SlideShare uma empresa Scribd logo
PRA
PORTEFÓLIO
REFLEXIVO DE
APRENDIZAGEM
TÉCNICO
ADMINISTRATIVO
INICIO EM 15 DE JUNHO DE 2020
2
conteúdo
conteúdo ........................................................................................................... 2
Autobiografia.................................................................................................... 4
0653 - Arquivo................................................................................................... 7
6225 -técnicas de normalização documental................................................. 8
0654-ficheiros de contatos-organização e manutenção ............................... 9
0649 - estrutura e comunicação organizacional.......................................... 10
0661 - Circuito documental na organização................................................. 11
0656-técnicas documentais de língua portuguesa...................................... 12
0704 - Atendimento - técnicas de comunicação.......................................... 14
0677- Recursos humanos – processos de recrut, seleção e admissão .... 16
0651 - Técnicas de digitação......................................................................... 18
0755 - Processador de texto-funcionalidades avançadas .......................... 19
1602 - Gestão de reclamações e conflitos com clientes e fornecedores .. 20
CLC LEI ........................................................................................................... 22
CLC-LEC.......................................................................................................... 25
0658 – Língua inglesa-comunicação administrativa inglês........................ 27
0659 - língua inglesa documentação comercial .......................................... 29
CLC7 – Fundamentos da cultura, da língua e da comunicação................. 30
CLC6 - Culturas de urbanismo e mobilidade............................................... 34
CLC-5 - Cultura comunicação e media......................................................... 38
STC-7 – Fundamentos ................................................................................... 42
STC-6 - Modelos de urbanismo e mobilidade.............................................. 45
STC-5 - Redes de informação e comunicação............................................. 49
CP1 – liberdade e responsabilidade democráticas ..................................... 51
CP4 - Cidadania e Profissionalidade ............................................................ 54
CP5 - Globalização e cidadania mundial...................................................... 60
0571 - Aplicações informáticas de gestão - área comercial ....................... 66
0695 - Gestão informatizada de documentos .............................................. 67
0755 - Processador de texto e funcionalidades avançadas ....................... 68
0571 - Aplicações informáticas de gestão ................................................... 69
0672 - Gestão económica das compras ....................................................... 70
0668 - Ficheiros de armazém e contas correntes........................................ 71
0563 - Legislação comercial.......................................................................... 73
0658 - Comunicação administrativa inglês .................................................. 74
3
0659 - Língua inglesa - documentação comercial....................................... 76
6223 - Direito aplicado às empresas............................................................. 77
0670 - Contrato de compra e venda.............................................................. 78
6227 - Tributação das pessoas coletivas - IRC............................................ 80
0666 - Noções básicas de fiscalidade e impostos sobre o consumo........ 84
0678 - Recursos humanos processamento de vencimentos...................... 88
0676 - Legislação fiscal na função pessoal ................................................. 90
6216 - Modelos de demonstrações financeiras ........................................... 92
6214 - SNC-sistema de normalização de contabilística .............................. 96
6222 - Introdução ao código de contas ........................................................ 98
0673 - Controlo de tesouraria...................................................................... 100
0674 - Função pessoal – legislação laboral ............................................... 102
0664 - Aplicações informáticas de contabilidade...................................... 104
8600 - Competências empreendedoras e téc de procura de emprego .... 106
6736 – Recursos humanos-relatório único ................................................ 108
8534 - Sistema de segurança social ........................................................... 112
Formação pratica em contexto de trabalho ............................................... 114
4
Autobiografia
asci no belo ano 1972, no dia 11 de setembro, na freguesia
de São Sebastião da Pedreira.
Nasci às 23 horas, no hospital particular de Lisboa, pesava
3kg 950 gramas e foi-me dado o nome de Paulo Alexandre
Pereira Torres, nome esse dado em honra de São Paulo.
Era um bebé chorão e mamava muito. Tive um nascimento
através de fórceps, o que
causou bastantes dores de parto à minha mãe.
Durante o meu crescimento, tive várias
complicações, chegando mesmo a estar
internado, nos cuidados de neonatologia, devido
a ter complicações de desidratação, estando a
minha vida em risco a certa altura, mas felizmente
tudo acabou em bem.
Tive uma infância normal, cresci na época pós 25
de abril, passei a minha infância em vários lugares, devido à profissão do meu pai, que
procurava melhor vida, para a família, mas tive uma infância feliz, e normal, fazendo tudo
o que uma criança normal fazia, jogava ao berlinde, ao pião, e a apanhada.
Tive uma adolescência feliz, e posso dizer que foi dos melhores tempos da minha vida.
Tive uma adolescência cheia de coisas boas, muitas namoradas, e aprendi muito, tendo
muita liberdade.
Fui tendo trabalhos esporádicos, desde restauração, cafés, estudei à noite tendo
conseguindo completar o 5ºano, o 6ºano viria a completar anos depois.
Não fiz serviço militar, ficando livre por excesso de contingente, o que até foi uma ótima
oportunidade, visto que me tinha casado há bem pouco tempo, e não queria deixar a minha
esposa.
Pouco tempo depois de sair da escola, comecei então a trabalhar, para conseguir ter o
meu próprio dinheiro.
Desde cedo a minha preferência sempre foi a área de informática, a qual me despertava
curiosidade comecei a ter bastante vontade de seguir por esse caminho, que foi sendo
atribulado, e também adiado, até que por volta dos meus 25 anos, consegui concluir o meu
primeiro curso de computadores, usando o sistema operacional MS-DOS.
5
Era um mundo novo, estava na década de 1990, tudo era diferente, vivi uma adolescência
cheia de coisas boas, fiz várias amizades, e fui assistindo à evolução dos equipamentos
tecnológicos.
Os primeiros microcomputadores começavam a surgir, e com eles a minha admiração, e a
imaginação acerca do que poderia fazer, com a maravilha, das novas tecnologias.
A Família sempre esteve presente, e foi-me apoiando sempre da melhor maneira possível.
Passados alguns anos e várias profissões, desde jardineiro, taxista, transportes, cargas e
descargas, motorista, estivador na Alemanha, até que percebi, que precisava acabar os
meus estudos, precisava ficar realizado, foi então que conheci a consultua, fiz o meu 9º
ano no processo “RVCC”. Contudo, sabia que ainda me faltava um passo, fazer o meu 12º
ano e tirar o curso de técnico administrativo, o qual me encontro a frequentar, e que me fez
crescer muito como pessoa, como ser humano, e o mais importante, ter um curso na mão,
que me fara, abrir muitas portas na vida.
Tenho que valorizar esta grande oportunidade, ter muito orgulho em mim e nas pessoas
que me ajudaram a concretizar este projeto de vida, não vou enumerar, porque seriam
muitas, mas em especial à minha esposa, à minha mãe e ao meu falecido pai que, sempre
fizeram de tudo, para que eu concluísse esta etapa, e a toda a equipa consultua, que desde
cedo, me ajudou a traçar o meu caminho. O meu muito obrigado de coração um bem-haja
a todos e o meu grandessíssimo obrigado.
RETORNO A FORMAÇÃO PRESENCIAL APÓS CONFINAMENTO 12/6/2021
É bom estar de volta às aulas presenciais, do curso
de técnico administrativo na consultua, rever os
colegas do qual já tinha saudades, de rever os
formadores, estar de volta a sala de aula, voltar ao
ritmo diário que já tanto tinha falta.
Mas, o medo reside em mim, o medo deste vírus, que
veio para nos dificultar a vida, e é renitente em nos
deixar.
No caso das dificuldades que enfrentei durante a fase de confinamento foi perder o ritmo
diário que já tinha adquirido, e foi difícil voltar a ter, visto ter passado quase 3 meses.
As oportunidades que surgiram foi o facto de poder estar mais em família, de refletir mais
sobre o meu futuro, e o que ambiciono para mim, o confinamento também teve frutos
relativamente ao usar programas informáticos que antes não tinha usado tal como o zoom.
É bom estar de volta, sentir-me útil. Este confinamento deixou marcas a todos nós, e a mim
pessoalmente, mas temos que continuar em frente, e não baixar os braços.
6
Agora devo reconhecer que tem sido proveitoso toda esta aprendizagem diária que aqui
vou fazendo, tem sido duro, mas propus-me a finalizar esta etapa da minha vida e não vou
baixar os braços.
7
0653 - Arquivo
Formadora Diana Oliveira
25 horas
Objetivos
Identificar e aplicar as regras de funcionamento do arquivo, de
acordo com as técnicas de tratamento de informação documental.
este módulo de 25 horas aprendi as funcionalidades de um arquivo, aprendi as suas
funções, como saber onde será os melhores locais e condições onde guardar o arquivo.
Abordamos que existem vários tipos de arquivo e como os atualizar.
Fiquei mais esclarecido nos sistemas de arquivo, as suas vantagens e desvantagens e as
várias unidades de conservação que eu muitas desconhecia, aprendi imenso com os
métodos de classificação.
Abordamos também qual o papel importante que um arquivista tem, e o trabalho que
desempenha numa empresa, como na sua vida.
Fiquei com mais conhecimentos em arquivo e plano de arquivo e também as novas
tecnologias em arquivo como: a utilidade do informático na gestão da documentação.
Foi muito produtivo e esclarecedora a explicação detalhada que a formadora Diana nos
deu estando sempre pronta ajudar e a explicar sempre que necessitávamos.
Num futuro próximo num trabalho que venha a ter, este modulo vai ser importante no meu
dia a dia.
Fiquei a entender que tudo o que envolve manter um arquivo organizado do trabalho, mas
facilita a sua busca.
Fizemos um trabalho em Excel como ordenar geograficamente os nossos fornecedores.
Trabalho esse que ficara em anexo ao meu PRA
FICHEIRO CONTACTOS COLABORADORES.
8
6225 -técnicas de normalização documental
Formadora Diana Oliveira
25 horas
17-06-2020
Objetivos:
Reconhecer e aplicar as normas documentais
ara mim este modulo foi muito importante porque nos ensinou muito sobre normalização
documental e as maneiras de as organizar mais facilmente.
Este módulo foi muito prático e de consulta, pois os seus principais objetivos foram
identificar e aplicar as normas documentais.
Os conteúdos aplicados, foram os seguintes: Normalização: Principais normas - NP5; NP9;
NP950.Tipo de letra, Marginação; Entrelinhamento e espaçamento; centragem vertical
horizontal.
Técnicas de Elaboração de um Documento: Conceito e funções dos documentos;
Classificação dos documentos; Tipos de documentos: - Textos e relatórios; Cartas/ofícios;
Sobrescrito; Atas; convocatórias; etc.
Aprendemos também a fazer uma carta formal com aviso de ressecação dirigida a uma
empresa mostrando o desagrado relativo ao atraso da mesma no cumprimento do
acordado no pedido.
Depois de concluído o módulo, posso dizer que já sei distinguir e aplicar as normas, embora
só com muita prática é que se consegue fazer na perfeição, os trabalhos práticos efetuados
nas aulas foram fundamentais pra nossa experiência.
Este módulo, para um Técnico Administrativo e não só, é muito importante, pois qualquer
pessoa que esteja a trabalhar num escritório, independentemente da sua função deve
conhecê-las e usá-las no seu dia-a-dia.
Para atividade integradora fizemos um ofício trabalho esse que se encontra em anexo.
ofício
9
0654-ficheiros de contatos-organização e manutenção
Formadora Diana Oliveira
25 horas
15-09-2020
Objetivos
• Identificar, executar e gerir ficheiros.
este módulo tive oportunidade de conhecer uma
nova forma de fazer um ficheiro de contatos de clientes e fornecedores, fazer trabalhos em
Excel como fazer os vários tipos ficheiros.
Aprendi também a fazer uma recolha de dados mais formal na internet de maneira a
conseguir criar a minha própria lista de fornecedores para a empresa que tenho vindo a
criar desde o início.
Devo reconhecer que este módulo não foi difícil de interiorizar.
Abordámos a maneira de organizar ficheiros por secção ou em massa num determinado
disco rígido ou em diferentes sistemas operacionais.
Falamos também do CRM da fidelização de clientes de maneira a conhecer e a fornecer
melhores serviços aos nossos clientes de maneira a fideliza-los e prestar-lhes um serviço
de qualidade.
Abordámos também o risco de abandono de clientes e o valor de cada cliente.
Finalizando o módulo 0654 vai-me ser muito útil enquanto técnico administrativo para ter
sempre uma lista de fornecedores atualizada e ajudar a ganhar tempo no dia a dia de uma
empresa, sinto que o caminho a percorrer ainda é muito, mas foi mais um passo dado no
bom caminho.
Para o meu PRA realizamos uma lista de contactos de FICHEIROS DE CONTACTOS DE
FORNECEDORES
10
0649 - estrutura e comunicação organizacional
Formadora Diana Oliveira
50 horas
2-07-2020
Objetivos
Classificar a organização.
Interpretar a estrutura organizacional.
Reconhecer os princípios da comunicação organizacional.
Identificar e caracterizar as funções internas à organização.
Definir conceitos de qualidade
este módulo de Estrutura e Comunicação Organizacional, fiquei com alguns
conhecimentos adquiridos em:
Conceitos e tipos de Organização em que a organização de uma empresa, traduz-se na
coordenação entre os vários recursos e que existem três tipos de organização, a
organização documental, a da divisão do trabalho e a do controlo de execução.
O conceito de Empresa, que visa a organização de vários recursos combinados entre si,
para atingirem um determinado objetivo, a satisfação dos clientes, bem como o interesses
e necessidades dos mercados, os elementos que a constituem são o admirativo, financeiro,
recursos humanos, comercial, marketing, produção e aprovisionamento; noção de
qualidade que passam pela satisfação do cliente pelas vertentes de qualidade, pela
certificação e pelos princípios de qualidade. Também falamos na análise “SWOT” e a sua
importância numa empresa o gestor ganhar maior compreensão do que se passa em torno
do seu negócio, de modo a delinear as iniciativas mais adequadas com ajuda da sua
equipe. Classificamos também a Organização quanto à atividade: o sector primário, sector
secundário e terciário, quanto à dimensão, desde micro a grandes empresas, e quanto à
propriedade, se é pública ou privada.
A Comunicação Organizacional, onde abordamos os seus intervenientes, tipos de
comunicação, da formal, a informal, escrita e oral; regras e efeitos que vai desde a clareza
da mensagem ao suscitar interesse.
As minhas dificuldades da matéria adquirida, não foram muitas apenas na parte dos
organogramas, tive algumas dúvidas, mas logo foram esclarecidas pela formadora Diana
de Oliveira.
Organograma
11
0661 - Circuito documental na organização
Formadora Diana Oliveira
5-07-2020
OBJETIVOS
Identificar os tipos de documentos existentes na organização, quer internos, quer externos.
plicar as normas internas do tratamento do correio recebido e do expedido.
Utilizar adequadamente os equipamentos associados
ao circuito documental.
Com este módulo aprendi os vários tipos de
correspondência e como esta se classifica interna e
externa, como se organiza em termos de prioridades
dentro de uma empresa.
Abordámos os diferentes tipos de documentos
contabilísticos de compras e vendas e guias de remessa, faturas, notas de crédito e
recibos.
Nas empresas foi destacado os documentos enviados a clientes, fornecedores, bancos,
fisco, segurança social.
Em relação aos documentos comerciais destacámos catálogos, orçamentos, e também
pedidos de orçamentos a outras empresas, abordamos também documentos bancários tais
como extratos de conta, notas de despesas notas de transferências notificações e ofícios.
Falamos também o que é um circuito documental e como é o seu processamento.
Fizemos um trabalho para atividade integradora acerca do circuito documental da
correspondência recebida.
Este módulo foi muito proveitoso e fez-me crescer muito, num futuro enquanto técnico
administrativo vai-me ajudar a na organização documental dentro de uma empresa e desta
forma a rentabilizar mais o tempo.
0661 -CIRCUITO DOCUMENTAL NA ORGANIZAÇÃO- DECUMENTOS EXTERNOS
12
0656-técnicas documentais de língua portuguesa
Formadora Diana Oliveira
Data- 22/6/2021
50 horas
Objetivos
Aplicar as regras de comunicação escrita na organização.
Aplicar as técnicas de elaboração da documentação interna e
externa.
ste módulo foi muito enriquecedor relativamente ao que abordamos nesta ufcd.
Começamos por dar a comunicação interna falando e aprendendo sobre a pontuação e
entoação usada nas interrogações, sinais de pontuação, tais como marcadores de pausa,
e sua importância para um bom entendimento do português, onde os marcadores de pausa
são importantíssimos para um texto ser bem interpretado.
Outro ponto que foi abordado foi, a maneira correta para falar em público, a importância de
ter uma autoestima e autoconfiança, resultando desta forma ter mais capacidade de
liderança, mais responsabilidade, mais autonomia e iniciativa.
Outra matéria abordada foi a função de uma circular uniformizada e para que servia.
Esta é utilizada numa empresa para informar os seus colaboradores.
Abordamos a maneira correta de a fazer, o que deve conter, bem como a linguagem a ser
utilizada.
• Deve ter: cabeçalho ou timbre;
• Número de controle;
• Data;
• Destinatário;
• Referencia invocação ou vocativo;
• Conteúdo;
• Saudação final;
• Assinatura;
Aprendemos também o que era uma comunicação interna estratégica, e para que serve, e
seus benefícios e princípios.
Abordamos a ata de reunião, onde tivemos que redigir uma, que no caso foi a
calendarização de férias para o mês de agosto e para quem se destinava. Igualmente,
verificamos um livro de atas, onde vimos a sua utilidade.
13
Durante as aulas tivemos momentos de descontração quando a formadora Diana Oliveira
nos presenteou com vários trava línguas para treinarmos a nossa dicção, que nos fez
entender que o português tem o seu encanto quando lido com trava línguas.
Na sessão do dia 17 de junho de 21 foi-nos proposto pela formadora Diana a elaboração
de um relatório de gestão, baseado numa empresa que criamos que serviu de base e
orientação para a execução do trabalho proposto.
Para atividade integradora realizamos, uma circular interna onde abordamos os tópicos
referentes a mesma, atividade essa que esta anexada nos meus documentos, todos estes
conteúdos vão ser importantes enquanto técnico administrativo, porque tudo o que tenha
haver com português, sua pontuação, e sua maneira de ser empregue, são sempre
preciosos dando-nos ferramentas úteis para um futuro administrativo.
Para trabalhos para o PRA elaboramos uma ata de uma reunião, e um relatório.
CIRCULAR DE COMUNICAÇÃO INTERNA
14
0704 - Atendimento - técnicas de comunicação
Formadora Diana Oliveira
25 horas
21/12/2021
Objetivos: Aplicar técnicas de comunicação em situação de
atendimento de publico em diferentes contextos
REFLEXÃO
oi uma UFCD, em que muito se falou e escreveu sobre o atendimento.
O atendimento é o ato de acolher, receber, apresentar e esclarecer.
Com este módulo, reconheci e adquiri técnicas de atendimento ao cliente, como por
exemplo, a nossa apresentação física.
Este é um ponto muito importante, pois devemos ter sempre uma apresentação impecável
e de acordo com as nossas funções, devemos manter sempre uma postura responsável e
dedicada.
Abordámos também as diferenças entre atendimento ao público, presencial e não
presencial, como resolver situações complexas com o cliente, linguagem e como deve ser
o tom de voz.
Este módulo foi muito importante não só para o meu caso enquanto técnico administrativo,
que vai ter que lidar com clientes, fornecedores, entidade patronal, etc.….
Em relação às reclamações, o cliente valoriza a confiança, a rapidez, a competência, e a
atenção que é dispensada ao seu caso.
Por vezes é muito difícil lidarmos com alguns clientes, pois podem não são fáceis de lidar,
porque também “mexem” com a nossa personalidade e sentimentos.
Realizamos uma simulação prática de Gestão de uma reclamação.
Esta tarefa serviu para termos uma ideia prática do que pode acontecer.
Neste caso prático simulamos uma situação de um cliente que veio fazer uma reclamação
de um computador que tinha adquirido há cerca de 1 mês e meio e que tinha avariado.
Foram criadas várias situações diferentes para demonstrar aquela situação, foi um
momento de descontração entre todos nós.
Esta simulação foi com a colega Flora e comigo, deu para perceber que neste ramo por
vezes não é fácil manter a calma.
Para trabalhos para o PRA realizei um panfleto no Publisher com técnicas de atendimento,
trabalho esse em anexo ao meu PRA.
15
Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância para futuro profissional enquanto
técnico administrativo e pessoal, quero salientar que a formadora Diana Oliveira esteve
sempre disponível para nos elucidar de todos os aspetos ou dúvidas que foram surgindo
durante as sessões.
atendimento-técnicas
16
0677- Recursos humanos – processos de recrut, seleção e admissão
Formadora-Diana Oliveira
25 horas
2/11/2021
Objetivos: Executar tarefas de apoio administrativo ao recrutamento, seleção e admissão
de pessoal.
Reflexão
esta UFCD obtive muitos conhecimentos importantes, na área dos recursos humanos
para a área de um Técnico Administrativo, e não só, o recrutamento e a seleção são muito
importantes para uma empresa, muitas vezes é o técnico administrativo que recolhe as
cartas de apresentação, efetua a marcação de entrevistas e efetua o primeiro contacto com
os candidatos.
também falamos sobre as diferenças entre selecionar e o que é recrutar.
Ficamos a saber como se preenche uma candidatura a uma vaga numa empresa, também
ficamos a saber, quais são os documentos necessários para concorrer a uma vaga de
trabalho numa empresa, são necessários cartão de contribuinte, o número da segurança
social, o número do cartão de cidadão e um currículo bem preenchido, e devem constar
todos os elementos na sua carreira, quanto mais bem preenchido estiver melhor, mais
informação a empresa tem para conhecer o novo membro.
Também abordamos o manual de acolhimento, que é fornecido logo de início ao
trabalhador quando vai integrar numa nova empresa, esse manual de acolhimento é um
conjunto de informação que vai ajudar trabalhador a integrar-se melhor no seu novo local
de trabalho.
Aprendemos a fazer um fluxograma de recrutamento, e um plano anual de formação, para
uma empresa, foram conteúdos todos eles de grande importância, ajudou-me a
compreender melhor como todo o processo se concretiza, aprendemos várias técnicas de
recrutamento e a maneira correta de as fazer.
17
A formadora Diana Oliveira esteve sempre disponível para nos esclarecer em todas as
dúvidas que foram surgindo.
Todos estes conteúdos vão ser de grande importância para um futuro técnico
administrativo que deve estar informado e formado para melhor desempenhar as suas
funções.
Todos estes conteúdos foram atingidos e interiorizados, mas é uma matéria que está
sempre em atualização, quanto mais bem preparado estiver melhor para mim, gostei
bastante deste módulo pois trata-se de um conteúdo muito importante e útil
profissionalmente.
Para trabalhos para o meu PRA realizamos, um fluxograma e um plano de formação,
certificado de formação interna, uma minuta do certificado interno de formação e uma
minuta de descrição de funções.
CERTIFICADO DE FORMAÇÃO INTERNA
FLUXOGRAMA DE RECRUTAMENTO
PLANO DE FORMAÇÃO ANUAL
18
0651 - Técnicas de digitação
Formadora Ana Sofia Pereira
25 horas
om este módulo aprendi as Regras de posicionamento, o
mobiliário adequado: cadeira e monitor, a Posição correta dos dedos
sobre o teclado, a Distribuição dos dedos pelo teclado na fila guia,
superior, inferior e numérico.
Aprendi os vários tipos de teclado existentes e as Funções especificas das teclas com ou
sem comandos desta forma aprendi que as posições corretas de utilizar os equipamentos
informáticos depende não só dos próprios equipamentos, mas também de os sabermos
utilizar da melhor forma, tornado assim a nossa vida mais fácil e também do que nos rodeia
porque a nossa saúde ergonómica, tem que ser saudável, e usada corretamente.
Aprendi também a usar todos os dedos corretamente num teclado a cada passo que fui
dando neste módulo senti que cresci aprendi muito mais do que pensava, que sabia, na
vida estamos sempre aprender, este módulo vai-me ser útil enquanto técnico administrativo
porque se souber usar bem o teclado de um computador, vai fazer com que eu tenha uma
melhor postura ergonómica, e a saber usar ao dedos corretamente num teclado de
computador fazendo desta forma que tenha mais rendimento num posto de trabalho.
Para o PRA digitámos e formatámos a carta de apresentação da política de qualidade
realizada na UFCD 0649.
Política DE QUALIDADE WUNDER PC MEDIC
carta de proposta de emprego trabalho técnicas de digitação
19
0755 - Processador de texto-funcionalidades avançadas
Formadora Ana Sofia Pereira
25 horas
Objetivos
Automatizar tarefas de edição e elaboração de documentos.
fetuar impressões em série.
Elaborar e utilizar macros e formulários.
Neste módulo aprendemos a utilizar modelos de documento existentes no office, a criar
modelos novos e inseri-los no como modelos no word para futuras utilizações.
Desta forma este tipo de documentos vai-me ajudar a ganhar tempo, e sendo assim
estando a trabalhar numa empresa vai-me ser muito útil.
Criámos diferentes modelos de documentos e utilizámos modelos existentes.
Vamos também aprender a utilizar a ferramenta de impressão em série, que nos vai permitir
imprimir por exemplo uma carta com vários destinatários sem escrever os nomes e as
moradas individualmente, porque vamos utilizar uma pequena base de dados.
Vamos também criar diferentes formulários e aprender a utilizar as macros.
Estas ferramentas são muito úteis num futuro enquanto técnico administrativo porque nos
poupam trabalho, maximizando assim o nosso trabalho.
Para o PRA formatámos um ofício
FT8 -FORMULARIO
FT4-Envelopes Alexandre
20
1602 - Gestão de reclamações e conflitos com clientes e fornecedores
Formadora: Ana Sofia Pereira
50 horas
14/01/2022
Objetivo (s):
Gerir reclamações e conflitos com clientes e fornecedores.
conteúdo desta UFCD foi muito interessante porque
toda a informação retida é importante no nosso futuro
enquanto técnico administrativo.
No nosso dia a dia, vamos estar em contato diário com
pessoas, nomeadamente com clientes e fornecedores e
desta forma ajudar na resolução de problemas pessoais.
A nossa receção tem um grande impacto nos clientes que se podem encontrar
descontentes ou menos recetivos e muito desconfiados no momento da reclamação ou do
atendimento.
No papel do atendimento ao público, primeiro devemos pensar como seria se estivéssemos
no papel do cliente, e só assim poderemos saber qual a melhor forma de resolver qualquer
problema que possa vir a surgir.
A comunicação é um fator importante, e verificamos que todos nós comunicamos, ou de
uma forma verbal ou não verbal, aprendemos também que devemos efetuar uma escuta
ativa na comunicação e que a nossa postura e linguagem corporal é fundamental para a
resolução dos conflitos.
Aprendemos também que existem diferentes estilos comunicacionais, como o agressivo,
passivo, manipulador e assertivo.
Ao sermos confrontados por um cliente ou fornecedor com uma reclamação, é importante
conseguirmos resolver com calma, sempre com positivismo, simpatia e uma boa
comunicação para quem nos está a ouvir.
Temos de ter um grande controlo das nossas emoções para lidar com as diferentes
situações que possam surgir.
21
Temos de saber como reagir, caso contrário será bastante difícil resolver a situação
positivamente, o principal objetivo é que as duas partes se entendam e não entrem em
conflitos desnecessários.
Nem sempre é possível agradar a todos as reclamações, até porque nem sempre são
fundamentadas, mas temos de fazer o nosso melhor, para que ambas as partes saiam a
ganhar. Falamos também nos diferentes estilos de gestão do conflito, como o passivo,
assertivo e o agressivo.
Este módulo demonstrou ser bastante útil na nossa vida social, como também na vida
profissional.
Eu já trabalhei no atendimento ao público e já tinha alguns conhecimentos sobre este tema.
Neste módulo consegui aprofundar mais e melhor, e tornei-me, na minha opinião mais
eficiente na resolução das situações menos boas que possa vir a ter que lidar.
Durante este módulo foi feito um debate, “Prós e Contras”, muito interessante sobre dois
temas que geraram muita controvérsia.
O grupo foi dividido em 2 pequenos grupos, com recurso a sorteio. Uns seriam dos pros e
a outra parte contra. Os temas abordados foram a vacinação e o aborto. Iniciamos desta
forma, um debate de ideias que cada grupo tinha que defender com afinco
independentemente de alguns de nós nem serem dessa opinião.
Foi muito interessante, ver como o grupo conseguiu debater com interesse e afinco uma
coisa em que muitos nem acreditavam e conseguir demonstrar que quando bem defendido,
o quão convincentes conseguimos ser.
Realizamos um guião de resolução de conflitos, onde tínhamos que enumerar situações a
evitar, e a melhor maneira de os resolver, trabalho esse, realizado para atividade
integradora e que se encontra anexo ao meu PRA.
Nesta UFCD também demos apoio na realização do Blog “forma-te administrativo”, para a
atividade integradora, onde também debatemos os conteúdos a serem postos no blog.
A formadora Ana Sofia esteve sempre disponível para nos ajudar em todas as dúvidas que
foram surgindo ao longo das sessões, desta forma concluo a minha reflexão deste módulo
dizendo que todas as minhas dificuldades foram superadas e atingi todos os objetivos
propostos.
Guião de sugestões para resolução de conflitos
22
CLC LEI
Formadora Cármen Dinora
18/06/2021
este começo depois de termos vindo das férias de verão foi
reconfortante voltar a ter esta vertente do inglês visto ser uma
parte da formação que gosto muito e também porque temos uma
explicação detalhada sobre o que vamos dando.
Tivemos um exercício que consistia na apresentação de um colega de turma, tivemos que
fazer um diálogo com ele no meu caso foi a Liliana e foi muito bom pôr em prática o meu
inglês falado neste caso acho que não tive dificuldades em ler o trabalho para a turma e
sinto que estou a descobrir novas coisas que já tinha algum esquecimento.
Também abordámos os termos “greetings” foi um dia muito produtivo.
Na sessão seguinte falamos do verbo to be, da construção de frases no presente também
fizemos construção de frases na negativa usando o verbo TO BE.
Abordámos também o verbo to be na negativa e na interrogativa, abordamos também o
verbo to do.
Nesta continuação da UFCD de LEI, a aprendizagem foi um pouco mais exigente.
Aprendemos o verbo to be e o verbo principal; na afirmativa e na negativa.
Aplicámos depois os nossos conhecimentos em exercícios na sessão; aprendemos
