SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
mercado de artes visuais
cemec | 2015
mônica novaes esmanhotto
resumoaula1
obra da arte no
sistema
fundamentos
ensino da
prática
profissional
contexto macro
artista e o
sistema das
artes
aula2
a cadeia
produtiva das
artes
agentes e
plataformas
mercado
primário e
secundário
valor simbólico
e econômico
mercados
estabelecidos e
emergentes
arte como
investimento
aula3
mercado
análise do
programa de
uma galeria
mercado global
mercado
nacional
aula4
inter-
nacionalização
aspectos da
internacionaliza
ção
feiras de arte
fundamentos
• é muito mais que um mercado de recordes
• produção artística: a arte e a obra de arte
• a obra de arte é o motor do sistema
• conceito de ecossistema
• western e non-western
Artur Lescher
Inabsência, 2012
Pinacoteca do Estado
Gordon Matta-Clark
Splitting, 1974
Englewood, New Jersey
Robert Smithson
Spiral Jetty, 1970
Great South Lake, Utah EUA
Cildo Meireles
Inserções em Circuitos Ideológicos
"Projeto Coca-Cola", 1970
Felix Gonzalez-Torres
"Untitled" (Portrait of Ross in L.A.), 1991
Tino Sehgal
These Associations, 2012, Unilever
Series, Tate Modern
http://vimeo.com/53181971
ensino da prática profissional
• Falta de oferta de cursos
• Não há entendimento do setor como parte da
economia, mas há necessidade por parte do
mercado
• Planejamento Estratégico feito pelo setor em
2010 já apontava a capacitação como meta
• Setor com práticas não-reguladas levam à
repetição de métodos baseados na experiência do
dia-a-dia
contexto macro do sistema
• o sistema opera abaixo do macroeconomia do
país e das políticas culturais vigente
• a vontade política e seus desdobramentos
alguns exemplos:
a. Lei Rouanet
b. Organizações Sociais da Cultura
c. Política Fiscal
d. Protecionismo e burocracia
• impacto das indústrias criativas
contexto macro do sistema
Em seu site oficial, o governo britânico reporta as
indústrias criativas como um case de sucesso e
afirma que elas valem hoje, mais de £36 bi ao
ano. Geram £70,000 por minute para a economia
do Reino Unido, empregam 1,5 mi de pessoas e
contribuem com 10% das exportações do país.
contexto macro do sistema
Mesmo que o objetivo seja econômico, nunca se
deve perder a perspectiva da cultura, a intenção
do criador, o poder transformador da ideia e da
proposição artística.
MARCELO CIPIS
Trabalho integrante da Exposição "Salve!",
galeria Emma Thomas, jul/2014
o artista e o sistema
MARCELO CIPIS
Trabalho integrante da
Exposição "Salve!",
galeria Emma Thomas,
jul/2014
o artista e o sistema
AI WEIWEI, Dropping a Han Dynasty Urn, 1995, three gelatin silver prints, each 148 × 121 cm
o artista e o sistema
MANUEL SALVISBERG, Fragments of History, 2012, three gelatin silver prints, each 100 × 70 cm
o artista e o sistema
EDOUARD MANET,
Dejouner sur l'erbe,
1863, óleo sobre tela,
208 x 264 cm, Musee
d'Orsay
MARCEL DUCHAMP, A Fonte, 1917, porcelana
GUERRILLA GIRLS, Billboard
YURI FIRMEZA, O Artista Invasor
DAMIEN HIRST, The Golden Calf,
obra vendida a USD 18,6 mi. Valor mais alto alcançado num lote nos dois dias de leilão da
Sotheby's exclusivamente com obras de Hirst.
galeria de mercado primário
Dimensão Cultura aliada à atividade comercial
análise do programa de uma galeria
análise do programa de uma galeria
mercado internacional
• Os grandes centros de arte contemporânea
coincidem com os grandes centros econômicos e
onde se localizam as grandes instituições
validadoras
• Combinação de valor simbólico + valor
econômico
mercado internacional
• Documenta, 1982, 7ª Edição:
1000 obras de 170 artistas, sendo:
60 dos Estados Unidos,
52 da Alemanha,
20 da Itália,
13 da Holanda,
12 da Inglaterra,
11 da Suíça ,
6 da França, 3 do Canadá,
1 da Espanha e 1 da Bélgica.
mercado internacional
• Em 2011, o mercado mundial alcançou o pico
de €46.1 bi
• Neste mesmo, pela primeira vez a China
superou os EUA com 30%
• Em 2012, há uma contração de 7% e o mercado
global atinge uma marca de €43 bi
EUA - €14.2 bi
China - €10.75 bi
Reino Unido - €9.9 bi
mercado internacional
• Em 2011, o mercado mundial alcançou o pico
de €46.1 bi
• Neste mesmo, pela primeira vez a China
superou os EUA com 30%
• Em 2012, há uma contração de 7% e o mercado
global atinge uma marca de €43 bi
EUA - €14.2 bi
China - €10.75 bi
Reino Unido - €9.9 bi
• obras produzidas desde o pós-guerra até hoje
tem 43% do mercado
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado internacional
mercado internacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional
Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014
www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
mercado nacional

