SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro Espírita
Farol de Luz
O Centro Espírita é um Núcleo de
Transformação Moral
O Centro Espírita não se trata somente de uma
construção física, adequada às necessidades de
natureza educativa, mas, sobretudo, de uma
edificação espiritual, cujas as bases devem estar
fincadas na rocha da Espiritualidade, de onde
nascem
as legítimas realizações para o engrandecimento
moral
das criaturas humanas.
Livro Dimensões espirituais do Centro Espírita, 2007.2/43
Bezerra de Menezes, por Divaldo Pereira Franco.
Suely Caldas Schubert.
Crença dos Espíritas 1
3/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte.
1º) Os fenômenos espíritas são produzidos por inteligências
extracorpóreas, ou seja, pelos Espíritos.
2º) Os Espíritos constituem o mundo invisível e estão por toda
parte; povoam os espaços até o infinito; há Espíritos
incessantemente ao nosso redor e com eles estamos em
contato.
3º) Os Espíritos agem constantemente sobre
o mundo físico sobre o mundo moral, sendo
uma das potências da Natureza.
Crença dos Espíritas 2
4/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte.
4º) Os espíritos não são entidades à parte na Criação: são as almas
dos que viveram na Terra ou em outros Mundos, desprovidas do
seu envoltório corporal; do que se segue que as almas dos
homens são Espíritos encarnados e que ao morrer nos tornamos
Espíritos.
5º) Há Espíritos de todos os graus de bondade e de malícia, de
saber e de ignorância.
6º) Estão submetidos à lei do progresso e
todos podem chegar à perfeição, mas como
dispõem do livre-arbítrio alcançam-na dentro
de um tempo mais ou menos longo, segundo os
seus esforços e a sua vontade.
Crença dos Espíritas 3
5/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte.
7º) São felizes ou infelizes, conforme o bem ou mal que fizeram
durante a vida e o grau de desenvolvimento a que chegaram à
felicidade perfeita e sem nuvens só é alcançada pelos que
chegaram ao supremo grau de perfeição.
8º) Todos os Espíritos, em dadas circunstâncias, podem
manifestar-se aos homens, e o número dos que podem comunicar-
se é indefinido.
9º) Os Espíritos se comunicam por meio dos
médiuns, que lhes servem de instrumento e
de intérpretes.
Crença dos Espíritas 4
6/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte.
10º) Reconhecem-se a superioridade e a inferioridade dos
Espíritos pela linguagem: os bons só aconselham o bem e só
dizem coisas boas; os maus enganam e todas as suas
palavras trazem o cunho da imperfeição e da ignorância.
Número de Espíritos na Terra
7/43 * Estimativa com base nos espíritos encarnados e Livro Lírios de Esperança
7.4
29.6
Encarnados (1/5) Desencarnados (4/5)
População Estimada: 37 Bilhões
Número de Espíritos na Terra
8/43 Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 2005
7.4
29.6
Encarnados (1/5)
Desencarnados (4/5)
População Estimada: 37 Bilhões
50% em patamares de
luta e sofrimento
25% almas medianas que
já cooperam eficazmente
na tarefa regenerativa
de outros
25% condutores elevados,
"avatares" que velam pelo
grande plano do Cristo para
o orbe
66% são almas doentes
que purgam dolorosos
processos de reeducação
34% são corações na
busca ostensiva
de sua recuperação,
entre os quais,
pouquíssimas vezes,
encontramos
os chamados
"missionários”
Não mexe com quem tá quieto!
9/43
Esses espíritas vivem
mexendo com coisas
sobrenaturais….
Será!?!?!
Número de espíritos na Terra
Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 200510/43
Nossos números de censo são muito
próximos do censo Humano.
No período da vinda do Cristo à Terra, a faixa estimativa
populacional girava na ordem de
300 milhões de almas reencarnadas.
Nessa ocasião, os censos do Mais Alto notificam
que, entre encarnados e desencarnados, a Terra possuía uma
população geral na ordem de 20 bilhões de almas.
Essa projeção nos auxilia a concluir que, em certas épocas, os
serviços socorristas realizaram-se totalmente na vida espiritual,
considerando ser inexequível efetivá-lo com a participação humana.
Quem disse que eles (nós) estão
quietos...
11/43
Histórias de
Fantasmas
Histórias de
Vida
Ou melhor...
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP12/43
Grupo de estudos de um Centro Espírita de Birigui-SP, na
maioria formado por jovens, estudavam
mediunidade e
participaram de uma
sessão mediúnica
para aprenderem
na prática como
funcionam os trabalhos.
Ficaram na mesa em
oração como médiuns
de sustentação
para trabalho.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 1/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP13/43
- Doutrinador: Seja bem vinda minha irmã?
- Freira: Onde eu estou? Não posso ficar aqui?
- Doutrinador: Reconhece este lugar irmã?
- Freira: Sim, é a minha igreja.
- Doutrinador: Estão velando uma pessoa no altar? Sim minha
irmã, se aproxime vamos ver quem é.
- Freira: Meu Deus! Sou eu!!!
- Doutrinador: Sim, você já está
fora do corpo físico. Com a
graça de Deus a vida continua.
- Freira: Onde eu estou?
- Doutrinador: Você está em uma
Casa Espírita.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 1/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP14/43
- Freira: Está errado! Eu não posso estar aqui. Eu não acredito nisto.
