SlideShare uma empresa Scribd logo
A cidade de São Paulo e a necessidade de repensar o meio urbano Urbanização e Crescimento Urbano Por Marcela Gomes e Wilian Forestto Ecogestão-profa Valéria Bolognini
Introdução Até poucas décadas atrás, o Brasil era um país de economia agrária e população majoritariamente rural.  Hoje, 8 em cada 10 brasileiros vivem em cidades A concentração de pessoas em centros urbanos  traz uma série de implicações, sejam elas de ordem social, econômica ou ambiental.
Conceito Urbanização A urbanização é o resultado da transferência de pessoas do meio rural (campo) para o meio urbano (cidade).  Assim, a idéia de urbanização está associada à concentração de muitas pessoas em um espaço restrito e na substituição das atividades primárias (agropecuária) por atividades secundárias (indústrias) e terciárias (serviços).
Conceito Urbanização Crescimento Urbano: O sentido mais usual, da urbanização, é o de crescimento urbano, ou seja, refere-se à expansão física da cidade, mediante o aumento do número de ruas, praças, moradias, etc.
Conceito Urbanização Crescimento Populacional:   O crescimento populacional é o aumento da quantidade de indivíduos de uma população por uma unidade de tempo. O termo população pode ser aplicado a qualquer espécie viva, mas aqui refere-se aos humanos. A população mundial em 1950 era de 2,5 bilhões de pessoas. Em 2000 já havia mais de 6 bilhões de humanos no planeta.
Urbanização No período de 1960 a 1980, o Brasil presenciou a maior migração das pessoas das áreas rurais para as urbanas, os principais motivos dessa migração em massa foram a expansão da fronteira agrícola, o modelo de urbanização que incentivava o crescimento das cidades criando oportunidades de empregos que atraíam os moradores do campo, e, a estratégia de modernização da agricultura que incentivava às culturas de exportação e os sistemas modernos de agricultura, práticas que, por sua vez, utilizam menos mão-de-obra que a agricultura tradicional, forçando os trabalhadores excedentes a procurarem outra foram de sustento.
Consequências  O contínuo aumento populacional e a urbanização podem gerar várias consequências negativas. Como: Poluição; Excesso de Lixo; Moradia; Emprego; Trânsito; Alagamentos; Saneamento Básico;
Poluição  Devido ao excesso da população aumenta-se consequentemente os meios de poluição do meio ambiente; Sendo eles, a poluição do ar pela queima de combustíveis fósseis, poluição dos mares devido ao lixo e ao vazamento de petróleo;
Excesso de Lixo O aumento da população esta diretamente ligado com o aumento da produção de lixo; Na cidade de São Paulo 13.800 toneladas de lixo são produzidas por dia sendo que apenas 1% é reciclado;
Moradia Com a grande migração de pessoas para os centros urbanos, a situação da habitação começa a se complicar, pois não existe um planejamento para este  contingente de pessoas. Juntamente a especulação imobiliária que dificulta a aquisição de imóveis pela população de baixa renda, pois faz com que os valores sejam elevados. Portanto, as ocupações irregulares são a solução encontrada para a maioria dos migrantes que acabam se instalando em áreas onde a habitação não é permitida, por exemplo: Encostas, áreas de mananciais, as favelas entre outros. Crescimento desordenado da população em um espaço restrito, traz consigo as consequências citadas acima. Porém, mesmo em cidades consideradas modelos como Curitiba, as ocupações irregulares estão crescendo rapidamente, devido à especulação imobiliária.
Emprego Migração: A migração feita há décadas atrás, tinha como intuito preencher a grande demanda de mão de obra existente nos centros urbanos, por exemplo, São Paulo inicialmente com a  produção cafeeira  e depois a  produção industrial . Porém, na atualidade devido à grande  automação  dos processos industriais, a crise do emprego foi instalada e está totalmente conectada com as consequências do crescimento populacional, causando  desemprego ,  miséria ,  exclusão social  entre outros.