também o Simple Present, realizámos alguns exercícios com frases na afirmativa e
negativa.
Aprendemos os verbos no Simple Present, alguns exercícios na afirmativa e na negativa,
realizámos vários exercícios que me foram muito úteis, pude aprender alguns temas que
conhecia e aprender outros que desconhecia, todos eles importantes para o meu futuro
enquanto técnico administrativo.
A formadora Carmem Dinora esteve sempre muito prestável para todas as dúvidas que
foram aparecendo durante a realização dos trabalhos que nos propôs.
Como evidência para colocar no PRA.
No verbo “to have”, com o auxiliar “do”, escrevemos na afirmativa e na primeira pessoa do
singular “I had”, na negativa “I didn’thave” e na interrogativa “Did I have?”.
Vimos ainda que apenas os verbos “to be” e “to have got”, não necessitam do auxiliar “do”
para realizar a interrogativa e a negativa dos verbos, todos os outros necessitam dele.
23
Para atividade integradora realizamos um glossário de traduções de português para inglês,
esse trabalho foi baseado na UFCD 0649 com palavras usadas para descrever palavras
importantes na organização de uma empresa.
De resto, continuámos a exercitar conteúdos da unidade anterior, incluindo os conteúdos
desta unidade, de uma forma mais abrangente.
Penso ter ainda um grande caminho pela frente, mas conseguirei com ajuda.
18/06/2021 -Após a saída da formadora carmem Dinora, retomamos as sessões com a
nossa nova formadora Maria Helena Mesquita, começamos por fazer uma rápida revisão
e uma ficha diagnóstico para que a formadora ficasse a conhecer as dificuldades de cada
um de nós.
Nas seguintes sessões a formadora utilizou várias fichas de trabalho para treinarmos o
nosso inglês, fizemos exercícios sobre vocabulário e sobre gramática, abordando temas
como as terminações dos verbos nos diferentes tempos.
No dia 17/06/2021.
Fizemos uma ficha QUIZ, para reforçarmos mais os nossos conhecimentos, foi bastante
agradável.
As sessões com a formadora Maria Helena, têm sido muito enriquecedoras para a
continuação das sessões deste idioma, uma vez que saber comunicar em inglês é
importante para um técnico administrativo para exercer as funções que lhe forem
designadas.
CLC LEI 1- GLOSSÁRIO INGLÊS
Proposta de Trabalho 10 - quiz 3
esta unidade de competência de CLC lei de língua estrangeira as minhas dificuldades
de interpretação de texto de comunicação foram poucas ou quase nenhumas, porque foi
uma língua que desde cedo esteve sempre em contacto comigo visto ter inglês desde o
ciclo dai a minha dificuldade inicial ser muito pouca.
Fizemos um pequeno pode cast com a nossa apresentação inicial de como nos chamamos,
de onde somos, que idade temos, e que perspetivas tínhamos em relação a formação que
está a decorrer, assistimos a pequenos vídeos de lugares, falamos também sobre palavras
que se dizem de forma parecida, mas são diferentes, falamos também da língua oficial de
vários países e daqueles que ainda manteiem o Inglês como primeira língua oficial.
24
Falamos da importância do inglês de Inglaterra e do inglês da América e do seu sotaque
totalmente diferente como por exemplo o inglês da Austrália e o seu inconfundível sotaque
muito carregado.
Ficamos também a saber uma pequena curiosidade que isabel segunda é dona de um
sexto da planície terrestre tornando-a desta forma numa das pessoas mais poderosas do
mundo, fica aqui esta curiosidade e que frança e Inglaterra pelo canal da mancha fica
apenas a 33 km de distância.
Para terminar fizemos tradução de texto do flyer da nossa empresa.
Para atividade integradora fizemos um flyer da nossa empresa.
FLYAR INGLES
25
CLC-LEC
Formadora Helena Mesquita
Inicio em 14/07/21
Final do módulo 17/01/22
50 horas
OBJETIVOS:
Competências de interpretação (ouvir/ler) com leitura e compreensão de textos e discursos
fluidos, interligando e mobilizando conhecimentos adquiridos em outros módulos de
formação; compreensão de das informações sobre tópicos gerais e específicos do
quotidiano e relacionadas com o trabalho; leitura e interpretação de textos de forma a reunir
e cruzar informações diversas.
Competências de produção (falar e escrever) com interação na língua inglesa participando
em discussões dentro das áreas abordadas, defendendo pontos de vista e opiniões;
produção e exposição de ideias e raciocínios coerentes e estruturadas; descrição de
experiências, sentimentos e acontecimentos em contexto pessoal e profissional.
esta fase de aprendizagem de CLC_LEC mais exigente abordámos diferentes e
variadas temáticas vimos por exemplo vários verbos no tempo verbal past simple: “to be”
e na primeira pessoa do singular escrevemos na afirmativa “I was”, na negativa “I Wasn’t”
e na interrogativa “Was I?”.
No verbo “to have”, escrevemos na afirmativa e na primeira pessoa do singular “I had”, na
negativa “I didn’t have” e na interrogativa “Did I have?”. (com o auxiliar did)
Vimos ainda que apenas os verbos “to be” e “to have got”, não necessitam do auxiliar “do”,
todos os outros necessitam dele para formar a negativa e a interrogativa.
Quanto aos verbos regulares, vimos que são aqueles que se enunciam juntando, conforme
as situações, “ed” ou apenas “d” e nos irregulares, como por exemplo o verbo “to do”, em
que escrevemos “did” no “past simple e no “past participle”, escrevemos “done”.
Ficámos a saber construir frases com estes verbos bem conjugados.
Aprendemos os Modal Verbs, que são verbos auxiliares que se colocam antes dos outros
verbos na forma infinitiva, e realizámos vários exercícios.
Por fim, aprendemos os verbos no futuro, e realizámos alguns exercícios na afirmativa e
na negativa.
26
Trabalhamos igualmente e de forma mais aprofundada os conteúdos da unidade anterior.
O Inglês é muito útil porque é a língua que se encontra em tudo o que é informatizado,
necessária no quotidiano (útil num supermercado, para ver um simples filme na televisão,
para facilitar o diálogo com pessoas de outras nacionalidades) ou para concorrer a uma
oferta de emprego para uma empresa sediada no estrangeiro.
Em conclusão, para um futuro enquanto técnico administrativo, todos estes conteúdos vão
ser de extrema importância, visto ser o Inglês uma língua universal e uma das mais usadas
em todo o mundo.
Com a ajuda da formadora Helena Mesquita e com realização de propostas de trabalho,
leitura de textos em inglês, debates e esforço da minha parte, consegui mais uma vez,
superar as dificuldades sentidas e devo reconhecer que tive algumas, mas felizmente com
trabalho, ajuda e dedicação da formadora tudo foi ultrapassado.
Os vários exercícios práticos dos conteúdos abordados nesta reflexão, encontram-se em
anexo ao meu PRA.
Foram atividades desenvolvidas com particular interesse visto gostar de ler e comunicar
em inglês, e sempre que pratico a leitura é mais um passo que dou na obtenção de mais
conhecimento.
Coloquei a entrevista que elaboramos para atividade integradora e outra ficha de trabalho
realizada nas sessões de CLC-LEC além de outras mais, realizadas nas sessões.
A atividade integradora realizada 22/11/21 consistiu na realização de uma entrevista
“perguntas e respostas” a um eventual candidato á função de técnico administrativo.
Foi uma atividade que gostei muito de fazer, que me poderá ajudar eventualmente se
concorrer para uma vaga de técnico administrativo para uma empresa no estrangeiro, hoje
em dia é imprescindível a língua inglesa.
08_11_21 - CLC_LEC
Administrative Interview
Proposta de trabalho nº 15
A minha apresentação e adjetivos
EX 1.pdf
EX 2.pdf
EX 3.pdf
27
0658 – Língua inglesa-comunicação administrativa inglês
Formadora - Maria dos Anjos
UFCD 50 horas
Objetivos
Aplicar os princípios da compreensão e expressão
oral e escrita em inglês; redigir documentação de
caráter administrativo na língua inglesa; aplicar o
vocabulário de atendimento na língua inglesa.
Reflexão
ste módulo de 50 horas foi muito interessante, visto ter abordado várias matérias que
me irão fazer falta num futuro emprego que venha a ter. Aprendemos a fazer uma carta
formal e informal, abordámos a forma correta de responder a um anúncio de emprego
abordámos, também, a maneira correta de efetuar um email formal e informal.
Começámos este módulo com a elaboração de vários exercícios gramaticais.
Abordei, e desta forma pude relembrar, também, o alfabeto.
Pude, também, pôr em prática alguma leitura que me fez bastante bem, visto precisar de
continuar a praticar o inglês para melhorar cada vez mais o meu vocabulário e também a
forma correta de o pronunciar.
Abordámos também o verbo (to be, have got e o simple present).
Abordámos a forma correta de nos cumprimentarmos uns aos outros, as abreviações de
acrónimos e abreviações de internet.
Traduzi uma carta de apresentação da minha empresa (atividade para o PRA e que se
encontra em anexo). Falámos, também, como executar um currículo vitae.
Penso que tive poucas dificuldades de compreensão de texto, mas relativamente à escrita
tenho ainda um bom caminho a percorrer.
Fizemos dois trabalhos de pares: um era de um cliente para uma empresa e o outro era
um pequeno diálogo com o meu colega de turma.
Fizemos vários exercícios sobre variadíssimas situações que vão surgindo no nosso dia-
a-dia profissional ou não.
Também fizemos vários exercícios para praticar o Inglês e devo confessar que precisava,
porque com o passar do tempo as coisas vão-se esquecendo e desta forma podemos
sempre recordar, e atualizar os conhecimentos.
28
A formadora Maria dos Anjos esteve sempre disponível sempre que lhe foi solicitada ajuda
para alguma questão que ia aparecendo em relação aos exercícios que íamos fazendo.
Sei que cada vez mais vou alcançar mais conhecimentos que me ajudaram no meu futuro
enquanto pessoa e profissional. 0658 presentation letter
29
0659 - língua inglesa documentação comercial
Formadora-Maria dos Anjos
50 horas
25-05-2021
Objetivos
Identificar os documentos comerciais e redigi-los em inglês.
Identificar a terminologia específica associada à atividade
comercial.
o início deste módulo começámos por fazer revisões da
matéria dada, abordámos vários conteúdos relacionados com documentação comercial,
dos quais vários glossários de terminologia específica, o que foi bastante proveitoso, pois
desconhecia estes termos técnicos usados numa empresa.
Esta matéria que abordámos, devo confessar que foi maçuda, mas é importante para um
técnico administrativo, que trabalhe ou venha a trabalhar numa empresa de
importação/exportação comercial, ou mesmo na nossa vida diária.
A maneira que a formadora Maria dos Anjos arranjou para nos motivar a aprendermos
estes conteúdos foi fazer atividades pedagógicas através de vários jogos com os glossários
de terminologia que tínhamos à disposição, fazendo uma Batalha Naval e um Quem quer
ser milionário? com os conteúdos dos glossários.
Todos eles foram momentos muito agradáveis e relaxantes, levando desta forma a um
ambiente coeso e um grupo unido.
Como atividade para o PRA fizemos a tradução de uma circular, elaborada no módulo
0656. Trabalho esse em anexo ao PRA.
0659-CIRCULAR DE COMUNICAÇÃO INTERNA INGLÊS
Quem Quer ser Milionário.docx
30
CLC7 – Fundamentos da cultura, da língua e da comunicação
esta unidade de competência CLC7, DR2, DR3, DR4
foram abordados variadíssimos temas que me fizeram refletir
muito sobre todos os conteúdos que foram desenvolvidos nas
sessões, a nível cultural, linguístico e comunicacional.
Consegui ver a grande importância da língua portuguesa na
nossa educação e sociedade, devemos respeitá-la e entendê-la de forma correta e
coerente. O português na nossa cultura vem sendo alterado com o tempo, a nossa maneira
de escrever e de o entender tem mudado, e consequentemente provoca alguma fragilidade
da nossa sociedade se exprimir. Por isso nunca é demais trabalhá-la nos diferentes
contextos.
No respeitante aos conteúdos apresentados, achei-os muito importantes para o meu
crescimento interior, fizeram-me pensar muito, e crescer muito intelectualmente, fazendo
de mim melhor pessoa e futuro profissional.
Durante estas sessões fizemos vários trabalhos sobre várias temáticas abordadas. Fiz um
trabalho sobre “Problemáticas da Contemporaneidade – O Tráfico humano” (Trabalho 1)
que me fez valorizar ainda mais a minha vida, visto que nem todos têm o direito de decidir
sobre o seu futuro. Foi um trabalho que me fez pensar muito sobre o que realmente somos,
enquanto raça humana.
Para a atividade integradora 4, e para colocar no blogue “Perfil Interpessoal do/a Técnico/a
Administrativo/a” (Trabalho 2), fiz um trabalho sobre a competência “Trabalho de Equipa”,
onde destaquei os pontos mais importantes para um bom desempenho.
Nas sessões posteriores realizei mais um trabalho, desta vez sobre a temática “Construção
da Opinião” (Trabalho 3), no qual fiz uma nova abordagem, referindo como a Opinião surge
e como influencia a sociedade. Penso que o realizei com sucesso, com motivação e com
novos conhecimentos técnicos e culturais. Tive a ajuda da formadora Esmeralda que
sempre esteve disponível para dar o seu contributo pedagógico.
Todos estes conteúdos foram de grande importância para o meu futuro tanto profissional,
como para a minha vida pessoal, tenho certeza que conseguirei ser melhor ser humano,
mais conhecedor e pensante, mais argumentativo.
31
Acrescento que todos estes conteúdos trabalhados nas atividades propostas e realizadas,
foram acompanhados e revistos pela formadora Esmeralda, e todos eles refletidos e
compreendidos.
Relativamente aos DR`s, foram cedidos os respetivos conteúdos e objetivos pela
formadora, os quais seguidamente enumero e aos quais acrescentarei em anexo, os
Trabalhos 1, 2 e 3.
DR2 – Conteúdos
- Demonstração de competências em cultura., língua e comunicação adequadas ao
contexto profissional e institucional.
Objetivos Gerais
- Reconheci a expressão linguística como elemento conetivo na relação com o outro, as
instituições e o mundo.
- Identifiquei, interpretei e redigi vários tipos de texto: Texto Informativo, Texto
Argumentativo/Opinião, Texto Literário, Texto Profissional.
- Adquiri e validei competências linguísticas como forma interventiva na construção do
nosso perfil.
Trabalho 1 - PROBLEMÁTICAS DA CONTEMPORANEIDADE
Objetivos Específicos
- Abordei o a Temática “trafico humano” como exemplo de intervenção e sensibilização na
evolução, equilíbrio e nivelamento da sociedade através da Língua enquanto forma de
expressão.
- Ajustei a Temática a experiências vivenciadas e à construção de opinião.
- Solidifiquei e redigi vários tipos de texto, distinguindo-os, demonstrando assim a respetiva
importância no contexto profissional.
ANEXOS E TRABALHOS TÉCNICO ADMINISTRATIVOCLC-1-2-3-4-5-6-7CLC-7
Anexar em PRA
DR3 – Conteúdos
- A Língua como elemento de união e intervenção cívica.
Objetivo Geral
Formulei opinião crítica, mobilizando saberes vários e competências culturais, linguísticas
e comunicacionais nos diferentes contextos, afirmando-se como sujeito ativo e criativo.
32
Trabalho 2 - PERFIL INTERPESSOAL DO/A TÉCNICO/A ADMINISTRATIVO/A
(correlação com a Atividade Integradora 4 – Blogue “Forma-te Administrativo/a”)
Objetivos específicos
- Criei o separador “Perfil Interpessoal do/a Técnico/a Administrativo/a”, como informação
sensibilizadora e caraterizadora, e com a especificação de uma competência por cada
formando, agregando-as posteriormente;
- Percecionei a complementaridade Teoria/Prática de forma integradora;
- Mobilizei competências, definindo estratégias de informação e sensibilização para efetivar
planos formativos.
Anexar em PRA
“Perfil Interpessoal do/a Técnico/a Administrativo/a”,
DR4
– Construção do pensamento crítico
- Identificação dos principais fatores que influenciam a mudança social – Os sistemas de
comunicação na construção da opinião pessoal e pública.
Objetivo Geral
- Constatei a influência da criação de informação fundamentada e respetivo impacto.
Trabalho 3 – CONSTRUÇÃO DA OPINIÃO
Específicos:
Fui capaz de apresentar os principais fatores da construção da Opinião;
- Mostrar o elemento identificativo, diferenciador e fundamentador da Opinião – Espírito
Crítico.
Anexar em PRA
CONSTRUÇÃO DA OPINIÃO
33
Formadora Susana Santos
Objetivos
Intervém de forma pertinente, convocando recursos
diversificados das dimensões cultural, linguística e
comunicacional.
O elemento – o indivíduo e projeto
22/06/2021
esta fase do CLC-7-DR-1 a formadora Susana, trouxe para a sessão um conto de
Manuel de Oliveira “sempre é uma companhia “é um conto muito interessante que fala
sobre uma pequena aldeia no Alentejo, durante o princípio dos tempos das novas
tecnologias, neste caso o conto fala de um radio que vai parar a uma aldeia, e logo muda
a vida de todos, trouce a informação aquela pequena aldeia perdida nos tempos, onde a
informação chegava a conta gotas.
De seguida realizamos um trabalho sobre novas dinâmicas de família, de interação social.
Neste trabalho tivemos que falar sobre as 3 vagas de evolução, e tivemos que falar sobre
em que vagas estivemos ligados e de que forma.
No meu caso, o meu trajeto de vida e foi mais relacionado com a segunda vaga, visto já
ter 48 anos, a minha família estava mais ligada ao trabalho, sem novas tecnologias, o meu
pai trabalhava nos tribunais de Lisboa, a minha mãe foi empregada no hospital de Santa
Maria, agora a meu ver eu estou ligado a 2ª e 3ª vagas visto já estar a viver as novas
tecnologias.
Vivi e cresci, numa família normal de classe media, nos arredores de Lisboa a minha vida
era bem mais fácil, não havia telemóveis, nem internet, tudo era bem mais fácil.
Foram tempos diferentes os que vivi, e tenho saudades.
Todos estes conteúdos vão ser todos eles de muito interesse enquanto técnico
administrativo visto ser importante termos conhecimentos de factos importantes na vida.
CLC.7 DR1-Sempre é uma companhia
CLC 7 Novas dinâmicas de família de trabalho e de interação social^
34
CLC6 - Culturas de urbanismo e mobilidade
Formadora: Esmeralda Pereira
Data 13/01/2022
36 horas Susana
13 horas Esmeralda
o que respeita a esta UC e a este DR, a
formadora cedeu os objetivos a atingir, apresentou
os conteúdos e “desafiou-nos” com a proposta de
dois trabalhos para que assim aplicássemos o que
nos foi transmitido e, principalmente, soubéssemos
como gerir posições diferenciadas, ou até opostas,
nas questões de urbanidade.
Esta reflexão vai assentar em três pontos e nos resultados por mim conseguidos:
1 – Apresentação dos objetivos cedidos pela formadora:
Objetivos gerais:
- Compreendi e soube aplicar a Língua como suporte indispensável à gestão e à
intervenção no urbanismo e na mobilidade; conheci e soube interpretar a terminologia e a
estrutura de documentos relacionados com esta temática.
Objetivos específicos:
- Fiz a leitura de folhetos informativos (exemplo: prevenção rodoviária);
- Reconheci a documentação: caderno de encargos, projeto de construção, licença de
construção, planta, mapa, carta topográfica;
- Identifiquei a estrutura de uma reclamação e de um requerimento no processo de
planeamento e construção;
- Percebi a articulação da legalidade dos documentos relativos ao Planeamento, Decreto-
Lei, Despacho, Portaria;
- Identifiquei técnicas de pesquisa, seleção e resumo síntese acerca dos sistemas de
administração territorial e das instituições relacionadas;
- Compreendi a importância das caraterísticas da expressão oral e escrita num Debate
Institucional e Público e na intervenção urbanística – com coerência e coesão;
35
2 - Trabalhos realizados:
- Elaborei o meu “Cartão Identificativo” para anexar no separador “Quem Somos” do
Blogue, “Forma-te Administrativo/a”, da Atividade Integradora final. Direcionada para a
comunidade e publico em geral e como tal interligada com a construção da vida profissional
e social numa urbe. Trabalho este que se encontra nos anexos do meu PRA.
- Realizei um outro trabalho relativo à gestão e apresentação de opiniões na intervenção
urbanística, “Coesão e Coerência” com a exposição de argumentos, a favor e contra, sobre
um tema urbanístico à escolha.
Fi-lo com o meu colega de turma David Fouque. Escolhemos o caso do “Projeto Vénus”,
relativo à criação de cidades sustentáveis. Foi interessante falar e debater sobre este tema
que já não é novo, mas que ainda suscita bastante interesse. Foi um trabalho onde
tínhamos que mostrar pontos contra e a favor. O papel que me foi atribuído foi defender
uma posição contra e assim fiquei satisfeito por ter conseguido mostrar o meu ponto de
vista. Este trabalho também se encontra nos anexos do meu PRA e foi mais um passo
dado nesta caminhada repleta de história e fascínio pela aprendizagem.
3 - Opinião sobre a metodologia adotada e resultados finais.
Esta unidade de competência de CLC6, DR3 foi mais um caminho percorrido, aprendendo
coisas novas e que me deram muito prazer fazer.
Durante este DR3, a realização de várias atividades foi, mais uma vez, bastante
interessante para o meu crescimento intelectual, como pessoa, como profissional e como
cidadão. Foi mais uma etapa repleta de coisas novas que aprendi com gosto e satisfação.
A formadora Esmeralda, interessou-se sempre por nós, cativou-me sempre e conseguiu o
meu pleno interesse na abordagem que fez, sempre que nos passava o seu conhecimento
pela História, pela Cultura e pelo Português, o qual sempre fez também questão de nos
passar corretamente.
No que me diz respeito, todos os conteúdos lecionados foram aprendizados e
interiorizados. Todos eles são conteúdos bastante importantes para um futuro técnico
administrativo que tem e deve ter conhecimentos de tudo um pouco, não só a nível
profissional como também a nível pessoal e no seu dia a dia.
Formadora Susana Santos
27-05-2021
36
esta fase da unidade de competência CLC6 DR1-2-4 , abordamos vários assuntos de
Interesse, entre eles o trabalho de onde nasci, fez-me voltar no tempo, e lembrar o sítio
onde cresci, e não ficamos por aqui, fizemos um trabalho de que adorei fazer que era falar
sobre monumentos da nossa terra natal e suas características, eu falei sobre o padrão dos
descobrimentos visto ter de ser o que estava mais perto
do local onde nasci e também o interesse histórico que ele
representa.
Fizemos um trabalho sobre equipamentos culturais onde
abordei a casa da música o museu do fado em Lisboa e o
teatro nacional de são Carlos e seus estilos arquitetónicos,
para que efeito se designava, em que ano foram construídos, após termos feito e refletido
sobre estes grandes patrimónios, falamos e fizemos um trabalho sobre espaços verdes, e
que lugares escolheríamos em vila real para por mais espaços verdes, ou remodelar
existentes, eu escolhi a senhora da conceição e Montezelos.
De seguida fizemos visita de estudo a vários lugares de interesse cultural em Vila Real,
visitamos vários museus entre eles, o museu da numismática que contem um espolio
grandioso, com inumeradíssimas moedas, casa das brocas onde viveu Camilo Castelo
Branco, de seguida visitámos os pacos do concelho, o museu da vila velha que conta um
pouco da história de Vila Real, de seguida visitámos o túmulo do escudeiro que como
desonra do que fez, foi sepultado com a espada para baixo.
Após termos feito a visita, efetuamos um trabalho sobre este percurso a rota do
administrativo, falamos sobre todos os lugares visitados.
Sinto que este módulo enquanto técnico administrativo vai-me ajudar a ter mais
conhecimento sobre lugar onde vivemos, e a ter um melhor conhecimento de tudo o que
nos rodeia.
A formadora Susana Santos esteve sempre disponível para dar o seu apoio sempre atento
as dificuldades que iam surgindo, falamos ainda de uma cultura onde as mulheres é que
mandam e têm toda a responsabilidade, todo este conteúdo é uma mais valia para o meu
crescimento enquanto pessoa todos os trabalhos elaborados estão em anexo do meu pra.
1. Trabalhos efetuados
37
3. O monumento da minha terra Natal
4. Equipamentos culturais
5. A rota do administrativo
6. Espaços verdes
CL6-DR4 -TORRE DE BELEM
CLC-6 DR3 ROTA DO ADMINISTRATIVO
clc-dr3-Características de construção dos edifícios da minha terra natal
38
CLC-5 - Cultura comunicação e media
Formadora Susana Santos
ara mim o telemóvel é sem dúvida nenhuma uma
coisa que faz parte de mim e claro do meu dia a dia.
Eu hoje em dia tenho plena consciência que
inconscientemente deixei que estas novas tecnologias
entrassem na minha vida ,e de certa forma me tornasse
dependente das suas aplicações e o que elas podem
fazer por mim ,tornando assim a minha vida mais fácil em
muitos aspetos, poder também receber o meu correio de
email, escrever SMS, enviar MMS ,entre outras coisas e é claro estar sempre contactável
com a minha família amigos e variadíssimas instituições tornando o meu acesso a tudo
muito mais rápido .
Mas claro que também tenho plena consciência que o telemóvel não é totalmente vantajoso
porque eu saio de casa, não saio de casa sem telemóvel porque sinto não estar 100%
comigo mesmo, isso é clara dependência que já não consigo viver sem este pequeno
objeto tão frágil, mas para ser totalmente honesto comigo mesmo, sei que estou errado, e
que a vida antes desta pequena maravilha, era bem mais descomplicada.
CARTA DE APRESENTAÇÃO POLÍTICA DE QUALIDADE
Formadora Susana Santos
enho vindo a reparar a importância que os media tem vindo a ter, no seu grande
crescimento e impacto que têm na minha vida, por esse motivo a dificuldade que encontrei
foi o facto de não saber gerir os sentimentos de raiva que por vezes as notícias nos fazem
chegar.
Na comunicação global vejo que as empresas adquirirem novas maneiras de criar
publicidade e fazer com que chegue ao publico em geral ajudando-me a criar uma empresa
mais sólida capaz de chegar a todos.
A publicidade também é muito importante, tive dificuldade em retratar o tipo de empresa
que pretendia.
Na apresentação oral tive dificuldade na minha postura e na maneira de chegar às pessoas,
sinto que podia ter feito melhor.
Na minha interação com o meu trabalho oral tenho que melhorar.
39
A execução de um email formal foi outra coisa que me fez crescer a nível informático,
porque nem sempre sabemos como nos dirigir as pessoas.
O saber como nos comportar sobre as variadíssimas coisas que se vão atravessando no
nosso caminho.
Em suma, acho que os conteúdos adquiridos serão importantes para o meu futuro
profissional.
O EMAIL CLC-DR3
40
Formadora Susana Santos
tempo já não é que era? Será que temos esperança no futuro?
Todos os dias me interrogo sobre isso.
Eu já não tenho avós, mas lembro-me bem do que era o respeito no passado.
O carinho que havia, o toque era especial as
pessoas eram bem diferentes.
A comunicação tem evoluído na vida de todos, mais
notoriamente para a negativa a meu ver, mas nem
tudo é mau porque as novas tecnologias vieram
também ajudar muito em muitos aspetos na saúde,
nas pessoas que não conseguem falar andar, ou
que estão privadas do mundo em seu redor, tudo é
mecanizado nos dias de hoje, e as TIC estão a revolucionar tudo no mundo atual, basta
carregar num botão e pronto está a ser feito.
A falta do toque e do carinho ao próximo está cada vez mais, afastar as pessoas do que é
saudável.
A situação pela qual estamos todos a passar no momento, o covid 19 que arruinou ainda
mais a nossa comunicação, tornando-a ainda mais distante uns dos outros.
Que saudade do passado, quando tudo era quase nada, e o nada era tudo.
Há que pensar em tudo isto, e refletirmos se a comunicação e o toque valem a pena.
Eu acho que ainda vamos a tempo, se quisermos, basta querer, claro que as novas
tecnologias vieram revolucionar o mundo, e continuaram por exemplo, na medicina nos
novos computadores que vão surgindo todos os dias.
Desta forma termino dizendo que as famílias necessitam-se reencontrar e pensar de outra
maneira e desta forma encontrarem o equilíbrio entre o saudável, o benéfico, o justo o certo
e o errado.
Formadora Susana Santos
cartoon que é apresentado na figura representa a própria tecnologia a minar mesmo
os mais idosos.
Eu não consigo visualizar os meus avôs agarrados a um computador, no nosso quotidiano,
nas grandes cidades.
41
Não só os outros, mas eu também me encontro a pensar que a própria sociedade também
parece pouco se importar se todos estão bem, se estão sós ou acompanhados, e podemos
cair no erro de pensar que não temos o mínimo de responsabilidade pelos os outros.
Claro que sim, tudo o que envolve os outros a
responsabilidade tem que ser dividida por todos, temos que
olhar uns pelos outros para um futuro muito melhor com mais
dignidade e amor uns pelos outros.
A solidão para os mais velhos é muito dolorosa e complexa e
dou por mim a pensar que mesmo eu um dia vou ser igualmente idoso o que farei eu um
dia ….Mencionando agora o outro texto que li que é o carinho expressado de um neto pela
sua ovo velhinha que a via de forma tao carinhosa e afetuosa, comparativamente da que
pensar muito ,o não ter o carinho e o ter tudo como nos mostra o 2º texto em que a idosa
tem tudo e se calhar nada tem .
O que é mais importante?
O amor ou o nada ter?
Mas ter respeito e carinho.
Trabalho refletivo efetuado pelo Alexandre referente a proposta de trabalho acima descrita
a nível refletivo.
CLC-DR3.pdf CLC-DR3-2.pdf
esta fase abordámos vários assuntos, no dia 10 de outubro fizemos uma atividade em
que tínhamos que responder a um questionário sobre as TIC no mundo do trabalho, e os
efeitos que as novas tecnologias, tais como as comunicações móveis, e a Internet teriam
efeito no quotidiano, na sociedade, nas empresas e em nós próprios.
No dia 24 de outubro, estivemos a falar de funções sintáticas tais como: predicado, sujeito,
complemento direto e complemento indireto abordamos também a classificação do sujeito,
podendo este ser: determinado ou indeterminado, sujeito nulo determinado, sujeito nulo
indeterminado sujeito.
Fizemos também uma carta de apresentação para uma empresa da missão valores e
qualidade relativamente a serviços prestados.
42
STC-7 – Fundamentos
Formadora Sónia Almeida
25 horas
4-06-21
niciámos esta unidade de competência dia 4-06-21 com uma proposta de trabalho sobre
a constituição de uma molécula, aprendemos a sua constituição.
Foi uma atividade interessante que nos fez perceber e intender a sua função. Aprendemos
que os átomos são os componentes básicos das moléculas e da matéria comum.
De seguida na continuação da temática fizemos um trabalho muito interessante sobre a
composição do BEN-U-RON, foi um trabalho onde aprendi o que é o paracetamol através
da sua composição química, que para mim a meu ver muito complexa.
No dia 11-06-2021 a formadora surpreendeu-nos com uma proposta sobre o planeta azul,
onde tínhamos que falar sobre a água e a sua importância no nosso dia a dia, e a sua
importância é grande e sem ela não conseguiríamos viver, mas o homem tende a dar cabo
de tudo, falta saber até que ponto o homem terá consciência sobre o mal que tem feito ao
longo dos anos. Falei sobre a maneira que podemos fazer para poupar água, a sua
escassez no nosso planeta.
No dia 18-06-2021 fizemos um trabalho sobre a célula e a molécula, e vimos a tabela
periódica vimos o modelo simplificado do método científico, compreendemos os
significados e as partes constituintes do átomo, da molécula e da célula.
O átomo é a menor partícula que ainda caracteriza um elemento químico. São aqueles da
tabela periódica.
Ex.: Hidrogénio molécula é a união de 2 átomos de hidrogénio.
Todos estes temas vão ser de grande importância para mim enquanto técnico
administrativo, todas estas valências adquiridas, são sempre muito importantes visto
fazerem parte da vida, de cada um de nós.
Todos os trabalhos referidos estão feitos e encontram-se em anexo para consulta.
No dia 9-07-2021 fizemos um trabalho sobre a eutanásia, devo confessar que é um tema
muito controverso, e que gerou um debate de ideias fortes com a formadora Sónia e os
meus colegas todos nós temos ideais em relação a este assunto, mas no final, quando a
43
tivemos que falar se fosse com um familiar nosso como era a nossa posição. Claro que é
um tema que choca muito e de difícil resposta.