- Doutrinador: Nós estamos aqui para lhe ajudar, seguindo os preceitos
de Jesus!
- Doutrinador: Você
está vendo estas
pessoas ao seu lado?
- Freira: Sim.
- Doutrinador: Vá com
elas minha irmã. Elas
estão aqui para
lhe ajudar.
- Freira: Obrigado.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 2/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP15/43
- Doutrinadora: Olá meu irmãozinho. Está tudo bem com você?
- Criança: Eu acho que eu morri, mas não sei direito onde estou. (A
Médium adulta fala com uma voz infantil)
- Doutrinadora: Sim você já não está mais preso ao corpo. E eu tenho
uma boa notícia: Você já pode abrir os olhos!
- Criança: Não dá, eu sou cego!
- Doutrinadora: Não, o seu corpo é que
era portador da cegueira.
- Doutrinadora: Você consegue
enxergar. Seu espírito é perfeito.
- Criança: Não consigo. É difícil.
- Doutrinadora: Vamos, tente, estamos
aqui para te ajudar!
- Criança: Nossa! Estou vendo….
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 3/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP16/43
- Doutrinador: Olá meu irmão. Onde você está?
- Guerreiro: Estou nesta guerra interminável.
- Doutrinador: O que é isto ao seu lado meu irmão?
- Guerreiro: É uma cabeça. Ahhhh... é a minha cabeça!!!
- Guerreiro: Eu vou matar todos eles! (O médium ergue o braço como se
estivesse empunhando uma espada para dar um golpe)
- Doutrinador: Abaixe a sua espada meu irmão. A guerra já acabou!
- Guerreiro: Nunca! Eu vou acabar com todos eles.
- Doutrinador: É hora de perdoar
meu irmão e parar de sofrer.
- Doutrinador: Você já está há
centenas de anos sofrendo...
- Doutrinador: Vá em paz meu
irmão!
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 4/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP17/43
- Jovem 1 (Médium 1): Onde é que eu estou? O que ele está fazendo
aqui!?!
- Jovem 2 (Médium 2): Você aqui? Não cansa nunca de me perseguir.
- Jovem 1: É você que me persegue!
- Doutrinadora: Vocês sabem por
que estão juntos?
- Jovem 1: Ele nos matou…
- Jovem 2: Eu não tive culpa… O
carro capotou! A culpa foi sua.
- Jovem 1: Você que estava
dirigindo.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 4/6
Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP18/43
- Doutrinadora: Vocês se lembram daquela noite? O que aconteceu?
- Jovem 2: Nós bebemos muito! E sofremos um acidente ao retornar
para a casa...
- Doutrinadora: Existe um só culpado nesta história? Não é hora de se
perdoarem?
- Jovem 1: Eu nunca vou perdoá-lo! Ele
acabou com a minha vida.
- Doutrinadora: Vocês precisam
conversar mais e se perdoar. Vão com
Deus e com Jesus!
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 5/6
Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP19/43
- Doutrinador pede que o casal de encarnados entre na sala e
permaneça em oração.
- Mãe (da última encarnação): É a minha filha! Não posso ficar longe
dela! Eles não vão cuidar dela!
- Doutrinador: Minha irmã se você ficar junto irá atrapalhar a nova
encarnação da sua filha.
- Casal: Sentem a dor da separação
daquela mãe e começam a rezar por ela.
- Casal: Mentalmente eles prometem
cuidar da sua filha e ajudá-la nesta
encarnação.
Oram também para que a mãe receba o
conforto espiritual necessário.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 5/6
Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP20/43
- Mãe: Mas eu sinto tanta falta dela! Tenho muitas saudades!
- Doutrinador: Ela precisa seguir o
seu caminho e você também
precisa seguir o seu minha irmã.
- Doutrinador (após a sessão):
Explica ao casal que a antiga mãe
estava próxima a criança recém
nascida e atrapalhava o seu sono.
Explica que é necessário orar
por ela.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 6/6
Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP21/43
Uma mãe está em um barraco no Rio de Janeiro segurando o
filho recém nascido no colo.
Ela tem pensamentos de se livrar da criança pois sente uma
enorme repulsa, sem entender direito o motivo.
A mãe adormece e é levada
em desdobramento do
sono para um Centro Espírita
em Birigui-SP.
- Mãe: Descobri que ele foi
meu marido e me fez
tanto mal. Não consigo ficar perto
perto dele. Tenho vontade de
esganá-lo.
6 “Histórias de Vida”
no Trabalho Mediúnico 6/6
Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP22/43
- Doutrinador: Minhã irmã olha como Deus é perfeito! Olha a
oportunidade que ele está lhe dando de ajudar este irmão no
caminho do bem, agora como mãe,
A mulher foi se acalmando com as
palavras do doutrinador.
- Doutrinador: Transforme isto em uma
oportunidade de praticar o perdão
com as bençãos de Jesus!
“Nascer, viver, morrer, renascer de novo e
progredir continuamente, tal é a lei”
Descrição na lápide erigida à Allan Kardec, no Père Lachaise, em Paris.23/43
Mediunidade na Casa Espírita
Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 200524/43
A mediunidade não deve ser analisada apenas como uma
atividade da casa espírita.
Em verdade, ela é a alma das tarefas espirituais. O
termômetro pelo qual se podem aferir as lutas e valores de
uma organização e seus integrantes.
A relação entre homens e espíritos constitui o cerne da
proposta espírita, isto é, a
