SlideShare uma empresa Scribd logo
Mudanças Climáticase Desmatamento               Impactos ambientais e sociaispor Geovany HumphreysRaphael Andrade PassosEcogestão-profa  Valéria  Bolognini
O que é ?Refere-se à variação do clima em escala global ou dos climas regionais da Terra ao longo do tempo. Estas variações dizem respeito a mudanças de temperatura, precipitação, nebulosidade e outros fenômenos climáticos.
Causas	Existem dois tipos de causas de mudanças climáticas:Naturais* Influência externa: Ciclo solar, Variação orbital, Impactos de meteoritos* Influência Interna: Vulcanismo, Esfriamento global e glaciações, El Niño e La NiñaAções Humanas
Causas NaturaisGlaciação, Esfriamento global, Variação orbital, Variação dos oceanos, Placas tectônicas, Deriva dos continentes, Ciclo Solar, Vulcanismo.Ações HumanasAs ações humanas também são grandes responsáveis pelas mudanças climáticas, podemos citar: Desflorestação, ilha de calor urbana, poluição atmosférica, entre outras.
InformaçãoHoje em dia podemos dizer que a informação é o primeiro passo contra as mudanças climáticas, pois este problema não é somente para políticos e ambientalistas, todos podem fazer sua parte!
Gráfico de emissão de gases estufa no mundo
O relatório da ONU sobre Aquecimento GlobalFatos e previsõesO mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática desferiu um intenso golpe nos céticos do aquecimento global. Cientistas climáticos de ponta têm agora 90% de certeza de que a atividade humana está aquecendo o planeta. Eles apresentam diversos cenários que demonstram aonde o aquecimento global poderia nos levar até o final do século. A escolha é nossa.
Aumento da temperatura global e continental Os aumentos de temperatura variam de continente para continente, mas uma coisa é global: o aquecimento é produzido pelo homem. Os gráficos baseiam-se nos modelos climáticos, que consideram somente fenômenos naturais (azul), como, por exemplo, variações na atividade solar, e modelos que também consideram as causas geradas pelo homem (vermelho), como consumo de combustíveis fósseis. A linha preta é formada de registros de temperatura reunidos por cientistas do mundo inteiro. Sem exceção, essas observações são paralelas às previsões pautadas em modelos que também consideram as causas geradas pelo homem. Esta é uma má notícia para céticos da mudança climática, que continuam a negar que os humanos são os principais responsáveis pelo aquecimento global
Futuro aumento da temperatura O gráfico exibe três cenários. A coluna à esquerda ilustra temperaturas em cerca de vinte anos, a coluna à direita mostra o mundo no final do século XXI. Os aumentos de temperatura no Ártico e no hemisfério norte serão expressivos, não importa a velocidade com que o aquecimento global progrida. As temperaturas aumentarão principalmente na África do Norte, o que poderia gerar secas e fome; no Himalaia, onde as geleiras que alimentam alguns dos maiores rios do mundo podem desaparecer; e na Sibéria.
Reunião em CopenhagenPrincipais líderes mundiais se reúnem para discutir o assunto de mudança climática que esta abalando o mundo todo. Podemos identificar certas semelhanças com o protocolo de Kyoto
Futuro e a reunião de CopenhagenEspera-se que os Estados Membros cheguem a um acordo em relação ao novo pacto de redução da emissão de gases estufa em reunião, o futuro do mundo pode estar extremamente relacionado com decisões tomadas no local.
Impactos ambientaisO impacto ambiental é um desequilíbrio provocado pelo choque da relação do homem com o meio ambiente, surgiu a partir da evolução humana, ou seja, no momento em que o homem começou a evoluir em seu modo de vida.Impacto SocialAs mudanças climáticas também influenciam no impacto social, pois algumas pessoas são vitimas de tragédias decorridas da mudança climáticas e seus impactos ambientais. É muito comum ouvirmos casos de vítimas de  desmoronamento, enchentes, incêndios, terremotos, furacões, entre outros.
Desmatamento
No Brasil ou no mundo inteiro?	No mundo inteiro o desmatamento ocorreu e ainda está ocorrendo. Nos países em desenvolvimento, principalmente asiáticos como a China, quase toda a cobertura vegetal foi explorada. Brasil com o decorrer do tempo aumentava o número de desmatamento, assim como Estados Unidos e Rússia também destruíram suas florestas com o passar do tempo.
Desmatamento no Brasil
Queimadas e incêndiosAs queimadas e incêndios florestais as vezes ocorrem por motivos econômicos. Ocorrem incêndios por  irresponsabilidade de motoristas. Bombeiros afirmam que muitos incêndios tem como causa inicial as pontas de cigarros jogadas nas beiradas das rodovias.AÇÃO É SOLUÇÃO!Se cada ser humano se conscientizar de que cada um pode fazer a diferença, com certeza teremos uma melhora considerável. Se cada pessoa fizer o mínimo possível, talvez possamos salvar nosso planeta de um desastre, mas para que isso aconteça é preciso AÇÃO!
Para saber mais sobre os assuntos citados, acesse os links abaixo:http://knowledge.allianz.com.br/br/climate_change/global_warming_ipcc_report_facts.htmlhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Mudan%C3%A7a_do_climahttp://unic.un.org/imucms/Dish.aspx?loc=64&pg=59
Mudanças Climáticas
Mudanças Climáticas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Efeito estufa e aquecimento global
Efeito estufa e aquecimento globalEfeito estufa e aquecimento global
Efeito estufa e aquecimento global
profleofonseca
 