Esta unidade de competência foi mais um passo de crescimento interno, e saber não ocupa
lugar, a formadora Sónia esteve sempre disponível para nos elucidar de alguma dúvida e
mostrou-se sempre recetiva a sugestões, o ambiente vivido nas sessões foi de
descontração e de empenho.
PT3-PROPOSTA DE TRABALHO N.º 3-
planeta azul
Constituição de uma molécula
PT5-STC 7 DNA
Formadora Ana Claúdia
12/01/2022
esta unidade de competência aprendi coisas novas como recorrer a processos e
métodos científicos para atuar em diferentes domínios da vida social.
Aprendi a Reconhecer o método científico e as suas fases do método e a saber quais são;
interpretar e aplicar conceitos chave do processo científico (ciência, método, conceito,
modelo/teoria, investigação, experimentação, lógica, conhecimento);
Compreendi o procedimento lógico aplicando a dedução e a indução – exemplificação;
Reconheci o raciocínio matemático como fundamental na construção da sociedade.
Foi um tema que tinha pouca informação, mas que a formadora nos explicou
detalhadamente, dando-nos uma visão alargada do assunto.
Deste tema fizemos um trabalho sobre o método científico e as suas fases, trabalho esse
em anexo ao meu PRA.
Foi um trabalho que me deu muito prazer fazer visto que não tinha muito conhecimento,
trabalho esse que foi feito e corrigido pela formadora.
Na continuação das sessões abordamos o tema, o dogma e as suas importâncias na nossa
sociedade e a sua controvérsia, deste tema realizamos um trabalho que consistia a partir
de uma notícia falar sobre o tema, no meu caso específico falei sobre a eutanásia, quando
o presidente Marcelo não promulgou o diploma, foi um tema que causou muita controvérsia
a nível social e mediático.
44
Muito se argumentou e debateu sobre a notícia, e cada um dos meus colegas deu a sua
opinião sobre o tema que eu escolhi.
Trabalho esse realizado no dia 13/12/2021 e está em anexo ao meu PRA “Eutanásia sem
doença fatal, o muro que separa Marcelo do Parlamento” foi um tema que causou um bom
debate de ideias entre todos os meus colegas.
Fiquei mais informado sobre estes aspetos que fazem parte do nosso quotidiano no geral
e como as pessoas reagem ao serem confrontadas com este tipo de tema e da controvérsia
que muitas vezes acarretam.
Eu achei pertinente por aqui a definição do que é argumentação, “A argumentação pode
ser definida como uma organização discursiva com características próprias que a
diferenciam de outros modos de organização de discurso, como a narração, a descrição e
a explicação.
Dentre suas características principais, a argumentação inclui a negociação de argumentos
a favor e contrários a um ponto de vista, objetivando chegar a uma conclusão.
Argumentar significa refletir sobre o que era objeto de certeza do pensamento ao ser
destacado o que é suscetível a debate”.
Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância num futuro enquanto técnico
administrativo porque poderei saber lidar melhor com a controvérsia e saber debater
melhor qualquer debate que possa surgir.
STC7, DR2, Alexandre (2)
STC-7-DR4-Alexandre-Uma situação em que tive preconceito foi
45
STC-6 - Modelos de urbanismo e mobilidade
Formadora Sónia Almeida
Início em 6-08-2021 e seu fim em 21-05-2021
niciamos esta unidade de competência com um trabalho sobre as
preocupações ambientáveis, e como poderia ser a construção da minha empresa neste
caso seria a empresa criada por mim A WONDER PC MEDIC, onde abordo as
preocupações sociais, e económica proposta essa em anexo ao meu PRA.
Outro dos temas foi os fluxos migratórios, e como se processavam as rotas migratórias, foi
um trabalho que me deu muito prazer fazer, e que me ensinou bastante, trabalho esse em
anexo ao meu PRA, fizemos um trabalho sobre o a agricultura biológica em trás os montes,
os benefícios, e os malefícios das culturas, e demos a nossa opinião, se era possível haver
culturas 100% biológicas, ou não.
Na continuação fizemos um trabalho sobre segurança rodoviária e construímos um
panfleto, PT4-STC_6 – PROPOSTA DE TRABALHO N.º 4-Modelos de Urbanismo e
Mobilidade, (Segurança rodoviária) com vários sinais de transito e alertas, foi um trabalho
informativo e que me fez também lembrar certos sinais que fazem sempre bem lembrar.
Em suma, a temática abordada neste módulo, contribuiu para melhorar, e aperfeiçoar, os
meus conhecimentos sobre o urbanismo e mobilidade e de que forma estão relacionados,
com as comunidades, e de que forma afeta a vida das populações.
Realizamos também, no âmbito da atividade integradora os questionários, PT6-STC_6 –
Modelos de Urbanismo e Mobilidade-resultado final dos inquéritos gráficos referentes as
várias situações de mobilidade em Vila Real, onde se chegou a conclusão que os acessos
as passadeiras, acessos aos bancos etc…em Vila Real, ainda estão a quem do que se
espera, de uma cidade com boa mobilidade, não só para pessoas ditas normais, sem
serem portadoras de deficiência, mas para todas as pessoas em geral.
A formadora Sónia Almeida esteve sempre disponível para nos tirar duvidas e ajudar em
todos os trabalhos efetuados durante esta unidade de competência.
Todos estes conteúdos serão de extrema importância num futuro enquanto técnico
administrativo porque são temas que de uma forma ou de outra estarão relacionados direta
ou indiretamente, com o meu futuro visto serem temas que são muitíssimo importantes e
que serão de extrema importância. STC_6 – Modelos de Urbanismo e Mobilidade Fluxos
migratórios-PROPOSTA DE TRABALHO N.º 3
46
STC_6 –PROPOSTA DE TRABALHO N.º 5- Modelos de Urbanismo e Mobilidade -
agricultura
STC_6 – Modelos de Urbanismo e Mobilidade exercício -Construção
Formadora Claúdia Pereira
24/01/2022
Evolução da pessoa enquanto interveniente na
sociedade;
- Enquanto pessoas somos influenciados pelas
instituições no âmbito da administração, segurança e
território, e outras ideias ou ideologias;
- Criação do habitat natural de acordo com a nossa evolução na sociedade, de acordo com
a nossa forma de ser;
e o que para nós é zona de conforto.
REFLEXÃO
esta unidade de competência STC6, abordámos assuntos muito importantes para a
nossa vida, e ajudou-nos a compreender muitas coisas que nem eu me tinha apercebido
de que forma as tinha vivido, são sempre temas que me suscitam interesse pessoalmente
falando.
Um tema abordado foi a evolução das pessoas enquanto interveniente na sociedade;
falamos e debatemos o nosso papel enquanto pessoas, e a nossa interação com o que
nos rodeia e o crescimento que nos trás, e que formas temos para lidarmos todos estes
assuntos.
Falamos sobre a nossa república e dos seus órgãos de soberania e suas funções perante
a sociedade, é claro que quando se fala de política é sempre complicado, porque as
opiniões diferem muito de pessoa para pessoa.
O assunto seguinte foi, Criação do habitat natural de acordo com a nossa evolução na
sociedade, de acordo com a nossa forma de ser; e o que para nós é zona de conforto.
Realizamos um trabalho sobre o nosso habitat que me fez perceber um pouco melhor o
que é o meu lar, a minha pessoa e tudo o que envolve a minha vida.
47
A minha vida não foi fácil e não tive muito conforto, mas o meu pai tudo fez para que
tivéssemos conforto e hábitos saudáveis tanto alimentares como ambientais.
A minha família foi sempre meu pilar e o meu conforto principal e o meu amparo, quando
precisei deles.
Desde de muito cedo, tive necessidade de criar coisas novas e evoluir enquanto pessoa e
ser humano.
Devido a necessidade de criar melhores hábitos para mim, resolvi que necessitava mudar
para melhor e crescer enquanto pessoa, tinha a necessidade de querer evoluir mais devido
a falta de estudos que eu não tinha, nunca consegui ter um bom emprego, mesmo tendo
vontade, acomodei-me e não procurei evoluir mais.
Depois de andar por muitos anos assim, resolvi que era tempo de evoluir para melhor e
tirei o meu 9º ano de escolaridade e não parei, ganhei necessidade de aprender mais e
melhor para dar mais sentido a minha vida.
Estou neste momento acabar o meu 12º ano de escolaridade com o curso de técnico
administrativo.
Hoje em dia tenho outro tipo de hábitos que antigamente não tinha, e desloco-me de outra
forma porque tenho carro, e tenho hábitos alimentares que antes não tinha penso que os
hábitos alimentares não são os mais adequados pois também já não vou para novo e a
saúde também já não é a melhor.
Tenho falta de ter outro tipo de vida deixar de fumar fazer exercício físico e ligar mais a
natureza visto eu ser de lisboa e viver em vila real.
Mas faz parte, também aprender com os erros que vou fazendo, ainda não é tarde para
mudar os meus hábitos, e procurar encontrar o equilíbrio do bom, e da mente sã.
Gostava de ter uma vida mais desafogada, com um propósito mais ambiental viver mais a
vida, passar mais tempo com a minha família, dar mais de mim a construção de uma
harmonia interior mais adulta e com critérios mais vantajosos.
Gostava de ver mais cinema, mais teatro, viajar pelo mundo, conhecer novas culturas, e
aprender a viver diferente sem o caos da sociedade em que vivemos.
Mas só depende de cada um de nos melhorar e aprender com o que tem, o meu objetivo
pessoal é construir um melhor conforto para a minha vida e para a minha esposa que bem
merece descansar do dia a dia que tem, para mim este é o meu habitat.
48
Todos estes conteúdos vão ser muito importantes para mim enquanto técnico
administrativo devido a importância que estes temas têm no nosso dia e compreende-los
é importante para mim, nunca é demais estar informado.
A formadora Claúdia Pereira esteve sempre disponível para nos ajudar a compreender esta
matéria tao importante, devo dizer que a sua interação com o grupo foi sempre assertiva e
coerente, tornando desta forma as sessões apelativas e de fácil compreensão.
Para finalizar digo que estes conteúdos foram interiorizados e compreendidos.
Stc-6-dr4 habitat.docx
49
STC-5 - Redes de informação e comunicação
FORMADORA SÓNIA ALMEIDA
50 HORAS
esta unidade de competência aprendemos a identificar/relacionar os meios de
comunicação que nos rodeiam.
- A evolução dos meios de comunicação em relação com a
evolução tecnológica.
- A importância dos media na construção da opinião pública. O elevado número de meios
de comunicação que existem hoje em dia permiti-nos obter informações de acontecimentos
relevantes para a sociedade quase em tempo real.
Realizamos um flyer, sobre a nossa empresa para a 1ª atividade integradora.
Visualizamos o filme paparazzi ao qual podemos tirar várias conclusões, o
poder que as revistas têm sobre as pessoas e a manipulação que fazem
sobre variadíssimos casos e as repercussões que essas notícias trazem a
vida de cada cidadão.
Outro trabalho que achei bastante interessante e que
nos faz pensar muito sobre se realmente somos donos da nossa
liberdade nas redes sociais é o que nos mostra este filme que
aconselho vivamente todas as pessoas a verem “O Círculo”.
Fizemos também um trabalho sobre: “A culpa é dos computadores”
onde tínhamos que fazer pesquisa na internet, sobre a evolução que as
máquinas têm no nosso quotidiano, e se são tão eficazes ao ponto de
nos atenderem bem, em todas as circunstâncias, por exemplo: nas
finanças, na segurança social, ou mesmo até nos correios.
No meu entender, enquanto técnico administrativo, vai ser uma maneira mais eficaz temos
mais e melhores condições de trabalho, sendo que tendo melhores materiais poderemos
fazer um melhor atendimento ao público, mas também haverá mais desemprego.
Falamos também sobre o mundo das TIC, “A importância das
novas tecnologias para as pessoas”. Na minha opinião, as TIC
foram importantes em muitas coisas, tudo hoje está envolto em
tecnologias, e cada vez mais estará na sociedade em geral,
50
trouxe-nos a facilidade com que acedemos aos serviços públicos, ajudou-nos a ter acessos
mais rápidos e mais completos, sendo também menos humano e essa parte poderá não ser
muito benéfico para quem não esta familiarizada com as TIC no seu cotidiano.
Na educação vai ser também outra vertente benéfica para quem está a começar um novo
mundo tudo é novidade e a interação será mais eficiente mais fácil e interativo, mas os
professores também vão começar a ter uma maneira diferente de dar as aulas terão
mecanismos audiovisuais para trabalharem melhor e mais rápido.
Nas empresas vai tornar o trabalho humano cada vez menos necessário visto as máquinas
e robôs inevitavelmente pouco e pouco tomaram o lugar dos humanos podendo trabalhar 24
horas sob 24horas levando ao despedimento da classe trabalhadora.
Nos transportes os carros cada vez são mais autónomos já havendo até carros que não
necessitam de condutor, tornando as pessoas mais despreocupadas podendo descansar
enquanto viajam.
No trabalho em geral criou-se tecnologias e também muito desemprego, com tudo isto
começo a pensar até onde as novas tecnologias nos vão levar.
Numa das últimas aulas com a formadora Sónia, fizemos um debate onde se dividiu a sala
em duas partes e se abordou o tema se as novas tecnologias eram boas ou más, e o pós e
contras, foi muito desafiante e motivador, as várias opiniões eram bem diversas.
No final deste módulo fizemos um vídeo sobre ética
empresarial onde tínhamos que falar sobre a ética na
nossa empresa e um cartaz onde cada um de nós pôs o
seu logotipo para apresentação no SHARK TANK, tudo
correu bem e gostei muito desta experiência.
Atividade integradora Apresentação2 STC
Em síntese penso que tudo isto vai ser muito importante na minha vida porque chego a
conclusão que todos somos diferentes, mas somos todos iguais embora a maioria das vezes
não pareça.
No parecer geral em relação a todos estes trabalhos que fiz nas aulas da formadora Sónia
sinto que tudo o que fizemos e refletimos é muito importante porque vai-nos dar um bom
impulso para lidarmos com muitas situações enquanto técnico administrativo vai-nos ajudar
a conhecermo-nos muito melhor e efetuarmos um trabalho com mais rigor e completo
fazendo-nos crescer mais enquanto pessoas, é ainda um caminho grande a percorrer, mas
com aprendizagem tudo vai ser mais fácil.
51
CP1 – liberdade e responsabilidade democráticas
Formadora: Esmeralda Pereira
7/12/2021
REFLEXÃO
esta unidade de competência abordamos os
direitos e deveres laborais e aprendemos que todo o cidadão tem o direito de protestar
quando vê os seus direitos desrespeitados.
Mas também ficamos a saber que só temos direitos se não desrespeitarmos os direitos dos
outros.
Os trabalhadores têm vários direitos a nível individual e coletivo:
- A proteção de dados pessoais; direito à igualdade no acesso ao emprego e no trabalho;
liberdade de expressão e opinião; direito à integridade física e moral e reserva da
intimidade e vida privada.
Têm como deveres:
- Respeitar e tratar o empregador, os superiores hierárquicos, os companheiros de trabalho
e as pessoas que se relacionem com a empresa, com urbanidade e probidade,
- Comparecer ao serviço com assiduidade e pontualidade, realizar o trabalho com zelo e
diligência;
- Promover ou executar os atos tendentes à melhoria da produtividade da empresa; cumprir
as prescrições sobre segurança e saúde no trabalho que decorram da lei, ou instrumento
de regulamentação coletiva de trabalho, o dever de obediência respeitante tanto a ordens
ou instruções do empregador como de superior hierárquico do trabalhador, dentro dos
poderes que por aquele lhe forem atribuídos.
Todos estes conteúdos foram de extrema importância para o meu crescimento enquanto
pessoa.
Eu enquanto trabalhador sou uma pessoa assídua e pontual e cumpro com direitos e
deveres.
Foi igualmente tratado a estrutura organizativa de um Estado Democrático, isto é, a forma
como se organiza e como se distribuem os vários tipos de poder, de intervenção e de
participação no coletivo. Assim, focamos os Órgãos de Poder Central – Presidente da
52
República, Governo; Assembleia da República, Tribunais, chamados Órgãos de
Soberania.
Também focamos o Poder Local, isto é, o poder político e administrativos das autarquias
locais.
Por fim, demonstramos a importância da participação do cidadão na vida pública e
comunitária, através de vários organismos: Associações, Sindicatos, Partidos Políticos,
entre outros, mediando e moderando desta forma os poderes instituídos, o que garante a
própria democracia.
Estes conteúdos foram por mim assimilados e penso ter conseguido adquirir mais e novas
competências, tornando-me um cidadão completo, esclarecido e interventivo.
Identifiquei-me com a metodologia adotada pela formadora.
DR2
Conteúdos - Direitos, Liberdades e garantias dos Trabalhadores:
Objetivos Gerais:
- Conhecer e assumir direitos e deveres laborais enquanto cidadão/ã ativo/a.
Objetivos Específicos:
- Conheci mecanismos reguladores dos direitos laborais, tais como: Código do Trabalho;
Organismos e Serviços de proteção; Direitos Laborais e de Mercado(económicos);
Articulação dos Direitos dos Trabalhadores, adquiridos e pretendidos com a lógica de
gestão das estruturas empresariais.
Trabalho 1 – Contrato de Trabalho
Objetivos Específicos
- Elaborei um Contrato de Trabalho com o objetivo duplo de solidificar as competências
adquiridas e para ser parte integrante no Blogue, criado para a Atividade Integradora 4,
“Forma-te Administrativo/a”, funcionando como informação de utilidade pública.
Anexo em PRA
elaboração de um contrato de trabalho Atividade Integradora
DR3 – Conteúdos
53
Democracia representativa e participada
Objetivo Geral:
- Identificar os Direitos fundamentais de um/a cidadão/ã num estado democrático
contemporâneo.
Objetivos Específicos:
- Conheci a estrutura organizativa do Estado Português: Órgãos de Soberania do Poder
Central e respetivas competências e interligação; Constituição da República Portuguesa;
Órgãos, atributos e desafios do Poder Local; Contributos do/a cidadão/ã para a construção,
promoção e defesa dos princípios democráticos; Representatividade e participação do /a
cidadão/ã.
Trabalho 2 – Atuação do Poder Local na resolução de problemas
Objetivos específicos:
- Simulei ou retratei uma situação/problema no contexto local e de proximidade,
designando o órgão competente do Poder Local mais ajustado para corresponder a uma
possível solução;
- Elaborei uma estrutura de apresentação com o solicitar de intervenção e solução,
designando os argumentos de sustentação;
- Escolhi como estrutura, e-mail/agenda de reunião.
Anexo em PRA
Trabalho de grupo elaborado por Alexandre e Flora
54
CP4 - Cidadania e Profissionalidade
Formadora Ana Claúdia
omeço esta reflexão por falar que no dia 22/07/21 começamos
as sessões de CP com a nossa nova formadora Ana Claúdia, e
fizemos uma apresentação de cada um de nós como é habitual,
fizemos também um jogo de palavras chave sobre vários temas
enquadrados na sessão.
Esta área de competência é sempre muito importante para nós enquanto pessoas, faz com
que nós vejamos as coisas de forma a conseguirmos viver em sociedade e ter plena
consciência do que é agir em conformidade com tudo o que nos rodeia, faz-nos entender
os princípios morais, éticos, fundamentais e coerentes.
Começámos por fazer um trabalho individual e eu escolhi 4 temas sendo eles Igualdade;
Tolerância; Racismo; Solidariedade, porque são temas que gosto de falar e que dão
sempre muito debate, trabalho, esse, apresentado em grupo e comentado por todos e que
consta como evidencia nos anexos ao meu PRA.
Realizei um trabalho sobre a igualdade de género, foi um trabalho que me deu muito prazer
fazer, pude pesquisar a matéria na internet e realiza-lo, fique sensibilizado com conteúdos
que fui pesquisando e faz-me pensar que ainda temos um longo caminho pela frente para
sermos justos com o nosso semelhante.
Abordamos os direitos e deveres laborais e aprendemos
que todo o cidadão tem o direito de protestar quando vê
os seus direitos desrespeitados. Mas também ficamos a
saber, que só temos direitos se respeitarmos o direito
dos outros de igual modo.
Abordamos os direitos e deveres laborais e aprendemos que todo o cidadão tem o direito
de protestar quando vê os seus direitos desrespeitados. Mas também ficamos a saber que,
só temos direitos se respeitarmos o direito dos outros. E por fim tomamos consciência do
estado do nosso planeta e das suas catástrofes ambientais. O que fazer para evitar o fim
do planeta Terra e a culpa que todos nós carregamos por ter deteriorado a nossa grande
casa.
55
Assistimos ao filme de Al Gore “Uma verdade inconveniente”,
onde confesso que fiquei chocado pela devastação a que
estamos a levar o nosso planeta. Tomei consciência que é
necessário agir rápido.
Visualizamos algumas curtas metragens de animação sobre o
tema, relação com o outro, e desta forma pude ver como
podemos evitar muitas situações desagradáveis que acontecem
no nosso dia a dia e as maneiras corretas de as resolver.
Foi muito produtiva a aprendizagem durante esta unidade. Tomei conhecimento de várias
situações que acontecem no dia-a-dia, e aprendi a como resolvê-las.
Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância para um futuro enquanto técnico
administrativo devido a sua importância que todos têm no nosso dia a dia e a importância
que representam para cada cidadão, de tudo isto a reflexão que tiro deste conteúdo é;
todos nascemos iguais e morremos iguais, só nós é que podemos decidir que tipo de
pessoa queremos ser durante a nossa existência.
processos identitários CP4-Igualdade de Género
ia 4-01-2021 iniciamos esta unidade de competência com novas temáticas, dia 17-05
realizamos um trabalho sobre as manifestações de intolerância à diferença, depois da
visualização do filme “Crash” onde podemos ver o que é o preconceito e o racismo, e até
onde nos pode levar, esta proposta de trabalho está concluída e está em anexo, abordamos
vários assuntos relacionados com valorizar a diversidade, e atuar segundo convicções
próprias, no qual fizemos uma proposta de trabalho que me deu muito gosto de realizar,
também abordámos os fluxos migratórios, e a sua importância ao longo da História e a
conclusão que tiramos é, com o passar dos anos, passamos e deixamos de ser um pais
de emigrantes, para passarmos a ser um pais de imigrantes, trabalho este em anexo .
Agora podemos dizer com rigor que o mundo é uma aldeia global com tudo aquilo que ela
tem de bom e de mau, todos estes assuntos fizeram-me pensar muito.
Dia 18-01-2021 realizamos um trabalho de grande importância onde tínhamos que nos pôr
no lugar de uma pessoa, o que poderíamos fazer, a fundamentação dos princípios de
conduta na relação com ”o outro”, o papel da deontologia na construção de uma cultural
organizacional, as políticas de inclusão, e o papel do património cultural, na construção da
identidade, foi uma atividade de grande valor, na medida em que será uma mais valia no
56
meu futuro profissional, atendendo a que à partida trabalharei com muitos “outros”, iguais
a mim em muitos pormenores inerentes à
espécie humana e dissemelhantes de mim no
que dirá respeito às vivências de cada um, à
respetiva cultura, seio familiar e social em que
desenvolveu a sua identidade e afirmou a sua
individualidade.
Desenvolvemos estes temas através da
realização de trabalhos que se encontram em anexo. O nosso dever para com o outro é
muito vasto e não podemos achar que as nossas atitudes estão sempre corretas, cada
cidadão tem o dever de ajudar e compreender o outro, pois o outro somos nós mesmos, é
na complexidade e na mudança que a identidade se afirma e constrói e é na diversidade e
tolerância dessa diversidade que o mundo se torna grandioso. Tentar estabelecer boas
relações com os outros, temos que ter a mente aberta, a novos costumes, conhecimentos,
religiões, e sabê-los respeitar, reconhecer a si próprio, e mudar se necessário, mas nunca
pela influência dos outros, porque todos nós temos valores e características que nos foram
incutidos e com a experiência da vida foram adquiridos.
Dia 26/04/2021, pôs termos regressado do confinamento, após uma exposição teórica de
reforço e revisões dos meses idos e quase esquecidos nos cadernos guardados para
atender ao desafio do confinamento que a pandemia a todos impôs, fizemos uma proposta
de trabalho sobre um pequeno vídeo de animação “Cordas”. História pequenina, mas com
grande conteúdo que nos faz pensar se agimos bem ou mal enquanto pessoas, e o que de
bom e certo podemos fazer, trabalho este que segue em anexo. Para atividade integradora
fizemos os cartazes para a exposição, abordando conteúdos transatos, interligados às
notícias da comunicação social que pesquisamos, sempre, tendo como fio condutor o
passado e o presente, a alteridade na sua complexidade.
Para futuro enquanto técnico administrativo todos estes conteúdos vão-me ajudar a
compreender o próximo, a ter mais tolerância com o próximo, tudo vai ser de extrema
importância para ter sucesso num futuro próximo, pelo menos ajudar-me-á a ver no outro
uma hipótese enriquecedora de aprender algo com ele, se for portador de outra cultura,
outra identidade trará, com certeza, compete-me aceitá-la, ou engrandece-la, de igual
modo, ensinando-lhe um pouco da minha. Afinal o mundo é díspar, diferente, heterogéneo
e efetivamente, esses traços, fazem dele belo, seguindo o lema muito usual “todos
diferentes, todos iguais”.
57
Durante esta unidade de competência penso ter adquirido uma melhor compreensão do
ser humano e do mundo ao meu redor, das mudanças que no mesmo local, na mesma
cultura, dentro do mesmo povo, o passar do tempo propiciou. Penso que, como escreveu
o poeta, “o mundo é composto de mudança” e o mercado de trabalho em que irei ingressar,
assume, sem dúvida contornos dessa mudança, aos quais tenciono adaptar-me cívica e
responsavelmente.
Formadora-Sandra Rodrigues
enho completa noção que eu não vivo sozinho, nem nunca vivi, acho
que já desde que estava no início do meu crescimento a minha
aprendizagem da vida ao meu redor já se manifestava em tudo o que
tocava ou interagia tudo era novo para mim.
Sei que os meus valores interiores foram sendo moldados pela minhas vivencias de
adolescente ganhando valores bons e também menos bons, tudo isso contribuiu para
adquirir defesas para enfrentar a vida de cabeça levantada, todas estas aprendizagens
sofreram muitas inibições para conseguir sobreviver nesta selva que chamamos mundo.
As relações que vivi com os outros enquanto ser humano e com sentimentos
diferentes fez me entender que nem sempre é fácil relacionarmo-nos com todos a nossa
volta mesmo que por vezes o façamos inconscientemente, o certo é que aceitar o que é
diferente sem julgar, sem exprimir juízos de valor nem sempre é tarefa fácil, desde logo
pelo olhar, vimos que na opinião de um escritor estudado, Amin Malouf, o olhar do outro
sobre nós pode aprisionar-nos ou libertar-nos, bem como o nosso sobre o outro, portanto,
desde logo podemos ser acolhedores ou inibidores na forma como
olhamos e somos olhados.
Neste contexto ganha especial importância a noção de
“empatia” que aprendemos, significa entender o outro, sair do
nosso ponto de vista para tentar perceber o que outro sente e
pensar o que o ouro pensa. É descentrarmos-mos das nossas
preocupações, crenças ou superstições para olhar compassivamente o outro.
Não vou deixar que o meu eu me deixe julgar os outros pela sua aparência cor ou
religião, e porque o faria? Isto será uma atitude fundamental em contexto profissional, pois
que, por certo, trabalharei em contextos diversos marcados pela diversidade cultural,
58
religiosa, entre outros. Se eu mesmo tenho as minhas diferenças, se eu mesmo tenho as
minhas próprias fobias e crenças!?
Sei que tenho muito a percorrer enquanto pessoa e sei também que quando estiver
numa situação profissional que terei que fazer por vencer e não me deixar desmerecer por
comentários que me possam denegrir ou mesmo ofender o meu intelecto fazendo sempre
por vencer, mas não a todo o custo, mas sim por mim e pelo meu esforço aí sim terei
conseguido vencer, e compreender o meio em que vivemos e teremos que viver se
queremos sobreviver na selva urbana.
Mod.CF.057.03- Proposta2 de Trabalho2 dr2
Formadora Sandra Rodrigues
esta unidade de competência que teve sensivelmente a
durabilidade de 15 horas, abordamos vários temas, desde a
herança comum a humanidade, a origem do homem as diferentes maneiras de sobrevier
encontro de culturas, e vários outros temas.
Abordámos o homem enquanto animal social, são seres que vivem em sociedade com
normas escritas e não escritas são aqueles que regulam o nosso comportamento ao nível
social familiar e profissional.
Abordamos também a harmonia social e seus modos e comportamentos desde o tempo
da Grécia antiga.
Abordámos também os princípios éticos e diretrizes que regem. abordamos também os
vários tipos de povos que habitaram ao longo do tempo as terras
e como faziam para sobreviver, fizemos também vários trabalhos
escritos sobre património cultural e nossas heranças que hoje
em dia são muito importantes
enquanto cultura e passagem
na história desde os nossos
antepassados. Tivemos
também a oportunidade de vermos a comedia “que mal fiz
eu a deus “aborda o choque de culturas e a maneira que arranjaram para ultrapassar todo
racismo que predominava nesta longa metragem que nos da uma grande lição
independentemente de ser uma engraçadíssima comedia. abordamos também um local de
sonho que gostaríamos de conhecer fazendo-nos viajar sem sair do nosso lugar falamos
também do nosso riquíssimo douro vinhateiro considerado património mundial da UNESCO
59
fazendo com que a nosso turismo seja de ótimo lugar taurisco e com bons vinhos entre
eles o famoso vinho do porto. desta forma conclui que podemos viajar para todos os lugares
sem sair do nosso conforto basta sonhar.
Foi uma DR muito interessante e cativante, espero que assim se mantenha.
60
CP5 - Globalização e cidadania mundial
Formadora Sandra Rodrigues
gualdade, diferença e organização comunitária,
atendendo ao conceito de globalização e cidadania mundial inclusiva.
Na questão da globalização trouxe diversos dilemas à sociedade e à economia, muitas
transformações surgiram, decorrentes deste fenómeno, dentro delas também o conceito
de cidadania, a ponto de se falar atualmente de uma cidadania global, o que não deixa de
ser caricato quando pensamos na origem da palavra, que remonta ao Império Romano,
conforma estudamos em tempos.
Torna-se difícil situar a origem deste fenómeno do qual não conseguimos escapar, não
obstante, ele está presente no nosso dia a dia, a vários níveis e, enquanto profissionais, é
com ele que devemos aprender a lidar de forma o mais consciente e civicamente possível.
Precisamos fazer esta preparação, ainda que só no campo da reflexão sobre o assunto.
Num mundo moderno e globalizado como o em que vivemos atualmente faria todo o
sentido que partilhemos uma humanidade comum, como tal devemos preocupar-nos e
ajudar mutuamente no sentido de cuidarmos de uma atmosfera e economia igualmente
comuns, isto é, tão equilibrada e justa, quanto possível. Assim sendo existe a necessidade
de legislação básica que seja comum a todos os seres humanos independentemente da
nacionalidade de cada um.
Porém, nem sempre possível, ou muitas vezes contornável, existe ainda a chamada
solidariedade e entre os Estados, pois que vimos já que o globo se divide em dois
hemisférios, sendo mais ou menos consensual considerar-se como mais desenvolvido
economicamente o hemisfério norte e mais carenciado o hemisfério sul. A solidariedade
deveria liga-los neste processo de erradicar a pobreza,
aliás existem organismos governamentais e não
governamentais que trabalham nesse sentido, de cooperar
entre os estados para um desenvolvimento mais
harmonioso e efetivo.
Nas sessões visualizamos episódios de um programa que foi em tempos exibido
pela televisão portuguesa, “Príncipes do nada”, apresentado por uma figura de renome, a
Catarina Furtado, daí foi possível destacar alguns exemplos de solidariedade a unirem os
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021
P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
Nome Sobrenome
 