consolidação do sentimento de
imortalidade no coração.
Alicerces Espirituais do Centro Espírita
… antes mesmo que se definissem os planos da edificação
material da Casa, foram tomadas medidas no que dizia
respeito aos contingentes magnéticos no local e outras
providências especiais.
Ergueu-se, posteriormente, o Núcleo, em cuja construção
se observaram os cuidados de zelar pela aeração, conforto
sem excesso,
preservando-se a simplicidade e a total
ausência de objetos e enfeites que
não os mínimos indispensáveis móveis
e utensílios para o seu funcionamento...
Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda25/43
Alicerces Espirituais do Centro Espírita
Todavia, nos respectivos departamentos reservados à
câmara de passes, recinto mediúnico e sala de
exposições doutrinárias, foram providenciadas
aparelhagens complexas e com finalidades específicas,
para cada mister apropriadas, no plano espiritual.
Outrossim, instalaram-se recursos de defesas, a fim de
resguardarem a Casa e seus frequentadores das nocivas
investidas das hordas de salteadores e vagabundos
desencarnados...
Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda26/43
Bastidores de uma
Reunião Espírita
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini27/43
Telas eletro-
magnéticas,
comunicadores de
longa distância,
auscultadores
vibracionais, etc.
Bastidores de uma
Reunião Espírita
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini28/43
Equipamentos
elétricos no trato
com espíritos
ainda cegos para
a luz da verdade.
Pingafogo – O Centro Espírita
Como poderíamos definir as atividades do
Centro Espírita?
- São várias, às quais as pessoas têm acesso à
medida que se integram. Num primeiro
momento o Centro
Espírita tem sido para a maior
parte dos que chegam um
hospital para tratamento de
males do corpo e da alma.
Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti29/43
Pingafogo – O Centro Espírita
Quais os recursos mobilizados nesse “hospital”?
- Envolvem passes magnéticos, entrevistas fraternas,
trabalhos de vibração, reuniões de desobsessão…
Considere-se, entretanto, que esses recursos são de
superfície. Cuidam de efeitos, envolvendo a visão que
as pessoas têm da vida e sua maneira de viver. Para
que tenham efeito duradouro é preciso que os
interessados busquem um segundo estágio.
Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti30/43
Passes Magnéticos
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini31/43
Doação de
Energia
Atendimento Fraterno
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini32/43
Atendimento
em todas as
dimensões!
Reuniões Mediúnicas de Desobsessão
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini33/43
Doutrinação dos preceitos de Jesus, sem violar
consciências.
Setor de Enfermagem
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini34/43
Hospital
do Corpo e da Alma
Pingafogo – O Centro Espírita
Qual seria o segundo estágio?
- A escola, onde frequentarão cursos de Espiritismo
para uma visão objetiva dos porquês da existência e,
sobretudo, das origens de seus problemas de saúde.
A doença é sempre um espelho da alma, mostrando-
nos que algo não vai bem em nossas concepções de
vida, em nossa maneira de viver. O aprendizado
espírita faculta-nos esse entendimento.
Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti35/43
Grupos de Estudos Espíritas
36/43
Estudo
sistematizado
do Evangelho
de Jesus,
segundo as
obras básicas
do Espiritismo
Palestra Pública
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini37/43
Encarnados e
desencarnados
ensinando e
aprendendo
Evangelização Infantil
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini38/43
Ensino de
Jesus e
Espiritismo
com base na
trilogia:
Ciência,
Filosofia e
Religião
Pingafogo – O Centro Espírita
Hospital e escola. Algo mais?
- Num terceiro estágio, o Centro Espírita é abençoada
oficina de trabalho onde, pelo empenho de servir,
neutralizamos o grande mal de nossa personalidade –
o egoísmo. É a partir do comportamento voltado
unicamente para os interesses pessoais, que
resvalamos para a inconsequência, a desonestidade,
o vício, a agressividade, e tudo o mais que nos
compromete.
Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti39/43
Centro Espírita – Farol de Luz
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini40/43
A grandeza do Universo de Deus
41/43
Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu
vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. João 14:2
A Pergunta que fica….
Como posso ampliar a
consciência da minha
imortalidade e da
grandeza do Universo?
link internet:
http://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216/centro-esprita-farol-de-luz
Referências Bibliográficas
O Livro dos Médiuns, Allan Kardec
Livro Dimensões espirituais do Centro Espírita, 2007.
Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 2005
Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos
Tonini
Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard
Simonetti
Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda
Materialismo Dialético)
Dimensões da Casa Espírita, Leonardo Pereira,
http://pt.slideshare.net/leopereira2/dimenses-espirituais-do-centro-
esprita