Aquecimento Global
Aquecimento  GlobalAquecimento  Global
Aquecimento Global
Pdrs
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
Luiz Henrique Ferreira
 
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicasCausas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Emília Cabral
 
Impactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivoImpactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivo
BIOLOGIA Associação Pré-FEDERAL
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
Jane Mary Lima Castro
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
laiszanatta
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
janeibe
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
lidia76
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
guest1481536
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
PIBID Joel Job
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
Lucca
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
picoalto
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos Ambientais
Carlos Priante
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
andreresende22051997
 
Mudancas climaticas - INPE
Mudancas climaticas - INPEMudancas climaticas - INPE
Mudancas climaticas - INPE
Guellity Marcel
 
Palestra Meio Ambiente
Palestra Meio AmbientePalestra Meio Ambiente
Palestra Meio Ambiente
adelsonb
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
Tânia Reis
 
Atmosfera
AtmosferaAtmosfera
Atmosfera
Simone Peixoto
 

Mais procurados (20)

Efeito estufa e aquecimento global
Efeito estufa e aquecimento globalEfeito estufa e aquecimento global
Efeito estufa e aquecimento global
 
Aquecimento Global
Aquecimento  GlobalAquecimento  Global
Aquecimento Global
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicasCausas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
 
Impactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivoImpactos ambientais intensivo
Impactos ambientais intensivo
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
 
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Aula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos AmbientaisAula 2 Impactos Ambientais
Aula 2 Impactos Ambientais
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Mudancas climaticas - INPE
Mudancas climaticas - INPEMudancas climaticas - INPE
Mudancas climaticas - INPE
 
Palestra Meio Ambiente
Palestra Meio AmbientePalestra Meio Ambiente
Palestra Meio Ambiente
 
Poluição atmosférica
Poluição atmosféricaPoluição atmosférica
Poluição atmosférica
 
Atmosfera
AtmosferaAtmosfera
Atmosfera
 

Semelhante a Mudanças Climáticas

Turma 11
Turma 11Turma 11
Turma 11
Bianca Vushmaci
 
Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
tatyvladimirovna
 
Carlos walter
Carlos walterCarlos walter
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E EdilaineProj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
ste.rosa
 
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptxAPRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
WesleyBrito30
 
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
Aula   a crise socioambiental planetária (atual)Aula   a crise socioambiental planetária (atual)
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
João Alfredo Telles Melo
 
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
Aula   a crise socioambiental planetária (atual)Aula   a crise socioambiental planetária (atual)
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
João Alfredo Telles Melo
 
Aula a crise socioambiental planetária
Aula a crise socioambiental planetáriaAula a crise socioambiental planetária
Aula a crise socioambiental planetária
João Alfredo Telles Melo
 
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdfMeio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
carinebarrosprof
 
Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social
Vivendo E Agindo Carbono Neutro SocialVivendo E Agindo Carbono Neutro Social
Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Vivendo e agindo CarbonoNeutro Social
Vivendo e agindo CarbonoNeutro SocialVivendo e agindo CarbonoNeutro Social
Vivendo e agindo CarbonoNeutro Social
vcbiovale
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Luan Furtado
 

Semelhante a Mudanças Climáticas (20)