Emprego Qualificação de mão de obra: O problema é devido à relação entre quantidade de mão de obra X quantidade de empregos, que se tornou muito defasada após as automações. Mas, existe o ponto a ser discutido: "Emprego existe, mas não existe pessoas qualificadas para atuarem nestes". Com certeza isto é uma realidade, porém, o crescimento populacional desordenado e sem nenhum tipo de planejamento, torna a qualificação da mão de obra restrita à elite da sociedade que tem o acesso à informação e formação .
Trânsito O excesso de veículos é outra consequência grave do aumento da população; Diariamente os paulistanos enfrentam congestionamentos gigantescos. A falta de planejamento é evidente se analisarmos a questão do transporte público na cidade de São Paulo. Porém, o transporte no Brasil é levado para a questão de status social, pois culturalmente quem utiliza o serviço público é a classe baixa e muitas questões políticas estão envolvidas, por exemplo, os grandes investimentos que são feitos nas estradas, favorecem somente a parcela da população que possui automóveis.  Deixando de lado o investimento no transporte público, o que favorece para a formação dos congestionamentos.
Alagamentos Uma inundação pode ser o resultado de uma grande tempestade, onde a água da chuva não foi suficientemente absorvida pelo solo e outras formas de escoamento. Também pode ser provocada de forma induzida pelo homem através da construção de barragens e pela abertura ou rompimento de comportas de represas. Enchentes x Inundações Existe uma distinção conceitual entre os termos enchente e inundação: a diferença fundamental é que o primeiro termo refere-se a uma ocorrência natural, que normalmente não afeta diretamente a população, tendo em vista sua ciclicidade. Já as inundações são decorrentes de modificações no uso do solo e podem provocar danos de grandes proporções.
Saneamento Básico Em 2000, 60% da população brasileira não tinha acesso à rede coletora de esgotos e apenas 20% do esgoto gerado no País recebia algum tipo de tratamento. Nesse mesmo ano, quase um quarto da população não tinha acesso à rede de abastecimento de água.  Apesar da importância para saúde e meio ambiente, o saneamento básico no Brasil está longe de ser adequado. Mais da metade da população não conta, sequer, com redes para coleta de esgotos e 80% dos resíduos gerados são lançados diretamente nos rios, sem nenhum tipo de tratamento. Além disso, quase um quarto da população não tem acesso à rede de abastecimento de água.  O descaso e a ausência de investimentos no setor de saneamento em nosso País, em especial nas áreas urbanas, compromete a qualidade de vida da população e do meio ambiente. Enchentes, lixo, contaminação dos mananciais, água sem tratamento e doenças.
Conclusão A cidade de São Paulo desenvolveu-se muito rápido, porém muitos fatos contribuíram para o crescimento desordenado, como: Destino de muitas migrações; Falta de planejamento; Busca de melhores condições de vida; Acarretando algumas das consequencias citadas neste trabalho. Enfim, medidas devem ser tomadas por parte do governo e da população, para que assim ocorra a resolução ou ao menos amenização deste problema.   Preserve o que é SEU
Links de Informação http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=53153.0 http://www.brasilescola.com/brasil/urbanizacao-geral.htm http://www.infoescola.com/geografia/exodo-rural/ http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/1988/T88V02A01.pdf http://www.ecodebate.com.br/2008/07/21/crescimento-urbano-desafios-das-metropoles/ http://www.ecodebate.com.br/2008/11/19/curitiba-a-urbanizacao-que-gera-exclusao-social/ http://www.ecodebate.com.br/2008/11/19/curitiba-a-urbanizacao-que-gera-exclusao-social/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Polui%C3%A7%C3%A3o http://www.coladaweb.com/geografia/o-processo-de-urbanizacao