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
Graça Maciel
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
Jorge Luiz dos Santos
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
Cleuta Fraga
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
Dalila Melo
 
Terra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritosTerra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritos
bonattinho
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
igmateus
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
Graça Maciel
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
nelmarvoc
 
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestraPreparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
Euzebio Raimundo da Silva
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
gmo1973
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
Graça Maciel
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
umecamaqua
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Denise Aguiar
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Deborah Oliver
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Marcos Antônio Alves
 
Retorno à vida corporal 1,5h
Retorno à vida corporal 1,5hRetorno à vida corporal 1,5h
Retorno à vida corporal 1,5h
home
 
A paciência
A paciênciaA paciência
A paciência
Jose Ferreira Almeida
 

Mais procurados (20)

Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
Influencia dos espíritos nossos em nossos pensamentos e atos - n.14
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
 
Terra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritosTerra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritos
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
 
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestraPreparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
Preparação reencarnatória no mundo espiritual palestra
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
 
Retorno à vida corporal 1,5h
Retorno à vida corporal 1,5hRetorno à vida corporal 1,5h
Retorno à vida corporal 1,5h
 
A paciência
A paciênciaA paciência
A paciência
 

Destaque

Olhai Os Lirios Do Campo
Olhai Os Lirios Do CampoOlhai Os Lirios Do Campo
Olhai Os Lirios Do Campo
Eunice Da Silva Camargo
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Cynthia Castro
 
Oração ao centro espírita
Oração ao centro espíritaOração ao centro espírita
Oração ao centro espírita
paikachambi
 
Big bang daniel
Big bang danielBig bang daniel
Big bang daniel
grupocapelo
 
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismoPalestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
Jose Ferreira Almeida
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
Ricardo Azevedo
 
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
Jorge Luiz dos Santos
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
CEVP - Divulgação
 

Destaque (8)

Olhai Os Lirios Do Campo
Olhai Os Lirios Do CampoOlhai Os Lirios Do Campo
Olhai Os Lirios Do Campo
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
 
Oração ao centro espírita
Oração ao centro espíritaOração ao centro espírita
Oração ao centro espírita
 
Big bang daniel
Big bang danielBig bang daniel
Big bang daniel
 
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismoPalestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
Palestra 18 o evangelho segundo o espiritismo
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 

Semelhante a Centro Espírita - Farol de Luz

Boletim o pae novembro 2018
Boletim o pae   novembro 2018Boletim o pae   novembro 2018
Boletim o pae novembro 2018
O PAE PAE
 
Boletim o pae novembro 2018
Boletim o pae   novembro 2018Boletim o pae   novembro 2018
Boletim o pae novembro 2018
O PAE PAE
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
Eduardo Henrique Marçal
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
Antonio SSantos
 
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
Leonardo Pereira
 
Curso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidadeCurso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidade
Dirceu Jackson
 
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer   educacao consciencial do espiritoNascer e morrer   educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Jose Augusto Castro Chagas
 
Mediunidade & Misticismo
Mediunidade & MisticismoMediunidade & Misticismo
Mediunidade & Misticismo
2225165
 
Esclarecedores de Reunião Mediúnica
Esclarecedores de Reunião MediúnicaEsclarecedores de Reunião Mediúnica
Esclarecedores de Reunião Mediúnica
M.R.L
 
Estudando André Luiz apresentação do livro.
Estudando André Luiz apresentação do livro.Estudando André Luiz apresentação do livro.
Estudando André Luiz apresentação do livro.
ThiagoPereiraSantos2
 
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesadeCristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
Glaciane Betiollo
 
Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014
fespiritacrista
 
Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08
Leonardo Pereira
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento EspíritaSérie Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
Ricardo Azevedo
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espirita
Marta Gomes
 
01
0101
01
0101
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidadeCb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
Norberto Scavone Augusto
 
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritualCapitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Marta Gomes
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 

Semelhante a Centro Espírita - Farol de Luz (20)

Boletim o pae novembro 2018
Boletim o pae   novembro 2018Boletim o pae   novembro 2018
Boletim o pae novembro 2018
 
Boletim o pae novembro 2018
Boletim o pae   novembro 2018Boletim o pae   novembro 2018
Boletim o pae novembro 2018
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
 
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
A pesquisa mediúnica na obra de lamartine palhano!
 