Turma 11
Turma 11Turma 11
Turma 11
 
Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
 
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
Alterações sofridas na atmosfera (CFQ)
 
Carlos walter
Carlos walterCarlos walter
Carlos walter
 
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E EdilaineProj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
 
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptxAPRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
APRESENTAÇÃO - MUDANÇAS CLIMÁTICAS.pptx
 
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
Aula   a crise socioambiental planetária (atual)Aula   a crise socioambiental planetária (atual)
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
 
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
Aula   a crise socioambiental planetária (atual)Aula   a crise socioambiental planetária (atual)
Aula a crise socioambiental planetária (atual)
 
Aula a crise socioambiental planetária
Aula a crise socioambiental planetáriaAula a crise socioambiental planetária
Aula a crise socioambiental planetária
 
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdfMeio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
Meio Ambiete e Susentabilidade Digital Didático.pdf
 
Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social
Vivendo E Agindo Carbono Neutro SocialVivendo E Agindo Carbono Neutro Social
Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social
 
Vivendo e agindo CarbonoNeutro Social
Vivendo e agindo CarbonoNeutro SocialVivendo e agindo CarbonoNeutro Social
Vivendo e agindo CarbonoNeutro Social
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 

Mais de vallmachado

Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010
vallmachado
 
Transporte Publico
Transporte PublicoTransporte Publico
Transporte Publico
vallmachado
 
Plano Diretor
Plano DiretorPlano Diretor
Plano Diretor
vallmachado
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
vallmachado
 
Rio Tiete Concluido
Rio Tiete ConcluidoRio Tiete Concluido
Rio Tiete Concluido
vallmachado
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
vallmachado
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
vallmachado
 
Uso do Solo
Uso do SoloUso do Solo
Uso do Solo
vallmachado
 
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento UrbanoUrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
vallmachado
 
PoluiçãO1
PoluiçãO1PoluiçãO1
PoluiçãO1
vallmachado
 
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
vallmachado
 
Conferencias Do Clima
Conferencias Do ClimaConferencias Do Clima
Conferencias Do Clima
vallmachado
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
vallmachado
 
Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.
vallmachado
 
Do desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidadeDo desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidade
vallmachado
 
Nossos Velhos
Nossos VelhosNossos Velhos
Nossos Velhos
vallmachado
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
vallmachado
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
vallmachado
 
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo ClássicoParte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
vallmachado
 
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e ModernidadeParte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
vallmachado
 

Mais de vallmachado (20)

Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010
 
Transporte Publico
Transporte PublicoTransporte Publico
Transporte Publico
 
Plano Diretor
Plano DiretorPlano Diretor
Plano Diretor
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Rio Tiete Concluido
Rio Tiete ConcluidoRio Tiete Concluido
Rio Tiete Concluido
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
 
Uso do Solo
Uso do SoloUso do Solo
Uso do Solo
 
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento UrbanoUrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
 
PoluiçãO1
PoluiçãO1PoluiçãO1
PoluiçãO1
 
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
 
Conferencias Do Clima
Conferencias Do ClimaConferencias Do Clima
Conferencias Do Clima
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
 
Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.
 
Do desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidadeDo desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidade
 
Nossos Velhos
Nossos VelhosNossos Velhos
Nossos Velhos
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
 
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo ClássicoParte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
 
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e ModernidadeParte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
 