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
Artur Lara
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
Bruno Lima
 
Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
André Luiz Marques
 
Espaço geográfico
Espaço geográficoEspaço geográfico
Espaço geográfico
Carminha
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
feraps
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
Artur Lara
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
Professor
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
Prof.Paulo/geografia
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratorios
dela28
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
Almir
 
Relevo
RelevoRelevo
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
Luciano Pessanha
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
Stéfano Silveira
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
Isabela Espíndola
 
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Unidade 3   7º ano - População do BrasilUnidade 3   7º ano - População do Brasil
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Christie Freitas
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 

Mais procurados (20)

Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
 
Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
 
Espaço geográfico
Espaço geográficoEspaço geográfico
Espaço geográfico
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Paisagem
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratorios
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Migrações no brasil
Migrações no brasilMigrações no brasil
Migrações no brasil
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
 
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Unidade 3   7º ano - População do BrasilUnidade 3   7º ano - População do Brasil
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 

Semelhante a UrbanizaçãO e Crescimento Urbano

Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
brunadeorce
 
Trabalho Sobre Urbanização
Trabalho Sobre UrbanizaçãoTrabalho Sobre Urbanização
Trabalho Sobre Urbanização
Tais Rocha
 
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
Kaze Scapelin
 
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptxUrbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
GabriellyReis7
 
A URBANIZAÇÃO NO BRASIL
A URBANIZAÇÃO NO BRASILA URBANIZAÇÃO NO BRASIL
A URBANIZAÇÃO NO BRASIL
Kananda Reis
 
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
rafaelbrandao22
 
Geografia Urbanização
Geografia UrbanizaçãoGeografia Urbanização
Geografia Urbanização
Leonardo Silva Costa
 
Aspectos Do Brasil 1º Va
Aspectos Do Brasil 1º VaAspectos Do Brasil 1º Va
Aspectos Do Brasil 1º Va
ProfMario De Mori
 
Urbanização do Rio de Janeiro
Urbanização do Rio de JaneiroUrbanização do Rio de Janeiro
Urbanização do Rio de Janeiro
Juan Da Silva Lemos
 
As cidades brasileiras
As cidades brasileiras As cidades brasileiras
As cidades brasileiras
Ely Leal
 
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
Alexandre Azevedo
 
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-42012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
Edjania dos Anjos
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
Blendon Mendonça
 
Aula 6 planejamento urbano e amb
Aula 6   planejamento urbano e ambAula 6   planejamento urbano e amb
Aula 6 planejamento urbano e amb
Giovanna Ortiz
 
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃOURBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
Vanessa Silva
 
O estado das cidades e o setor da construção
O estado das cidades e o setor da construçãoO estado das cidades e o setor da construção
O estado das cidades e o setor da construção
Lucas Amaral Lauriano
 
Aspectos Do Brasil 1º Ma
Aspectos Do Brasil 1º MaAspectos Do Brasil 1º Ma
Aspectos Do Brasil 1º Ma
ProfMario De Mori
 
Aspectos Do Brasil 1º Mb
Aspectos Do Brasil 1º MbAspectos Do Brasil 1º Mb
Aspectos Do Brasil 1º Mb
ProfMario De Mori
 
Problemas no contexto metropolitano: Bertioga
Problemas no contexto metropolitano: BertiogaProblemas no contexto metropolitano: Bertioga
Problemas no contexto metropolitano: Bertioga
dialogosedebates
 

Semelhante a UrbanizaçãO e Crescimento Urbano (20)

Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Trabalho Sobre Urbanização
Trabalho Sobre UrbanizaçãoTrabalho Sobre Urbanização
Trabalho Sobre Urbanização
 
Slide romina
Slide   rominaSlide   romina
Slide romina
 
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
Crescimento urbano - impactos e transformações na sociedade.
 
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptxUrbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
 
A URBANIZAÇÃO NO BRASIL
A URBANIZAÇÃO NO BRASILA URBANIZAÇÃO NO BRASIL
A URBANIZAÇÃO NO BRASIL
 
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
Aula 15 - 6º GEO - Urbanização e industrialização. Industrialização e as alte...
 
Geografia Urbanização
Geografia UrbanizaçãoGeografia Urbanização
Geografia Urbanização
 
Aspectos Do Brasil 1º Va
Aspectos Do Brasil 1º VaAspectos Do Brasil 1º Va
Aspectos Do Brasil 1º Va
 
Urbanização do Rio de Janeiro
Urbanização do Rio de JaneiroUrbanização do Rio de Janeiro
Urbanização do Rio de Janeiro
 
As cidades brasileiras
As cidades brasileiras As cidades brasileiras
As cidades brasileiras
 
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
3_Urbanização-no-Brasil1.pdf
 
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-42012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
2012 07 20_17_20_14_eja_7_ce_geografia_unidades_3-4
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Aula 6 planejamento urbano e amb
Aula 6   planejamento urbano e ambAula 6   planejamento urbano e amb
Aula 6 planejamento urbano e amb
 
