SlideShare uma empresa Scribd logo
Camilo Castelo
Branco, quem foi?
Quem foi Camilo Castelo Branco?
Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco,
nascido em Lisboa no dia 16 de Março de
1825, foi um dos escritores mais notáveis da
literatura portuguesa. Durante quase 40 anos,
entre 1851 e 1890, escreveu mais de duzentas
e sessenta obras, com a média superior a 6
por ano.
Consolo e esclarecimento: São duas coisas que esta obra
vem trazer ao longo das narrações. Como se sentem os
espíritos suicidas logo após o desencarne, o que
encontram, quando e por quem são socorridos, como se
procede o tratamento espiritual de suas almas, como
será sua próxima reencarnação? Esses assuntos e muitos
outros são tratados nesta obra, cuja importância a coloca
dentre as quais a humanidade só pode receber de
tempos em tempos.
“Mas na caverna onde padeci o martírio que me
surpreendeu além do túmulo, nada disso havia!
Aqui, era a dor que nada consola, a desgraça que nenhum
favor ameniza, a tragédia que idéia alguma tranqüilizadora
vem orvalhar de esperança! Não há céu, não há luz, não há
sol, não há perfume, não há tréguas!
O que há é o choro convulso e inconsolável dos
condenados que nunca se harmonizam! O assombroso
‘ranger de dentes’ da advertência prudente e sábia do
sábio Mestre de Nazaré!
(Camilo Castelo Branco, Memórias de um suicida)
O que é
reencarnar?
132. Qual o objetivo da encarnação dos Espíritos?
Deus lhes impõe a encarnação com o objetivo de fazê-los
chegar à perfeição. Para alguns é uma expiação, para outros
é uma missão. Todavia, para alcançarem essa perfeição,
devem suportar todas as vicissitudes da existência corporal.”
Allan Kardec, O livro dos espíritos, 177. ed., p. 71.
De onde nasce o
desgosto pela vida?
943. Donde nasce o desgosto da vida, que, sem
motivos plausíveis, se apodera de certos indivíduos?
“Efeito da ociosidade, da falta de fé e, também, da
saciedade.
Para aquele que usa de suas faculdades com fim útil e de acordo com as
suas aptidões naturais, o trabalho nada tem de árido e a vida se escoa mais
rapidamente. Ele lhe suporta as vicissitudes com tanto mais paciência e
resignação, quanto obra com o fito da felicidade mais sólida e mais durável que
o espera.”
Sabeis porque , às vezes, uma vaga tristeza se apodera dos
vossos corações e vos leva a considerar amarga a vida?
“É que o vosso Espírito, aspirando à felicidade e à liberdade,
se esgota , jungido ao corpo que lhe serve de prisão, em
vãos esforços para sair dele.
Reconhecendo inúteis esses esforços, cai no desânimo e,
como o corpo lhe sofre a influência , toma-vos a lassidão,
o abatimento, uma espécie de apatia e vos julgais
infelizes.”
(Allan Kardec, O evangelho segundo o espiritismo)
E a felicidade?
922. A felicidade terrena é relativa à posição de cada um;
o que e suficiente para a felicidade de um faz a desgraça
de outro. Há, entretanto, uma medida comum de felicidade
para todos os homens?
Para a vida material, a posse do necessário;
para a vida moral, a consciência pura e a fé
no futuro.
O que é suicídio?
“O suicídio é como alguém que pula
no escuro sobre um precipício de brasas.
Após o ato, sobrevêm ao infeliz a
sede, a fome, o frio, o cansaço, a insônia, os
irresistíveis desejos carnais, a
promiscuidade e as tempestades com
constantes inundações de lamas fétidas.”
(Emmanuel, Leis do amor)
24 mortes diárias no
Brasil
Do total de suicídios, 79,3% foram de homens
Um suicídio a cada trinta
segundos no mundo
Considerado pela OMS como uma das
prioridades globais de Saúde Pública.
Falando ao jovem
Frases de Alerta!!
“Eu preferia estar morto”
“Eu não posso fazer nada”
“Eu não aguento mais”
“Eu sou um perdedor e um peso para os outros”
“Os outros vão ser mais felizes sem mim”
O número de suicídios aumenta a
cada dia, porque muitos jovens não
aceitam os nãos que a vida dá.
(Luis Sérgio, Ainda existe esperança)
A juventude é a grande fase de descobertas...
De experimentação de novos sentimentos e
sensações. É justo, neste período de
transição entre os estágios infantil e adulto,
que o turbilhão dos mais diferentes
pensamentos torne-se presente na mente do
jovem, levantando conceitos, tabus e
assuntos que eram tidos como certos e
inabaláveis. O chão, outrora alicerçado pelos
pais, aos poucos, passa a desvanecer-se sob
seus pés, exigindo que ele, agora, construa
seu próprio caminho.
O Consolador
Revista Semanal de Divulgação Espírita
Neste exato momento de decisão e
reflexão, o jovem “imaturo” ou o
adolescente que jamais possuiu um
solo firme e estruturado por onde
pudesse caminhar se desorienta por
completo e busca, em atitudes
radicais, solucionar sua inquietação
e desconforto com o mundo.
O Consolador
Revista Semanal de Divulgação Espírita
Durante a idade juvenil, experimentamos em
alguns momentos uma forte insegurança.
É quando passamos a questionar nossas
fraquezas, e também as fraquezas dos nossos pais.
Descobrimos aos poucos, que nada mais nos
será dado, que os pais não estarão conosco para
sempre. As fraquezas e as dúvidas, junto ao
sentimento de impotência perante a vida, geram
essa insegurança. Isso tudo nos traz certo medo [...]
Pronto! Está feito o caldo emocional para que parte
da galera pense:
“Eu poderia me matar para resolver tudo”...
Normalmente, esse pensamento vem
sutilmente e vai embora sem causar maiores
problemas. Ocorre de outra forma para
aqueles que tem lar desestruturado, brigas
em casa, falta de identificação com a escola e
muitas outras coisas. Para quem tem a cabeça
cheia de grilos e aborrecimentos a ideia do
suicídio fica orbitando a mente do jovem
como convite sedutor.
Como auxiliar aquele
que se encontra em
desespero??
Na Terra é preciso ter
tranqüilidade para viver, até
porque, não há tormentos e
problemas que durem uma
eternidade.
Recordemos que Jesus nos
assegurou que "O Pai não dá
fardos mais pesados que nossos
ombros" e “Aquele que perseverar
até o fim, será salvo".
(Yvonne A. Pereira. Memórias de um suicida)
Quando a ideia de suicídio,
porventura, te assome à cabeça, reflete,
antes de tudo, na infinita bondade de Deus,
que te instalou na residência planetária,
solidamente estruturada, a fim de
sustentar-te a segurança no Espaço
Cósmico.
Em seguida, ora, pedindo socorro aos
Mensageiros da Providência Divina.
Calma e resignação
“A calma e a resignação adquiridas na maneira de
encarar a vida terrena, e a fé no futuro, dão ao
espírito uma serenidade que é o melhor preservativo
da loucura e do suicídio.“
(Allan Kardec, O Evangelho segundo o espiritismo)
Não há como
negar-se:
Jesus-Cristo é o
Psicoterapeuta
excepcional da
humanidade.
Emmanuel
T U D O N A V I DA P O D E S E R C O M EÇ A D O D E
N OVO, PA R A Q U E A L E I D O P RO G R ES S O
E D O A P E R F E I ÇOA M E N TO, S E C U M P R A
E M TO DA S A S D I R EÇ Õ ES .
PALESTRA VIVER VALE A PENA.pdf

