SlideShare uma empresa Scribd logo
PLANEJAMENTO ESCOLAR 2024
Professor (a):
Turmas:
Especialistas: Flávia Cristina Pimenta, Geísa Carla Batista, Hellem Renata Moreira
Coordenadora Novo Ensino Médio: Karla Renata Alves
E. E. PROFESSOR JOSÉ MONTEIRO
Rua Padre Alberto Fuger nº 275 – Fone: 3831 2644
Vila Matilde CEP 37.270-000 Campo Belo- MG
PLANEJAMENTO ANUAL - 2024
ÁREA DE CONHECIMENTO: (CHS/CNT) COMPONENTE CURRICULAR: Problema e Ação
ANO DE ESCOLARIDADE: 1º ano Ensino Médio LIVRO DIDÁTICO:
PROFESSOR RESPONSÁVEL:
1º BIMESTRE
Problema e Ação
Desigualdades
Habilidades dos Itinerários Formativos
Associadas às Competências Gerais da
BNCC
Habilidades Específicas dos Itinerários
Formativos Associadas aos Eixos
Estruturantes
Estratégias de Ensino e Aprendizagem Propostas de Avaliação
Investigação Científica
EMIFCG02 - Posicionar-se com base
em critérios científicos, éticos e
estéticos, utilizando dados, fatos e
evidências para respaldar conclusões,
opiniões e argumentos, por meio de
afirmações claras, ordenadas,
coerentes e compreensíveis, sempre
respeitando valores universais, como
liberdade, democracia, justiça
social, pluralidade, solidariedade e
sustentabilidade.
Mediação e Intervenção Sociocultural
EMIFCG08 - Compreender e
considerar a situação, a opinião e o
sentimento do outro, agindo com
empatia,
flexibilidade e resiliência para
promover o diálogo, a colaboração, a
mediação e resolução de conflitos, o
combate ao preconceito e a
valorização da diversidade.
Investigação Científica
EMIFCHS01- Investigar e analisar
situações problema envolvendo
temas e processos de natureza
histórica,
social, econômica, filosófica, política
e/ou cultural, em âmbito local,
regional, nacional e/ou global,
considerando dados e informações
disponíveis em diferentes mídias.
EMIFCHS03- Selecionar e
sistematizar, com base em estudos
e/ou pesquisas (bibliográfica,
exploratória, de
campo, experimental etc.) em fontes
confiáveis, informações sobre temas
e processos de natureza histórica,
social, econômica, filosófica, política
e/ou cultural, em âmbito local,
regional, nacional e/ou global,
identificando os diversos pontos de
vista e posicionando-se mediante
argumentação, com o cuidado de
citar as fontes dos recursos utilizados
1. Explorar indicadores sociais a respeito de cada um dos
subtemas descritos, como violência urbana, acesso a
serviços básicos (água, saneamento, transporte, etc)
trabalho análogo à escravidão, fluxos migratórios e habitação
precária. Tais indicadores fomentarão o aprofundamento em
cada um desses subtemas a serem trabalhados em sala de
aula. Os estudantes podem ser divididos em grupos e efetuar
pesquisas que contenham tabelas e gráficos que evidenciem
os problemas de ordem local, regional ou nacional. É
importante que os professores se atentem à interpretação
dos dados colhidos pelos estudantes, dando a dimensão
mais apropriada para a realidade ali representada.
Orientamos separar de duas a três aulas para os estudantes
acessarem os sites, vislumbrarem as informações ali
disponíveis e fazerem a curadoria que acharem mais
pertinente
(Caso a escola possua laboratório de informática com acesso
a computadores, as aulas para busca
de dados em sites como IBGE, FGV, IPEA e outros podem
ser usadas para orientação quanto às
buscas nesses sites).
2. Motivar que os estudantes pesquisem e discutam a partir
de algumas perguntas motivadoras:
Quais são os tipos de violência urbana? Suicídio e
automutilação se configuram como violência
Autoavaliação
➢ Você considera que
conseguiu compreender os
temas trabalhados ao longo
do bimestre?
➢ Compreendeu que ao idear
uma mostra fotográfica você
está fazendo um recorte de
vários temas
pensado e optando por
problematizar um deles?
Encontrou dificuldade nessa
etapa ou em outro
momento dessa proposta?
➢ Como você avalia a sua
participação e interesse?
na pesquisa e buscando apresentar
conclusões com o uso de
diferentes mídias.
Mediação e Intervenção Sociocultural
EMIFCHS07- Identificar e explicar
situações em que ocorram conflitos,
desequilíbrios e ameaças a grupos
sociais, à diversidade de modos de
vida, às diferentes identidades
culturais e ao meio ambiente, em