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃOURBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO
 
O estado das cidades e o setor da construção
O estado das cidades e o setor da construçãoO estado das cidades e o setor da construção
O estado das cidades e o setor da construção
 
Aspectos Do Brasil 1º Ma
Aspectos Do Brasil 1º MaAspectos Do Brasil 1º Ma
Aspectos Do Brasil 1º Ma
 
Aspectos Do Brasil 1º Mb
Aspectos Do Brasil 1º MbAspectos Do Brasil 1º Mb
Aspectos Do Brasil 1º Mb
 
Problemas no contexto metropolitano: Bertioga
Problemas no contexto metropolitano: BertiogaProblemas no contexto metropolitano: Bertioga
Problemas no contexto metropolitano: Bertioga
 

Mais de vallmachado

Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010
vallmachado
 
Transporte Publico
Transporte PublicoTransporte Publico
Transporte Publico
vallmachado
 
Plano Diretor
Plano DiretorPlano Diretor
Plano Diretor
vallmachado
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
vallmachado
 
Rio Tiete Concluido
Rio Tiete ConcluidoRio Tiete Concluido
Rio Tiete Concluido
vallmachado
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
vallmachado
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
vallmachado
 
Uso do Solo
Uso do SoloUso do Solo
Uso do Solo
vallmachado
 
PoluiçãO1
PoluiçãO1PoluiçãO1
PoluiçãO1
vallmachado
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
vallmachado
 
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
vallmachado
 
Conferencias Do Clima
Conferencias Do ClimaConferencias Do Clima
Conferencias Do Clima
vallmachado
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
vallmachado
 
Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.
vallmachado
 
Do desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidadeDo desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidade
vallmachado
 
Nossos Velhos
Nossos VelhosNossos Velhos
Nossos Velhos
vallmachado
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
vallmachado
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
vallmachado
 
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo ClássicoParte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
vallmachado
 
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e ModernidadeParte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
vallmachado
 

Mais de vallmachado (20)

Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010Seminario do trabalho_2010
Seminario do trabalho_2010
 
Transporte Publico
Transporte PublicoTransporte Publico
Transporte Publico
 
Plano Diretor
Plano DiretorPlano Diretor
Plano Diretor
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Rio Tiete Concluido
Rio Tiete ConcluidoRio Tiete Concluido
Rio Tiete Concluido
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
 
Rio+Tietê..
Rio+Tietê..Rio+Tietê..
Rio+Tietê..
 
Uso do Solo
Uso do SoloUso do Solo
Uso do Solo
 
PoluiçãO1
PoluiçãO1PoluiçãO1
PoluiçãO1
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
 
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
Energias NãO Renovaveis(WalkléBio)
 
Conferencias Do Clima
Conferencias Do ClimaConferencias Do Clima
Conferencias Do Clima
 
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao PauloA Coleta De Lixo Em Sao Paulo
A Coleta De Lixo Em Sao Paulo
 
Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.Pesquisa de dissertação em andamento.
Pesquisa de dissertação em andamento.
 
Do desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidadeDo desemprego juvenil a empregabilidade
Do desemprego juvenil a empregabilidade
 
Nossos Velhos
Nossos VelhosNossos Velhos
Nossos Velhos
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
Reformas da Educacao Profissional - anos 1920 a 1980
 
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
Reformas da Educacao Profissional - anos 80 e anos 90
 
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo ClássicoParte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
Parte I - Centralidade do Trabalho no Marxismo Clássico
 
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e ModernidadeParte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
Parte II - Descentralidade do Trabalho e Modernidade
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 