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a PALESTRA VIVER VALE A PENA.pdf

Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _TextoChico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Provas e Expiações - como lidar
As Provas e Expiações  - como lidarAs Provas e Expiações  - como lidar
As Provas e Expiações - como lidar
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Sentido_da_vida.ppt
Sentido_da_vida.pptSentido_da_vida.ppt
Sentido_da_vida.ppt
EdsonAguiar30
 
Nascer_de_Novo_fesman.ppt
Nascer_de_Novo_fesman.pptNascer_de_Novo_fesman.ppt
Nascer_de_Novo_fesman.ppt
EdsonAguiar30
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Marcio Augusto Guariente
 
Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5
Leonardo Pereira
 
Revista Boa Vontade, edição 195
Revista Boa Vontade, edição 195Revista Boa Vontade, edição 195
Revista Boa Vontade, edição 195
Boa Vontade
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
MRS
 
Conquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de EspiritoConquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de Espirito
Renato Arabe Saraiva
 
Temor da morte – Livro dos Espíritos
Temor  da  morte – Livro dos EspíritosTemor  da  morte – Livro dos Espíritos
Temor da morte – Livro dos Espíritos
Izabel Cristina Fonseca
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
Leonardo Pereira
 
Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29
Candice Gunther
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
Semente de Esperança
 
PerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRitaPerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRita
guestb30c415
 