Último

Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 

Mudanças Climáticas

  • 1. Mudanças Climáticase Desmatamento Impactos ambientais e sociaispor Geovany HumphreysRaphael Andrade PassosEcogestão-profa Valéria Bolognini
  • 2. O que é ?Refere-se à variação do clima em escala global ou dos climas regionais da Terra ao longo do tempo. Estas variações dizem respeito a mudanças de temperatura, precipitação, nebulosidade e outros fenômenos climáticos.
  • 3. Causas Existem dois tipos de causas de mudanças climáticas:Naturais* Influência externa: Ciclo solar, Variação orbital, Impactos de meteoritos* Influência Interna: Vulcanismo, Esfriamento global e glaciações, El Niño e La NiñaAções Humanas
  • 4. Causas NaturaisGlaciação, Esfriamento global, Variação orbital, Variação dos oceanos, Placas tectônicas, Deriva dos continentes, Ciclo Solar, Vulcanismo.Ações HumanasAs ações humanas também são grandes responsáveis pelas mudanças climáticas, podemos citar: Desflorestação, ilha de calor urbana, poluição atmosférica, entre outras.
  • 5. InformaçãoHoje em dia podemos dizer que a informação é o primeiro passo contra as mudanças climáticas, pois este problema não é somente para políticos e ambientalistas, todos podem fazer sua parte!
  • 6. Gráfico de emissão de gases estufa no mundo
  • 7. O relatório da ONU sobre Aquecimento GlobalFatos e previsõesO mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática desferiu um intenso golpe nos céticos do aquecimento global. Cientistas climáticos de ponta têm agora 90% de certeza de que a atividade humana está aquecendo o planeta. Eles apresentam diversos cenários que demonstram aonde o aquecimento global poderia nos levar até o final do século. A escolha é nossa.
  • 8. Aumento da temperatura global e continental Os aumentos de temperatura variam de continente para continente, mas uma coisa é global: o aquecimento é produzido pelo homem. Os gráficos baseiam-se nos modelos climáticos, que consideram somente fenômenos naturais (azul), como, por exemplo, variações na atividade solar, e modelos que também consideram as causas geradas pelo homem (vermelho), como consumo de combustíveis fósseis. A linha preta é formada de registros de temperatura reunidos por cientistas do mundo inteiro. Sem exceção, essas observações são paralelas às previsões pautadas em modelos que também consideram as causas geradas pelo homem. Esta é uma má notícia para céticos da mudança climática, que continuam a negar que os humanos são os principais responsáveis pelo aquecimento global
  • 9. Futuro aumento da temperatura O gráfico exibe três cenários. A coluna à esquerda ilustra temperaturas em cerca de vinte anos, a coluna à direita mostra o mundo no final do século XXI. Os aumentos de temperatura no Ártico e no hemisfério norte serão expressivos, não importa a velocidade com que o aquecimento global progrida. As temperaturas aumentarão principalmente na África do Norte, o que poderia gerar secas e fome; no Himalaia, onde as geleiras que alimentam alguns dos maiores rios do mundo podem desaparecer; e na Sibéria.
  • 10. Reunião em CopenhagenPrincipais líderes mundiais se reúnem para discutir o assunto de mudança climática que esta abalando o mundo todo. Podemos identificar certas semelhanças com o protocolo de Kyoto
  • 11. Futuro e a reunião de CopenhagenEspera-se que os Estados Membros cheguem a um acordo em relação ao novo pacto de redução da emissão de gases estufa em reunião, o futuro do mundo pode estar extremamente relacionado com decisões tomadas no local.
  • 12. Impactos ambientaisO impacto ambiental é um desequilíbrio provocado pelo choque da relação do homem com o meio ambiente, surgiu a partir da evolução humana, ou seja, no momento em que o homem começou a evoluir em seu modo de vida.Impacto SocialAs mudanças climáticas também influenciam no impacto social, pois algumas pessoas são vitimas de tragédias decorridas da mudança climáticas e seus impactos ambientais. É muito comum ouvirmos casos de vítimas de desmoronamento, enchentes, incêndios, terremotos, furacões, entre outros.
  • 14. No Brasil ou no mundo inteiro? No mundo inteiro o desmatamento ocorreu e ainda está ocorrendo. Nos países em desenvolvimento, principalmente asiáticos como a China, quase toda a cobertura vegetal foi explorada. Brasil com o decorrer do tempo aumentava o número de desmatamento, assim como Estados Unidos e Rússia também destruíram suas florestas com o passar do tempo.
  • 16. Queimadas e incêndiosAs queimadas e incêndios florestais as vezes ocorrem por motivos econômicos. Ocorrem incêndios por irresponsabilidade de motoristas. Bombeiros afirmam que muitos incêndios tem como causa inicial as pontas de cigarros jogadas nas beiradas das rodovias.AÇÃO É SOLUÇÃO!Se cada ser humano se conscientizar de que cada um pode fazer a diferença, com certeza teremos uma melhora considerável. Se cada pessoa fizer o mínimo possível, talvez possamos salvar nosso planeta de um desastre, mas para que isso aconteça é preciso AÇÃO!
  • 17. Para saber mais sobre os assuntos citados, acesse os links abaixo:http://knowledge.allianz.com.br/br/climate_change/global_warming_ipcc_report_facts.htmlhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Mudan%C3%A7a_do_climahttp://unic.un.org/imucms/Dish.aspx?loc=64&pg=59