UrbanizaçãO e Crescimento Urbano

  • 1. A cidade de São Paulo e a necessidade de repensar o meio urbano Urbanização e Crescimento Urbano Por Marcela Gomes e Wilian Forestto Ecogestão-profa Valéria Bolognini
  • 2. Introdução Até poucas décadas atrás, o Brasil era um país de economia agrária e população majoritariamente rural. Hoje, 8 em cada 10 brasileiros vivem em cidades A concentração de pessoas em centros urbanos traz uma série de implicações, sejam elas de ordem social, econômica ou ambiental.
  • 3. Conceito Urbanização A urbanização é o resultado da transferência de pessoas do meio rural (campo) para o meio urbano (cidade). Assim, a idéia de urbanização está associada à concentração de muitas pessoas em um espaço restrito e na substituição das atividades primárias (agropecuária) por atividades secundárias (indústrias) e terciárias (serviços).
  • 4. Conceito Urbanização Crescimento Urbano: O sentido mais usual, da urbanização, é o de crescimento urbano, ou seja, refere-se à expansão física da cidade, mediante o aumento do número de ruas, praças, moradias, etc.
  • 5. Conceito Urbanização Crescimento Populacional: O crescimento populacional é o aumento da quantidade de indivíduos de uma população por uma unidade de tempo. O termo população pode ser aplicado a qualquer espécie viva, mas aqui refere-se aos humanos. A população mundial em 1950 era de 2,5 bilhões de pessoas. Em 2000 já havia mais de 6 bilhões de humanos no planeta.
  • 6. Urbanização No período de 1960 a 1980, o Brasil presenciou a maior migração das pessoas das áreas rurais para as urbanas, os principais motivos dessa migração em massa foram a expansão da fronteira agrícola, o modelo de urbanização que incentivava o crescimento das cidades criando oportunidades de empregos que atraíam os moradores do campo, e, a estratégia de modernização da agricultura que incentivava às culturas de exportação e os sistemas modernos de agricultura, práticas que, por sua vez, utilizam menos mão-de-obra que a agricultura tradicional, forçando os trabalhadores excedentes a procurarem outra foram de sustento.
  • 7. Consequências O contínuo aumento populacional e a urbanização podem gerar várias consequências negativas. Como: Poluição; Excesso de Lixo; Moradia; Emprego; Trânsito; Alagamentos; Saneamento Básico;
  • 8. Poluição Devido ao excesso da população aumenta-se consequentemente os meios de poluição do meio ambiente; Sendo eles, a poluição do ar pela queima de combustíveis fósseis, poluição dos mares devido ao lixo e ao vazamento de petróleo;
  • 9. Excesso de Lixo O aumento da população esta diretamente ligado com o aumento da produção de lixo; Na cidade de São Paulo 13.800 toneladas de lixo são produzidas por dia sendo que apenas 1% é reciclado;
  • 10. Moradia Com a grande migração de pessoas para os centros urbanos, a situação da habitação começa a se complicar, pois não existe um planejamento para este contingente de pessoas. Juntamente a especulação imobiliária que dificulta a aquisição de imóveis pela população de baixa renda, pois faz com que os valores sejam elevados. Portanto, as ocupações irregulares são a solução encontrada para a maioria dos migrantes que acabam se instalando em áreas onde a habitação não é permitida, por exemplo: Encostas, áreas de mananciais, as favelas entre outros. Crescimento desordenado da população em um espaço restrito, traz consigo as consequências citadas acima. Porém, mesmo em cidades consideradas modelos como Curitiba, as ocupações irregulares estão crescendo rapidamente, devido à especulação imobiliária.
  • 11. Emprego Migração: A migração feita há décadas atrás, tinha como intuito preencher a grande demanda de mão de obra existente nos centros urbanos, por exemplo, São Paulo inicialmente com a produção cafeeira e depois a produção industrial . Porém, na atualidade devido à grande automação dos processos industriais, a crise do emprego foi instalada e está totalmente conectada com as consequências do crescimento populacional, causando desemprego , miséria , exclusão social entre outros.
  • 12. Emprego Qualificação de mão de obra: O problema é devido à relação entre quantidade de mão de obra X quantidade de empregos, que se tornou muito defasada após as automações. Mas, existe o ponto a ser discutido: "Emprego existe, mas não existe pessoas qualificadas para atuarem nestes". Com certeza isto é uma realidade, porém, o crescimento populacional desordenado e sem nenhum tipo de planejamento, torna a qualificação da mão de obra restrita à elite da sociedade que tem o acesso à informação e formação .