Curso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidadeCurso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidade
 
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer   educacao consciencial do espiritoNascer e morrer   educacao consciencial do espirito
Nascer e morrer educacao consciencial do espirito
 
Mediunidade & Misticismo
Mediunidade & MisticismoMediunidade & Misticismo
Mediunidade & Misticismo
 
Esclarecedores de Reunião Mediúnica
Esclarecedores de Reunião MediúnicaEsclarecedores de Reunião Mediúnica
Esclarecedores de Reunião Mediúnica
 
Estudando André Luiz apresentação do livro.
Estudando André Luiz apresentação do livro.Estudando André Luiz apresentação do livro.
Estudando André Luiz apresentação do livro.
 
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesadeCristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
Cristina cairolinguagemdocorpo2belezaesade
 
Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014
 
Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento EspíritaSérie Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
Série Evangelho no Lar - Cap. 22 - Ensinamento Espírita
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espirita
 
01
0101
01
 
01
0101
01
 
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidadeCb 10   descrição do mundo espiritual e mediunidade
Cb 10 descrição do mundo espiritual e mediunidade
 
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritualCapitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Ricardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Ricardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Ricardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
 

Último

MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 

Último (16)

MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 

Centro Espírita - Farol de Luz

  • 2. O Centro Espírita é um Núcleo de Transformação Moral O Centro Espírita não se trata somente de uma construção física, adequada às necessidades de natureza educativa, mas, sobretudo, de uma edificação espiritual, cujas as bases devem estar fincadas na rocha da Espiritualidade, de onde nascem as legítimas realizações para o engrandecimento moral das criaturas humanas. Livro Dimensões espirituais do Centro Espírita, 2007.2/43 Bezerra de Menezes, por Divaldo Pereira Franco. Suely Caldas Schubert.
  • 3. Crença dos Espíritas 1 3/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte. 1º) Os fenômenos espíritas são produzidos por inteligências extracorpóreas, ou seja, pelos Espíritos. 2º) Os Espíritos constituem o mundo invisível e estão por toda parte; povoam os espaços até o infinito; há Espíritos incessantemente ao nosso redor e com eles estamos em contato. 3º) Os Espíritos agem constantemente sobre o mundo físico sobre o mundo moral, sendo uma das potências da Natureza.
  • 4. Crença dos Espíritas 2 4/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte. 4º) Os espíritos não são entidades à parte na Criação: são as almas dos que viveram na Terra ou em outros Mundos, desprovidas do seu envoltório corporal; do que se segue que as almas dos homens são Espíritos encarnados e que ao morrer nos tornamos Espíritos. 5º) Há Espíritos de todos os graus de bondade e de malícia, de saber e de ignorância. 6º) Estão submetidos à lei do progresso e todos podem chegar à perfeição, mas como dispõem do livre-arbítrio alcançam-na dentro de um tempo mais ou menos longo, segundo os seus esforços e a sua vontade.
  • 5. Crença dos Espíritas 3 5/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte. 7º) São felizes ou infelizes, conforme o bem ou mal que fizeram durante a vida e o grau de desenvolvimento a que chegaram à felicidade perfeita e sem nuvens só é alcançada pelos que chegaram ao supremo grau de perfeição. 8º) Todos os Espíritos, em dadas circunstâncias, podem manifestar-se aos homens, e o número dos que podem comunicar- se é indefinido. 9º) Os Espíritos se comunicam por meio dos médiuns, que lhes servem de instrumento e de intérpretes.
  • 6. Crença dos Espíritas 4 6/43 Livro dos Médiuns, Capítulo IV, Primeira Parte. 10º) Reconhecem-se a superioridade e a inferioridade dos Espíritos pela linguagem: os bons só aconselham o bem e só dizem coisas boas; os maus enganam e todas as suas palavras trazem o cunho da imperfeição e da ignorância.
  • 7. Número de Espíritos na Terra 7/43 * Estimativa com base nos espíritos encarnados e Livro Lírios de Esperança 7.4 29.6 Encarnados (1/5) Desencarnados (4/5) População Estimada: 37 Bilhões
  • 8. Número de Espíritos na Terra 8/43 Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 2005 7.4 29.6 Encarnados (1/5) Desencarnados (4/5) População Estimada: 37 Bilhões 50% em patamares de luta e sofrimento 25% almas medianas que já cooperam eficazmente na tarefa regenerativa de outros 25% condutores elevados, "avatares" que velam pelo grande plano do Cristo para o orbe 66% são almas doentes que purgam dolorosos processos de reeducação 34% são corações na busca ostensiva de sua recuperação, entre os quais, pouquíssimas vezes, encontramos os chamados "missionários”
  • 9. Não mexe com quem tá quieto! 9/43 Esses espíritas vivem mexendo com coisas sobrenaturais…. Será!?!?!
  • 10. Número de espíritos na Terra Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 200510/43 Nossos números de censo são muito próximos do censo Humano. No período da vinda do Cristo à Terra, a faixa estimativa populacional girava na ordem de 300 milhões de almas reencarnadas. Nessa ocasião, os censos do Mais Alto notificam que, entre encarnados e desencarnados, a Terra possuía uma população geral na ordem de 20 bilhões de almas. Essa projeção nos auxilia a concluir que, em certas épocas, os serviços socorristas realizaram-se totalmente na vida espiritual, considerando ser inexequível efetivá-lo com a participação humana.