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Mercado de Artes Visuais - Mônica Esmanhotto (Abril-2015)

Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
ArtesElisa
 
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
Wesley Macedo
 

Semelhante a Mercado de Artes Visuais - Mônica Esmanhotto (Abril-2015) (20)

História da arte iv
História da arte ivHistória da arte iv
História da arte iv
 
A arte enquanto processo “criar é agir”
A arte enquanto processo  “criar é agir”A arte enquanto processo  “criar é agir”
A arte enquanto processo “criar é agir”
 
Portuguese
PortuguesePortuguese
Portuguese
 
Um pouco da arte contemporanea na fotografia
Um pouco da arte contemporanea na fotografiaUm pouco da arte contemporanea na fotografia
Um pouco da arte contemporanea na fotografia
 
Pop Art
Pop Art Pop Art
Pop Art
 
Pintura contemporanea
Pintura contemporaneaPintura contemporanea
Pintura contemporanea
 
Impressionismo e macrofotografias.pdf
Impressionismo  e macrofotografias.pdfImpressionismo  e macrofotografias.pdf
Impressionismo e macrofotografias.pdf
 
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
 
Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art
 
Aula 11 Pop Art Op Art
Aula 11  Pop Art Op Art Aula 11  Pop Art Op Art
Aula 11 Pop Art Op Art
 
Artes Gráficas no Sec. XIX
Artes Gráficas no Sec. XIXArtes Gráficas no Sec. XIX
Artes Gráficas no Sec. XIX
 
Arte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xxArte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xx
 
impressionismo.pdf
impressionismo.pdfimpressionismo.pdf
impressionismo.pdf
 
Pintura de ricardo monteiro exp 5-2015 - old works ii
Pintura de ricardo monteiro  exp 5-2015 - old works iiPintura de ricardo monteiro  exp 5-2015 - old works ii
Pintura de ricardo monteiro exp 5-2015 - old works ii
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Pintura de ricardo monteiro 3-2015
Pintura de ricardo monteiro  3-2015Pintura de ricardo monteiro  3-2015
Pintura de ricardo monteiro 3-2015
 
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
PS1.MoMA-PS1. Mestrado - apresentacao. bx.res.
 
Impressionismo 1874 1886
Impressionismo  1874   1886Impressionismo  1874   1886
Impressionismo 1874 1886
 
Arte Realista
Arte RealistaArte Realista
Arte Realista
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 

Mais de Cultura e Mercado

PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 finalPROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
Cultura e Mercado
 

Mais de Cultura e Mercado (20)

Captação de Recursos com Daniele Torres
Captação de Recursos com Daniele TorresCaptação de Recursos com Daniele Torres
Captação de Recursos com Daniele Torres
 
Mesa: Show business e os novos modelos de negócio com Tahiana D'Egmont (Kicka...
Mesa: Show business e os novos modelos de negócio com Tahiana D'Egmont (Kicka...Mesa: Show business e os novos modelos de negócio com Tahiana D'Egmont (Kicka...
Mesa: Show business e os novos modelos de negócio com Tahiana D'Egmont (Kicka...
 
Palestra: Gestão Coletiva com Rachel de Souza
Palestra: Gestão Coletiva com Rachel de SouzaPalestra: Gestão Coletiva com Rachel de Souza
Palestra: Gestão Coletiva com Rachel de Souza
 
Mesa 3: Distribuição digital - Música por Demanda com Renata Loyola
Mesa 3: Distribuição digital - Música por Demanda com Renata LoyolaMesa 3: Distribuição digital - Música por Demanda com Renata Loyola
Mesa 3: Distribuição digital - Música por Demanda com Renata Loyola
 
Mesa: A era digital nas artes com Marcelo Salomão
Mesa: A era digital nas artes com Marcelo SalomãoMesa: A era digital nas artes com Marcelo Salomão
Mesa: A era digital nas artes com Marcelo Salomão
 
Mesa: A era digital nas artes com Eliane Costa
Mesa: A era digital nas artes com Eliane CostaMesa: A era digital nas artes com Eliane Costa
Mesa: A era digital nas artes com Eliane Costa
 
Mesa: Três desafios digitais da indústria do livro com Carlo Carrenho
Mesa: Três desafios digitais da indústria do livro com Carlo CarrenhoMesa: Três desafios digitais da indústria do livro com Carlo Carrenho
Mesa: Três desafios digitais da indústria do livro com Carlo Carrenho
 
