade. 3. O design de videojogos: Integração de novos conceitos, como o da realidade aumentada. Contempla os cenários e as imagens, o roteiro, o guião e a sonoridade do jogo. Os elementos visam a criação de emoçõesno jogador 4. O design de moda: Liga-se à criação das roupas e acessórios. 9. Relacione as imagens ao tipo de design que ela representa e marque a alternativa que mostra a sequencia correta. a. 4, 3, 2, 1 b. 1, 2, 3, 4 c. 2, 1, 4, 3 d. 3, 4, 2, 1 10. Com relação às características do artesanato, é correto afirmar: a. O artesanatoé menos importanteque um trabalho artístico industrializado. b. Oartesanatotemelementosdamemória popular,poisamatériaprimaéretiradada própriaregião. c. Para fazerartesanato é precisoter formaçãoacadêmica. d. O artesanato brasileiro tem as mesmas características em todas as regiões.