  • 11. Quem disse que eles (nós) estão quietos... 11/43 Histórias de Fantasmas Histórias de Vida Ou melhor...
  • 12. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP12/43 Grupo de estudos de um Centro Espírita de Birigui-SP, na maioria formado por jovens, estudavam mediunidade e participaram de uma sessão mediúnica para aprenderem na prática como funcionam os trabalhos. Ficaram na mesa em oração como médiuns de sustentação para trabalho.
  • 13. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 1/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP13/43 - Doutrinador: Seja bem vinda minha irmã? - Freira: Onde eu estou? Não posso ficar aqui? - Doutrinador: Reconhece este lugar irmã? - Freira: Sim, é a minha igreja. - Doutrinador: Estão velando uma pessoa no altar? Sim minha irmã, se aproxime vamos ver quem é. - Freira: Meu Deus! Sou eu!!! - Doutrinador: Sim, você já está fora do corpo físico. Com a graça de Deus a vida continua. - Freira: Onde eu estou? - Doutrinador: Você está em uma Casa Espírita.
  • 14. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 1/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP14/43 - Freira: Está errado! Eu não posso estar aqui. Eu não acredito nisto. - Doutrinador: Nós estamos aqui para lhe ajudar, seguindo os preceitos de Jesus! - Doutrinador: Você está vendo estas pessoas ao seu lado? - Freira: Sim. - Doutrinador: Vá com elas minha irmã. Elas estão aqui para lhe ajudar. - Freira: Obrigado.
  • 15. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 2/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP15/43 - Doutrinadora: Olá meu irmãozinho. Está tudo bem com você? - Criança: Eu acho que eu morri, mas não sei direito onde estou. (A Médium adulta fala com uma voz infantil) - Doutrinadora: Sim você já não está mais preso ao corpo. E eu tenho uma boa notícia: Você já pode abrir os olhos! - Criança: Não dá, eu sou cego! - Doutrinadora: Não, o seu corpo é que era portador da cegueira. - Doutrinadora: Você consegue enxergar. Seu espírito é perfeito. - Criança: Não consigo. É difícil. - Doutrinadora: Vamos, tente, estamos aqui para te ajudar! - Criança: Nossa! Estou vendo….
  • 16. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 3/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP16/43 - Doutrinador: Olá meu irmão. Onde você está? - Guerreiro: Estou nesta guerra interminável. - Doutrinador: O que é isto ao seu lado meu irmão? - Guerreiro: É uma cabeça. Ahhhh... é a minha cabeça!!! - Guerreiro: Eu vou matar todos eles! (O médium ergue o braço como se estivesse empunhando uma espada para dar um golpe) - Doutrinador: Abaixe a sua espada meu irmão. A guerra já acabou! - Guerreiro: Nunca! Eu vou acabar com todos eles. - Doutrinador: É hora de perdoar meu irmão e parar de sofrer. - Doutrinador: Você já está há centenas de anos sofrendo... - Doutrinador: Vá em paz meu irmão!
  • 17. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 4/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP17/43 - Jovem 1 (Médium 1): Onde é que eu estou? O que ele está fazendo aqui!?! - Jovem 2 (Médium 2): Você aqui? Não cansa nunca de me perseguir. - Jovem 1: É você que me persegue! - Doutrinadora: Vocês sabem por que estão juntos? - Jovem 1: Ele nos matou… - Jovem 2: Eu não tive culpa… O carro capotou! A culpa foi sua. - Jovem 1: Você que estava dirigindo.
  • 18. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 4/6 Trabalho mediúnico em um Centro Espírita de Birigui-SP18/43 - Doutrinadora: Vocês se lembram daquela noite? O que aconteceu? - Jovem 2: Nós bebemos muito! E sofremos um acidente ao retornar para a casa... - Doutrinadora: Existe um só culpado nesta história? Não é hora de se perdoarem? - Jovem 1: Eu nunca vou perdoá-lo! Ele acabou com a minha vida. - Doutrinadora: Vocês precisam conversar mais e se perdoar. Vão com Deus e com Jesus!
  • 19. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 5/6 Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP19/43 - Doutrinador pede que o casal de encarnados entre na sala e permaneça em oração. - Mãe (da última encarnação): É a minha filha! Não posso ficar longe dela! Eles não vão cuidar dela! - Doutrinador: Minha irmã se você ficar junto irá atrapalhar a nova encarnação da sua filha. - Casal: Sentem a dor da separação daquela mãe e começam a rezar por ela. - Casal: Mentalmente eles prometem cuidar da sua filha e ajudá-la nesta encarnação. Oram também para que a mãe receba o conforto espiritual necessário.
  • 20. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 5/6 Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP20/43 - Mãe: Mas eu sinto tanta falta dela! Tenho muitas saudades! - Doutrinador: Ela precisa seguir o seu caminho e você também precisa seguir o seu minha irmã. - Doutrinador (após a sessão): Explica ao casal que a antiga mãe estava próxima a criança recém nascida e atrapalhava o seu sono. Explica que é necessário orar por ela.
  • 21. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 6/6 Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP21/43 Uma mãe está em um barraco no Rio de Janeiro segurando o filho recém nascido no colo. Ela tem pensamentos de se livrar da criança pois sente uma enorme repulsa, sem entender direito o motivo. A mãe adormece e é levada em desdobramento do sono para um Centro Espírita em Birigui-SP. - Mãe: Descobri que ele foi meu marido e me fez tanto mal. Não consigo ficar perto perto dele. Tenho vontade de esganá-lo.
  • 22. 6 “Histórias de Vida” no Trabalho Mediúnico 6/6 Trabalho mediúnico em um Centro de Birigui-SP22/43 - Doutrinador: Minhã irmã olha como Deus é perfeito! Olha a oportunidade que ele está lhe dando de ajudar este irmão no caminho do bem, agora como mãe, A mulher foi se acalmando com as palavras do doutrinador. - Doutrinador: Transforme isto em uma oportunidade de praticar o perdão com as bençãos de Jesus!