Os espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morteOs espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morte
home
 
Família - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão EspiritualFamília - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão Espiritual
Ricardo Azevedo
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITASUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
Luan Silva
 
Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte
Alan Diniz Souza
 

Semelhante a PALESTRA VIVER VALE A PENA.pdf (20)

Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _TextoChico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
 
As Provas e Expiações - como lidar
As Provas e Expiações  - como lidarAs Provas e Expiações  - como lidar
As Provas e Expiações - como lidar
 
Sentido_da_vida.ppt
Sentido_da_vida.pptSentido_da_vida.ppt
Sentido_da_vida.ppt
 
Nascer_de_Novo_fesman.ppt
Nascer_de_Novo_fesman.pptNascer_de_Novo_fesman.ppt
Nascer_de_Novo_fesman.ppt
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
 
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
 
Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5
 
Revista Boa Vontade, edição 195
Revista Boa Vontade, edição 195Revista Boa Vontade, edição 195
Revista Boa Vontade, edição 195
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
 
Conquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de EspiritoConquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de Espirito
 
Temor da morte – Livro dos Espíritos
Temor  da  morte – Livro dos EspíritosTemor  da  morte – Livro dos Espíritos
Temor da morte – Livro dos Espíritos
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
 
Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29Estudo do livro Roteiro lição 29
Estudo do livro Roteiro lição 29
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
 
PerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRitaPerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRita
 
Os espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morteOs espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morte
 
Família - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão EspiritualFamília - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão Espiritual
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
 
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITASUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
 
Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte
 

Último

ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 

Último (12)

ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 

PALESTRA VIVER VALE A PENA.pdf

  • 1.
  • 3. Quem foi Camilo Castelo Branco? Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco, nascido em Lisboa no dia 16 de Março de 1825, foi um dos escritores mais notáveis da literatura portuguesa. Durante quase 40 anos, entre 1851 e 1890, escreveu mais de duzentas e sessenta obras, com a média superior a 6 por ano.
  • 4. Consolo e esclarecimento: São duas coisas que esta obra vem trazer ao longo das narrações. Como se sentem os espíritos suicidas logo após o desencarne, o que encontram, quando e por quem são socorridos, como se procede o tratamento espiritual de suas almas, como será sua próxima reencarnação? Esses assuntos e muitos outros são tratados nesta obra, cuja importância a coloca dentre as quais a humanidade só pode receber de tempos em tempos.
  • 5. “Mas na caverna onde padeci o martírio que me surpreendeu além do túmulo, nada disso havia! Aqui, era a dor que nada consola, a desgraça que nenhum favor ameniza, a tragédia que idéia alguma tranqüilizadora vem orvalhar de esperança! Não há céu, não há luz, não há sol, não há perfume, não há tréguas! O que há é o choro convulso e inconsolável dos condenados que nunca se harmonizam! O assombroso ‘ranger de dentes’ da advertência prudente e sábia do sábio Mestre de Nazaré! (Camilo Castelo Branco, Memórias de um suicida)
  • 7. 132. Qual o objetivo da encarnação dos Espíritos? Deus lhes impõe a encarnação com o objetivo de fazê-los chegar à perfeição. Para alguns é uma expiação, para outros é uma missão. Todavia, para alcançarem essa perfeição, devem suportar todas as vicissitudes da existência corporal.” Allan Kardec, O livro dos espíritos, 177. ed., p. 71.
  • 8. De onde nasce o desgosto pela vida?
  • 9. 943. Donde nasce o desgosto da vida, que, sem motivos plausíveis, se apodera de certos indivíduos? “Efeito da ociosidade, da falta de fé e, também, da saciedade. Para aquele que usa de suas faculdades com fim útil e de acordo com as suas aptidões naturais, o trabalho nada tem de árido e a vida se escoa mais rapidamente. Ele lhe suporta as vicissitudes com tanto mais paciência e resignação, quanto obra com o fito da felicidade mais sólida e mais durável que o espera.”
  • 10. Sabeis porque , às vezes, uma vaga tristeza se apodera dos vossos corações e vos leva a considerar amarga a vida? “É que o vosso Espírito, aspirando à felicidade e à liberdade, se esgota , jungido ao corpo que lhe serve de prisão, em vãos esforços para sair dele. Reconhecendo inúteis esses esforços, cai no desânimo e, como o corpo lhe sofre a influência , toma-vos a lassidão, o abatimento, uma espécie de apatia e vos julgais infelizes.” (Allan Kardec, O evangelho segundo o espiritismo)
  • 12. 922. A felicidade terrena é relativa à posição de cada um; o que e suficiente para a felicidade de um faz a desgraça de outro. Há, entretanto, uma medida comum de felicidade para todos os homens? Para a vida material, a posse do necessário; para a vida moral, a consciência pura e a fé no futuro.
  • 13. O que é suicídio?
  • 14. “O suicídio é como alguém que pula no escuro sobre um precipício de brasas. Após o ato, sobrevêm ao infeliz a sede, a fome, o frio, o cansaço, a insônia, os irresistíveis desejos carnais, a promiscuidade e as tempestades com constantes inundações de lamas fétidas.” (Emmanuel, Leis do amor)
  • 15.
  • 16.
  • 17. 24 mortes diárias no Brasil Do total de suicídios, 79,3% foram de homens Um suicídio a cada trinta segundos no mundo Considerado pela OMS como uma das prioridades globais de Saúde Pública.
  • 20. “Eu preferia estar morto” “Eu não posso fazer nada” “Eu não aguento mais” “Eu sou um perdedor e um peso para os outros” “Os outros vão ser mais felizes sem mim”
  • 21. O número de suicídios aumenta a cada dia, porque muitos jovens não aceitam os nãos que a vida dá. (Luis Sérgio, Ainda existe esperança)
  • 22. A juventude é a grande fase de descobertas... De experimentação de novos sentimentos e sensações. É justo, neste período de transição entre os estágios infantil e adulto, que o turbilhão dos mais diferentes pensamentos torne-se presente na mente do jovem, levantando conceitos, tabus e assuntos que eram tidos como certos e inabaláveis. O chão, outrora alicerçado pelos pais, aos poucos, passa a desvanecer-se sob seus pés, exigindo que ele, agora, construa seu próprio caminho. O Consolador Revista Semanal de Divulgação Espírita
  • 23. Neste exato momento de decisão e reflexão, o jovem “imaturo” ou o adolescente que jamais possuiu um solo firme e estruturado por onde pudesse caminhar se desorienta por completo e busca, em atitudes radicais, solucionar sua inquietação e desconforto com o mundo. O Consolador Revista Semanal de Divulgação Espírita
  • 24. Durante a idade juvenil, experimentamos em alguns momentos uma forte insegurança. É quando passamos a questionar nossas fraquezas, e também as fraquezas dos nossos pais. Descobrimos aos poucos, que nada mais nos será dado, que os pais não estarão conosco para sempre. As fraquezas e as dúvidas, junto ao sentimento de impotência perante a vida, geram essa insegurança. Isso tudo nos traz certo medo [...] Pronto! Está feito o caldo emocional para que parte da galera pense: “Eu poderia me matar para resolver tudo”...
  • 25. Normalmente, esse pensamento vem sutilmente e vai embora sem causar maiores problemas. Ocorre de outra forma para aqueles que tem lar desestruturado, brigas em casa, falta de identificação com a escola e muitas outras coisas. Para quem tem a cabeça cheia de grilos e aborrecimentos a ideia do suicídio fica orbitando a mente do jovem como convite sedutor.
  • 26. Como auxiliar aquele que se encontra em desespero??
  • 27. Na Terra é preciso ter tranqüilidade para viver, até porque, não há tormentos e problemas que durem uma eternidade. Recordemos que Jesus nos assegurou que "O Pai não dá fardos mais pesados que nossos ombros" e “Aquele que perseverar até o fim, será salvo". (Yvonne A. Pereira. Memórias de um suicida)
  • 28. Quando a ideia de suicídio, porventura, te assome à cabeça, reflete, antes de tudo, na infinita bondade de Deus, que te instalou na residência planetária, solidamente estruturada, a fim de sustentar-te a segurança no Espaço Cósmico. Em seguida, ora, pedindo socorro aos Mensageiros da Providência Divina.
  • 29. Calma e resignação “A calma e a resignação adquiridas na maneira de encarar a vida terrena, e a fé no futuro, dão ao espírito uma serenidade que é o melhor preservativo da loucura e do suicídio.“ (Allan Kardec, O Evangelho segundo o espiritismo)
  • 30. Não há como negar-se: Jesus-Cristo é o Psicoterapeuta excepcional da humanidade.
  • 31. Emmanuel T U D O N A V I DA P O D E S E R C O M EÇ A D O D E N OVO, PA R A Q U E A L E I D O P RO G R ES S O E D O A P E R F E I ÇOA M E N TO, S E C U M P R A E M TO DA S A S D I R EÇ Õ ES .