Reflexão - CP5
Reflexão - CP5Reflexão - CP5
Reflexão - CP5
Sizes & Patterns
 
Circuito de correspondência
Circuito de correspondênciaCircuito de correspondência
Circuito de correspondência
Soraia Cardozo
 
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdfUFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
FernandoFino
 
Reflexao final
Reflexao finalReflexao final
Reflexao final
Debora Cunha
 
FT Módulo 649
FT Módulo 649FT Módulo 649
FT Módulo 649
Raquel Silva
 
Reflexão - CP1
Reflexão - CP1Reflexão - CP1
Reflexão - CP1
Sizes & Patterns
 
Reflexão - CLC7
Reflexão - CLC7 Reflexão - CLC7
Reflexão - CLC7
Sizes & Patterns
 
técnicas de Digitação
técnicas de Digitaçãotécnicas de Digitação
técnicas de Digitação
guest8e2d2a
 
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiagoCircuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
11CPTS
 
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
J P
 
Reflexão STC 7
Reflexão STC 7Reflexão STC 7
Reflexão STC 7
Raquel Silva
 
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manualOrganizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
anamuge
 
FT Módulo 622
FT Módulo 622FT Módulo 622
FT Módulo 622
Raquel Silva
 
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
MarliadeJesusTeixeir
 
Manual da ufcd 0693
Manual da ufcd 0693Manual da ufcd 0693
Manual da ufcd 0693
PascoalPascoalolivei
 
CLC 5
CLC 5CLC 5
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
Ana Brandão
 
Portefólio RVCC
Portefólio RVCCPortefólio RVCC
Portefólio RVCC
João Lima
 
STC 5
STC 5STC 5

Mais procurados (20)

UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
 
Reflexão - CP5
Reflexão - CP5Reflexão - CP5
Reflexão - CP5
 
Circuito de correspondência
Circuito de correspondênciaCircuito de correspondência
Circuito de correspondência
 
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdfUFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
UFCD 0653 - ARQUIVO – ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO.pdf
 
Reflexao final
Reflexao finalReflexao final
Reflexao final
 
FT Módulo 649
FT Módulo 649FT Módulo 649
FT Módulo 649
 
Reflexão - CP1
Reflexão - CP1Reflexão - CP1
Reflexão - CP1
 
Reflexão - CLC7
Reflexão - CLC7 Reflexão - CLC7
Reflexão - CLC7
 
técnicas de Digitação
técnicas de Digitaçãotécnicas de Digitação
técnicas de Digitação
 
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiagoCircuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
Circuito da documentação modulo 14 tatiana, monica, tiago
 
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
PRA - Portefólio Reflexivo Aprendizagens [RVCC]
 
Reflexão STC 7
Reflexão STC 7Reflexão STC 7
Reflexão STC 7
 
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manualOrganizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
Organizacao e-manutencao-do-arquivo-manual
 
FT Módulo 622
FT Módulo 622FT Módulo 622
FT Módulo 622
 
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
Ufcd 0664- introduao-aplicacoes-informaticas-de-contabilidade_1
 
Manual da ufcd 0693
Manual da ufcd 0693Manual da ufcd 0693
Manual da ufcd 0693
 
CLC 5
CLC 5CLC 5
CLC 5
 
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
183519659 manual-ufcd-6225-tecnicas-de-normalizacao-documental
 
Portefólio RVCC
Portefólio RVCCPortefólio RVCC
Portefólio RVCC
 
STC 5
STC 5STC 5
STC 5
 

Semelhante a P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021

Adm289884
Adm289884Adm289884
Adm289884
Juliana Souto
 
3-commerce nos negócios .pdf.............
3-commerce nos negócios .pdf.............3-commerce nos negócios .pdf.............
3-commerce nos negócios .pdf.............
FlvioRodrigues74
 
2011.10.26 projecto educativo
2011.10.26 projecto educativo2011.10.26 projecto educativo
2011.10.26 projecto educativo
Nuno Duarte
 
Seu próximo estágio é o sucesso!
Seu próximo estágio é o sucesso!Seu próximo estágio é o sucesso!
Seu próximo estágio é o sucesso!
William Mazza
 
Apostila contabilidade modelo para aula 1
Apostila contabilidade modelo para aula 1Apostila contabilidade modelo para aula 1
Apostila contabilidade modelo para aula 1
ThiagoCostaDeJesus
 
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
Carlos Oliveira
 
Trb estágio final (r)
Trb estágio final (r)Trb estágio final (r)
Trb estágio final (r)
Robson Bispo
 
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarinaO papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
marcelochacon81
 
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarinaO papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
marcelochacon81
 
424153 cobit
424153   cobit424153   cobit
Transição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
Transição de Carreira: De Publicitária a MassoterapeutaTransição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
Transição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
Adriana Sayuri Tomiyoshi
 
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
Joyce Prestes
 
proposições condicionais difusas modelagem difusa
proposições condicionais difusas modelagem difusaproposições condicionais difusas modelagem difusa
proposições condicionais difusas modelagem difusa
alvaro nunes de magalhaes
 
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
Douglas R R Santos
 
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docxP.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
BarbaraLuiza13
 
Tcc mba finanças e controladoria ricardo reyes
Tcc mba finanças e controladoria   ricardo reyesTcc mba finanças e controladoria   ricardo reyes
Tcc mba finanças e controladoria ricardo reyes
Ricardo Reyes
 
Ajuda t. istagio
Ajuda t. istagioAjuda t. istagio
Ajuda t. istagio
zenoferreira
 
Portaria 2864
Portaria 2864Portaria 2864
Portaria 2864
Educasat
 
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-StoreComentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
IOB News
 
Blog Como Ferramenta PedagóGica
Blog Como Ferramenta PedagóGicaBlog Como Ferramenta PedagóGica
Blog Como Ferramenta PedagóGica
GnomeKilla
 

Semelhante a P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021 (20)

Adm289884
Adm289884Adm289884
Adm289884
 
3-commerce nos negócios .pdf.............
3-commerce nos negócios .pdf.............3-commerce nos negócios .pdf.............
3-commerce nos negócios .pdf.............
 