  • 23. “Nascer, viver, morrer, renascer de novo e progredir continuamente, tal é a lei” Descrição na lápide erigida à Allan Kardec, no Père Lachaise, em Paris.23/43
  • 24. Mediunidade na Casa Espírita Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 200524/43 A mediunidade não deve ser analisada apenas como uma atividade da casa espírita. Em verdade, ela é a alma das tarefas espirituais. O termômetro pelo qual se podem aferir as lutas e valores de uma organização e seus integrantes. A relação entre homens e espíritos constitui o cerne da proposta espírita, isto é, a consolidação do sentimento de imortalidade no coração.
  • 25. Alicerces Espirituais do Centro Espírita … antes mesmo que se definissem os planos da edificação material da Casa, foram tomadas medidas no que dizia respeito aos contingentes magnéticos no local e outras providências especiais. Ergueu-se, posteriormente, o Núcleo, em cuja construção se observaram os cuidados de zelar pela aeração, conforto sem excesso, preservando-se a simplicidade e a total ausência de objetos e enfeites que não os mínimos indispensáveis móveis e utensílios para o seu funcionamento... Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda25/43
  • 26. Alicerces Espirituais do Centro Espírita Todavia, nos respectivos departamentos reservados à câmara de passes, recinto mediúnico e sala de exposições doutrinárias, foram providenciadas aparelhagens complexas e com finalidades específicas, para cada mister apropriadas, no plano espiritual. Outrossim, instalaram-se recursos de defesas, a fim de resguardarem a Casa e seus frequentadores das nocivas investidas das hordas de salteadores e vagabundos desencarnados... Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda26/43
  • 27. Bastidores de uma Reunião Espírita Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini27/43 Telas eletro- magnéticas, comunicadores de longa distância, auscultadores vibracionais, etc.
  • 28. Bastidores de uma Reunião Espírita Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini28/43 Equipamentos elétricos no trato com espíritos ainda cegos para a luz da verdade.
  • 29. Pingafogo – O Centro Espírita Como poderíamos definir as atividades do Centro Espírita? - São várias, às quais as pessoas têm acesso à medida que se integram. Num primeiro momento o Centro Espírita tem sido para a maior parte dos que chegam um hospital para tratamento de males do corpo e da alma. Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti29/43
  • 30. Pingafogo – O Centro Espírita Quais os recursos mobilizados nesse “hospital”? - Envolvem passes magnéticos, entrevistas fraternas, trabalhos de vibração, reuniões de desobsessão… Considere-se, entretanto, que esses recursos são de superfície. Cuidam de efeitos, envolvendo a visão que as pessoas têm da vida e sua maneira de viver. Para que tenham efeito duradouro é preciso que os interessados busquem um segundo estágio. Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti30/43
  • 31. Passes Magnéticos Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini31/43 Doação de Energia
  • 32. Atendimento Fraterno Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini32/43 Atendimento em todas as dimensões!
  • 33. Reuniões Mediúnicas de Desobsessão Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini33/43 Doutrinação dos preceitos de Jesus, sem violar consciências.
  • 34. Setor de Enfermagem Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini34/43 Hospital do Corpo e da Alma
  • 35. Pingafogo – O Centro Espírita Qual seria o segundo estágio? - A escola, onde frequentarão cursos de Espiritismo para uma visão objetiva dos porquês da existência e, sobretudo, das origens de seus problemas de saúde. A doença é sempre um espelho da alma, mostrando- nos que algo não vai bem em nossas concepções de vida, em nossa maneira de viver. O aprendizado espírita faculta-nos esse entendimento. Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti35/43
  • 36. Grupos de Estudos Espíritas 36/43 Estudo sistematizado do Evangelho de Jesus, segundo as obras básicas do Espiritismo
  • 37. Palestra Pública Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini37/43 Encarnados e desencarnados ensinando e aprendendo
  • 38. Evangelização Infantil Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini38/43 Ensino de Jesus e Espiritismo com base na trilogia: Ciência, Filosofia e Religião
  • 39. Pingafogo – O Centro Espírita Hospital e escola. Algo mais? - Num terceiro estágio, o Centro Espírita é abençoada oficina de trabalho onde, pelo empenho de servir, neutralizamos o grande mal de nossa personalidade – o egoísmo. É a partir do comportamento voltado unicamente para os interesses pessoais, que resvalamos para a inconsequência, a desonestidade, o vício, a agressividade, e tudo o mais que nos compromete. Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti39/43
  • 40. Centro Espírita – Farol de Luz Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini40/43
  • 41. A grandeza do Universo de Deus 41/43 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. João 14:2
  • 42. A Pergunta que fica…. Como posso ampliar a consciência da minha imortalidade e da grandeza do Universo? link internet: http://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216/centro-esprita-farol-de-luz
  • 43. Referências Bibliográficas O Livro dos Médiuns, Allan Kardec Livro Dimensões espirituais do Centro Espírita, 2007. Livro Lírios de Esperança, Ermance Dufaux, 2005 Livro Seara do Bem, Luiz Antonio Ferraz, Espírito Antonio Carlos Tonini Livro “Espiritismo, Tudo o que você precisa saber”, Richard Simonetti Livro Tramas do Destino, Manoel Philomeno de Miranda Materialismo Dialético) Dimensões da Casa Espírita, Leonardo Pereira, http://pt.slideshare.net/leopereira2/dimenses-espirituais-do-centro- esprita