Mesa: Os desafios do mercado editorial na era digital com Cristiane Gomes
Mesa: Os desafios do mercado editorial na era digital com Cristiane GomesMesa: Os desafios do mercado editorial na era digital com Cristiane Gomes
Mesa: Os desafios do mercado editorial na era digital com Cristiane Gomes
 
Palestra Internacional: Estudo da remuneração do Streaming com Dra. Susan Abr...
Palestra Internacional: Estudo da remuneração do Streaming com Dra. Susan Abr...Palestra Internacional: Estudo da remuneração do Streaming com Dra. Susan Abr...
Palestra Internacional: Estudo da remuneração do Streaming com Dra. Susan Abr...
 
Mesa: Cadeia produtiva do audiovisual na nova era com Rosana Alcântara (Ancine)
Mesa: Cadeia produtiva do audiovisual na nova era com Rosana Alcântara (Ancine)Mesa: Cadeia produtiva do audiovisual na nova era com Rosana Alcântara (Ancine)
Mesa: Cadeia produtiva do audiovisual na nova era com Rosana Alcântara (Ancine)
 
Mesa: Audiovisual- Animação: Publicidade infantil com Isabella Henriques
Mesa: Audiovisual- Animação: Publicidade infantil com Isabella HenriquesMesa: Audiovisual- Animação: Publicidade infantil com Isabella Henriques
Mesa: Audiovisual- Animação: Publicidade infantil com Isabella Henriques
 
Mesa: Audiovisual - Animação: Publicidade infantil com Mara Lobão (Panorâmica)
Mesa: Audiovisual - Animação: Publicidade infantil com Mara Lobão (Panorâmica)Mesa: Audiovisual - Animação: Publicidade infantil com Mara Lobão (Panorâmica)
Mesa: Audiovisual - Animação: Publicidade infantil com Mara Lobão (Panorâmica)
 
Mesa: Games Físicos e on line com Tania Lima (UBV&G)
Mesa: Games Físicos e on line com Tania Lima (UBV&G)Mesa: Games Físicos e on line com Tania Lima (UBV&G)
Mesa: Games Físicos e on line com Tania Lima (UBV&G)
 
Mesa: Games Físicos e on line com Carlos Estigarrabia
Mesa: Games Físicos e on line com Carlos EstigarrabiaMesa: Games Físicos e on line com Carlos Estigarrabia
Mesa: Games Físicos e on line com Carlos Estigarrabia
 
Palestra: Games Físicos e on line: os desafios do mercado com Arthur Protasio...
Palestra: Games Físicos e on line: os desafios do mercado com Arthur Protasio...Palestra: Games Físicos e on line: os desafios do mercado com Arthur Protasio...
Palestra: Games Físicos e on line: os desafios do mercado com Arthur Protasio...
 
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
 
Palestra: Biografia x Intimidade com Ricardo Brajterman
Palestra: Biografia x Intimidade com Ricardo BrajtermanPalestra: Biografia x Intimidade com Ricardo Brajterman
Palestra: Biografia x Intimidade com Ricardo Brajterman
 
Palestra: Conceitos de tecnologia digital com Fábio Lima (Sofá digital)
Palestra: Conceitos de tecnologia digital com Fábio Lima (Sofá digital)Palestra: Conceitos de tecnologia digital com Fábio Lima (Sofá digital)
Palestra: Conceitos de tecnologia digital com Fábio Lima (Sofá digital)
 
Palestra: Panorama econômico do entretenimento. Perspectiva do mercado 2015-2...
Palestra: Panorama econômico do entretenimento. Perspectiva do mercado 2015-2...Palestra: Panorama econômico do entretenimento. Perspectiva do mercado 2015-2...
Palestra: Panorama econômico do entretenimento. Perspectiva do mercado 2015-2...
 
PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 finalPROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
PROAC_Inti Queiroz cemec proac junho 2015 final
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
FLAVIA LEZAN
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 

Último (20)

livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 

Mercado de Artes Visuais - Mônica Esmanhotto (Abril-2015)