âmbito local, regional, nacional e/ou
global, com base em fenômenos
relacionados às Ciências Humanas e
Sociais Aplicadas.
urbana? Violência doméstica é uma violência urbana? Qual a
dimensão de homicídios e crimes
afins em nível federal, regional e local? A sensação de
insegurança é real ou potencializada pela
mídia? Quais as causas e consequências de alguns dos
tipos de violência urbana pesquisados?
Existe bibliografia e estudos que apontem soluções? Quais
seriam? O professor poderá, junto com os estudantes, definir
a melhor forma de apresentar tais pesquisas, que seja
através de grupos que façam uma breve exposição e/ou
debates e rodas de conversa em que tais perguntas sejam
desenvolvidas discursivamente.
3. A construção de uma cidade cada vez mais sustentável
perpassa pelo acesso a serviços básicos e fundamentais à
população. O acesso a serviços pode ser estudado e
aprofundado por meio de uma perspectiva analítica que
considere como esse acesso está distribuído na população.
Algumas perguntas norteadoras poderão abrir espaço para
discussão e argumentação entre alunos e professores e
alunos/alunos. Por exemplo: Internet é um serviço básico e
essencial às pessoas?
Serviços básicos devem ser gratuitos? Se serviços básicos
não forem gratuitos, como devem ser financiados? Qual a
importância para que cada cidadão tenha possibilidade de
usufruir de água, saneamento, iluminação, transporte e
outros? Quais as possíveis consequências àquelas que não
possuem ou têm dificuldade de acesso a tais serviços? Quais
as possíveis soluções para esse e outros problemas gerados
a partir dele?
4. Compreender as dinâmicas do fluxo migratório e seus
impactos na organização social, econômica e
política de uma cidade e/ou região. Este subtema se conecta
com os demais subtemas acima descritos, como violência
urbana, trabalho análogo à escravidão e disponibilização e
acesso a serviços básicos à população residente.
Concomitantemente, a migração possui relações de causa
e efeito com o subtema seguinte, habitação precária: Quais
são os motivos principais associados à migração de
pessoas? Há políticas que controlam a migração de
pessoas? O que produção e economia tem a ver com isso?
São algumas das perguntas norteadoras para serem
discutidas em sala de aula. A exibição do filme “Era o Hotel
Cambridge” (2016), de Eliane Caffé e a série “Ser
Brasil - migrantes e refugiados”, que está dividida em
pequenos episódios curtos (cerca de 3 minutos cada), podem
compor um material importante para compreender não
apenas as temáticas envolvidas com migrações, mas
aproximar o olhar dos estudantes com alguns personagens
reais e suas histórias, tornando o estudo mais real, empático
e humano (o 1o vídeo de “Ser Brasil” está disponível em:
https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-
br/assuntos/proteja/videos/serie-ser-brasil-migrant
es-e-refugiados-1o-video ).
5. Dados recentes do IBGE a partir da publicação Síntese de
Indicadores Sociais - Uma análise das condições de vida da
população brasileira (disponível em:
https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101760.pdf)
afirma que 1 em cada 5 pessoas vivem em condições
precárias no Brasil. Recentemente, o mundo chegou aos 8
bilhões de pessoas, dados mostram que 1 bilhão de pessoas
vivem em habitações precárias
(https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2022/11/no-mundo-de-
8-bilhoes-de-habitantes-1-bilhao-
vive-em-favelas-e-moradias-precarias.shtml). O que significa
situação precária de moradia? Por que a questão da moradia
é importante para uma cidade sustentável? Apenas moradias
precárias impactam na sustentabilidade? A precariedade das
moradias impactam apenas o meio ambiente ou a
organização social de determinada região? São algumas das
perguntas norteadoras para a construção do
aprofundamento, seja ele através de discussões em sala
com apresentações de dados, como para as pesquisas que
poderão ser realizadas em conexão com com os dados dos
demais indicadores sociais como consta na 1o proposição de
estratégia de ensino aprendizagem deste bimestre.
6. Ao tratar sobre desigualdades, é possível construir uma
mostra fotográfica virtual que aborde o tema a partir da visão