2011.10.26 projecto educativo
2011.10.26 projecto educativo2011.10.26 projecto educativo
2011.10.26 projecto educativo
 
Seu próximo estágio é o sucesso!
Seu próximo estágio é o sucesso!Seu próximo estágio é o sucesso!
Seu próximo estágio é o sucesso!
 
Apostila contabilidade modelo para aula 1
Apostila contabilidade modelo para aula 1Apostila contabilidade modelo para aula 1
Apostila contabilidade modelo para aula 1
 
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
Plano de viabilidade econômica da implantação da empresa big fashion comfort ...
 
Trb estágio final (r)
Trb estágio final (r)Trb estágio final (r)
Trb estágio final (r)
 
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarinaO papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
 
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarinaO papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
O papel do pró emprego e prodec na geração de novos empregos em santa catarina
 
424153 cobit
424153   cobit424153   cobit
424153 cobit
 
Transição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
Transição de Carreira: De Publicitária a MassoterapeutaTransição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
Transição de Carreira: De Publicitária a Massoterapeuta
 
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
A Avaliação de Desemprenho Contribui para o Desenvolvimento Profissional e Pe...
 
proposições condicionais difusas modelagem difusa
proposições condicionais difusas modelagem difusaproposições condicionais difusas modelagem difusa
proposições condicionais difusas modelagem difusa
 
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
TCC - ANÁLISE DE UMA CARTEIRA DE AÇÕES DA PETROBRÁS UTILIZANDO A VENDA COBERT...
 
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docxP.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
P.R.A ALEXANDRE TORRES-tecnico de ação educativa.docx
 
Tcc mba finanças e controladoria ricardo reyes
Tcc mba finanças e controladoria   ricardo reyesTcc mba finanças e controladoria   ricardo reyes
Tcc mba finanças e controladoria ricardo reyes
 
Ajuda t. istagio
Ajuda t. istagioAjuda t. istagio
Ajuda t. istagio
 
Portaria 2864
Portaria 2864Portaria 2864
Portaria 2864
 
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-StoreComentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
Comentários às Novas Regras Contábeis - 5ª edição | IOB e-Store
 
Blog Como Ferramenta PedagóGica
Blog Como Ferramenta PedagóGicaBlog Como Ferramenta PedagóGica
Blog Como Ferramenta PedagóGica
 