Notas do Editor

  1. Bezerra de Menezes, foi um médico, militar, escritor, jornalista, político, filantropo e expoente da Doutrina Espírita. Conhecido também como O Médico dos Pobres.
  2. Vejamos os resultados gerais a que chegamos através de uma observação completa, e que hoje formam a crença, podemos dizer, da universalidade dos Espíritos... Allan Kardec
  3. Não existe nada de sobrenatural no Espiritismo ou nos espíritos, como disse Kardec são forças da natureza que podem e serão explicadas pela Ciência.
  4. 34% de encanados "missionários coletivos", ou "encarregados de outorgas específicas" que venham a corroborar com o planejamento do progresso e bem-estar social 25% de desencarnados velam pelo grande plano do Cristo para o orbe, missionários, guias espirituais, avalizadores, espíritos superiores, auxiliares galácticos. A maioria deles liberados da reencarnação ou ainda inúmeros homens e mulheres comuns, que venceram as provas expiatórias no suceder das reencarnações.
  5. As 4 primeiras histórias que serão relatadas aconteceram em uma única sessão mediúnica. Além de outras que aconteceram em paralelo e que não puderam ser percebidas por um participante.
  6. Uma freira com medo por estar sendo ajudada em um Centro Espírita.
  7. A percepção de um espírito bom, mas desorientado.
  8. O espírito reclama que está em um corpo feminino e fica sem entender. A percepção neste caso é que o espírito ainda endurecido precisará de várias sessões de doutrinação.
  9. Dois ex-amigos agora inimigos. Um pedindo trégua e outro ainda preso no ódio e rancor.
  10. Bebê com mais de um ano, sem dormir bem e pais desorientados.
  11. Caso de um atendimento de encarnados para encarnados.
  12. Aeração: renovação espiritual advinda de bons ares; purificação.
  13. Conforme ensinou Kardec. Ajudar e divulgar o espiritismo, mas sem violar consciências.
  14. Para continuarmos neste fluxo e reflexão, a Pergunta que fica...