do estudante. Os estudantes produzirão uma série
fotográfica que evidenciem algumas das desigualdades
discutidas e, no momento da apresentação, comentarão
sobre suas escolhas fotográficas, relacionando suas
fotografias com o que estudaram no bimestre.
2º BIMESTRE
Problema e Ação
Relações sociais
Habilidades dos Itinerários Formativos
Associadas às Competências Gerais da
BNCC
Habilidades Específicas dos Itinerários
Formativos Associadas aos Eixos
Estruturantes
Estratégias de Ensino e Aprendizagem Propostas de Avaliação
Investigação Científica
EMIFCG01 - Identificar, selecionar,
processar e analisar dados, fatos e
evidências com curiosidade, atenção,
criticidade e ética, inclusive utilizando
o apoio de tecnologias digitais.
EMIFCG03 - Utilizar informações,
conhecimentos e ideias resultantes de
investigações científicas para criar
ou propor soluções para problemas
diversos.
Processos Criativos
EMIFCG05 - Questionar, modificar e
adaptar ideias existentes e criar
propostas, obras ou soluções
criativas,
originais ou inovadoras, avaliando e
assumindo riscos para lidar com as
incertezas e colocá-las em prática.
Mediação e Intervenção Sociocultural
EMIFCG08 - Compreender e
considerar a situação, a opinião e o
sentimento do outro, agindo com
empatia,
flexibilidade e resiliência para
promover o diálogo, a colaboração, a
mediação e resolução de conflitos, o
combate ao preconceito e a
valorização da diversidade.
Investigação Científica
EMIFCHS03 - Selecionar e
sistematizar, com base em estudos
e/ou pesquisas (bibliográfica,
exploratória, de
campo, experimental etc.) em fontes
confiáveis, informações sobre temas
e processos de natureza histórica,
social, econômica, filosófica, política
e/ou cultural, em âmbito local,
regional, nacional e/ou global,
identificando os diversos pontos de
vista e posicionando-se mediante
argumentação, com o cuidado de
citar
31 Estado de Minas Gerais - 2024
2o ano e 3o ano - Ensino Médio
as fontes dos recursos utilizados na
pesquisa e buscando apresentar
conclusões com o uso de diferentes
mídias.
Mediação e Intervenção Sociocultural
EMIFCHS07 - Identificar e explicar
situações em que ocorram conflitos,
desequilíbrios e ameaças a grupos
sociais, à diversidade de modos de
vida, às diferentes identidades
culturais e ao meio ambiente, em
âmbito
local, regional, nacional e/ou global,
com base em fenômenos
relacionados às Ciências Humanas e
Sociais
1. Quais são os espaços frequentados pelos jovens? O que
chama atenção nesses espaços? Quais as características
destes lugares? O quão importantes são para a construção
das identidades juvenis e por quê? Essas e outras perguntas
podem orientar uma breve levantamento dentro da sala de
aula, considerando marcadores sociais como sexo, idade,
etc. O objetivo é procurar traçar um olhar para
além do espaço escolar: partindo do pressuposto que somos
seres sociais, e construídos a partir das relações que
mantemos durante a vida, entender como outros espaços -
que não a escola – nos influenciam. Essas questões devem
ser tratadas e trabalhadas em sala junto aos estudantes para
que possam expor suas experiências e possam repensar
sobre a importância social na consolidação de
seus valores pessoais.
2. Demonstrar o conceito de minorias (reforçando quais são
e que não necessariamente coincidem com conceito
numérico). Imaginando uma cidade sustentável e acolhedora,
em que seus espaços de convivência e trânsito deveriam ser
comuns e seguros a todos: como podemos analisar a nossa
cidade/região hoje em dia? Ela é segura para mulheres? O
racismo estrutural influencia o acesso e o trânsito das
pessoas não brancas? Os aparelhos públicos são de acesso
à população mais empobrecida? Em que locais ficam os
espaços de leitura e lazer (bibliotecas, parques, museus,
teatros...) e como isso influencia o acesso por parte de
estratos populacionais de classes distintas?
E o acesso a hospitais públicos e demais espaços envolvidos
com a saúde da população?
3. Para trabalhar justiça social e inclusão, alguns índices
podem ser aprofundados neste momento, como o GINI e o
IDH. Além de recordar/reforçar o que esses indicadores
buscam representar numericamente (já explorados na FGB),