  • 13. Trânsito O excesso de veículos é outra consequência grave do aumento da população; Diariamente os paulistanos enfrentam congestionamentos gigantescos. A falta de planejamento é evidente se analisarmos a questão do transporte público na cidade de São Paulo. Porém, o transporte no Brasil é levado para a questão de status social, pois culturalmente quem utiliza o serviço público é a classe baixa e muitas questões políticas estão envolvidas, por exemplo, os grandes investimentos que são feitos nas estradas, favorecem somente a parcela da população que possui automóveis. Deixando de lado o investimento no transporte público, o que favorece para a formação dos congestionamentos.
  • 14. Alagamentos Uma inundação pode ser o resultado de uma grande tempestade, onde a água da chuva não foi suficientemente absorvida pelo solo e outras formas de escoamento. Também pode ser provocada de forma induzida pelo homem através da construção de barragens e pela abertura ou rompimento de comportas de represas. Enchentes x Inundações Existe uma distinção conceitual entre os termos enchente e inundação: a diferença fundamental é que o primeiro termo refere-se a uma ocorrência natural, que normalmente não afeta diretamente a população, tendo em vista sua ciclicidade. Já as inundações são decorrentes de modificações no uso do solo e podem provocar danos de grandes proporções.
  • 15. Saneamento Básico Em 2000, 60% da população brasileira não tinha acesso à rede coletora de esgotos e apenas 20% do esgoto gerado no País recebia algum tipo de tratamento. Nesse mesmo ano, quase um quarto da população não tinha acesso à rede de abastecimento de água. Apesar da importância para saúde e meio ambiente, o saneamento básico no Brasil está longe de ser adequado. Mais da metade da população não conta, sequer, com redes para coleta de esgotos e 80% dos resíduos gerados são lançados diretamente nos rios, sem nenhum tipo de tratamento. Além disso, quase um quarto da população não tem acesso à rede de abastecimento de água. O descaso e a ausência de investimentos no setor de saneamento em nosso País, em especial nas áreas urbanas, compromete a qualidade de vida da população e do meio ambiente. Enchentes, lixo, contaminação dos mananciais, água sem tratamento e doenças.
  • 16. Conclusão A cidade de São Paulo desenvolveu-se muito rápido, porém muitos fatos contribuíram para o crescimento desordenado, como: Destino de muitas migrações; Falta de planejamento; Busca de melhores condições de vida; Acarretando algumas das consequencias citadas neste trabalho. Enfim, medidas devem ser tomadas por parte do governo e da população, para que assim ocorra a resolução ou ao menos amenização deste problema. Preserve o que é SEU
  • 17. Links de Informação http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=53153.0 http://www.brasilescola.com/brasil/urbanizacao-geral.htm http://www.infoescola.com/geografia/exodo-rural/ http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/pdf/1988/T88V02A01.pdf http://www.ecodebate.com.br/2008/07/21/crescimento-urbano-desafios-das-metropoles/ http://www.ecodebate.com.br/2008/11/19/curitiba-a-urbanizacao-que-gera-exclusao-social/ http://www.ecodebate.com.br/2008/11/19/curitiba-a-urbanizacao-que-gera-exclusao-social/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Polui%C3%A7%C3%A3o http://www.coladaweb.com/geografia/o-processo-de-urbanizacao

Notas do Editor

  1. Muito bom, titulo completo. Colocar os nomes de vcs tamb é m na capa.
  2. Gostaria de ver uma imagem aqui. Talvez um mapa!
  3. Muito bacana a imagem.
  4. Nesse caso precisa escurecer as letras um pouco. Destacar alguns pontos do texto, em negrito, outra cor, ou t ó picos.
  5. Aqui tb faltou uma img.
  6. Ver mais imagens aqui http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-poluicao-visual/imagens/poluicao-visual-3.jpg http://mentecomcuriosidades.com/wp-content/uploads/2009/08/Favela-1.jpg
  7. http://i.treehugger.com/images/2007/10/24/favela-morumbi-sao-paulo.jpg http://www.djbuiu55.com/site/images/favela.jpg
  8. O Texto est á um pouco longo. Talvez melhore separando-o e dando enfase a determinas partes…
  9. Aqui pode-se dar mais enfase ao transporte publico, o que existe? Quais seriam as formas alternativas?
  10. Coloque como links de informaç ão não biliografia. O Trabalho est á ó timo e muito caprichado!