Último

Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

P.R.A ALEXANDRE TORRES-ATUALIZADO-30-06-2021

  • 2. 2 conteúdo conteúdo ........................................................................................................... 2 Autobiografia.................................................................................................... 4 0653 - Arquivo................................................................................................... 7 6225 -técnicas de normalização documental................................................. 8 0654-ficheiros de contatos-organização e manutenção ............................... 9 0649 - estrutura e comunicação organizacional.......................................... 10 0661 - Circuito documental na organização................................................. 11 0656-técnicas documentais de língua portuguesa...................................... 12 0704 - Atendimento - técnicas de comunicação.......................................... 14 0677- Recursos humanos – processos de recrut, seleção e admissão .... 16 0651 - Técnicas de digitação......................................................................... 18 0755 - Processador de texto-funcionalidades avançadas .......................... 19 1602 - Gestão de reclamações e conflitos com clientes e fornecedores .. 20 CLC LEI ........................................................................................................... 22 CLC-LEC.......................................................................................................... 25 0658 – Língua inglesa-comunicação administrativa inglês........................ 27 0659 - língua inglesa documentação comercial .......................................... 29 CLC7 – Fundamentos da cultura, da língua e da comunicação................. 30 CLC6 - Culturas de urbanismo e mobilidade............................................... 34 CLC-5 - Cultura comunicação e media......................................................... 38 STC-7 – Fundamentos ................................................................................... 42 STC-6 - Modelos de urbanismo e mobilidade.............................................. 45 STC-5 - Redes de informação e comunicação............................................. 49 CP1 – liberdade e responsabilidade democráticas ..................................... 51 CP4 - Cidadania e Profissionalidade ............................................................ 54 CP5 - Globalização e cidadania mundial...................................................... 60 0571 - Aplicações informáticas de gestão - área comercial ....................... 66 0695 - Gestão informatizada de documentos .............................................. 67 0755 - Processador de texto e funcionalidades avançadas ....................... 68 0571 - Aplicações informáticas de gestão ................................................... 69 0672 - Gestão económica das compras ....................................................... 70 0668 - Ficheiros de armazém e contas correntes........................................ 71 0563 - Legislação comercial.......................................................................... 73 0658 - Comunicação administrativa inglês .................................................. 74
  • 3. 3 0659 - Língua inglesa - documentação comercial....................................... 76 6223 - Direito aplicado às empresas............................................................. 77 0670 - Contrato de compra e venda.............................................................. 78 6227 - Tributação das pessoas coletivas - IRC............................................ 80 0666 - Noções básicas de fiscalidade e impostos sobre o consumo........ 84 0678 - Recursos humanos processamento de vencimentos...................... 88 0676 - Legislação fiscal na função pessoal ................................................. 90 6216 - Modelos de demonstrações financeiras ........................................... 92 6214 - SNC-sistema de normalização de contabilística .............................. 96 6222 - Introdução ao código de contas ........................................................ 98 0673 - Controlo de tesouraria...................................................................... 100 0674 - Função pessoal – legislação laboral ............................................... 102 0664 - Aplicações informáticas de contabilidade...................................... 104 8600 - Competências empreendedoras e téc de procura de emprego .... 106 6736 – Recursos humanos-relatório único ................................................ 108 8534 - Sistema de segurança social ........................................................... 112 Formação pratica em contexto de trabalho ............................................... 114
  • 4. 4 Autobiografia asci no belo ano 1972, no dia 11 de setembro, na freguesia de São Sebastião da Pedreira. Nasci às 23 horas, no hospital particular de Lisboa, pesava 3kg 950 gramas e foi-me dado o nome de Paulo Alexandre Pereira Torres, nome esse dado em honra de São Paulo. Era um bebé chorão e mamava muito. Tive um nascimento através de fórceps, o que causou bastantes dores de parto à minha mãe. Durante o meu crescimento, tive várias complicações, chegando mesmo a estar internado, nos cuidados de neonatologia, devido a ter complicações de desidratação, estando a minha vida em risco a certa altura, mas felizmente tudo acabou em bem. Tive uma infância normal, cresci na época pós 25 de abril, passei a minha infância em vários lugares, devido à profissão do meu pai, que procurava melhor vida, para a família, mas tive uma infância feliz, e normal, fazendo tudo o que uma criança normal fazia, jogava ao berlinde, ao pião, e a apanhada. Tive uma adolescência feliz, e posso dizer que foi dos melhores tempos da minha vida. Tive uma adolescência cheia de coisas boas, muitas namoradas, e aprendi muito, tendo muita liberdade. Fui tendo trabalhos esporádicos, desde restauração, cafés, estudei à noite tendo conseguindo completar o 5ºano, o 6ºano viria a completar anos depois. Não fiz serviço militar, ficando livre por excesso de contingente, o que até foi uma ótima oportunidade, visto que me tinha casado há bem pouco tempo, e não queria deixar a minha esposa. Pouco tempo depois de sair da escola, comecei então a trabalhar, para conseguir ter o meu próprio dinheiro. Desde cedo a minha preferência sempre foi a área de informática, a qual me despertava curiosidade comecei a ter bastante vontade de seguir por esse caminho, que foi sendo atribulado, e também adiado, até que por volta dos meus 25 anos, consegui concluir o meu primeiro curso de computadores, usando o sistema operacional MS-DOS.
  • 5. 5 Era um mundo novo, estava na década de 1990, tudo era diferente, vivi uma adolescência cheia de coisas boas, fiz várias amizades, e fui assistindo à evolução dos equipamentos tecnológicos. Os primeiros microcomputadores começavam a surgir, e com eles a minha admiração, e a imaginação acerca do que poderia fazer, com a maravilha, das novas tecnologias. A Família sempre esteve presente, e foi-me apoiando sempre da melhor maneira possível. Passados alguns anos e várias profissões, desde jardineiro, taxista, transportes, cargas e descargas, motorista, estivador na Alemanha, até que percebi, que precisava acabar os meus estudos, precisava ficar realizado, foi então que conheci a consultua, fiz o meu 9º ano no processo “RVCC”. Contudo, sabia que ainda me faltava um passo, fazer o meu 12º ano e tirar o curso de técnico administrativo, o qual me encontro a frequentar, e que me fez crescer muito como pessoa, como ser humano, e o mais importante, ter um curso na mão, que me fara, abrir muitas portas na vida. Tenho que valorizar esta grande oportunidade, ter muito orgulho em mim e nas pessoas que me ajudaram a concretizar este projeto de vida, não vou enumerar, porque seriam muitas, mas em especial à minha esposa, à minha mãe e ao meu falecido pai que, sempre fizeram de tudo, para que eu concluísse esta etapa, e a toda a equipa consultua, que desde cedo, me ajudou a traçar o meu caminho. O meu muito obrigado de coração um bem-haja a todos e o meu grandessíssimo obrigado. RETORNO A FORMAÇÃO PRESENCIAL APÓS CONFINAMENTO 12/6/2021 É bom estar de volta às aulas presenciais, do curso de técnico administrativo na consultua, rever os colegas do qual já tinha saudades, de rever os formadores, estar de volta a sala de aula, voltar ao ritmo diário que já tanto tinha falta. Mas, o medo reside em mim, o medo deste vírus, que veio para nos dificultar a vida, e é renitente em nos deixar. No caso das dificuldades que enfrentei durante a fase de confinamento foi perder o ritmo diário que já tinha adquirido, e foi difícil voltar a ter, visto ter passado quase 3 meses. As oportunidades que surgiram foi o facto de poder estar mais em família, de refletir mais sobre o meu futuro, e o que ambiciono para mim, o confinamento também teve frutos relativamente ao usar programas informáticos que antes não tinha usado tal como o zoom. É bom estar de volta, sentir-me útil. Este confinamento deixou marcas a todos nós, e a mim pessoalmente, mas temos que continuar em frente, e não baixar os braços.
  • 6. 6 Agora devo reconhecer que tem sido proveitoso toda esta aprendizagem diária que aqui vou fazendo, tem sido duro, mas propus-me a finalizar esta etapa da minha vida e não vou baixar os braços.
  • 7. 7 0653 - Arquivo Formadora Diana Oliveira 25 horas Objetivos Identificar e aplicar as regras de funcionamento do arquivo, de acordo com as técnicas de tratamento de informação documental. este módulo de 25 horas aprendi as funcionalidades de um arquivo, aprendi as suas funções, como saber onde será os melhores locais e condições onde guardar o arquivo. Abordamos que existem vários tipos de arquivo e como os atualizar. Fiquei mais esclarecido nos sistemas de arquivo, as suas vantagens e desvantagens e as várias unidades de conservação que eu muitas desconhecia, aprendi imenso com os métodos de classificação. Abordamos também qual o papel importante que um arquivista tem, e o trabalho que desempenha numa empresa, como na sua vida. Fiquei com mais conhecimentos em arquivo e plano de arquivo e também as novas tecnologias em arquivo como: a utilidade do informático na gestão da documentação. Foi muito produtivo e esclarecedora a explicação detalhada que a formadora Diana nos deu estando sempre pronta ajudar e a explicar sempre que necessitávamos. Num futuro próximo num trabalho que venha a ter, este modulo vai ser importante no meu dia a dia. Fiquei a entender que tudo o que envolve manter um arquivo organizado do trabalho, mas facilita a sua busca. Fizemos um trabalho em Excel como ordenar geograficamente os nossos fornecedores. Trabalho esse que ficara em anexo ao meu PRA FICHEIRO CONTACTOS COLABORADORES.
  • 8. 8 6225 -técnicas de normalização documental Formadora Diana Oliveira 25 horas 17-06-2020 Objetivos: Reconhecer e aplicar as normas documentais ara mim este modulo foi muito importante porque nos ensinou muito sobre normalização documental e as maneiras de as organizar mais facilmente. Este módulo foi muito prático e de consulta, pois os seus principais objetivos foram identificar e aplicar as normas documentais. Os conteúdos aplicados, foram os seguintes: Normalização: Principais normas - NP5; NP9; NP950.Tipo de letra, Marginação; Entrelinhamento e espaçamento; centragem vertical horizontal. Técnicas de Elaboração de um Documento: Conceito e funções dos documentos; Classificação dos documentos; Tipos de documentos: - Textos e relatórios; Cartas/ofícios; Sobrescrito; Atas; convocatórias; etc. Aprendemos também a fazer uma carta formal com aviso de ressecação dirigida a uma empresa mostrando o desagrado relativo ao atraso da mesma no cumprimento do acordado no pedido. Depois de concluído o módulo, posso dizer que já sei distinguir e aplicar as normas, embora só com muita prática é que se consegue fazer na perfeição, os trabalhos práticos efetuados nas aulas foram fundamentais pra nossa experiência. Este módulo, para um Técnico Administrativo e não só, é muito importante, pois qualquer pessoa que esteja a trabalhar num escritório, independentemente da sua função deve conhecê-las e usá-las no seu dia-a-dia. Para atividade integradora fizemos um ofício trabalho esse que se encontra em anexo. ofício
  • 9. 9 0654-ficheiros de contatos-organização e manutenção Formadora Diana Oliveira 25 horas 15-09-2020 Objetivos • Identificar, executar e gerir ficheiros. este módulo tive oportunidade de conhecer uma nova forma de fazer um ficheiro de contatos de clientes e fornecedores, fazer trabalhos em Excel como fazer os vários tipos ficheiros. Aprendi também a fazer uma recolha de dados mais formal na internet de maneira a conseguir criar a minha própria lista de fornecedores para a empresa que tenho vindo a criar desde o início. Devo reconhecer que este módulo não foi difícil de interiorizar. Abordámos a maneira de organizar ficheiros por secção ou em massa num determinado disco rígido ou em diferentes sistemas operacionais. Falamos também do CRM da fidelização de clientes de maneira a conhecer e a fornecer melhores serviços aos nossos clientes de maneira a fideliza-los e prestar-lhes um serviço de qualidade. Abordámos também o risco de abandono de clientes e o valor de cada cliente. Finalizando o módulo 0654 vai-me ser muito útil enquanto técnico administrativo para ter sempre uma lista de fornecedores atualizada e ajudar a ganhar tempo no dia a dia de uma empresa, sinto que o caminho a percorrer ainda é muito, mas foi mais um passo dado no bom caminho. Para o meu PRA realizamos uma lista de contactos de FICHEIROS DE CONTACTOS DE FORNECEDORES
  • 10. 10 0649 - estrutura e comunicação organizacional Formadora Diana Oliveira 50 horas 2-07-2020 Objetivos Classificar a organização. Interpretar a estrutura organizacional. Reconhecer os princípios da comunicação organizacional. Identificar e caracterizar as funções internas à organização. Definir conceitos de qualidade este módulo de Estrutura e Comunicação Organizacional, fiquei com alguns conhecimentos adquiridos em: Conceitos e tipos de Organização em que a organização de uma empresa, traduz-se na coordenação entre os vários recursos e que existem três tipos de organização, a organização documental, a da divisão do trabalho e a do controlo de execução. O conceito de Empresa, que visa a organização de vários recursos combinados entre si, para atingirem um determinado objetivo, a satisfação dos clientes, bem como o interesses e necessidades dos mercados, os elementos que a constituem são o admirativo, financeiro, recursos humanos, comercial, marketing, produção e aprovisionamento; noção de qualidade que passam pela satisfação do cliente pelas vertentes de qualidade, pela certificação e pelos princípios de qualidade. Também falamos na análise “SWOT” e a sua importância numa empresa o gestor ganhar maior compreensão do que se passa em torno do seu negócio, de modo a delinear as iniciativas mais adequadas com ajuda da sua equipe. Classificamos também a Organização quanto à atividade: o sector primário, sector secundário e terciário, quanto à dimensão, desde micro a grandes empresas, e quanto à propriedade, se é pública ou privada. A Comunicação Organizacional, onde abordamos os seus intervenientes, tipos de comunicação, da formal, a informal, escrita e oral; regras e efeitos que vai desde a clareza da mensagem ao suscitar interesse. As minhas dificuldades da matéria adquirida, não foram muitas apenas na parte dos organogramas, tive algumas dúvidas, mas logo foram esclarecidas pela formadora Diana de Oliveira. Organograma
  • 11. 11 0661 - Circuito documental na organização Formadora Diana Oliveira 5-07-2020 OBJETIVOS Identificar os tipos de documentos existentes na organização, quer internos, quer externos. plicar as normas internas do tratamento do correio recebido e do expedido. Utilizar adequadamente os equipamentos associados ao circuito documental. Com este módulo aprendi os vários tipos de correspondência e como esta se classifica interna e externa, como se organiza em termos de prioridades dentro de uma empresa. Abordámos os diferentes tipos de documentos contabilísticos de compras e vendas e guias de remessa, faturas, notas de crédito e recibos. Nas empresas foi destacado os documentos enviados a clientes, fornecedores, bancos, fisco, segurança social. Em relação aos documentos comerciais destacámos catálogos, orçamentos, e também pedidos de orçamentos a outras empresas, abordamos também documentos bancários tais como extratos de conta, notas de despesas notas de transferências notificações e ofícios. Falamos também o que é um circuito documental e como é o seu processamento. Fizemos um trabalho para atividade integradora acerca do circuito documental da correspondência recebida. Este módulo foi muito proveitoso e fez-me crescer muito, num futuro enquanto técnico administrativo vai-me ajudar a na organização documental dentro de uma empresa e desta forma a rentabilizar mais o tempo. 0661 -CIRCUITO DOCUMENTAL NA ORGANIZAÇÃO- DECUMENTOS EXTERNOS
  • 12. 12 0656-técnicas documentais de língua portuguesa Formadora Diana Oliveira Data- 22/6/2021 50 horas Objetivos Aplicar as regras de comunicação escrita na organização. Aplicar as técnicas de elaboração da documentação interna e externa. ste módulo foi muito enriquecedor relativamente ao que abordamos nesta ufcd. Começamos por dar a comunicação interna falando e aprendendo sobre a pontuação e entoação usada nas interrogações, sinais de pontuação, tais como marcadores de pausa, e sua importância para um bom entendimento do português, onde os marcadores de pausa são importantíssimos para um texto ser bem interpretado. Outro ponto que foi abordado foi, a maneira correta para falar em público, a importância de ter uma autoestima e autoconfiança, resultando desta forma ter mais capacidade de liderança, mais responsabilidade, mais autonomia e iniciativa. Outra matéria abordada foi a função de uma circular uniformizada e para que servia. Esta é utilizada numa empresa para informar os seus colaboradores. Abordamos a maneira correta de a fazer, o que deve conter, bem como a linguagem a ser utilizada. • Deve ter: cabeçalho ou timbre; • Número de controle; • Data; • Destinatário; • Referencia invocação ou vocativo; • Conteúdo; • Saudação final; • Assinatura; Aprendemos também o que era uma comunicação interna estratégica, e para que serve, e seus benefícios e princípios. Abordamos a ata de reunião, onde tivemos que redigir uma, que no caso foi a calendarização de férias para o mês de agosto e para quem se destinava. Igualmente, verificamos um livro de atas, onde vimos a sua utilidade.
  • 13. 13 Durante as aulas tivemos momentos de descontração quando a formadora Diana Oliveira nos presenteou com vários trava línguas para treinarmos a nossa dicção, que nos fez entender que o português tem o seu encanto quando lido com trava línguas. Na sessão do dia 17 de junho de 21 foi-nos proposto pela formadora Diana a elaboração de um relatório de gestão, baseado numa empresa que criamos que serviu de base e orientação para a execução do trabalho proposto. Para atividade integradora realizamos, uma circular interna onde abordamos os tópicos referentes a mesma, atividade essa que esta anexada nos meus documentos, todos estes conteúdos vão ser importantes enquanto técnico administrativo, porque tudo o que tenha haver com português, sua pontuação, e sua maneira de ser empregue, são sempre preciosos dando-nos ferramentas úteis para um futuro administrativo. Para trabalhos para o PRA elaboramos uma ata de uma reunião, e um relatório. CIRCULAR DE COMUNICAÇÃO INTERNA
  • 14. 14 0704 - Atendimento - técnicas de comunicação Formadora Diana Oliveira 25 horas 21/12/2021 Objetivos: Aplicar técnicas de comunicação em situação de atendimento de publico em diferentes contextos REFLEXÃO oi uma UFCD, em que muito se falou e escreveu sobre o atendimento. O atendimento é o ato de acolher, receber, apresentar e esclarecer. Com este módulo, reconheci e adquiri técnicas de atendimento ao cliente, como por exemplo, a nossa apresentação física. Este é um ponto muito importante, pois devemos ter sempre uma apresentação impecável e de acordo com as nossas funções, devemos manter sempre uma postura responsável e dedicada. Abordámos também as diferenças entre atendimento ao público, presencial e não presencial, como resolver situações complexas com o cliente, linguagem e como deve ser o tom de voz. Este módulo foi muito importante não só para o meu caso enquanto técnico administrativo, que vai ter que lidar com clientes, fornecedores, entidade patronal, etc.…. Em relação às reclamações, o cliente valoriza a confiança, a rapidez, a competência, e a atenção que é dispensada ao seu caso. Por vezes é muito difícil lidarmos com alguns clientes, pois podem não são fáceis de lidar, porque também “mexem” com a nossa personalidade e sentimentos. Realizamos uma simulação prática de Gestão de uma reclamação. Esta tarefa serviu para termos uma ideia prática do que pode acontecer. Neste caso prático simulamos uma situação de um cliente que veio fazer uma reclamação de um computador que tinha adquirido há cerca de 1 mês e meio e que tinha avariado. Foram criadas várias situações diferentes para demonstrar aquela situação, foi um momento de descontração entre todos nós. Esta simulação foi com a colega Flora e comigo, deu para perceber que neste ramo por vezes não é fácil manter a calma. Para trabalhos para o PRA realizei um panfleto no Publisher com técnicas de atendimento, trabalho esse em anexo ao meu PRA.
  • 15. 15 Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância para futuro profissional enquanto técnico administrativo e pessoal, quero salientar que a formadora Diana Oliveira esteve sempre disponível para nos elucidar de todos os aspetos ou dúvidas que foram surgindo durante as sessões. atendimento-técnicas
  • 16. 16 0677- Recursos humanos – processos de recrut, seleção e admissão Formadora-Diana Oliveira 25 horas 2/11/2021 Objetivos: Executar tarefas de apoio administrativo ao recrutamento, seleção e admissão de pessoal. Reflexão esta UFCD obtive muitos conhecimentos importantes, na área dos recursos humanos para a área de um Técnico Administrativo, e não só, o recrutamento e a seleção são muito importantes para uma empresa, muitas vezes é o técnico administrativo que recolhe as cartas de apresentação, efetua a marcação de entrevistas e efetua o primeiro contacto com os candidatos. também falamos sobre as diferenças entre selecionar e o que é recrutar. Ficamos a saber como se preenche uma candidatura a uma vaga numa empresa, também ficamos a saber, quais são os documentos necessários para concorrer a uma vaga de trabalho numa empresa, são necessários cartão de contribuinte, o número da segurança social, o número do cartão de cidadão e um currículo bem preenchido, e devem constar todos os elementos na sua carreira, quanto mais bem preenchido estiver melhor, mais informação a empresa tem para conhecer o novo membro. Também abordamos o manual de acolhimento, que é fornecido logo de início ao trabalhador quando vai integrar numa nova empresa, esse manual de acolhimento é um conjunto de informação que vai ajudar trabalhador a integrar-se melhor no seu novo local de trabalho. Aprendemos a fazer um fluxograma de recrutamento, e um plano anual de formação, para uma empresa, foram conteúdos todos eles de grande importância, ajudou-me a compreender melhor como todo o processo se concretiza, aprendemos várias técnicas de recrutamento e a maneira correta de as fazer.
  • 17. 17 A formadora Diana Oliveira esteve sempre disponível para nos esclarecer em todas as dúvidas que foram surgindo. Todos estes conteúdos vão ser de grande importância para um futuro técnico administrativo que deve estar informado e formado para melhor desempenhar as suas funções. Todos estes conteúdos foram atingidos e interiorizados, mas é uma matéria que está sempre em atualização, quanto mais bem preparado estiver melhor para mim, gostei bastante deste módulo pois trata-se de um conteúdo muito importante e útil profissionalmente. Para trabalhos para o meu PRA realizamos, um fluxograma e um plano de formação, certificado de formação interna, uma minuta do certificado interno de formação e uma minuta de descrição de funções. CERTIFICADO DE FORMAÇÃO INTERNA FLUXOGRAMA DE RECRUTAMENTO PLANO DE FORMAÇÃO ANUAL
  • 18. 18 0651 - Técnicas de digitação Formadora Ana Sofia Pereira 25 horas om este módulo aprendi as Regras de posicionamento, o mobiliário adequado: cadeira e monitor, a Posição correta dos dedos sobre o teclado, a Distribuição dos dedos pelo teclado na fila guia, superior, inferior e numérico. Aprendi os vários tipos de teclado existentes e as Funções especificas das teclas com ou sem comandos desta forma aprendi que as posições corretas de utilizar os equipamentos informáticos depende não só dos próprios equipamentos, mas também de os sabermos utilizar da melhor forma, tornado assim a nossa vida mais fácil e também do que nos rodeia porque a nossa saúde ergonómica, tem que ser saudável, e usada corretamente. Aprendi também a usar todos os dedos corretamente num teclado a cada passo que fui dando neste módulo senti que cresci aprendi muito mais do que pensava, que sabia, na vida estamos sempre aprender, este módulo vai-me ser útil enquanto técnico administrativo porque se souber usar bem o teclado de um computador, vai fazer com que eu tenha uma melhor postura ergonómica, e a saber usar ao dedos corretamente num teclado de computador fazendo desta forma que tenha mais rendimento num posto de trabalho. Para o PRA digitámos e formatámos a carta de apresentação da política de qualidade realizada na UFCD 0649. Política DE QUALIDADE WUNDER PC MEDIC carta de proposta de emprego trabalho técnicas de digitação
  • 19. 19 0755 - Processador de texto-funcionalidades avançadas Formadora Ana Sofia Pereira 25 horas Objetivos Automatizar tarefas de edição e elaboração de documentos. fetuar impressões em série. Elaborar e utilizar macros e formulários. Neste módulo aprendemos a utilizar modelos de documento existentes no office, a criar modelos novos e inseri-los no como modelos no word para futuras utilizações. Desta forma este tipo de documentos vai-me ajudar a ganhar tempo, e sendo assim estando a trabalhar numa empresa vai-me ser muito útil. Criámos diferentes modelos de documentos e utilizámos modelos existentes. Vamos também aprender a utilizar a ferramenta de impressão em série, que nos vai permitir imprimir por exemplo uma carta com vários destinatários sem escrever os nomes e as moradas individualmente, porque vamos utilizar uma pequena base de dados. Vamos também criar diferentes formulários e aprender a utilizar as macros. Estas ferramentas são muito úteis num futuro enquanto técnico administrativo porque nos poupam trabalho, maximizando assim o nosso trabalho. Para o PRA formatámos um ofício FT8 -FORMULARIO FT4-Envelopes Alexandre
  • 20. 20 1602 - Gestão de reclamações e conflitos com clientes e fornecedores Formadora: Ana Sofia Pereira 50 horas 14/01/2022 Objetivo (s): Gerir reclamações e conflitos com clientes e fornecedores. conteúdo desta UFCD foi muito interessante porque toda a informação retida é importante no nosso futuro enquanto técnico administrativo. No nosso dia a dia, vamos estar em contato diário com pessoas, nomeadamente com clientes e fornecedores e desta forma ajudar na resolução de problemas pessoais. A nossa receção tem um grande impacto nos clientes que se podem encontrar descontentes ou menos recetivos e muito desconfiados no momento da reclamação ou do atendimento. No papel do atendimento ao público, primeiro devemos pensar como seria se estivéssemos no papel do cliente, e só assim poderemos saber qual a melhor forma de resolver qualquer problema que possa vir a surgir. A comunicação é um fator importante, e verificamos que todos nós comunicamos, ou de uma forma verbal ou não verbal, aprendemos também que devemos efetuar uma escuta ativa na comunicação e que a nossa postura e linguagem corporal é fundamental para a resolução dos conflitos. Aprendemos também que existem diferentes estilos comunicacionais, como o agressivo, passivo, manipulador e assertivo. Ao sermos confrontados por um cliente ou fornecedor com uma reclamação, é importante conseguirmos resolver com calma, sempre com positivismo, simpatia e uma boa comunicação para quem nos está a ouvir. Temos de ter um grande controlo das nossas emoções para lidar com as diferentes situações que possam surgir.
  • 21. 21 Temos de saber como reagir, caso contrário será bastante difícil resolver a situação positivamente, o principal objetivo é que as duas partes se entendam e não entrem em conflitos desnecessários. Nem sempre é possível agradar a todos as reclamações, até porque nem sempre são fundamentadas, mas temos de fazer o nosso melhor, para que ambas as partes saiam a ganhar. Falamos também nos diferentes estilos de gestão do conflito, como o passivo, assertivo e o agressivo. Este módulo demonstrou ser bastante útil na nossa vida social, como também na vida profissional. Eu já trabalhei no atendimento ao público e já tinha alguns conhecimentos sobre este tema. Neste módulo consegui aprofundar mais e melhor, e tornei-me, na minha opinião mais eficiente na resolução das situações menos boas que possa vir a ter que lidar. Durante este módulo foi feito um debate, “Prós e Contras”, muito interessante sobre dois temas que geraram muita controvérsia. O grupo foi dividido em 2 pequenos grupos, com recurso a sorteio. Uns seriam dos pros e a outra parte contra. Os temas abordados foram a vacinação e o aborto. Iniciamos desta forma, um debate de ideias que cada grupo tinha que defender com afinco independentemente de alguns de nós nem serem dessa opinião. Foi muito interessante, ver como o grupo conseguiu debater com interesse e afinco uma coisa em que muitos nem acreditavam e conseguir demonstrar que quando bem defendido, o quão convincentes conseguimos ser. Realizamos um guião de resolução de conflitos, onde tínhamos que enumerar situações a evitar, e a melhor maneira de os resolver, trabalho esse, realizado para atividade integradora e que se encontra anexo ao meu PRA. Nesta UFCD também demos apoio na realização do Blog “forma-te administrativo”, para a atividade integradora, onde também debatemos os conteúdos a serem postos no blog. A formadora Ana Sofia esteve sempre disponível para nos ajudar em todas as dúvidas que foram surgindo ao longo das sessões, desta forma concluo a minha reflexão deste módulo dizendo que todas as minhas dificuldades foram superadas e atingi todos os objetivos propostos. Guião de sugestões para resolução de conflitos
  • 22. 22 CLC LEI Formadora Cármen Dinora 18/06/2021 este começo depois de termos vindo das férias de verão foi reconfortante voltar a ter esta vertente do inglês visto ser uma parte da formação que gosto muito e também porque temos uma explicação detalhada sobre o que vamos dando. Tivemos um exercício que consistia na apresentação de um colega de turma, tivemos que fazer um diálogo com ele no meu caso foi a Liliana e foi muito bom pôr em prática o meu inglês falado neste caso acho que não tive dificuldades em ler o trabalho para a turma e sinto que estou a descobrir novas coisas que já tinha algum esquecimento. Também abordámos os termos “greetings” foi um dia muito produtivo. Na sessão seguinte falamos do verbo to be, da construção de frases no presente também fizemos construção de frases na negativa usando o verbo TO BE. Abordámos também o verbo to be na negativa e na interrogativa, abordamos também o verbo to do. Nesta continuação da UFCD de LEI, a aprendizagem foi um pouco mais exigente. Aprendemos o verbo to be e o verbo principal; na afirmativa e na negativa. Aplicámos depois os nossos conhecimentos em exercícios na sessão; aprendemos também o Simple Present, realizámos alguns exercícios com frases na afirmativa e negativa. Aprendemos os verbos no Simple Present, alguns exercícios na afirmativa e na negativa, realizámos vários exercícios que me foram muito úteis, pude aprender alguns temas que conhecia e aprender outros que desconhecia, todos eles importantes para o meu futuro enquanto técnico administrativo. A formadora Carmem Dinora esteve sempre muito prestável para todas as dúvidas que foram aparecendo durante a realização dos trabalhos que nos propôs. Como evidência para colocar no PRA. No verbo “to have”, com o auxiliar “do”, escrevemos na afirmativa e na primeira pessoa do singular “I had”, na negativa “I didn’thave” e na interrogativa “Did I have?”. Vimos ainda que apenas os verbos “to be” e “to have got”, não necessitam do auxiliar “do” para realizar a interrogativa e a negativa dos verbos, todos os outros necessitam dele.