o importante aqui é que eles sejam efetivamente
aprofundados em sala de aula a partir de análises mais
pormenorizadas, incluindo dados nacionais,
4. Propõe-se discutir o que é entendido como Saúde Mental.
Saúde Mental é a ausência de qualquer doenças ou
Avaliar a participação dos
estudantes na análise escrita
ou oral e também no
momento de escuta e
conversa sobre músicas mote.
O docente pode avaliar o
envolvimento e aprendizagem
em momentos
diversos dessa proposta,
sendo ela escrita ou oral.
Autoavaliação
➢ Você considera que
conseguiu compreender os
temas trabalhados ao longo
do bimestre?
➢ Você considera que usar
músicas em sala ajuda a
refletir sobre o tema
trabalhado?
➢ Acredita que a música
possui potencial de despertar
ideias sem análise da letra?
➢ Como você avalia a sua
participação e interessante
nessa proposta?
Aplicadas.
EMIFCHS08 - Selecionar e mobilizar
intencionalmente conhecimentos e
recursos das Ciências Humanas e
Sociais Aplicadas para propor ações
individuais e/ou coletivas de
mediação e intervenção sobre
problemas
de natureza sociocultural e de
natureza ambiental, em âmbito local,
regional, nacional e/ou global,
baseadas no respeito às diferenças,
na escuta, na empatia e na
responsabilidade socioambiental.
enfermidades? Como o bem-estar físico, mental e social se
configuram como essenciais para a manutenção da saúde
mental das pessoas? O que seria uma cidade acolhedora? O
objetivo deste subtema perpassa por compreender como as
circunstâncias socioeconômicas e o meio ambiente em que o
indivíduo vive impactam no seu bem-estar como um todo.
Para este momento, orienta-se trabalhar com a expressão
escrita: peça aos estudantes escreverem duas situações pelo
qual passaram, uma boa e outra ruim, e como lidam com
aquelas situações (Importante: a situação não precisa ser
descrita/narrada/contada, apenas quais as
sensações/sentimentos envolvidos e como lidou com elas e,
se o professor julgar adequado, escrita de forma
anônima).estadual (MG) e do município/região em que a
escola está situada.
5. Após as escritas, o professor pode propor uma roda de
conversa trazendo os pontos mais sensíveis ou mais
comentados para que cada estudante dê outras perspectivas
sobre o que ficou mais evidente entre aquilo que os afeta
mais individualmente. Não se trata, obviamente, de um
debate comum, pois estarão sendo tratados pontos sensíveis
relatados pelos estudantes. Assim, o professor deve avaliar a
forma mais respeitosa e a condução mais apropriada para
uma conversa que, apesar de franca, seja confortável.
6. O que são relações éticas? As minhas ações são
baseadas na ética, na moralidade social ou são egoístas?
São algumas perguntas norteadoras para a organização
deste subtema. Após conceituar a diferença entre ética e
moral, propomos uma dinâmica em sala de aula: solicitar aos
alunos apontarem dois comportamentos que acreditam mais
representativos de ações éticas entre a lista abaixo (outras
podem ser incluídas):
a. Respeito ao próximo
b. Ser educado
c. Conduta moral
d. Bom caráter
e. Honestidade
f. Agir de maneira correta
g. Bom comportamento na forma de falar ou agir
h. Uma pessoa correta
7. Após as respostas às perguntas acima, propomos outras
perguntas: Vocês concordam que ética tem a ver com
respeito ao próximo? Quais são os meus referenciais éticos?
Quais são os referenciais éticos dos outros? Quem me
influencia a adotar esses referenciais éticos? Como ponto de
culminância deste tema, a produção de um texto (modelo
ENEM ou menor, com cerca de 8 a 10 linhas, sempre a
critério do professor) com o título: “Caminhos para a
construção de uma sociedade ética''. Também sugerimos um
material de apoio (incluindo outras atividades como esta)
oferecido pelo projeto Ética para Jovens, disponível neste
link: https://www.eticaparajovens.com.br/home-atividades/
3º BIMESTRE
HABILIDADE OBJETOS DE CONHECIMENTO RECURSOS DIDÁTICO-PÉDAGÓGICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO
4º BIMESTRE
UNIDADE TEMÁTICA: – A VIDA É UM PROJETO
HABILIDADE OBJETOS DE CONHECIMENTO RECURSOS DIDÁTICO-PÉDAGÓGICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a PLAN. PROJETO DE VIDA - 1º ANO THAIS.doc