  • 1. mercado de artes visuais cemec | 2015 mônica novaes esmanhotto
  • 2. resumoaula1 obra da arte no sistema fundamentos ensino da prática profissional contexto macro artista e o sistema das artes aula2 a cadeia produtiva das artes agentes e plataformas mercado primário e secundário valor simbólico e econômico mercados estabelecidos e emergentes arte como investimento aula3 mercado análise do programa de uma galeria mercado global mercado nacional aula4 inter- nacionalização aspectos da internacionaliza ção feiras de arte
  • 3. fundamentos • é muito mais que um mercado de recordes • produção artística: a arte e a obra de arte • a obra de arte é o motor do sistema • conceito de ecossistema • western e non-western
  • 6. Robert Smithson Spiral Jetty, 1970 Great South Lake, Utah EUA
  • 7. Cildo Meireles Inserções em Circuitos Ideológicos "Projeto Coca-Cola", 1970
  • 9. Tino Sehgal These Associations, 2012, Unilever Series, Tate Modern http://vimeo.com/53181971
  • 10. ensino da prática profissional • Falta de oferta de cursos • Não há entendimento do setor como parte da economia, mas há necessidade por parte do mercado • Planejamento Estratégico feito pelo setor em 2010 já apontava a capacitação como meta • Setor com práticas não-reguladas levam à repetição de métodos baseados na experiência do dia-a-dia
  • 11. contexto macro do sistema • o sistema opera abaixo do macroeconomia do país e das políticas culturais vigente • a vontade política e seus desdobramentos alguns exemplos: a. Lei Rouanet b. Organizações Sociais da Cultura c. Política Fiscal d. Protecionismo e burocracia • impacto das indústrias criativas
  • 12. contexto macro do sistema Em seu site oficial, o governo britânico reporta as indústrias criativas como um case de sucesso e afirma que elas valem hoje, mais de £36 bi ao ano. Geram £70,000 por minute para a economia do Reino Unido, empregam 1,5 mi de pessoas e contribuem com 10% das exportações do país.
  • 13. contexto macro do sistema Mesmo que o objetivo seja econômico, nunca se deve perder a perspectiva da cultura, a intenção do criador, o poder transformador da ideia e da proposição artística.
  • 14. MARCELO CIPIS Trabalho integrante da Exposição "Salve!", galeria Emma Thomas, jul/2014 o artista e o sistema
  • 15. MARCELO CIPIS Trabalho integrante da Exposição "Salve!", galeria Emma Thomas, jul/2014 o artista e o sistema
  • 16. AI WEIWEI, Dropping a Han Dynasty Urn, 1995, three gelatin silver prints, each 148 × 121 cm o artista e o sistema
  • 17. MANUEL SALVISBERG, Fragments of History, 2012, three gelatin silver prints, each 100 × 70 cm o artista e o sistema
  • 18. EDOUARD MANET, Dejouner sur l'erbe, 1863, óleo sobre tela, 208 x 264 cm, Musee d'Orsay
  • 19. MARCEL DUCHAMP, A Fonte, 1917, porcelana
  • 21. YURI FIRMEZA, O Artista Invasor
  • 22. DAMIEN HIRST, The Golden Calf, obra vendida a USD 18,6 mi. Valor mais alto alcançado num lote nos dois dias de leilão da Sotheby's exclusivamente com obras de Hirst.
  • 23. galeria de mercado primário Dimensão Cultura aliada à atividade comercial
  • 24. análise do programa de uma galeria
  • 25. análise do programa de uma galeria
  • 26. mercado internacional • Os grandes centros de arte contemporânea coincidem com os grandes centros econômicos e onde se localizam as grandes instituições validadoras • Combinação de valor simbólico + valor econômico
  • 27. mercado internacional • Documenta, 1982, 7ª Edição: 1000 obras de 170 artistas, sendo: 60 dos Estados Unidos, 52 da Alemanha, 20 da Itália, 13 da Holanda, 12 da Inglaterra, 11 da Suíça , 6 da França, 3 do Canadá, 1 da Espanha e 1 da Bélgica.
  • 28. mercado internacional • Em 2011, o mercado mundial alcançou o pico de €46.1 bi • Neste mesmo, pela primeira vez a China superou os EUA com 30% • Em 2012, há uma contração de 7% e o mercado global atinge uma marca de €43 bi EUA - €14.2 bi China - €10.75 bi Reino Unido - €9.9 bi
  • 29. mercado internacional • Em 2011, o mercado mundial alcançou o pico de €46.1 bi • Neste mesmo, pela primeira vez a China superou os EUA com 30% • Em 2012, há uma contração de 7% e o mercado global atinge uma marca de €43 bi EUA - €14.2 bi China - €10.75 bi Reino Unido - €9.9 bi • obras produzidas desde o pós-guerra até hoje tem 43% do mercado
  • 30. Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial mercado internacional
  • 31. mercado internacional Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
  • 32. mercado nacional Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
  • 33. mercado nacional Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
  • 34. mercado nacional Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
  • 35. mercado nacional Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial
  • 36. Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial mercado nacional
  • 37. Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial mercado nacional
  • 38. Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial mercado nacional
  • 39. Fonte: FIALHO, Ana Letícia. 3ª Pesquisa Setorial Latitude. Abr, 2014 www.latitudebrasil.org/pesquisasetorial mercado nacional