  • 23. 23 Para atividade integradora realizamos um glossário de traduções de português para inglês, esse trabalho foi baseado na UFCD 0649 com palavras usadas para descrever palavras importantes na organização de uma empresa. De resto, continuámos a exercitar conteúdos da unidade anterior, incluindo os conteúdos desta unidade, de uma forma mais abrangente. Penso ter ainda um grande caminho pela frente, mas conseguirei com ajuda. 18/06/2021 -Após a saída da formadora carmem Dinora, retomamos as sessões com a nossa nova formadora Maria Helena Mesquita, começamos por fazer uma rápida revisão e uma ficha diagnóstico para que a formadora ficasse a conhecer as dificuldades de cada um de nós. Nas seguintes sessões a formadora utilizou várias fichas de trabalho para treinarmos o nosso inglês, fizemos exercícios sobre vocabulário e sobre gramática, abordando temas como as terminações dos verbos nos diferentes tempos. No dia 17/06/2021. Fizemos uma ficha QUIZ, para reforçarmos mais os nossos conhecimentos, foi bastante agradável. As sessões com a formadora Maria Helena, têm sido muito enriquecedoras para a continuação das sessões deste idioma, uma vez que saber comunicar em inglês é importante para um técnico administrativo para exercer as funções que lhe forem designadas. CLC LEI 1- GLOSSÁRIO INGLÊS Proposta de Trabalho 10 - quiz 3 esta unidade de competência de CLC lei de língua estrangeira as minhas dificuldades de interpretação de texto de comunicação foram poucas ou quase nenhumas, porque foi uma língua que desde cedo esteve sempre em contacto comigo visto ter inglês desde o ciclo dai a minha dificuldade inicial ser muito pouca. Fizemos um pequeno pode cast com a nossa apresentação inicial de como nos chamamos, de onde somos, que idade temos, e que perspetivas tínhamos em relação a formação que está a decorrer, assistimos a pequenos vídeos de lugares, falamos também sobre palavras que se dizem de forma parecida, mas são diferentes, falamos também da língua oficial de vários países e daqueles que ainda manteiem o Inglês como primeira língua oficial.
  • 24. 24 Falamos da importância do inglês de Inglaterra e do inglês da América e do seu sotaque totalmente diferente como por exemplo o inglês da Austrália e o seu inconfundível sotaque muito carregado. Ficamos também a saber uma pequena curiosidade que isabel segunda é dona de um sexto da planície terrestre tornando-a desta forma numa das pessoas mais poderosas do mundo, fica aqui esta curiosidade e que frança e Inglaterra pelo canal da mancha fica apenas a 33 km de distância. Para terminar fizemos tradução de texto do flyer da nossa empresa. Para atividade integradora fizemos um flyer da nossa empresa. FLYAR INGLES
  • 25. 25 CLC-LEC Formadora Helena Mesquita Inicio em 14/07/21 Final do módulo 17/01/22 50 horas OBJETIVOS: Competências de interpretação (ouvir/ler) com leitura e compreensão de textos e discursos fluidos, interligando e mobilizando conhecimentos adquiridos em outros módulos de formação; compreensão de das informações sobre tópicos gerais e específicos do quotidiano e relacionadas com o trabalho; leitura e interpretação de textos de forma a reunir e cruzar informações diversas. Competências de produção (falar e escrever) com interação na língua inglesa participando em discussões dentro das áreas abordadas, defendendo pontos de vista e opiniões; produção e exposição de ideias e raciocínios coerentes e estruturadas; descrição de experiências, sentimentos e acontecimentos em contexto pessoal e profissional. esta fase de aprendizagem de CLC_LEC mais exigente abordámos diferentes e variadas temáticas vimos por exemplo vários verbos no tempo verbal past simple: “to be” e na primeira pessoa do singular escrevemos na afirmativa “I was”, na negativa “I Wasn’t” e na interrogativa “Was I?”. No verbo “to have”, escrevemos na afirmativa e na primeira pessoa do singular “I had”, na negativa “I didn’t have” e na interrogativa “Did I have?”. (com o auxiliar did) Vimos ainda que apenas os verbos “to be” e “to have got”, não necessitam do auxiliar “do”, todos os outros necessitam dele para formar a negativa e a interrogativa. Quanto aos verbos regulares, vimos que são aqueles que se enunciam juntando, conforme as situações, “ed” ou apenas “d” e nos irregulares, como por exemplo o verbo “to do”, em que escrevemos “did” no “past simple e no “past participle”, escrevemos “done”. Ficámos a saber construir frases com estes verbos bem conjugados. Aprendemos os Modal Verbs, que são verbos auxiliares que se colocam antes dos outros verbos na forma infinitiva, e realizámos vários exercícios. Por fim, aprendemos os verbos no futuro, e realizámos alguns exercícios na afirmativa e na negativa.
  • 26. 26 Trabalhamos igualmente e de forma mais aprofundada os conteúdos da unidade anterior. O Inglês é muito útil porque é a língua que se encontra em tudo o que é informatizado, necessária no quotidiano (útil num supermercado, para ver um simples filme na televisão, para facilitar o diálogo com pessoas de outras nacionalidades) ou para concorrer a uma oferta de emprego para uma empresa sediada no estrangeiro. Em conclusão, para um futuro enquanto técnico administrativo, todos estes conteúdos vão ser de extrema importância, visto ser o Inglês uma língua universal e uma das mais usadas em todo o mundo. Com a ajuda da formadora Helena Mesquita e com realização de propostas de trabalho, leitura de textos em inglês, debates e esforço da minha parte, consegui mais uma vez, superar as dificuldades sentidas e devo reconhecer que tive algumas, mas felizmente com trabalho, ajuda e dedicação da formadora tudo foi ultrapassado. Os vários exercícios práticos dos conteúdos abordados nesta reflexão, encontram-se em anexo ao meu PRA. Foram atividades desenvolvidas com particular interesse visto gostar de ler e comunicar em inglês, e sempre que pratico a leitura é mais um passo que dou na obtenção de mais conhecimento. Coloquei a entrevista que elaboramos para atividade integradora e outra ficha de trabalho realizada nas sessões de CLC-LEC além de outras mais, realizadas nas sessões. A atividade integradora realizada 22/11/21 consistiu na realização de uma entrevista “perguntas e respostas” a um eventual candidato á função de técnico administrativo. Foi uma atividade que gostei muito de fazer, que me poderá ajudar eventualmente se concorrer para uma vaga de técnico administrativo para uma empresa no estrangeiro, hoje em dia é imprescindível a língua inglesa. 08_11_21 - CLC_LEC Administrative Interview Proposta de trabalho nº 15 A minha apresentação e adjetivos EX 1.pdf EX 2.pdf EX 3.pdf
  • 27. 27 0658 – Língua inglesa-comunicação administrativa inglês Formadora - Maria dos Anjos UFCD 50 horas Objetivos Aplicar os princípios da compreensão e expressão oral e escrita em inglês; redigir documentação de caráter administrativo na língua inglesa; aplicar o vocabulário de atendimento na língua inglesa. Reflexão ste módulo de 50 horas foi muito interessante, visto ter abordado várias matérias que me irão fazer falta num futuro emprego que venha a ter. Aprendemos a fazer uma carta formal e informal, abordámos a forma correta de responder a um anúncio de emprego abordámos, também, a maneira correta de efetuar um email formal e informal. Começámos este módulo com a elaboração de vários exercícios gramaticais. Abordei, e desta forma pude relembrar, também, o alfabeto. Pude, também, pôr em prática alguma leitura que me fez bastante bem, visto precisar de continuar a praticar o inglês para melhorar cada vez mais o meu vocabulário e também a forma correta de o pronunciar. Abordámos também o verbo (to be, have got e o simple present). Abordámos a forma correta de nos cumprimentarmos uns aos outros, as abreviações de acrónimos e abreviações de internet. Traduzi uma carta de apresentação da minha empresa (atividade para o PRA e que se encontra em anexo). Falámos, também, como executar um currículo vitae. Penso que tive poucas dificuldades de compreensão de texto, mas relativamente à escrita tenho ainda um bom caminho a percorrer. Fizemos dois trabalhos de pares: um era de um cliente para uma empresa e o outro era um pequeno diálogo com o meu colega de turma. Fizemos vários exercícios sobre variadíssimas situações que vão surgindo no nosso dia- a-dia profissional ou não. Também fizemos vários exercícios para praticar o Inglês e devo confessar que precisava, porque com o passar do tempo as coisas vão-se esquecendo e desta forma podemos sempre recordar, e atualizar os conhecimentos.
  • 28. 28 A formadora Maria dos Anjos esteve sempre disponível sempre que lhe foi solicitada ajuda para alguma questão que ia aparecendo em relação aos exercícios que íamos fazendo. Sei que cada vez mais vou alcançar mais conhecimentos que me ajudaram no meu futuro enquanto pessoa e profissional. 0658 presentation letter
  • 29. 29 0659 - língua inglesa documentação comercial Formadora-Maria dos Anjos 50 horas 25-05-2021 Objetivos Identificar os documentos comerciais e redigi-los em inglês. Identificar a terminologia específica associada à atividade comercial. o início deste módulo começámos por fazer revisões da matéria dada, abordámos vários conteúdos relacionados com documentação comercial, dos quais vários glossários de terminologia específica, o que foi bastante proveitoso, pois desconhecia estes termos técnicos usados numa empresa. Esta matéria que abordámos, devo confessar que foi maçuda, mas é importante para um técnico administrativo, que trabalhe ou venha a trabalhar numa empresa de importação/exportação comercial, ou mesmo na nossa vida diária. A maneira que a formadora Maria dos Anjos arranjou para nos motivar a aprendermos estes conteúdos foi fazer atividades pedagógicas através de vários jogos com os glossários de terminologia que tínhamos à disposição, fazendo uma Batalha Naval e um Quem quer ser milionário? com os conteúdos dos glossários. Todos eles foram momentos muito agradáveis e relaxantes, levando desta forma a um ambiente coeso e um grupo unido. Como atividade para o PRA fizemos a tradução de uma circular, elaborada no módulo 0656. Trabalho esse em anexo ao PRA. 0659-CIRCULAR DE COMUNICAÇÃO INTERNA INGLÊS Quem Quer ser Milionário.docx
  • 30. 30 CLC7 – Fundamentos da cultura, da língua e da comunicação esta unidade de competência CLC7, DR2, DR3, DR4 foram abordados variadíssimos temas que me fizeram refletir muito sobre todos os conteúdos que foram desenvolvidos nas sessões, a nível cultural, linguístico e comunicacional. Consegui ver a grande importância da língua portuguesa na nossa educação e sociedade, devemos respeitá-la e entendê-la de forma correta e coerente. O português na nossa cultura vem sendo alterado com o tempo, a nossa maneira de escrever e de o entender tem mudado, e consequentemente provoca alguma fragilidade da nossa sociedade se exprimir. Por isso nunca é demais trabalhá-la nos diferentes contextos. No respeitante aos conteúdos apresentados, achei-os muito importantes para o meu crescimento interior, fizeram-me pensar muito, e crescer muito intelectualmente, fazendo de mim melhor pessoa e futuro profissional. Durante estas sessões fizemos vários trabalhos sobre várias temáticas abordadas. Fiz um trabalho sobre “Problemáticas da Contemporaneidade – O Tráfico humano” (Trabalho 1) que me fez valorizar ainda mais a minha vida, visto que nem todos têm o direito de decidir sobre o seu futuro. Foi um trabalho que me fez pensar muito sobre o que realmente somos, enquanto raça humana. Para a atividade integradora 4, e para colocar no blogue “Perfil Interpessoal do/a Técnico/a Administrativo/a” (Trabalho 2), fiz um trabalho sobre a competência “Trabalho de Equipa”, onde destaquei os pontos mais importantes para um bom desempenho. Nas sessões posteriores realizei mais um trabalho, desta vez sobre a temática “Construção da Opinião” (Trabalho 3), no qual fiz uma nova abordagem, referindo como a Opinião surge e como influencia a sociedade. Penso que o realizei com sucesso, com motivação e com novos conhecimentos técnicos e culturais. Tive a ajuda da formadora Esmeralda que sempre esteve disponível para dar o seu contributo pedagógico. Todos estes conteúdos foram de grande importância para o meu futuro tanto profissional, como para a minha vida pessoal, tenho certeza que conseguirei ser melhor ser humano, mais conhecedor e pensante, mais argumentativo.
  • 31. 31 Acrescento que todos estes conteúdos trabalhados nas atividades propostas e realizadas, foram acompanhados e revistos pela formadora Esmeralda, e todos eles refletidos e compreendidos. Relativamente aos DR`s, foram cedidos os respetivos conteúdos e objetivos pela formadora, os quais seguidamente enumero e aos quais acrescentarei em anexo, os Trabalhos 1, 2 e 3. DR2 – Conteúdos - Demonstração de competências em cultura., língua e comunicação adequadas ao contexto profissional e institucional. Objetivos Gerais - Reconheci a expressão linguística como elemento conetivo na relação com o outro, as instituições e o mundo. - Identifiquei, interpretei e redigi vários tipos de texto: Texto Informativo, Texto Argumentativo/Opinião, Texto Literário, Texto Profissional. - Adquiri e validei competências linguísticas como forma interventiva na construção do nosso perfil. Trabalho 1 - PROBLEMÁTICAS DA CONTEMPORANEIDADE Objetivos Específicos - Abordei o a Temática “trafico humano” como exemplo de intervenção e sensibilização na evolução, equilíbrio e nivelamento da sociedade através da Língua enquanto forma de expressão. - Ajustei a Temática a experiências vivenciadas e à construção de opinião. - Solidifiquei e redigi vários tipos de texto, distinguindo-os, demonstrando assim a respetiva importância no contexto profissional. ANEXOS E TRABALHOS TÉCNICO ADMINISTRATIVOCLC-1-2-3-4-5-6-7CLC-7 Anexar em PRA DR3 – Conteúdos - A Língua como elemento de união e intervenção cívica. Objetivo Geral Formulei opinião crítica, mobilizando saberes vários e competências culturais, linguísticas e comunicacionais nos diferentes contextos, afirmando-se como sujeito ativo e criativo.
  • 32. 32 Trabalho 2 - PERFIL INTERPESSOAL DO/A TÉCNICO/A ADMINISTRATIVO/A (correlação com a Atividade Integradora 4 – Blogue “Forma-te Administrativo/a”) Objetivos específicos - Criei o separador “Perfil Interpessoal do/a Técnico/a Administrativo/a”, como informação sensibilizadora e caraterizadora, e com a especificação de uma competência por cada formando, agregando-as posteriormente; - Percecionei a complementaridade Teoria/Prática de forma integradora; - Mobilizei competências, definindo estratégias de informação e sensibilização para efetivar planos formativos. Anexar em PRA “Perfil Interpessoal do/a Técnico/a Administrativo/a”, DR4 – Construção do pensamento crítico - Identificação dos principais fatores que influenciam a mudança social – Os sistemas de comunicação na construção da opinião pessoal e pública. Objetivo Geral - Constatei a influência da criação de informação fundamentada e respetivo impacto. Trabalho 3 – CONSTRUÇÃO DA OPINIÃO Específicos: Fui capaz de apresentar os principais fatores da construção da Opinião; - Mostrar o elemento identificativo, diferenciador e fundamentador da Opinião – Espírito Crítico. Anexar em PRA CONSTRUÇÃO DA OPINIÃO
  • 33. 33 Formadora Susana Santos Objetivos Intervém de forma pertinente, convocando recursos diversificados das dimensões cultural, linguística e comunicacional. O elemento – o indivíduo e projeto 22/06/2021 esta fase do CLC-7-DR-1 a formadora Susana, trouxe para a sessão um conto de Manuel de Oliveira “sempre é uma companhia “é um conto muito interessante que fala sobre uma pequena aldeia no Alentejo, durante o princípio dos tempos das novas tecnologias, neste caso o conto fala de um radio que vai parar a uma aldeia, e logo muda a vida de todos, trouce a informação aquela pequena aldeia perdida nos tempos, onde a informação chegava a conta gotas. De seguida realizamos um trabalho sobre novas dinâmicas de família, de interação social. Neste trabalho tivemos que falar sobre as 3 vagas de evolução, e tivemos que falar sobre em que vagas estivemos ligados e de que forma. No meu caso, o meu trajeto de vida e foi mais relacionado com a segunda vaga, visto já ter 48 anos, a minha família estava mais ligada ao trabalho, sem novas tecnologias, o meu pai trabalhava nos tribunais de Lisboa, a minha mãe foi empregada no hospital de Santa Maria, agora a meu ver eu estou ligado a 2ª e 3ª vagas visto já estar a viver as novas tecnologias. Vivi e cresci, numa família normal de classe media, nos arredores de Lisboa a minha vida era bem mais fácil, não havia telemóveis, nem internet, tudo era bem mais fácil. Foram tempos diferentes os que vivi, e tenho saudades. Todos estes conteúdos vão ser todos eles de muito interesse enquanto técnico administrativo visto ser importante termos conhecimentos de factos importantes na vida. CLC.7 DR1-Sempre é uma companhia CLC 7 Novas dinâmicas de família de trabalho e de interação social^
  • 34. 34 CLC6 - Culturas de urbanismo e mobilidade Formadora: Esmeralda Pereira Data 13/01/2022 36 horas Susana 13 horas Esmeralda o que respeita a esta UC e a este DR, a formadora cedeu os objetivos a atingir, apresentou os conteúdos e “desafiou-nos” com a proposta de dois trabalhos para que assim aplicássemos o que nos foi transmitido e, principalmente, soubéssemos como gerir posições diferenciadas, ou até opostas, nas questões de urbanidade. Esta reflexão vai assentar em três pontos e nos resultados por mim conseguidos: 1 – Apresentação dos objetivos cedidos pela formadora: Objetivos gerais: - Compreendi e soube aplicar a Língua como suporte indispensável à gestão e à intervenção no urbanismo e na mobilidade; conheci e soube interpretar a terminologia e a estrutura de documentos relacionados com esta temática. Objetivos específicos: - Fiz a leitura de folhetos informativos (exemplo: prevenção rodoviária); - Reconheci a documentação: caderno de encargos, projeto de construção, licença de construção, planta, mapa, carta topográfica; - Identifiquei a estrutura de uma reclamação e de um requerimento no processo de planeamento e construção; - Percebi a articulação da legalidade dos documentos relativos ao Planeamento, Decreto- Lei, Despacho, Portaria; - Identifiquei técnicas de pesquisa, seleção e resumo síntese acerca dos sistemas de administração territorial e das instituições relacionadas; - Compreendi a importância das caraterísticas da expressão oral e escrita num Debate Institucional e Público e na intervenção urbanística – com coerência e coesão;
  • 35. 35 2 - Trabalhos realizados: - Elaborei o meu “Cartão Identificativo” para anexar no separador “Quem Somos” do Blogue, “Forma-te Administrativo/a”, da Atividade Integradora final. Direcionada para a comunidade e publico em geral e como tal interligada com a construção da vida profissional e social numa urbe. Trabalho este que se encontra nos anexos do meu PRA. - Realizei um outro trabalho relativo à gestão e apresentação de opiniões na intervenção urbanística, “Coesão e Coerência” com a exposição de argumentos, a favor e contra, sobre um tema urbanístico à escolha. Fi-lo com o meu colega de turma David Fouque. Escolhemos o caso do “Projeto Vénus”, relativo à criação de cidades sustentáveis. Foi interessante falar e debater sobre este tema que já não é novo, mas que ainda suscita bastante interesse. Foi um trabalho onde tínhamos que mostrar pontos contra e a favor. O papel que me foi atribuído foi defender uma posição contra e assim fiquei satisfeito por ter conseguido mostrar o meu ponto de vista. Este trabalho também se encontra nos anexos do meu PRA e foi mais um passo dado nesta caminhada repleta de história e fascínio pela aprendizagem. 3 - Opinião sobre a metodologia adotada e resultados finais. Esta unidade de competência de CLC6, DR3 foi mais um caminho percorrido, aprendendo coisas novas e que me deram muito prazer fazer. Durante este DR3, a realização de várias atividades foi, mais uma vez, bastante interessante para o meu crescimento intelectual, como pessoa, como profissional e como cidadão. Foi mais uma etapa repleta de coisas novas que aprendi com gosto e satisfação. A formadora Esmeralda, interessou-se sempre por nós, cativou-me sempre e conseguiu o meu pleno interesse na abordagem que fez, sempre que nos passava o seu conhecimento pela História, pela Cultura e pelo Português, o qual sempre fez também questão de nos passar corretamente. No que me diz respeito, todos os conteúdos lecionados foram aprendizados e interiorizados. Todos eles são conteúdos bastante importantes para um futuro técnico administrativo que tem e deve ter conhecimentos de tudo um pouco, não só a nível profissional como também a nível pessoal e no seu dia a dia. Formadora Susana Santos 27-05-2021
  • 36. 36 esta fase da unidade de competência CLC6 DR1-2-4 , abordamos vários assuntos de Interesse, entre eles o trabalho de onde nasci, fez-me voltar no tempo, e lembrar o sítio onde cresci, e não ficamos por aqui, fizemos um trabalho de que adorei fazer que era falar sobre monumentos da nossa terra natal e suas características, eu falei sobre o padrão dos descobrimentos visto ter de ser o que estava mais perto do local onde nasci e também o interesse histórico que ele representa. Fizemos um trabalho sobre equipamentos culturais onde abordei a casa da música o museu do fado em Lisboa e o teatro nacional de são Carlos e seus estilos arquitetónicos, para que efeito se designava, em que ano foram construídos, após termos feito e refletido sobre estes grandes patrimónios, falamos e fizemos um trabalho sobre espaços verdes, e que lugares escolheríamos em vila real para por mais espaços verdes, ou remodelar existentes, eu escolhi a senhora da conceição e Montezelos. De seguida fizemos visita de estudo a vários lugares de interesse cultural em Vila Real, visitamos vários museus entre eles, o museu da numismática que contem um espolio grandioso, com inumeradíssimas moedas, casa das brocas onde viveu Camilo Castelo Branco, de seguida visitámos os pacos do concelho, o museu da vila velha que conta um pouco da história de Vila Real, de seguida visitámos o túmulo do escudeiro que como desonra do que fez, foi sepultado com a espada para baixo. Após termos feito a visita, efetuamos um trabalho sobre este percurso a rota do administrativo, falamos sobre todos os lugares visitados. Sinto que este módulo enquanto técnico administrativo vai-me ajudar a ter mais conhecimento sobre lugar onde vivemos, e a ter um melhor conhecimento de tudo o que nos rodeia. A formadora Susana Santos esteve sempre disponível para dar o seu apoio sempre atento as dificuldades que iam surgindo, falamos ainda de uma cultura onde as mulheres é que mandam e têm toda a responsabilidade, todo este conteúdo é uma mais valia para o meu crescimento enquanto pessoa todos os trabalhos elaborados estão em anexo do meu pra. 1. Trabalhos efetuados
  • 37. 37 3. O monumento da minha terra Natal 4. Equipamentos culturais 5. A rota do administrativo 6. Espaços verdes CL6-DR4 -TORRE DE BELEM CLC-6 DR3 ROTA DO ADMINISTRATIVO clc-dr3-Características de construção dos edifícios da minha terra natal
  • 38. 38 CLC-5 - Cultura comunicação e media Formadora Susana Santos ara mim o telemóvel é sem dúvida nenhuma uma coisa que faz parte de mim e claro do meu dia a dia. Eu hoje em dia tenho plena consciência que inconscientemente deixei que estas novas tecnologias entrassem na minha vida ,e de certa forma me tornasse dependente das suas aplicações e o que elas podem fazer por mim ,tornando assim a minha vida mais fácil em muitos aspetos, poder também receber o meu correio de email, escrever SMS, enviar MMS ,entre outras coisas e é claro estar sempre contactável com a minha família amigos e variadíssimas instituições tornando o meu acesso a tudo muito mais rápido . Mas claro que também tenho plena consciência que o telemóvel não é totalmente vantajoso porque eu saio de casa, não saio de casa sem telemóvel porque sinto não estar 100% comigo mesmo, isso é clara dependência que já não consigo viver sem este pequeno objeto tão frágil, mas para ser totalmente honesto comigo mesmo, sei que estou errado, e que a vida antes desta pequena maravilha, era bem mais descomplicada. CARTA DE APRESENTAÇÃO POLÍTICA DE QUALIDADE Formadora Susana Santos enho vindo a reparar a importância que os media tem vindo a ter, no seu grande crescimento e impacto que têm na minha vida, por esse motivo a dificuldade que encontrei foi o facto de não saber gerir os sentimentos de raiva que por vezes as notícias nos fazem chegar. Na comunicação global vejo que as empresas adquirirem novas maneiras de criar publicidade e fazer com que chegue ao publico em geral ajudando-me a criar uma empresa mais sólida capaz de chegar a todos. A publicidade também é muito importante, tive dificuldade em retratar o tipo de empresa que pretendia. Na apresentação oral tive dificuldade na minha postura e na maneira de chegar às pessoas, sinto que podia ter feito melhor. Na minha interação com o meu trabalho oral tenho que melhorar.
  • 39. 39 A execução de um email formal foi outra coisa que me fez crescer a nível informático, porque nem sempre sabemos como nos dirigir as pessoas. O saber como nos comportar sobre as variadíssimas coisas que se vão atravessando no nosso caminho. Em suma, acho que os conteúdos adquiridos serão importantes para o meu futuro profissional. O EMAIL CLC-DR3
  • 40. 40 Formadora Susana Santos tempo já não é que era? Será que temos esperança no futuro? Todos os dias me interrogo sobre isso. Eu já não tenho avós, mas lembro-me bem do que era o respeito no passado. O carinho que havia, o toque era especial as pessoas eram bem diferentes. A comunicação tem evoluído na vida de todos, mais notoriamente para a negativa a meu ver, mas nem tudo é mau porque as novas tecnologias vieram também ajudar muito em muitos aspetos na saúde, nas pessoas que não conseguem falar andar, ou que estão privadas do mundo em seu redor, tudo é mecanizado nos dias de hoje, e as TIC estão a revolucionar tudo no mundo atual, basta carregar num botão e pronto está a ser feito. A falta do toque e do carinho ao próximo está cada vez mais, afastar as pessoas do que é saudável. A situação pela qual estamos todos a passar no momento, o covid 19 que arruinou ainda mais a nossa comunicação, tornando-a ainda mais distante uns dos outros. Que saudade do passado, quando tudo era quase nada, e o nada era tudo. Há que pensar em tudo isto, e refletirmos se a comunicação e o toque valem a pena. Eu acho que ainda vamos a tempo, se quisermos, basta querer, claro que as novas tecnologias vieram revolucionar o mundo, e continuaram por exemplo, na medicina nos novos computadores que vão surgindo todos os dias. Desta forma termino dizendo que as famílias necessitam-se reencontrar e pensar de outra maneira e desta forma encontrarem o equilíbrio entre o saudável, o benéfico, o justo o certo e o errado. Formadora Susana Santos cartoon que é apresentado na figura representa a própria tecnologia a minar mesmo os mais idosos. Eu não consigo visualizar os meus avôs agarrados a um computador, no nosso quotidiano, nas grandes cidades.
  • 41. 41 Não só os outros, mas eu também me encontro a pensar que a própria sociedade também parece pouco se importar se todos estão bem, se estão sós ou acompanhados, e podemos cair no erro de pensar que não temos o mínimo de responsabilidade pelos os outros. Claro que sim, tudo o que envolve os outros a responsabilidade tem que ser dividida por todos, temos que olhar uns pelos outros para um futuro muito melhor com mais dignidade e amor uns pelos outros. A solidão para os mais velhos é muito dolorosa e complexa e dou por mim a pensar que mesmo eu um dia vou ser igualmente idoso o que farei eu um dia ….Mencionando agora o outro texto que li que é o carinho expressado de um neto pela sua ovo velhinha que a via de forma tao carinhosa e afetuosa, comparativamente da que pensar muito ,o não ter o carinho e o ter tudo como nos mostra o 2º texto em que a idosa tem tudo e se calhar nada tem . O que é mais importante? O amor ou o nada ter? Mas ter respeito e carinho. Trabalho refletivo efetuado pelo Alexandre referente a proposta de trabalho acima descrita a nível refletivo. CLC-DR3.pdf CLC-DR3-2.pdf esta fase abordámos vários assuntos, no dia 10 de outubro fizemos uma atividade em que tínhamos que responder a um questionário sobre as TIC no mundo do trabalho, e os efeitos que as novas tecnologias, tais como as comunicações móveis, e a Internet teriam efeito no quotidiano, na sociedade, nas empresas e em nós próprios. No dia 24 de outubro, estivemos a falar de funções sintáticas tais como: predicado, sujeito, complemento direto e complemento indireto abordamos também a classificação do sujeito, podendo este ser: determinado ou indeterminado, sujeito nulo determinado, sujeito nulo indeterminado sujeito. Fizemos também uma carta de apresentação para uma empresa da missão valores e qualidade relativamente a serviços prestados.
  • 42. 42 STC-7 – Fundamentos Formadora Sónia Almeida 25 horas 4-06-21 niciámos esta unidade de competência dia 4-06-21 com uma proposta de trabalho sobre a constituição de uma molécula, aprendemos a sua constituição. Foi uma atividade interessante que nos fez perceber e intender a sua função. Aprendemos que os átomos são os componentes básicos das moléculas e da matéria comum. De seguida na continuação da temática fizemos um trabalho muito interessante sobre a composição do BEN-U-RON, foi um trabalho onde aprendi o que é o paracetamol através da sua composição química, que para mim a meu ver muito complexa. No dia 11-06-2021 a formadora surpreendeu-nos com uma proposta sobre o planeta azul, onde tínhamos que falar sobre a água e a sua importância no nosso dia a dia, e a sua importância é grande e sem ela não conseguiríamos viver, mas o homem tende a dar cabo de tudo, falta saber até que ponto o homem terá consciência sobre o mal que tem feito ao longo dos anos. Falei sobre a maneira que podemos fazer para poupar água, a sua escassez no nosso planeta. No dia 18-06-2021 fizemos um trabalho sobre a célula e a molécula, e vimos a tabela periódica vimos o modelo simplificado do método científico, compreendemos os significados e as partes constituintes do átomo, da molécula e da célula. O átomo é a menor partícula que ainda caracteriza um elemento químico. São aqueles da tabela periódica. Ex.: Hidrogénio molécula é a união de 2 átomos de hidrogénio. Todos estes temas vão ser de grande importância para mim enquanto técnico administrativo, todas estas valências adquiridas, são sempre muito importantes visto fazerem parte da vida, de cada um de nós. Todos os trabalhos referidos estão feitos e encontram-se em anexo para consulta. No dia 9-07-2021 fizemos um trabalho sobre a eutanásia, devo confessar que é um tema muito controverso, e que gerou um debate de ideias fortes com a formadora Sónia e os meus colegas todos nós temos ideais em relação a este assunto, mas no final, quando a
  • 43. 43 tivemos que falar se fosse com um familiar nosso como era a nossa posição. Claro que é um tema que choca muito e de difícil resposta. Esta unidade de competência foi mais um passo de crescimento interno, e saber não ocupa lugar, a formadora Sónia esteve sempre disponível para nos elucidar de alguma dúvida e mostrou-se sempre recetiva a sugestões, o ambiente vivido nas sessões foi de descontração e de empenho. PT3-PROPOSTA DE TRABALHO N.º 3- planeta azul Constituição de uma molécula PT5-STC 7 DNA Formadora Ana Claúdia 12/01/2022 esta unidade de competência aprendi coisas novas como recorrer a processos e métodos científicos para atuar em diferentes domínios da vida social. Aprendi a Reconhecer o método científico e as suas fases do método e a saber quais são; interpretar e aplicar conceitos chave do processo científico (ciência, método, conceito, modelo/teoria, investigação, experimentação, lógica, conhecimento); Compreendi o procedimento lógico aplicando a dedução e a indução – exemplificação; Reconheci o raciocínio matemático como fundamental na construção da sociedade. Foi um tema que tinha pouca informação, mas que a formadora nos explicou detalhadamente, dando-nos uma visão alargada do assunto. Deste tema fizemos um trabalho sobre o método científico e as suas fases, trabalho esse em anexo ao meu PRA. Foi um trabalho que me deu muito prazer fazer visto que não tinha muito conhecimento, trabalho esse que foi feito e corrigido pela formadora. Na continuação das sessões abordamos o tema, o dogma e as suas importâncias na nossa sociedade e a sua controvérsia, deste tema realizamos um trabalho que consistia a partir de uma notícia falar sobre o tema, no meu caso específico falei sobre a eutanásia, quando o presidente Marcelo não promulgou o diploma, foi um tema que causou muita controvérsia a nível social e mediático.
  • 44. 44 Muito se argumentou e debateu sobre a notícia, e cada um dos meus colegas deu a sua opinião sobre o tema que eu escolhi. Trabalho esse realizado no dia 13/12/2021 e está em anexo ao meu PRA “Eutanásia sem doença fatal, o muro que separa Marcelo do Parlamento” foi um tema que causou um bom debate de ideias entre todos os meus colegas. Fiquei mais informado sobre estes aspetos que fazem parte do nosso quotidiano no geral e como as pessoas reagem ao serem confrontadas com este tipo de tema e da controvérsia que muitas vezes acarretam. Eu achei pertinente por aqui a definição do que é argumentação, “A argumentação pode ser definida como uma organização discursiva com características próprias que a diferenciam de outros modos de organização de discurso, como a narração, a descrição e a explicação. Dentre suas características principais, a argumentação inclui a negociação de argumentos a favor e contrários a um ponto de vista, objetivando chegar a uma conclusão. Argumentar significa refletir sobre o que era objeto de certeza do pensamento ao ser destacado o que é suscetível a debate”. Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância num futuro enquanto técnico administrativo porque poderei saber lidar melhor com a controvérsia e saber debater melhor qualquer debate que possa surgir. STC7, DR2, Alexandre (2) STC-7-DR4-Alexandre-Uma situação em que tive preconceito foi
  • 45. 45 STC-6 - Modelos de urbanismo e mobilidade Formadora Sónia Almeida Início em 6-08-2021 e seu fim em 21-05-2021 niciamos esta unidade de competência com um trabalho sobre as preocupações ambientáveis, e como poderia ser a construção da minha empresa neste caso seria a empresa criada por mim A WONDER PC MEDIC, onde abordo as preocupações sociais, e económica proposta essa em anexo ao meu PRA. Outro dos temas foi os fluxos migratórios, e como se processavam as rotas migratórias, foi um trabalho que me deu muito prazer fazer, e que me ensinou bastante, trabalho esse em anexo ao meu PRA, fizemos um trabalho sobre o a agricultura biológica em trás os montes, os benefícios, e os malefícios das culturas, e demos a nossa opinião, se era possível haver culturas 100% biológicas, ou não. Na continuação fizemos um trabalho sobre segurança rodoviária e construímos um panfleto, PT4-STC_6 – PROPOSTA DE TRABALHO N.º 4-Modelos de Urbanismo e Mobilidade, (Segurança rodoviária) com vários sinais de transito e alertas, foi um trabalho informativo e que me fez também lembrar certos sinais que fazem sempre bem lembrar. Em suma, a temática abordada neste módulo, contribuiu para melhorar, e aperfeiçoar, os meus conhecimentos sobre o urbanismo e mobilidade e de que forma estão relacionados, com as comunidades, e de que forma afeta a vida das populações. Realizamos também, no âmbito da atividade integradora os questionários, PT6-STC_6 – Modelos de Urbanismo e Mobilidade-resultado final dos inquéritos gráficos referentes as várias situações de mobilidade em Vila Real, onde se chegou a conclusão que os acessos as passadeiras, acessos aos bancos etc…em Vila Real, ainda estão a quem do que se espera, de uma cidade com boa mobilidade, não só para pessoas ditas normais, sem serem portadoras de deficiência, mas para todas as pessoas em geral. A formadora Sónia Almeida esteve sempre disponível para nos tirar duvidas e ajudar em todos os trabalhos efetuados durante esta unidade de competência. Todos estes conteúdos serão de extrema importância num futuro enquanto técnico administrativo porque são temas que de uma forma ou de outra estarão relacionados direta ou indiretamente, com o meu futuro visto serem temas que são muitíssimo importantes e que serão de extrema importância. STC_6 – Modelos de Urbanismo e Mobilidade Fluxos migratórios-PROPOSTA DE TRABALHO N.º 3
  • 46. 46 STC_6 –PROPOSTA DE TRABALHO N.º 5- Modelos de Urbanismo e Mobilidade - agricultura STC_6 – Modelos de Urbanismo e Mobilidade exercício -Construção Formadora Claúdia Pereira 24/01/2022 Evolução da pessoa enquanto interveniente na sociedade; - Enquanto pessoas somos influenciados pelas instituições no âmbito da administração, segurança e território, e outras ideias ou ideologias; - Criação do habitat natural de acordo com a nossa evolução na sociedade, de acordo com a nossa forma de ser; e o que para nós é zona de conforto. REFLEXÃO esta unidade de competência STC6, abordámos assuntos muito importantes para a nossa vida, e ajudou-nos a compreender muitas coisas que nem eu me tinha apercebido de que forma as tinha vivido, são sempre temas que me suscitam interesse pessoalmente falando. Um tema abordado foi a evolução das pessoas enquanto interveniente na sociedade; falamos e debatemos o nosso papel enquanto pessoas, e a nossa interação com o que nos rodeia e o crescimento que nos trás, e que formas temos para lidarmos todos estes assuntos. Falamos sobre a nossa república e dos seus órgãos de soberania e suas funções perante a sociedade, é claro que quando se fala de política é sempre complicado, porque as opiniões diferem muito de pessoa para pessoa. O assunto seguinte foi, Criação do habitat natural de acordo com a nossa evolução na sociedade, de acordo com a nossa forma de ser; e o que para nós é zona de conforto. Realizamos um trabalho sobre o nosso habitat que me fez perceber um pouco melhor o que é o meu lar, a minha pessoa e tudo o que envolve a minha vida.
  • 47. 47 A minha vida não foi fácil e não tive muito conforto, mas o meu pai tudo fez para que tivéssemos conforto e hábitos saudáveis tanto alimentares como ambientais. A minha família foi sempre meu pilar e o meu conforto principal e o meu amparo, quando precisei deles. Desde de muito cedo, tive necessidade de criar coisas novas e evoluir enquanto pessoa e ser humano. Devido a necessidade de criar melhores hábitos para mim, resolvi que necessitava mudar para melhor e crescer enquanto pessoa, tinha a necessidade de querer evoluir mais devido a falta de estudos que eu não tinha, nunca consegui ter um bom emprego, mesmo tendo vontade, acomodei-me e não procurei evoluir mais. Depois de andar por muitos anos assim, resolvi que era tempo de evoluir para melhor e tirei o meu 9º ano de escolaridade e não parei, ganhei necessidade de aprender mais e melhor para dar mais sentido a minha vida. Estou neste momento acabar o meu 12º ano de escolaridade com o curso de técnico administrativo. Hoje em dia tenho outro tipo de hábitos que antigamente não tinha, e desloco-me de outra forma porque tenho carro, e tenho hábitos alimentares que antes não tinha penso que os hábitos alimentares não são os mais adequados pois também já não vou para novo e a saúde também já não é a melhor. Tenho falta de ter outro tipo de vida deixar de fumar fazer exercício físico e ligar mais a natureza visto eu ser de lisboa e viver em vila real. Mas faz parte, também aprender com os erros que vou fazendo, ainda não é tarde para mudar os meus hábitos, e procurar encontrar o equilíbrio do bom, e da mente sã. Gostava de ter uma vida mais desafogada, com um propósito mais ambiental viver mais a vida, passar mais tempo com a minha família, dar mais de mim a construção de uma harmonia interior mais adulta e com critérios mais vantajosos. Gostava de ver mais cinema, mais teatro, viajar pelo mundo, conhecer novas culturas, e aprender a viver diferente sem o caos da sociedade em que vivemos. Mas só depende de cada um de nos melhorar e aprender com o que tem, o meu objetivo pessoal é construir um melhor conforto para a minha vida e para a minha esposa que bem merece descansar do dia a dia que tem, para mim este é o meu habitat.
  • 48. 48 Todos estes conteúdos vão ser muito importantes para mim enquanto técnico administrativo devido a importância que estes temas têm no nosso dia e compreende-los é importante para mim, nunca é demais estar informado. A formadora Claúdia Pereira esteve sempre disponível para nos ajudar a compreender esta matéria tao importante, devo dizer que a sua interação com o grupo foi sempre assertiva e coerente, tornando desta forma as sessões apelativas e de fácil compreensão. Para finalizar digo que estes conteúdos foram interiorizados e compreendidos. Stc-6-dr4 habitat.docx
  • 49. 49 STC-5 - Redes de informação e comunicação FORMADORA SÓNIA ALMEIDA 50 HORAS esta unidade de competência aprendemos a identificar/relacionar os meios de comunicação que nos rodeiam. - A evolução dos meios de comunicação em relação com a evolução tecnológica. - A importância dos media na construção da opinião pública. O elevado número de meios de comunicação que existem hoje em dia permiti-nos obter informações de acontecimentos relevantes para a sociedade quase em tempo real. Realizamos um flyer, sobre a nossa empresa para a 1ª atividade integradora. Visualizamos o filme paparazzi ao qual podemos tirar várias conclusões, o poder que as revistas têm sobre as pessoas e a manipulação que fazem sobre variadíssimos casos e as repercussões que essas notícias trazem a vida de cada cidadão. Outro trabalho que achei bastante interessante e que nos faz pensar muito sobre se realmente somos donos da nossa liberdade nas redes sociais é o que nos mostra este filme que aconselho vivamente todas as pessoas a verem “O Círculo”. Fizemos também um trabalho sobre: “A culpa é dos computadores” onde tínhamos que fazer pesquisa na internet, sobre a evolução que as máquinas têm no nosso quotidiano, e se são tão eficazes ao ponto de nos atenderem bem, em todas as circunstâncias, por exemplo: nas finanças, na segurança social, ou mesmo até nos correios. No meu entender, enquanto técnico administrativo, vai ser uma maneira mais eficaz temos mais e melhores condições de trabalho, sendo que tendo melhores materiais poderemos fazer um melhor atendimento ao público, mas também haverá mais desemprego. Falamos também sobre o mundo das TIC, “A importância das novas tecnologias para as pessoas”. Na minha opinião, as TIC foram importantes em muitas coisas, tudo hoje está envolto em tecnologias, e cada vez mais estará na sociedade em geral,
  • 50. 50 trouxe-nos a facilidade com que acedemos aos serviços públicos, ajudou-nos a ter acessos mais rápidos e mais completos, sendo também menos humano e essa parte poderá não ser muito benéfico para quem não esta familiarizada com as TIC no seu cotidiano. Na educação vai ser também outra vertente benéfica para quem está a começar um novo mundo tudo é novidade e a interação será mais eficiente mais fácil e interativo, mas os professores também vão começar a ter uma maneira diferente de dar as aulas terão mecanismos audiovisuais para trabalharem melhor e mais rápido. Nas empresas vai tornar o trabalho humano cada vez menos necessário visto as máquinas e robôs inevitavelmente pouco e pouco tomaram o lugar dos humanos podendo trabalhar 24 horas sob 24horas levando ao despedimento da classe trabalhadora. Nos transportes os carros cada vez são mais autónomos já havendo até carros que não necessitam de condutor, tornando as pessoas mais despreocupadas podendo descansar enquanto viajam. No trabalho em geral criou-se tecnologias e também muito desemprego, com tudo isto começo a pensar até onde as novas tecnologias nos vão levar. Numa das últimas aulas com a formadora Sónia, fizemos um debate onde se dividiu a sala em duas partes e se abordou o tema se as novas tecnologias eram boas ou más, e o pós e contras, foi muito desafiante e motivador, as várias opiniões eram bem diversas. No final deste módulo fizemos um vídeo sobre ética empresarial onde tínhamos que falar sobre a ética na nossa empresa e um cartaz onde cada um de nós pôs o seu logotipo para apresentação no SHARK TANK, tudo correu bem e gostei muito desta experiência. Atividade integradora Apresentação2 STC Em síntese penso que tudo isto vai ser muito importante na minha vida porque chego a conclusão que todos somos diferentes, mas somos todos iguais embora a maioria das vezes não pareça. No parecer geral em relação a todos estes trabalhos que fiz nas aulas da formadora Sónia sinto que tudo o que fizemos e refletimos é muito importante porque vai-nos dar um bom impulso para lidarmos com muitas situações enquanto técnico administrativo vai-nos ajudar a conhecermo-nos muito melhor e efetuarmos um trabalho com mais rigor e completo fazendo-nos crescer mais enquanto pessoas, é ainda um caminho grande a percorrer, mas com aprendizagem tudo vai ser mais fácil.
  • 51. 51 CP1 – liberdade e responsabilidade democráticas Formadora: Esmeralda Pereira 7/12/2021 REFLEXÃO esta unidade de competência abordamos os direitos e deveres laborais e aprendemos que todo o cidadão tem o direito de protestar quando vê os seus direitos desrespeitados. Mas também ficamos a saber que só temos direitos se não desrespeitarmos os direitos dos outros. Os trabalhadores têm vários direitos a nível individual e coletivo: - A proteção de dados pessoais; direito à igualdade no acesso ao emprego e no trabalho; liberdade de expressão e opinião; direito à integridade física e moral e reserva da intimidade e vida privada. Têm como deveres: - Respeitar e tratar o empregador, os superiores hierárquicos, os companheiros de trabalho e as pessoas que se relacionem com a empresa, com urbanidade e probidade, - Comparecer ao serviço com assiduidade e pontualidade, realizar o trabalho com zelo e diligência; - Promover ou executar os atos tendentes à melhoria da produtividade da empresa; cumprir as prescrições sobre segurança e saúde no trabalho que decorram da lei, ou instrumento de regulamentação coletiva de trabalho, o dever de obediência respeitante tanto a ordens ou instruções do empregador como de superior hierárquico do trabalhador, dentro dos poderes que por aquele lhe forem atribuídos. Todos estes conteúdos foram de extrema importância para o meu crescimento enquanto pessoa. Eu enquanto trabalhador sou uma pessoa assídua e pontual e cumpro com direitos e deveres. Foi igualmente tratado a estrutura organizativa de um Estado Democrático, isto é, a forma como se organiza e como se distribuem os vários tipos de poder, de intervenção e de participação no coletivo. Assim, focamos os Órgãos de Poder Central – Presidente da
  • 52. 52 República, Governo; Assembleia da República, Tribunais, chamados Órgãos de Soberania. Também focamos o Poder Local, isto é, o poder político e administrativos das autarquias locais. Por fim, demonstramos a importância da participação do cidadão na vida pública e comunitária, através de vários organismos: Associações, Sindicatos, Partidos Políticos, entre outros, mediando e moderando desta forma os poderes instituídos, o que garante a própria democracia. Estes conteúdos foram por mim assimilados e penso ter conseguido adquirir mais e novas competências, tornando-me um cidadão completo, esclarecido e interventivo. Identifiquei-me com a metodologia adotada pela formadora. DR2 Conteúdos - Direitos, Liberdades e garantias dos Trabalhadores: Objetivos Gerais: - Conhecer e assumir direitos e deveres laborais enquanto cidadão/ã ativo/a. Objetivos Específicos: - Conheci mecanismos reguladores dos direitos laborais, tais como: Código do Trabalho; Organismos e Serviços de proteção; Direitos Laborais e de Mercado(económicos); Articulação dos Direitos dos Trabalhadores, adquiridos e pretendidos com a lógica de gestão das estruturas empresariais. Trabalho 1 – Contrato de Trabalho Objetivos Específicos - Elaborei um Contrato de Trabalho com o objetivo duplo de solidificar as competências adquiridas e para ser parte integrante no Blogue, criado para a Atividade Integradora 4, “Forma-te Administrativo/a”, funcionando como informação de utilidade pública. Anexo em PRA elaboração de um contrato de trabalho Atividade Integradora DR3 – Conteúdos
  • 53. 53 Democracia representativa e participada Objetivo Geral: - Identificar os Direitos fundamentais de um/a cidadão/ã num estado democrático contemporâneo. Objetivos Específicos: - Conheci a estrutura organizativa do Estado Português: Órgãos de Soberania do Poder Central e respetivas competências e interligação; Constituição da República Portuguesa; Órgãos, atributos e desafios do Poder Local; Contributos do/a cidadão/ã para a construção, promoção e defesa dos princípios democráticos; Representatividade e participação do /a cidadão/ã. Trabalho 2 – Atuação do Poder Local na resolução de problemas Objetivos específicos: - Simulei ou retratei uma situação/problema no contexto local e de proximidade, designando o órgão competente do Poder Local mais ajustado para corresponder a uma possível solução; - Elaborei uma estrutura de apresentação com o solicitar de intervenção e solução, designando os argumentos de sustentação; - Escolhi como estrutura, e-mail/agenda de reunião. Anexo em PRA Trabalho de grupo elaborado por Alexandre e Flora
  • 54. 54 CP4 - Cidadania e Profissionalidade Formadora Ana Claúdia omeço esta reflexão por falar que no dia 22/07/21 começamos as sessões de CP com a nossa nova formadora Ana Claúdia, e fizemos uma apresentação de cada um de nós como é habitual, fizemos também um jogo de palavras chave sobre vários temas enquadrados na sessão. Esta área de competência é sempre muito importante para nós enquanto pessoas, faz com que nós vejamos as coisas de forma a conseguirmos viver em sociedade e ter plena consciência do que é agir em conformidade com tudo o que nos rodeia, faz-nos entender os princípios morais, éticos, fundamentais e coerentes. Começámos por fazer um trabalho individual e eu escolhi 4 temas sendo eles Igualdade; Tolerância; Racismo; Solidariedade, porque são temas que gosto de falar e que dão sempre muito debate, trabalho, esse, apresentado em grupo e comentado por todos e que consta como evidencia nos anexos ao meu PRA. Realizei um trabalho sobre a igualdade de género, foi um trabalho que me deu muito prazer fazer, pude pesquisar a matéria na internet e realiza-lo, fique sensibilizado com conteúdos que fui pesquisando e faz-me pensar que ainda temos um longo caminho pela frente para sermos justos com o nosso semelhante. Abordamos os direitos e deveres laborais e aprendemos que todo o cidadão tem o direito de protestar quando vê os seus direitos desrespeitados. Mas também ficamos a saber, que só temos direitos se respeitarmos o direito dos outros de igual modo. Abordamos os direitos e deveres laborais e aprendemos que todo o cidadão tem o direito de protestar quando vê os seus direitos desrespeitados. Mas também ficamos a saber que, só temos direitos se respeitarmos o direito dos outros. E por fim tomamos consciência do estado do nosso planeta e das suas catástrofes ambientais. O que fazer para evitar o fim do planeta Terra e a culpa que todos nós carregamos por ter deteriorado a nossa grande casa.
  • 55. 55 Assistimos ao filme de Al Gore “Uma verdade inconveniente”, onde confesso que fiquei chocado pela devastação a que estamos a levar o nosso planeta. Tomei consciência que é necessário agir rápido. Visualizamos algumas curtas metragens de animação sobre o tema, relação com o outro, e desta forma pude ver como podemos evitar muitas situações desagradáveis que acontecem no nosso dia a dia e as maneiras corretas de as resolver. Foi muito produtiva a aprendizagem durante esta unidade. Tomei conhecimento de várias situações que acontecem no dia-a-dia, e aprendi a como resolvê-las. Todos estes conteúdos vão ser de extrema importância para um futuro enquanto técnico administrativo devido a sua importância que todos têm no nosso dia a dia e a importância que representam para cada cidadão, de tudo isto a reflexão que tiro deste conteúdo é; todos nascemos iguais e morremos iguais, só nós é que podemos decidir que tipo de pessoa queremos ser durante a nossa existência. processos identitários CP4-Igualdade de Género ia 4-01-2021 iniciamos esta unidade de competência com novas temáticas, dia 17-05 realizamos um trabalho sobre as manifestações de intolerância à diferença, depois da visualização do filme “Crash” onde podemos ver o que é o preconceito e o racismo, e até onde nos pode levar, esta proposta de trabalho está concluída e está em anexo, abordamos vários assuntos relacionados com valorizar a diversidade, e atuar segundo convicções próprias, no qual fizemos uma proposta de trabalho que me deu muito gosto de realizar, também abordámos os fluxos migratórios, e a sua importância ao longo da História e a conclusão que tiramos é, com o passar dos anos, passamos e deixamos de ser um pais de emigrantes, para passarmos a ser um pais de imigrantes, trabalho este em anexo . Agora podemos dizer com rigor que o mundo é uma aldeia global com tudo aquilo que ela tem de bom e de mau, todos estes assuntos fizeram-me pensar muito. Dia 18-01-2021 realizamos um trabalho de grande importância onde tínhamos que nos pôr no lugar de uma pessoa, o que poderíamos fazer, a fundamentação dos princípios de conduta na relação com ”o outro”, o papel da deontologia na construção de uma cultural organizacional, as políticas de inclusão, e o papel do património cultural, na construção da identidade, foi uma atividade de grande valor, na medida em que será uma mais valia no
  • 56. 56 meu futuro profissional, atendendo a que à partida trabalharei com muitos “outros”, iguais a mim em muitos pormenores inerentes à espécie humana e dissemelhantes de mim no que dirá respeito às vivências de cada um, à respetiva cultura, seio familiar e social em que desenvolveu a sua identidade e afirmou a sua individualidade. Desenvolvemos estes temas através da realização de trabalhos que se encontram em anexo. O nosso dever para com o outro é muito vasto e não podemos achar que as nossas atitudes estão sempre corretas, cada cidadão tem o dever de ajudar e compreender o outro, pois o outro somos nós mesmos, é na complexidade e na mudança que a identidade se afirma e constrói e é na diversidade e tolerância dessa diversidade que o mundo se torna grandioso. Tentar estabelecer boas relações com os outros, temos que ter a mente aberta, a novos costumes, conhecimentos, religiões, e sabê-los respeitar, reconhecer a si próprio, e mudar se necessário, mas nunca pela influência dos outros, porque todos nós temos valores e características que nos foram incutidos e com a experiência da vida foram adquiridos. Dia 26/04/2021, pôs termos regressado do confinamento, após uma exposição teórica de reforço e revisões dos meses idos e quase esquecidos nos cadernos guardados para atender ao desafio do confinamento que a pandemia a todos impôs, fizemos uma proposta de trabalho sobre um pequeno vídeo de animação “Cordas”. História pequenina, mas com grande conteúdo que nos faz pensar se agimos bem ou mal enquanto pessoas, e o que de bom e certo podemos fazer, trabalho este que segue em anexo. Para atividade integradora fizemos os cartazes para a exposição, abordando conteúdos transatos, interligados às notícias da comunicação social que pesquisamos, sempre, tendo como fio condutor o passado e o presente, a alteridade na sua complexidade. Para futuro enquanto técnico administrativo todos estes conteúdos vão-me ajudar a compreender o próximo, a ter mais tolerância com o próximo, tudo vai ser de extrema importância para ter sucesso num futuro próximo, pelo menos ajudar-me-á a ver no outro uma hipótese enriquecedora de aprender algo com ele, se for portador de outra cultura, outra identidade trará, com certeza, compete-me aceitá-la, ou engrandece-la, de igual modo, ensinando-lhe um pouco da minha. Afinal o mundo é díspar, diferente, heterogéneo e efetivamente, esses traços, fazem dele belo, seguindo o lema muito usual “todos diferentes, todos iguais”.
  • 57. 57 Durante esta unidade de competência penso ter adquirido uma melhor compreensão do ser humano e do mundo ao meu redor, das mudanças que no mesmo local, na mesma cultura, dentro do mesmo povo, o passar do tempo propiciou. Penso que, como escreveu o poeta, “o mundo é composto de mudança” e o mercado de trabalho em que irei ingressar, assume, sem dúvida contornos dessa mudança, aos quais tenciono adaptar-me cívica e responsavelmente. Formadora-Sandra Rodrigues enho completa noção que eu não vivo sozinho, nem nunca vivi, acho que já desde que estava no início do meu crescimento a minha aprendizagem da vida ao meu redor já se manifestava em tudo o que tocava ou interagia tudo era novo para mim. Sei que os meus valores interiores foram sendo moldados pela minhas vivencias de adolescente ganhando valores bons e também menos bons, tudo isso contribuiu para adquirir defesas para enfrentar a vida de cabeça levantada, todas estas aprendizagens sofreram muitas inibições para conseguir sobreviver nesta selva que chamamos mundo. As relações que vivi com os outros enquanto ser humano e com sentimentos diferentes fez me entender que nem sempre é fácil relacionarmo-nos com todos a nossa volta mesmo que por vezes o façamos inconscientemente, o certo é que aceitar o que é diferente sem julgar, sem exprimir juízos de valor nem sempre é tarefa fácil, desde logo pelo olhar, vimos que na opinião de um escritor estudado, Amin Malouf, o olhar do outro sobre nós pode aprisionar-nos ou libertar-nos, bem como o nosso sobre o outro, portanto, desde logo podemos ser acolhedores ou inibidores na forma como olhamos e somos olhados. Neste contexto ganha especial importância a noção de “empatia” que aprendemos, significa entender o outro, sair do nosso ponto de vista para tentar perceber o que outro sente e pensar o que o ouro pensa. É descentrarmos-mos das nossas preocupações, crenças ou superstições para olhar compassivamente o outro. Não vou deixar que o meu eu me deixe julgar os outros pela sua aparência cor ou religião, e porque o faria? Isto será uma atitude fundamental em contexto profissional, pois que, por certo, trabalharei em contextos diversos marcados pela diversidade cultural,
  • 58. 58 religiosa, entre outros. Se eu mesmo tenho as minhas diferenças, se eu mesmo tenho as minhas próprias fobias e crenças!? Sei que tenho muito a percorrer enquanto pessoa e sei também que quando estiver numa situação profissional que terei que fazer por vencer e não me deixar desmerecer por comentários que me possam denegrir ou mesmo ofender o meu intelecto fazendo sempre por vencer, mas não a todo o custo, mas sim por mim e pelo meu esforço aí sim terei conseguido vencer, e compreender o meio em que vivemos e teremos que viver se queremos sobreviver na selva urbana. Mod.CF.057.03- Proposta2 de Trabalho2 dr2 Formadora Sandra Rodrigues esta unidade de competência que teve sensivelmente a durabilidade de 15 horas, abordamos vários temas, desde a herança comum a humanidade, a origem do homem as diferentes maneiras de sobrevier encontro de culturas, e vários outros temas. Abordámos o homem enquanto animal social, são seres que vivem em sociedade com normas escritas e não escritas são aqueles que regulam o nosso comportamento ao nível social familiar e profissional. Abordamos também a harmonia social e seus modos e comportamentos desde o tempo da Grécia antiga. Abordámos também os princípios éticos e diretrizes que regem. abordamos também os vários tipos de povos que habitaram ao longo do tempo as terras e como faziam para sobreviver, fizemos também vários trabalhos escritos sobre património cultural e nossas heranças que hoje em dia são muito importantes enquanto cultura e passagem na história desde os nossos antepassados. Tivemos também a oportunidade de vermos a comedia “que mal fiz eu a deus “aborda o choque de culturas e a maneira que arranjaram para ultrapassar todo racismo que predominava nesta longa metragem que nos da uma grande lição independentemente de ser uma engraçadíssima comedia. abordamos também um local de sonho que gostaríamos de conhecer fazendo-nos viajar sem sair do nosso lugar falamos também do nosso riquíssimo douro vinhateiro considerado património mundial da UNESCO
  • 59. 59 fazendo com que a nosso turismo seja de ótimo lugar taurisco e com bons vinhos entre eles o famoso vinho do porto. desta forma conclui que podemos viajar para todos os lugares sem sair do nosso conforto basta sonhar. Foi uma DR muito interessante e cativante, espero que assim se mantenha.
  • 60. 60 CP5 - Globalização e cidadania mundial Formadora Sandra Rodrigues gualdade, diferença e organização comunitária, atendendo ao conceito de globalização e cidadania mundial inclusiva. Na questão da globalização trouxe diversos dilemas à sociedade e à economia, muitas transformações surgiram, decorrentes deste fenómeno, dentro delas também o conceito de cidadania, a ponto de se falar atualmente de uma cidadania global, o que não deixa de ser caricato quando pensamos na origem da palavra, que remonta ao Império Romano, conforma estudamos em tempos. Torna-se difícil situar a origem deste fenómeno do qual não conseguimos escapar, não obstante, ele está presente no nosso dia a dia, a vários níveis e, enquanto profissionais, é com ele que devemos aprender a lidar de forma o mais consciente e civicamente possível. Precisamos fazer esta preparação, ainda que só no campo da reflexão sobre o assunto. Num mundo moderno e globalizado como o em que vivemos atualmente faria todo o sentido que partilhemos uma humanidade comum, como tal devemos preocupar-nos e ajudar mutuamente no sentido de cuidarmos de uma atmosfera e economia igualmente comuns, isto é, tão equilibrada e justa, quanto possível. Assim sendo existe a necessidade de legislação básica que seja comum a todos os seres humanos independentemente da nacionalidade de cada um. Porém, nem sempre possível, ou muitas vezes contornável, existe ainda a chamada solidariedade e entre os Estados, pois que vimos já que o globo se divide em dois hemisférios, sendo mais ou menos consensual considerar-se como mais desenvolvido economicamente o hemisfério norte e mais carenciado o hemisfério sul. A solidariedade deveria liga-los neste processo de erradicar a pobreza, aliás existem organismos governamentais e não governamentais que trabalham nesse sentido, de cooperar entre os estados para um desenvolvimento mais harmonioso e efetivo. Nas sessões visualizamos episódios de um programa que foi em tempos exibido pela televisão portuguesa, “Príncipes do nada”, apresentado por uma figura de renome, a Catarina Furtado, daí foi possível destacar alguns exemplos de solidariedade a unirem os