Tcc simone
Tcc simoneTcc simone
Tcc simone
Simone Cristina
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
Geny Carvalho
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
Rona2525
 
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de ComputaçãoCrise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Mariano Pimentel
 
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresMeu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Prof. Noe Assunção
 
Tmp 2015
Tmp 2015Tmp 2015
Geografia - Fome no Brasil.pdf
Geografia - Fome no Brasil.pdfGeografia - Fome no Brasil.pdf
Geografia - Fome no Brasil.pdf
HELENO FAVACHO
 
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaçosNetgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
Neuza Pedro
 
Ebook-DadosEducacionais.pdf
Ebook-DadosEducacionais.pdfEbook-DadosEducacionais.pdf
Ebook-DadosEducacionais.pdf
ssuserb174cd
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
ataidepassos
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
renatacolbeich1
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
Cristiana Reis
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
AiltonEmbaixador
 
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
QuitriaSilva2
 
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
HELENO FAVACHO
 
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
HELENO FAVACHO
 
Cie cidadania
Cie cidadaniaCie cidadania
Cie cidadania
Melissa0202
 
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
videoparatodos
 
Projeto um olhar para a história de nossas escolas
Projeto um olhar para a história de nossas escolasProjeto um olhar para a história de nossas escolas
Projeto um olhar para a história de nossas escolas
mariastela
 
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídiaA contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
rennata kelly muniz alves
 

Semelhante a PLAN. PROJETO DE VIDA - 1º ANO THAIS.doc (20)

Tcc simone
Tcc simoneTcc simone
Tcc simone
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de ComputaçãoCrise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
 
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresMeu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valores
 
Tmp 2015
Tmp 2015Tmp 2015
Tmp 2015
 
Geografia - Fome no Brasil.pdf
Geografia - Fome no Brasil.pdfGeografia - Fome no Brasil.pdf
Geografia - Fome no Brasil.pdf
 
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaçosNetgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
Netgeneration: novas tecnologias, novas metodologias, novos espaços
 
Ebook-DadosEducacionais.pdf
Ebook-DadosEducacionais.pdfEbook-DadosEducacionais.pdf
Ebook-DadosEducacionais.pdf
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptxep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
ep-panorama-do-mdulo-papel-social-da-escola-no-sculo-xxi_-vf_17-07-2020.pptx
 
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
Met. inv. ii_ie_2011-12_a_distancia-1
 
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
Serviço Social - Estado Gerencial e o Serviço Social entre as políticas de pr...
 
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
A utilização de jogos digitais na prática pedagógica inclusiva - PEDAGOGIA 6º...
 
Cie cidadania
Cie cidadaniaCie cidadania
Cie cidadania
 
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
PPT por Natália Moura - TR 32 - Educação para os meios EUA – Grupo 4
 
Projeto um olhar para a história de nossas escolas
Projeto um olhar para a história de nossas escolasProjeto um olhar para a história de nossas escolas
Projeto um olhar para a história de nossas escolas
 
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídiaA contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
A contribuição das ciências sociais para uma leitura crítica da mídia
 

Último

A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
alphabarros2
 

Último (20)

A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
 

PLAN. PROJETO DE VIDA - 1º ANO THAIS.doc

  • 1. PLANEJAMENTO ESCOLAR 2024 Professor (a): Turmas: Especialistas: Flávia Cristina Pimenta, Geísa Carla Batista, Hellem Renata Moreira Coordenadora Novo Ensino Médio: Karla Renata Alves E. E. PROFESSOR JOSÉ MONTEIRO Rua Padre Alberto Fuger nº 275 – Fone: 3831 2644 Vila Matilde CEP 37.270-000 Campo Belo- MG
  • 2. PLANEJAMENTO ANUAL - 2024 ÁREA DE CONHECIMENTO: (CHS/CNT) COMPONENTE CURRICULAR: Problema e Ação ANO DE ESCOLARIDADE: 1º ano Ensino Médio LIVRO DIDÁTICO: PROFESSOR RESPONSÁVEL: 1º BIMESTRE Problema e Ação Desigualdades Habilidades dos Itinerários Formativos Associadas às Competências Gerais da BNCC Habilidades Específicas dos Itinerários Formativos Associadas aos Eixos Estruturantes Estratégias de Ensino e Aprendizagem Propostas de Avaliação Investigação Científica EMIFCG02 - Posicionar-se com base em critérios científicos, éticos e estéticos, utilizando dados, fatos e evidências para respaldar conclusões, opiniões e argumentos, por meio de afirmações claras, ordenadas, coerentes e compreensíveis, sempre respeitando valores universais, como liberdade, democracia, justiça social, pluralidade, solidariedade e sustentabilidade. Mediação e Intervenção Sociocultural EMIFCG08 - Compreender e considerar a situação, a opinião e o sentimento do outro, agindo com empatia, flexibilidade e resiliência para promover o diálogo, a colaboração, a mediação e resolução de conflitos, o combate ao preconceito e a valorização da diversidade. Investigação Científica EMIFCHS01- Investigar e analisar situações problema envolvendo temas e processos de natureza histórica, social, econômica, filosófica, política e/ou cultural, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, considerando dados e informações disponíveis em diferentes mídias. EMIFCHS03- Selecionar e sistematizar, com base em estudos e/ou pesquisas (bibliográfica, exploratória, de campo, experimental etc.) em fontes confiáveis, informações sobre temas e processos de natureza histórica, social, econômica, filosófica, política e/ou cultural, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, identificando os diversos pontos de vista e posicionando-se mediante argumentação, com o cuidado de citar as fontes dos recursos utilizados 1. Explorar indicadores sociais a respeito de cada um dos subtemas descritos, como violência urbana, acesso a serviços básicos (água, saneamento, transporte, etc) trabalho análogo à escravidão, fluxos migratórios e habitação precária. Tais indicadores fomentarão o aprofundamento em cada um desses subtemas a serem trabalhados em sala de aula. Os estudantes podem ser divididos em grupos e efetuar pesquisas que contenham tabelas e gráficos que evidenciem os problemas de ordem local, regional ou nacional. É importante que os professores se atentem à interpretação dos dados colhidos pelos estudantes, dando a dimensão mais apropriada para a realidade ali representada. Orientamos separar de duas a três aulas para os estudantes acessarem os sites, vislumbrarem as informações ali disponíveis e fazerem a curadoria que acharem mais pertinente (Caso a escola possua laboratório de informática com acesso a computadores, as aulas para busca de dados em sites como IBGE, FGV, IPEA e outros podem ser usadas para orientação quanto às buscas nesses sites). 2. Motivar que os estudantes pesquisem e discutam a partir de algumas perguntas motivadoras: Quais são os tipos de violência urbana? Suicídio e automutilação se configuram como violência Autoavaliação ➢ Você considera que conseguiu compreender os temas trabalhados ao longo do bimestre? ➢ Compreendeu que ao idear uma mostra fotográfica você está fazendo um recorte de vários temas pensado e optando por problematizar um deles? Encontrou dificuldade nessa etapa ou em outro momento dessa proposta? ➢ Como você avalia a sua participação e interesse?
  • 3. na pesquisa e buscando apresentar conclusões com o uso de diferentes mídias. Mediação e Intervenção Sociocultural EMIFCHS07- Identificar e explicar situações em que ocorram conflitos, desequilíbrios e ameaças a grupos sociais, à diversidade de modos de vida, às diferentes identidades culturais e ao meio ambiente, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, com base em fenômenos relacionados às Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. urbana? Violência doméstica é uma violência urbana? Qual a dimensão de homicídios e crimes afins em nível federal, regional e local? A sensação de insegurança é real ou potencializada pela mídia? Quais as causas e consequências de alguns dos tipos de violência urbana pesquisados? Existe bibliografia e estudos que apontem soluções? Quais seriam? O professor poderá, junto com os estudantes, definir a melhor forma de apresentar tais pesquisas, que seja através de grupos que façam uma breve exposição e/ou debates e rodas de conversa em que tais perguntas sejam desenvolvidas discursivamente. 3. A construção de uma cidade cada vez mais sustentável perpassa pelo acesso a serviços básicos e fundamentais à população. O acesso a serviços pode ser estudado e aprofundado por meio de uma perspectiva analítica que considere como esse acesso está distribuído na população. Algumas perguntas norteadoras poderão abrir espaço para discussão e argumentação entre alunos e professores e alunos/alunos. Por exemplo: Internet é um serviço básico e essencial às pessoas? Serviços básicos devem ser gratuitos? Se serviços básicos não forem gratuitos, como devem ser financiados? Qual a importância para que cada cidadão tenha possibilidade de usufruir de água, saneamento, iluminação, transporte e outros? Quais as possíveis consequências àquelas que não possuem ou têm dificuldade de acesso a tais serviços? Quais as possíveis soluções para esse e outros problemas gerados a partir dele? 4. Compreender as dinâmicas do fluxo migratório e seus impactos na organização social, econômica e política de uma cidade e/ou região. Este subtema se conecta com os demais subtemas acima descritos, como violência urbana, trabalho análogo à escravidão e disponibilização e acesso a serviços básicos à população residente. Concomitantemente, a migração possui relações de causa e efeito com o subtema seguinte, habitação precária: Quais são os motivos principais associados à migração de pessoas? Há políticas que controlam a migração de pessoas? O que produção e economia tem a ver com isso? São algumas das perguntas norteadoras para serem discutidas em sala de aula. A exibição do filme “Era o Hotel
  • 4. Cambridge” (2016), de Eliane Caffé e a série “Ser Brasil - migrantes e refugiados”, que está dividida em pequenos episódios curtos (cerca de 3 minutos cada), podem compor um material importante para compreender não apenas as temáticas envolvidas com migrações, mas aproximar o olhar dos estudantes com alguns personagens reais e suas histórias, tornando o estudo mais real, empático e humano (o 1o vídeo de “Ser Brasil” está disponível em: https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt- br/assuntos/proteja/videos/serie-ser-brasil-migrant es-e-refugiados-1o-video ). 5. Dados recentes do IBGE a partir da publicação Síntese de Indicadores Sociais - Uma análise das condições de vida da população brasileira (disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101760.pdf) afirma que 1 em cada 5 pessoas vivem em condições precárias no Brasil. Recentemente, o mundo chegou aos 8 bilhões de pessoas, dados mostram que 1 bilhão de pessoas vivem em habitações precárias (https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2022/11/no-mundo-de- 8-bilhoes-de-habitantes-1-bilhao- vive-em-favelas-e-moradias-precarias.shtml). O que significa situação precária de moradia? Por que a questão da moradia é importante para uma cidade sustentável? Apenas moradias precárias impactam na sustentabilidade? A precariedade das moradias impactam apenas o meio ambiente ou a organização social de determinada região? São algumas das perguntas norteadoras para a construção do aprofundamento, seja ele através de discussões em sala com apresentações de dados, como para as pesquisas que poderão ser realizadas em conexão com com os dados dos demais indicadores sociais como consta na 1o proposição de estratégia de ensino aprendizagem deste bimestre. 6. Ao tratar sobre desigualdades, é possível construir uma mostra fotográfica virtual que aborde o tema a partir da visão do estudante. Os estudantes produzirão uma série fotográfica que evidenciem algumas das desigualdades discutidas e, no momento da apresentação, comentarão sobre suas escolhas fotográficas, relacionando suas fotografias com o que estudaram no bimestre. 2º BIMESTRE Problema e Ação
  • 5. Relações sociais Habilidades dos Itinerários Formativos Associadas às Competências Gerais da BNCC Habilidades Específicas dos Itinerários Formativos Associadas aos Eixos Estruturantes Estratégias de Ensino e Aprendizagem Propostas de Avaliação Investigação Científica EMIFCG01 - Identificar, selecionar, processar e analisar dados, fatos e evidências com curiosidade, atenção, criticidade e ética, inclusive utilizando o apoio de tecnologias digitais. EMIFCG03 - Utilizar informações, conhecimentos e ideias resultantes de investigações científicas para criar ou propor soluções para problemas diversos. Processos Criativos EMIFCG05 - Questionar, modificar e adaptar ideias existentes e criar propostas, obras ou soluções criativas, originais ou inovadoras, avaliando e assumindo riscos para lidar com as incertezas e colocá-las em prática. Mediação e Intervenção Sociocultural EMIFCG08 - Compreender e considerar a situação, a opinião e o sentimento do outro, agindo com empatia, flexibilidade e resiliência para promover o diálogo, a colaboração, a mediação e resolução de conflitos, o combate ao preconceito e a valorização da diversidade. Investigação Científica EMIFCHS03 - Selecionar e sistematizar, com base em estudos e/ou pesquisas (bibliográfica, exploratória, de campo, experimental etc.) em fontes confiáveis, informações sobre temas e processos de natureza histórica, social, econômica, filosófica, política e/ou cultural, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, identificando os diversos pontos de vista e posicionando-se mediante argumentação, com o cuidado de citar 31 Estado de Minas Gerais - 2024 2o ano e 3o ano - Ensino Médio as fontes dos recursos utilizados na pesquisa e buscando apresentar conclusões com o uso de diferentes mídias. Mediação e Intervenção Sociocultural EMIFCHS07 - Identificar e explicar situações em que ocorram conflitos, desequilíbrios e ameaças a grupos sociais, à diversidade de modos de vida, às diferentes identidades culturais e ao meio ambiente, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, com base em fenômenos relacionados às Ciências Humanas e Sociais 1. Quais são os espaços frequentados pelos jovens? O que chama atenção nesses espaços? Quais as características destes lugares? O quão importantes são para a construção das identidades juvenis e por quê? Essas e outras perguntas podem orientar uma breve levantamento dentro da sala de aula, considerando marcadores sociais como sexo, idade, etc. O objetivo é procurar traçar um olhar para além do espaço escolar: partindo do pressuposto que somos seres sociais, e construídos a partir das relações que mantemos durante a vida, entender como outros espaços - que não a escola – nos influenciam. Essas questões devem ser tratadas e trabalhadas em sala junto aos estudantes para que possam expor suas experiências e possam repensar sobre a importância social na consolidação de seus valores pessoais. 2. Demonstrar o conceito de minorias (reforçando quais são e que não necessariamente coincidem com conceito numérico). Imaginando uma cidade sustentável e acolhedora, em que seus espaços de convivência e trânsito deveriam ser comuns e seguros a todos: como podemos analisar a nossa cidade/região hoje em dia? Ela é segura para mulheres? O racismo estrutural influencia o acesso e o trânsito das pessoas não brancas? Os aparelhos públicos são de acesso à população mais empobrecida? Em que locais ficam os espaços de leitura e lazer (bibliotecas, parques, museus, teatros...) e como isso influencia o acesso por parte de estratos populacionais de classes distintas? E o acesso a hospitais públicos e demais espaços envolvidos com a saúde da população? 3. Para trabalhar justiça social e inclusão, alguns índices podem ser aprofundados neste momento, como o GINI e o IDH. Além de recordar/reforçar o que esses indicadores buscam representar numericamente (já explorados na FGB), o importante aqui é que eles sejam efetivamente aprofundados em sala de aula a partir de análises mais pormenorizadas, incluindo dados nacionais, 4. Propõe-se discutir o que é entendido como Saúde Mental. Saúde Mental é a ausência de qualquer doenças ou Avaliar a participação dos estudantes na análise escrita ou oral e também no momento de escuta e conversa sobre músicas mote. O docente pode avaliar o envolvimento e aprendizagem em momentos diversos dessa proposta, sendo ela escrita ou oral. Autoavaliação ➢ Você considera que conseguiu compreender os temas trabalhados ao longo do bimestre? ➢ Você considera que usar músicas em sala ajuda a refletir sobre o tema trabalhado? ➢ Acredita que a música possui potencial de despertar ideias sem análise da letra? ➢ Como você avalia a sua participação e interessante nessa proposta?
  • 6. Aplicadas. EMIFCHS08 - Selecionar e mobilizar intencionalmente conhecimentos e recursos das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas para propor ações individuais e/ou coletivas de mediação e intervenção sobre problemas de natureza sociocultural e de natureza ambiental, em âmbito local, regional, nacional e/ou global, baseadas no respeito às diferenças, na escuta, na empatia e na responsabilidade socioambiental. enfermidades? Como o bem-estar físico, mental e social se configuram como essenciais para a manutenção da saúde mental das pessoas? O que seria uma cidade acolhedora? O objetivo deste subtema perpassa por compreender como as circunstâncias socioeconômicas e o meio ambiente em que o indivíduo vive impactam no seu bem-estar como um todo. Para este momento, orienta-se trabalhar com a expressão escrita: peça aos estudantes escreverem duas situações pelo qual passaram, uma boa e outra ruim, e como lidam com aquelas situações (Importante: a situação não precisa ser descrita/narrada/contada, apenas quais as sensações/sentimentos envolvidos e como lidou com elas e, se o professor julgar adequado, escrita de forma anônima).estadual (MG) e do município/região em que a escola está situada. 5. Após as escritas, o professor pode propor uma roda de conversa trazendo os pontos mais sensíveis ou mais comentados para que cada estudante dê outras perspectivas sobre o que ficou mais evidente entre aquilo que os afeta mais individualmente. Não se trata, obviamente, de um debate comum, pois estarão sendo tratados pontos sensíveis relatados pelos estudantes. Assim, o professor deve avaliar a forma mais respeitosa e a condução mais apropriada para uma conversa que, apesar de franca, seja confortável. 6. O que são relações éticas? As minhas ações são baseadas na ética, na moralidade social ou são egoístas? São algumas perguntas norteadoras para a organização deste subtema. Após conceituar a diferença entre ética e moral, propomos uma dinâmica em sala de aula: solicitar aos alunos apontarem dois comportamentos que acreditam mais representativos de ações éticas entre a lista abaixo (outras podem ser incluídas): a. Respeito ao próximo b. Ser educado c. Conduta moral d. Bom caráter e. Honestidade f. Agir de maneira correta g. Bom comportamento na forma de falar ou agir h. Uma pessoa correta 7. Após as respostas às perguntas acima, propomos outras perguntas: Vocês concordam que ética tem a ver com
  • 7. respeito ao próximo? Quais são os meus referenciais éticos? Quais são os referenciais éticos dos outros? Quem me influencia a adotar esses referenciais éticos? Como ponto de culminância deste tema, a produção de um texto (modelo ENEM ou menor, com cerca de 8 a 10 linhas, sempre a critério do professor) com o título: “Caminhos para a construção de uma sociedade ética''. Também sugerimos um material de apoio (incluindo outras atividades como esta) oferecido pelo projeto Ética para Jovens, disponível neste link: https://www.eticaparajovens.com.br/home-atividades/ 3º BIMESTRE HABILIDADE OBJETOS DE CONHECIMENTO RECURSOS DIDÁTICO-PÉDAGÓGICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA: – A VIDA É UM PROJETO HABILIDADE OBJETOS DE CONHECIMENTO RECURSOS DIDÁTICO-PÉDAGÓGICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO